Você está na página 1de 9

07/02/2017

Curso Engenharia
Mecânica Geral - Estática

Aula 3
Adição e Subtração de
Vetores Cartesianos

PALAVRAS-CHAVES DESTA AULA:


Vetor Unitário;
Representação de um Vetor Cartesiano;
Ângulos Diretores Coordenados;
Sistemas de Forças Concorrentes;
Exercícios.

1
07/02/2017

Vetor Unitário:

Componentes retangulares de um vetor:

Um vetor A pode ter um, dois ou três componentes ao longo dos eixos de
coordenadas x, y e z.
A quantidade de componentes depende de como o vetor está orientado
em relação a esses eixos.
Sistema de coordenadas utilizando a regra da mão direita.

Decompor em componentes:

A = A´+ AZ A´= AX + AY

Combinando as Equações temos:

A = AX + AY + AZ

2
07/02/2017

Representação de um Vetor Cartesiano:


Um vetor cartesiano é escrito sob a forma de suas componentes
retangulares.
As componentes representam a projeção do vetor em relação aos eixos
de referência.
Quando se escreve um vetor na forma cartesiana suas componentes
ficam separadas em cada um dos eixos e facilita a solução da álgebra
vetorial.

Vetor cartesiano:

Intensidade de um Vetor Cartesiano:

A= A'2 + AZ2 Triângulo retângulo azul.

A' = AX2 + AY2 Triângulo retângulo cinza.

Combinando-se essas equações para eliminar A’, temos:

Módulo do vetor cartesiano:

3
07/02/2017

Ângulos Diretores Coordenados (Direção de um vetor cartesiano):


A orientação de um vetor no espaço é definida pelos ângulos diretores
coordenados α, β, e γ medidos entre a origem do vetor e os eixos positivos
x, y e z. Note que, independentemente da direção de A, cada um desses
ângulos estará entre 00 e 1800.

Cossenos diretores de A.

Determinação dos Ângulos Diretores Coordenados:

Um modo fácil de obter os cossenos diretores é criar um vetor unitário uA na


direção de A. Se A for expresso sob forma de um vetor cartesiano,
A = AX i + AY j + AZ k, então uA terá uma intensidade de um e será
adimensional, desde que A seja dividido pela sua intensidade, ou seja.

A AX A A
uA = = i+ Y j+ Z k
A A A A

4
07/02/2017

Comparando as equações dos Cossenos diretores de A, vemos que as


componentes i, j e k de uA representam os cossenos diretores de A, ou seja,

AX
Sendo: A = AX2 + AY2 + AZ2 cos α = ∴ AX = A ⋅ cos α
A

A 2 = A 2 cos 2 α + A 2 cos 2 β + A 2 cos 2 γ


(
A 2 = A 2 cos 2 α + cos 2 β + cos 2 γ )
cos 2 α + cos 2 β + cos 2 γ = 1

Podemos ver que, se apenas


dois ângulos coordenados
forem conhecidos, o terceiro
pode ser encontrado usando a
equação.

Finalmente, se a intensidade e os ângulos de direção coordenados de A são dados,


A pode ser expresso sob a forma de vetor cartesiano como:
A = Au A
A = A cos α i + A cos β j + A cos γ k
A = Ax i + Ay j + Az k

Algumas vezes, a direção de A pode ser especificada usando dois ângulos, θ e Φ,


como mostra a figura abaixo. As componentes de A podem, então, ser determinadas
aplicando trigonometria, primeiro ao triângulo retângulo azul, o que resulta:
Z
AZ = A cos φ e A' = Asenφ
Agora, aplicando a trigonometria no triângulo verde,
AZ
Ax = A' cosθ = Asenφ ⋅ cosθ ø A
Ay = A' senθ = Asenφ ⋅ senθ
0
AX AY
Logo, A escrito na forma de um vetor cartesiano se torna: Y
θ
X
A = Asenφ cos θ i + Asenφ senθ j + A cos φ k
A’

5
07/02/2017

Adição de vetores cartesianos:

A adição (ou subtração) de dois ou mais vetores é bastante simplificada se


os vetores forem expressos em função de suas componentes cartesianas.
Por exemplo, se A = Ax i +Ay j +Az k e B = Bx i + By j + Bzk (figura), então a
resultante R tem componentes que representam as somas escalares das
componentes i, j, k de A e B, ou seja,

Neste caso, ∑ F ;∑ F ∑ F
x y e z

Representam as somas algébricas dos


respectivos vetores componentes x. y. z ou i, j, k
de cada força do sistema.

Exemplo:

1. Expresse a força F, mostrada na figura abaixo, como um vetor cartesiano.

Resolução

cos 2 α + cos 2 β + cos 2 γ = 1


cos 2 α + cos 2 60 0 + cos 2 450 = 1
cos α = 1 − (0,5) 2 − (0,707) 2 = ±0,5
α = cos −1 (0,5) = 600
α = cos −1 (−0,5) = 1200

Da figura, é necessário que α = 600,


visto que F, está na direção + x.

F = F cos α i + F cos β j + F cos γ k


( ) ( ) ( )
F = 200 cos 600 i + 200 cos 60 0 j + 200 cos 450 k
F = {100,0i + 100,0 j + 141,4k }N

6
07/02/2017

Exercícios para o lar:

1. Determine a intensidade e os ângulos diretores coordenados da força


resultante que atua sobre o anel, conforme mostrado na figura.

Respostas: FR = 191N
α = 74,80
β = 1020
γ = 19,6 0

2. Duas forças atuam sobre o gancho mostrado na figura. Especifique os


ângulos diretores coordenados de F2, de modo que a força resultante FR atue
ao longo do eixo y positivo e tenha intensidade de 800 N.

Respostas:

F1 = (212,2i + 150 j − 150k )N


α 2 = 1080
F2 = (− 212,2i + 650 j + 150k )N β 2 = 21,80
F2 = 700N γ 2 = 77,6 0

7
07/02/2017

3. Determine o ângulo coordenado γ para F2 e depois expresse cada força


que atua sobre o suporte como o vetor cartesiano.

Respostas: F1 = (− 159i + 276 j + 318k )N


F2 = (424i + 300 j − 300k )N
γ = 1200

4. Determine intensidade e os ângulos de direção coordenados da


força,resultante que atua sobre o suporte.

Respostas: FR = 3,768kN
α = 25,50
β = 68,0 0
γ = 77,7 0

8
07/02/2017

5. O eixo S exerce três componentes de força sobre a ferramenta D.


Encontre a intensidade e os ângulos de direção coordenados da força
resultante. A força F2 atua dentro do octante mostrado na figura abaixo.

Respostas: FR = 615 N
α = 26,6 0
β = 85,10
γ = 64,0 0