Você está na página 1de 4

Fundação Centro de Ciências e Educação Superior a Distância do Estado do Rio de Janeiro

Centro de Educação Superior a Distância do Estado do Rio de Janeiro

AP2 - Matemática Básica - 2018/1-Gabarito


1ª questão: [2,5] Resolva no conjunto dos números reais.

a) (x4 – 16)(x2 + x – 1) = 0
b) (x – 1)(3x + 1)  0 (Defina o conjunto solução por propriedade.)
Solução:
a) Temos que um produto é igual a zero quando um dos fatores for zero, assim
Como (x4 – 16)(x2 + x – 1) = 0, devemos ter que (x4 – 16) = 0 ou que (x2 + x – 1) = 0.
Assim temos que

 Se 0 = x4 – 16= (x2 + 4) (x2 - 4) = (x2 + 4) (x - 2) (x + 2). Logo 𝑥 = 2 𝑜𝑢 𝑥 =


−2, pois x2 + 4 > 0, ∀𝑥 ∈ ℝ.
−1−√5 −1+√5
 Se (x2 + x – 1) = 0, temos que 𝑥 = 𝑜𝑢 𝑥 =
2 2
4 2 −1−√5 −1+√5
Logo {𝑥 ∈ ℝ; (𝑥 – 16)(𝑥 + 𝑥 – 1) = 0 } = {2, −2, , }
2 2

b) Para resolver a inequação, fazemos o produto dos sinais

1
Assim, (𝑥 – 1)(3𝑥 + 1)  0 ⇔ 𝑥 ≤ − 3 𝑜𝑢 𝑥 ≥ 1. O conjunto solução é
1
dado por 𝑆 = {𝑥 ∈ ℝ ; 𝑥 ≤ − 3 𝑜𝑢 𝑥 ≥ 1 }.

2ª questão: [2,0] Numa progressão aritmética sabemos que 𝑎2 + 𝑎13 = 10.

a) Calcule 𝑎8 + 𝑎7 ;
b) Sabendo que o primeiro termo 𝑎1 é 8, determine o valor da razão da
progressão.

Solução:

a) Temos que 10 = 𝑎2 + 𝑎13 = (𝑎1 + 𝑟) + (𝑎1 + 12𝑟) = 2𝑎1 + 13𝑟, onde r é a


razão da PA.
Por outro lado 𝑎8 + 𝑎7 = (𝑎1 + 7𝑟) + (𝑎1 + 6𝑟) = 2𝑎1 + 13𝑟 = 10.
b) Como vimos no item (a), temos que 10 = 2𝑎1 + 13𝑟 = −16 + 13𝑟, sendo
assim temos que 𝑟 = 2.

3ª questão: [1,5] Considere a função dada pela expressão


𝑥2 + 3
𝑓(𝑥) = + √3𝑥 2 − 2𝑥 − 1.
2𝑥 + 1

a) Determine o Domínio da função. Dê a resposta usando notação de intervalos.


b) Represente na reta numérica esse Domínio. Faça uma legenda para a sua figura.
Solução:
a) Devemos ter 2𝑥 + 1 ≠ 0 𝑒 3𝑥 2 − 2𝑥 − 1 ≥ 0, portanto 𝑥 ≠ −1/2 e devemos
estudar o sinal da expressão 3𝑥 2 − 2𝑥 − 1 .
2−√(−2)2 −4.3.(−1) 2−4 1
As raízes de 3𝑥 2 − 2𝑥 − 1 = 0 são 𝑥1 = = = −3 e
6 6
2+√(−2)2 −4.3.(−1) 2+4 1
𝑥2 = = 6 = 1. Logo, 3𝑥 2 − 2𝑥 − 1 = 3(𝑥 − 1) (𝑥 + 3) =
6
(𝑥 − 1)(3𝑥 + 1) , logo chegamos à inequação vista na questão 1b).
1
Assim, 3𝑥 2 − 2𝑥 − 1 ≥ 0 ⇔ 𝑥 ≤ − 3 𝑜𝑢 𝑥 ≥ 1. E como 𝑥 ≠ −1/2, o
1 1 1
domínio da função é dado por 𝐷 = (−∞, − 2) ∪ (− 2 , − 3] ∪ [1, +∞).
b)

Legenda:
 - Explicita um ponto que não pertence ao domínio.
 - Explicita um ponto que pertence ao domínio.
- Descreve um intervalo de pontos contido no domínio.
 - Reta numérica.

,4ª questão: [2,0] O valor de y varia em função do valor de x. A taxa de variação média
de y com relação a x é constante igual a 2,5. Quando x é igual a zero, o valor de y é 2.
Considere essas informações e resolva:
a) Quando x varia duas unidades, quantas unidades y varia?
b) Determine o valor de y quando x vale 1.
c) Considere as informações do enunciado e faça um esboço do gráfico da função
que representa a relação entre x e y.
d) Determine a expressão da função que representa a relação entre x e y.
Solução:
∆𝑦 5
a) Sabemos que a taxa de variação média ∆𝑥 = 2 .Se x varia duas unidades, temos
5 5
∆𝑥 = 2, logo ∆𝑦 = 2 ∆𝑥 = 2 . 2 = 5, y varia de 5 unidades.
5 ∆𝑦 𝑦−(−2) 5 1
b) Como 2 = ∆𝑥 = 1−0 = 𝑦 + 2, então 𝑦 = 2 − 2 = 2.
Se não quiser usar manipulação algébrica, pode usar a interpretação da taxa de
variação média. Quando x varia de 0 para 1, y varia 2 para 2 + 2,5 (é a
variação de y correspondente à variação de x) = 0,5.
c) Como a função tem taxa de variação
constante, é uma função afim e,
portanto, seu gráfico é uma reta. Pelo
enunciado, temos:

i) (0,2) é um ponto do gráfico.


ii) 2,5 é a inclinação da reta,
portanto positiva.
iii) Podemos usar o ponto do item
b), (1; 0,5).
Esboço:

d) Precisamos determinar os coeficientes da relação y = ax + b.


∆𝑦 5 𝑦−(−2) 5
Um caminho: da relação ∆𝑥 = 2, temos 𝑥−0 = 2, para (𝑥, 𝑦) um ponto do
5 5
gráfico da função. Portanto, 𝑦 + 2 = 2 𝑥 ⇒ 𝑦 = 2 𝑥 − 2 é a relação entre x e y.
O aluno também pode usar que os dois pontos (0,2) e (1; 0,5) pertencem à reta
dada pela expressão y = ax + b, substituir os valores, montar um sistema e
encontrar os coeficientes.
E ainda pode usar que a é a taxa de variação, isto é, a = 5/2 e b é o ponto de
interseção da reta com o eixo y, isto é, b = 2.
5
Os três caminhos levam à resposta: 𝑦 = 2 𝑥 − 2 , 𝑥 ∈ ℝ .

5ª questão: [2,0] Três cidades A, B e C estão ligadas entre si por rodovias retas. A
distância entre A e C é de 6 km e a distância entre A e B é de 9km. Sabemos que o
ângulo formado pelas rodovias que ligam A a B e A a C é de 120°.
(Observação: cos 120º = 1/2, sen 120º = √3/2)
a) Faça um desenho por meio de objetos matemáticos que represente a situação
descrita no enunciado. Inclua no desenho todos os dados do enunciado.
b) Calcule a distância entre B e C.
Solução:
a)
b) Podemos projetar B sobre a reta dada por
AC, conforme a figura a seguir:
Assim, podemos obter BD e AD usando
os valores de seno e cosseno de 120º.
Temos que:
AD = 9.|cos 120º| = 9/2.
BD = 9.sen 120º = 9√3/2.
Usando Pitágoras, temos BC2 = BD2 +
DC2. Assim:
BC2 = 243/4 + (9/2 + 6)2 =
= 243/4 + 441/4 = 684/4 = 171.
Logo, BC = √171 = 3√19.

Também podemos usar a lei dos cossenos, d2 = 62 + 92 – 2.6.9.cos 120º = 36 +


81 + 6.9 = 171, donde d = 3√19.