ADVOCACIA MEIRA

Praça Cel. Aníbal Castanho – 258, Guareí – São Paulo. CEP 18250-000 Telefones: (15) 3258-1481/9107-6005 ___________________________________________________________________________

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA VARA ÚNICA DA COMARCA DE PORANGABA/SP.

Processo cível n° 219/2011. Distribuição por dependência

FABIO ANDRE DE OLIVEIRA, brasileiro, separado, mecânico, portador do RG nº 47.836.894-X, residente e domiciliado na Rua da Encubadora, nº 263, Floresta I, nesta cidade de Guareí-SP, CEP 18250-000, vem perante Vossa Excelência, por seu advogado, nomeado em função de convênio firmado entre a Procuradoria Geral do Estado e a OAB, Seção de São Paulo, (documento anexo), ajuizar AÇÃO DE MODIFICAÇÃO DE GUARDA C/C EXONERAÇÃO DE ALIMENTOS expondo e requerendo o seguinte: Por força de sentença em ação de alimentos movida contra o requerente, foi obrigado a pagar pensão alimentícia equivalente a meio salário mínimo ao filho menor Brandon dos Santos Oliveira, até então sob a guarda da mãe, representante.

que não obstante a decisão judicial (cópia anexa). a representante ajuizou ação de execução de prestação alimentícia contra . tendo em vista que a mãe do menor. Ocorre o requerente. entretanto. Guareí – São Paulo. voltando ambos a residir em endereços diferentes. mudou-se para outra localidade. CEP 18250-000 Telefones: (15) 3258-1481/9107-6005 ___________________________________________________________________________ Ocorre. Levado pelo desejo de reconstruir o lar e dar melhor amparo ao filho. permaneceu sob a guarda e assistência do requerente. conforme consignado na decisão. tentou reconciliação. deixando o alimentando sob a sua guarda e assistência. O filho. Conforme ela própria afirma. que a representante jamais executou os alimentos.ADVOCACIA MEIRA Praça Cel. mesmo porque o filho sempre ficou sob a guarda de fato do requerente e não dela. Aníbal Castanho – 258. qual seja de que estando desempregada necessitaria dessa prestação. que em março deste ano. na cidade de Guareí. Por motivos que não convêm aos fatos. a requerida voltou a morar novamente. nunca chegou a efetuar o pagamento. o filho sempre ficou em poder do requerente e apela à justiça a execução da prestação de alimentos sob argumento diverso. que não deu certo. Tanto é verdade. conforme boletim registrado no órgão do Conselho Tutelar do Município de Guareí.

Guareí – São Paulo. é de rigor. segundo a qual era para prestar assistência alimentar à criança e não à mãe desta. pedindo a prestação para ela. e a não incidência de coisa julgada material ou substancial sobre tal direito-dever. CEP 18250-000 Telefones: (15) 3258-1481/9107-6005 ___________________________________________________________________________ Contudo. Devido ao Princípio da Mutabilidade da Guarda. como se vê. a exoneração da obrigação fixada na sentença dos autos do processo em epígrafe. insta asseverar que a execução de alimentos só teria cabimento para o sustento do filho menor e não à requerida Como o alimentando está sob a guarda de fato do requerente. havendo trânsito em julgado apenas do ponto de vista formal ou processual. DO DIREITO O Requerente. desde a decisão. nada obsta a pretensão do Requerente Assim. Aníbal Castanho – 258. estando de fato o menor sob a sua guarda.ADVOCACIA MEIRA Praça Cel. o que contraria frontalmente o próprio fundamento da decisão. DOS PEDIDOS Nestas Excelência: condições requer-se a Vossa . moral e educacional (cópia da ficha de matrícula em creche anexa). a requerida distorce os fatos. a modificação em nome do requerente e conseqüentemente. passou a prestar ao alimentando toda assistência material.

para o fim de fixar a guarda provisória do alimentando e o deferimento da exoneração de alimentos. por dependência. VIII – concessão do benefício da justiça gratuita. contestar os termos da presente. V . Guareí – São Paulo. em razão de não poder arcar com o ônus das despesas processuais. VII .a distribuição do presente feito. no prazo legal. IV – seja oficiado ao Conselho Tutelar do Município de Guareí. o depoimento da Requerida e oitiva de testemunhas. e. conforme rol abaixo. requisitando cópia ou certidão do registro de ocorrência envolvendo a guarda de fato da criança para o requerente. II . CEP 18250-000 Telefones: (15) 3258-1481/9107-6005 ___________________________________________________________________________ I . para que participe do feito. se querendo.ADVOCACIA MEIRA Praça Cel. ante as fundadas razões de fato invocadas.a produção de todas as provas em direito admitidas.a citação da Requerida. sem privar o sustento de si próprio e do filho (declaração anexa). . que deverão ser intimadas. aos autos 219/2011.seja estipulado horário de visitas à Requerida. Aníbal Castanho – 258. em especial. III – a antecipação da tutela. para que ciente fique dos termos da presente ação. VI . e uma vez que eventual liminar não viria a causar prejuízo irreversível. e.ouvida do representante do Ministério Público. por Oficial de Justiça. sob pena e efeitos da revelia.

3 – SARA JOSÉ DE OLIVEIRA – RG 22.848. Nº 537 – GUAREÍ . Pede Deferimento.20. Dá-se à causa o valor de R$ 542.930. Nº 273 – GUAREÍ .030 RESIDÊNCIA: AV. Guareí – São Paulo.SP. consolidando uma situação de fato já existente. Aníbal Castanho – 258.SP. . De Guareí para Porangaba em 03 de maio de 2011. RG 28. Nº 610 – GUAREÍ . Nesses Termos. CEP 18250-000 Telefones: (15) 3258-1481/9107-6005 ___________________________________________________________________________ IX .811 ROL DE TESTEMUNHAS: 1. MARIANO HIGINO DE MEIRA OAB/SP N° 266.699-1 RESIDÊNCIA: RUA SÃO JOÃO. com o fim de conceder a guarda e responsabilidade do menor BRANDON DOS SANTOS OLIVEIRA ao Requerente.EDUARDO AUGUSTO COSTA – RG 26. 2 – ERICK ARA DE LIMA.ADVOCACIA MEIRA Praça Cel.575. ADALBERTO ROCHA.909-X RESIDÊNCIA: ESTRADA MUNICIPAL DA VILETA. liberando-o do pagamento da pensão alimentícia feito à Requerida em favor da menor.SP.a condenação da Requerida ao pagamento da verba honorária contrária ao arbítrio de Vossa Excelência e ao pagamento das custas processuais.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful