Você está na página 1de 26

FAMÍLIA CRISTÃ

LIÇÃO 01

I. O casamento nasceu no coração de Deus. É uma ordenação divina.

a- Gn. 2:18... Não é bom que o homem esteja só; far-lhe-ei uma auxiliadora
que lhe seja idônea.

b- Auxiliadora: Ajudante, socorro

- Sl. 46:1 - O mesmo termo habraico usado para ajudar é aplicado ao próprio
Deus.

- Jo. 14:16 - O mesmo termo usado para o Espírito Santo.


c- Idônea: Apta, capaz, competente, correta, que possui condições para
desempenhar certos cargos ou realizar certas obras.

d- Pv. 18:22 - O que acha uma esposa acha o bem ...

e- Pv. 31:10 - Mulher virtuosa quem a achará?

f- Este é o retrato da mulher aos olhos de Deus.

II. Se sua esposa não corresponde a esta mulher, existe uma boa promessa para
ela: Jesus veio restaurar a imagem de Deus que o homem perdeu com o pecado.

a- II Co. 3:18

b- Gn. 25:21 - Isaque orou ao Senhor por sua mulher, porque ela era estéril.

c- Ef. 5:25-26 - Lave sua esposa com a Palavra.

d- Jo. 15:3 - Vós já estais limpos pela Palavra que vos tenho falado.

d- Rm. 4:17 - Chamando a existência as coisas que não existem.

III. Deixar para unir-se.

a- Gn. 2:24 - deixa o homem pai e mãe e se une a sua mulher, tornando-se os
dois uma só carne.

b- Mt. 19:4-6 - Jesus enfatiza o que Deus já havia falado. Isto é um


mandamento.

c- Deixar no contexto geográfico e emocional.

d- Unir-se: Este laço deve ser forte para suportar as crises, a fim de
assegurar uma união que não pode ser rompida.
e- Ec. 4:9-12 - o cordão de três dobras não se rebenta com facilidade.
f- Tornando-se uma só carne.

IV. O casamento é uma aliança de sangue.

a- O rompimento do hímen é o selo desta aliança.

b- Gl. 3:15 - Uma aliança de sangue não deve ser quebrada.

c- Ml. 2:13 - Deus odeia o divórcio.

d- Mt. 5:23

e- Mt. 19:3-9 - Jesus fala sobre o divórcio.

f- O adultério quebra a aliança do casamento.

g- Separação no aspecto espiritual representa Morte.

V- R E S U M O:
a- O casamento foi estabelecido por Deus com o propósito de
alegria e felicidade.

b- O casamento é uma ordenação divina.

FAMÍLIA CRISTÃ
LIÇÃO 02
2
I. Aprendendo amar.

a- O amor pode ser aperfeiçoado.

b- A Palavra tem princípios que nos ensinam como amar nossos cônjuges.

c- Posso aprender a amar.

II. "Amor Ágape"

a- É o tipo de amor de Deus.

b- Todo casamento deve ter como alicerce este amor.

c- Mt. 7:24 - O casamento quando é edificado neste amor, é como a casa


edificada sobre a Rocha.

d- I Co. 13:1-13 - Amor "Ágape".

e- Rm. 5:5 -Este amor foi derramado em nossos corações.

III. Conhecendo o potencial do amor "Ágape".

a- Amor incondicional, imutável, inesgotável, generoso e maravilhosamente


bondoso.

b- O amor "Ágape" está ligado a uma fonte de amor eterno e pode continuar
funcionando quando todos os outros tipos de amor falharem.

c- O amor natural mais forte acaba quando não é correspondido.

d- Este tipo de amor, dá de sí alegremente aos que não o merecem.

e- Ele está sempre pronto para curar e abençoar os outros.

f- Este amor tem a capacidade de resistir em face de qualquer rejeição e


continuar quando não tem nenhuma resposta.

g- "Ágape" é a receita para todas as mágoas do casamento.

h- "Ágape" reaviva a união quando os amores naturais acabam e morrem.

i- "Ágape" é um amor de ação e não de emoção.


j- Quando duas pessoas se amam deste modo, seu casamento é tocado
pelo céu.

k- Deus tem o poder para alimentar o fogo do amor verdadeiro entre marido e
mulher.

3
l- Ct. 8:6-7 - As muitas águas não poderiam apagar o amor, nem os rios
afogá-lo; ainda que alguém desse todos os bens da sua casa pelo
amor, seria de todo desprezado.

IV - R E S U M O:
a- O casamento onde existe o amor "Ágape" sobrevive a tudo.

b- O amor "Ágape" é o fundamento para um casamento sólido.

c- Como cristãos, temos uma fonte de amor além de nós mesmos.

FAMÍLIA CRISTÃ
LIÇÃO 03

I. Aprendendo sobre o amor "Éros"

a- Amor romântico, apaixonado e sentimental.


4
b- Ct. 1:2 e 16 - Este amor tem base bíblica.

c- I Pe. 3:7 - A mulher é sensível a este amor.

d- Cl. 3:19- Não trate a sua esposa com amargura.

e- Pv. 27:7 - A alma farta pisa o favo de mel.

f- Ct. 2:15 - pequenas raposas devastam os vinhedos.

II. O amor romântico autêntico apoiado pelo amor "Ágape" experimentado no


casamento, retrata esplendidamente, o relacionamento de amor entre Jesus e sua Igreja
- (Cantares).

a- Ap. 2:2-4

b- Ap. 3:14-16

c- O amor "Éros" é fervoroso e apaixonado.

d- O amor romântico é um bom remédio para auto-estima.

e- Este tipo de amor apesar de trazer alegria e colorido ao casamento, não


sobrevive por si só, tem que ser cultivado como uma planta.

III. O mundo tem destorcido dizendo que o amor romântico é só para namorados e
relacionamentos extra-conjugais, mas isto não é verdade, o "Éros" é uma dádiva de
Deus para o casamento.

a- Cantares de Salomão é o manual do casamento na Bíblia

b- O amor romântico está presente nos oito capítulos do livro de Cantares de


Salomão.

c- O "Éros" deve andar de mãos dadas com o "Ágape", para não se tornar só
um amor de emoção e sim, também de ação.
d- Ef. 5:28-29 - Os maridos devem amar, proteger e alimentar.

e- Tt. 2:3-5 - As esposas devem amar e serem boas donas de casa.

f- O amor "Éros" floresce numa atmosfera de segurança emocional.

IV - R E S U M O:
a- O amor romântico tem respaldo na Palavra de Deus.

b- O "Éros" é essencial em todo casamento.


5
FAMÍLIA CRISTÃ
LIÇÃO 04

I. Aprendendo sobre o amor "Phileo"

a- Amizade, bem querer. Enquanto o "Éros" cria amantes, o "Phileo" cria


amigos.

b- É um amor de companheirismo.

6
c- Este tipo de amor trás a manifestação de um relacionamento vivo e
crescente entre dois amigos,

d- O compartilhar é a chave que abre a porta para o amor "Phileo".

II. O amor "Phileo" é composto pela camaradagem, companheirismo e


comunicação.

a- Camaradagem significa juntos no mesmo local.

b- Companheirismo tem o sentido literal de partir o pão juntos.

c- Comunicação traduz o ponto chave para comunhão.

d- Fraternidade - Amor fraternal pelos irmãos e amigos.

e- O amor "Phileo" é cheio de benevolência, bondade, tolerância, compaixão


e perdão.

III. Um dos maiores inimigos do casamento é a falta de comunicação.

a- Perca de comunhão produz morte (espiritual).

b- Gn. 3:9-11 - Adão perdeu a comunhão com Deus e o resultado foi


separação.

c- Medite sobre este princípio espiritual: perca de comunhão = separação.

IV. Aprendendo mais sobre o amor "Phileo"

a- É um tipo de amor que não sobrevive sozinho, precisa do outro para


existir.

b- Morre como uma planta quando não é cultivada.

c- Este tipo de amor gera uma atmosfera de segurança e transforma uma


casa em LAR.

d- O fruto deste amor é comunhão e alegria.

V- R E S U M O:
a- A aparente indiferença aos sentimentos de seu cônjuge e sua
recusa em se comunicar, pode destruir seu casamento.

b- Tornar-se o melhor amigo de seu cônjuge, pode ser um dos


projetos mais compensadores de sua vida.

7
c- Abra a porta para o amor "Phileo" no seu casamento.

FAMÍLIA CRISTÃ
LIÇÃO 05

I. Princípios de Deus para a família.

a- MULHER

1- Ef. 5:22 - As mulheres sejam submissas a seus maridos, como ao


Senhor.

2- Submissão é uma atitude de obediência para aquele a quem Deus


delegou autoridade.

3- Submissão a Deus é submissão a autoridade delegada por Ele.

4- Quando a mulher é submissa ao marido, ela está obedecendo a


Deus, pois foi Ele quem delegou autoridade para o marido.

8
5- Submissão deve ser uma atitude de coração movida
em amor.

6- Rebelião é o contrário de submissão. É um princípio satânico e


consiste em desobedecer àquele a quem Deus delegou autoridade.

b- Os benefícios da submissão

1- I Pe. 3:1-2 -Mulheres, sede vós, igualmente submissas a vossos


próprios maridos, para que, se alguns deles ainda não obedecem a
Palavra, sejam ganhos, sem Palavra alguma, por meio do
procedimento de suas esposas.

2- O bom procedimento das esposas serve como luz, para os


maridos que ainda não obedecem a Palavra

3- Com bom comportamento, a esposa manifesta em ação, a


prática do evangelho e o marido será iluminado.

4- Tt. 2:3-5 - ... a serem sensatas, honestas, boas donas de casa,


bondosas, sujeitas a seus próprios maridos, para que a Palavra de
Deus não seja difamada.

5- A submissão tem como maior benefício a não difamação da Palavra


de Deus.

6- A submissão é caracterizada por um bom comportamento.

c- O que não é submissão bíblica.

1- É não ter opinião própria

2- Ceder ao marido o que não está permitido na palavra de Deus.


Como por exemplo:

- Frequentar lugares que não glorifiquem o nome de Jesus.

- A mulher ceder ao marido sexo pervertido.

d- Desenvolvendo a beleza exterior e interior.

1- I Pe. 3:3

2- Beleza exterior:

- Frizado de cabelo

- adereços de ouro

- aparato de vestuário

3- Compreendendo sobre a beleza exterior:

9
- Gn. 24:1-31 - Quando o servo de Abraão encontrou Rebeca, a
primeira atitude dele foi presentea-la com jóias.

- Deus não é contra adornos, mas que esta não seja a única beleza
da mulher.

- Ct. 1:10-11 - Formosas são as tuas faces entre teus enfeites, o teu
pescoço com colares.

4- Beleza interior

- I Pe. 3:4

- Unido ao incorruptível.

- De um espírito manso.

- De um espírito tranquilo.

- Tudo isto é de grande valor diante de Deus.

II - R E S U M O:
a- A mulher andando em submissão está manifestando o caráter
de Cristo.
b- A submissão verdadeira é caracterizada por viver uma vida de
obediência a Palavra e manifesta em amor.
FAMÍLIA CRISTÃ
LIÇÃO 06

I. A mulher virtuosa

a- Definição dos termos

1- Virtude

- Excelência moral, fidelidade em tudo.

- É o conjunto de todas as boas qualidades morais.

- Austeridade no viver: Ação e pensamentos corretos.

- Hábito de praticar o bem, o que é justo.

- É poder benigno em operação.

- Bravura, coragem, ousadia.

2- Piedade

10
- É viver uma vida manifestando o caráter de Deus - (II Pe.
1:3-10).

- É viver uma vida de santidade-(II Pe. 2:9).

- Vivendo e agindo como Jesus - (I Jo. 2:6).

- Adquire-se um caráter piedoso vivendo uma vida controlada


pelo Espírito - (Rm. 8:14).

- Piedade é manifesta na vida daquele que anda em


obediência a Palavra.

- Gl. 2:20 - logo, já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em
mim.

b- A mulher virtuosa - Pv. 31:10-31

1- O coração do seu marido confia nela.

2- Ela ajuda seu marido a prosperar.

3- Ela faz bem a seu marido todos os dias.

4- Ela trabalha com alegria.

5- Ela atende ao bom andamento de sua casa.

6- Não negligencia o lar mesmo se trabalha também fora de casa.

7- Tem lucro sempre com o seu trabalho.

8- Seus lombos cheios de força, indica que anda em plenitude do


Espírito Santo.

9- Sua lâmpada está sempre acesa. Isto demonstra que ela é cheia
da Palavra.

10- Trabalha com as mãos para abençoar os outros.

11- Não teme as dificuldades pois tem confiança na proteção do


sangue do cordeiro.

12- Ela, seu marido e seus filhos, andam apropriadamente bem


vestidos.

13- Ela é cheia de habilidades e sabe negociar.

14- Quanto ao dia de amanhã, não tem preocupações porque anda


pela fé.

15- Fala habilmente e com sabedoria divina.

11
16- O primeiro passo para ser uma mulher virtuosa é o temor do
senhor.

C- Aprendendo sobre sabedoria.

1- Pv. 14:1 - A mulher sábia edifica a sua casa.

2- Edificar: É construir e se constrói uma casa com sabedoria, senão ela


cai.

2- Jó. 28:12-28 - A verdadeira sabedoria é dom de Deus.

4- Pv. 8:13 - O temor do Senhor consiste em aborrecer o mal.


5- Pv. 1:7 - O temor do Senhor é princípio de sabedoria.

6- Pv. 2:1-21 - A excelência da sabedoria.

7- Pv. 3:13-26 - Os benefícios da sabedoria.

8- Pv. 8:11 - Melhor é a sabedoria do que jóias, e de tudo o que se


deseja, não pode comparar com ela.
d- Como receber sabedoria.

1- Ter no coração o temor do Senhor, que consiste em aborrecer o


mal.

2- Tg. 1:5 - Peça a Deus.

3- Meditar e praticar a Palavra. Ela é fonte de toda sabedoria.

4- Exemplos de homens que receberam sabedoria:

- I Re. 4:29 - Salomão

- Davi era mais sábio do que os seus mestres.

- Js. 1:8 - Deus deu sabedoria a Josué para conduzir Seu


povo a terra prometida.

e- Mulher insensata.

1- Pv. 14:1 - Destrói sua casa com suas próprias mãos.

2- Pv. 25:24 - Mulher rixosa: que briga, que anda em discórdia.

3- Pv. 27:15 - Mulher rixosa.

II - RESUMO
a- A sabedoria lhe dá habilidade para tomar decisões acertadas.

12
b- A mulher virtuosa é um grande exemplo de alguém cheio de
sabedoria.

c- Pv. 3:16 - Na mão da sabedoria estão riquezas e honra.

FAMÍLIA CRISTÃ
LIÇÃO 07

I. Princípios de Deus para a família.

a- Marido.

1- I Co. 11:3 - Quero entretanto que saibais ser Cristo o cabeça


de todo homem, e o homem, o cabeça da mulher, e Deus o cabeça
de Cristo.

2- Deus colocou o homem como líder da família.

3- A função de um líder é servir, e este homem está a serviço de sua


família.

b- Como o marido deve amar a sua esposa.

1- Ef. 5:25 - Como Cristo amou a igreja.

- Cristo amou a igreja incondicionalmente.

- Cristo amou a igreja sacrificialmente.

- Cristo amou a igreja com um propósito.

2- Ef. 5:28-29

- Amar como a seus próprios corpos.

- Cuidar e alimentar.

13
- Cabe ao marido a responsabilidade de dar amor e
proteção a esposa.

c- O marido deve viver a vida comum do lar com discernimento.

1- I Pe. 3:7 - Discernir - Perceber claro, distinguir, conhecer


distintamente.

2- O marido deve perceber claramente todas as necessidades da


esposa.

3- Ele deve conhecê-la fisicamente e emocionalmente.

4- Tendo consideração por ela ser mais frágil.

5- Frágil não quer dizer mais fraco e sim, mais sensível. Isto se
explica por ela ter a carga hormonal diferente do homem.

6- O marido deve tratar a esposa com dignidade.

7- Cl. 3:19 - Maridos, amai vossas esposas, e não as trateis com


amargura.

8- Quando marido e mulher perdem a comunhão, suas orações


ficam interrompidas.

d- O marido deve desenvolver o amor emocional.

1- A mulher é sensível ao amor "Éros".

- Lembrar aniversários e datas importantes.

- Sempre que possível, lembrar de oferecer flores. As


mulheres são sensíveis a este gesto.

- O marido deve elogiar sua esposa, quando ela veste algo


que lhe agrada. Isto aumenta sua auto-estima.

2- Pv. 31:28-31

- O elogio ao caráter, motiva a esposa a concentrar-se na


beleza interior.

- O elogio das qualidades interiores traz benefícios muito acima


dos elogios da aparência física.

- Se necessário o marido deve auxiliar nos serviços


domésticos.

- A prioridade do marido deve ser a esposa.

14
e- Obedecendo a prioridade de Deus.

1- Comunhão com Deus.


2- Seu cônjuge.
3- Seus filhos.
4- Sua igreja local.
5- Seu trabalho.

II. Sua esposa, uma dádiva de Deus.

a- Pv. 18:22 - O que acha uma esposa acha o bem, e al-


cançou a benevolência do Senhor.

b- Pv. 19:14 - A esposa prudente é um presente do Senhor

c- Pv. 12:4 - A mulher virtuosa é a coroa do seu marido.

III - R E S U M O
a- Sacrifique, se for preciso, o seu conforto em favor de sua
esposa.

b- Deus colocou o homem em posição de autoridade em seu lar,


mas isto não faz com que ele seja superior a mulher, porque Deus
não faz acepção de pessoas.

c- A posição de autoridade é um lugar de mais responsabilidade.

15
FAMÍLIA CRISTÃ
LIÇÃO 08

I. O Segredo de um amor permanente.

a- Intimidade

1- Relaciona-se a uma aproximação entre duas pessoas, em que a


preocupação de cada uma é com a outra.

2- Pode significar também, compreender e ser plenamente


compreendido.

3- Para que haja intimidade, é necessário tempo e esforço.

b- Como desenvolver intimidade.

1- Sentimentos compartilhados.

2- Comunicação franca e honesta.

3- Confidências.

4- Confiança mútua.

5- Cuidados mútuos.

6- Toque físico de natureza afetuosa, não sexual.

c- Como desenvolver intimidade física.

1- Carícia: Manifestação física de afeto, afago, meiguice,


carinho.

2- Os casais devem interromper o hábito de usar o toque de natureza


carinhosa, como exclusivamente um sinal para o sexo.

16
3- Quando o marido só faz carinho a esposa no ato sexual, ela não se
sente amada, e sim, que é apenas um objeto sexual.

4- Liberte-se deste mito de que o toque deve sempre levar ao sexo.

5- Grande parte da infidelidade conjugal não é apenas pela procura de


sexo, e sim, pela falta de afetividade.
6- O toque físico amoroso é saudável e dá segurança emocional.

d- Como desenvolver intimidade emocional.

1- Adquira a confiança de seu cônjuge.

2- Sempre tenha uma palavra que edifique.

3- Ec. 4:10 - Porque se um cair o outro levanta.

4- Is. 50:4 - O Senhor Deus me deu língua de eruditos, para que eu


saiba dizer boa palavra ao cansado.

5- Lembre-se do enorme poder dos elogios.

6- Se os elogios trazem vida e tem o poder de elevar a auto-estima, as


críticas trazem morte porque são palavras negativas e podem
destruir o amor.

7- Pv. 18:20-21 - A morte e a vida estão no poder da língua.

8- Pv. 10:11 - A boca do justo é manancial de vida.


- Manancial: Fonte perene e abundante.

II. Realização Sexual no casamento.

a- Gn. 2:24 - Tornando-se os dois uma só carne.

1- É tão importante este ato para Deus, que tem o poder de tornar os
dois uma só carne.

2- O ato sexual é muito mais que uma necessidade fisiológica.

3- Para que haja uma vida sexual plena, é necessário uma vida de
comunhão entre os cônjuges.

b- A Bíblia ensina sobre sexo.

1- Hb. 13:4 - O leito deve ser sem mácula.

2- O sexo natural é sagrado.

3- Toda perversão sexual é pecado e Deus diz que julgará os


impuros.

17
4- I Co. 7:4-5 - Sejam vigilantes as necessidades um do outro.

5- Deus ordena satisfação sexual no casamento.

III - RESUMO
a- Intimidade é um forte alicerce para o casamento.

b- O sexo no casamento faz parte do plano original de Deus.

ANALISANDO A MENTE, EMOÇÕES E SENTIMENTOS

O HOMEM POSSUI CINCO SENTIDOS:

Ele é governado pela:

1) VISÃO – Estímulo principal (aguça o instinto)


2) OLFATO – Estímulo primário (cheiro)
3) PALADAR – Estímulo secundário (gosto)
I João. 2.15-17

A MULHER POSSUI OS CINCO SENTIDOS:

Ela é governada pela:

1) AUDIÇÃO – Estímulo principal (ouvir)


2) TATO – (toque)

Obs: Se vivermos pelos sentidos certamente seremos envolvidos pelas


Emoções e Sentimentos. ( O que era Fruto do Espírito, deu lugar as obras
da Carne) Gl. 5.15; 19-21

1) AMOR
2) ALEGRIA
3) INVEJA
4) IRA
5) ÓDIO
6) RAIVA

18
FAMÍLIA CRISTÃ
LIÇÃO 09

I. Infidelidade conjugal

Os. 4:6 - Meu povo está sendo destruído porque lhe falta conhecimento.

a- Conhecendo a natureza da carne.

1- Gl. 5:16-17 - Andai no Espírito e jamais satisfareis a


concupiscência da carne, porque a carne milita contra o Espírito.

2- Rm. 8:5-8 - O pendor da carne é inimizade contra Deus.


- A carne não se converte;

- O pendor da carne dá para a morte;

- Você precisa trazer a carne em obediência ao seu Espírito.

- O seu Espírito deve tomar o senhorio do seu corpo, não


deixando a carne fazer o que ela quer.

b- Compreendendo de onde vem a tentação.

1- Tg. 1:13-15 - A tentação não vem de Deus.

2- Cada um é tentado por sua própria cobiça, quando esta o atrai e o


seduz.

- Cobiçar é desejar ardentemente, é ambicionar.

- Cobiça é um desejo exagerado.

3- O pecado uma vez consumado gera a morte (separação de Deus).

c- Como vencer a tentação da carne.

1- Tg. 4:7 - Sujeitai-vos a Deus, mas resistí ao diabo e ele fugirá de


vós.

- Sujeitar-se a Deus é viver uma vida de obediência a sua Palavra.


Este é o primeiro passo.

- O segundo passo é resistir com a Palavra e ele, o diabo, fugirá de


vós.

d- Vencendo as paixões carnais.


19
1- II Tm. 2:22 - Foge das paixões da mocidade.

2- I Co. 6:15-18 - Fugi da impureza.

- Você vence as paixões da carne fugindo;

- Fugir é retirar-se as pressas para escapar de algum perigo, é


correr sem olhar para trás.

3- Mt. 26:41 - Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; o


espírito na verdade está pronto, mas a carne é fraca.

e- Advertência contra a sensualidade.

1- Os. 4:11 - A sensualidade, o vinho e o mosto tiram o entendimento.

2- A sensualidade embriaga como o vinho, e o embriagado perde o


senso.

3- Gn. 9:20-21 - Noé embriagou-se e ficou nu, isto exemplifica que


por causa do vinho, ele perdeu a sensatez, desnudando-se.

4- É o caso de muitos quando entram no pecado da sensualidade,


ficam embriagados e perdem o senso do ridículo.

5- Não se exponha a sensualidade, este pecado cega deixando a


pessoa sem discernir o certo do errado.

- Pv. 9:13 - A loucura é mulher apaixonada, é ignorante e não sabe


cousa alguma.

- Pv. 30:20 - Tal é o caminho da mulher adúltera: Come, limpa a


boca e diz: Não cometí maldade.

f- Os provérbios nos ensinam muito sobre o adultério.

1- Pv. 5:3-23
2- Pv. 6:23-33

3- Pv. 7:10-27

4- Leia e medite nestas verdades, elas são tão importantes que o


Espírito Santo gastou capítulos inteiros para nos ensinar.

II - RESUMO
a- Rm. 8:8 - Os que estão na carne não podem agradar a
Deus.

20
b- Rm. 8:6 - O pendor da carne dá para a morte, mas o do
espírito, para a vida e paz.

c- Escolha vida.

CATEGORIAS DO SEXO
CINCO ASPECTOS

Obs: O orgão sexual mais importante é a sua mente.

1) CELIBATO – Abstenção Sexual


2) FORNICAÇÃO – Sexo fora do casamento onde os parceiros
não são casados.
3) ADULTÉRIO – Sexo fora do compromisso da Aliança.
4) PERVERSÃO – Qualquer desvio da Verdade.

a) Homossexualismo b) Lesbianismo
c) Efeminado = Abandono das características másculas

ABUSADORES:

1) Sodomita – Sexo anal (sujeito ativo) Lv. 18.22


(Abominação) Gn. 19.1-16
2) Homossexual – Sexo anal (sujeito passivo) Rm. 1.27
3) Abusar Sexualmente Crianças (monstruosidade)
4) Lésbica – Mulher homossexual (perversão) – Rm. 1.26
5) Incesto – Sexo entre parentes consanguíneos. Lv. 18.6-17
6) Bestialidade – Estupro e sexo com animais. Lv. 18.23

Cont. Categorias
5) SEXO SÁDIO E PLENO – Gn. 2.24

Obs: Os Extremos
a) Sexo só para Procriação
b) Sexo só para Prazer

FAMÍLIA CRISTÃ
LIÇÃO 10

I. PERDÃO: Um dos fortes alicerces para o casamento.

a- O perdão é um mandamento.

21
1- Cl. 3:13 - Suportai-vos uns aos outros, perdoai-vos mutuamente.

- Deve ser uma atitude de fé.

- Não olhando para as circunstâncias.

2- Fl. 3:13 - esquecendo-me das coisas que para trás ficam e


avançando para as que adiante de estão.

- Este é o segredo: Esquecendo...Avançando, esta é a maneira de


superar e ser vitorioso.

b- A falta de perdão trás amargura e contamina os outros – Inquietação no


espírito – Angustia – Ira – F. Apetite – Insônia – sent. De Vingança
Depressâo
1- Hb. 12:15

2- Ef. 4:31-32 - Longe de vós toda amargura.

3- Não entristeça o Espírito Santo.

c- Mesmo que o seu casamento esteja como um deserto, ainda assim


existe graça para você.

1- Graça é uma habilidade espiritual que lhe capacita a suportar


determinadas situações que humanamente seriam impossíveis.

2- II Co. 12:7-9 - Jesus disse para Paulo: A minha graça te basta


porque o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza.

3- Na graça existe um tremendo poder para suportar tudo.

4- Na Palavra temos suficiência de graça para toda e qualquer


situação.

5- II Pe. 2:2 - Graça e paz vos sejam multiplicadas no pleno


conhecimento de Deus e de Jesus Cristo nosso Senhor.

d- Conselhos para algumas dificuldades conjugais.


1- Não tente transformar seu marido ou esposa; isto é obra do
Espírito Santo.

2- Não saia espalhando seus problemas conjugais, não dê lugar a


mexericos.

3- Se precisa de alguma orientação, busque ajuda de algum irmão


maduro na fé.

4- Passe o maior tempo possível buscando orientação na Palavra de


Deus.

22
5- Concentre-se em si mesmo, corrigindo os seus erros, em lugar de
concentrar-se nos defeitos de seu parceiro.

6- Seja o(a) esposo(a) que Deus quer que você seja.

II - RESUMO
a- Andar em amor é andar em perdão.
b- O amor tem aparência de fraco porque se humilha, mas ele é tão
forte que sobrepõe as barreiras da eternidade.

Obs: Por que é tão difícil perdoar?

• Custa um preço!

• O perdão de Deus custou a vida de Jesus


O perdão vai custar o seu orgulho
Perdoar é não exigir os seus direitos
Quando perdoa deixa de se defender
O perdão elimina a vingança e deixa o outro livre
Perdoar é o ato de substituir – I Pd. 2.21-25

- É preciso ajoelharem-se juntos, chorarem juntos.


- Ficarem nús espiritualmente, disporem a nudez da alma.
- Descobrirem suas vergonhas, para que elas deixem de ser vergonha
na presença do perdão, na presença de Deus.

Obs: Sem a cura do perdão, o que resta no casamento é uma mera dissimulação e
essa Dissimulação dará em uma separação formal e fria

FALANDO DE PERDÃO

Falar de perdão é falar de Deus, é falar da graça.

Falar de perdão é falar da capacidade de oferecer aos outros uma

memória apagada, sem registros, sem mágoas, sem as tatuagens

do ressentimento.
23
Perdoar é deixar o outro nascer outra vez na nossa história.

Falar de perdão é falar de um alto padrão, é falar daquilo que a natureza

caída do cosmo não criou, nem por seleção natural, nem por geração

espontânea.

Não se aprende o perdão com as leis da natureza. Falar de perdão é falar


da vida, de saúde, de paz, e da verdadeira humanidade individual que se
transforma à semelhança de Deus, pois quem não perdoa adoece e se
deforma como gente.

Falar de perdão é falar do sentimento essencial para se viver com o

coração descoberto, neste mundo de agressões e de facas afiadas


para

nos ferir. Falar de perdão e falar de Jesus e dos homens que com Ele

querem ficar parecidos. Falar de perdão é visualizar a repetição da vida

de Jesus em nossa própria vida. Falar de perdão é vivenciar a vida Zoé

a própria vida de Deus!

FAMÍLIA CRISTÃ
LIÇÃO 11

I. Os filhos são herança do Senhor. - Sl. 127:3-5 - Herança do Senhor são os


filhos; o fruto do ventre seu galardão.

a- Cabe aos pais a responsabilidade de ensinar os filhos e admoestar nos


caminhos do Senhor.

1- Ef. 6:4 - E vós, pais, não provoqueis vossos filhos a ira, mas criai-
os na disciplina e na admoestação do Senhor.

24
- Quando os pais provocam ira nos filhos:

- O pai dá ordem, sem vida de exemplo para o filho.

- As ordens são dadas sem amor.

- Incoerência na disciplina: Um dia disciplina por certa


desobediência, em outro dia não disciplina.

- Insistência só por meio da Palavra e não pela ação.

- Promete disciplinar sem cumprir.

- Não ouvir ou encorajar os filhos, só aplicar a disciplina sem boa


comunicação.

- Tudo isto provoca ira nos filhos e faz com que eles cresçam com
uma imagem errônea de Deus como Pai, visto que o seu pai
terreno não foi bom exemplo.

- Criai-os na disciplina e na admoestação do Senhor.

- Disciplina: Ensino, treinamento, educação e correção.

- Admoestar: advertir amigavelmente, fazer ver, repreender com


brandura.

b- Quando usar a vara de correção? Deve ser usada quando a criança já foi
advertida e continua em desobediência.

1- Pv. 22:15 - A estultícia está ligada ao coração da Criança, mas


a vara da disciplina a afastará dela.
2- Pv. 13:24 - O retém a vara aborrece a seu filho, mas o que ama, cedo
o disciplina.

3- Pv. 23:13-14 - Não retires da criança a disciplina, pois se a


fustigares com a vara, não morrerá; tu a fustigarás com a vara e
livrarás a sua alma do inferno.

4- Pv. 19:18 - Castiga o teu filho enquanto há esperança, mas não te


excedas a ponto de matá-lo.

5- Pv. 29:15 - A vara e a disciplina dão sabedoria, mas a criança


entregue a si mesma, vem a envergonhar a sua mãe.

6- Pv. 29:17 - Corrige o teu filho e te dará descanso, dará delícias a


tua alma.

7- Quando o filho erra, os pais devem disciplina-lo, mas depois da


disciplina, conversem com amor, ensinem-lhe a pedir perdão a
Deus pela falta cometida e assim, ele crescerá com o temor de
Deus.

25
c- Disciplina divina.

1- Hb. 12:5-11 - Toda disciplina, com efeito, no momento não parece


ser motivo de alegria, mas de tristeza, depois, entretanto, produz
fruto pacífico aos que tem sido por ela exercitados, frutos de
justiça.

2- Ef. 6:1-3 - Honra a teu pai e a tua mãe, que é o primeiro


mandamento com promessa; para que te vá bem, e sejas de longa
vida sobre a terra.

3- Cl. 3:20 - Filhos, em tudo obedecei a vossos pais; pois fazê-lo é


grato diante do Senhor.

II - RESUMO

a- Is. 54:13 - Todos os teus filhos serão ensinados do Senhor; e


será grande a paz de teus filhos.

b- Os nossos filhos serão discípulos do Senhor.

c- A Palavra nos trás promessas de paz para os nossos filhos.

26