URSO POLAR

CARACTERIZAÇÃO
O urso-polar (Ursus maritimus), também conhecido como urso-branco, é um mamífero membro da família dos Ursídeos, típico e nativo da região do Ártico e atualmente um dos maiores carnívoros terrestres conhecidos. Dentre todos os ursos, este é o que mais se alimenta de carne. INFORMAÇÕES IMPORTANTES:

•Os ursos polares vivem nas regiões do círculo polar ártico, costas setentrionais da América e da Eurásia (países como Canadá, território da Groelândia, Rússia e no estado norte-americano do Alasca)
•Organizam-se em pequenos grupos de aproximadamente 4 animais. •É um animal carnívoro e alimenta-se principalmente de: bacalhau, salmão, aves, golfinhos, filhotes de leões mainhos e outros mamíferos de pequeno porte

CARACTERIZAÇÃO
•O urso polar está muito bem adaptado para viver em regiões geladas, pois possui uma rica cobertura de gordura em sua pele, além de espessa pelagem.

•O acasalamento desta espécie ocorre na época da primavera, sendo que os filhotes nascem no inverno
•São ótimos nadadores em função do formato de suas patas

•A femêa costuma gerar em média 3 filhotes por gestação
•A espécie é considerada com risco baixo de extinção •Os ursos polares não hibernam, apenas entram num estado de semisonolência

CARACTERIZAÇÃO CARACTERÍSTICAS PRINCIPAIS: Altura: cerca de 90 cm Comprimento: 2 metros em média Gestação: 7 a 8 meses Cor: branca Peso: pode chegar a 600 kilos. Classificação científica Reino: Animalia Filo: Chordata Classe: Mammalia Ordem: Carnivora Família: Ursidae Género: Ursus Espécie:U. 1774) . maritimus Nome binomial: Ursus maritimus (Phipps.

BORBOLETA MONARCA .

planta herbácea venenosa que pode até matar o gado. Habitat:Vive em locais abertos e ensolarados. Hábitos Alimentares:Suas lagartas comem as folhas do oficial-desala (Asclopias curassevica). da subfamília dos danaíneos. campos e cerrados de quase todo o Brasil. Tais borboletas têm cerca de 70 mm de envergadura. asas laranjas com listras pretas e marcas brancas. ao sul da floresta amazônica e também em outros países vizinhos. . de ampla distribuição nas Américas. A população estadunidense dessas borboletas concentra-se aos milhões para realizar migrações regulares.CARACTERIZAÇÃO A borboleta-monarca (Danaus plexippus) é uma borboleta da família dos ninfalídeos. como pastagens. A borboleta suga o néctar de diversas flores silvestres.

sem temer inimigos naturais. Coloca os ovos isolados na flor ou na folha do oficial-de-sala e após 1 mês e meio as crisálidas já estão se abrindo para o nascimento das borboletas.CARACTERIZAÇÃO Reprodução: Tem um ciclo biológico muito rápido. Estados Unidos e México. Voa o ano inteiro. Particularidade: Porque suas lagartas comem exclusivamente uma planta venenosa. . Essa borboleta é do mesmo grupo que as famosas monarcas que fazem longas migrações em numerosos bandos no Canadá. as borboletas tornam-se também tóxicas e podem voar lentamente.

CARACTERIZAÇÃO Classificação científica Reino:Animalia Filo: Arthropoda Classe: Insecta Ordem: Lepidoptera Família: Nymphalidae Género: Danaus Espécie: D. plexippus Nome binomial: Danaus plexippus ( Lineu. 1758) .

GARÇA BRANCA .

. É uma garça de vasta distribuição e pode ser encontrada em todo o Brasil. sin.CARACTERIZAÇÃO A garça-branca-grande (Casmerodius albus. A íris é amarela. a não ser pelo bico. Ardea alba). também conhecida apenas como garça-branca. e as pernas e dedos pretas. 90 cm. é uma ave da ordem Ciconiiformes. esticando seu longo pescoço. Se alimenta de presas aquáticas. em média. longo e amarelado. Trata-se de uma ave completamente branca. Mede. depois de aproximar-se sorrateira-mente com o corpo abaixado e o pescoço recolhido e bicar seu alimento.

alba Nome binomial: Casmerodius alba (Linnaeus. 1758) .CARACTERIZAÇÃO Classificação científica Reino: Animalia Filo: Chordata Classe: Aves Ordem: Ciconiiformes Família: Ardeidae Género: Casmerodius Espécie: C.

IPÊ BRANCO .

Ipê Tabaco. Tapioca Altura média: 25 a 30 metros Folhas: deciduais. são opostas. medem 10x4 cm de largura Flores: grandes e lanceoladas são de coloração branca possuem em média 8x15 cm .CARACTERIZAÇÃO Nome: Ipê Branco N. digitadas e compostas. Científico: Tabebuia roseo-alba Família: Bignoniaceae Nomes populares Ipê Branco. Ipezeiro.

CARACTERIZAÇÃO Fruto: possuem forma de cápsula bivalvar e são secos e deiscentes. esbranquiçadas de cor marrom e são aladas Outras características: Trata-se de um tipo de Ipê muito bonito ficando totalmente branco por um período muito curto. Sementes: são membranáceas brilhantes. . tendo possibilidade as vezes de florescer novamente em setembro mas com menor intensidade. pois sua floração não dura mais que dois dias por volta de agosto. lembram uma vagem.

SER HUMANO .

sociais e consciência. Biologicamente. linguagem e introspecção. um primata bípede pertencente à superfamília Hominoidea juntamente com outros símios: chimpanzés. possuem um cérebro bem desenvolvido que lhes proporciona as capacidades de raciocínio abstrato.CARACTERIZAÇÃO O ser humano pode ser definido em termos biológicos. além de outras espécies atualmente extintas. orangotangos e gibões. O Homo sapiens também pertence à família hominidea. gorilas. Os humanos adotam uma postura ereta que possibilita a libertação dos membros anteriores para a manipulação de objetos. bonobos. os humanos são classificados como a espécie Homo sapiens (latim para homem sábio. homem racional). . família à qual também pertence o chimpanzé e outros.

desde a comunidade até ao eu. Estas instituições levaram ao aparecimento de artefatos partilhados.CARACTERIZAÇÃO O ser humano é uma espécie eminentemente social. Criam estruturas sociais complexas. . mitos. Estas estruturas variam desde as nações até ao nível da família. formam uma cultura de grupo. possibilitou aos humanos desenvolverem tecnologia e ciência como um projeto comum e não individual. A tentativa de compreender e manipular o mundo à sua volta. crenças. no conjunto. valores e normas sociais que. compostas de muitos grupos cooperantes e competidores. rituais.

1758) . sapiens Nome binomial: Homo sapiens (Lineu.CARACTERIZAÇÃO Classificação científica Reino: Animalia Filo: Chordata Subfilo: Vertebrata Classe: Mammalia Ordem: Primates Família: Hominidae Subfamília: Homininae Gênero: Homo Espécie: H.

BACTÉRIA CAUSADORA DO BOTULISMO .

. A bactéria forma esporos que podem sobreviver. flagelada que lhe confere mobilidade. dormentes até serem expostos a condições favoráveis ao seu desenvolvimento. suportam até 100°C por 3 a 5 horas. Os esporos são altamente resistentes.CARACTERIZAÇÃO Clostridium botulinum é o nome de uma bactéria freqüentemente encontrada na água ou nos alimentos e que podem gerar uma toxi-infecção alimentar. Estes organismos em forma de bastonete (Bacilos) proliferam melhor em meios pobres em oxigênio. É uma bactéria em forma de bastonete.

Classificação científica Reino: Monera Divisão: Firmicutes Classe: Clostridia Ordem: Clostridiales Família: Clostridiaceae Gênero: Clostridium Espécie: C. 1896) . botulinum Nome binomial: Clostridium botulinum (Van Ermengem. apenas os tipos A. As toxinas geralmente favorecem o processo de multiplicação e disseminação da bactéria no organismo da já que produzem necrose dos tecidos afetados e hemólise. B.CARACTERIZAÇÃO Existem sete tipos de toxina do botulismo designadas pelas letras de A a G. E e F podem causar doença em humanos.

Muitas variedades de bananas selvagens existem ainda nessa região. Existem cerca de 50 espécies de Musa.Musa acuminata e Musa balbisiana CARACTERIZAÇÃO Musa é um dos três gêneros da família das Musaceae que inclui as plantas herbáceas vivazes que produzem vulgarmente designados como bananeiras. utilizadas pelo ser humano para diversas finalidades. As flores dispõem-se numa espiga terminal. brilhantes e de forma. pela Malásia.na região ocupada. de coloração verdeclara. em torno do chamado "coração" da bananeira . Indonésia e Filipinas. cujo "falso" tronco (um pseudocaule) é formado pelas bainhas superpostas das suas folhas. em geral. incluindo as cultivadas para a produção de fibras (abacás) e para a produção de bananas. Caracterizam-se por um caule suculento e subterrâneo (rizoma). atualmente. Estas são grandes. originárias do sudeste da Ásia . oblonga ou elíptica.

Musa acuminata e Musa balbisiana CARACTERIZAÇÃO Classificação científica Reino: Plantae Divisão: Magnoliophyta Classe: Liliopsida Subclasse: Zingiberidae Ordem: Zingiberales Família: Musaceae Gênero: Musa Espécie: Musa acuminata e Musa balbisiana .

BANANA PRATA Musa acuminata BANANA PRATA Musa balbisiana .

Também são conhecidas como biru. mosca-da-carne. mosca-vareja. de várias famílias. possuem aparelhos bucais atrofiadas. ou moscas-berneiras (Dermatobia hominis). beronha .varejeira. mosca-debicheira. . A larva é parasita obrigatório. seu nome se deve ao fato de seus ovos serem conhecidos pelo termo "vareja". depositam os ovos nos tecidos vivos ou mortos de vertebrados ou substâncias orgânicas em decomposição. geralmente possuem uma coloração verde azulado metálico. o ovopositor não é visível.Dermatobia hominis CARACTERIZAÇÃO A Mosca-varejeira é a designação comum a diversas moscas. São moscas de grande tamanho. São insetos dípteros. moscas-do-berne. mas os adultos são de vida livre.

outras espécies (Cochliomyia hominivorax) depositam vários ovos. produzindo uma miíase nodular cutânea.Dermatobia hominis CARACTERIZAÇÃO Parasitas obrigatórios da pele de mamíferos quando na fase larvar. . causam no hospedeiro uma miíase. os adultos tem vida livre. ocasionando inúmeras larvas na lesão denominada bicheira. Algumas espécies (Dermatobia hominis) depositam por lesão uma única larva esbranquiçada conhecida por berne. afecção parasitária devida à infestação dos tecidos ou cavidades do corpo por larvas de insetos.

Dermatobia hominis CARACTERIZAÇÃO Classificação científica Reino: Animalia Filo: Arthropoda Classe: Insecta Ordem: Brachycera Família: Cuterpebridae Gênero: Dermatobia Espécie: Dermatobia hominis .

MOSCA VAREJEIRA Dermatobia hominis .

pau-de-pernambuco. Seu nome em tupi é ibira pitanga. no Brasil. ibirapita. ou "madeira vermelha". pau-de-tinta..Caesalpinia echinata CARACTERIZAÇÃO Pau-brasil é um dos nomes populares da espécie Caesalpinia echinata Lam. peltophoroides (sibipiruna). É conhecido também pelos nomes de brasileto. orabutã. . ibirapiranga. pau-pernambuco e paurosado. uma leguminosa nativa da Mata Atlântica. O nome popular em português deriva da cor de brasa da resina vermelha contida na sua madeira. São também conhecidos como pau-brasil.) Spreng. ibirapitã. muirapiranga. embora tenham preferencialmente outros nomes. a Caesalpinia ferrea (pau-ferro) e a C. Sinonímia botânica: Guilandina echinata (Lam.

de cor marrom. na categoria vulnerável. coberto de acúleos. que se encontra na lista do IBAMA de espécies ameaçadas de extinção. no centro encontram-se 10 estames e um pistilo com ovário súpero alongado. brilhantes. As flores nascem em racemos eretos próximo ao ápico dos ramos. especialmente nos ramos mais jovens (echinata significa "com espinhos") é também conhecida como pauferro por ser mais densa do que a água e não flutuar o que prejudica o seu transporte no meio fluvial. . de cor verde médio. a madeira de cor cinzaescuro. muito aromáticas. contendo de 1 a 5 sementes discóides. As folhas são compostas bipenadas. Possuem 4 pétalas amarelas e uma menor vermelha. na verdade é uma árvore rara na flora brasileira que alcança entre 10 e 15 metros de altura e possui tronco reto próprio para corte.Caesalpinia echinata CARACTERIZAÇÃO A árvore. Os frutos são vagens cobertas por longos e afiados espinhos.

Caesalpinia echinata CARACTERIZAÇÃO Classificação científica Reino: Plantae Divisão: Magnoliophyta Classe: Magnoliopsida Ordem: Fabales Família: Fabaceae Subfamília: Caesalpinioideae Gênero: Caesalpinia Espécie: C. echinata Nome binomial: Caesalpinia echinata (Lam.) .

PAU-BRASIL Caesalpinia echinata .

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful