Você está na página 1de 35

LINGUA PORTUGUESA

Ensino Médio, 2º Ano

Efeitos de sentidos provocados pelo uso


dos diferentes tempos e modos verbais
Língua Portuguesa, 2º Ano, Efeitos de sentidos provocados
pelo uso dos diferentes tempos e modos verbais

Na aula de hoje iremos estudar os efeitos de sentidos


provocados pelo uso dos diferentes tempos e modos
verbais. Nesse sentido, estudaremos os tempos
presente, passado e futuro e os modos indicativo,
subjuntivo e imperativo.
Língua Portuguesa, 2º Ano, Efeitos de sentidos provocados
pelo uso dos diferentes tempos e modos verbais

Para início de conversa, observe as sentenças:

Eu vou à escola hoje.

Eu irei à escola amanhã.

Eu fui à escola ontem.

Você percebeu alguma mudança de sentido nas construções acima? Vamos


comentar?
Língua Portuguesa, 2º Ano, Efeitos de sentidos provocados
pelo uso dos diferentes tempos e modos verbais

É provável que você tenha percebido três situações distintas: uma ação que
acontece
no momento da fala (tempo presente); uma ação totalmente acabada (passado
ou pretérito) e uma ação a acontecer posterior à fala (futuro). Pois bem, os
sentidos dos acontecimentos mudam conforme o uso de cada um tempos
usados.
Língua Portuguesa, 2º Ano, Efeitos de sentidos provocados
pelo uso dos diferentes tempos e modos verbais

Tempos dos verbos

Servem para situar o processo verbal em relação ao momento em que se fala.


Língua Portuguesa, 2º Ano, Efeitos de sentidos provocados
pelo uso dos diferentes tempos e modos verbais

PRESENTE

Faz referência a fatos que se passam ou


se estendem ao momento em que
falamos. Quando afirmo: eu vou à escola
hoje, essa ação ainda não aconteceu;
Língua Portuguesa, 2º Ano, Efeitos de sentidos provocados
pelo uso dos diferentes tempos e modos verbais

Passado ou pretérito

Faz referência a fatos anteriores ao momento em


que falamos. Na frase eu fui à escola ontem, a
ação está totalmente acabada quando eu falo.
Língua Portuguesa, 2º Ano, Efeitos de sentidos provocados
pelo uso dos diferentes tempos e modos verbais

Futuro

Faz referência a fatos ainda não realizados no


momento da fala. Na frase, eu irei à escola
amanhã, a ação ainda irá se realizar.
Língua Portuguesa, 2º Ano, Efeitos de sentidos provocados
pelo uso dos diferentes tempos e modos verbais

Emprego de tempos e modos

Presente do indicativo

O presente pode ocorrer com valor de perfeito, indicando um processo já


ocorrido no passado, é o chamado presente histórico.
Exemplo: Em 1500 Cabral chega (chegou) ao Brasil.

Pode também ocorrer com valor de futuro do indicativo para indicar uma
decisão enfática. Exemplo: Amanhã eu falo (falarei) com Jonas. O advérbio
amanhã projeta a ação no futuro.

O presente pode indicar um processo habitual, ininterrupto.


Exemplo: O homem nasce, cresce e morre.

Pode representar uma verdade universal (presente eterno).


Exemplo: O homem é um ser mortal.
Língua Portuguesa, 2º Ano, Efeitos de sentidos provocados
pelo uso dos diferentes tempos e modos verbais

Imperfeito do indicativo

Indica um processo passado não totalmente concluído. Exemplo: As


crianças cantavam durante o evento.

O imperfeito pode ocorrer com valor de futuro do pretérito.


Exemplo: Se eu tivesse mais coragem, eu reclamava (reclamava – reclamaria).

Emprega-se nos pedidos e solicitações, ou denota que duvidamos da


realização do fato ou exprime um desejo feito com modéstia ou com o
simples propósito:
Exemplo: “Queria viver para o seu filho – é como ele explicava o desejo da
vida.”
Língua Portuguesa, 2º Ano, Efeitos de sentidos provocados
pelo uso dos diferentes tempos e modos verbais

Mais- que- perfeito do indicativo

Indica um processo passado anterior a outro também passado.


Exemplo: O aluno estivera dias antes com o professor.

Pode ocorrer com valor de futuro do pretérito ou com valor de imperfeito


do subjuntivo.
Exemplo: Mais fizera (= faria) se não fora (=fosse) tão pouco o tempo de que
dispunha.

Pode ocorrer em orações optativas (orações que exprimem desejo)


Exemplo: Quem me dera ser rica!
Língua Portuguesa, 2º Ano, Efeitos de sentidos provocados
pelo uso dos diferentes tempos e modos verbais

Pretérito Perfeito do indicativo

Indica um processo passado totalmente concluído.

Exemplo: A mulher vendeu a casa


Língua Portuguesa, 2º Ano, Efeitos de sentidos provocados
pelo uso dos diferentes tempos e modos verbais

Futuro do presente composto

Assinala um fato posterior ao tempo atual, mas anterior a outro fato


futuro.

Exemplos:
Até meus bisnetos nascerem, eu terei me aposentado.
Quando ele chegar, já terei saído.
Língua Portuguesa, 2º Ano, Efeitos de sentidos provocados
pelo uso dos diferentes tempos e modos verbais

Futuro do indicativo

Indica um processo futuro em relação a um referencial presente.

Pode ocorrer com valor de presente, exprimindo dúvida, incerteza.


Exemplo: O exército inimigo terá hoje uns vinte mil soldados, não mais. (terá
= tem, acrescido de uma noção de dúvida ou incerteza).

Pode ocorrer ainda com valor de imperativo.


Exemplo: Não levantarás (=levantes) falso testemunho.

Exemplos de Futuro composto:


Ele vai fazer (fará) compras e vai voltar (voltará) em breve.
Língua Portuguesa, 2º Ano, Efeitos de sentidos provocados
pelo uso dos diferentes tempos e modos verbais

Futuro do pretérito do indicativo / condicional

Indica um processo futuro em relação a um referencial passado.

Pode ocorrer com valor de presente, exprimindo polidez ou cerimônia.

Exemplo: Por favor, você me serviria (=serve, pode servir) um café?

Pode indicar uma ironia:


Exemplo: Poderia fazer o favor de sair?!
Língua Portuguesa, 2º Ano, Efeitos de sentidos provocados
pelo uso dos diferentes tempos e modos verbais

Modo subjuntivo - Presente

Emprega-se o modo subjuntivo para assinalar:

um fato presente, mas duvidoso ou incerto, um desejo ou um sentimento.


Exemplos: Talvez eles façam tudo aquilo que nós pedimos.
Talvez ele saiba sobre o que está falando.

um fato futuro, mas duvidoso ou incerto


Exemplo: Talvez eles venham amanhã.

um desejo ou uma vontade

Exemplos: Espero que eles façam o serviço corretamente.


Espero que me tragam o dinheiro.
Língua Portuguesa, 2º Ano, Efeitos de sentidos provocados
pelo uso dos diferentes tempos e modos verbais

Modo subjuntivo – Pretérito Imperfeito

Emprega-se o pretérito imperfeito do subjuntivo para assinalar:


uma hipótese ou uma condição numa ação passada, mas posterior e
dependente de outra ação passada.
Exemplos: "Talvez a lágrima subisse do coração à pupila…“ (Coelho Neto, Sertão)
"Como fizesse bom tempo, as senhoras combinaram em tomar o café na
chácara." (Aluísio Azevedo, Casa de Pensão)

uma condição contrafactual, ou seja, que não se verifica na realidade, que


teria uma certa consequência; pode se referir ao passado, ao presente ou ao
futuro.
Exemplos: Se ele estivesse aqui ontem, poderia ter ajudado.
Se ele estivesse aqui agora, poderia ajudar.
Se ele viesse amanhã, poderia ajudar.
Língua Portuguesa, 2º Ano, Efeitos de sentidos provocados
pelo uso dos diferentes tempos e modos verbais

Modo subjuntivo – Futuro

Emprega-se o futuro do subjuntivo para assinalar uma possibilidade a ser


concluída em relação a um fato no futuro, uma ação vindoura, mas
condicional a outra ação também futura.
Exemplos: Quando eu voltar, saberei o que fazer.
Quando os sinos badalarem nove horas, voltarei para casa.

Também pode indicar uma condição incerta, presente ou futura.


Exemplo: Se ele estiver lá amanhã, certamente ela também estará.

É a formação de locução verbal com o auxiliar ter ou haver no futuro do


subjuntivo simples e o principal no particípio, tendo o mesmo valor que o
futuro do subjuntivo simples.
Exemplo: Quando você tiver terminado sua série de exercícios, poderá ir brincar.
Língua Portuguesa, 2º Ano, Efeitos de sentidos provocados
pelo uso dos diferentes tempos e modos verbais

Pretérito perfeito composto

Emprega o passado com relação a um futuro certo.


Exemplo: Caso eu tenha sido escolhido, ficarei muito feliz.

Pretérito mais-que-perfeito composto

Formado pelo imperfeito do subjuntivo do verbo auxiliar (ter, haver) mais


o particípio do verbo principal. Tem valor semelhante ao imperfeito do
subjuntivo Exemplos: Eu teria caminhado todos os dias desse ano, se não
tivesse trabalhado tanto.
Eu teria viajado se não tivesse chovido

Obs: Perceba que todas as frases remetem a ação para o passado. A frase: Se
eu estudasse, aprenderia; é diferente de: Se eu tivesse estudado, teria
Aprendido.
Língua Portuguesa, 2º Ano, Efeitos de sentidos provocados
pelo uso dos diferentes tempos e modos verbais

Modo imperativo

Exprime uma atitude de solicitação, ou mando. É formado por afirmativo e


negativo.

A formação do imperativo negativo é acompanhado da partícula não,


usada em todas as pessoas.
Exemplo: Não fale alto na igreja.

Este modo verbal não possui a primeira pessoa do singular (eu), pois não
podemos mandar em nós mesmos.
Língua Portuguesa, 2º Ano, Efeitos de sentidos provocados
pelo uso dos diferentes tempos e modos verbais

1- Leia o texto abaixo e atente para as palavras destacadas:


(...) HÁ OITO DIAS que relampejava nas cabeceiras. Meu avô ficava de noite por muito tempo a
espreitar o abrir rápido do relâmpago para os lados de cima. E quando se cansava de tanto esperar,
botava os moleques para isto.
Lá um dia, para as cordas do nascente do Paraíba, via-se, quase rente do horizonte, um abrir
longínquo e espaçado de relâmpago: era o inverno na certa no alto sertão. As experiências
confirmavam que com duas semanas de inverno o Paraíba apontaria na várzea com a sua primeira
cabeça-d'água. O rio no verão ficava seco de se atravessar a pé enxuto. Apenas, aqui e ali, pelo seu
leito, formavam-se grandes poços, que venciam a estiagem. Nestes pequenos açudes se pescavam,
lavava-se os cavalos, tomava-se banho. Nas varzantes plantavam batata-doce e cavavam pequenas
cacimbas para o abastecimento de gente que vinha das caatingas, andando léguas, de pote na
cabeça.
O seu leito de areia branca cobria-se de salsas e junco verde-escuro, enquanto pelas margens os
marizeiros davam uma sombra camarada nos meios-dias. Nas grandes secas o povo pobre vivia da
água salobra e das varzantes do Paraíba. O gado vinha entreter a sua fome no capim ralo que crescia
por ali. Com a notícia dos relâmpagos nas cabeceiras, entraram a arrancar as batatas e os jerimuns
das
varzantes.
O povo gostava de ver o rio cheio, correndo água de barreira a barreira. Porque era uma
alegria por toda a parte quando se falava da cheia que descia. E anunciava a chegada como se
tratasse de visita de gente viva: a cheia já passou na Guarita, vem em Itabaiana...”

(RÊGO, José Lins do. Menino de Engenho.José Olímpio, 92 ed., pág. 33)
Língua Portuguesa, 2º Ano, Efeitos de sentidos provocados
pelo uso dos diferentes tempos e modos verbais

( D 24) 2- Retire do texto as palavras destacadas e explique o efeito de sentido


provocado pelos usos dos tempos verbais. Veja o modelo e dite a resposta para
que eu possa digitar:

MODELO:

Relampejava: o uso do pretérito imperfeito indica um


processo passado não totalmente concluído.
Língua Portuguesa, 2º Ano, Efeitos de sentidos provocados
pelo uso dos diferentes tempos e modos verbais

Modos verbais

As flexões de modo determinam as diversas atitudes da pessoa que fala com


relação ao fato enunciado. Temos três modos:

1- Modo indicativo: exprime certeza do falante com relação ao fato que


aconteceu, que acontece ou que acontecerá.
Exemplos:
Ando a cavalo diariamente.
Ele trabalhou ontem..
Ela está em casa.
Nós iremos amanhã.
Língua Portuguesa, 2º Ano, Efeitos de sentidos provocados
pelo uso dos diferentes tempos e modos verbais

2- Modo subjuntivo: Indica uma atitude de incerteza, uma dúvida ou


condicionamento do falante.

Exemplos:
Espero que voltes logo.
Se eu trabalhasse…
Quando eu partir
Língua Portuguesa, 2º Ano, Efeitos de sentidos provocados
pelo uso dos diferentes tempos e modos verbais

3- modo imperativo: Exprime atitude que expressa uma ordem, um


conselho, uma vontade,
mando ou solicitação.

Exemplos:
Façam todo o exercício.
Faça isto, agora!
Não mexam nos cadernos!
Língua Portuguesa, 2º Ano, Efeitos de sentidos provocados
pelo uso dos diferentes tempos e modos verbais

Agora chegou a vez de avaliarmos nossos


conhecimentos acerca dos tempos e modos verbais
estudados. Para isso, seguem poemas e fragmentos de
obras de dois dos nossos escritores pernambucanos –
Manuel Bandeira e João Cabral de Melo Neto - . É a
forma de nos aproximarmos dos seus escritos e nos
tornarmos leitores de suas obras. Afinal de contas eles
são orgulho da literatura moderna. Vamos lá!?
Língua Portuguesa, 2º Ano, Efeitos de sentidos provocados
pelo uso dos diferentes tempos e modos verbais

content/uploads/2012/01/manuel-bandeira-com-livros.jpg. Acesso em 22-07-2015)


(Imagem al lado disponível em http://www.poesiaspoemaseversos.com.br/w/wp-
Desencanto

Eu faço versos como quem chora


De desalento... de desencanto...
Fecha o meu livro, se por agora
Não tens motivo nenhum de pranto.

Meu verso é sangue. Volúpia ardente...


Tristeza esparsa... remorso vão...
Dói-me nas veias. Amargo e quente, Manuel Bandeira nasceu a
Cai, gota a gota, do coração. 19 Abril 1886 (Recife,
Pernambuco, Brasil).
Morreu a 13 Outubro 1968
E nestes versos de angústia rouca
(Rio de Janeiro, Rio de
Assim dos lábios a vida corre, Janeiro, Brasil).
Deixando um acre sabor na boca. Manuel Carneiro de Sousa
Bandeira Filho foi um poeta,
- Eu faço versos como quem morre. crítico literário e de arte,
(Manuel Bandeira) professor de literatura e
(Disponível em http://www.astormentas.com/bandeira.htm. Acesso em
18-07-2015) tradutor brasileiro.
Língua Portuguesa, 2º Ano, Efeitos de sentidos provocados
pelo uso dos diferentes tempos e modos verbais

(D 24) 1- A partir da leitura do poema retire todos os verbos e explique o


efeito de sentido ocasionado pelo tempo e modo em que se encontram:

(D 24) 2- Proceda como o exercício anterior:

João Gostoso era carregador de feira livre e morava no morro da


Babilônia num barracão sem número
Uma noite ele chegou no bar Vinte de Novembro
Bebeu
Cantou
Dançou
Depois se atirou na lagoa Rodrigo de Freitas e morreu afogado.
Língua Portuguesa, 2º Ano, Efeitos de sentidos provocados
pelo uso dos diferentes tempos e modos verbais

O último poema

Assim eu quereria o meu último


poema.
Que fosse terno dizendo as coisas mais
simples e menos intencionais
Que fosse ardente como um soluço
sem lágrimas
Que tivesse a beleza das flores quase
sem perfume
A pureza da chama em que se
consomem os diamantes mais límpidos
A paixão dos suicidas que se matam
sem explicação.
(Manuel Bandeira)

Imagem acima disponível em http://www.blogdomarketinglegal.com.br/wp-


content/uploads/2013/04/MANUEL-BANDEIRA-O-Homem-e-a-Morte-analise-
e-comentario2.jpg
Língua Portuguesa, 2º Ano, Efeitos de sentidos provocados
pelo uso dos diferentes tempos e modos verbais

(D 24) a)Explique o sentido do tempo verbal escolhido


pelo poeta no 1º verso:
“Assim eu quereria o meu último poema.”

(D 25) b) O que quis dizer o poeta com a comparação:


3- A respeito do texto lido,
“Que fosse ardente como um
responda: soluço sem lágrimas”?

(D 14) c) Nunca escrevemos um poema, um verso etc, sem que não nos inspiremos em outros textos e,
muitas
vezes, até trazemos partes de outros textos para os nossos. Assim, um texto sempre marca uma
intertextualidade com outro (s). O poema lido marca intertextualidade com qual outro poeta / poema?
Língua Portuguesa, 2º Ano, Efeitos de sentidos provocados
pelo uso dos diferentes tempos e modos verbais

4- Leia o fragmento de “Morte e vida severina”, do pernambucano João Cabral de


Melo Neto e responda as questões propostas:
NA CASA A QUE O RETIRANTE CHEGA ESTÃO

em 18-07-2015)
http://www.releituras.com/joaocabral_morte.asp. Acesso
Retrato: por Percy Deane . Disponível em
CANTANDO EXCELÊNCIAS PARA UM
DEFUNTO, ENQUANTO UM HOMEM, DO
LADO DE FORA,VAI PARODIANDO AS
PALAVRAS DOS CANTADORES

— Finado Severino, quando passares em


Jordão e o demônios te atalharem
perguntando o que é que levas...
— Dize que levas cera, capuz e cordão mais a
O fragmento lido é o mais conhecido dos
Virgem da Conceição. trabalhos do poeta pernambucano. Os versos
(João Cabral de Melo Neto) foram extraídos do livro "João Cabral de Melo
Neto - Obra Completa", Editora Nova Aguilar
S.A. - Rio de Janeiro, 1994, pág. 171.
Língua Portuguesa, 2º Ano, Efeitos de sentidos provocados
pelo uso dos diferentes tempos e modos verbais

(D 24) a) A respeito dos verbos destacados, comente sobre o modo em que


estão e o que exprime esse modo.

( D 08) b) Com base no seu conhecimento de mundo explique essas duas


passagens:

1- “ESTÃO CANTANDO EXCELÊNCIAS PARA UM DEFUNTO” (...),

2- “VAI PARODIANDO AS PALAVRAS DOS CANTADORES”.

(D 24) C) Com relação ao verso “(...) te atalharem perguntando o que é que


levas... “, a qual pessoa do discurso faz referência? Em que tempo e modo se
encontram? Que efeito de sentido causam em nós, leitores?
Língua Portuguesa, 2º Ano, Efeitos de sentidos provocados
pelo uso dos diferentes tempos e modos verbais
Bibliografia consultada

ABAURRE, Maria Luiza M; ABAURRE, Maria Bernadete M; PONTARA Marcela.


Português: contexto, interlocução e sentido. São Paulo: Moderna, 2008.

AMARAL, Emília (et al). Português- Novas Palavras- literatura,


gramática e redação. São Paulo: FTD, 2000.

BECHARA, Evanildo. Gramática escolar da Língua Portuguesa – com exercícios.


Rio de Janeiro: Lucerna, 2006.

PERNAMBUCO. Secretaria de Educação de Pernambuco. SAEPE – 2013. Universidade


Federal de Juiz de Fora, Faculdade de Educação, Caed. V.1 (jan / dez, 2013). Juiz de
Fora, 2013 – Anual. Conteúdo: Revista Pedagógica, 2013 – Língua Portuguesa – 3º ano
do Ensino Médio.

SAVIOLI, Francisco Platão. Gramática em 44 lições: com mais de 1700 exercícios.


São Paulo: Ática, 1985.
Língua Portuguesa, 2º Ano, Efeitos de sentidos provocados
pelo uso dos diferentes tempos e modos verbais

Sites consultados:

http://www.astormentas.com/bandeira.htm. Acesso em 18-07-2015

http://www.poesiaspoemaseversos.com.br/w/wp-
content/uploads/2012/01/manuel-bandeira-com-livros.jpg. Acesso em 22-07-2015

(http://www.blogdomarketinglegal.com.br/wp-
content/uploads/2013/04/MANUEL-BANDEIRA-O-Homem-e-a-Morte-analise-e-
comentario2.jpg. Acesso em 18-07-2015

http://www.releituras.com/joaocabral_morte.asp. Acesso em 18-07-2015


Língua Portuguesa, 2º Ano, Efeitos de sentidos provocados
pelo uso dos diferentes tempos e modos verbais

Descritores do SAEPE contemplados

D24 Reconhecer o efeito de sentido decorrente do emprego de recursos


estilísticos e morfossintáticos;

D25 Reconhecer o efeito de sentido decorrente da escolha de palavras,


frases ou expressões;

D14 Reconhecer semelhanças e/ou diferenças de ideias e opiniões na


comparação entre textos que tratem da mesma temática;

D08 Inferir o sentido de palavra ou expressão a partir do contexto.