Você está na página 1de 11
Curso de Treinadores – Grau 2 Federação de Andebol de Portugal DESIGUALDADE NUMÉRICA

Curso de Treinadores – Grau 2

Federação de Andebol de Portugal

DESIGUALDADE NUMÉRICA

– Grau 2 Federação de Andebol de Portugal DESIGUALDADE NUMÉRICA DESIGUALDADE NUMÉRICA Departamento Técnico FAP

DESIGUALDADE NUMÉRICA

Curso de Treinadores – Grau 2 Federação de Andebol de Portugal DESIGUALDADE NUMÉRICA

Curso de Treinadores – Grau 2

Federação de Andebol de Portugal

DESIGUALDADE NUMÉRICA

Federação de Andebol de Portugal DESIGUALDADE NUMÉRICA Ataque em superioridade numérica • Cerca de 5 ata

Ataque em superioridade numérica

• Cerca de 5 ataques/jogo

• Porquê combinações?

–Maior e melhor sistematização –Funções/tarefas melhor definidas Situações não adaptadas

Curso de Treinadores – Grau 2 Federação de Andebol de Portugal DESIGUALDADE NUMÉRICA

Curso de Treinadores – Grau 2

Federação de Andebol de Portugal

DESIGUALDADE NUMÉRICA

Federação de Andebol de Portugal DESIGUALDADE NUMÉRICA Princípios • Amplitude • Não sofrer falta •

Princípios

• Amplitude

• Não sofrer falta

• Mudanças de ritmo

• Finalizar na zona central

• Melhor momento para finalizar

• Troca de postos específicos

Curso de Treinadores – Grau 2 Federação de Andebol de Portugal DESIGUALDADE NUMÉRICA

Curso de Treinadores – Grau 2

Federação de Andebol de Portugal

DESIGUALDADE NUMÉRICA

Federação de Andebol de Portugal DESIGUALDADE NUMÉRICA Ataque em inferioridade numérica • Acaso? Melhores

Ataque em inferioridade numérica

• Acaso? Melhores jogadores?

Objectivo

– Manutenção da posse da bola – Procura constante do golo

Dinamismo na circulação dos jogadores

• Que jogadores?

Exi ência na finaliza ão

g

ç

Curso de Treinadores – Grau 2 Federação de Andebol de Portugal DESIGUALDADE NUMÉRICA

Curso de Treinadores – Grau 2

Federação de Andebol de Portugal

DESIGUALDADE NUMÉRICA

Federação de Andebol de Portugal DESIGUALDADE NUMÉRICA Que faz a defesa? • Marca um ou mais

Que faz a defesa?

• Marca um ou mais jogadores?

Incluo os jogadores marcados?

• Manm o sistema defensivo?

• Torna o sistema anterior mais dinâmico?

Curso de Treinadores – Grau 2 Federação de Andebol de Portugal DESIGUALDADE NUMÉRICA

Curso de Treinadores – Grau 2

Federação de Andebol de Portugal

DESIGUALDADE NUMÉRICA

Federação de Andebol de Portugal DESIGUALDADE NUMÉRICA Razões que justificam • Cerca de 5 ataques/jogo •

Razões que justificam

• Cerca de 5 ataques/jogo

Renunciar a claras situações de golo

• Jogo a terminar e necessidade de marcar

• Relaxação e desconcentração dos defesas

Curso de Treinadores – Grau 2 Federação de Andebol de Portugal DESIGUALDADE NUMÉRICA

Curso de Treinadores – Grau 2

Federação de Andebol de Portugal

DESIGUALDADE NUMÉRICA

Federação de Andebol de Portugal DESIGUALDADE NUMÉRICA Que fazer? Procurar erros nas trocas de marcação 2x2

Que fazer?

Procurar erros nas trocas de marcação

2x2 ou 1x1

DESIGUALDADE NUMÉRICA Que fazer? Procurar erros nas trocas de marcação 2x2 ou 1x1 cruzamentos Departamento Técnico
DESIGUALDADE NUMÉRICA Que fazer? Procurar erros nas trocas de marcação 2x2 ou 1x1 cruzamentos Departamento Técnico

cruzamentos

Curso de Treinadores – Grau 2 Federação de Andebol de Portugal DESIGUALDADE NUMÉRICA

Curso de Treinadores – Grau 2

Federação de Andebol de Portugal

DESIGUALDADE NUMÉRICA

Federação de Andebol de Portugal DESIGUALDADE NUMÉRICA Defesa em superioridade numérica Recuperação da bola

Defesa em superioridade numérica

Recuperação da bola rapidamente Riscos suplementares Manter vantagem numérica e posicional Níveis de concentração Evitar fazer falta Cortar linhas de passe

Curso de Treinadores – Grau 2 Federação de Andebol de Portugal DESIGUALDADE NUMÉRICA

Curso de Treinadores – Grau 2

Federação de Andebol de Portugal

DESIGUALDADE NUMÉRICA

Federação de Andebol de Portugal DESIGUALDADE NUMÉRICA Defesa em inferioridade numérica Dificultar ao máximo as

Defesa em inferioridade numérica

Dificultar ao máximo as acções ofensivas Grande mobilidade defensiva Oferecer zonas laterais do campo Surpreender o ataque

Curso de Treinadores – Grau 2 Federação de Andebol de Portugal DESIGUALDADE NUMÉRICA

Curso de Treinadores – Grau 2

Federação de Andebol de Portugal

DESIGUALDADE NUMÉRICA

Federação de Andebol de Portugal DESIGUALDADE NUMÉRICA Ataque SN vs. Defesa IN GOLO FIXAR DEFESAS ATAQUE

Ataque SN vs. Defesa IN

GOLO FIXAR DEFESAS ATAQUE SN OCUPAR ESPAÇOS EFICAZES GRAU OPOSIÇÃO REMATE
GOLO
FIXAR
DEFESAS
ATAQUE
SN
OCUPAR
ESPAÇOS EFICAZES
GRAU OPOSIÇÃO
REMATE

DEFESA

IN

Curso de Treinadores – Grau 2 Federação de Andebol de Portugal DESIGUALDADE NUMÉRICA

Curso de Treinadores – Grau 2

Federação de Andebol de Portugal

DESIGUALDADE NUMÉRICA

Federação de Andebol de Portugal DESIGUALDADE NUMÉRICA Defesa SN vs. Ataque IN BOLA APOIOS DEFESA SN

Defesa SN vs. Ataque IN

BOLA APOIOS DEFESA SN FALTAS GOLO
BOLA
APOIOS
DEFESA
SN
FALTAS
GOLO

ATAQUE

IN