Você está na página 1de 7
ID: 63300031 25-02-2016 Tiragem: 25000 Pág: 16 País: Portugal Cores: Cor Period.: Semanal Área:

ID: 63300031

25-02-2016
25-02-2016

Tiragem: 25000

Pág: 16

País: Portugal

Cores: Cor

Period.: Semanal

Área: 18,80 x 26,00 cm²

Âmbito: Desporto e Veículos

Corte: 1 de 7

cm² Âmbito: Desporto e Veículos Corte: 1 de 7 CONFRONTO Primeiro híbrido no segmento dos coupés
CONFRONTO Primeiro híbrido no segmento dos coupés será ameaça aos alemães? Apostar na diferenca 1
CONFRONTO
Primeiro híbrido no segmento dos coupés será ameaça aos alemães?
Apostar
na diferenca
1
A agressividade das linhas desportivas do Lexus RC sobrepõem-se à jovial
elegância do Mercedes Classe C Coupé. Mas as performances
da motorização
híbrida subvertem a imagem do automóvel japonês, enquanto a aparência bem
composta do alemão esconde dinamismo genuíno de coupé, ainda que Diesel
y por
RICARDO JORGE COSTA
ID: 63300031 25-02-2016 Tiragem: 25000 Pág: 17 País: Portugal Cores: Cor Period.: Semanal Área:

ID: 63300031

25-02-2016
25-02-2016

Tiragem: 25000

Pág: 17

País: Portugal

Cores: Cor

Period.: Semanal

Área: 18,80 x 26,00 cm²

Âmbito: Desporto e Veículos

Corte: 2 de 7

cm² Âmbito: Desporto e Veículos Corte: 2 de 7 GONÇALO MARTINS - Concorrentes C;;3'4ZI ,
GONÇALO MARTINS - Concorrentes C;;3'4ZI , 'womilleml~emmio LEXUS RC 300h 223 cv 0-100 km/h:8,6 s
GONÇALO MARTINS -
Concorrentes
C;;3'4ZI
,
'womilleml~emmio
LEXUS
RC 300h
223 cv
0-100 km/h:8,6 s
(g' 4,11/100 km
l Desde 49.000 €
MERCEDES-BENZ
C 220 d COUPÉ
(-1-;) 170 cv
0-100 km/h:7,5 s
Q 4,11/100 km
Desde 48.650 €
APERTA-SE o cerco às mar-
cas premium alemãs. A
ameaça i hegemonia ger-
mânica de Mercedes, BMW
e Audi ressurge de velhos
guar Land Rover, vitaminada por gene-
rosos capitais indianos, ou a austera e
confidvel Volvo, rejuvenescida por di-
nheiros chineses, ou ainda a discreta
mas pró-tecnológica Lexus, Os avanços
destes construtores em todos os qua-
drantes que contribuem para a melhoria
dos seus produtos e para a dinamização
. • concorrentes há muito tem-
po arredados do galarim desta indústria,
da vanguarda da tecnologia e da.quaW
dade da oferta que Os têm constrangido
aos olhos dos consumidores e por con-
sequência a ambição ao topo das tabelas
de vendas. São fabricantes de prestígio.
como a elegante e desportiva britânica ja-
da imagem de marca, são indisbutiveis
e impóem cuidados redobrados àqueles
fabricantes de referência alemães para
não perder a preferência e a eonflança dás
clientelas.
Na marca de luxo da Toyota, o canil-
nho é radical e faz-se exclusivamente
com motorizações híbridas. O facilitismo
do engodo dó Diesel foi atirado às mal-
vas. Os japoneses apostam todas as fichas
no rótulo que mais se lhe reconhece: «IA-
xus é híbrido». E não se coíbem de ir à
luta com este género de propulsão (ain-
da) alternatiya em terrenos adversos.
corno ó dos desportivos. Contra os pode-
res instalados. Na classe dos coupés do
segmento D, onde reinam oponentes tão
fortes como os estilizados e estatutários
ID: 63300031 25-02-2016 Tiragem: 25000 Pág: 18 País: Portugal Cores: Cor Period.: Semanal Área:

ID: 63300031

25-02-2016
25-02-2016

Tiragem: 25000

Pág: 18

País: Portugal

Cores: Cor

Period.: Semanal

Área: 18,80 x 26,00 cm²

Âmbito: Desporto e Veículos

Corte: 3 de 7

cm² Âmbito: Desporto e Veículos Corte: 3 de 7 :ONFRONTO À maior potência do módulo híbrido
:ONFRONTO À maior potência do módulo híbrido não correspondem melhores prestaçõ( A regulação que inclui
:ONFRONTO
À maior potência do módulo híbrido não correspondem
melhores prestaçõ(
A regulação que inclui 'leis'
comuns as dos congeneres
LEXUS
se de combustão interna
Ide Eco a Sportl acrescenta-se
RC 300h
o modo 100% eletrico 1EV)
Apesar do rigor e da solidez
inquestionáveis, o 'ambiente'
a bordo do carro japonês
é como a imagem documentai
marcado por 'cinzentismo
Imagem quase normativa
num híbrido: os diversos
fluxos energéticos do sistema
e a carga da bateria podem ser
observados nono monitor central
Mercedes-Benz Classe C Coupé, BMW
Série 4 ou Audi AS, que não se constran-
gem com motores a gasóleo nas gamas,
a Lexus acredita em fazer a diferença
com o vistoso RC em versão híbrida. A
aposta dos nipónicos vai aqui a sufrágio
perante um adversário representativo do
establishment:
o recém-lançado Merce-
des-Benz C 220 d Coupé. Obviamente,
com motor Diesel.
Desportivo sereno é urna expressão
que poderá definir o Lexus RC 300h,
como a constatação do temperamento
que lhe é atribuído pelo agregado de pro-
pulsão híbrida que conjuga motor a ga-
solina de 2,5 litros. 4 cilindros em linha
e injeção direta, com 181 cv e 221 Nm,
com motor elétrico de 143 cv e 300 Nm,
num total de 223 cv. E-lhe indissociável
também o funcionamento pouco escor-
reito da caixa automática de variação
contínua eletronicamente controlada (E-
-CVT) que está acoplada àquele módu-
lo e que faz com a parcimoniosa entre-
ga de energia proveniente da cooperação
entre a unidade térmica e a elétrica se pro-
cesse em antagonismo à forte imagem de
dinamismo do veículo: suavemente. As
acelerações do RC 300h fazem-se espe-
rar e os protocolos inerentes ao funcio-
namento do sistema híbrido tolhem-lhe
a elasticidade que se digne a conotar com
prestações desportivas. Como panaceia
é imperioso selecionar-se o modo despor-
IMAGEM
tivo (Sport) no dispositivo de regulação
do agregado propulsor, que oferece ao
condutor a escolha, ainda, entre os mo-
dos Eco (pura otimização da eficiência do
FULGURANTE;
COMPORTAMENTO
0101~1~.~
RECATADO
consumo), Normal e Snow (para pisos ge-
lados ou muito escorregadios). Com a es-
colha da lei desportiva, o débito de po-
ID: 63300031 25-02-2016 Tiragem: 25000 Pág: 19 País: Portugal Cores: Cor Period.: Semanal Área:

ID: 63300031

25-02-2016
25-02-2016

Tiragem: 25000

Pág: 19

País: Portugal

Cores: Cor

Period.: Semanal

Área: 18,80 x 26,00 cm²

Âmbito: Desporto e Veículos

Corte: 4 de 7

cm² Âmbito: Desporto e Veículos Corte: 4 de 7 •zf tência do motor, a abertura do
•zf tência do motor, a abertura do acelerador e a assistência elétrica da direção ajus-
•zf
tência do motor, a abertura do acelerador
e a assistência elétrica da direção ajus-
tam-se para melhorar a resposta do ace-
lerador e adicionar peso à direção para
urna condução mais dinâmica.
Mas não muito. E menos do que nos
oferece o Classe C Coupé com o conhe-
cido Diesel de quatro cilindros e 2,1 li-
tros, que tão só atinge 170 cv, embora com
hinário máximo superior (400 Nm vs
300 Ni)] com boosi do motor elétrico) e
• •f•tYril
a um regime muito inferior ao do motor
a gasolina do Lexus (1400 vs 4200 rpm).
Acrescente-se ainda um lastro de signi-
ficativos 235 kg ao RC, que mais do que
CbMPROMISSO
ÓTIMO ENTRE
o seu peso nas performances — que se dis-
AGILIDADE
tinguem em ambos os coupés sem dife-
renças cabais — afeta o comportamento
dinâmico, a agilidade. O carro japonês,
apesar do chassis evoluído, sente-se sem-
pre mais duro de rins do que o germâni-
co, cuja desenvoltura beneficia ai mia de
(opcional) suspensão pneumática com
controlo eletrónico e contínuo do amor-
tecimento consoante o tipo de utilização
pretendido entre cinco modos de condu-
ção: Eco, Comfort. Sport, Sport+ e Indi-
vidual.
No RC conte-se com privilégio ao con-
forto, através de uma filtragem referen-
cial das irregularidades do piso. minimi-
zando as vibrações que chegam ao habi-
táculo, onde, no Mercedes, apesar da cor-
reta insonorização, se escuta o ressoar tí-
pico cio motor a gasóleo, mesmo ao ra-
lenti. De qualquer modo, a segunda gera-
ção do C Coupé transporta os elevados
padrões de construção e técnicos do atual
familiar médio da Mercedes, e tem diver-
sos elementos específicos, como os ban-
cos desportivos integrais ou o sistema au-
tomático de avanço dos cintos de
E CONFORTO
mh,
Ergonomia em alta no 'design'
dos bancos dianteiros:
MERCEDES-BENZ
C 220d COUPÉ
confortáveis, revestidos a pele
nobre e proporcionando
—ótima posição de condução
O Classe C Coupé tem um dos
habitáculos mais sofisticados
e 'envolventes' do segmento,
harmonizando alta tecnologia
e qualidade de construção
Motor, suspensão, direção,
climatização e start-stop
segundo os 'modos' Eco,
Comfort, Sport e Sport+
e ainda Individual
ID: 63300031 25-02-2016 Tiragem: 25000 Pág: 20 País: Portugal Cores: Cor Period.: Semanal Área:

ID: 63300031

25-02-2016
25-02-2016

Tiragem: 25000

Pág: 20

País: Portugal

Cores: Cor

Period.: Semanal

Área: 18,80 x 26,00 cm²

Âmbito: Desporto e Veículos

Corte: 5 de 7

cm² Âmbito: Desporto e Veículos Corte: 5 de 7 4 cilindros em linha 2484 cc 'aldeota
4 cilindros em linha 2484 cc 'aldeota a indireta (Mamou) 4 cdindros em linha cc
4 cilindros em linha
2484 cc
'aldeota a indireta (Mamou)
4 cdindros em linha
cc
drretaCil. TGV. Igen:Gela
2143
Distribnicão
2 a.c.c./16 v
2 a.c.c./16
Podada
181 cv/601:10 rpm
170 cvI3000-4200
Medrio
221 Nm/4200-5400 rpm
400 lim/1400-2800rpm
0 MOTOR ELÉTRICO
Too
Elétrico síncrono
Mexia
143
cv
Binário
300
Nas
Bateria (tipo)
Bateria jukegea opinai)
C) MODULO MIEMO
Potincia
Holrelos de niquel metálicos
230.4 V
223 cv
Mário
0 TRANSMISSÃO
Trade
Tomás
Cetra de velocidades
Algankka »ia*CRXIMIB
Traseira
Amematira do 9 vai lronv.bin.)
0 CHASSIS
Avaliação
Suspensão F
Ind. C/ &PIM inimides
&a
MeNedon
SuspendiaT
Trariasviso
Oinces.12:s
Ilimçie/Orirestro de viragem
guisa/11,2 m
Sitrica/11,2
O DISMENSOES E CAPAC10,i;
Y)Mirfi,
Com rAtutrara/Altura
Distância entre eixos
4,8 /I,840/1.395
4.686/1.810/1,405 ri
2,730 m
_234_0 rn
Mala
e_késita de combusavel
340 litros
400 Mine
Pneas
f
66 litros
---41 8::225/45 R18
tatuo
707 - 225/50 1117
Interior
V
V V
Pneus I
18.- 226/45 818
-
7147 - 225/50 R17
Peso
1860 kti
1815-4
Espaço à frente
10
ReinOepeso/pinkncia
8.3 kq/cv
8.5kg/cv
Estaffit. atrás
10
4
O
PRESTAÇOES E CONS.
Qualidade
10
9 10
--Verriresinta
190 km/h 8imodel
8,6 s
4.7 Ilibe km
234
km/li
7,5
anageire
15
9 11
-Ac--81:11:106 km/h
Cessammédio
Emissies de CO2
4,11/100 km
Versatilidade/Funcionalidade
10
4
4
-1118-iikiu
108
g/kin
Acessibilidade
2
2_
0 GARANTIASIMANUT E;•
35
Eis o paradoxo
O SUBTOTAL
60
Mera-mica
Pinara/Corado
Intervalos mire revides
5 uns si limite de km
6/12 anos
36.000 km
2 anos sem limite de km
3/30 anos
25.000 km
que prevalece a este
confronto: a imagem
2a,37
Conforto
Impute de Ululação PUC)
198.20 E
fortemente desportiva
MERCEDES-BENZ
Suspensão
PUXÃO de condução
15
12 10
MEDIÇÕES
LEXUS
do
Lexus RC contrasta
10
8
9
O ACELERACOES
com a sobriedade
0-50 km/h
3.2
2.8s
Ergonomia
10
8
9
das performances
11-100 kadh
0.6
Equipamento
20
18 15
T4100-in
16.2 a
15,53
que the são conferidas
Insonorização
5
5
4
O RECUPERAÇÕES
pelo sistema hibrido;
4610 km/h jDj
',7
3.9
0 5UBTOTAL
60
47
60-100
4.5
35ss
enquanto a jovialidade
80-120 km/h 101
5,6 s
5.4s
discreta das linhas
O
TRAVAGEM
Motor 'Transmissão
do Mercedes C Coupé
1033/50-0 kt1/11
39.1 /9.7 m
3419 ni
CONSUMOS
Conceção/Consburck
5 5
4
O
não denunciam
Cernannoiran
7 1/ 190 km
6,4 1/1001se
20
14 16
(/'"
9421a
11131 km
Acelerações
Recuperações
Velocidade máxima
Caixa de velocidades
o
superior dinamismo
Autismo
20
14 15
5
2
4
EQUIPAMENTO
LEXUS
MERCEDES-BENZ
10
6
8
Airbans letmeit F/T
O SUBTOTAL
60 41 ',"7
.6intaF de redita
Alarme
Controlo da pressão de pneus
ASSISIEfflE dettIn mono
_Assistente de faixa de rodagem
kisa apporriação
Furos !lixem/LED
displey
Travagem mluni6c3
Acesso Mãos-livres
500E
Padc ktiiit Nue MIL)
Pock ksisiFtin 0000 0
Dinâmica
20 14
11
N.
Comportamento
Slll
N/1050 .8 r
1800
Direção
10
8
9
1250
Facilidade de condução
Travagem
10
8
9
Pack AsiaComi Pies (2600 t)
9
10 8
Equipamento de segurança
10
1
8
Ar
condicionado
Bancos em pele
S lautornatice bisou»
_11910ires e aóórórho á (inale)
-----We ier 110f
O SUBTOTAL
60 45
Bluelooth
Caixa automance
Gnose control
Economia
IntenteMlicaues
N/S
SALT
1082
:1!"
Pintura metalizada
Sensores de ctinva/laz
Sensores parque F/I
Sistema de nume°
20
15
16
Cordmmo
• osgt, de raigimes1
amora traseiral_
S/S
Emissões
10
8
8
909 (
2I fe ri -----
Garantia/Manutenção
5
5
4
°atoai
---- 11
Teu da abrir
8
Preço
25
20 18
O PRECO
49.000 €
40.650 €
O SUBTOTAL
60
46
O
UNIDADE ENSAIADA
50.082 € •
53.350
€ -
rod. LeasePlan
TOTAIS
O
RENTING 48 MESES
1060 €
691,73 €
T
V
- Inclui pintura metalizada 11082 €)
300 220
• Inclui Linha Interior AMG (650 Cl, Linha Exterior AMG 11550 €1, Pack Condução
Dinàmica Airmatic 11500 El e pintura metalizada 11000 €1
ID: 63300031 25-02-2016 Tiragem: 25000 Pág: 21 País: Portugal Cores: Cor Period.: Semanal Área:

ID: 63300031

25-02-2016
25-02-2016

Tiragem: 25000

Pág: 21

País: Portugal

Cores: Cor

Period.: Semanal

Área: 18,80 x 26,00 cm²

Âmbito: Desporto e Veículos

Corte: 6 de 7

cm² Âmbito: Desporto e Veículos Corte: 6 de 7 Classifica ão segurança dianteiros (opcional) para
Classifica ão segurança dianteiros (opcional) para facilitar o seu alcance pelos ocupantes dos bancos, uma
Classifica ão
segurança dianteiros (opcional) para
facilitar o seu alcance pelos ocupantes
dos bancos, uma vez que, como é comum
nos coupé, os pilares B estão em posição
muito recuada — e que é um exemplo da
superioridade em ergonomia do carro
alemão comparativamente ao concor-
rente japonês.
Mas não só, a atmosfera a bordo do mo-
delo alemão é mais requintada e aprazí-
vel, com outro nível de conforto e sofis-
ticação. Não se trata de qualidade per-
cetível apenas à vista, mas também ao ta-
to e ainda na tecnologia em benefício
do funcionamento e da utilização do au-
tomóvel, mais intuitiva e clarividente
no Mercedes.
No Lexus, duas cómodas poltronas
dianteiras em posição especialmente ras-
teira obrigam-nos a cair para dentro do
carro. Os dois lugares posteriores são
exíguos, mas sem destoarem do que é ca-
racterístico destes automóveis baixos e
com os lugares da frente muito recuados
para melhor equilibrar a massas sobre os
eixos, e ainda assim mais espaçosos do
que os do Classe C Coupé. Mas a baga-
geira acolhe menos 60 litros do que a do
Mercedes.
Se as prestações (acelerações e reta
mas) aproximadas dos automóveis não
refletem as conceções díspares das mo-
permite percorrer 4 a 5 km a velocida-
des até
65 km/h sem consumo de com-
torizações (híbrido a gasolina vs Diesel),
o consumo também não! Pelo menos,
com otimização da eficiência através de
bustível e emissões zero, e mesmo com
auxilio deste ao motor a gasolina, a pre-
ponderância deste faz aumentar grande-
mente o consumo. E contra um Diesel tão
eficiente como o 4 cilindros da Mercedes,
não há milagres!
condução regrada, em que se atingem va-
lores comedidos com diferenças quase ir-
risórias entre 6,4 1/100 km (no C 220 d
Coupé) e 7 (RC 300h). Todavia, com me-
nos zelo pela economia, aqueles valores
ganham insuspeitas dissemelhanças: en-
quanto o Mercedes fica-se por ainda co-
medidos 7,5 1/100 km, o Lexus dispara
para menos ecológicos 9,5 1/100 km. A
explicação é simples: com pé mais pesa-
do no acelerador do RC 300h invalida-
-se a ação exclusiva do motor elétrico, que
Superioridade do coupé a gasóleo da Mercedes
sobre o congénere híbrido a gasolina da Lexus jus-
o tificada pela maior qualidade, conforto e sofisti-
cação tecnológica do habitáculo; pela vantagem
nas performances e na eficiència do grupo mo.
topropulsor Diesel-caixa automática de 9 veloci-
dades face ao módulo 300h-CVT, e acima de tudo
odinamismo mais consonante com o conceito des-
portivo elegante que prevalece ao formato cou-
pé. Para o diferente Lexus, mérito ao elevado con-
forto de rolamento.
ID: 63300031 25-02-2016 Tiragem: 25000 Pág: 1 País: Portugal Cores: Cor Period.: Semanal Área:

ID: 63300031

25-02-2016
25-02-2016

Tiragem: 25000

Pág: 1

País: Portugal

Cores: Cor

Period.: Semanal

Área: 14,42 x 4,37 cm²

Âmbito: Desporto e Veículos

Corte: 7 de 7

cm² Âmbito: Desporto e Veículos Corte: 7 de 7 • - r • 'i., :aimer Nur,
• - r • 'i., :aimer Nur, 431E, 4 t 170C,v(, arraio- \—) 4, EXUS
• -
r •
'i., :aimer
Nur,
431E,
4
t
170C,v(,
arraio-
\—)
4,
EXUS RC 300h
MERCEDES-RENZ C 220 d COUPÉ