Você está na página 1de 4

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA QUÍMICA

6667 MECÂNICA DOS FLUIDOS I Profa. Caliane Bastos Borba Costa

Lista de Exercícios 1 Conceitos Fundamentais e Estática dos Fluidos (Manometria)

1. O que é pressão de vapor? Como está relacionada á pressão de saturação?

2. Em um sistema de tubulações,a temperatura da água permanece abaixo de 40 ºC. Determine a pressão mínima permissível no sistema para evitar cavitação.

Pressão de vapor da água a várias temperaturas

Temperatura (ºC)

Pressão de vapor (kPa)

-10

0,260

-5

0,403

0

0,611

5

0,872

10

1,23

15

1,71

20

2,34

25

3,17

30

4,25

40

7,38

50

12,35

100

101,3

150

475,8

200

1554

250

3973

300

8581

3. Uma bomba é usada para transportar água para um reservatório mais alto. Se a temperatura da água for de 25 ºC, determine a pressão mais baixa de pode ocorrer na bomba sem cavitação.

4. O que é viscosidade? O que causa nos líquidos e gases? Os líquidos ou os gases têm viscosidade dinâmica maior?

5. Um bloco com dimensões de 50 cm X 30 cm X 20 cm pesando 150 N deve ser

deslocado com velocidade constante de 0,8 m/s em um plano inclinado com coeficiente de atrito de 0,27.

a) Determine a força F que precisa ser aplicada na direção horizontal.

b) Se uma película de óleo de 0,4 mm de espessura com viscosidade dinâmica de 0,012 Pa∙s for aplicada entre o bloco e o plano inclinado, determine o porcentual de redução na força requerido.

determine o porcentual de redução na força requerido. 6. Uma chapa plana fina de dimensões 20

6. Uma chapa plana fina de dimensões 20 cm X 20 cm é puxada horizontalmente com velocidade de 1 m/s sobre uma camada de óleo de 3,6 mm de espessura entre duas chapas planas , uma estacionária e a outra movendo-se com velocidade constante

de 0,3 m/s, como mostrado na figura. A viscosidade dinâmica do óleo é 0,027 Pa∙s. Considerando que a velocidade de cada camada de óleo varie linearmente,

a) trace o perfil de velocidade e determine o ponto em que a velocidade do óleo seja nula.

b) determine a força que precisa ser aplicada sobre a chapa para manter o movimento.

precisa ser aplicada sobre a chapa para manter o movimento. 7. Nutrientes dissolvidos em água são

7. Nutrientes dissolvidos em água são levados para as partes superiores das plantas através de tubos pequenos devido em parte ao efeito capilar. Determine a altura que a solução subirá em uma árvore em um duto de 0,005 mm de diâmetro como resultado do efeito capilar. Trate a solução como água a 20 ºC com ângulo de contato de 15º. Dado: tensão superficial da água a 20ºC no ar a 1 atm e 20ºC vale 0,073 N.m.

8. Alguém diz que a pressão absoluta de um líquido de densidade constante dobra quando a profundidade dobra. Você concorda? Explique.

9. Um manômetro de extremidade fechada e um manômetro de extremidade aberta (ambos de mercúrio) são utilizados para medir a pressão em uma tubulação de gás. A leitura do primeiro é de 1570 mmHg e a do segundo é de 824 mmHg. Calcule as pressões manométrica, absoluta e atmosférica.

10. Um manômetro contendo óleo (= 850 kg/m 3 ) é anexado a um tanque cheio com ar. Se a diferença do nível do óleo entre as duas colunas for de 45 cm e a pressão atmosférica for de 98 kPa, determine a pressão absoluta do ar no tanque.

11. Um manômetro a mercúrio (= 13.600 kg/m 3 ) está conectado a um duto de ar para medir a pressão interna. A diferença nos níveis do manômetro é de 15 mm e a pressão atmosférica é de 100 kPa.

a) Julgando pela figura a seguir, determine se a pressão no duto está acima ou abaixo da pressão atmosférica.

b) Determine a pressão absoluta no duto.

atmosférica. b) Determine a pressão absoluta no duto. 12. Um sistema de alimentação de água por

12. Um sistema de alimentação de água por gravidade é utilizado para alimentar um equipamento de troca de calor.

utilizado para alimentar um equipamento de troca de calor. Para alimentar o trocador, é necessária uma

Para alimentar o trocador, é necessária uma pressão de água na entrada de, no mínimo 30 psig. Qual deve ser a altura mínima necessária (h) de água acima do equipamento?

13. A figura que segue ilustra um manômetro de tubo em “U” acoplado a uma tubulação através da qual escoa água. Na condição mostrada, pergunta-se:

a) Qual o sentido do escoamento da água? Justifique.

b) Qual a diferença de pressão entre A e B (P)?

Dados: h=0,4 m, =1000 kg/m 3 , F =5000 kg/m 3

h=0,4 m,  =1000 kg/m 3 ,  F =5000 kg/m 3 14. Na figura que

14. Na figura que segue, o compartimento A contém um gás de densidade desprezível. Qual a pressão relativa em A?

Dados:

h 1 =12 cm h 2 =15 cm h 3 =10 cm

1 =2 g/cm 3 2 =3 g/cm 3 3 =4 g/cm 3

=2 g/cm 3  2 =3 g/cm 3  3 =4 g/cm 3 15. Calcular a

15. Calcular a leitura do manômetro A da figura que segue.

16. Calcular a altura H do sistema da figura que segue. Dados:  Á g

16. Calcular a altura H do sistema da figura que segue. Dados: Água =1000 kg/m 3 , Hg =13600 kg/m 3 , Óleo =920 kg/m 3

g =13600 kg/m 3 ,  Ó l e o =920 kg/m 3 17. Água doce

17. Água doce e água do mar escoam em tubulações horizontais paralelas que estão conectadas entre si por um manômetro, como mostra a figura. Determine a diferença de pressão entre as duas tubulações. Considere a densidade da água do mar no local como =1035 kg/m 3 . A coluna de ar pode ser ignorada nessa análise?

3 . A coluna de ar pode ser ignorada nessa análise? 18. Repita o problema anterior,

18. Repita o problema anterior, substituindo o ar por óleo cuja densidade relativa é de

0,72.

19. A pressão manométrica do ar no tanque mostrado a seguir é medida como 65 kPa. Determine o valor de h .(Obs: GE na figura é a densidade relativa)

o valor de h .(Obs: GE na figura é a densidade relativa) 20. A diferença de

20. A diferença de pressão entre um tubo de óleo e um tubo de água é medida por um manômetro de fluido duplo, como mostra a figura. Para as alturas de fluido e densidades relativas (GE na figura) dadas, calcule a diferença de pressão

P PB PA .

21. Quando se deseja precisão em medidas de pequenas variações de pressão, utiliza-se um manômetro

21. Quando se deseja precisão em medidas de pequenas variações de pressão, utiliza-se um manômetro de tubo inclinado, conforme mostrado na figura abaixo. Sabendo-se que o fluido manométrico estava, inicialmente, no nível descrito pela linha 0-0’, calcule a diferença de pressão (P 1 -P 2 ) que provocou o deslocamento L no tubo.

Dados:

=30º

a=1 cm 2

A=50 cm 2

=0,8 g/cm 3

L=40 cm

g=9,81 m/s 2

L no tubo. Dados:  =30º a=1 cm 2 A=50 cm 2  =0,8 g/cm 3