Você está na página 1de 3

PROFESSOR: Thállius Moraes

TURMA: CARREIRAS POLICIAIS


DATA: 02.05.2017 DIREITO CONSTITUCIONAL

9) O alistamento eleitoral e o voto são


DIREITOS POLÍTICOS obrigatórios para todos os brasileiros maiores de
dezoito anos.
1) No Brasil, o alistamento eleitoral e o voto são
facultativos para os analfabetos, os maiores de
setenta anos de idade e os maiores de dezesseis e 10) Se já forem titulares de mandato eletivo, não
menores de dezoito anos de idade são inelegíveis, no território de jurisdição do chefe do
Poder Executivo, o cônjuge e os parentes
consanguíneos ou afins, até o segundo grau ou por
adoção, do Presidente da República, de Governador
2) Uma lei que altere o processo eleitoral e que de Estado ou Território, do Distrito Federal e de
seja editada no mesmo ano das eleições municipais Prefeito.
poderá ser aplicada, desde que sua edição se dê, no
mínimo, cento e oitenta dias antes do pleito eletivo.

11) Cumpridas as demais condições de


elegibilidade, previstas na Constituição Federal, todos
3) A alistabilidade, que se refere à capacidade os que tiverem feito alistamento eleitoral são
do indivíduo de ser eleitor, com direito de participar elegíveis.
da escolha dos mandatários, é vedada aos
estrangeiros e, durante o período do serviço militar
obrigatório, aos conscritos.
12) O alistamento eleitoral facultativo não implica
obrigatoriedade do voto.

4) Vice-governador de estado que não tenha


sucedido ou substituído o governador durante o
13) A condenação criminal, transitada em julgado,
mandato não precisará se desincompatibilizar do
de brasileiro naturalizado implica a perda dos seus
cargo atual no período de seis meses antes do pleito
direitos políticos.
para concorrer a outro cargo eletivo.

14) O voto, que deve ser exercido de forma direta,


5) Serão cassados os direitos políticos do
apresenta os caracteres constitucionais de
indivíduo condenado criminalmente em sentença
personalidade, obrigatoriedade, liberdade,
transitada em julgado.
sigilosidade, igualdade e periodicidade. A igualdade
revela-se no fato de que todos os cidadãos têm o
mesmo valor no processo eleitoral.
6) Servidor público na ativa, com trinta e quatro
anos de idade à época da eleição para deputado
distrital, não poderá concorrer ao cargo eletivo, ainda 15) De acordo com a CF, a prática de ato de
que se afaste de seu cargo público antes da eleição, improbidade administrativa por agente público
dada a sua idade. implica a perda da função pública e a suspensão dos
direitos políticos, sem prejuízo da ação penal cabível.

7) Podem concorrer a cargo eletivo todos


aqueles a quem a Constituição Federal reconhece 16) Não são alistáveis como eleitores nem os
capacidade eleitoral ativa. estrangeiros nem os militares.

8) A inelegibilidade reflexa não se aplica àquele 17) Os direitos políticos passivos consagram as
que já é detentor de mandato eletivo e é candidato à normas que impedem a participação no processo
reeleição. político eleitoral.

1
PROFESSOR: Thállius Moraes
TURMA: CARREIRAS POLICIAIS
DATA: 02.05.2017 DIREITO CONSTITUCIONAL

18) O alistamento eleitoral e o voto são 27) Considere que Marcos, cidadão brasileiro,
facultativos para os maiores de sessenta anos de com vinte anos de idade, pretenda se eleger na
idade. próxima eleição, pela primeira vez, vereador de
determinado município e que seu irmão adotivo seja
atualmente vereador do referido município. Nessa
situação, Marcos é considerado relativamente
19) Plebiscito e referendo são formas de exercício
inelegível.
direto da soberania popular e expressam os contornos
do regime democrático brasileiro, o qual possui tanto
elementos de uma democracia direta quanto de uma
democracia representativa. 28) Os recrutados pelas forças armadas não
podem alistar-se como eleitores durante o período
em que estiverem cumprindo o serviço militar
obrigatório.
20) Caso já ocupe o cargo de deputado distrital,
filho de governador do estado torna-se elegível para o
mesmo cargo na eleição subsequente.
29) As ações de impugnação de mandato eletivo
tramitam necessariamente em segredo de justiça.
21) O governador do DF é inelegível para
quaisquer outros cargos, a não ser que renuncie a seu
mandato com uma antecedência mínima de seis 30) Cidadão brasileiro que tiver trinta anos de
meses em relação à data do pleito. idade poderá ser candidato a senador, desde que
possua pleno exercício dos direitos políticos,
alistamento eleitoral, filiação partidária e domicílio
eleitoral no estado pelo qual pretenda concorrer.
22) Filho de governador de estado é inelegível
para qualquer cargo eletivo em âmbito nacional.

31) Consideram-se direitos políticos negativos as


restrições e os impedimentos ao exercício da
23) Uma das hipóteses de cassação dos direitos
capacidade eleitoral ativa e passiva.
políticos é a condenação criminal transitada em
julgado por crimes contra a administração pública.

32) O analfabeto possui capacidade eleitoral


passiva.
24) A condenação criminal transitada em julgado
acarreta a perda dos direitos políticos,
independentemente de manifestação expressa na
decisão condenatória. 33) Os direitos políticos são titularizados e
livremente exercidos por todos os brasileiros e
garantem a participação na vida política e a influência
nas decisões públicas.
25) O eleitor que, após o trâmite regular de
processo judicial, tiver condenação criminal transitada
em julgado terá seus direitos políticos suspensos
apenas enquanto durarem os efeitos da condenação. 34) O cancelamento da naturalização por meio de
sentença judicial transitada em julgado acarreta a
perda dos direitos políticos.
26) Conforme a CF, admite-se a perda de direitos
políticos na hipótese de cancelamento da
naturalização por decisão administrativa definitiva.

2
PROFESSOR: Thállius Moraes
TURMA: CARREIRAS POLICIAIS
DATA: 02.05.2017 DIREITO CONSTITUCIONAL

Paulo, de trinta e cinco anos de idade, exerce o


segundo mandato consecutivo de prefeito do GABARITO
município X. Pretendendo candidatar-se ao cargo 1. Certo
de governador do estado no pleito seguinte,
2. Errado
Paulo renunciou ao mandato seis meses antes das
eleições, assumindo o cargo o então vice-prefeito, 3. Certo
Marcos, de trinta e dois anos de idade, marido de 4. Certo
Maria, de vinte anos de idade. 5. Errado
6. Errado
Tendo como referência essa situação hipotética,
7. Errado
julgue os três item subsequente, a respeito das
condições de elegibilidade. 8. Certo
9. Errado
35) Se Paulo não fosse candidato a governador, 10.Errado
ele não poderia, nas eleições imediatamente 11.Errado
seguintes à sua renúncia, candidatar-se e ser 12.Certo
validamente eleito para o cargo de vice-prefeito do 13.Errado
município X. 14.Certo
15.Certo
16.Errado
36) Marcos poderá candidatar-se e ser 17.Errado
validamente eleito para o mandato de deputado
18.Errado
estadual nas eleições imediatamente seguintes à sua
investidura no cargo de prefeito. 19.Certo
20.Certo
21.Certo
37) Maria poderá candidatar-se e ser validamente 22.Errado
eleita para o mandato de deputada estadual nas 23.Errado
eleições imediatamente seguintes à investidura de 24.Errado
Marcos no cargo de prefeito, desde que em estado 25.Certo
diverso daquele em que se situa o município X.
26.Errado
27.Errado
28.Certo
38) O analfabeto, embora inelegível, possui a
29.Certo
faculdade de alistar-se e de votar.
30.Errado
31.Certo
32.Errado
39) O status de cidadão tem duas dimensões: a
ativa, que se traduz pela capacidade de exercício do 33.Errado
sufrágio, e a passiva, traduzida pela legitimação para o 34.Certo
acesso a cargos públicos. 35.Certo
36.Errado
37.Errado
40) Segundo dispõe o capítulo da CF acerca dos 38.Certo
direitos políticos, o analfabeto possui capacidade 39.Certo
eleitoral passiva e o direito à alistabilidade.
40.Errado