Você está na página 1de 7

Artigo expressão “As instalações” faz referência às instalações da

1. área usada para pesca, agricultura e silvicultura.

6.

Nas suas ocorrências em “a quase” e em “a possibilidade”,


No que concerne aos aspectos linguísticos do texto ambas na linha 17, o “a” pertence à mesma classe
precedente, julgue o item que se segue. gramatical de palavras.
Na linha 3, o emprego do artigo definido imediatamente
antes do topônimo “Portugal” torna-se obrigatório devido à
Substantivo
presença do adjetivo “contemporâneo”
7.
2.

Sem prejuízo para o sentido da oração “que transformação Haveria prejuízo gramatical para o texto caso a palavra
os atingia” (R.5), a autora poderia ter optado pelo emprego “procedimentos-padrão” (ℓ.15) fosse alterada
do artigo a logo após o termo “que”, empregado como para procedimentos-padrões.
conjunção integrante.
8.
3.

Estaria mantida a correção gramatical do trecho “a Internet


tem potencial cuja dimensão não deve ser
superdimensionada” (l. 33 e 34) caso se empregasse o
artigo a antes do substantivo “dimensão”.

4. No segmento “o que perpetuava o caráter mutilador da


odontologia” (linhas 7 e 8), o vocábulo “que” está
empregado como substantivo, determinado pelo artigo
definido “o”.

9.

Sendo os substantivos que compõem a enumeração entre


as linhas 6 e 7 núcleos do complemento da forma verbal
“entrar” (L.6), seria mantida a correção gramatical do texto
caso a combinação da preposição em com o artigo o fosse Na linha 5, a palavra “último” foi empregada com valor de
empregada apenas no primeiro núcleo — “no parlamento” substantivo.
—, sendo suprimida nos demais núcleos.
10.
5.

Os vocábulos “africanos” (l.16) e “correr” (l.18),


originalmente pertencentes à classe dos adjetivos e dos
Se o artigo “As” (l.6) fosse substituído pelo pronome Suas, verbos, respectivamente, foram empregados como
os sentidos do texto não seriam alterados, uma vez que a substantivos no texto.

Não diminua os seus sonhos. Aumente sua determinação!


11. 16.

O vocábulo “suspeitos” ( .11) foi empregado, no texto,


como substantivo, no sentido de aqueles sobre os quais
recaem suspeitas.

12. O termo “velho” (L.18) constitui exemplo de adjetivo cujo


sentido é alterado conforme a posição em relação ao
substantivo que modifica no sintagma — velho servidor /
servidor velho.

17.

O trecho “E a dor, silêncio” (linha 8) é uma frase composta


pela coordenação de dois substantivos.

13.
No primeiro parágrafo do texto, as formas nominais
“Convocada", “instalada" e “dissolvida" têm como
substantivos correlatos, respectivamente, convocação,
instalação e dissolvição.

18.

O adjetivo “aterrador” ( .23) modifica a palavra “espetáculo”


( .22), conferindo-lhe sentido negativo.

14.

São empregados como substantivos no texto a expressão


“pôr do sol” (linha 8) e o vocábulo “reta” (linha 8); a palavra
A posição do adjetivo em relação ao substantivo, em “sono “alegre” (linha 36) é empregada como verbo.
profundo" (l.12) e em “profundo sono" (l.14), está associada
a diferentes interpretações, como ocorre com homem
Adjetivo
grande e grande homem.
19.
15.

Os termos “antiéticas”, “ilegais” e “combatidas” qualificam a


Os substantivos “velhice” (L.1) e “tese” (L.11) estão
palavra “práticas”.
empregados no texto de forma indefinida e com sentido
genérico.

Não diminua os seus sonhos. Aumente sua determinação!


20. 24.

A substituição de “autônoma” (L.19) por com


O sentido original e a correção gramatical do texto seriam autonomia prejudicaria a correção gramatical do texto.
preservados caso a expressão “em vigor” (l.3) fosse
substituída por vigente.
25.
21.

Na linha 5, a alteração na posição do adjetivo “simples” em


O adjetivo “aterrador” (l.23) modifica a palavra “espetáculo” relação a “smartphone” — escrevendo-
(l.22), conferindo-lhe sentido negativo. se smartphone simples— não prejudica a correção
gramatical nem altera o sentido do texto.
22.
26.

Dado que, na expressão “o vácuo interrogante do porvir”


(l.2), os termos “interrogante” e “do porvir” especificam o
mesmo núcleo nominal, o sentido da expressão seria
mantido caso a posição desses elementos fosse a seguinte:
o vácuo do porvir interrogante.

27.

No trecho “uma exaltação perturbada (...) com felicidade


insuportável” (l. 12 a 14), os adjetivos “perturbada” e
“insuportável” qualificam a vida que Ana “quisera e
escolhera” (l.15).

23.

No verso “As mulheres fumam feito chaminés sozinhas”


(v.18), a posição do adjetivo resulta em ambiguidade
estrutural.

28.

O adjetivo “preeminente” (l.15) pode ser substituído


pelo adjetivo proeminente.

O adjetivo “extraordinária” (l.8) está empregado com o

Não diminua os seus sonhos. Aumente sua determinação!


mesmo sentido que na seguinte frase: Hoje haverá plantão 33.
extraordinário.

29.

No fragmento: " - Esta gente é criminosa, mulher." (linha


24), o adjetivo criminosa tem valor subjetivo, pois expressa
uma opinião sobre algo. Em relação a esse uso do
adjetivo, julgue a forma destacada no fragmento abaixo:
"A pessoa que tomava conta delas lhe
parecia bonita, daquela distância." (linhas 15-16)

34.
O adjetivo “histórico” (l.1) foi empregado para expressar a populares. Em 1995, com a publicação do livro O Mistério do
ideia de que o índice de empregos foi excelente, Samba, o antropólogo Hermano Vianna revelou que a mudança
extraordinário, memorável, digno de pertencer à história. de postura com relação à música não aconteceu assim tão de
repente. Estilos negros e populares faziam parte de festas dos
30. ricos e famosos séculos antes de o desfile das escolas de
samba virar uma festa oficial.

Em “Estilos negros e populares faziam parte de festas dos


ricos e famosos séculos antes de o desfile das escolas de
samba virar uma festa oficial."(L.7-9), “negros e populares"
qualificam “Estilos", assim como “ricos e famosos"
qualificam “séculos".

35.

Seria mantida a correção gramatical do texto caso a


expressão “mais que” (l.23) fosse substituída por mais do
que.

31.

A ordem das palavras nos sintagmas nominais “timidez


excessiva” (L.10), “cartas virtuais” (L.17) e “obras literárias”
Feitas as necessárias alterações na grafia das palavras, o (L.30) confirma a regra de que, em geral, no português, o
deslocamento do vocábulo “certa” (l.1) para logo após o adjetivo vem posposto ao substantivo, principalmente
substantivo a que se refere manteria a correção gramatical quando restritivo.
e o sentido original do texto.
Numeral
32.
36.

A forma adjetiva “histórico-culturais” (l.25) poderia estar Se o numeral ordinal “73.ª” (l.8) fosse escrito por extenso, a
flexionada corretamente também como históricos- forma correta seria: seteptuagésima terceira.
culturais.

Não diminua os seus sonhos. Aumente sua determinação!


37. 41.

Na linha 13, o termo oracional “alguém que desperta os


espíritos” define o perfil do indivíduo que se distingue do
verdadeiro mestre e do provedor de conhecimentos e, por
isso, está introduzido pela conjunção “mas”, que expressa
oposição.

42.

Entre os elementos de coesão utilizados nesse fragmento


de texto incluem-se numerais ordinais.

Interjeição
38.

A conjunção “Embora” (l.37) pode ser substituída por Posto


que, mantendo-se o sentido e a correção gramatical do
texto.

43.

De acordo com o texto, nas sociedades tradicionais, os


cidadãos sentem-se aliviados sempre que um soberano
decide infligir a pena de morte a um infrator porque se livram
das ameaças de quem desrespeita a moral que rege o
convívio social, como evidencia o emprego da interjeição
“que alívio!” (l.8).

39.

A substituição da conjunção “embora” (l.29) pela


conjunção conquanto prejudicaria o sentido original do
texto.

Em “oxalá concluas a viagem” (L.8-9), o vocábulo “oxalá” 44.


pode ser substituído por tomara que, mantendo-se, assim,
o sentido do trecho em que se insere.

Conjunções
40.

A correção gramatical e o sentido original do texto seriam


preservados caso a conjunção “Porém” (ℓ.10) fosse
substituída por Mas.

A oração introduzida pela conjunção “porque” (linha 31)


expressa a causa de as barragens e outros projetos de
gerenciamento hídrico estarem associados ao agravamento

Não diminua os seus sonhos. Aumente sua determinação!


da disseminação da esquistossomose. 48.

45.

No trecho “o que perpetuava o caráter mutilador da


odontologia e da atuação apenas clínica do cirurgião-
dentista” (linhas de 7 a 9), a conjunção “e” liga por A conjunção “Entretanto” (l.15) tem, no período em que se
coordenação expressões que formam o complemento verbal insere, sentido conclusivo, equivalendo, semanticamente,
de “perpetuava”. a Portanto.

46. 49.

A expressão “mas também” (l.17) introduz no período em


que ocorre uma ideia de oposição.

50.

Estaria mantida a coerência textual caso a conjunção “mas”


(linha 18) fosse substituída por e.

47.

A inserção do conector “contudo”, entre vírgulas, após a


forma verbal “É” (linha 4) manteria a correção gramatical do
texto e evidenciaria a relação de sentido estabelecida entre
os dois primeiros períodos do primeiro parágrafo do texto.

51.

A correção gramatical e o sentido original do texto seriam


mantidos caso a palavra “Se”, que inicia o terceiro
No terceiro período do texto, a conjunção “ou” está parágrafo, fosse substituída por como.
associada ao valor de inclusão e a conjunção “e” associada
ao valor de sequenciação temporal.

Não diminua os seus sonhos. Aumente sua determinação!


52. 57.

Seria mantida a correção gramatical do texto se o vocábulo A ideia introduzida pela conjunção “porquanto” (R.19)
“Portanto” (l.4) fosse substituído por Por conseguinte. poderia ser expressa também por conquanto.

53. 58.

A substituição da locução “no entanto” (R.17)


por conquanto manteria a relação estabelecida entre a
última oração do segundo parágrafo e a que a antecede.
A locução “uma vez que" (l.15) introduz, no período em que 59.
ocorre, ideia de causa.

54.

Na linha 10, o sujeito da oração “É raro” é composto por


duas orações ligadas pela conjunção “e”.
A substituição da última vírgula do primeiro parágrafo do Gabarito: 1C 2E 3E 4E 5C 6E 7E 8E 9C 10C 11E 12E 13C 14E
texto pela conjunção e não acarreta erro gramatical ao texto 15E 16C 17E 18C 19E 20C 21C 22E 23C 24E 25E 26E 27C
nem traz prejuízo à sua interpretação original. 28E 29C 30C 31E 32E 33C 34E 35C 36E 37C 38E 39C 40E
41E 42C 43E 44C 45E 46C 47C 48E 49E 50E 51E 52C 53C
55. 54E 55C 56E 57E 58E 59E

O emprego do modo subjuntivo na forma verbal “conste"


(L.8) depende sintaticamente da presença da
conjunção “Embora" (L.7).

56.

Sem prejuízo do sentido do texto, o termo “destarte” (R.27)


poderia ser substituído por contudo ou todavia.

Não diminua os seus sonhos. Aumente sua determinação!