Você está na página 1de 5

AGREGADOS

Os Agregados para Construção Civil servem para preparação do concreto e


argamassas, são materiais granulares, sem forma e volume definidos, de dimensões
e propriedades estabelecidas para uso em obras de engenharia civil, tais como, a
pedra britada, o cascalho e as areias naturais ou obtidas por moagem de rocha,
além das argilas e dos substitutivos como resíduos inertes reciclados, escórias de
aciaria, produtos industriais, entre outros (PETRUCCI, 1982).

Para poder ser utilizado o agregado deve ter uma boa resistência mecânica
à compressão e abrasão e uma boa durabilidade, apresentando boa resistência a
elementos agressivos. Os agregados são obtidos de materiais rochosos variados,
consolidados ou granulares, fragmentados naturalmente ou por processo industrial.
Podem ser oriundos de rochas sedimentares como arenitos e siltitos, entre outras;
metamórficas como os quartizitos, calcários e gnaisses; ígneas como o granito,
Sienitos, basaltos e diabásios.

Os agregados podem ser classificados quanto à origem, dimensão dos


grãos e massa especifica. Quanto à origem podem ser naturais: encontrados na
natureza na forma definitiva de utilização, passando apenas por processos de
lavagem e separação granulométrica; artificiais: obtidos pelo britamento de rochas
como o pedrisco e pedra britada; e industrializados: obtidos através de processos
industriais como a argila expandida e a escória de alto-forno (BASÍLIO, 1995)

Referente à massa unitária os agregados classificam-se em leves quando


sua massa é menor que uma tonelada por metro cúbico, médios quando a massa
fica entre uma e duas toneladas por metro cúbico, e pesados quando ultrapassam
duas toneladas por metro cubico (PILZ, 2011)

A norma NBR 7211 (ABNT, 2005) fixa as características exigíveis na


recepção e produção de agregados, miúdos e graúdos, de origem natural ou
industrializado, encontrados fragmentados ou resultantes da britagem de rochas.
Dessa forma, define areia ou agregado miúdo como areia de origem natural ou
resultante da britagem de rochas estáveis, ou a mistura de ambas, cujos grãos
passam pela peneira de 4,8 mm e ficam retidos na peneira de 0,075 mm. Define
ainda agregado graúdo como pedregulho ou brita proveniente de rochas estáveis, ou
a mistura de ambos, cujos grãos passam por uma peneira de malha quadrada com
abertura nominal de 152 mm e ficam retidos na peneira ABNT de 4,8 mm.

O rachão define-se como o material obtido diretamente do britador primário e


que é retido na peneira de 76 mm, na NBR – 9935 define rachão como “pedra de
mão”, de dimensões entre 76 e 250 mm (BAUER, 2013). A areia de brita ou areia
artificial, é o material passível de ser obtido em pedreiras a partir de instalações de
beneficiamento a úmido, apresentando uma granulometria entre 4,8 mm e 0,074
mm. A bica corrida é o conjunto de britas, pedrisco e pó de pedra, sem graduação
definida, obtido diretamente do britador, sem separação granulométrica.

Para a produção de agregados industrializados são utilizadas várias rochas


como os Basaltos, são rochas vulcânicas com 50% de sílica de cor cinza, possuem
alta resistência mecânica. Para uso como pedra britada têm boas propriedades
físicas e mecânicas, mas apresentam características indesejáveis como fragmentos
achatados e angulosos nas frações mais finas. Os Granitos são rochas plutônicas
ácidas com 75% de sílica, constituídas por cristais de feldspatos potássicos,
plagioclásio, quartzo e mica. Há variedades de granitos, podem apresentar
coloração avermelhada, cinza, amarela e rosada, entre outras. Possui resistência
mecânica relativamente alta e pequena alterabilidade, são, portanto muito
adequados para uso como pedra britada.

AGLOMERANTES

Aglomerantes são produtos empregados na construção civil, para fixar ou


aglomerar materiais entre si. Os aglomerantes podem ser classificados
quimicamente como inertes endurecem por simples secagem, como a argila ou
ativos endurecem por reações químicas, como as cales, gesso e cimento. Os
aglomerantes ativos, por sua vez, são subdivididos em aéreos ou hidráulicos.
Quanto ao modo de endurecimento: Aéreos, são os aglomerantes que
endurecem pela ação química do CO2 (gás carbônico) do ar, como exemplo, a cal
aérea e o gesso; Hidráulicos, não necessitam da presença do ar, são os
aglomerantes que endurecem pela ação exclusiva da agua de amassamento, como
por exemplo a cal hidráulica e o cimento Portland.
Quanto à relação com a agua: Aéreos, depois de endurecidos, não resistem
bem quando imersos na água, devem ser usados apenas em contato com o ar;
Hidráulicos, depois de endurecidos, resistem bem à água. O endurecimento dos
aglomerantes hidráulicos se dá por ação exclusiva da água (reação de hidratação).
Classificação dos aglomerantes Hidráulicos:

 Simples: Um único produto aglomerante, não tendo mistura. Ex: Cimento Portland
Comum, Composto Misturas de um aglomerante simples com subprodutos
industriais ou produtos naturais de baixo custo (escória ou pozolana). Ex: Cimento
Portland Pozolânico
 Misto: São constituídos pela mistura de dois aglomerantes simples. EX: Mistura
de CP com cimento aluminoso (tem pega muito rápida, refratário e não produzido no
Brasil)
 Com Adição: É o aglomerante simples ao qual foram feitas adições que excedem
os limites estabelecidos em suas especificações para dar-lhes propriedades
especiais como diminuir a permeabilidade, reduzir o calor de hidratação, diminuir a
retração, aumentar a resistência a agentes agressivos, dar coloração especial, etc.

Características importantes para os aglomerados são: Resistência


mecânica, capacidade de resistir a esforços de compressão, tração, cisalhamento.
Importante também conhecer o comportamento deste ganho de resistência;
Durabilidade, capacidade de manter as suas propriedades durante o uso. A
degradação pode ser oriunda de agentes externos (águas ácidas, sulfatadas) ou
internos (compostos do próprio aglomerante ou presentes na mistura na qual o
mesmo está contido)

Solubilidade, capacidade de dissolução em íons (ânions e cátions), efetuada


em meio aquoso, influenciada pelo tamanho das partículas, reatividade, temperatura
etc; Reatividade, facilidade do material de interagir quimicamente, tendo influência
significativa na cinética das reações; Área específica corresponde à superfície
efetiva de contato do sólido com o meio externo, sendo relacionada com a finura. A
área específica de um material é proporcional à sua reatividade

Um exemplo de aglomerante é o calcário que quando contém uma certa


quantidade de argila antes de ser aquecido produz cal hidráulica. Este material
produz uma resistência intermediária entre a cal e o cimento. É considerado um
aglomerante hidráulico, ou seja endurece pela ação da água, e foi muito utilizado
nas construções mais antigas, sendo posteriormente, substituído pelo cimento
Portland. A cal pode ser utilizada como único aglomerante em argamassas para
assentamento de tijolos ou revestimento de alvenarias ou em misturas para a
obtenção de blocos de solo/cal, blocos sílico/calcário e cimentos alternativos.

O cimento é um dos materiais de construção mais utilizados na construção


civil, por conta da sua larga utilização em diversas fases da construção. O cimento
pertence a classe dos materiais classificados como aglomerantes hidráulicos, esse
tipo de material em contato com a água entra em processo físico-químico, tornando-
se um elemento sólido com grande resistência a compressão e resistente a água e a
sulfatos. Os silicatos de cálcio são os principais constituintes do cimento Portland, as
matérias primas para a fabricação devem possuir cálcio e sílica em proporções
adequadas de dosagem.

Os materiais que possuem carbonato de cálcio são encontrados


naturalmente em pedra calcária, giz, mármore e conchas do mar, a argila e a
dolomita são as principais impurezas.
REFERÊNCIAS
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 7211. Agregados para
concreto - Especificação. Rio de Janeiro, 2005

BASILIO, E. Santos. Agregados para concreto ET 41, ABCP 1995.

BAUER, L. Falcão, Materiais de construção 1. 5ª edição revisada. Rio de Janeiro,


2013.

PILZ, S. E. Apostila de Concretos e Argamassas para o Curso de Engenharia


Civil – UNOCHAPECO. Disponível em: <http://www.scribd.com>. Acesso em 26 de
agosto de 2018.