P. 1
A Verdadeira Amizade

A Verdadeira Amizade

4.0

|Views: 6.905|Likes:
Publicado porMarcos
Estudo bíblico que trata de algumas características da verdadeira amizade.
Estudo bíblico que trata de algumas características da verdadeira amizade.

More info:

Published by: Marcos on Jun 23, 2009
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

10/11/2013

pdf

text

original

CARACTERÍSTICAS DE UMA VERDADEIRA AMIZADE

Quantos amigos você tem? Quem são seus verdadeiros amigos? Você tem certeza sobre a profundidade desta amizade? Vamos refletir juntos sobre as características de uma verdadeira amizade, isto é, quais os aspectos que realmente definem o amigo verdadeiro.

• OUVIR – saber ouvir é uma virtude indispensável no cultivo de uma verdadeira amizade. Ouvir não é emprestar o ouvido. É muito mais que isso. É dar importância ao que está sendo dito, para entender o que o outro está passando no momento. Ouvir é fundamental na construção de qualquer relação humana. Pv. 18:13 nos diz que responder antes de ouvir é vergonhoso. Temos dois ouvidos e uma boca, este fato é bastante ilustrativo.

• ACONSELHAR – Pv. 27:9. “Como o óleo e o perfume alegram o coração, assim o amigo encontra doçura no conselho cordial.” Depois de ouvir, o verdadeiro amigo dá o seu conselho, baseado exclusivamente nos princípios da Palavra e não em idéias mesquinhas. O aconselhamento que vem de um amigo (uma pessoa bem próxima, em quem confiamos plenamente) alegra o coração e traz doçura ao relacionamento. Os conselhos vindos da Palavra trazem vigor e fortalecem ainda mais o coração. As palavras precisam ser temperadas com sal, bem dosadas com a verdade bíblica.

• PRIORIZAR A NECESSIDADE DO OUTRO – ouvir, quando quiser ser ouvido; aconselhar, quando quiser ser aconselhado. O verdadeiro amigo, mesmo que esteja passando por situações de angústia e desapontamento também, prioriza a necessidade do outro: ouve atenciosamente e aconselha baseado na Palavra. Filipenseses 2:4, nos orienta nesse aspecto. Na amizade verdadeira não sobra espaço para o egoísmo e nem para auto-piedade. Em 1 Cor. 10:24, Paulo nos ensina esta mesma verdade. Não busque o seu próprio interesse e sim o de outro, assim é que se deve cultivar a verdadeira amizade.

• SERVIR DE ALERTA – o verdadeiro amigo não fecha os olhos e faz de conta que nada de mau está acontecendo com a outra pessoa. É dever do amigo fiel perceber os caminhos tortuosos que o outro está trilhando e alertar sobre os perigos, pois conhece os pontos fracos do seu amigo bem como as áreas de perigo. O verdadeiro amigo não medirá esforços para fazer isso. A figura do atalaia se encaixa bem neste ponto, Ezequiel 3:20, 21. Num relacionamento de amizade autêntico, deve existir total liberdade para que estes sinais de alertas sejam dados um ao outro, para evitar danos futuros a qualquer dos amigos. O profeta Natã foi usado por Deus para alertar Davi sobre o grande mal que ele tinha cometido, pois o rei estava com a sua consciência endurecida. Melhor é a repreensão franca do que o amor encoberto, Provérbios 27:5.

• LIBERDADE DE OPINIÃO – sem liberdade, qualquer relacionamento está destinado a ruir. Numa amizade verdadeira, é necessário lidar com as diferenças de opinião de modo claro e bem definido, para que não apareçam rachaduras desnecessárias. Ter a liberdade de expressar a opinião, mesmo que divergente da do outro, é essencial numa amizade verdadeira. Os pontos de vista sobre um assunto trivial podem ser diferentes, porque cada um enxerga a situação de um modo, mas os pontos de vista sobre a Palavra de Deus precisam ser moldados por ela.

• CONFORTAR – o conforto que vem de um ombro amigo traz felicidade e paz. Confortar vai muito além de dizer palavras ou até frases prontas. Nos momentos de dor ou perda, em meio às crises, um amigo verdadeiro sabe confortar, mesmo que seja na simplicidade de um gesto ou de um abraço. Provérbios 17:17, nos diz “na angústia se faz o irmão”. Cristo, sabendo dessa necessidade humana, nos deixou o Espírito Consolador. Este é um aspecto importantíssimo da verdadeira amizade. 1 Tessalonicenses 5:11 nos orienta a consolarmos uns aos outros, em qualquer aspecto da vida cristã. Os amigos de Jó, que vieram de longe para consolá-lo, fizeram o contrário, e lançaram injúrias contra ele. Estes não sabiam o que era confortar de forma nenhuma.

• CUIDAR – o cuidado é essencial numa verdadeira amizade. Para que ela cresça e frutifique é necessário cuidar. Este aspecto é muito amplo, e pode ser aplicado em vários níveis. Cuidado é atenção, zelo. A Bíblia nos ensina a cuidar uns dos outros. E para o amigo verdadeiro, exercer este cuidado na vida do outro é um prazer, não uma obrigação. Qualquer amizade que não esteja baseada no cuidado pela vida do outro não pode se fortalecer, logo irá acabar. É interessante notar o cuidado que existia entre Davi Jônatas. Em I Samuel 19: 1-7, relata o fato em que Saul estava planejando matar Davi, e Jônatas avisou a Davi do perigo que ele corria, e ainda convenceu seu pai a não matar Davi. Cuidado é fundamental numa relação de amizade.

• DOAÇÃO – a doação envolve renúncia do que é meu para servir em benefício de outros. A palavra de Deus é cheia de incentivos para uma vida de doação. Muitas vezes cantamos assim: “Eu quero ser uma bênção pra você...”, mas são meras palavras que não se traduzem na prática diária da do-ação, que envolve ação.

• INVESTIMENTO – “quem cultiva uma amizade colherá um bem maior.” A amizade verdadeira é um investimento na vida do outro, um compromisso assumido em amor para que o amigo seja ricamente abençoado com nosso viver. Amizades que duram anos, que crescem e se tornam maduras, são verdadeiras jóias na nossa vida. Não há nada mais importante do que investir em pessoas, bens materiais ou posses terrenas. O investimento é feito dia após dia, para que no futuro o que foi plantado possa germinar para a honra e louvor do nosso Deus.

CONCLUSÃO

Diante de todas estas características podemos concluir quais são as amizades verdadeiras que temos cultivado. Das lições extraídas da Palavra de Deus temos parâmetros para vivenciar uma amizade verdadeira com nossos irmãos. Mas para isso é necessário compromisso, amor e determinação. Então, avalie à luz da Bíblia quem são os seus verdadeiros amigos e louve a Deus pela existência deles em sua vida.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->