Você está na página 1de 12
ESCOLA SÃO DOMINGOS BATERIA DE EXERCÍCIOS – 1º TRIMESTRE INTERPRETAÇÃO DE TEXTO – 6° ANO

ESCOLA SÃO DOMINGOS

BATERIA DE EXERCÍCIOS 1º TRIMESTRE

INTERPRETAÇÃO DE TEXTO 6° ANO

Texto 1

1º TRIMESTRE INTERPRETAÇÃO DE TEXTO – 6° ANO Texto 1 1. O que o menino vê

1. O que o menino vê no espelho?

2. É normal que um espelho reflita imagens invertidas?

3. Um dos parágrafos do texto revela que o espelho reflete a imagem de maneira invertida. Localize esse

parágrafo e transcreva dele um trecho que comprove essa afirmação.

4. Releia o trecho a seguir.

Localize esse parágrafo e transcreva dele um trecho que comprove essa afirmação. 4. Releia o trecho

a) O que foi narrado no trecho acima acontece normalmente, ou seja, quando alguém está sério diante do

espelho o reflexo mostra esse alguém sorrindo?

b) Esse fato surpreende o menino? Por quê?

c) Transcreva do texto um trecho que mostre o estranhamento do menino diante do outro que está dentro

do espelho.

5. No texto, o fato de a imagem do espelho ser a sua própria, mas agir de outra maneira, possibilita uma

relação entre o menino e o outro que está dentro do espelho?

6. Mesmo agindo de maneira diferente, o outro que está dentro do espelho é o próprio menino. Na vida

real, não é possível conversarmos conosco da maneira como o texto propõe. Nessa história, porém, o

menino pode fazer isso.

a) O texto narra um fato que pode acontecer na realidade ou é uma ficção, criada a partir da imaginação do

autor?

b) Em sua opinião, o fato de o menino poder conversar consigo próprio no espelho, como se estivesse

conversando com outra pessoa, fez com que ele pudesse se ver de uma maneira diferente? Por quê?

c) O que você achou da ideia de uma personagem conversar com a sua imagem refletida no espelho?

Você já conhecia uma história assim?

d) Qual foi a intenção do texto ao dar à personagem uma possibilidade que não existe na vida real?

(

)

uma possibilidade que não existe na vida real? ( ) ( ) 7. Releia este diálogo

(

)

7. Releia este diálogo do texto.

na vida real? ( ) ( ) 7. Releia este diálogo do texto. ( ) Ao

(

)

na vida real? ( ) ( ) 7. Releia este diálogo do texto. ( ) Ao
na vida real? ( ) ( ) 7. Releia este diálogo do texto. ( ) Ao

Ao ver sua imagem no espelho, o menino percebe que ela conversa com ele. Embora os diálogos aconteçam entre pessoas diferentes, o menino se reconhece no outro que está no espelho. Que trecho do diálogo acima confirma isso?

Texto 2

diferentes, o menino se reconhece no outro que está no espelho. Que trecho do diálogo acima
1. Ao contar a sua história, o menino não apresenta seu próprio nome. O que

1. Ao contar a sua história, o menino não apresenta seu próprio nome. O que mais ele deixa de

apresentar?

2. Por que o menino não se apresenta de um jeito mais formal, com nome de pai, mãe e endereço como as

pessoas geralmente fazem?

3. Ao se apresentar no início do texto, como ele se identifica?

4. É possível afirmar que a personagem conseguiu criar laços de amizade? Explique.

5. Mencione algumas ações que o menino realiza para conseguir sobreviver.

6. Pelo conjunto de informações do texto, é possível saber qual é o ambiente em que o menino vive?

7. Releia o trecho a seguir e responda: o que você pensa deste relato do menino?

seguir e responda: o que você pensa deste relato do menino? 8. Identifique no texto qual

8. Identifique no texto qual era o sonho da personagem. Em sua opinião, há chances de esse menino

realizá-lo nas condições em que vive? Por quê?

Leia agora o breve relato de um aluno da 5ª série.

quê? Leia agora o breve relato de um aluno da 5ª série. 9. Aponte as diferenças

9. Aponte as diferenças na maneira como os garotos se apresentam nos dois textos lidos.

10. Os dois meninos vivem com seus pais? Como você percebeu isso? Copie de cada texto um trecho que

comprove a sua resposta.

11. O que o menino Gleyson seria se estivesse nas mesmas condições do garoto do primeiro texto, que

vive nas ruas da cidade? Por quê?

12. Em cada um dos textos, quem conta a história? Como você percebeu isso?

13. Leia as informações que estão abaixo dos dois textos.

13. Leia as informações que estão abaixo dos dois textos. Podemos dizer que um dos textos

Podemos dizer que um dos textos é um depoimento real e outro é uma obra de ficção. Qual texto é depoimento e qual é ficção? Explique sua resposta.

14. Você acha que as coisas descritas no primeiro texto acontecem de fato nas ruas? Dê exemplos.

Texto 3

texto acontecem de fato nas ruas? Dê exemplos. Texto 3 1. Identifique e transcreva o nome

1. Identifique e transcreva o nome e a idade da menina do retrato falado.

2. Esse texto apresenta linguagem visual e verbal. Explique por quê.

3. A menina dá respostas a partir de alguns temas. Identifique e transcreva do texto quais são esses

assuntos.

4. A maioria dos gostos pessoais da menina reflete as experiências vividas por ela no passado. Por quê?

5. Num dos itens do retrato falado, há um assunto que está relacionado à ideia de tempo futuro. Qual é

ele?

6. Você já viu retratos falados como esse em algum meio de comunicação? Em caso afirmativo, em qual

deles?

Texto 4

Leia o texto a seguir e descubra o que aconteceu numa escola pública com uma certa professora

Texto 4 Leia o texto a seguir e descubra o que aconteceu numa escola pública com
1. Você gostou do texto Na escola? O que mais lhe chamou a atenção nessa

1.

Você gostou do texto Na escola? O que mais lhe chamou a atenção nessa leitura?

2.

O texto que você acabou de ler conta uma história.

a)

Quem são as personagens?

b)

No geral, o que as personagens estão fazendo?

c)

Onde ocorrem os fatos?

3.

Que fatos ocorridos no texto podem acontecer no dia-a-dia de uma sala de aula?

4. Você entendeu a explicação de Dona Amarílis sobre plebiscito? Explique, então, do que se trata.

5. Dona Amarilis é caracterizada, no texto como uma pessoa democrata. Que atitude dela prova que essa

caracterização está correta?

6. Caracterize, com as palavras ou expressões do quadro a seguir, cada um dos alunos, a partir da opinião

manifestada no plebiscito.

dos alunos, a partir da opinião manifestada no plebiscito. 7. Explique o que a professora quis

7. Explique o que a professora quis dizer com as seguintes palavras: “Você foi além da pergunta Rinalda”.

Texto 5

7. Explique o que a professora quis dizer com as seguintes palavras: “Você foi além da

1. Ordene as frases abaixo, retiradas do relato de Ziraldo, colocando-as na sequência em que aparecem

no texto.

colocando-as na sequência em que aparecem no texto. 2. Por que a primeira professora do narrador

2. Por que a primeira professora do narrador é inesquecível para ele?

3. Há no texto uma referência à Helena Antipoff. Quem foi essa senhora?

4. Quais as características de Dona Glorinha?

5. Observe as frases abaixo em que Ziraldo se refere a Dona Glorinha:

as frases abaixo em que Ziraldo se refere a Dona Glorinha: a) Por que o narrador

a) Por que o narrador afirma que Dona Glorinha venceu?

b) Que atitudes dessa professora fizeram com que ela fosse fundamental na vida dele?

c) No trecho acima, quando o narrador diz: “para que não a perdesse por aí”, ele se refere à professora ou

à vida? Explique sua resposta com um trecho do texto.

6. Compare: em que aspectos se diferenciam as professoras Dulce e Glorinha?

7. O narrador, ao contar com detalhes os fatos relacionados às professoras Dulce e Glorinha, também as

descreve? Justifique sua resposta.

8. Releia outro trecho do texto.

Justifique sua resposta. 8. Releia outro trecho do texto. Que ação da professora, além da descrita

Que ação da professora, além da descrita acima, confirmam que ela já intuía que o narrador teria um futuro promissor?

9. Embora o texto seja um relato das experiências escolares do narrador, a descrição das professoras foi

importante. Qual a contribuição dos trechos descritivos ao relato?

10. No texto, o narrador dá sua opinião sobre as professoras. Localize esses trechos e transcreva-os.

11. Retire do texto as palavras ou expressões que indicam que o narrador conta fatos que aconteceram no

passado.

Texto 6

Leia a canção a seguir, sobre AMIZADE .

passado. Texto 6 Leia a canção a seguir, sobre AMIZADE . 1. Para você, é importante

1. Para você, é importante ter amigos? Por quê?

2. Quando podemos dizer que alguém é nosso amigo?

3. De acordo com o eu-poético, o que é comum acontecer quando as pessoas são amigas?

4. A canção acrescenta outros pontos importantes para que uma amizade seja sincera. Quais são eles?

5. É possível afirmar que as expressões destacadas no texto estão em linguagem figurada. Explique por

quê.

6. Embora a canção tenha como objetivo definir o que é uma amizade sincera, há trechos que se dirigem a

um interlocutor, como se estivesse conversando com ele. Identifique-os.

7. Podemos dizer que a letra da música está na forma de um poema. Por quê?

8. Do que você mais gosta em seus amigos? Por quê?

9. De qual trecho da cação você mais gostou?

Texto 7

Por quê? 8. Do que você mais gosta em seus amigos? Por quê? 9. De qual

1. Anote todos os sentimentos e emoções pela personagem Lilico.

2. O narrador conta que Lilico chaga alegre à escola. O que o fez sentir-se diferente?

3. Leia esse trecho que revela os primeiros pensamento de Lilico sobre os novos colegas.

os primeiros pensamento de Lilico sobre os novos colegas. O trecho acima revela alguns tipos de

O trecho acima revela alguns tipos de preconceitos. Quais são eles?

4. Qual foi a oportunidade que Lilico teve para mudar sua visão a respeito dos novos colegas?

5. Lilico descobriu que seus novos colegas tinham características positivas e, portanto, cada um tinha uma

contribuição importante para o grupo.

a)

O que a menina que morava no sítio tinha a oferecer para a classe?

b)

E o colega alto?

6.

Que contribuição o mulato, filho de pescadores, poderia dar aos meninos da classe? O que o

surpreendeu na garota gaúcha?

7. Qual é a relação entre o desfecho da história e o título do texto?