Você está na página 1de 4

EXEMPLO DE CLCULO DE DOSAGEM DE TRAO DE CONCRETO

LAB MCC UDESC

1) Trao inicial:
1 :

a :

p : x

(cimento : areia : pedra : gua)


Modelo proposto por Campitelli:
1: (

x
H

1) :

x
(100 ) : x
H

Eq. 1

Obteno dos valores das propriedades desejadas ( , H e fcj ):


H consistncia (ndice de gua/materiais secos)

- coeso
Fcj resistncia caracterstica para a idade de j dias

2) Consistncia - H
H=

783 (148 DMC ) + (163 DMC ) S


4410

Eq. 2

Onde:
S = abatimento em mm;
H = relao gua-materiais secos em %;
DMC = Dimenso Mxima Caracterstica do agregado grado em mm;
= massa especfica do agregado grado em kg/dm3.
Usando:
S = 100 mm;
H=?
DMC = 19mm
= 2,69 kg/dm
temos:

783 (148 19) + (163 19) 100


4410 2,69
H = 9,7283
H=

3) Coeso

Conforme tabela 1
Mdulo de finura da areia = 1,67
DMC AG = 19mm
Escolhemos ento = 50%
Tabela 1:

4) Escolha da resistncia - fcj

(resistncia de projeto)

Controle A Rigoroso. Adota-se Sd = 4,0Mpa


Controle B Razovel. Adota-se Sd = 5,5Mpa
Controle C Regular. Adota-se Sd = 7,0Mpa
Adotaremos controle A, pois o concreto ser feito em laboratrio.
Consideramos que o projeto exija um fck de 20MPa.

fc j = fck + 1,65Sd
fc28 = 20 MPa + 1,65.4,0 MPa
fc28 = 26,60 MPa

5) Fator gua/cimento - x
Adotado em funo da resistncia estimada, de 26,60MPa, e do tipo de cimento utilizado, CP II Z 32
Conforme tabela 2
Tabela 2:

Fazendo a interpolao com os dados da tabela, temos:


25MPa

--- 0,55

26,60MPa --30MPa

--- 0,48

X = 0,5276
-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------Substituindo os valores de , x e H na Eq. 1, obtem-se o trao inicial

x
(100 ) : x
H
H
50 0,5276
0,5276
1: (
1) :
(100 50) : 0,5276
9,728
9,728
1 : 1,7117 : 2,7117 : 0,5276
1: (

1) :

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------Para saber o consumo de cimento utiliza-se a seguinte equao:


Consumo de cimento (C) (Kg) = (Volume a ser produzido em litros ou dm3)
----------------------------------------------------------(1/ M.Ec) + (a/M.Ea)+(p/M.Ep)+(x/1)
Onde M.Ec, M.Ea e M.Ep so, respectivamente, Massa especfica do cimento, da areia e da pedra;
M.Ec = 3,03g/cm.
M.Ea e M.Ep conforme ensaios realizados pela equipe.

C=

16litros
1 1,7117 2,7117

+
+
+ 0,5276
3,03 2,57 2,69

C = 6,3197 Kg
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------Ento a quantidade de material necessria ser:

6,319 : 10,817 : 17,137 : 3,33 (em kg)


necessrio corrigir a umidade da areia no momento da confeco do concreto.

Faz-se o ensaio de umidade do agregado mido por meio do frasco Chapman.


Considerando umidade de 5%. Isso significa que do total de areia 5% gua. Ento acrescenta-se 5% na
quantidade de areia e desconta-se essa mesma massa no total de gua a ser adicionada.
Areia = 10,817 + 5% (0,5408Kg) = 11,3578Kg
gua = 3,33 0,5408Kg = 2,7891Kg
Temos ento o trao a ser executado:

6,319 : 11,357 : 17,137 : 2,789 (em kg)


Ajuste de H:
Caso o slump no fique conforme o esperado, faz-se o ajuste de H e tenta-se novamente.

Onde:

Caso o concreto ao fique visualmente com boa coeso, faz-se o ajuste de coeso aumentando-se ou
diminuindo-se o
Para esses ajuste no momento da confeco do concreto deve ser feita uma tabela no Excel
Exemplo:

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------Para transformar para volume basta dividir pelas massas unitrias de cada material
cimeto

Agregado mido

Agregado grado

gua

unitria

1,14

1,45

1,48

Trao em massa

1,7117

2,7117

0,53

/ unitria

0,88

1,18

1,83

0,53

Trao em volume

1,34

2,08

0,60