Você está na página 1de 40

Member of group

edição - 2016

BARRAMENTO BLINDADO
(sistema de linha elétrica pré-fabricada)

tipo POWERTECH compacto - IP55 - IEC 61439-6


Member of group
POWERTECH Member of group

ÍNDICE Pág.
SISTEMA DE LINHAS ELÉTRICAS PRÉ-FABRICADAS - POWERTECH . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 04 e 05
CONFIGURAÇÕES. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 06 e 07
PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS - ALUMÍNIO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 08
PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS - COBRE. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 09
CONEXÃO ENTRE ELEMENTOS PADRONIZADOS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 10
SEQÜÊNCIA DE MONTAGEM - 1 BARRA/FASE - 2 BARRAS/FASE . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 11
ELEMENTOS PADRONIZADOS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 12
ELEMENTO RETO
ELEMENTO RETO DE DISTRIBUIÇÃO PADRONIZADO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 12
ELEMENTO RETO DE DISTRIBUIÇÃO ESPECIAL. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 12
ELEMENTO RETO DE TRANSPORTE . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 13

CANTONAL
CANTONAL HORIZONTAL . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 13
CANTONAL VERTICAL . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 14

DUPLA CURVA
DUPLA CURVA HORIZONTAL . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 14
DUPLA CURVA VERTICAL . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 15
CURVA HORIZONTAL + VERTICAL. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 16
ELEMENTO ‘’T’’
ELEMENTO ‘’T’’ HORIZONTAL . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 17
ELEMENTO ‘’T’’ VERTICAL . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 17

FLANGES
TERMINAL DE CONEXÃO QUADRO/TRANSFORMADOR . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 18
CANTONAL HORIZONTAL + TERMINAL . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 19
CANTONAL VERTICAL + TERMINAL . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 19
DUPLO CANTONAL HORIZONTAL + TERMINAL . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20
DUPLO CANTONAL VERTICAL + TERMINAL . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20
CANTONAL HORIZONTAL +VERTICAL + TERMINAL . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 21
CANTONAL VERTICAL + HORIZONTAL + TERMINAL . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 21
TERMINAL PARALELO PARA TRANSFORMADOR A SECO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 22

COFRES DE DERIVAÇÃO EXTRAÍVEL DO TIPO ‘’PLUG-IN’’

COFRE DE DERIVAÇÃO EXTRAÍVEL DO TIPO ‘’PLUG-IN’’ PADRÃO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 23


COFRE DE DERIVAÇÃO EXTRAÍVEL DO TIPO ‘’PLUG-IN’’ PRÉ-DISPOSTA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 23
COFRE DE DERIVAÇÃO EXTRAÍVEL DO TIPO ‘’PLUG-IN’’ ESPECIAL. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 24
DESENHOS DIMENSIONAIS DOS COFRES ‘’PLUG-IN’’ . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 24

CAIXA DE DERIVAÇÃO FIXAS


CAIXA DE DERIVAÇÃO INTERMEDIÁRIA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 25
CAIXA DE ALIMENTAÇÃO DE LINHA. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 25
DIMENSÕES DA CAIXA DE CAIXA DE ALIMENTAÇÃO DE LINHA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 26
DILATAÇÃO TÉRMICA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 27
TAMPA DE FECHAMENTO DE EXTREMIDADES. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 27
ACESSÓRIOS DE FIXAÇÃO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 27
ACESSÓRIOS DE PROTEÇÃO. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 28
CAIXAS DE PROTEÇÃO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 29
CAIXA DE PROTEÇÃO ANTI-VIBRATÓRIA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 29
APLICAÇÃO EM PRUMADAS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 30 a 32
SUGESTÕES PARA INSTALAÇÕES DOS BARRAMENTOS BLINDADOS. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 33 a 35
RECOMENDAÇÕES GERAIS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 36
CODIFICAÇÃO DOS ELEMENTOS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 37
CRITÉRIOS BÁSICOS PARA O DIMENSIONAMENTO ELÉTRICO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 37
CERTIFICAÇÃO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 38

3
Member of group
POWERTECH

SISTEMA DE LINHAS ELÉTRICAS PRÉ-FABRICADAS - POWERTECH

fig.01

PTA ALUMÍNIO
PTC COBRE

tabela I
Projetado para transportar e distribuir energia elétrica de media e grande capacidade, é Corrente nominal CONDUTOR ATIVO
indicado nas interligações de transformador para quadros elétricos, entre quadros e (A)
geradores, atende a norma IEC 61439-6, e nas versões padronizadas de alumínio e cobre Alumínio Cobre
conduz correntes nominais de 630A a 5000A e 800A a 6300A, respec vamente. 630 *
800 * *
1000 * *
O barramento blindado POWERTECH foi apropriado para receber modificações mesmo
durante sua instalação. Esta solução única permite preparar elementos especiais diretamente 1250 * *
no local da instalação a par r dos elementos retos, reduzindo significa vamente o tempo 1600 * *
empregado e principalmente por viabilizar pequenas alterações decorrentes de projeto. 2000 * *
2500 * *
3200 * *
4000 * *
5000 * *
6300 *
4
POWERTECH Member of group

Desenvolvido para atender as mais exigentes especificações


de projeto, é compacto e de reduzidas perdas elétricas, pois
possui invólucro de liga de alumínio extrusado que permite ao
conjunto acabado elevada resistência mecânica e peso
reduzido, se comparado ao barramento blindado
convencional de estrutura em aço. No interior do involucro
são acondicionadas as barras condutoras isoladas por capas
de filme poliéster do po “DyTerm®” classe térmica “F” que
suporta 155°C, e nos casos especiais onde a temperatura pode
a ngir 180°C poderá ser u lizado classe “H”. As barras
condutoras de alumínio em toda sua extenção são
eletroli camente estanhadas para evitar problemas de
oxidação e garan r excelente condu bilidade nas emendas, já
as barras condutoras de cobre eletroli co de pureza 99,9%
não necessitam desse tratamento, salvo para atendimento
especifico de projeto e nesse caso inclui-se também a
possibilidade do prateamento. O invólucro na versão padrão
recebe acabamento de pintura na cor RAL 7035, a pedido
fig.02
poderá receber pintura de outras cores.

O barramento blindado POWERTECH possui grau de proteção IP55 padronizado, já para os casos de instalação externa é recomendada uma
proteção adicional que o nosso Departamento de Engenharia irá sugerir nesses casos. Sob consulta poderão ser produzidos barramentos
blindados especiais para outros graus de proteção, a ngindo o IP65.

Por todas essas


caracterís cas conferidas
ao barramento blindado
POWERTECH resultam
num excelente
desempenho de
reduzidas perdas
magné cas e valores
mínimos de queda de
tensão, resistência à
corrosão e elevada
velocidade de instalação.

fig.03

5
Member of group
POWERTECH

CONFIGURAÇÕES
Na versão padrão o barramento blindado do po POWERTECH possui neutro e terra de secção igual a das fases, sendo que o condutor de
proteção terra (PE) é a própria carcaça, cuja secção em todos os calibres será no mínimo igual a das fases.

N L1 L2 L3 FE L1 L2 L3

PE
PE

fig.04 fig.05

Configuração de barras Configuração de barras


Código E 3P + N + PE Código T 3P + FE + PE
4 CONDUTORES + PE 4 CONDUTORES + PE

Tanto o neutro como o terra no caso de necessidade, poderá ser acrescido de mais uma barra condutora interna de secção equivalente a 50% ou
100% da fase , totalizando 150% ou 200%. Nos casos onde é solicitada barra de terra adicional interna, esta poderá não ser conectada a carcaça.

FE N L1 L2 L3 FE N L1 L2 L3 N N L1 L2 L3

PE PE PE

fig.06 fig.07 fig.08

Configuração de barras Configuração de barras Configuração de barras


Código I 3P + N + 50%FE + PE Código G 3P + N + FE + PE Código U 3P + 2N + PE
5 CONDUTORES + PE 5 CONDUTORES + PE 5 CONDUTORES + PE

6
POWERTECH Member of group

tabela II
Condutor a vo - Alumínio
Corrente Dimensões (mm)
nominal Calibres Barras
(A) 4 condutores 5 condutores B

630 06 98
800 08 98
1000 10 1 118
barra/

B
B
1250 13 138
fase
1600 16 198
133 139
2000 20 238
2500 25 278

3200 32 363,5

2
barra/
443,5
B

B
4000 40 fase

5000 50 523,5
133 139

tabela III
Condutor a vo - Cobre
Corrente Dimensões (mm)
nominal Calibres Barras
(A) 4 condutores 5 condutores B

800 08 98
1000 10 98
1250 13 1 118
B
B

1600 16 barra/ 138


2000 fase 198
20
133 139
2500 25 238
3200 32 278

4000 40 363,5

2
5000 barra/ 443,5
B
B

50
fase

6300 63 523,5
133 139

Nota: (*) Nos barramentos blindados que contem dois condutores por fase, essas
barras de mesma fase são conectadas em paralelo nos locais de emenda entre dois
elementos por todo percurso da linha elétrica 7
Member of group
POWERTECH

PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS - ALUMÍNIO


tabela IV
Tipo PTA-06 PTA-08 PTA-10 PTA-13 PTA-16 PTA-20 PTA-25 PTA-32 PTA-40 PTA-50

Corrente nominal (A)

(V)

(V)

(Hz)

Condutores ( barras ) 1 1 1 1 1 1 1 2 2 2

(KA)

(KA)

(mΩ/m)

(mΩ/m)

(mΩ/m)

(mΩ/m)

(mm²)

(mm²)

Resistência de Falta R₀ (mΩ/m)

Reatância de Falta X₀ (mΩ/m)

Impedância de Falta Z₀ (mΩ/m)

[V/m/A]10-⁶ cosϕ = 0,92 98,36 78,72 64,27 49,25 36,74 29,69 22,63 18,31 15,58 10,92

(Kg/m)

L x M (mm) 133x137

Corrente admissível em 35°C 40°C 45C° 50C° 55C° 60C°


função da temperatura, Fator ‘’F’’
referência 40°C 1,06 1 0,96 0,84 0,75 0,60

8
POWERTECH Member of group

PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS - COBRE


tabela V
Tipo PTC-08 PTC-10 PTC-13 PTC-16 PTC-20 PTC-25 PTC-32 PTC-40 PTC-50 PTC-63

(A)

(V)

(V)

(Hz)

Condutores ( barras ) 1 1 1 1 1 1 1 2 2 2

(KA)

(KA)

(mΩ/m)

(mΩ/m)

(mΩ/m)

(mΩ/m)

(mm²)

(mm²)

Resistência de Falta R₀ (mΩ/m)

Reatância de Falta X₀ (mΩ/m)

Impedância de Falta Z₀ (mΩ/m)

[V/m/A]10-⁶ cosϕ = 0,92 49,02 49,69 40,83 29,00 25,70 37,10 30,51 26,53 21,54 17,35

(Kg/m)

L x M (mm)

Corrente admissível em 35°C 40°C 45C° 50C° 55C° 60C°


função da temperatura, Fator ‘’F’’
referência 40°C 1,06 1 0,96 0,84 0,75 0,60

9
Member of group
POWERTECH

CONEXÃO ENTRE ELEMENTOS PADRONIZADOS


A conexão elétrica e mecânica entre dois elementos é realizada através do sistema
“monobloco”, que u liza um ou mais parafusos (dependendo da corrente nonimal) de fixação
com as barras condutoras. Esse parafuso de fixação possue cabeça sextavada (porca) que se
rompe quando se a nge o ajuste ideal (aproximadamente 75N/m), restando outra que
permanecerá disponível para
atender futuras operações, não
havendo a necessidade da
u l i za ç ã o d e fe r ra m e n ta s
especiais como, por exemplo, do
torquimetro para efetuar a
conexão entre elementos. A
execução de uma emenda no
sistema “monobloco” é, fig.10
portanto rápida e de facil
conclusão.

Nota: Todo elemento é acompanhado do respec vo monobloco,


fig.09
porém o monobloco é embalado individualmente.
tabela VI
Monobloco para Alumínio / Cobre
Alumínio Cobre Torque
Calibre Calibre Tipo
I (A) I (A) N/m
06 630 08 800
08 800 10 1000
10 1000 13 1250 75 / 80

13 1250 16 1600

16 1600 20 2000
75 / 80
20 2000 25 2500

25 2500 32 3200 75 / 80

32 3200 40 4000

75 / 80

40 4000 50 5000

50 5000 63 6300 75 / 80

10
POWERTECH Member of group

SEQÜÊNCIA DE MONTAGEM - 1BARRA/FASE


fig.11 fig.12

1 2
fig.13 fig.14

3 4
2 BARRAS/FASE
fig.15 fig.16

1 2
fig.17 fig.18

3 4
11
Member of group
POWERTECH

ELEMENTOS PADRONIZADOS
ELEMENTO RETO DE DISTRIBUIÇÃO PADRONIZADO

Pode ser u lizado nas posições ver cal ou horizontal. Padronizado possui derivações/lado,
ou de ambos os lados, para conexão com cofre Plug-in (vide págs. 23 e 24).

fig.19

Passo Passo Passo Passo


comprimento (mm)
fig.20

tabela VII (Padrão)


Nº DE SAÍDAS DE DERIVAÇÃO
Código comprimento (mm)
Lado A Lado B Passo
SP11 2950 3 725 - 750 - 750 - 725
SP21 2950 3 3 725 - 750 - 750 - 725
SP16 2400 2 1000 - 1000 - 400

ELEMENTO RETO DE DISTRIBUIÇÃO ESPECIAL


De acordo com a necessidade de projeto pode variar o comprimento e o número de saídas para derivação, (vide tabela VIII).

tabela VIII (Especial)


Nº DE SAÍDAS DE DERIVAÇÃO
Código comprimento (mm)
Lado A Lado B Passo
SP12 < 2950 3 Especial
SP13 < 2950 2 Especial
SP14 < 2950 1 Especial
SP15 < 2950 4 Especial
SP22 < 2950 3 3 Especial
SP23 < 2950 2 2 Especial
SP24 < 2950 1 1 Especial
SP25 < 2950 4 4 Especial

12
POWERTECH Member of group

ELEMENTO RETO DE TRANSORTE


Pode ser u lizado nas posições ver cal ou horizontal, não contem saídas para derivação, e
seu comprimento pode ser variável (especial) ou fixo em 2.950mm (padrão), (vide tabela IX).

fig.21

tabela IX

Código comprimento (mm) Tipo

SEF 1 3000 Padrão


SEF 2 < 3000 Especial

fig.22
min. 500 / max. 3000

CANTONAL
Elemento que permite mudança de direção de 90º

Cantonal horizontal (barras condutoras na posição ver cal)

B
fig.24

tabela X (Horizontal padronizado)


DIMENSÕES
Código Tipo
A B
HEL 1 1 250 250
HEL 2 2 749 749
Nota: As dimensões A e B atendem todos os calibres.
A

tabela XI (Horizontal especial)


DIMENSÕES
Código Tipo
A B
HEL 3 1 < 749 < 749
fig.23 HEL 4 2 < 749 < 749
Nota: As dimensões A e B atendem todos os calibres.
13
Member of group
POWERTECH

Cantonal ver cal (barras condutoras na posição horizontal).

fig.25 fig.26

tabela XII (Ver cal padrão) tabela XIII (Ver cal especial)
Calibre DIMENSÕES Calibre DIMENSÕES
Código Código
Alumínio Cobre A=B Alumínio Cobre A=B
06 230 06 729
08 240 08 739
10 250 10 749
16 280 16 779
VEL 1 20 300 VEL 2 20 799
25 320 25 819
32 40 370 32 40 869
40 50 410 40 50 909
50 63 450 50 63 949
Nota: As dimensões A e B atendem todos os calibres. Nota: As dimensões A e B atendem todos os calibres.

Dupla Curva horizontal


Elemento que permite duas curvas no sen do de direção, como demonstra o desenho.

C fig.27 fig.28

tabela XIV (DHE 1 - padrão) tabela XV (DHE 2 - especial)


DIMENSÕES (mm) DIMENSÕES máximas (mm)
Código Calibres Código Calibres
A B C A B C
( ) ( )
DHE1
* 250 70 250 DHE2
* 749 449 749
Nota: (* ) Este elemento atende todas os calibres com Nota: (* ) Este elemento atende todas os calibres
14 as mesmas dimensões. com as mesmas dimensões proporcionais.
POWERTECH Member of group

Dupla curva ver cal - padrão - DVE 1


Dupla curva ver cal - especial - DVE 2.

fig.29

C
fig.30

tabela XVI - (DVE 1) tabela XVII - (DVE 2)


Calibre DIMENSÕES (mm) Calibre DIMENSÕES máximas (mm)
Código Código
Alumínio Cobre A=C B Alumínio Cobre A=C B
06 230 80 06 729 459
08 240 80 08 739 479
10 250 80 10 749 499
16 280 80 16 779 559
DVE1 20 300 80 DVE2 20 799 599
25 320 80 25 819 639
32 40 370 80 32 40 869 739
40 50 410 80 40 50 909 819
50 63 450 80 50 63 949 899
15
Member of group
POWERTECH

Curva horizontal + ver cal


Elemento que permite realizar uma curva na direção horizontal e uma outra na direção ver cal.

fig.31

tabela XVIII - (padrão)


Calibre DIMENSÕES (mm)
Código
C Alumínio Cobre A B C
06 250 180 230
08 250 190 240
10 250 200 250
16 250 230 280
HVE1 20 250 250 300
25 250 270 320
fig.32 32 40 250 315 370
40 50 250 355 410
B 50 63 250 395 450

tabela XIX - (especial)


Calibre DIMENSÕES máximas (mm)
Código
Alumínio Cobre A B C
A 06 749 479 729
08 749 489 739
10 749 499 749
16 749 529 779
fig.33
HVE2 20 749 549 799
25 749 569 819
32 40 749 610 869
40 50 749 659 909
50 63 749 699 949

16
POWERTECH Member of group

Elemento ‘’T’’ que permite derivação de uma segunda linha, tanto na horizontal como na ver cal e de mesma capacidade.
H + 2E A
Elemento ‘’T’’ horizontal.
E H E B

D
F
C

fig.35

fig.36
tabela XX - (padrão)
Alumínio Cobre DIMENSÕES (mm)
Código Calibres
(A)
Calibres
(A) H A B C D E F
06/08 630/800 08/10 800/1000 97
10 1000 13 1250 117
1000 600 500 450 91,6 233,5
13 1250 16 1600 137
16 1600 20 2000 197
HTE1 20 2000 25 2500 237

25 2500 32 3200 277


32 3200 40 4000 362,5 1200 800 600 550 91,35 333,5
40 4000 50 5000 442,5
50 5000 63 6300 522,5

Elemento ‘’T’’ Ver cal


.

fig.38

tabela XXI - (padrão) tabela XXII - (especial)


DIMENSÕES DIMENSÕES
Calibre Calibre
Código padronizadas Código máximas
Alumínio Cobre A = B = C (mm) Alumínio Cobre A = B = C (mm)
fig.37
06 230 06 729
08 240 08 739
10 250 10 749
16 280 16 779
VTE1 20 300 VTE2 20 799
25 320 25 819
32 40 370 32 40 869
40 50 410 40 50 909
50 63 450 50 63 949
17
Member of group
POWERTECH

FLANGES
Terminal de conexão (flange) a quadro/transformador.
.

A
H
fig.39
100 100 100 fig.40

tabela XXIII (Padrão) tabela XXIV (Especial)


DIMENSÕES (mm) DIMENSÕES (mm)
Código Calibres Código Calibres
A=H A H
TST1 ( ) TST2 ( )
* 200
* 699 200
Nota:( *) Atende todas os calibres. Nota: (* ) Atende todas os calibres.
tabela XXV
condutor condutor condutor
Calibre Calibre Calibre
Alumínio (A) Cobre (A) Alumínio (A) Cobre (A) Alumínio (A) Cobre (A)
B60 630/800 800/1000 B160 1600 2000 2B160 3200 4000

50 50 30 50 50 65,5 50 50 30
15x20 15x20
50 50 50
15x20
30
30 30
25

160 160
25

25

5,5
60 160
condutor condutor condutor
Calibre Calibre Calibre
Alumínio (A) Cobre (A) Alumínio (A) Cobre (A) Alumínio (A) Cobre (A)
B80 1000 1250 B200 2000 2500 2B200 4000 5000

50 50 50 50 25 50 50 50 55,5 50 50 50 25
15x20 15x20
50

50 50 15x20
15 15 25 25
25
25

25

200 5,5 200


80 200
condutor condutor condutor
Calibre Calibre Calibre
Alumínio (A) Cobre (A) Alumínio (A) Cobre (A) Alumínio (A) Cobre (A)
B100 1250 1600 B240 2500 3200 2B240 5000 6300

50 15x20
60 60 60 30 60 60 60 65,5 60 60 60 30
15x20
50 50 50
15x20
25 25 30 30
25

25

240 5,5 240


100 240
10
10

10

Ø6 Ø6 Ø6
145
145

145

145
455
145

145

145
145

145

100 100 180 180 151,25 151,25 151,25 151,25


10
10

10

10 240 10 380 10 625


18 10 10 10
POWERTECH Member of group

CANTONAL HORIZONTAL + TERMINAL (FLANGE)


Terminal de conexão (flange) a quadro ou transformador provido de cantonal horizontal.
. A

fig.41 fig.42

tabela XXVI - (padrão) tabela XXVII - (Especial)


DIMENSÕES (mm) DIMENSÕES máximas (mm)
Código Calibres Código Calibres
A B H A B H
HET1 ( ) 250 180 200 HET2 ( ) 749 449 200
* *
Nota: (* ) Atende todas os calibres. Nota: (* ) Atende todas os calibres.

CANTONAL VERTICAL + TERMINAL (FLANGE)


Terminal de conexão (flange) a quadro ou transformador provido de cantonal Ver cal.
.

fig.43 fig.44

tabela XXVIII - (padrão) tabela XXIX - (especial)


Calibre DIMENSÕES (mm) Calibre DIMENSÕES máximas (mm)
Código Código
Alumínio Cobre A B H Alumínio Cobre A B H
06 230 100 06 729 429
08 240 110 08 739 439
10 250 120 10 749 449
16 280 150 16 779 479
VET1 20 300 170 200 VET2 20 799 499 200
25 320 190 25 819 519
32 40 370 235 32 40 869 569
40 50 410 275 40 50 909 609
50 63 450 315 50 63 949 649
19
Member of group
POWERTECH

DUPLO CANTONAL HORIZONTAL + TERMINAL (FLANGE)


Terminal de conexão (flange) a quadro ou transformador provido de duplo cantonal horizontal.
B

fig.46

fig.45

tabela XXX - (padrão) - po DHT1 tabela XXXI - (padrão) - po DHT2


DIMENSÕES (mm) DIMENSÕES (mm)
Código Calibres Código Calibres
A B C H A B C H
DHT1 ( ) 250 70 180 200 DHT2 ( ) 749 499 429 200
* *
Nota: (* ) Atende todas os calibres. Nota: (* ) Atende todas os calibres.
DUPLO CANTONAL VERTICAL + TERMINAL (FLANGE)
Terminal de conexão (flange) a quadro ou transformador provido de duplo cantonal ver cal.
.

fig.48

fig.47

tabela XXXII - (padrão) - po VET1 tabela XXXIII - (padrão) - po VET2


Calibre DIMENSÕES (mm) Calibre DIMENSÕES (mm)
Código Código
Alumínio Cobre A B C H Alumínio Cobre A B C H
06 230 100 06 729 459 429
08 240 110 08 739 479 439
10 250 120 10 749 499 449
16 280 150 16 779 559 479
VET1 20 300 80 170 200 VET2 20 799 599 499 200
25 320 190 25 819 639 519
32 40 370 235 32 40 869 739 569
40 50 410 275 40 50 909 819 609
50 63 450 315 50 63 949 899 649
20
POWERTECH Member of group

CANTONAL HORIZONTAL + VERTICAL + TERMINAL (FLANGE)


Terminal de conexão (flange) a quadro ou transformador provido de cantonal horizontal + ver cal.

A
H

fig.51
fig.49 fig.50
B
tabela XXXIV - (padrão) - po HVT1 tabela XXXV - (padrão) - po HVT2
Calibre DIMENSÕES (mm) Calibre DIMENSÕES (mm)
Código Código
Alumínio Cobre A B C H Alumínio Cobre A B C H
06 180 100 06 479 429
08 190 110 08 489 439
10 200 120 10 499 449
16 230 150 16 529 479
HVT1 20 250 250 170 200 HVT2 20 749 549 499 200
25 270 190 25 569 519
32 40 315 235 32 40 619 569
40 50 355 275 40 50 659 609
50 63 395 315 50 63 699 649

CANTONAL VERTICAL + HORIZONTAL + TERMINAL (FLANGE)


Terminal de conexão (flange) a quadro ou transformador provido de cantonal ver cal + horizontal.
.

fig.54
fig.52 fig.53

tabela XXXVI - (padrão) - po VHT1 tabela XXXVII - (padrão) - po VHT2


Calibre DIMENSÕES (mm) Calibre DIMENSÕES (mm)
Código Código
Alumínio Cobre A B C H Alumínio Cobre A B C H
06 230 180 06 729 479
08 240 190 08 739 489
10 250 200 10 749 499
16 280 230 16 779 529
VHT1 20 300 250 180 200 VHT2 20 799 549 449 200
25 320 270 25 819 569
32 40 370 315 32 40 869 619
40 50 410 355 40 50 909 659
50 63 450 395 50 63 949 699
21
Member of group
POWERTECH

TERMINAL (FLANGE) PARALELO PARA TRANSFORMADOR A SECO


Terminal (flange) paralelo para conexão a quadro ou transformador.
Este elemento é projetado pelo departamento de engenharia com base nas condições de u lização.

fig.55

Tabela XXXVIII
Tipo
Código
A
TPP 1
*
TPP 2
*
Nota: (* ) Atende todas os calibres.

22
POWERTECH Member of group

COFRES DE DERIVAÇÃO EXTRAÍVEL DO TIPO “PLUG-IN”

Os cofres de derivação extraíveis do po POWERTECH foram projetados para serem instalados em plena segurança mesmo com o barramento
blindado sobtensão; possuem também um disposi vo de segurança que interrompe o fornecimento de energia elétrica no caso da abertura da
tampa frontal.
Permite sua u lização em espaços reduzidos e nas situações em que o operador dispõe de pouco espaço para manobrar. O sistema de
acoplamento é simples e rápido, pois não u liza parafusos de fixação, tornando possível derivar de forma extraível circuitos de 32 a 630A.

COFRE DE DERIVAÇÃO EXTRAÍVEL DO TIPO ‘’PLUG-IN’’ - PADRÃO


Neste caso o cofre “Plug-in” padrão é provido de seccionadora + base tabela XXXIX
fusível já condicionado no interior do cofre, vide tabela XXXIX abaixo. FUSÍVEIS
In (A) Código BOX*
DIN NHOC Tamanho

32 TCD 1 6-10-16-20-25 e 30 00 400

63 TCD 2 6-10-16-20-25-36-50 e 63 00 500

6-10-16-20-25-36-50-63-80
125 TCD 3 100 e 125
00 500

30-50-63-80-100-125
160 TCD 4 e 160
0/1 500

30-50-63-80-100-125-160
250 TCD 5 200-225 e 250
1/2 600

315 TCD 6 200-225-250-300 e 315 2 600

200-225-250-300-315
fig.56 400 TCD 7 350 e 400
2/3 700

630 TCD 8 400-425-500-600 e 630 3 700

Nota: ( )Vide desenho de dimensionais na pág. xy.


*

COFRE DE DERIVAÇÃO EXTRAÍVEL DO TIPO “PLUG-IN” – PRÉ-DISPOSTA


Esse po de cofre “Plu-in” é fornecido pré-disposto para receber disjuntores de caixa moldada dos fabricantes: ABB; SCHNEIDER; LEGRAND e
SIEMENS. Para maiores detalhes entre em contato com o nosso Departamento de Engenharia.

tabela XL tabela XLI


DISJUNTOR DISJUNTOR
Código TIPO / FABRICANTE
(A) Código TIPO / FABRICANTE
(A)

TCP 1 DPX³ 160 LEGRAND 16 - 160 TCL 1 3VL1 SIEMENS 16 - 160


TCP 2 DPX³ 250⁽¹⁾ LEGRAND 100 - 250 TCL 2 3VL2 SIEMENS 40 - 250
TCP 3 DPX³ 250⁽²⁾ LEGRAND 40 - 250 TCL 3 3VL3 SIEMENS 160 - 250
TCP 4 DPX³ 630⁽¹⁾ LEGRAND 250 - 630 TCL 4 3VL4 SIEMENS 250 - 400
TCP 5 DPX³ 630⁽²⁾ LEGRAND 250 - 630 TCL 5 3VL5 SIEMENS 400 - 630
Nota: (1) Termomagné co;
(2) Eletrônico.

tabela XLII tabela XLIII


DISJUNTOR DISJUNTOR
Código (A) Código TIPO / FABRICANTE
(A)
TIPO / FABRICANTE

TCT 1 ou TCX 1 Tmax T1 ou Tmax XT1 - ABB SAGE 16 - 160 TCN 1 ou TCY 1 NS ou NSX SCHNEIDER 16 - 100
TCT 2 ou TCX 2 Tmax T3 ou Tmax XT3 - ABB SAGE 63 - 320 TCN 2 ou TCY 2 NS ou NSX SCHNEIDER 40 - 160
TCT 3 ou TCX 3 Tmax T4 ou Tmax XT4 - ABB SAGE 250 - 320 TCN 3 ou TCY 3 NS ou NSX SCHNEIDER 100 - 250
TCT 4 ou TCX 4 Tmax T5 ou Tmax XT5 - ABB SAGE 400 - 630 TCN 4 ou TCY 4 NS ou NSX SCHNEIDER 250 - 400
TCN 5 ou TCY 5 NS ou NSX SCHNEIDER 400 - 630
23
Member of group
POWERTECH

COFRE DE DERIVAÇÃO EXTRAÍVEL DO TIPO “PLUG-IN” – ESPECIAL


Este po de cofre “Plug-in” esta apropriado para receber seccionadores e disjuntores de qualquer fabricante. Para maiores detalhes entre em
contato com o nosso Departamento de Engenharia.

tabela XLIV - (Especial a pedido)

Código In (A)

TCS 1 32

TCS 2 63
TCS 3 160
TCS 4 250
TCS 5 315
TCS 6 400
TCS 7 630
Nota:
O dimensionamento do disjuntor caixa moldada é
realizado pelo nosso Departamento de Engenharia,
obervando que no interior do cofre de derivação
fig.57 “plug-in” a temperatura de operação não poderá
ser superior a 70ºC.

DESENHOS DIMENSIONAIS DOS COFRES DE DERIVAÇÃO EXTRAÍVEIS DO TIPO “PLUG-IN”

b c
fig.58

B
tabela XLV
DIMENSÕES (mm)
Calibre COFRE
a b c

L 400 400 280 171,5

L 500 500 320 211,5 A


a
L 600 600 400 251,5

c
L 700 700 500 300 B
b fig.59

24
POWERTECH Member of group

CAIXAS DE DERIVAÇÃO FIXAS


Havendo necessidade de derivações superiores a 630A, será u lizada caixa de
derivação fixa, que a nge até 1600A. Essas caixas são conectadas elétricamente
sobre a emendas entre elementos, portanto, não será necessário o elemento
dispor de saida para derivação. A proteção para o circuito derivado poderá ser
feita através de seciondores + base fusíveis ou ainda por disjuntores caixa
moldada.

Para o correto dimensionamento e conexão da caixa com a linha elétrica, deverá


ser fornecida a corrente nominal dessa derivação, lembrando que essa operação
so poderá ser realizada com o barramento blindado desenergizado.
Essas caixas de derivação são pré-dispostas para receber cabos elétricos de
alimentação para o então circuito derivado.
A pedido, e nos casos de necessidade, poderá ser fornecida caixa de derivação
fixa para correntes nominais de 63 a 630A, as dimensões são proporcionais a
variação da corrente, consulte nosso Departamento de Engenharia.
Recebe tratamento de pintura na cor cinza RAL 7037. fig.60

CAIXA DE DERIVAÇÃO INTERMEDIÁRIA


Necessária para redução de calibre, possibilitando a proteção necessária por
seccioadora + base fusível ou ainda disjuntor caixa moldada.
Recebe tratamento de pintura na cor cinza RAL 7037.

fig.61

CAIXA DE ALIMENTAÇÃO DE LINHA


U lizada com a finalidade de derivar do circuito principal através de cabos na extremidade da linha. Opcionalmente essas caixas podem ser
providas de proteção seja através de seccionadora + base fusíveis ou ainda disjuntor caixa moldada.
Recebe tratamento de pintura na cor cinza RAL 7037.

tabela XLVI
CALIBRES
fig.62
Código Tipo 06 - 08
e 16
16 - 20
e 25
32 - 40 - 50
e 63

I II III
FED 1 1
FED 2 2
FVR 1* 1
FVR 2* 2
Nota: (1) Padrão FVR 3* 1
(2) Especial FVR 4* 2
fig.63 (*) Barras ver cais.
25
Member of group
POWERTECH
B60 / B80 / B100

200
200

750
415

B160 / B200 / B240


200
340

750

415

600
2B160 / 2B200 / 2B240
200
750
585

415 700
26
POWERTECH Member of group

DILATAÇÃO TÉMICA
É u lizado para absorver as variações lineares do comprimento da linha elétrica, gerada pelas dilatações térmicas do conjunto de elementos. É
recomendada sua aplicação nos trechos superiores a 30 metros, sua corrente nominal I(A) e demais carateris cas técnicas correspondem com
as dos elementos da linha elétrica considerada.
tabela XLVII

Alumínio Cobre
Código
Calibres I (A) Barra/fase Calibres I (A) Barra/fase

06/08 630/800 1 08/10 800/1000 1


10 1000 1 13 1250 1
13 1250 1 16 1600 1
16 1600 1 20 2000 1
DTM1 20 2000 1 25 2500 1
25 2500 1 32 3200 1
32 3200 2 40 4000 2
40 4000 2 50 5000 2
50 5000 2 63 6300 2 fig.64

TAMPA DE FECHAMENTO DE EXTREMIDADE


É necessária para o encerramento da linha elétrica.

tabela XLVIII
Largura(mm)
Alumínio Cobre Altura
Código Barras
(mm)
Calibres I (A) Barra/fase Calibres I (A) Barra/fase 4 5
06/08 630/800 1 08/10 800/1000 1 133 139 98
10 1000 1 13 1250 1 133 139 118
13 1250 1 16 1600 1 133 139 138
16 1600 1 20 2000 1 133 139 198
ECO1 20 2000 1 25 2500 1 133 139 238
25 2500 1 32 3200 1 133 139 278
fig.65 32 3200 2 40 4000 2 133 139 363,5
40 4000 2 50 5000 2 133 139 443,5
50 5000 2 63 6300 2 133 139 523,5

ACESSÓRIOS
DISPOSITIVOS DE FIXAÇÃO

fig.66

fig.67
fig.68

Suporte universal Suporte de alinhamento ver cal Suporte de pressão ver cal
Código FIUS Código FVA1 Código FVS1
27
Member of group
POWERTECH

ACESSÓRIOS DE PROTEÇÃO
CONEXÃO A QUADRO ELÉTRICO

Código SWCO

CONEXÃO A TRANSFORMADOR A SECO

Código TRRC

fig.69

CONEXÃO A TRANSFORMADOR A ÓLEO

Código TROC

fig.70

BARRAS PROLONGADORAS “I” PARA TRANSFORMADOR

Código EXTI

fig.71
BARRAS PROLONGADORAS “L” PARA TRANSFORMADOR

Código EXTL

fig.72

PROLONGADOR FLEXÍVEL

Código FLXJ

fig.73

28
POWERTECH Member of group

CAIXAS DE PROTEÇÃO
Disponíveis para todas as correntes nominais.

Código PRB1

fig.74

CAIXA DE PROTEÇÃO ANTIVIBRATÓRIA


É u lizada para amortecer as vibrações.

Código AVIB

fig.75

29
Member of group
POWERTECH
APLICAÇÃO EM PRUMADAS
Na figura 79 é apresentada a aplicação de Barramentos Blindados em instalações ver cais. O Barramento Blindado transporta a energia
elétrica aos andares da edificação onde então é medida e distribuída para as unidades consumidoras.

Andares contendo até 2 unidades consumidoras

fig.76
Detalhe interno da
caixa de medição

fig.77

As caixas de medição são padronizadas segundo normas e critérios


das concessionárias distribuidoras de energia. Podem ser
acopladas diretamente ao barramento blindado vide fig. 77, ou
ainda alimentadas por cofre “plug-in” conectado ao barramento
blindado, vide fig 78, neste caso a caixa de medição será fixa em
alvenaria próxima ao barramento.

fig.78
fig.79
30
POWERTECH Member of group

Contendo 4 medidores

Caixa de medição Caixa de medição fixa em alvenaria alimentada por cofre ‘’Plug-in’’
acoplada ao Barramento Blindado. conectada ao Barramento Blindado.

fig.80 fig.81

Contendo 6 medidores

Caixa de medição Caixa de medição fixa em alvenaria alimentada por cofre ‘’Plug-in’’
acoplada ao Barramento Blindado. conectada ao Barramento Blindado.

fig.82 fig.83

31
Member of group
POWERTECH

Contendo 9 medidores
Caixa de medição fixa em alvenaria alimentada por cofre ‘’Plug-in’’ conectada ao Barramento Blindado.

fig.84

Contendo 12 medidores
Caixa de medição fixa em alvenaria alimentada por cofre ‘’Plug-in’’ conectada ao Barramento Blindado.

fig.85
32
POWERTECH Member of group

SUGESTÕES PARA INSTALAÇÕES DOS BARRAMENTOS BLINDADOS


Horizontal suspenso apoiado sob travessa fixa no teto

300
fig.87

fig.86

Duplo horizontal

300
300

fig.88 fig.89

Duplo horizontal suspenso, apoiado sob travessa fixa no teto.


300

300

fig. 91

fig.90
33
Member of group
POWERTECH

Horizontal, apoiado sob travessa do po ‘’mão francesa’’, fixa na parede

150mm

fig.93
fig. 92

Ver cal, apoiado sob travessa do po ‘’mão francesa’’, fixa na parede

150mm

fig.95
fig.94

34
POWERTECH Member of group

Montagem ver cal na prumada - suporte do po - FVA1

fig.96

35
Member of group
POWERTECH

RECOMENDAÇÕES GERAIS
1 Observar atentamente a compatibilidade entre o grau de proteção IP 55 5 Nos locais onde haja trânsito ou circulação de pessoas, como é o caso das garagens
característico do Barramento Blindado POWERTECH, com as condições de em subsolo, utilizar sinalização indicativa e grau de proteção adequado;
funcionamento do local onde será instalado, lembrando, ainda, que deverá
receber ventilação natural ao longo do trajeto de toda extensão da instalação. Em
caso de dúvida, consulte nosso Departamento de Engenharia;

Member of group

DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA

6 Certifique-se, com o auxílio de um nível de prumo, que em toda extensão por onde
o Barramento Blindado está instalado, o nível está devidamente zerado, seja na
instalação horizontal como na vertical;

2 Dimensionar a linha elétrica (Barramento Blindado) dentro dos critérios contidos


neste catálogo, de norma de fabricação IEC 61439-6, de norma de instalação de
linhas elétricas pré-fabricadas ABNT NBR 16019, e da norma de instalações de
baixa tensão ABNT NBR 5410;

7 Não é recomendado:
a) O lançamento de fios ou cabos de energia elétrica sobre o Barramento
Blindado;
ABNT ABNT b) A colocação ou instalação de equipamentos ou objetos apoiados sobre o
NBR NBR IEC Barramento Blindado;
c) Utilizar o Barramento Blindado como apoio ou escoramento;
16019 5410 61439-6 d) A instalação do Barramento Blindado em locais sujeitos a inundações.

3 Mesmo em ambiente interno ou abrigado, mas excessivamente agressivo, seja


por alto teor de salinidade, umidade ou pela presença constante de gases
inflamáveis, consultar nosso Departamento de Engenharia;

Member of group

DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA

4 Prever espaço e condições para uma substituição de emergência, de algum 8 MANUTENÇÃO/CONSERVAÇÃO. Por se tratar de um equipamento estático, são
elemento que por ventura venha a sofrer um dano irreparável; muito restritas, consulte nosso MANUAL DE INSTALAÇÃO, ENTRADA EM
OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO DE BARRAMENTOS BLINDADOS.

Member of group

MANUAL
DE
INSTALAÇÃO
MANUAL DE INSTRUÇÃO
DE
INSTALAÇÃO, ENTRADA
EM OPERAÇÃO
E
MANUTENÇÃO DE
BARRAMENTO BLINDADO

TIPO POWERTECH
edição - maio 2016

36
POWERTECH Member of group

CODIFICAÇÃO DOS ELEMENTOS

P T
Barramento Configuração
de barras
Condutor ALUMÍNIO COBRE
a vo A C Elemento
Corrente
tabela XLIX nominal
Configuração de barras
PTA - 13 SP11 G
Tipo P N FE barras E x . : B a r ra m e nto B l i n d a d o d e b a r ra s
condutoras de alumínio, de corrente
E 3 1 4 nominal de 1250A, elemento re líneo
G 3 1 1 5 de comprimento de 2950mm contendo
I 3 1 ⁄ 4,5 3 tomadas para alimentação de cofre
P l u g - i n s o m e n t e d e u m l a d o, e
T 3 1 4 possuindo 3 fases, mais neutro e barra
U 3 1 5 de terra (100%).

CRITÉRIOS BÁSICOS PARA O DIMENSIONAMENTO ELÉTRICO


TENSÃO NOMINAL - V N
VN = 750V - 50/60Hz

CORRENTE NOMINAL - I N
, onde: PINST = Potência instalada (KW);
FD = Fator de demanda;
PINST. FD . 1000 VN = Tensão nominal (V);
IN = cosj
3 . VN . cosj = Fator de potência.

CORRENTE ADMISSÍVEL EM FUNÇÃO DA TEMPERATURA - (vide tabelas IV ou V das pàginas 8 e 9)

QUEDA DE TENSÃO - ∆V Z = Impedância de fase do Barramento Blindado, em mΩ/m (vide


tabelas IV ou V das pàginas 8 e 9);
Z = (R . cosj + XL . senj) , onde: R = Resistência de fase, em corrente alternada, e à temperatura
de operação do Barramento Blindado, em mΩ/m. (vide
tabelas IV ou V das pàginas 8 e 9)
XL = Reatância de fase do Barramento Blindado, em mΩ/m. (vide
tabelas IV ou V das pàginas 8 e 9)
∆V = 3 . Z . 10-3 . I N . l
cosj = Fator de potência.
senj = Potência reativa.

∆V (%) =
3 . Z . 10 .
-1
l .l N , onde: ∆V = Queda de tensão no trecho considerado;
VN IN = Corrente passante em cada trecho, em Amperes;

l = Comprimento do Barramento Blindado, no trecho


considerado, em metros;
∆V (%) = Queda de tensão percentual no trecho considerado;
VN = Tensão entre fases do Barramento Blindado, em Volts.
RESISTÊNCIA ÀS SOLICITAÇÕES DE CURTO CIRCUITO

VN Z(%) . (VN )2 , onde: I CC = Corrente de curto circuito simétrico e equilibrado (KA);


ICC= e, ZT =
3 . ZT PT . 1000 VN = Tensão nominal (V);
ZT = Impedância do transformador (W);
Z(%) = Impedância percentual;
PT = Potência do transformador (KVA). 37
Member of group
POWERTECH

CERTIFICAÇÃO

OBSERVAÇÕES GERAIS
[ Todas as dimensões aqui apresentadas, exceto as que devidamente expressa em outra unidade são em milímetros;
[ A BEGHIM Indústria e Comércio S/A se reserva no direito de alterar ou modificar peças, partes, conjuntos ou até mesmo os equipamentos
aqui apresentados, sem pré-aviso, visando o aprimoramento de nossa qualidade e a constante preocupação com a atualização normativa
e tecnológica;
[ Eventuais consultas técnicas, estudos de viabilização, dúvidas ou sugestões, deverão ser encaminhadas ao nosso Departamento de
Engenharia, sito à Rua Cantagalo, 2187 - CEP 03319-901 - Tatuapé - São Paulo - SP, ou ainda utilizando o e-mail: busway@beghim.com.br;
[ No caso de reclamações, utilize fone: 0800 13-3322 (ligação gratuita);
[ Edição 2016 - tiragem 2000 exemplares.

38
POWERTECH Member of group

ALGUNS DE NOSSOS CLIENTES


Member of group
Rua Cantagalo, 2187 - 03319-901 - Tatuapé São Paulo - SP
Tel: (11) 2942.4500 - www.beghim.com.br