Você está na página 1de 24

INSERÇÃO E REINSERÇÃO

AO MERCADO DE TRABALHO
Qualificação Profissional

Elaboração: CÂMARA DE QUALIFICAÇÃO – CETERJ


OBJETIVO
Ofertar qualificação social e profissional para a formação de indivíduos, com qualidade e efetividade, alinhada
às necessidades reais dos setores da economia local, a fim de aumentar as oportunidades de inserção e
reinserção no mercado de trabalho, tendo como premissa as oportunidades para geração de emprego e renda.
METAS ESTABELECIDAS
Qualificar social e profissionalmente 10.048 trabalhadores em situação de ocupação e desocupação;
Ofertar atendimento em 563 turmas;
Contemplar todas as regiões por meio de 38 municípios do estado com os cursos de qualificação:
VAGAS POR REGIÃO
MUNICÍPIOS CONTEMPLADOS/ N°
VAGAS/ EIXO
MUNICÍPIOS CONTEMPLADOS/ N°
VAGAS/ EIXO
MUNICÍPIOS CONTEMPLADOS/ N°
VAGAS/ EIXO
METAS ESTABELECIDAS
Oferecer qualificação alinhada com o sistema produtivo;
Ofertar 90 títulos de cursos distintos, solicitados pelos municípios e de acordo com a CBO e o Guia
PRONATEC de Cursos FIC (Formação Inicial Continuada), a saber:
Eixo econômico: COMÉRCIO

CURSO

Recepcionista em Meios de
Açougueiro básico Cozinheiro Hospedagem

Açougueiro desossador Depilador Saladeiro

Almoxarife Designer de sobrancelhas Supervisor de Loja

Assistente Administrativo Estoquista Vendedor

Aux. cozinha Garçom Vitrinista

Cabelereiro Lancheiro

Chaveiro Manicure/Pedicure

Comprador Maquiador

Confeiteiro Pizzaiolo
Eixo econômico: INDÚSTRIA
CURSO

Aplicador de revestimentos Mecânico de Automóveis Pedreiro de acabamento


Cerâmicos/Ladrilheiro

Armador de Ferragens Mecânico de manutenção Ind. Pedreiro Estrutura


Bombeiro Hidráulico Mecânico de máquina de costura Pintor de Obras
Caldeireiro Mecânico de Motocicleta Pintor Industrial
Carpinteiro de Obras Mecânico de Motor Ciclo Otto Pintor Predial
Carpinteiro de Telhado Mecânico de motores de embarcações Salgadeiro
Costureiro Mecânico de Refrigeração Serralheiro
Doceiro Mecânico de Refrigeração Automotiva Serralheiro de ferro
Eletricista de Automóveis Modelista de Moda Soldador ER 6G

Eletricista de embarcações Montador de Estrutura Metálica Soldador Mag 6G

Telecomunicações / Instaladores
Eletricista Industrial Montador de estruturas de aço de TV a cabo
Eletricista Predial Montador de Tubulação Industrial
Encanador Industrial Op. Máq. Pesadas
Instrumentista Padeiro
Marceneiro Pedreiro
Eixo econômico: SERVIÇOS
CURSO

Analista/Programador de Computadores

Barbeiro
Camareira
Câmera Man
Cuidador de idosos

Eletromecânico de Embarcações

Fotógrafo
Iluminador de palco

Mecânico de Maquina de Lavar

Montador/Reparador e operador de Computadores

Porteiro e Vigia
Programador de Sistemas
Webdesing Profissional
Eixo econômico: ECONOMIA
SOLIDÁRIA
CURSO

Costureiro de Máquina
Agente Cultural Agricultor orgânico Reta e Overloque

Agente de Desenvolvimento Artesão de biojoias Horticultor Orgânico


Cooperativista

Agente de Desenvolvimento
Artesão de cerâmica Organizador de eventos
Socioambiental

Agente de Gestão de Práticas agroecológicas de


Cervejeiro
Resíduos Sólidos produção

Agente de Logística Reversa Condutor de Turismo de Pesca

Condutor de Turismo em
Agente de Microcrédito Espaços Culturais Locais

Agente de Projetos Sociais Confeccionador de Bijuterias


METODOLOGIA / ESTRATÉGIA DE
AÇÃO
Conforme as determinações estabelecidas pela
resolução CODEFAT nº783, os cursos do Projeto
de Qualificação do Estado do Rio de Janeiro terá
carga horária mínima de 200 horas, dividida em
3 (três) módulos;
 Módulo Básico Comum.
 Módulo Intermediário (Introdução à tecnologia).
 Módulo Específico Profissional (Prática Profissional).
METODOLOGIA
Seleção dos municípios;
Seleção dos cursos;
Metas – Número de vagas;
Público Prioritário;
Período de execução do Projeto;
Estimativa orçamentária.
SELEÇÃO DOS MUNICÍPIOS
Disponibilização de um link via internet aos 92 municípios do Estado para que os mesmos fizessem a
devolutiva elencando suas principais demandas de qualificação profissional com base em perspectivas de
investimentos locais com potencial geração de emprego, trabalho e renda;
Dos 92 municípios apenas 38 enviaram as devolutivas e os mesmos desta forma, credenciaram as suas
participações no projeto;
A soma da População Economicamente Ativa – PEA dos municípios contemplados equivale à 66% do total da
PEA estadual.
SELEÇÃO DOS CURSOS
Os cursos selecionados foram aqueles que por análise do grupo de trabalho, com base nos estudos do CAGED
(Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) e RAIS (Relatório Anual de Informações Sociais),
apresentam maiores índices de empregabilidade, geração de trabalho e renda com base em investimentos
locais, possibilidades de geração de emprego, trabalho e renda.
METAS – NÚMERO DE VAGAS
A meta total de vagas no projeto, definida pelo grupo de trabalho é de 10.048 (dez mil e quarenta e oito)
alunos atendidos;
A definição do número de vagas por município seguiu o critério de referência da PEA (População
Economicamente Ativa) municipal e o percentual da sua participação correspondente à PEA Estadual;
Este percentual gerou o número de vagas mínimas por município em relação à meta total do projeto – 10.048
vagas;
O restante das vagas, para a complementação da meta, foi dividida em igual quantidade entre os 38
municípios.

OBS.: Os dados utilizados são referentes ao ano de 2010; ano de realização do último senso populacional
pelo IBGE.
PÚBLICO PRIORITÁRIO
O projeto Qualifica RJ pretende qualificar, preferencialmente, a população em situação de vulnerabilidade,
com foco nos trabalhadores de baixa ou nenhuma qualificação, nos jovens e nas mulheres;
Prioritariamente, serão atendidos os beneficiários do seguro-desemprego e os trabalhadores
desempregados, principalmente os cadastrados no SINE/RJ;
Serão reservadas 10% das vagas para pessoas com deficiência (PCD), desde que a elas não haja impeditivos
ao exercício da atividade laboral correspondente ao curso pretendido, em conformidade com a Resolução do
CODEFAT 783/2017.

OBS.: Para efetivação das matrículas, deverão ser observados critérios objetivos a serem definidos em Edital
de Chamamento Público próprio para o provimento das vagas dos cursos.
PERÍODO DE EXECUÇÃO DO
PROJETO
24 (vinte e quatro) meses;
Meta 1° ano – 4.000 (quatro mil) vagas executadas;
Meta 2° ano –6.048 (seis mil e quarenta e oito) vagas executadas;
ESTIMATIVA ORÇAMENTÁRIA
Custos:
 Operacionalização dos cursos: Valor estimado de R$ 11,00 por aluno/hora;
 Custo Operação dos Cursos: R$ 34.828.821,87
 Custo de coordenação geral: R$ 1.286.686,70
 Total: R$ 36.114.508,57

Composição dos custos:


 Transporte, lanche, kit didático, insumos, uniformes, EPI quando necessário; seguro, remuneração de
docentes, equipes técnicas e pedagógicas; encargos sociais e custo de coordenação geral.

Obs.: O detalhamento dos custos constam no projeto original.


Instituições participantes da Câmara de
Qualificação para formatação do projeto
 Secretaria de Estado da Casa Civil e Governança
 Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Emprego e Relações
Internacionais – SEDEERI
 Superintendência Regional do Trabalho no Estado do Rio de Janeiro – SRTb/ RJ
 Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro – Firjan
 Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Rio de Janeiro –
Fecomércio/ RJ
 Central Única dos Trabalhadores – CUT/ RJ
 Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil no Estado do RJ – CTB/ RJ
 Nova Central Sindical de Trabalhadores – NCST/ RJ