C 1

-

PRODUTIVIDADE
Bibliografia
CORRÊA L. Henrique. Administração de Produção e Operações. São Paulo: Atlas, 2004. GAITHER, N & FRAZIER, G. Administração da Produção e Operações. 8.ed. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2001. MOREIRA, Daniel Augusto. Administração da Produção e Operações. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2001

IMPORTANTE ESTE MATERIAL FOI ELABORADO PARA AUXILIAR O PROFESSOR NA APRESENTAÇÃO DO ASSUNTO EM AULA. PARA EFEITO DE ESTUDO OS ALUNOS DEVERÃO CONSULTAR AS OBRAS CITADAS ACIMA.
Disc.: Administração da Produção I Prof. Marcos Cassas

para ser possível avaliar o comportamento e o desempenho de cada um.Instal. Energia Energia Tecnologia INSUMOS PROCESSO PRODUTOS /SERVIÇOS Tecnologia PRODUTIVIDADE = Quantidade de Produtos/S erviços produzidos OUTPUT = Quantidade de Recursos utilizados INPUT A produtividade é medida para cada recurso isoladamente...: Administração da Produção I Prof. Exemplos: Produtividade da mão de obra = 10Kg/HH Produtividade de capital = 200 m²/R$ Produtividade da energia elétrica = 456 litros/KWH Disc.PRODUTIVIDADE Uma medida de desempenho INPUTS OUTPUTS C 2 - Materiais Mão de Obra Materiais Mão de Obra Capital Capital Máq..Instal. Equip. Máq. Marcos Cassas . Equip..

para os seguintes dados abaixo: a) Produção efetiva (Output) = 200 peças Recurso de Mão de Obra (Input) = 5 funcionários por 4 horas C 3 - Produtividade de mão de obra = 200 peças = 10 peças/HH 5 Homens × 4 Horas b) Produção efetiva (Output) = 5 000 ton Recurso de Máquina (Input) = 25 horas em 2 tornos Produtividade de máquina = 5.000 Kwh Produtividade de energia elétrica = Disc.000 ton = 100 ton/HM 25 Horas × 2 tornos c) Produção efetiva (Output) = 15 000 litros Recurso de Energia (Input) = 80.PRODUTIVIDADE Exercícios resolvidos Calcular a produtividade de cada recurso gasto.187 litros/KWH 80.: Administração da Produção I 15.000 Kwh Prof. Marcos Cassas .000 litros = 0.

00 Prof.000.000.000. 170 horas/mês Produtivid ade de mão de obra = C 4 - R$ 70.000 ton/ano Custo total de Insumos (Input) = R$ 66.000 litros × R$ 0.000 unidades = 0.00/ano Recurso de Mão de Obra (Input) = 350 homens.000.PRODUTIVIDADE Exercícios resolvidos d) Faturamento (Output) = R$ 70.000 Kwh Produtividade de energia elétrica = 25. Marcos Cassas .00/ano Produtividade total = 1.000.000 unidades Custo total de Insumos (Input) = R$ 37.69/KWH 9.400.25/litro Recurso de Energia (Input) = 9.94 unid/R$ R$ 37.000.25/litro = R$ 0.04/HH 350 H × 170 Horas/mês × 12 meses/ano e) Produção efetiva (Output) = 1.00 Produtividade total = Disc.400.000/ano = R$ 98.000 f) Produção efetiva (Output) = 25 000 litros a R$ 0.21 ton/R$ R$ 66.000 ton = 21.: Administração da Produção I 35.000 Kwh g) Produção efetiva (Output) = 35.

Calcular a produtividade de cada recurso gasto.000 peças/ano Recurso de Mão de Obra (Input) = 15 funcionários por 4 horas/mês Produtividade de mão de obra = b) Produção efetiva (Output) = 5 000 Kg Recurso de Máquina (Input) = 250 horas em 3 prensas Produtividade de máquina = c) Produção efetiva (Output) = 25 000 ton Recurso de Energia (Input) = 60. para os seguintes dados abaixo: a) Produção efetiva (Output) = 2.: Administração da Produção I Prof.PRODUTIVIDADE Exercícios propostos C 5 - 1. Marcos Cassas .000 Kwh Produtividade de energia elétrica = Disc.

000.000 unidades Custo total de Insumos (Input) = R$ 7.000.00 Produtividade total = Disc. 10 meses/ano Produtividade de mão de obra = e) Produção efetiva (Output) = 10.PRODUTIVIDADE Exercícios propostos C 6 - d) Faturamento (Output) = R$ 35. 220 horas/mês.450 ton/ano Custo total de Insumos (Input) = R$ 108.000.000 Kwh Produtividade de energia elétrica = g) Produção efetiva (Output) = 5.: Administração da Produção I Prof. 000 ton a R$ 2.50/ton Recurso de Energia (Input) = 65.000. Marcos Cassas .00/ano Produtividade total = f) Produção efetiva (Output) = 150.00/ano Recurso de Mão de Obra (Input) = 150 homens.

: Administração da Produção I Prof. passou a montar 7. Uma empresa montava 6. Qual foi o aumento da produtividade da mão de obra? Disc. Marcos Cassas .400 peças/dia com a utilização de 542 empregados trabalhando 10 horas/dia. Após melhorias no processo produtivo.PRODUTIVIDADE Exercícios propostos C 7 - 2.680 peças/dia com a utilização de 372 empregados durante as mesmas 10 horas.

112. E. Com base no texto acima. Fonte: NASCIMENTO NETO. SIMONETTI.000 horas. comparado ao dos Estados Unidos. 1998. Referindo-se à indústria da construção civil. responda: a) Qual a produtividade (m²/HH) da mão-de-obra no Brasil e nos Estados Unidos? b) Qual a produtividade (US$/HH) da mão-de-obra no Brasil e nos Estados Unidos? Disc. em São Paulo. Um operário constrói. temos os seguintes dados: C 8 - “O índice de produtividade brasileiro.PRODUTIVIDADE Exercícios propostos 3. Um operário de Houston constrói 130 metros quadrados em 1. enquanto a americana sai por 210”. 35 metros quadrados a cada 1. A conseqüência é que o preço casa brasileira é 250 dólares por metro quadrado. São Paulo. 18 mar. p.. é tenebroso. A. Veja. Idéias para uma nova arrancada. Marcos Cassas . quase quatro vezes mais.000 horas de trabalho.: Administração da Produção I Prof.

Marcos Cassas .  Permitir que a quantidade de recursos utilizados se eleve contanto que a produção se leve mais.: Administração da Produção I Prof. Disc.  Reduzir a quantidade de recursos utilizados enquanto a mesma produção é mantida ou aumentada.PRODUTIVIDADE Uma medida de desempenho PRODUTIVIDADE = C 9 - Quantidade de Produtos/S erviços produzidos OUTPUT = Quantidade de Recursos utilizados INPUT A produtividade pode ser aumentada de diversas maneiras:  Aumentar a produção utilizando a mesma quantidade ou quantidades menores de recursos.  Permitir que a produção decresça contanto que a quantidade de recursos utilizados decresça mais.

Disc.PRODUTIVIDADE Mecanismo de influência da produtividade PRODUTIVIDADE C 10- CUSTOS Cada unidade de produto/serviço terá sido conseguida com menor quantidade de insumo. CRESCIMENTO A empresa pode investir no seu próprio crescimento. LUCROS A empresa aumenta sua participação no mercado.: Administração da Produção I Prof. Marcos Cassas . COMPETITIVIDADE Os produtos/serviços podem ser oferecidos a um preço menor.

adequando-se a linguagem a cada categoria de funcionários envolvida. através de uma divulgação extensiva a todos os níveis da companhia. semelhança de processos de produção. no sentido de que às vezes pode-se estar comparando situações muito diferentes. Para tanto. Marcos Cassas . mercados. de políticas de investimentos etc. nos processos de produção. 2. •Avaliar-se o acerto na introdução de novos produtos. idade do equipamento. 3. Mede-se a produtividade para: •Detectar-se problemas. como para se verificar do acerto de decisões tomadas no passado sobre mudanças na organização. com diferentes localizações geográficas. só podem ser comparadas diretamente unidades que estejam em igualdade de condições no tocante a tamanho das instalações. no arranjo físico etc. e também uma das mais perigosas. Instrumento de Comparação: as medidas de produtividade servem para comparar o desempenho de unidades de uma mesma empresa.: Administração da Produção I Prof. Instrumento de Motivação: a simples existência de programas de medida faz com que as pessoas passem a incorporar a produtividade nas suas preocupações rotineiras de trabalho. programas de medida devem se fazer conhecidos de todos. Podem estimular uma competição sadia entre departamentos e outras unidades operacionais de uma mesma empresa. Essa utilidade é uma das mais atrativas. Disc. •Atestar-se sobre a utilidade de programas de treinamento em setores ou atividades específicas. Em princípio. tanto para auxiliar no diagnóstico de uma situação atual como para acompanhar os efeitos de mudanças nas práticas gerenciais e na rotina de trabalho. Ferramenta Gerencial: as medidas de produtividade podem e devem funcionar como um termômetro.PRODUTIVIDADE Utilidades e cuidados na análise da produtividade UTILIDADES C 11- 1. idêntica composição de produtos etc.

experiência • Personalidade.: Administração da Produção I Número de Repetições da tarefa • Curva de Aprendizagem Capacidade do Empregado • Aptidão. inteligência • Treinamento. grupos informais Disc. Marcos Cassas . interesse Prof. ruídos e temperatura • Máquinas e ferramentas • Métodos de trabalho • Lay out • Automação Desempenho do Empregado no Trabalho Qualidade do Produto • Defeitos • Sucata • Retrabalhos Motivação • Condições econômicas • Necessidades psicológicas • Situações pessoais • Liderança.PRODUTIVIDADE O que faz com que os empregados sejam mais produtivos? PRODUTIVIDADE C 12- O ambiente Físico do Trabalho • Iluminação.

da mesma forma. podem acarretar altos custos e influir negativamente nos lucros. e nem sempre os resultados são comparáveis.PRODUTIVIDADE Utilidades e cuidados na análise da produtividade CUIDADOS C 13- 1. de forma que possa simplesmente aumentar seus preços para compensar qualquer acréscimo nos custos. 3. bastando para isso que ocupe uma posição favorável no mercado. aumentos ou quedas na produtividade não necessariamente implicam em movimentos de mesmo sentido nos lucros. Produtividade X Lucro: nem sempre esta relação é direta. Aumentos de produtividade. Imprecisão: medidas de produtividade são imprecisas. Marcos Cassas . mas também porque vários conceitos envolvidos na definição são cercados de controvérsia. Disc. A mesma grandeza pode ser estimada de formas diferentes. procurando-se antes por explicações que talvez apontem para causas isoladas. principalmente em departamentos ou processos isolados. não só porque algumas das grandezas envolvidas são de medição difícil. mesmo com a produtividade em queda uma empresa pode auferir grandes lucros. ou seja.: Administração da Produção I Prof. A melhor advertência a se fazer é a de que se evite a tomada de decisões precipitadas sobre variações bruscas nos índices.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful