Você está na página 1de 171

www.cliqueapostilas.com.

br

Contabilidade Básica
Apostila

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 1
www.cliqueapostilas.com.br

ÍNDICE
APRESENTAÇÃO 5

AULA 1: A ESCASSEZ E A CURVA DE POSSIBILIDADES DE PRODUÇÃO 6

INTRODUÇÃO 6
CONTEÚDO 8
A HISTÓRIA DA CONTABILIDADE 8
MAS AFINAL, O QUE É CONTABILIDADE? 13
SÍNTESE DA AULA 25
AVALIANDO APRENDIZADO 26

AULA 2: CONCEITOS DE PATRIMÔNIO 29

INTRODUÇÃO 29
CONTEÚDO 30
O PATRIMÔNIO 30
A IGUALDADE ENTRE BENS, DIREITOS E OBRIGAÇÕES É POSSÍVEL? 30
SÍNTESE DA AULA 38
AVALIANDO APRENDIZADO 39

AULA 3: CONCEITO E CLASSIFICAÇÃO DE CONTA 42

INTRODUÇÃO 42
CONTEÚDO 43
CONTAS 43
POR QUE AS CONTAS SÃO IMPORTANTES? PARA QUE ELAS SERVEM? 46
VOCÊ SABE O QUE É RECEITA? 48
OS ELEMENTOS DO PLANO DE CONTAS 52
SÍNTESE DA AULA 55
AVALIANDO APRENDIZADO 56

AULA 4: CONCEITO DE ESCRITURAÇÃO 59

INTRODUÇÃO 59
CONTEÚDO 60
ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL 66

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 2
www.cliqueapostilas.com.br

PARA QUE SERVEM OS LIVROS DE ESCRITURAÇÃO? 67


SÍNTESE DA AULA 69
AVALIANDO APRENDIZADO 70

AULA 5: LANÇAMENTOS 73

INTRODUÇÃO 73
CONTEÚDO 74
COMO OS FATOS SÃO REGISTRADOS? COMO NASCEM OS REGISTROS NA CONTABILIDADE?
74
FÓRMULAS DE LANÇAMENTO 78
SÍNTESE DA AULA 82
AVALIANDO APRENDIZADO 83

AULA 6: RAZONETES E BALANCETES 86

INTRODUÇÃO 86
CONTEÚDO 87
VOCÊ LEMBRA O QUE É RAZANOTE? 87
MAS, AFINAL, PARA QUE SERVE O BALANCETE? 89
TIPOS DE BALANCETE 91
BALANCETE DE VERIFICAÇÃO 95
SÍNTESE DA AULA 97
AVALIANDO APRENDIZADO 98

AULA 7: CONTAS DE RESULTADO 101

INTRODUÇÃO 101
CONTEÚDO 102
RECEITAS E DESPESAS 102
RECEITA 103
DESPESAS 109
VOCÊ SABE O QUE É DEPRECIAÇÃO? 113
REGIMES CONTÁBEIS: DE CAIXA E DE COMPETÊNCIA 114
SÍNTESE DA AULA 115
AVALIANDO APRENDIZADO 116

AULA 8: ENCERRAMENTO DO RESULTADO 119

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 3
www.cliqueapostilas.com.br

INTRODUÇÃO 119
CONTEÚDO 120
ENCERRAMENTO DO RESULTADO DO EXERCÍCIO 120
PRESTADORA DE SERVIÇO 120
INDÚSTRIA 128
SÍNTESE DA AULA 132
AVALIANDO APRENDIZADO 133

AULA 9: DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DO EXERCÍCIO. 136

INTRODUÇÃO 136
CONTEÚDO 137
VOCÊ SABE O QUE É DRE? 137
O PRINCÍPIO DA COMPETÊNCIA 141
A HORA DO LUCRO BRUTO 144
LUCRO OPERACIONAL 147
DEMONSTRAÇÃO DE LUCROS E PREJUÍZOS ACUMULADOS (DLPA) 150
SÍNTESE DA AULA 152
AVALIANDO APRENDIZADO 153

AULA 10: BALANÇO PATRIMONIAL 156

INTRODUÇÃO 156
CONTEÚDO 157
VOCÊ LEMBRA O QUE É BALANÇO PATRIMONIAL? 157
ATIVO. CARACTERÍSTICA, SENTIDO E DEFINIÇÃO 159
SÍNTESE DA AULA 167
AVALIANDO APRENDIZADO 168

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 4
www.cliqueapostilas.com.br

Contabilidade Básica Apostila

Apresentação
Bem-vindo(a) à disciplina online: Contabilidade Básica.

As aulas de Contabilidade Básica são estruturadas para que haja uma


sequência das ideias, possibilitando, assim, a compreensão dos conceitos que
norteiam a disciplina.

O material demonstra porque a Contabilidade é a ciência que estuda, controla


e interpreta o patrimônio e como ela é utilizada na gestão das empresas.

As aulas abordam os conceitos básicos, os lançamentos e escrituração


contábil, e a disciplina é finalizada no balanço patrimonial e na demonstração
do resultado do exercício, com atividades e questões para reforçar o
aprendizado.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 5
www.cliqueapostilas.com.br

Aula 1: A escassez e a curva de possibilidades de


produção

Introdução
Pode-se afirmar que a Ciência Contábil surgiu juntamente com o homem, pois
desde os primórdios da vida humana os indivíduos sentem necessidade de
controlar, de alguma forma, o seu patrimônio. Necessitam mensurar, ou seja,
medir o quanto ganham, quanto o patrimônio aumenta e o destino dos seus
bens. A evolução da Contabilidade como ciência ocorreu com o florescimento
do comércio. Nessa época, o controle do patrimônio tornou-se essencial.
Surgiram as primeiras formas realmente organizadas de empresa e era
preciso, mais do que nunca, controlar o que acontecia com estas entidades.

Analisaremos nesta aula como a Ciência da Contabilidade passou a mensurar,


controlar, estudar e verificar o patrimônio das entidades, visando fornecer
informações sobre a situação da empresa a todos os interessados ―
proprietário, funcionários e fornecedores. Vamos estudar também o conceito
de Contabilidade, seu objeto de estudo, finalidade e as situações em que
pode ser aplicada.

Nesta aula você compreenderá qual é o conceito de contabilidade e seu


objeto de estudo, quais os principais usuários e qual o interesse destes na
contabilidade.

Veremos também para que serve a contabilidade e em quais instituições e


situações esta pode ser aplicada.

Objetivos:

1) Distinguir os conceitos iniciais envolvidos na Contabilidade;


2) Estabelecer o conceito de Contabilidade;

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 6
www.cliqueapostilas.com.br

3) Relacionar as áreas de atuação do contador;


4) Definir os usuários da Contabilidade;
5) Identificar os Princípios Contábeis.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 7
www.cliqueapostilas.com.br

Conteúdo

A história da contabilidade
Você já ouviu falar no método das partidas dobradas?

É o método considerado, até hoje, como base para a Contabilidade, que


afirma que toda a origem de capital deverá ter sempre uma aplicação de igual
valor.

A seguir, você verá um pouco da história da contabilidade...

Desde os primórdios o homem já demonstrava a habilidade e a necessidade


de registrar o seu patrimônio.

Imaginando a contabilidade de um pastor, por exemplo, é fácil presumir que


os rebanhos aumentavam devido à reprodução e os novos filhotes faziam
com que a cada dia os pastores tivessem mais bens. Isso era registrado de
forma rudimentar.

Pode-se afirmar que o maior destaque na história da Contabilidade é


creditadop ao Frei Luca Pacioli, que, no século XV, em sua obra La Summa de
Arithmetica Proportioni et Proportinalita, disseminou o método conhecido
como partidas dobradas.

Com o surgimento do método e as demais publicações do Frei Luca Pacioli –


pai da Contabilidade – a Ciência Contabil saiu da forma rudimentar e passou a
outras formas mais organizadas como a anotação em livros, depois o
emprego de meios mecânicos e, nos dias de hoje, a utilização de sistemas
contábeis informatizados.

Como vimos até aqui, após a divulgação do método das partidas dobradas, a
contabilidade se desenvolveu como ciência e ganhou cada vez mais espaço.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 8
www.cliqueapostilas.com.br

Todo débito corresponde a um crédito com valor igual ao do débito e vice-


versa, isto é, para cada crédito deverá haver um débito de valor igual ao do
crédito?

Essa regra tem como base a natureza das contas de Ativo e Passivo.

E o que seria ativo e passivo?

Ativo= Pense na frase:

Tenho um funcionário excelente; ele trabalha de forma ativa e é muito


competente.

A palavra ativa é sinônimo de coisa boa e positiva = bens e direitos.

Passivo= Pense na frase:

Estou tão preguiçoso, tenho agido de forma lenta e passiva, sinto que estou
cansado.

A palavra passiva é sinônimo de coisa ruim e negativa = obrigações / dívidas.

Ativo Passivo
Dinheiro na carteira: 110,00 Lojas Americanas: 400,00
Dinheiro no Banco: 1.100,00 Plano de Saúde: 430,00
Salário a receber: 5.000,00 Faculdade: 1.200,00
Valor do automóvel: 20.000,00 Mercado: 500,00
Valor da residência: 80.000,00 Cartão de crédito: 650,00
Financiamento imobiliário:
103.030,00

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 9
www.cliqueapostilas.com.br

TOTAL: 106.210,00 TOTAL: 106.210,00


Com base no que foi visto até o momento, qual das quatro fórmulas de
escrituração, fundamentada no método das partidas dobradas, você
considera como mais comum e utilizada em contabilidade?

a) Um débito e vários créditos


b) Vários débitos e um crédito
c) Um débito para cada crédito
d) Vários débitos e vários créditos
e) Todas as alternativas.

Resposta:
a) Ainda que seja uma das quatro fórmulas de escrituração, esta opção
não é a mais comum.
b) Essa fórmula foi aprovada no Congresso de Contabilidade de 1924,
mas não é a mais comum.
c) Opção correta! Essa é a fórmula mais comum e a que melhor explica o
conceito do método: “a todo débito corresponde um crédito de igual
valor e vice-versa”.
d) Também é uma opção correta, mas não é a mais comum.
e) Essa não é válida, pois apenas a opção “Um débito para cada crédito”
atende ao que estava sendo pedido.

Por que o contador antigamente era conhecido como guarda-livros?

“Há muito tempo, em uma terra não muito distante, os contadores eram
chamados de ‘guarda-livros’. A origem desse estranho nome era proveniente
da sua principal função que, até então, era a de escriturar e manter em boa
ordem os livros mercantis das empresas comerciais”.

A contabilidade passou a se desenvolver a partir da necessidade de tornar a


área contábil mais compreensível e dinâmica.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 10
www.cliqueapostilas.com.br

No Brasil, por exemplo, a construção da contabilidade vem evoluindo desde o


surgimento das escolas de contabilidade e das regulamentações contábeis.

Vamos acompanhar como aconteceu esta evolução?

1808: Você sabia que nesse ano o Brasil deu os seus primeiros passos para a
organização contábil?

O alvará publicado na época dizia que os contadores deveriam usar


obrigatoriamente as partidas dobradas como método de escrituração.

Ativo
Dinheiro na carteira...........110,00
Dinheiro no banco..............1.100,00
Salário a receber................5.000,00
Valor do automóvel...........20.000,00

Passivo
Lojas Americanas..........400,00
Plano de saúde...........430,00
Faculdade..................1.200,00
Mercado....................500,00
Cartão de crédito...........650,00

Patrimônio líquido.......103.030,00

1850: Em 25 de junho de 1850, o Imperador Pedro II promulgou o primeiro


Código Comercial Brasileiro. Essa promulgação tornou obrigatória a
escrituração contábil, além da elaboração anual do balanço.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 11
www.cliqueapostilas.com.br

1880: Nesse ano, a Escola Politécnica do Rio de Janeiro passou a oferecer as


primeiras disciplinas de Direito Administrativo e Contabilidade.

1902: Porém, somente após doze anos do oferecimento das disciplinas Direito
Administrativo e Contabilidade pela Escola Politécnica do Rio de Janeiro que
surgiu a Escola de Comércio Álvares Penteado.

Essa escola, três anos depois, passou a ter o reconhecimento do curso de


guarda-livros e também de perito-contador.

1946: A USP criou nesse ano a Faculdade de Ciências Contábeis, que coincide
com a criação do Conselho Federal de Contabilidade (CFC). O conselho criado
pelo Decreto-lei nº 9295/46 é o órgão que orienta, fiscaliza e normatiza a
profissão contábil no Brasil através dos Conselhos Regionais de Contabilidade
(CRCs)

1964: Em 1964, houve a promulgação da Lei nº 4.230 que instituiu as


principais normas para a elaboração e controle de orçamento da União,
Estados, Municípios e Distrito Federal.

1976: Esse ano é marcado por um grande acontecimento para Contabilidade


no Brasil: a criação da Lei nº 6.404 ou Lei das Sociedades por Ações.

Em 1976 também houve a Criação da Comissão de Valores Mobiliários (CMV),


responsável pela disciplina e funcionamento do mercado de valores
mobiliários no Brasil.

2007: Nesse ano ocorreu uma revolução na Contabilidade através da


promulgação da Lei nº 11.638, que alterou diversos dispositivos da Lei das
Sociedades Anônimas e aproximou a Contabilidade brasileira do modelo que
vem sendo adotando mundialmente.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 12
www.cliqueapostilas.com.br

A partir daí o Brasil passou a utilizar os princípios das IFRS visando a melhor
apresentação e compreensão das normas e demonstrações contábeis.

Mas afinal, o que é Contabilidade?


Definida como a ciência responsável pelo estudo dos fenômenos ocorridos no
patrimônio das entidades, a Contabilidade é a responsável, portanto, pelo
registro, classificação e demonstração dos fatos ocorridos no patrimônio das
entidades, através da escrituração contábil.

A Contabilidade também fornece informações para a análise e interpretação


dos fatos obtidos mediante a escrituração contábil, e possibilita que sejam
evidenciadas, ou seja, que sejam conhecidas as variações através dos
períodos em que houve alteração no patrimônio.

No que diz respeito ao patrimônio das entidades, pode-se dizer que a


Contabilidade atua em três campos:

Econômico: Imagine a seguinte situação:

Uma empresa que compra sempre à vista e realiza suas vendas sempre a
prazo acaba por ter sua operação de geração de capital:

a) Prejudicada, pois não consegue gerar capital em função de vendas a


prazo e pagamentos à vista;
b) Favorecida, pois não parcela, nem cria dívidas em cima das suas
compras.

Resposta correta: Favorecida. Toda vez que uma entidade apura o seu
resultado do exercício, ela faz um resumo de sua situação econômica, e isso
não necessariamente reflete em uma boa situação patrimonial.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 13
www.cliqueapostilas.com.br

Financeiro: Acredite, mesmo que uma entidade tenha prejuízo, ou seja,


acabe vendendo por menos do que comprou, ela pode ter dinheiro em caixa
suficiente, oriundo de outras operações bem sucedidas, para pagar suas
contas.

Patrimonial: Bens; Você pode entender por bens todas aquelas coisas que
são capazes de atender às necessidades das pessoas físicas ou jurídicas e que
podem ser mensuradas, ou seja, têm valor econômico.

Veremos detalhadamente na aula 2 as diversas formas de classificação dos


bens.

Direitos: Direitos podem ser entendidos como os valores que determinada


entidade tem a receber de terceiros.

O exemplo mais comum neste grupo são os clientes, que são indivíduos para
quem a empresa vendeu, garantindo, assim, no futuro, o direito de receber o
pagamento.

Obrigações: As obrigações, ou passivos exigíveis, são dívidas que a empresa


assumiu com terceiros, ou seja, com pessoas alheias à entidade.

Estes três elementos representam a entidade como um todo, ou seja, o que


ela tem como patrimônio.

O patrimônio é a garantia de todo o desenvolvimento e até mesmo da


continuidade da entidade.

Notou que a palavra chave na Contabilidade é patrimônio?

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 14
www.cliqueapostilas.com.br

Na verdade, o campo de estudo principal da Contabilidade é o patrimônio,


que pode ser uma pessoa física – por exemplo, você mesmo – ou pessoa
jurídica – entidade que pode ser formada por uma ou mais pessoas.

Pessoa física: Considera-se pessoa física toda pessoa natural que é registrada
em cartório e que possui bens, direitos e obrigações junto ao Estado.

A pessoa física responde individualmente por seus atos e só terá fim quando
decretada a sua morte.

Pessoa jurídica: Trata-se da composição de uma ou mais pessoas físicas, por


meio de um contrato que deverá ser registrado em cartório, na Receita
Federal ou junta comercial.

Mas se a pessoa jurídica é formada por uma ou mais pessoas físicas, por que
devemos considerar que entidade é igual à pessoa jurídica?

Na verdade os responsáveis pela pessoa jurídica são as pessoas físicas que a


formaram e seu término será dado por um acordo entre estas pessoas ou por
decisão judicial.

No caso de constituição por pessoa física, os dois tipos mais comuns são as
sociedades limitadas e as sociedades anônimas, sendo que para as limitadas
o documento de nascimento é o Contrato Social e para as anônimas é o
Estatuto Social.

Existem dois aspectos que podem ser observados em relação ao patrimônio


das entidades:

Quantitativo: Diz respeito à expressão monetária. Aqui no Brasil a moeda em


que o balanço deve estar expresso é o real.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 15
www.cliqueapostilas.com.br

Qualitativo: Com relação ao aspecto qualitativo do patrimônio é possível citar


as nomenclaturas que são utilizadas para descrever cada elemento:

Bens: representados pelo caixa;


Direitos: representados pelos clientes; e
Obrigações: representadas por contas diversas a pagar.

E quanto ao patrimônio líquido, qual é a sua funcionalidade?

Patrimônio líquido nada mais é do que a soma de tudo o que a empresa tem
(bens), tudo o que ela tem para receber (direitos) menos as suas obrigações.
Desta forma, o que sobra no caso de liquidação de dívidas é o que realmente
é da propriedade.

Para entender melhor, voltemos ao que já foi dito sobre Ativo e Passivo.

Suponhamos que a situação da sua empresa neste mês foi a seguinte:

Ativo Passivo
Caixa: 10.000,00 Empréstimo: 15.000,00
Estoque: 40.000,00 Contas a pagar: 25.000,00
Contas a receber: 20.000,00
Imobilizado: 30.000,00
Total do ativo: 100.000,00 Total do passivo: 40.000,00

Total do ativo 100.000,00


Total do passivo 40.000,00
____________________________
= Patrimônio líquido: 60.000,00

Agora é com você...

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 16
www.cliqueapostilas.com.br

Sócio de uma empresa de sapatos, você se tornou o responsável direto na


parte de escrituração contábil e percebeu que este ano o total do Ativo foi
R$35.000,00 e o do Passivo foi R$70.000,00.

a) A sua empresa teve um ano produtivo com patrimônio líquido de R$


35.000,00.
b) A conta para saber o valor do patrimônio líquido do ano é R$70.000,00
– R$35.000,00 = R$35.000,00
c) Na verdade a empresa fechou com o patrimônio líquido negativo ou
passivo a descoberto, uma vez que o passivo é R$35.000,00 a mais
que o ativo.

Resposta correta: Letra C. Opção certa. Sendo o valor do passivo maior do


que o valor do ativo, a empresa fechou com o patrimônio líquido negativo ou
passivo a descoberto.

Você já ouviu falar em Contrato Social e Estatuto Social?

ESTATUTO SOCIAL: O Estatuto Social é o documento pelo qual são


constituídas as sociedades anônimas.

No caso destas sociedades, é feita uma assembleia que deverá representar,


no mínimo, metade do capital social, ou seja, o capital da empresa.

• Nome;
• Prazo de duração;
• Localização da empresa;
• Objeto social (ou seja, o que ela terá como atividade);
• Seu capital social; e
• Outros dados primordiais para o nascimento da entidade.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 17
www.cliqueapostilas.com.br

CONTRATO SOCIAL: O Contrato Social é o documento de nascimento de uma


entidade com fins lucrativos e não anônima.

Este documento não pode conter nenhum tipo de emendas, rasuras ou


qualquer tipo de entrelinha. Além disso, o documento deverá designar o
objeto da sociedade e o nome desta.

É possível que você esteja se perguntando...

... já que o objeto da Contabilidade é o patrimônio das entidades, onde eu,


profissional da área de Contabilidade, posso atuar?

Atualmente há uma lista ampla e bem diversificada de áreas em que você


poderá atuar.

Vamos ver alguns exemplos:

1) Contador: É a forma independente que assume a contabilidade.

Atualmente, o profissional que deseja trabalhar nesta área precisa


fazer o exame de suficiência do CRC e obter o registro junto ao órgão
para exercer a profissão.

Um profissional que deseja atuar como contador pode ter seu próprio
escritório, desenvolvendo funções generalistas com relação a uma
empresa.

O contador pode ser também analista ou assistente, atuando na área


tributária, de custos, gerencial, de controladoria, entre outras.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 18
www.cliqueapostilas.com.br

2) Perito contábil: A profissão de perito contábil é prerrogativa exclusiva


do contador, ou seja, somente o bacharel em Ciências Contábeis,
devidamente habilitado (com CRC), poderá atuar nesta área.

Este profissional atua com a indicação de juízes ou partes envolvidas


em processos e é responsável pela elaboração de laudos que serão
utilizados para a tomada de decisão judicial, em casos de dissolução de
entidades, pensão alimentícia, recálculo de encargos financeiros com
Sistema Financeiro Habitacional, com bancos em geral, entre outros.

3) Controller: É aquele profissional que atuará como gestor de uma


determinada entidade, trabalhando para fazer a gestão de forma
eficaz.

4) Tributarista: Levando-se em conta a complexidade do sistema


tributário brasileiro, esta é uma área que possui uma vasta demanda
de profissionais.

O contador pode trabalhar de forma independente, ou seja,


oferecendo consultoria nesta área, ou atuar dentro de uma empresa,
planejando quais as melhores formas de tributação para aquela
entidade.

A figura do leão faz referência a um das mais famosas tributações: o


imposto de renda.

5) Auditor: Assim como o perito contábil, somente o profissional formado


em Ciências Contábeis, devidamente habilitado, poderá atuar como
auditor.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 19
www.cliqueapostilas.com.br

Este profissional é responsável por analisar as demonstrações


contábeis, bem como trabalhar para que os controles internos sejam
respeitados e para que isso seja feito de forma eficiente.

Lembrando que a auditoria está dividida em duas modalidades:

• Auditoria interna: que é aquela realizada dentro das entidades


para a verificação dos procedimentos internos; e
• Auditoria externa: que é aquela normalmente requerida por
uma sociedade anônima para a verificação da veracidade de
suas demonstrações contábeis.

6) Contador Público: É aquele profissional que prestou concurso e


trabalha na área pública.

As entidades públicas por possuírem patrimônio também são objeto da


Contabilidade.

7) Pesquisador e professor: Assim como em todas as profissões, o


profissional graduado em Ciências Contábeis poderá atuar na área da
docência ou pesquisa.

Mas, se você não se encaixou em nenhum desses perfis, não se desespere...

... além das áreas citadas, existem outras possibilidades de atuação para o
profissional contábil.

Porém, antes de escolher a área que se deseja atuar, é muito importante


entender que o objetivo da Contabilidade é fornecer informações sobre a
composição do patrimônio e como funcionam as suas variações. A partir daí,
é possível pensar na área que se quer seguir.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 20
www.cliqueapostilas.com.br

Outro ponto que pode ajudar na decisão da carreira a seguir é o pensamento


voltado para as finalidades da Contabilidade, pois, atualmente, a sua principal
função é o planejamento que serve de base para a análise de situações
futuras e o controle do que acontece com as instituições.

Contador
Na empresa Independente No ensino Órgão público
Planejador Auditor Professor Contador público
tributário independente
Analista financeiro Consultor Pesquisador Agente fiscal
rendas
Contador geral Empresário Escritor Concursos
contábil públicos
Cargos Perito contábil Parecerista Tribunal de
administrativos contas
Auditor de interno Investigador de Conferencista Oficial contador
fraudes
Contador de custo
Contador gerencial
Atuário

Você consegue imaginar quem são os possíveis usuários da contabilidade?


Qual o interesse destes na informação contábil?

Os usuários da contabilidade são divididos em dois tipos:

Agentes internos: Os agentes internos podem ser apresentados aos usuários


que têm algum tipo de relação direta com a entidade e que, por
consequência, têm facilidade de acesso às informações contábeis.

Os interessados e seus respectivos interesses são:

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 21
www.cliqueapostilas.com.br

• Gerentes – utilizam a informação para tomar decisões;

• Funcionários – utilizam as informações da empresa para saber se


receberão ou não seus salários, férias e benefícios, quando definidos
na política da empresa.

Agentes externos: Os agentes externos são aqueles que não possuem uma
relação direta com a entidade, mas que, mesmo assim, mantém algum tipo
de relacionamento com esta.

Clique nos agentes externos para conhecê-los:

Bancos: Utilizam a informação contábil para a concessão ou não de


financiamentos, empréstimos e créditos em geral.

Concorrentes: Utilizam a formação para tornarem-se competitivos nos


mercados cada vez mais acirrados.

Governo: É o principal interessado, pois está sempre buscando informações


relativas às despesas e receitas. São elas que geram o resultado para atingir
o objetivo do governo: a tributação das entidades.

Fornecedores: Seu principal interesse é a capacidade de pagamento das


entidades, ou seja, querem saber se poderão continuar ou não vendendo a
prazo e se vão continuar recebendo.

Clientes: Apesar de não ser uma informação percebida diretamente da


Contabilidade, os clientes têm interesses ligados aos prazos de recebimento
de suas compras, ao tipo de atendimento e querem detalhes de como podem
fazer a devolução de um produto, por exemplo.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 22
www.cliqueapostilas.com.br

Investidores: No caso das sociedades de capital aberto, o principal interesse é


o desempenho das entidades em que investem, para saber se podem manter
seu dinheiro nelas.

No caso de investidores que ainda não investiram, o maior interesse é saber


se vale a pena investir seu dinheiro e deixá-lo aplicado em determinada
entidade, o que ela trará de retorno e como estão as perspectivas dessa
entidade para o futuro.

Você já parou para pensar como seria se cada um fizesse as coisas do jeito
que quisesse? Se não houvesse normas para executar cada tarefa?

E na Contabilidade? Como seria se cada um fizesse o registro das informações


contábeis do jeito que quisesse?

Se cada um decidisse o que deveria ou não registrar?

Para que haja uma padronização, é preciso que existam órgãos responsáveis
pela normatização contábil. No Brasil as normatizações são de
responsabilidade da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e do Conselho
Federal de Contabilidade (CFC).

A resolução de nº 750/93, emitida pelo Conselho Federal de Contabilidade,


definiu alguns princípios contábeis com o intuito de padronizar a
Contabilidade.

Alguns autores dividem os princípios contábeis em três categorias:

Postulados: Conhecido como “Pilares da Contabilidade”, os Postulados são


considerados a base da teoria contábil e se divide em Postulados Entidade e
Postulados da Continuidade, onde o primeiro estabelece o patrimônio como

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 23
www.cliqueapostilas.com.br

sendo o objeto da Contabilidade e o segundo prevê que o processo contábil


deve ser considerado sem prazo estimado de duração.

Princípios: É a padronização das técnicas contábeis adotadas pela maioria


dos profissionais, com o intuito de normatizar os lançamentos e relatórios,
para um melhor controle do patrimônio da entidade.

No Brasil, os princípios contábeis são os estabelecidos pela Resolução CFC


750/93. Tais princípios servem como padrões a serem seguidos na
contabilização dos fatos contábeis.

Convenções contábeis: Conceitos que servem como um guia para o


profissional da área contábil, normatizando padrões de conduta na hora de
escriturar os fatos contábeis, tais como: objetividade, conservadorismo,
materialidade e evidenciação.

Atenção!
O mais comum é a utilização da padronização com base na Resolução nº
750/93, atualizada pela Resolução nº 1.282/10, sem a separação por
categorias.

Chegamos ao fim da primeira aula.

Nela foi possível ver a evolução da Contabilidade e sua normatização,


explicando, minuciosamente, que suas regras e procedimentos devem ser
respeitados para que haja uma padronização e, com isso, melhorarmos o
entendimento de forma geral.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 24
www.cliqueapostilas.com.br

Síntese da aula
Nesta aula, você:

• Compreendeu que a Contabilidade acompanha o homem desde seus


primórdios;
• Identificou as funções iniciais da Contabilidade;
• Acompanhou o desenvolvimento da Contabilidade;
• Diferenciou os termos objeto, objetivo e função da Contabilidade;
• Verificou os principais usuários e quais os interesses de cada um deles
na Contabilidade.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 25
www.cliqueapostilas.com.br

Avaliando aprendizado
Questão 1: A Ciência Contábil surgiu juntamente com o homem, pois desde
os primórdios da vida humana os indivíduos sentem necessidade de controlar,
de alguma forma, o seu patrimônio. Necessitam mensurar, ou seja, medir o
quanto ganham, quanto o patrimônio aumenta e o destino dos seus bens.
Pode-se afirmar que a evolução da Contabilidade como ciência ocorreu com o
florescimento do (a):

a) Igreja e o Patrimônio
b) Comércio e o Método das Partidas Dobradas
c) Indústria e a produção em série
d) Moeda e o Papel Moeda
e) Comércio Internacional

Resposta da questão 1: Letra B. Comércio e o Método das Partidas


Dobradas.

Questão 2: Qual o objetivo da contabilidade?

a) Controlar os gastos das entidades.


b) O objetivo básico da contabilidade é fornecer informações sociais para
os vários usuários.
c) Evidenciar possíveis fraudes no patrimônio.
d) Medir as variações dos recursos econômicos.
e) Controlar o patrimônio e fornecer informações úteis aos diversos
interessados na situação econômico-financeira da entidade.

Resposta da questão 2: Letra E. Controlar o patrimônio e fornecer


informações úteis aos diversos interessados na situação econômico-
financeira da entidade.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 26
www.cliqueapostilas.com.br

Questão 3: Pode-se afirmar que a Ciência Contábil surgiu juntamente com o


homem, pois desde os primórdios da vida humana os indivíduos sentem
necessidade de:

a) Desenvolver uma atividade empresarial


b) Obter Lucro
c) Registrar seu Patrimônio
d) Controlar seus recursos financeiros
e) Elaborar um Balanço Patrimonial

Resposta da questão 3: Letra C. Registrar seu Patrimônio

Questão 4: O Objetivo da Contabilidade é fornecer informações sobre a


composição do patrimônio e suas variações.
No que diz respeito ao patrimônio das entidades, pode-se dizer que a
Contabilidade atua em três campos.
Quanto às informações do campo Patrimonial podemos dizer que:

a) Dizem respeito à movimentação das despesas e receitas, evidenciando


o lucro ou prejuízo apurados nas transações realizadas pela empresa.
b) Dizem respeito ao fluxo de entradas e saídas de dinheiro na empresa.
c) Dizem respeito ao patrimônio dos sócios e acionistas da empresa.
d) Dizem respeito a apuração do custo das mercadorias vendidas
e) Dizem respeito à composição dos seus bens, direitos e obrigações

Reposta da questão 4: Letra E. Dizem respeito à composição dos


seus bens, direitos e obrigações.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 27
www.cliqueapostilas.com.br

Questão 5) Qual das opções abaixo representa a correta definição dos


objetivos da Contabilidade? Selecione apenas a opção correta, de acordo
com os conteúdos ministrados em nossas aulas.

a) Permitir o estudo, o controle e a apuração de Resultados diante dos


fatos decorrentes da gestão do Patrimônio das entidades
b) Permitir o controle e a apuração de Resultados das operações
devedoras no Patrimônio das entidades
c) Refere-se ao controle e a apuração de fatos decorrentes das operações
comerciais resultantes da gestão administrativa das entidades.
d) Permitir o controle e a apuração de Resultados das operações credoras
no Patrimônio das entidades
e) Permitir o registro dos débitos no Passivo e créditos no Ativo contábil
das entidades

Resposta da questão 5: Letra A. Permitir o estudo, o controle e a


apuração de Resultados diante dos fatos decorrentes da gestão do
Patrimônio das entidades.

Questão 6) O objetivo da contabilidade é o estudo e o controle do patrimônio


e de suas variações visando o fornecimento de informações para tomada de
decisões. O usuário que utiliza a informação contábil para avaliar os
resultados de sua gestão é o:

a) Administrador da Empresa
b) Governo
c) Banco
d) Fornecedor
e) Cliente

Resposta da questão 6: Letra A. Administrador da Empresa.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 28
www.cliqueapostilas.com.br

Aula 2: Conceitos de patrimônio

Introdução
Você já parou para pensar em tudo que possui? Já percebeu que isso faz
parte do seu Patrimônio?

Muitas pessoas acham que só os bens que elas possuem fazem parte do
patrimônio, mas é preciso lembrar que o que elas têm a receber, ou seja, os
direitos, e o que elas têm a pagar também fazem parte do conjunto
denominado Patrimônio.

Outro aspecto importante é compreender como funcionam as movimentações


no patrimônio, ou seja, como este aumenta, diminui ou sofre qualquer tipo de
movimentação.

É importante saber também quais as possíveis situações patrimoniais, o que


demonstra e como o balanço pode ser configurado.

Objetivos

1) Diferenciar o conceito de bens, direitos e obrigações;


2) Relacionar os diversos tipos de bens;
3) Distinguir o que é situação gráfica do patrimônio;
4) Identificar as representações gráficas patrimoniais;
5) Avaliar a formação do patrimônio.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 29
www.cliqueapostilas.com.br

Conteúdo

O Patrimônio
Na primeira aula, você aprendeu que a palavra chave da contabilidade é
patrimônio... Mas será que você lembra como se constitui o patrimônio de
uma entidade ou de uma pessoa?

O sonho do carro novo, da casa própria, do negócio próprio, enfim, de


adquirir muitos bens para o nosso conforto.

Como proprietário, você precisará gerenciar os bens, os direitos e as


obrigações da sua loja.

Até este ponto conhecemos o conceito de bens, direitos e obrigações.

De que forma isto é representado para que faça sentido do ponto de vista
contábil?

Para que você entenda, vamos retomar alguns conceitos estudados na


primeira aula. Só que dessa vez, usando a terminologia contábil.

A igualdade entre Bens, Direitos e Obrigações é possível?


Imagine uma balança. Para que ela fique equilibrada é preciso que os dois
lados estejam com o mesmo peso, não é?

Assim também acontece na Relação Patrimonial, onde o Ativo e o Passivo


devem permanecer equilibrados.

Em contabilidade, ficou convencionado que o lado esquerdo seria


denominado Ativo – lado positivo que engloba os bens e direitos – e o lado
direito seria o Passivo – que engloba as obrigações.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 30
www.cliqueapostilas.com.br

E se o equilíbrio não acontecer?

É neste ponto que surge um novo elemento na equação patrimonial


denominado Patrimônio Líquido, que nada mais é do que a diferença entre o
Ativo e o Passivo, ou seja, é o valor líquido resultante da seguinte equação:

Bens + Direitos – Obrigações

Ativo: Bens / Direitos


Passivo: Obrigações / Patrimônio líquido

Outra definição que pode ser dada ao Patrimônio Líquido é a de que este é o
grupo que representa o valor referente aos acionistas ou a que estes
pertencem.

São exemplos de contas de patrimônio líquido, conforme a Lei nº 11.638/07:

• Lucro Social;
• Reservas de Capital;
• Ajustes de Avaliação Patrimonial;
• Reservas de Lucros;
• Ações em Tesouraria e Prejuízos Acumulados.

Lembrando que em nossos estudos as contas mais vistas serão as de Lucro


Social, Reservas de Lucro ou Prejuízos Acumulados.

Atenção!
Nunca confunda o termo Patrimônio Líquido com o termo Patrimônio.

Patrimônio: conjunto de bens, direitos e obrigações.


Patrimônio líquido: diferença entre bens, direitos e obrigações.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 31
www.cliqueapostilas.com.br

No balanço patrimonial, o dinheiro “entra” pelo lado do Passivo. Você sabe de


que forma isso ocorre?

Analise o quadro:

Balanço Patrimonial
Ativo / Aplicações Passivo / Origens
Bens 1.000 Obrigações 1.500
Direitos 1.500 Patrimônio Liquido
Capital 1.000
Total do ativo 2.500 Total do passivo 2.500

Quando os sócios abrem a empresa, eles colocam o capital nela, e esse fica
registrado no Passivo, ou seja, sua origem foi no Passivo.

Em contrapartida, o dinheiro é aplicado no Ativo.

O mesmo ocorre, por exemplo, com os fornecedores, pois determinada


mercadoria aparecerá no Ativo.

Já o Registro da Entrada ficará no Passivo.

Lembre-se: as origens de recursos correspondem às obrigações e podem ser


divididas em dois tipos:

De terceiros – são recursos provenientes de entes alheios à companhia ou


que não fazem parte diretamente desta, como, por exemplo, os fornecedores,
o governo através dos impostos, financiamentos, salários a pagar, entre
outras dívidas.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 32
www.cliqueapostilas.com.br

De recursos próprios – recursos provenientes de capital dos sócios, do capital


social ou, ainda, de lucros e reservas que são valores decorrentes das
atividades normais da empresa.

Pense nos seus bens, direitos e obrigações.

O que hoje você possui mais?

a) Possuo mais ativos do que passivos


b) Possuo mais dívidas do que bens e direitos

Ambas as respostas configuram uma Situação Patrimonial, ou seja, uma das


formas de apresentação do balanço que pode ser aplicada tanto à pessoa
física quanto à jurídica.

Em uma Situação Patrimonial podem ser apresentados mais Bens e Direitos


do que Obrigações, mais Obrigações do que Bens e Direitos ou ainda Ativo e
Passivo iguais.

Agora, vamos trabalhar algumas formas de apresentação do Patrimônio e


como elas podem ser entendidas mediante o uso de ilustrações.

A maneira mais simplificada para que sejam demonstradas as situações


possíveis em relação à estrutura patrimonial é a utilização de balanças no
lugar dos gráficos.

... Mas como?

Com valores iguais para o Ativo e para o Passivo, o equilíbrio estará


alcançado. Isso é fácil de perceber.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 33
www.cliqueapostilas.com.br

Porém, normalmente, o Ativo e o Passivo apresentam valores diferentes e


esta balança virtual penderá para um dos lados.

Você deve buscar sempre o equilíbrio.

O peso (valor) que se utiliza para se alcançar este equilíbrio é chamado


Patrimônio Líquido e, por lógica, estará no lado do menor valor,
compensando, assim, a diferença.

Na balança, você colocará a quantidade de peso que represente a fórmula


exibida.

Afinal de contas, como o Patrimônio se movimenta? O que o faz aumentar ou


diminuir?

Pensando na evolução do Patrimônio de uma empresa, analise:

Exemplo 1
Balanço Patrimonial
Ativo Passivo
Caixa R$ 100.000
Patrimônio líquido
Capital R$ 100.000
Total ativo R$ 100.000 Total passivo R$ 100.000

Prestando atenção na tabela é possível entender como o fluxo de dinheiro


entra pelo Passivo. Neste caso, o dinheiro entrou pelo investimento dos sócios
e se aplicou no Ativo, que aqui é o Caixa.

Esta afirmativa é verdadeira. Neste exemplo, a empresa teve suas atividades


iniciadas com dinheiro.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 34
www.cliqueapostilas.com.br

R$100.000,00 de capital ― originados no Capital Social que foi captado de


um ou mais sócios ― foram aplicados no Ativo no Caixa da empresa.

Exemplo 2
Balanço Patrimonial
Ativo Passivo
Caixa R$ 70.000
Mercadoria R$ 15.000 Patrimônio líquido
Veículo R$ 15.000 Capital R$ 100.000
Total ativo R$ 100.000 Total passivo R$ 100.000

Na segunda operação, imagine que seja feita a compra à vista, em dinheiro,


de um veículo por R$15.000,00 e uma compra de mercadorias também à
vista. O dinheiro para esta compra saiu do Patrimônio Líquido.

Esta afirmativa é falsa. Verifique que mais uma vez a igualdade foi mantida e
só houve uma troca de valores no Ativo. Aqui, especificamente, o dinheiro
saiu do Caixa da empresa e foi para a compra de Mercadorias e Veículos.

Exemplo 3
Balanço Patrimonial
Ativo Passivo
Caixa R$ 70.000 Fornecedores R$ 20.000
Mercadoria R$ 35.000 Patrimônio líquido
Veículo R$ 15.000 Capital R$ 100.000
Total ativo R$ 120.000 Total passivo R$ 120.000

Agora a empresa fez uma compra de R$20.000,00 em mercadorias a prazo.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 35
www.cliqueapostilas.com.br

Note que o valor do balanço subiu para R$120.000,00 nos dois lados. No lado
direito, surgiu uma obrigação com fornecedores, que foi aplicada na conta de
veículo.

Esta afirmativa é falsa. A empresa não desembolsou dinheiro para executar


essa compra, pois ela não foi à vista. Entretanto, seguindo o método das
partidas dobradas, mesmo sendo a prazo, o valor terá que ter uma
contrapartida, que no caso será representada pelos fornecedores.

Por isso, o valor do balanço subiu para R$120.000,00 nos dois lados, o que
fez aparecer do lado direito uma nova obrigação com fornecedores, aplicada
na conta de mercadorias.

Exemplo 4
Balanço Patrimonial
Ativo Passivo
Caixa R$ 70.000 Fornecedores R$ 20.000
Mercadoria R$ 35.000 Contas a pagar R$ 50.000
Veículo R$ 15.000 Patrimônio líquido
Imóvel R$ 50.000 Capital R$ 100.000
Total ativo R$ 120.000 Total passivo R$ 120.000

Em outro momento, a empresa comprou um prédio, no valor de R$50.000,00,


a prazo, para a manutenção de suas atividades.

Dessa forma, foi possível manter a igualdade dos dois lados, pois o método
das partidas dobradas está sendo respeitado em todas as operações.

Esta afirmativa é verdadeira. Por causa da compra, o valor total do balanço


foi alterado novamente, já que a empresa aumentou o seu patrimônio ao

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 36
www.cliqueapostilas.com.br

adquirir um imóvel. Porém, também aumentou as suas dívidas, quando fez


essa compra a prazo.

Exemplo 5
Balanço Patrimonial
Ativo Passivo
Caixa R$ 60.000 Fornecedores R$ 10.000
Mercadoria R$ 35.000 Contas a pagar R$ 50.000
Veículo R$ 15.000 Patrimônio líquido
Imóvel R$ 50.000 Capital R$ 100.000
Total ativo R$ 160.000 Total passivo R$ 160.000

Outra operação comum nas empresas é o pagamento de fornecedores, certo?

Neste exemplo, a operação aumentou os valores dos dois lados devido ao


pagamento de R$10.000 aos fornecedores.

Esta afirmativa é falsa. Neste exemplo, foi pago o valor de R$10.000,00 aos
fornecedores, o que fez com que o valor dos dois lados diminuísse, resultando
também na diminuição do valor da dívida e do caixa.

Chegamos ao final de mais uma aula e para encerrar vamos a mais uma
atividade de fixação.

Imagine que você tenha a seguinte situação:

Uma casa no valor de R$100.000,00;


Um veículo no valor de R$25.000,00;
Direitos a receber de uma venda de um terreno que você fez no valor de
R$20.000,00; e

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 37
www.cliqueapostilas.com.br

Uma patente registrada, daquela brilhante invenção, no valor de


R$10.000,00.

Em contrapartida, você tem:

Um financiamento de R$80.000,00;
Um empréstimo de R$20.000,00; e
Dívidas, em geral, no valor de R$5.000,00.

Perguntas:

a) Qual o valor dos seus bens?


b) Qual o valor dos seus direitos?
c) Qual o valor total das obrigações?
d) Qual o valor da sua riqueza líquida?

Respostas:

a) 125.000,00
b) 30.000,00
c) 105.000,00
d) 50.000,00

Síntese da aula
Nesta aula, você:
• Relacionou os principais elementos do Patrimônio;
• Avaliou os conceitos de Bens, Direitos e Obrigações;
• Identificou as situações patrimoniais e sua representação gráfica.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 38
www.cliqueapostilas.com.br

Avaliando aprendizado
Questão 1: Em uma Empresa cujo total de Bens e Direitos em uma
determinada data é de $ 50.000 e o total de Obrigações com terceiros é de $
30.000 o Patrimônio Líquido é de:

a) 40.000
b) 20.000
c) 30.000
d) 10.000
e) 50.000

Resposta da questão 1: Letra B. 20.000

Questão 2: Ao observar um Balanço Patrimonial, você pode visualizar o total


de recursos que a empresa obteve e que estão a sua disposição. São
exemplos de Aplicação de recursos:

a) Capital Social
b) Fornecedores
c) Máquinas e Equipamentos
d) Empréstimos a Pagar
e) Lucros

Resposta da questão 2: Letra C. Máquinas e equipamentos.

Questão 3: Uma Empresa cujo total de Bens e Direitos em uma determinada


data é de $ 30.000 e o total de Obrigações com terceiros é de $ 30.000,
podemos dizer que essa empresa apresenta um(a):

a) Situação Patrimonial Líquida Positiva


b) Situação Patrimonial Líquida Negativa
c) Passivo a Descoberto

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 39
www.cliqueapostilas.com.br

d) Situação Patrimonial Líquida Nula


e) Situação Patrimonial Passiva

Resposta da questão 3: Letra D. Situação Patrimonial Líquida Nula

Questão 4: Se o Ativo de uma empresa é de R$ 29.650,00 e o Passivo é de


R$ 9.850,00, o valor do Patrimônio Líquido será de:

a) 19.850,00
b) 19.700,00
c) 29.500,00
d) 19.800,00

Resposta da questão 4: Letra E. 19.800,00.

Questão 5: Suponha que, em determinado momento, uma empresa


apresente a seguinte composição patrimonial:
Caixa: 30.000,00 Mercadorias: 28.000,00 Terrenos: 250.000,00
Fornecedores: 50.000,00 Supondo o pagamento de metade da dívida com
fornecedores, o patrimônio líquido da empresa seria de:

a) 208.000,00
b) 258.000,00
c) 358.000,00
d) 308.000,00
e) 233.000,00

Reposta da questão 5: Letra B. 258.000,00

Questão 6: IDENTIFIQUE A ALTERNATIVA QUE MELHOR COMPLETA AS


LACUNAS DA QUESTÃO ABAIXO:

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 40
www.cliqueapostilas.com.br

A teoria contábil descreve que o conjunto de bens, direitos e obrigações de


uma empresa pode ser definido como ________________. Todavia, a
diferença entre o total dos bens e direitos em relação às obrigações com
terceiros é conhecido como _______________________.

a) Patrimônio / Ativo
b) Patrimônio / Patrimônio Líquido
c) Ativo / Passivo
d) Passivo / Ativo
e) Patrimônio Líquido / Patrimônio

Resposta da questão 6: Letra B. Patrimônio / Patrimônio Líquido

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 41
www.cliqueapostilas.com.br

Aula 3: Conceito e classificação de conta

Introdução
Depois de estudarmos alguns conceitos de contabilidade, já entendemos que
existem bens, direitos e obrigações e verificamos que o registro que modifica
esses elementos ocasiona alterações no patrimônio e, assim, cada elemento
deverá ser devidamente identificado. É neste momento que surge o conceito
de conta ― nome que irá definir cada elemento da contabilidade.

O plano de contas, por sua vez, será uma lista organizada de como são essas
contas, ou seja, de como estes elementos patrimoniais, devidamente
organizados, deverão aparecer na contabilidade. O plano de contas é, por
isso, um elemento essencial no dia a dia do contador e apresenta as contas
de acordo com a sua codificação e classificação devidas.

Objetivos

1) Identificar o conceito e classificação de contas;


2) Reconhecer a origem do débito e do crédito;
3) Distinguir conceito e organização das contas;
4) Estabelecer os conceitos relativos ao plano de contas.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 42
www.cliqueapostilas.com.br

Conteúdo

Contas
Quando você pensa em conta, qual das opções abaixo lhe vem primeiro à
cabeça?

Contas a pagar, Conta bancária ou Operação matemática.

Difícil decidir, não é? Todas fazem parte do nosso dia a dia.

Mas você reparou que mesmo com significados bem variados o conceito de
conta nesses três casos está ligado a um elemento que representa valores
monetários?

Será que isso acontece também em Contabilidade?

Não é bem assim...

Justamente em Contabilidade, conta perde esse aspecto generalizado e


ganha um significado bastante específico.

Conta > nome técnico do elemento que representa o fato contábil, que se
divide em:

Contas patrimoniais: São aquelas que representam os elementos


patrimoniais, ou seja, aquelas que compõe o patrimônio.

Tais contas demonstram a posição do patrimônio em certo momento. Além


disso, também são contas patrimoniais aquelas que representam o patrimônio
líquido das entidades, ou seja, a riqueza líquida das entidades.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 43
www.cliqueapostilas.com.br

Pode-se afirmar, então, que as contas patrimoniais são aquelas que


demonstram a posição financeira da entidade, pois representam valores
monetários.

Balanço patrimonial
Ativo Passivo
Bens Obrigações
Caixa Contas a pagar.
Bancos Impostos a pagar
Veículos Energia elétrica
Imóveis Água
Direitos Energia elétrica
Contas a receber Patrimônio líquido
Clientes Capital
Adiantamentos Reservas

Contas de resultados: As contas de resultado, ainda pouco exploradas por


nós, são aquelas que aparecem durante o exercício social ― período em que
a empresas têm o seu ciclo de operações (normalmente um ano), que
deverão ser encerradas no final desse tempo.

Estas contas estão divididas em Receitas e Despesas e, mediante o confronto


destas, é obtido o Lucro ou Prejuízo de um determinado período.

Contas de receita = diminui / aumenta

Contas de despesa = Aumenta / diminui

Você deve estar se perguntando:

Como foram definidos os conceitos de contas?

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 44
www.cliqueapostilas.com.br

Em Contabilidade, existem as chamadas teorias patrimoniais, a função delas é


explicar como os elementos são representados por contas.

Entre elas destacam-se:

Teoria personalista: Nesta teoria as contas são comparadas a pessoas e


essas pessoas mantêm relação com a entidade em que atuam. Assim, o
débito de uma dessas pessoas representará uma dívida e o crédito desta
mesma pessoa representará um direito.

Com isso, cada débito do proprietário será um crédito dos agentes


consignatários e dos agentes correspondentes e vice-versa.

Existem três grupos nesta teoria:

Contas dos proprietários – é o titular do patrimônio que se relaciona


diretamente com os agentes consignatários. O patrimônio líquido, bem como
as receitas e despesas, é uma conta que representa o proprietário.

Contas dos agentes consignatários – são as contas guardadas pelo


proprietário, ou seja, os bens da empresa, como, por exemplo, caixa, bancos
(contas devedoras).

Contas dos agentes correspondentes – agentes correspondentes são aquelas


pessoas que não pertencem à empresa e as contas deles são aquelas com
que o empresário mantém débitos ou créditos. No caso dos direitos,
correspondem aos créditos no Ativo, como duplicatas ou clientes. No passivo,
representam obrigações, como duplicatas a pagar e fornecedores.

Teoria materialista: Na Teoria Materialista, como o próprio nome já diz, as


contas representam relação material com as instituições.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 45
www.cliqueapostilas.com.br

Assim, os bens (contas patrimoniais), os direitos e as obrigações são


chamadas de Contas integrais. Já o patrimônio líquido e suas variações do
resultado são conhecidos como Contas diferenciais.

Teoria patrimonialista: Esta é a teoria mais adequada à legislação societária


brasileira e tem como objetivo principal a administração das entidades,
separando os elementos em Contas Patrimoniais (Ativo e Passivo) e Contas
de Resultado (Receitas e despesas).

Por que as contas são importantes? Para que elas servem?


Segundo Ribeiro (2009), é por meio das contas que a contabilidade
desempenha o seu papel, que nada mais é do que registrar e controlar os
acontecimentos que modificam o patrimônio das entidades.

A conta serve para que a contabilidade reconheça a alteração em cada


elemento patrimonial e isto, por consequência, trará alterações na estrutura
contábil de uma empresa como um todo.

Assim, todos os acontecimentos que ocorrem na empresa são registrados por


meio de contas e depois anotados em livros próprios para que sejam
disponibilizados aos usuários interessados.

Para ter Razão...

A representação gráfica das contas é o respectivo registro em folhas ou fichas


individuais.

O conjunto destes registros forma o livro contábil chamado Razão, onde cada
ficha é utilizada para uma conta específica e os elementos mínimos
necessários para cada registro são os valores a débito e a crédito, a data, o
histórico e o saldo da conta.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 46
www.cliqueapostilas.com.br

Um modelo de Razão utilizado largamente pelas empresas é especificado


conforme o seguinte quadro:

Modelo de Livro Razão


Título da conta: caixa.
Data Histórico Débito Crédito Saldo D/C
11/03/2011 Recebimento da 100 100 D
duplicata
nº 37/2011
18/03/2011 Pagamento de 30 70 D
conta de energia
elétrica, cfe. Conta

Existe outra forma para que sejam corretamente evidenciados os saldos das
contas no livro Razão, chamada de razonete ou de “conta em T”.

Essa maneira é apenas uma simplificação da ficha vista no quadro, onde


apenas são evidenciados o título da conta e duas colunas, sendo uma para os
débitos (coluna da esquerda) e outra para os créditos (coluna da direita).

Para que seja obtido o saldo de cada conta, deve-se realizar o cálculo da
soma de cada coluna. A diferença será o saldo da conta.

E o que são despesas? O que elas representam? Como elas podem ser
diferenciadas das contas patrimoniais?

Pode-se dizer que as despesas são bens e serviços consumidos para a


geração de receitas.

Essas contas são responsáveis pela diminuição do patrimônio, uma vez que
são gastos efetuados todos os meses e que saem da empresa.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 47
www.cliqueapostilas.com.br

Elas se diferenciam das contas patrimoniais facilmente porque estas são


contas que permanecem no patrimônio (como os veículos, móveis, contas a
pagar), ou seja, essas contas são geradas todos os meses e zeradas no final
do período para a apuração do resultado.

Você sabe o que é receita?


Chama-se de receita todas aquelas contas que representam o resultado do
sacrifício da empresa, ou seja, o que ela ganha com a venda de mercadorias
ou a prestação de serviço.

As receitas ocorrem em um número menor do que as despesas e podem ser


representadas pela receita com vendas ou prestação de serviços, juros
ganhos com aplicação financeira ou com duplicatas recebidas em atraso, bem
como descontos obtidos.

Quando você se depara com as palavras débito e crédito o que você pensa?

a) E agora? Tenho um débito e preciso pagar essa dívida com o crédito


do mês passado.
b) Tudo bem, um débito nunca é um débito, assim como um crédito
também nunca é o que parece ser.

É bem provável que você tenha pensado que o débito é uma coisa ruim e o
crédito uma coisa boa, não é mesmo?

Acontece que na terminologia contábil as definições são um pouco diferentes


e é preciso memorizá-las para que se possa entender os conceitos contábeis.
Para que sejam feitos lançamentos contábeis, ou seja, movimentações nas
contas utilizando a técnica do débito e do crédito, é preciso utilizar o seguinte
raciocínio:

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 48
www.cliqueapostilas.com.br

Ativo: Na entrada ou aumento de uma conta do grupo do Ativo (bens e


direitos), deverá ser debitada a respectiva conta.

A saída de bens e direitos será feita mediante um crédito na respectiva conta.

No passivo: Quando da entrada ou aumento de uma obrigação ou conta do


patrimônio líquido, deverá ser feito um crédito na respectiva conta.

No caso de baixa, pagamento ou reclassificação de algum valor referente a


este grupo deverá ser feito um débito na respectiva conta.

É preciso lembrar que cada lançamento fará com que haja movimentação em,
pelo menos, duas contas, pois deverá ser respeitado o princípio das partidas
dobradas.

Imaginando a constituição de capital da empresa, o lançamento ficará da


seguinte forma, se feito sob a forma de razão:

No ativo

D Caixa C
10.000

No passivo
D Capital Social C
10.000

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 49
www.cliqueapostilas.com.br

Percebeu que quando os lançamentos são efetuados no razonete é


identificado o nome do elemento, ou seja, da conta ― no caso, a conta caixa
e a conta capital social, o valor a débito ou a crédito e o saldo da conta.

• As contas de natureza devedora, ou seja, as contas de Ativo, deverão


ter o saldo que é a diferença entre os débitos e créditos do lado
devedor; e

• As contas do Passivo e do patrimônio líquido deverão ter seu saldo


dado pela diferença entre débitos e créditos do lado credor, seguindo
sua natureza.

Observe o razonete abaixo e responda qual é o saldo final da conta:

Caixa
10.000 5.000
5.000

Resposta: 5.000

Do lado esquerdo tem-se o valor de R$10.000 como entrada de caixa e uma


saída do lado direito de R$5.000. Assim, o saldo da conta é R$5.000.

É desta forma que funcionam os registros em contas na contabilidade. Da


acumulação de saldos é que nasce a movimentação contábil.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 50
www.cliqueapostilas.com.br

Você sabia...

• ... que os lançamentos podem ser feitos de diversas formas?


• Os de 1ª fórmula, em que é afetada uma conta de débito e uma conta
de crédito;
• Os de 2ª fórmula, em que são afetados um débito para dois ou mais
créditos ao mesmo tempo;
• Os de 3ª fórmula, em que são afetados dois ou mais débitos e um
valor a crédito; e
• Os lançamentos de 4ª fórmula, em que são afetados dois ou mais
débitos e dois ou mais créditos.

Você já conheceu o que é uma conta e para que ela serve, mas já parou para
imaginar como elas ficam organizadas na contabilidade?

Elas ficam organizadas por um elemento conhecido como Plano de Contas.

Plano de contas é a lista de todas as contas disponíveis para lançamento em


uma determinada empresa. Ela apresenta a classificação e a codificação do
elemento contábil.

Para que o plano de contas seja elaborado é necessário, inicialmente, que


sejam observados alguns pontos. Veja:

• A legislação da empresa em que o plano de contas será implantado,


pois, por exemplo, o plano de contas de uma indústria possui
diferenças do de uma prestadora de serviços;
• As normas da legislação societária, Lei nº 6.404/76, nº 11.638/07 e nº
11.941/09;
• Os Princípios Contábeis (PC) estabelecidos pelo Conselho Federal de
Contabilidade (CFC).

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 51
www.cliqueapostilas.com.br

A estrutura do plano de contas deverá respeitar a legislação societária.

Os elementos do Plano de contas


Elenco de contas: Depois de seguidos os requisitos como observação da
legislação societária e especificidade da entidade deverão ser escolhidas as
contas que serão utilizadas.

Manual de contas: No manual de contas estão descritas as explicações para o


bom uso de cada elemento do grupo.

Neste manual, deverão ser discriminadas a função e o funcionamento de cada


conta.

Teste os seus conhecimentos:

Os termos utilizados em contabilidade partem do ponto de vista da empresa.


Desta forma, não se pode afirmar que:

a) As origens têm natureza credora.


b) Os grupos do Passivo e do património líquido são credores.
c) O grupo do Ativo é considerado como uma aplicação dos recursos e
possui natureza devedora.
d) Tanto o Passivo quanto o Ativo possuem natureza devedora ou credora
dependendo do contexto em que se inserem.

Resposta correta: Letra D. Tanto o Passivo quanto o Ativo possuem natureza


devedora ou credora dependendo do contexto em que se inserem.

É preciso entender que em contabilidade os termos utilizados partem do


ponto de vista da empresa e, desta forma, as origens têm natureza credora,

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 52
www.cliqueapostilas.com.br

ou seja, os grupos do Passivo e do patrimônio líquido são credores. Já o


grupo do Ativo é considerado como uma aplicação dos recursos e possui
natureza devedora.

É por isso que em contabilidade o débito representa o lado dos bens e


direitos e o crédito ao lado das obrigações e do patrimônio líquido.

Débito Crédito
Ativo Passivo
Patrimônio Líquido

As contas de resultados estão divididas em dois grupos (receitas e despesas)


e o resultado do exercício será apresentado a partir do confronto desses
grupos.

Mas de que forma isso acontece? O resultado é apurado pela diferença


entre a soma das despesas e das receitas e após isso é feita a transferência
dos resultados para uma conta (apresentada no plano de contas modelo)
chamada de Resultado do Exercício, em que finalmente é obtido o lucro ou
prejuízo da empresa no período.

Para que serve então o plano de contas? O plano de contas permite a


existência de um manual de consulta que será usado toda vez que for
realizada a escrituração contábil e para que não haja dúvidas nesse processo.

Os códigos de forma resumida são apresentados da seguinte forma:

Algarismos Contas
1 Contas do ativo
2 Contas do passivo
3 Contas de despesas

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 53
www.cliqueapostilas.com.br

4 Contas de receitas
5 Contas de apuração de resultados.

No plano de contas, para que não haja confusão das contas com os grupos,
deverá ser utilizado apenas um código numérico para cada conta.

Esse código é composto por um ou mais algarismos que farão a identificação


de cada conta ao longo do plano de contas, que serve para diferenciar as
contas de resultado das contas patrimoniais e, no caso de registro feito via
sistema, substituir o nome da conta pelo seu título.

Além disso, esse processo facilita a organização e o bom entendimento das


contas na hora de seu registro.

Assim, em resumo, o plano de contas serve para padronizar os procedimentos


que deverão ser adotados na escrituração contábil, para delimitar os títulos,
funcionamento e função das contas, bem como a classificação de acordo com
a sua natureza.

Serve também como um guia que orientará a pessoa responsável pela


contabilização dos dados de uma empresa e permitirá que sejam entendidas
e vistas as relações entre as contas.

Lembre-se de que o plano de contas apresentado é apenas um modelo


simplificado do que é realmente utilizado nas empresas.

Não esqueça também que cada plano de contas, como já comentado


anteriormente, apresenta particularidades próprias ao tipo de atividade que a
empresa executa. Então, o plano de contas de uma empresa industrial
apresentará mais contas do que um de uma empresa prestadora de serviços,
devido à complexidade do tipo de atividades da entidade.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 54
www.cliqueapostilas.com.br

É preciso observar por último que os diversos setores da economia, como


financeiro, secundário e outros necessitarão de adaptações no plano de
contas.

Síntese da aula
Nesta aula, você:

• Identificou o que é uma conta e qual a sua função dentro da


contabilidade;
• Investigou como as contas são organizadas;
• Examinou um plano de contas e compreendeu que ele é um elenco de
contas e serve como um importante auxiliar do contador.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 55
www.cliqueapostilas.com.br

Avaliando aprendizado
Questão 1: Analise as afirmativas apresentadas e assinale a resposta que
preenche de forma CORRETA as lacunas, utilizando os termos: DÉBITO e
CRÉDITO. >>>>>> Afirmativas: I - Um lançamento a ________________
em uma conta de
PASSIVO aumenta as obrigações empresa. >>>>>>> II - Quando
compramos um BEM em nome da empresa devemos lança-lo a
_______________ na contabilidade. >>>>>>>>>III - Os DIREITOS da
empresa são lançados na contabilidade a __________________.
>>>>>>>>> IV - Quando realizamos o pagamento de uma OBRIGAÇÃO
fazemos um lançamento a _____________ na conta de passivo.

a) I - Crédito; II - crédito; III - débito; IV - débito


b) I - Crédito; II- débito; III- débito; IV- débito
c) I - Crédito; II - débito; III - crédito; IV- débito
d) I - Débito; II - crédito; III- crédito; IV - crédito
e) I - Débito; II- crédito; III - débito; IV- crédito

Resposta da questão 1: Letra B. I - Crédito; II- débito; III- débito;


IV- débito.

Questão 2: Considere a seguinte situação: Durante uma auditoria em uma


determinada empresa foi solicitado ao contador que demonstrasse as contas
e os elementos patrimoniais da empresa.
O documento apresentado pelo contador para atender a exigência refere-se
ao:

a) Declaração do imposto de renda


b) Plano estratégico empresarial
c) Balanço patrimonial
d) Demonstração de resultados
e) Plano de contas

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 56
www.cliqueapostilas.com.br

Resposta da questão 2: Letra E. Plano de contas.

Questão 3: Identifique, de acordo com as alternativas abaixo, qual a conta


que representa um direito para a empresa:

a) Tributos a Recolher
b) Duplicatas a Receber
c) Reserva de Lucros
d) Contas a Pagar
e) Capital

Resposta da questão 3: Letra B. Duplicatas a receber.

Questão 4: Entre as cinco opções abaixo apenas uma contém somente contas
de saldo devedor. Assinale-a:

a) Impostos a Pagar, Clientes, Empréstimos a Pagar, Passivos, Caixa,


Salários.
b) Clientes, Banco, Caixa, Mercadorias, Imóveis
c) Impostos a Pagar, Salários, Caixa, Juros Ativos e Fornecedores.
d) Veículos, Estoques, Impostos a Recolher, Provisão para Férias.
e) Capital, Contas a Pagar, Empréstimos Bancários, Caixa.

Resposta da questão 4: Letra B. Clientes, Banco, Caixa, Mercadorias,


Imóveis.

Questão 5: Na preparação de um plano de contas, o contador precisa definir


a forma de codificação numérica. Para tanto ele deverá utilizar:

a) Uma numeração que torne possível identificar o saldo das contas


b) Apenas um código numérico para cada conta

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 57
www.cliqueapostilas.com.br

c) As contas do Ativo sempre deverão se iniciar com o código 2


d) Utilizar a mesma numeração para as contas de receita e despesa
e) Dispensar a numeração das contas sem movimento

Resposta da questão 5: Letra B. Apenas um código numérico para


cada conta.

Questão 6: Capitais de Terceiros ou Recursos de Terceiros é o mesmo que:

a) Dinheiro em Caixa
b) Bens
c) Direitos
d) Obrigações
e) Patrimônio Líquido

Resposta da questão 6: Letra D. Obrigações.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 58
www.cliqueapostilas.com.br

Aula 4: Conceito de escrituração

Introdução
Agora que você já sabe identificar os elementos patrimoniais, ou seja, os
bens, direitos e obrigações e também entendeu como estes são classificados
de acordo com o plano de contas, é necessário que entenda o funcionamento
e o registro dos atos e fatos contábeis.

Além disso, você precisará compreender como estes elementos são


contabilizados durante o exercício social, ou seja, como ocorre o seu registro
na contabilidade, que é feito pela escrituração contábil.

Dessa forma, ficará claro que os registros contábeis que possibilitam a


visualização e o entendimento lógico das informações nascem deste fato.

Objetivos

1) Descrever como ocorrem as mudanças no patrimônio das entidades;


2) Identificar os atos administrativos;
3) Avaliar os fatos administrativos;
4) Estabelecer o que é escrituração contábil;
5) Reconhecer os principais livros.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 59
www.cliqueapostilas.com.br

Conteúdo
Como o patrimônio se altera? Quais são os fatos que provocam modificações
e como elas se configuram? Você já parou para pensar nisso?

Para compreender como os fatos fazem com que o patrimônio se altere é


preciso abordar o tópico atos administrativos e fatos contábeis.

Atos administrativos: Os atos administrativos são aqueles que ocorrem nas


entidades e não provocam nenhum tipo de alteração no patrimônio.

Podemos citar como exemplo a contratação de um funcionário e a


movimentação de um móvel dentro da empresa, entre outras ações que não
provocam nenhuma alteração contábil.

Esses são, portanto, atos meramente administrativos que não provocam


nenhum impacto contábil.

Porém, existem alguns atos administrativos que no futuro gerarão alterações


no patrimônio. Entre eles está a contratação de seguros que gerará despesas
ou custos para a empresa ― se for a prazo gerará um Passivo e se for à vista
um desembolso do caixa ou bancos.

Outro exemplo é quando a empresa avaliza, ou seja, quando ela se


compromete a pagar dívidas de terceiros. Fazendo isso, ela pode arcar no
futuro com uma dívida que não é dela e isso impactará no patrimônio da
mesma.

Atos contábeis: Fatos permutativos: São aqueles que provocam mutações


entre contas do Ativo, ou do Ativo e do Passivo, sem provocar mudanças no
Patrimônio Líquido.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 60
www.cliqueapostilas.com.br

No caso de permutação de valores do Ativo, podemos citar como exemplo a


compra de um imóvel à vista, em que o dinheiro sai do caixa e vai para o
imóvel, ou seja, só há a permuta ou troca de valores entre Ativos.

Exemplo de fatos permutativos: Situação anterior ao recebimento.

Ativo Passivo
Caixa 10.000 Contas a pagar 5.000
Cliente 5.000 Patrimônio Líquido
Capital social 5.000
Reserva de Lucros 5.000
Total 15.000 15.000 15.000

Na tabela abaixo, observa-se a situação patrimonial após o recebimento:

Ativo Passivo
Caixa 15.000 Contas a pagar 5.000
Cliente 5.000 Patrimônio Líquido
Capital social 5.000
Reserva de Lucros 5.000
Total 15.000 15.000 15.000

Note que não houve nenhuma alteração no total do balanço, mas sim no
caixa (que passou de R$ 10.000 para R$ 15.000) e que o valor de clientes de
R$ 5.000 ficou zerado, ou seja, houve somente uma troca de valores entre
contas.

Fatos modificativos ou quantitativos: Os fatos modificativos ou


quantitativos são aqueles que envolvem despesas e receitas, que são
elementos que aumentam ou diminuem o patrimônio das entidades pela
apuração do lucro ou prejuízo.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 61
www.cliqueapostilas.com.br

Esses fatos também estão divididos em:

Aumentativo: Um exemplo de fato aumentativo pode ser ilustrado por uma


venda recebida à vista, no valor de R$ 100,00. Veja:

Situação anterior ao recebimento da receita


Ativo Passivo
Caixa 9.900 Fornecedores 5.000
Cliente 0 Contas a pagar 2.500
Mercadorias 10.000 Empréstimo 2.500
Patrimônio Líquido
Capital social 5.000
Reserva de Lucros 4.900
Total 19.900 15.000 19.900

Agora, com o recebimento da receita no valor de R$ 100,00 veja como ficou a


situação da empresa:

Situação posterior ao recebimento da receita


Ativo Passivo
Caixa 15.000 Fornecedores 10.000
Cliente 0 Contas a pagar 2.500
Mercadorias 10.000 Empréstimo 2.500
Patrimônio Líquido
Capital social 5.000
Reserva de Lucros 5.000
Total 25.000 15.000 25.000

Note que o valor total do balanço aumentou e que o total da reserva de


lucros, bem como a conta caixa, foi impactado positivamente.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 62
www.cliqueapostilas.com.br

A exemplo da despesa, o lançamento não ocorre diretamente no Balanço,


mas está assim demonstrado pois ainda não aprendemos o conceito de
demonstração de resultado de exercício.

Diminutivo: Veja agora um exemplo que envolve o pagamento de despesa


com energia elétrica:

Situação anterior ao pagamento da despesa com energia elétrica.


Ativo Passivo
Caixa 10.000 Fornecedores 10.000
Cliente 0 Contas a pagar 2.500
Mercadorias 10.000 Empréstimo 2.500
Patrimônio Líquido
Capital social 5.000
Reserva de Lucros 5.000
Total 20.000 15.000 20.000

Agora visualize o Balanço após o pagamento de uma conta de energia elétrica


de R$ 100,00:

Ativo Passivo
Caixa 9.900 Fornecedores 5.000
Cliente 0 Contas a pagar 2.500
Mercadorias 10.000 Empréstimo 2.500
Patrimônio Líquido
Capital social 5.000
Reserva de Lucros 4.900
Total 19.900 15.000 19.900

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 63
www.cliqueapostilas.com.br

Note que o valor do Balanço teve uma diminuição de R$100,00, pois a


despesa diminui o Patrimônio Líquido das entidades, afetando uma
diminuição no Patrimônio Líquido.

É preciso ressaltar que esta operação não ocorre diretamente no Balanço,


mas sim na Demonstração do Resultado do Exercício, que é uma
demonstração que será explorada posteriormente. Entretanto, repare que
impacta no Balanço e foi assim demonstrada para fins didáticos.

O valor do caixa também sofreu uma diminuição, pois era R$10.000,00 e foi
impactado negativamente em R$100,00. Assim como a conta de Reserva de
Lucros.

Fatos mistos: Envolve simultaneamente um fato permutativo e um


modificativo, ocorrendo aumento no Ativo, Passivo ou Patrimônio Líquido,
simultaneamente ou não.

Podem ser de dois tipos:

• Aumentativos mistos - quando envolvem duas ou mais contas de


patrimônio e uma de resultado (receita), como o recebimento com
juros; e

• Diminutivos mistos - que envolvem duas ou mais contas patrimoniais e


uma ou mais contas de despesa, como pagamentos com juros, por
exemplo.

Pense no seguinte fato: A empresa obteve um empréstimo no valor de


R$2.500,00 e o contador na hora de classificá-lo contabilizou o valor na conta
de Contas a Pagar em vez de classificá-lo corretamente na Conta
Empréstimos. Veja:

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 64
www.cliqueapostilas.com.br

Ativo Passivo
Caixa 10.000 Contas a pagar 5.000
Cliente 5.000
Patrimônio Líquido
Capital social 5.000
Reserva de Lucros 5.000
Total 15.000 15.000 15.000

Levando em consideração o que foi aprendido sobre fatos permutativos, é


correto afirmar que:

a) Isso não poderia ter ocorrido, pois se tratam de duas operações


diferentes, uma vez que o empréstimo é uma operação financeira.
b) Verifica-se nessa demonstração que, dos R$5.000,00 em contas a
pagar, R$2.500,00 são referentes a um empréstimo e que deveriam
ser reclassificados para tal conta.

Resposta: As duas opções estão corretas, pois Contas a Pagar e Conta


Empréstimo representam duas operações distintas, sendo necessária a
reclassificação do valor que está na conta de Contas a pagar para a Conta
Empréstimo, caracterizando desta forma um fato permutativo entre os
elementos do passivo.

A classificação correta seria:


Ativo Passivo
Caixa 15.000 Contas a pagar 5.000
Cliente Empréstimo 2.500
Patrimônio Líquido
Capital social 5.000
Reserva de Lucros 5.000
Total 15.000 15.000 15.000

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 65
www.cliqueapostilas.com.br

Escrituração Contábil
A escrituração contábil é a técnica responsável pelo registro de todos os fatos
contábeis de uma entidade, segundo os princípios e normas contábeis, com o
objetivo de evidenciar a situação econômica, financeira e patrimonial das
entidades que estão submetidas a ela, além dos resultados obtidos em um
determinado período de tempo, o qual é denominado exercício social.
(MARION, 2009).

Tem como objetivo principal o estudo, o controle e a geração de informações


e orientações acerca do estado patrimonial e de suas variações.

Para que sejam efetuados todos os registros dos atos e fatos que figurarão
no patrimônio empresarial e no Balanço Patrimonial contábil é utilizada a
técnica do registro contábil por meio do método das partidas dobradas.

Método das partidas simples: É necessário, inicialmente, que seja


compreendido o método das partidas simples, que é o registro único dos
fatos contábeis, em que apenas um elemento patrimonial é utilizado, ou seja,
um valor no débito contábil ou um valor no crédito contábil, sem a
necessidade de registro de outros componentes patrimoniais.

Pela evidente deficiência, não permitindo o controle amplo do patrimônio, não


é mais usado nos dias atuais.

Versus...

Método das partidas dobradas: Já o método das partidas dobradas, pelo seu
mecanismo simplificado, é um método largamente utilizado e que possui
como princípio fundamental o fato de que o registro de qualquer operação
financeira implica em débito contábil em uma ou mais contas, gerando a
necessidade de semelhante crédito de igual valor também em uma ou mais
contas.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 66
www.cliqueapostilas.com.br

Sendo assim, a soma dos valores debitados deve ser sempre igual à soma
dos valores creditados.

O que vai definir o saldo final de cada conta contábil é a diferença entre os
valores debitados e creditados nela.

É importante destacar que o sistema de escrituração contábil se utiliza de


distintas maneiras para registrar os fatos contábeis que evoluíram na
escrituração contábil com o passar do tempo.

Nesse contexto, temos o sistema manual e o sistema eletrônico.

O sistema manual é o registro feito nos livros de escrituração de maneira


manual.

O sistema eletrônico é chamado também de sistema informatizado, utiliza


computadores para o registro dos fatos contábeis.

Para que servem os Livros de escrituração?


Para que as informações sejam registradas é necessário que sejam utilizados
livros específicos que variam de acordo com a forma jurídica, o porte e
também o ramo de atividade em que a empresa atua.

Os livros deverão conter a numeração mecânica em suas páginas, bem como


termos de abertura e fechamento, registro de acordo com o órgão fiscalizador
competente e a forma de encadernação.

O profissional responsável pelo preenchimento deverá evitar rasuras, borrões


e emendas. Além disso, o livro deverá ser organizado em ordem cronológica e
sem nenhum tipo de registro nas entrelinhas e margens.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 67
www.cliqueapostilas.com.br

Existem diversos livros na contabilidade, entre eles os contábeis, os auxiliares,


os societários, os fiscais e os trabalhistas.

Dentre os principais destacam-se:

Livro diário: Obrigatório, de acordo com o Código Civil. Registra as


transações que ocorrem dia a dia e que afetam a situação patrimonial.

O Diário tem a seguinte estrutura:

Data Conta Histórico Débito Crédito

Livro razão: Apresenta o registro de cada conta em uma folha separada,


contendo os valores a débito e a crédito, sendo possível ver o saldo da conta
a qualquer momento. É de apresentação obrigatória.

O razão possui a seguinte estrutura:


Data Conta Histórico Débito Crédito Saldo D/C

Além disso, de acordo com a Legislação Societária (Lei nº 6.404/76), os


seguintes livros são exigidos:

• Atas de assembleias;
• Atas de reuniões da diretoria;
• Atas de parecer do conselho fiscal.

Já segundo a legislação tributária podem ser citados os seguintes livros:

• Apuração do IPI;
• Apuração do ICMS;

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 68
www.cliqueapostilas.com.br

• Registro de inventário.

E de acordo com Legislação trabalhista:

• Registro de empregados.

Pensando no que estudamos sobre fatos contábeis, relacione os fatos aos


seus conceitos:

Fatos modificativos: São aqueles que provocam mutações entre contas do


ativo, ou do ativo e do passivo, sem provocar mudanças no patrimônio
líquido.

Fatos mistos: São aqueles que envolvem despesas e receitas, que são
elementos que aumentam ou diminuem o patrimônio das entidades pela
apuração do lucro ou prejuízo.

Fatos permutativos: Envolve simultaneamente um fato permutativo e um


modificativo, ocorrendo em um aumento no ativo, passivo ou patrimônio
líquido, simultaneamente ou não.

Síntese da aula
Nesta aula, você:

• Compreendeu como ocorrem as mudanças no patrimônio das


entidades;
• Diferenciou o que são atos e fatos administrativos e qual o impacto
destes na contabilidade;
• Entendeu o que é a escrituração contábil e quais são os livros
utilizados e exigidos de acordo com a legislação.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 69
www.cliqueapostilas.com.br

Avaliando aprendizado
Questão 1: Em uma situação em que a aquisição de uma máquina fabril no
valor de R$ 16.000,00 foi realizada com pagamento de uma entrada e o
aceite de 03 (três) duplicatas de igual valor teremos:

a) Um ato administrativo.
b) Um aumento do ativo no valor de 16.000,00.
c) Um fato contábil misto aumentativo.
d) Um fato permutativo.
e) Uma redução no patrimônio líquido.

Resposta da questão 1: Letra D. Um fato prematuro.

Questão 2: Para o registro das informações contábeis é necessário que sejam


utilizados livros específicos que variam de acordo com a forma jurídica, o
porte e também o ramo de atividade em que a empresa atua.
Dentre estes livros, podemos destacar aquele que apresenta o registro de
cada conta em uma folha separada, contendo os valores a débito e a crédito,
sendo possível ver o saldo da conta a qualquer momento. Este conceito
refere-se:

a) Ao livro razão.
b) Ao livro de registro do ICMS.
c) Ao livro de atas de assembleias.
d) Ao livro diário.
e) Ao livro de atas de parecer do conselho fiscal.

Reposta da questão 2: Letra A. Ao livro razão.

Questão 3: O patrimônio se altera a partir da ocorrência dos fatos que


provocam alterações em sua composição. Assinale a alternativa que nomeia
as maneiras como os fatos se configuram:

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 70
www.cliqueapostilas.com.br

a) Alternativos, substitutivos e permutativos.


b) Gerenciais, titulares e mistos.
c) Contábeis, administrativos e econômicos.
d) Permutativos, modificativos e mistos.
e) Classificativos, modificativos e alternativos.

Resposta da questão 3: Letra D. Permutativos, modificativos e


mistos.

Questão 4: Dados os saldos de contas: Estoque de Mercadorias R$ 70,00 ;


Máquinas e Equipamentos R$ 40,00; Caixa R$ 90,00; Salários a Pagar R$
50,00 e Bancos R$ 20,00, o valor do Ativo Circulante é de:

a) 160,00
b) 270,00
c) 230,00
d) 220,00
e) 180,00

Resposta da questão 4: Letra E. 180,00

Questão 5: Uma firma foi constituída com capital social de 10.000, sendo
apenas 8.000 integralizados no ato.
Após determinado período resolve integralizar o valor restante do capital
nominal. Assinale a alternativa que contém exatamente o lançamento desta
integralização em dinheiro.

a) D - Capital Social ... 2.000; C - Caixa ... 2.000;


b) D - Caixa ... 2.000; C - Capital a Integralizar ... 2.000;
c) D - Capital a Integralizar ... 8.000; C - Caixa ... 8.000
d) D - Capital a Integralizar ... 2.000; C - Capital Social ... 2.000;

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 71
www.cliqueapostilas.com.br

e) D - Caixa ... 8.000; C - Capital a Integralizar ... 8.000

Resposta da questão 5: Letra B. D - Caixa ... 2.000; C - Capital a


Integralizar ... 2.000.

Questão 6: Assinale a alternativa correta: Operação de compra de um veículo


a prazo, é registrada contabilmente mediante o seguinte lançamento:

a) Débito de Veículos e crédito de Contas a Pagar.


b) Débito de Contas a Pagar e crédito de Veículos.
c) Débito de veículos e crédito de Caixa.
d) Débito de Veículo e crédito de Contas a Receber.
e) Débito de Contas a Receber e crédito de Veículos.

Resposta da questão 6: Letra A. Débito de Veículos e crédito de


Contas a Pagar.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 72
www.cliqueapostilas.com.br

Aula 5: Lançamentos

Introdução
Você já parou para pensar em tudo que possui? Já percebeu que isso faz
parte do seu Patrimônio?

Muitas pessoas acham que só os bens que elas possuem fazem parte do
patrimônio, mas é preciso lembrar que o que elas têm a receber, ou seja, os
direitos, e o que elas têm a pagar também fazem parte do conjunto
denominado Patrimônio.

Outro aspecto importante é compreender como funcionam as movimentações


no patrimônio, ou seja, como este aumenta, diminui ou sofre qualquer tipo de
movimentação.

É importante saber também quais as possíveis situações patrimoniais, o que


demonstra e como o balanço pode ser configurado.

Objetivos

• Reconhecer os elementos necessários a um lançamento contábil;


• Estabelecer os lançamentos contábeis;
• Identificar as possíveis fórmulas de lançamento;
• Aplicar lançamentos contábeis.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 73
www.cliqueapostilas.com.br

Conteúdo

Como os fatos são registrados? Como nascem os registros na


Contabilidade?
Ribeiro (2010) afirma que a escrituração contábil é o modo de registros de
fatos e atos administrativos e, conforme visto anteriormente, ela pode ser
feita por dois métodos:

Partidas simples: Método que registra somente o controle de um elemento


contábil.

Podemos considerar como exemplo o controle do livro caixa em que são


registradas as entradas e saídas de dinheiro, sem a preocupação de
evidenciação do controle dos outros elementos patrimoniais, lucro ou
prejuízo.

Este método é incompleto e não evidencia as mutações de forma global no


patrimônio.

Partidas dobradas: Este método, que já foi rapidamente abordado, está


baseado na seguinte premissa:

A soma de todos os débitos é igual à soma de todos os créditos.

Você se lembra das nomenclaturas contábeis?

O débito representa o lado esquerdo do razonete, ou seja, os bens e direitos.

Já o crédito representa o lado direito do razonete, ou seja, as obrigações.

Inicialmente, você vai precisar se preocupar com alguns detalhes como:

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 74
www.cliqueapostilas.com.br

• O fato que ocorreu e que vai ser registrado;


• Se é débito ou crédito; e
• Qual conta será afetada.

Para que o lançamento seja efetuado em livro Diário é preciso também que
sejam observados alguns elementos:

• Local;
• Data de ocorrência do fato;
• Conta que deverá ser debitada;
• Conta que deverá ser creditada;
• Histórico; e
• Valor.

Veja um exemplo:

Observe uma nota fiscal de compra à vista por um carro no valor de


R$30.000,00 e confira os passos para um lançamento de compra deste tipo:

1) O primeiro passo é verificar o local e a data da ocorrência da compra


(fato administrativo).
2) O segundo passo é verificar se existe um documento que sirva para
comprovar a compra (fato administrativo).
3) Na terceira etapa é preciso identificar os elementos envolvidos.
4) Na aula 3, você foi apresentado ao conceito de plano de contas,
lembra? Nesse quarto passo, ele será retomado, pois é preciso verificar
se os elementos envolvidos são bens, direitos, obrigações, patrimônio
líquido, receitas ou despesas. Se você pensar um pouco verá que, pelo
conceito de plano de contas, temos dois bens envolvidos:

• Dinheiro e veículo

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 75
www.cliqueapostilas.com.br

Depois de identificar que os dois elementos são um bem, é preciso analisar


quais contas do plano de contas representam esses elementos. Veja a seguir:

Elementop Conta
Dinheiro Caixa
Veículo Veículos

O pagamento à vista em dinheiro representa, segundo a nomenclatura


contábil, o uso da conta Caixa e a compra de um veículo deverá ser
registrada na conta de veículos.

Portanto, estão sendo afetados dois elementos do Ativo. Isso caracteriza, na


prática, a quarta etapa ou passo a ser observado.

5) No quinto passo, o histórico do lançamento deve ser delimitado.

Veja como:

“Compra de um veículo à vista, em São Paulo, na data 05/02/12, no


valor de R$30.000,00, conforme nota fiscal 12 da Cia de Carros Ltda.”

6) No sexto passo, deverá ser eleita a conta que deve ser debitada e a
conta que deve ser creditada. Para isso é necessário delimitar
claramente a situação:

Uma compra, ou seja, saída de dinheiro do caixa contra a aquisição de


um veículo que é um imobilizado.

É possível, assim, identificar nesta situação um fato administrativo


(RIBEIRO, 2010), uma vez que ocorreu um fato permutativo entre
elementos do Ativo em que o dinheiro saiu de uma conta (Caixa) e foi
aplicado na conta veículos.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 76
www.cliqueapostilas.com.br

7) No sétimo passo realizaremos o lançamento propriamente dito.

Aqui será apresentado um exemplo adaptado de diário, mas você pode


encontrar muitos exemplos com diferentes números de colunas e
outras nomenclaturas. Porém, a ideia básica é a mesma:

São Paulo, 05 de fevereiro de 2012


Veículos
A caixa
Compra de um veículo à vista conforme NF 30.000
12 da Cia de Carros Ltda

Neste exemplo, foi utilizado um diário de 4 colunas, assim definido para fins
didáticos:

• Na primeira coluna, foram lançados os dados referentes à


identificação da transação, como local e data, conta a ser
debitada e creditada e o histórico;
• A outra é utilizada para lançamentos discriminados por parcela;
• A próxima para o total de cada conta, quando forem realizados
lançamentos de segunda, terceira e quarta fórmula; e
• A última coluna está destinada ao total do lançamento.

Este lançamento ficaria assim em forma de razonete:

Veículos
30.000

Caixa
30.000

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 77
www.cliqueapostilas.com.br

Fórmulas de lançamento
O lançamento anteriormente abordado era um lançamento denominado de
primeira fórmula, ou seja, um débito para um crédito.

Agora, de forma resumida, abordaremos os lançamentos de segunda, terceira


e quarta fórmula.

Segunda fórmula: quando existe um débito e mais de um crédito.

O exemplo abaixo corresponde à compra de mercadorias em São Paulo, em


25/05/2012, conforme nota fiscal 01 da Cia Brasil Ltda., no valor de
R$10.000,00, sendo 50% à vista e 50% a prazo, em 30 dias:

São Paulo, 25 de Maio de 2012


Mercadorias
A diversos
Compra de mercadorias em São Paulo, em
25/05/2012, conforme nota fiscal 01 da Cia
Brasil Ltda
A caixa
Em dinheiro 15.000
A fornecedores
Nota fiscal 01 da Cia Brasil ltda 15.000 30.000

Note que foi debitada a conta mercadorias e posteriormente foi creditada,


pois existe um “a” na frente da palavra diversos, precedida do histórico da
operação. Isso indica que existiram diversos créditos.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 78
www.cliqueapostilas.com.br

Assim, foram creditadas a conta Caixa, no valor de R$15.000,00, e a conta


Fornecedores, no valor de R$ 15.000,00, demonstrando que metade da
compra foi à vista e metade foi a prazo.

Veja os seguintes lançamentos que teríamos em razonete:

Mercadorias Caixa Fornecedores


30.000 15.000 15.000

Terceira fórmula: quando existe mais de um débito e apenas um crédito.

Um bom exemplo para se entender essa situação é a criação de uma


empresa, isto é, quando o dinheiro é colocado na entidade pelos sócios.

Suponha que uma empresa foi criada com capital social de R$100.000,00,
que foram integralizados, ou seja, colocados na empresa da seguinte forma:

R$50.000,00 em dinheiro; e
R$50.000,00 em móveis e utensílios.

Este fato ocorreu em São Paulo, no dia 25 de maio de 2012, na Cia Ltda.

São Paulo, 25 de Maio de 2012


Diversos
A capital
Integralização de capital social, no dia 26

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 79
www.cliqueapostilas.com.br

de Março de 2012, da Cia Ltda. em


dinheiro e móveis e utensílios
Caixa
Dinheiro 50.000
Móveis e utensílios 50.000 100.000

Observe que agora a palavra diversos não vem precedida da letra “a”, o que
indica que ela representa múltiplos débitos que serão posteriormente
detalhados.

O crédito ficou restrito à conta “Capital Social”, que possui um breve histórico
de como esse capital foi integralizado.

Posteriormente, são apresentados os dois débitos: um referente ao valor que


entrou em dinheiro e outro referente a móveis e utensílios.

Capital social Caixa Móveis e utensílios

100.000 50.000 50.000

Quarta fórmula: quando existe mais de um débito e mais de um crédito.

Essa situação pode ser exemplificada por uma compra de móveis e utensílios
no valor de R$10.000,00 e um computador de R$2.000,00, 50% a prazo e
50% à vista.

A compra foi efetuada no dia 08 de abril de 2012, na cidade da São Paulo, na


Cia Sul Ltda., conforme nota fiscal 003.

São Paulo, 08 de Abril de 2012

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 80
www.cliqueapostilas.com.br

Diversos
A diversos
Compras a saber
Móveis e utensílios
Nota fiscal 003 da Cia Sul ltda 50.000
Computador 50.000 100.000
Nota fiscal 003 da Cia Sul Ltda.
A Caixa
Em dinheiro
A Duplicatas a pagar
Compra de móveis e utensílios e um
computador conforme nota fiscal 003 da
Cia Sul Ltda.

Note que a palavra diversos aparece duas vezes, sendo que na primeira vez
aparece sozinha e na segunda precedida da letra “a”. Isso quer dizer,
inicialmente, vários débitos e depois vários créditos.

Depois de fazer todos os passos, temos os dois primeiros débitos, em móveis


e utensílios e no computador, representando a entrada do bem.
Posteriormente, existem dois créditos, a saída de caixa e o registro das
compras a prazo em duplicatas a pagar.

Móveis e utensílios Computador


10.000 2.000

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 81
www.cliqueapostilas.com.br

Caixa Duplicatas a pagar


6.000 6.000

Síntese da aula
Nesta aula, você:

• Entendeu como funciona na prática o método das partidas dobradas;


• Visualizou os lançamentos contábeis.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 82
www.cliqueapostilas.com.br

Avaliando aprendizado
Questão 1: Os eventos que ocorrem no dia a dia das empresas e que não
provocam modificações no patrimônio são denominados:

a) Fatos permutativos;
b) Fatos modificativos.
c) Atos Administrativos;
d) Fatos Administrativos;

Resposta da questão 1: Letra C. Atos Administrativos.

Questão 2: Determinada empresa conseguiu um empréstimo junto a uma


Instituição Financeira por 180 dias. Cite como esta operação irá impactar o
Balanço Patrimonial da empresa na concessão da operação?

a) Haverá redução do ativo e do passivo no mesmo montante.


b) Não haverá redução no ativo e passivo.
c) Haverá aumento do ativo e do passivo no mesmo montante.
d) Haverá redução do ativo e aumento do passivo.
e) Haverá aumento do ativo e redução do passivo

Resposta da questão 2: Letra C. Haverá aumento do ativo e do


passivo no mesmo montante.

Questão 3: Uma empresa realizou a compra de veículos no valor de R$


150.000, sendo pago R$ 50.000 à vista e o restante através de
financiamento. Assinale a alternativa que indica o lançamento contábil do fato
contábil descrito, onde D significa débito e C significa crédito:

a) C: veículos - 150.000; D: banco - 50.000; D: financiamentos - 100.000


b) D: veículos - 150.000; C: capital - 150.000
c) D: veículos - 50.000; C: banco - 50.000

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 83
www.cliqueapostilas.com.br

d) D: veículos - 150.000; C: banco - 50.000; C: financiamentos - 100.000


e) D: veículos - 50.000; C: banco - 50.000; C: financiamentos - 100.000

Resposta da questão 3: Letra D. D: veículos - 150.000; C: banco -


50.000; C: financiamentos - 100.000.

Questão 4: Contabilidade é a responsável pelo registro, classificação e


demonstração dos fatos ocorridos no patrimônio das entidades.
Neste contexto, a técnica que consiste no registro de todos os fatos contábeis
ocorridos na empresa, chama-se:

a) Demonstração Contábil
b) Perícia
c) Análise Contábil
d) Auditoria
e) Escrituração Contábil

Resposta da questão 4: Letra E. Escrituração Contábil.

Questão 5: Dentre as quatro fórmulas de escrituração, fundamentadas no


Método das Partidas Dobradas, a fórmula mais utilizada em contabilidade,
representada por um lançamento a débito e um lançamento a crédito é
denominada:

a) Lançamento de segunda fórmula


b) Lançamento de primeira fórmula
c) Lançamento de terceira fórmula
d) Lançamento de quarta fórmula
e) Lançamento de partida simples

Resposta da questão 5: Letra B. Lançamento de primeira fórmula

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 84
www.cliqueapostilas.com.br

Questão 6: Uma das técnicas contábeis é ____________, esta técnica registra


os fatos patrimoniais de forma contínua e metódica, tendo como apoio a
documentação relativa a estes fatos.

a) O Processo
b) O Apoio
c) A Documentação
d) A escrituração
e) A Prestação

Resposta da questão 6: Letra D. A escrituração

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 85
www.cliqueapostilas.com.br

Aula 6: Razonetes e balancetes

Introdução
Estamos acompanhando os lançamentos feitos na forma de diário, de
razonete e agora vamos conferir e confirmar os lançamentos utilizando o
balancete de verificação, já que a contabilidade é um trabalho contínuo.

O balancete de verificação nada mais é do que um relatório utilizado antes da


elaboração das demonstrações contábeis e que, confrontando os saldos,
verifica se o método das partidas dobradas foi seguido.

É, portanto, uma ferramenta importante que possibilita que seja feito um


subtotal das rotinas contábeis, permitindo que a pessoa responsável pela
elaboração das demonstrações contábeis possa descobrir determinados erros
e inconsistências antes da elaboração final dessas demonstrações.

Objetivos
1) Reconhecer o conceito de razonete;
2) Listar os conceitos relativos ao balancete;
3) Identificar os elementos necessários a um balancete;
4) Comparar a integração entre o diário, razonete e balancete;
5) Avaliar as informações oferecidas pelo balancete.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 86
www.cliqueapostilas.com.br

Conteúdo

Você lembra o que é razanote?


O razonete ― uma versão simplificada do livro razão ― é também conhecido
como gráfico em “T” ou conta em “T” por causa da sua estrutura.

Isso permite que sejam conhecidos os seus saldos, possibilitando a apuração


do resultado e a elaboração das demonstrações contábeis.

Conforme afirma Ribeiro (2010), o livro razão é o mais importante da


contabilidade, pois nele é possível controlar, separadamente, o movimento de
todas as contas.

Veja como o razonete pode ser utilizado para o entendimento de débito e


crédito:

O razonete da conta Bancos apresenta o lado do débito (em que serão


lançadas as entradas, conforme já vimos em resumo anterior) e o lado do
crédito (em que serão lançadas as saídas).

Bancos
Débito Crédito

Este raciocínio foi utilizado para uma conta de ativo (bancos). Mas como
ficaria para uma conta de passivo?

Vamos utilizar a conta Fornecedores, para demonstrar o raciocínio:

Fornecedores
Débito Crédito

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 87
www.cliqueapostilas.com.br

Notou que os elementos são os mesmos (débito e crédito)? Entretanto, para


as contas do passivo, as entradas serão representadas pelos créditos e as
saídas pelos débitos, reparou?

Para iniciarmos o próximo tópico, relativo ao Balancete, é preciso apurar o


saldo dos razonetes anteriormente apresentados.

Isso acontece quando é traçada uma linha e o saldo da conta é apresentado


de acordo com a natureza da conta.

Vamos usar o exemplo da conta caixa que analisamos no PDF da página


anterior.

Caixa
10.000 (1) 2.000 (2)
500 (4)
2.500 (5)
______________________________
10.000 4.500
______________________________
5.500

Notou que há R$10.000,00 do lado do débito e R$4.500,00 do lado do crédito


(que é a soma de R$2.000,00 + R$500,00 + R$2.000,00)?

Desta forma, diminuindo-se um valor do outro, temos o saldo de R$5.500,00


devedor. Confirmado pela natureza da conta caixa que é devedora.

Você também deve ficar atento ao seguinte:

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 88
www.cliqueapostilas.com.br

Para iniciarmos o próximo tópico, relativo ao Balancete, é preciso apurar o


saldo dos razonetes anteriormente apresentados.

Isso acontece quando é traçada uma linha e o saldo da conta é apresentado


de acordo com a natureza da conta.

Vamos usar o exemplo da conta caixa que analisamos no PDF da página


anterior.

O mesmo raciocínio pode ser utilizado para a conta Mercadorias. Veja:

Caixa
10.000 (3)

______________________________
2.000 (5)
______________________________
12.000

A conta possui dois lançamentos: um de R$10.000,00 e outro de R$2.000,00.


Isso demonstra que houve duas entradas nesta conta, certo?

O saldo devedor (12.000) é confirmado pela natureza da conta, que, por ser
um Bem, é considerada Ativo e tem natureza devedora.

Mas, afinal, para que serve o balancete?


Você se lembra que, de acordo com o método das partidas dobradas, todo
valor lançado a débito possui um crédito correspondente?

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 89
www.cliqueapostilas.com.br

Como o próprio nome diz, ele serve para verificar se os saldos dos créditos
são iguais ao saldo dos débitos.

Além disso, o balancete de verificação tem outras finalidades, como:

• Apresentar possíveis erros que acabem por distorcer a contabilidade,


como o erro na natureza das contas.

Se, por um acaso, a conta bancos apresentar saldo credor


diferentemente da sua natureza que é devedora, o balancete de
verificação apresentará este erro e será possível corrigi-lo antes de se
efetuar o balanço patrimonial.
• Mostrar as variações em cada elemento patrimonial, ou seja, se a
conta aumentou ou diminui naquele determinado período.
• O balancete de verificação poderá servir de base para a apuração do
resultado e para a elaboração das mais diversas demonstrações
contábeis.
• Como foi dito anteriormente, comprovar definitivamente o seguimento
do princípio das partidas dobradas, em que a soma dos débitos é igual
à soma dos créditos.
• Apresentar os saldos de todas as contas, uma vez que em suas colunas
é possível ver o saldo inicial e as movimentações de cada conta
apresentada nos razonetes.

Mesmo com tantas finalidades, o balancete não pode detectar alguns erros,
como as contas com a natureza trocada, que acontece quando você esquece
e lança a conta caixa com natureza credora.

Isso só será apresentado como uma inversão de valores, mas você precisa
ficar extremamente atento e sempre lembrar-se da natureza das contas.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 90
www.cliqueapostilas.com.br

Você também deve ficar extremamente ligado na hora de debitar e creditar


corretamente as contas, pois o balancete não previne erros de inversão de
lançamentos nas contas.

Tipos de Balancete
Existem três tipos de Balancete, mas, antes de conhecê-los, é preciso ficar
atento a alguns elementos que sempre devem constar, como:

1) A identificação da entidade em questão;


2) A data de elaboração;
3) O período a que se refere;
4) A identificação das contas afetadas;
5) Os saldos devedores e os credores e a soma destes saldos.

Agora conheça os tipos de Balancete:

Balancete de duas colunas: Conhecido também como balancete sintético,


esse é o tipo mais comum de balancete, pois é aquele de duas colunas, em
que você trabalhará somente com o saldo das contas.

Observe um modelo de balancete de duas colunas:

EMPRESA CIA LTDA.


BALACENTE DE VERIFICAÇÃO – ELABORAÇÃO EM 31/05/2012
REFERENTE AO PERÍODO DE 05/2012
Contas Saldos
Devedores Credores
Caixa 10.000
Banco 2.000
Mercadorias 6.000
Móveis e utensílios 2.000

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 91
www.cliqueapostilas.com.br

Fornecedores 10.000
Capital 10.000
Totais 20.000 20.000

Balancete de quatro colunas: Já o balancete de quatro colunas ― conhecido


também como analítico, pois permite a análise dos valores envolvidos ―
apresenta a movimentação em cada conta, como pode ser visualizado abaixo:

EMPRESA CIA LTDA.


BALACENTE DE VERIFICAÇÃO – ELABORAÇÃO EM 31/05/2012
REFERENTE AO PERÍODO DE 05/2012
Contas Movimento Saldos
Devedor Credor Devedor Credor
Caixa 12.000 2.000 10.000
Banco 2.000 2.000
Mercadorias 8.000 2.000 6.000
Móveis e 2.000 2.000
utensílios
Fornecedores 2.000 12.000 10.000
Capital 10.000 10.000
Totais 26.000 26.000 20.000 20.000

Balancete de seis colunas: Também temos o modelo mais utilizado, que é o


balancete de seis colunas, ou balancete complexo. Nele é possível ver o saldo
do período anterior, o movimento atual e o saldo no final.

EMPRESA CIA LTDA.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 92
www.cliqueapostilas.com.br

BALACENTE DE VERIFICAÇÃO – ELABORAÇÃO EM 31/05/2012


REFERENTE AO PERÍODO DE 05/2012
Contas Saldo anterior Movimento Saldo final
Devedor Credor Devedor Credor Devedor Credor
Caixa 1.000 2.000 3.000
Banco 4.000 2.500 6.500
Mercadorias 3.000 2.500 5.500
Móveis e 2.000 2.000 4.000
utensílios
Fornecedores 10.000 1.000 3.000 12.000
Capital 0 7.000 7.000
Totais 10.000 10.000 10.000 10.000 19.000 19.000

Dica: Observe sempre se o valor lançado na conta de saldo anterior é igual ao


movimento e o valor do saldo final.

Pense rápido...

Quanto aos tipos de Balancete, é correto afirmar que:

a) Balancete analítico e de duas colunas é a mesma coisa.


b) O balancete de quatro colunas é conhecida como balancete sintético.
c) Balancete complexo é o mesmo que balancete de seis colunas.

Resposta: Letra C. Balancete complexo é o mesmo que balancete de seis


colunas.

Duas colunas = Balancete Sintético

Quatro colunas = Balancete Analítico

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 93
www.cliqueapostilas.com.br

Seis colunas = Balancete Complexo

A elaboração do balancete requer alguns passos seguidos para que não


ocorram erros. Veja quais são eles:

1) Inicialmente os fatos deverão ser lançados no livro diário;


2) Depois, os lançamentos devem ser registrados no livro razão ou nos
razonetes;
3) Após o término de todos os lançamentos, deverá ser feita a soma dos
valores a débito e a crédito e deverá ser apurado o saldo de cada
conta;
4) Posteriormente o balancete, de preferência o de seis colunas, que é o
mais completo e permite a conferência de todos os valores, deverá ser
elaborado;
5) Todas as contas utilizadas no razonetes deverão ser registradas no
balancete;
6) Deverá ser transferido, caso haja, o saldo inicial das contas devedoras
e credoras nas duas primeiras colunas do balancete;
7) Depois, deverá ser transferido para a coluna Movimento os valores
movimentados nos razonetes, ou seja, tudo o que entrou e o que saiu
durante o período de elaboração dos demonstrativos;
8) Por fim, deverão ser transferidos para a coluna Saldo Final os valores
devedores e credores de cada conta. Estes valores serão obtidos nos
razonetes confrontando-se o saldo inicial mais as entradas, menos as
saída;
9) Deverá ser feita uma verificação final de todos os totais das colunas:
checar se Saldo Inicial, Movimento e Saldo Final estão batendo, ou
seja, se débito e crédito têm o mesmo valor em cada uma destas
colunas;
10) Além disso, já na finalização da elaboração do balancete, deverão ser
conferidas as naturezas das contas, isto é, se todas as contas foram
contabilizadas corretamente e não estão com a natureza trocada, o

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 94
www.cliqueapostilas.com.br

que fará com que existam problemas na hora de finalizar as


demonstrações contábeis.

Balancete de verificação
Conforme a Resolução CFC nº 685/90 que aprova a NBC T 2.7, no que diz
respeito ao balancete, deve ser observado:

• O balancete de verificação do Razão é a relação de contas, com seus


respectivos saldos, extraída dos registros contábeis em determinada
data;
• O grau de detalhamento do balancete deverá ser adequado à sua
finalidade;
• Os elementos mínimos que devem constar do balancete;
• O balancete que se destinar a fins externos à Entidade deverá conter
nome e assinatura do contabilista responsável, sua categoria
profissional e número de registro no CRC;
• O balancete deve ser levantado, no mínimo, mensalmente.

Uma empresa apresentou os seguintes saldos no seu balanço patrimonial de


31.12.2012:

Reserva de lucros – R$ 55.000


Capital – R$ 200.000
Empréstimos – R$ 45.000
Salários – R$ 40.000
Fornecedores – R$ 100.000
Contas a pagar – R$ 15.000
Obras de arte – R$ 10.000
Máquinas – R$ 40.000
Imóveis – R$ 100.000

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 95
www.cliqueapostilas.com.br

Terrenos – R$ 50.000
Móveis e Utensílios – R$ 30.000
Caixa – R$ 70.000
Veículos – R$ 80.000
Duplicatas – R$ 85.000
Impostos – R$ 10.000

Com base nas informações ao lado, complete os espaços com os referidos


valores:

1) O total de bens e direitos


2) Dívidas a curto prazo da empresa
3) Capital da empresa
4) Disponibilidades da empresa para efetuar pagamentos à vista
5) Bens e direitos da empresa realizáveis em até 1 ano
6) Dívida da empresa com empregados, governo e fornecedor
7) Valor do ativo não circulante – investimentos.

Respostas:

1) 465.000
2) 165.000
3) 200.000
4) 70.000
5) 85.000
6) 150.000
7) 10.000

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 96
www.cliqueapostilas.com.br

Síntese da aula
Nesta aula, você:

• Compreendeu a integração que existe entre o razonete e o balancete;


• Avaliou o balancete de verificação;
• Compreendeu que o balancete de verificação pode ser utilizado para
evitar erros antes da elaboração das demonstrações contábeis.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 97
www.cliqueapostilas.com.br

Avaliando aprendizado
Questão 1: Razonete é uma representação gráfica em forma de T utilizado
nos processos de escrituração. Por meio deles são feitos os registros
individuais nas contas. Selecione a única alternativa correta dentre as opções
abaixo:

a) O lado direito do Razonete é denominado ATIVO e o lado esquerdo é


denominado Passivo.
b) O Balanço Patrimonial é similar a um razonete com a diferença que
apenas são registrados débitos.
c) No lado esquerdo do Razonete são registrados os créditos e no lado
direito são registrados os débitos.
d) Nos Razonetes são lançados créditos do lado direito e débitos do lado
esquerdo.
e) Nos razonetes, o valor total apurado dos débitos deve ser sempre igual
ao valor total dos créditos lançados, não apresentando saldo.

Resposta da questão 1: Letra D. Nos Razonetes são lançados


créditos do lado direito e débitos do lado esquerdo.

Questão 2: Considerando a venda de mercadorias por R$6.000, adquiridas


por R$2.000, assinale corretamente a alternativa que representa a
contabilização dos valores apurados como CMV.

a) Débito de Caixa - 4.000, Crédito de Estoque - 4.000,


b) Débito de Caixa - 6.000 Crédito de Receita - 6.000
c) Débito de Estoque - 4.000 Crédito de CMV - 4.000
d) Débito de Receita - 6.000, Crédito de Estoque - 6.000,
e) Débito de CMV - 2.000, Crédito de Estoque - 2.000

Resposta da questão 2: Letra E. Débito de CMV - 2.000, Crédito de


Estoque - 2.000.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 98
www.cliqueapostilas.com.br

Questão 3: Foram realizadas vendas de mercadorias no total de R$ 4.000,


sendo adquiridas por um montante de R$2.500 a prazo. Com base nessa
informação, assinale a alternativa que representa o registro contábil do
ingresso das mercadorias em estoque.

a) Débito de Estoque - 2.500 Crédito de CMV - 2.500


b) Débito de Estoques - 2.500, Crédito de Fornecedores - 2.500,
c) Débito de CMV - 4.000, Crédito de Estoque - 4.000
d) Débito de Estoques - 4.000 Crédito de Caixa - 4.000
e) Débito de Receita - 2.500, Crédito de Estoque - 2.500.

Resposta da questão 3: Letra B. Débito de Estoques - 2.500, Crédito


de Fornecedores - 2.500.

Questão 4: A companhia Recife S/A, prestou serviço com recebimento a


prazo, determine o lançamento no razonete:

a) Débito em duplicatas a receber e crédito em receita de serviços.


b) Débito em duplicatas a receber e crédito em receita antecipada de
serviços.
c) Débito em contas a receber e crédito em receita de serviços.
d) Débito em conta corrente bancária e crédito em receita de serviços.
e) Débito em contas a receber e crédito em receita antecipada de
serviços.

Resposta da questão 4: Letra C. Débito em contas a receber e


crédito em receita de serviços.

Questão 5: O razonete registra, de forma individualizada, as movimentações


por conta. A respeito de como o razonete pode ser utilizado para o
entendimento do débito e do crédito é correto afirmar que:

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 99
www.cliqueapostilas.com.br

a) A diminuição de uma conta do Passivo deve ser registrada no lado


direito do razonete.
b) O aumento de uma conta do Ativo deve ser registrado no lado
esquerdo do razonete.
c) O aumento de uma conta do Passivo deve ser registrado no lado
esquerdo do razonete.
d) A diminuição de uma conta do Ativo deve ser registrada no lado
esquerdo do razonete.
e) O aumento de uma conta do Ativo deve ser registrado no lado direito
do razonete.

Resposta da questão 5: Letra B. O aumento de uma conta do Ativo


deve ser registrado no lado esquerdo do razonete.

Questão 6: Uma sociedade adquiriu móveis e utensílio com 71% à vista no


valor $ 188.000,00, devido a essa movimentação contábil no razão ocorreu:

a) Aumento de Ativo não correntes, aumento do ativo corrente, aumento


do passivo corrente.
b) Aumento de Ativo não correntes, aumento do ativo permanente
aumento do passivo corrente.
c) Aumento de Ativo não correntes, diminuição do ativo corrente,
aumento do passivo corrente.
d) Aumento de Ativo correntes, diminuição do ativo corrente, aumento do
passivo corrente.
e) Aumento de Ativo correntes, diminuição do ativo corrente, aumento do
patrimônio líquido

Resposta da questão 6: Letra C. Aumento de Ativo não correntes,


diminuição do ativo corrente, aumento do passivo corrente.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 100


www.cliqueapostilas.com.br

Aula 7: Contas de resultado

Introdução
Anteriormente foi abordado o conceito de contas patrimoniais, que são
aquelas que compõem o balanço das entidades: bens, direitos e obrigações.
Agora veremos os dois últimos grupos de contas e que servem para que seja
apurado o resultado das entidades: as contas de despesas e receitas.

Essas contas são extremamente importantes para que as entidades possam


verificar se estão tendo lucro ou prejuízo, e, assim, possam maximizar seus
ganhos ou tentar reverter suas perdas.

Vamos entender, nesta aula, o que são essas contas, qual a sua natureza,
como são contabilizadas, como funcionam e qual o seu impacto no resultado
das entidades.

Objetivos

1) Identificar os conceitos relativos à despesa;


2) Explicar o que é uma receita;
3) Interpretar como receita e despesa afetam o resultado;
4) Ilustrar como as contas de resultado impactam na empresa;
5) Registrar o que é depreciação e como ela se insere no conceito de
despesa.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 101


www.cliqueapostilas.com.br

Conteúdo

Receitas e Despesas
Como você acha que a empresa sabe se está tendo lucro ou prejuízo?

Como ela sabe se a atividade dela está sendo rentável?

Bem, esse processo começa pela apuração do resultado, mas para você
chegar nele, inicialmente, precisa estudar os conceitos de receita e despesa.

Vamos lá?

Lucro ou prejuízo? Imagine uma empresa. A cada exercício social, a


instituição deve apurar o resultado do seu exercício, como mostra o quadro
abaixo:

Mês Receita Despesas


Janeiro R$ 20.300,00 R$ 18.146,80
Fevereiro R$ 120.890,00 R$ 66.327,88
Março R$ 125.129,00 R$ 93.942,75
Abril -o- -o-
Maio -o- -o-
Junho -o- -o-
Julho R$ 46.518,00 R$ 30.488,22
Agosto R$ 60.653,00 R$ 46.887,49
Setembro R$ 43.605,00 R$ 36.292,32
Outubro R$ 8.245,00 R$ 9.345,58
Novembro R$ 87.355,00 R$ 38.834,65
Dezembro -o- -o-
Totais R$ 266.319,00 R$ 178.417,43

Na sua avaliação, este quadro usado como exemplo, representa:

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 102


www.cliqueapostilas.com.br

A) Lucro
B) Prejuízo

Resposta: Lucro. Para verificar se houve lucro ou prejuízo, a empresa


confronta as receitas com as despesas, e se as receitas forem maiores do que
as despesas, existe lucro, caso contrário, existe prejuízo.

No quadro ao lado constatamos o lucro por uma receita de R$266.319,00, e


sim um lucro pelo valor da receita ser de R$266.319,00 e a despesa ser
178.417,43, logo o lucro foi de 87.901,57.

Receita
Já vimos na aula 3 que as receitas de uma entidade podem ser caracterizadas
mais comumente por ingressos de elementos para a estrutura do Ativo das
empresas, seja por dinheiro ou direitos a receber no curto ou no longo prazo.

Estes ingressos estão ligados à prestação de serviços, venda de mercadorias


ou de produtos fabricados. Lembrando que as receitas têm natureza credora.

Veja como fica a contabilização de dois tipos de receitas diferentes:

Receita recebida à vista:

Caixa Receita
30.000,00 30.000,00

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 103


www.cliqueapostilas.com.br

Venda realizada a prazo:

Clientes Receita
30.000,00 30.000,00

Note que o que muda é a conta de Ativo, de Caixa para Clientes.

Isso acontece porque a receita, na contabilidade, ocorre de acordo com o


Regime de Competência, que será explorado em breve.

De maneira adicional, as empresas podem obter receitas que decorrem de


investimentos em outras empresas, caracterizados por dividendos ou juros
sobre capital próprio. Os dividendos e os juros sobre capital próprio estão
diretamente ligados à quantidade de dinheiro investida em outras empresas
como forma de diversificação de ganhos.

Lembre-se que a receita também pode ser gerada por um desconto (parcial
ou total) recebido de um fornecedor ou qualquer outro credor da empresa,
mas que isso é não tão comum quanto as duas situações explicadas
anteriormente.

Nesta situação é importante ressaltar que não há ingresso imediato de


recursos nem promessa de ingresso de recursos no futuro.

O que ocorre aqui, de fato, é que uma quantia que seria paga inicialmente a
este fornecedor ou credor não necessitará ser paga (nem parcial, nem
totalmente). Isso gerará um benefício à empresa, já que esta não necessitará
devolver parte ou o todo da mercadoria ou do serviço anteriormente prestado
pelo credor.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 104


www.cliqueapostilas.com.br

Isso ocorre, muitas vezes, para fidelizar clientes novos ou antigos, gerando
maior estreitamento de relações empresariais.

Observe abaixo as operações que contabilizam a receita de uma empresa


com descontos obtidos e responda:

Duplicatas a pagar Caixa


30.000,00 (1) 30.000 28.000,00 (1)

Caixa Descontos obtidos


28.000,00(1) 2.000,00 (1)

Considerando os dados ao lado, a afirmativa seguinte está correta?

A diferença precisa ser reconhecida para que seja respeitado o princípio das
partidas dobradas, em que a soma dos débitos é igual à soma dos créditos.
Desta forma, foi feito um crédito referente ao desconto obtido no valor de
R$2.000,00.

a) Sim
b) Não

Resposta: Sim. Na situação acima, a empresa tinha R$30.000,00 a pagar


(crédito na conta de duplicatas a pagar). Após isso, ela deu baixa nos
R$30.000,00 da operação 1, reparou?

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 105


www.cliqueapostilas.com.br

Porém, do caixa só houve a saída dos R$28.000,00. Desta forma, está correto
afirmar que, foi feito um crédito referente ao desconto obtido no valor de
R$2.000,00.

Não importando qual seja a sua origem, uma receita sempre terá poder ou
influência de aumentar o patrimônio da empresa, pois este é caracterizado
por ganhos, sejam eles diretos ou indiretos, durante as atividades
operacionais.

Como já estudamos, as receitas podem ser definidas como entradas de


elementos para o Ativo, caracterizadas como dinheiro ou por direitos a
receber.

Essas entradas são advindas de vendas de mercadorias, produtos ou


prestação de serviços.

Pode-se dizer também que estas podem ser derivadas de juros a receber,
depósitos bancários, títulos ou outros ganhos esporádicos.

Agora veremos que a receita pode ser dividida quanto a sua Natureza,
Características e Reconhecimento:

Natureza da Receita: Em relação à sua natureza, as receitas podem ser de:

Natureza operacional: As operacionais são derivadas das vendas ou


prestação de serviços.

Observe que a receita operacional não poderia existir se a entidade não fosse
capaz de gerar ou produzir, utilizando seus recursos (e, como se verá,
incorrendo em despesas), produtos ou serviços que o mercado aceitasse.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 106


www.cliqueapostilas.com.br

Assim, antes de tudo, receita é um fluxo de produtos ou serviços durante


certo período contábil. Não esqueça!
Outra natureza: Já os juros, por exemplo, são considerados receitas indiretas
ou de outra natureza dentro da empresa, por não derivarem da atividade
desta.

Características da receita: Pode-se afirmar que as três principais


características das receitas são:

• Para que a receita seja produzida, precisa haver, de forma direta ou


indireta, uma despesa;
• O mercado é que dá a palavra final de seu valor;
• Está relacionada à produção de bens e serviços.

Reconhecimento da receita: Um dos princípios inerentes ao conceito de


receita é o relacionado a um aumento no Ativo e ao mesmo tempo um
acréscimo de patrimônio líquido.

Conforme o Regime de Competência, no que diz respeito ao reconhecimento


das receitas, é preciso que o produto ou serviço já tenha sido totalmente
transferido ao cliente, para que estas possam ser reconhecidas.

Dessa forma, a receita é a aceitação por parte do mercado do esforço de


produção da empresa.

Para que uma receita seja reconhecida são necessários alguns fatores. Veja:

• Seu valor pode ser medido com segurança;


• Deve existir a probabilidade dos benefícios futuros fluírem para a
empresa;
• Os custos incorridos e futuros podem ser medidos de modo confiável.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 107


www.cliqueapostilas.com.br

Além disso, devem ser observados também os seguintes aspectos com


relação a mercadorias e serviços:
• Os riscos relevantes e também os benefícios devem ser transferidos a
quem os comprou;
• Não existe mais controle por parte do vendedor sobre as mercadorias
ou serviços.

O momento exato de reconhecimento das receitas pode, contabilmente,


ocorrer de três formas:

1) A entrega do bem ou prestação do serviço; Geralmente representa o


registro da receita.

Quando a mercadoria está entregue, os custos e despesas são, em sua


grande maioria, conhecidos.

2) Antes da entrega do bem ou prestação do serviço; Aqui ocorre,


geralmente, com serviços.

O valor da receita pode ser determinado por contrato ou acordo.

Antes do faturamento, já existe a criação de um direito contra o


cliente.

3) Depois da entrega do bem ou prestação do serviço; Quando é


impossível medir o valor dos Ativos recebidos em troca da prestação
de serviço ou venda de mercadoria.

Pode ser que existam muitas despesas ainda não estimadas.

Ganhos x Receitas

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 108


www.cliqueapostilas.com.br

Os ganhos são diferenciados das receitas, pois são itens não recorrentes.

Eles possuem o mesmo efeito no patrimônio líquido, mas podem ou não


surgir da atividade normal da empresa.

Inclui-se nesta categoria os que surgem de vendas e baixos de Ativos não


circulantes (imobilizados, por exemplo).

Despesas
As despesas são o sacrifício dos Ativos realizado em troca de obtenção de
receitas. Não esqueça que sempre é esperado que a receita seja maior do
que as despesas.

Outro entendimento das despesas é que estas geram benefícios econômicos


durante determinado período e que tem em contrapartida a saída de recursos
(dinheiro), a redução de Ativos (entrega de bens) ou ainda uma criação de
Passivos (quando realizados a prazo), ocasionando simultaneamente um
decréscimo no patrimônio.

Como vimos, as despesas podem ser consideradas o uso ou consumo de bens


e serviços no processo de obtenção de receitas.

Desta forma, pode-se destacar com relação a estas:

• A utilização ou consumo de bens e serviços no processo de produzir


bens;
• Os gastos realizados no passado ou presente com realização futura;
• O fato gerador. O fato gerador é o esforço contínuo para a produção
de receitas.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 109


www.cliqueapostilas.com.br

Você tem muitas despesas?

As despesas são caracterizadas pelo consumo de bens ou serviços que


ajudam na geração de receitas.

Seguindo a lógica, espera-se que no conjunto as despesas possam ser


inferiores às receitas para que o patrimônio da empresa possa ser elevado.

Os custos das mercadorias vendidas ou dos serviços prestados são exemplos


de despesas ligadas diretamente às receitas geradas.

Contudo, algumas despesas podem não possuir ligação direta com estas
receitas, mas são imprescindíveis para que estas sejam geradas.

É o caso, por exemplo:

• Da contratação de seguros para os veículos ou para a estrutura predial


de uma empresa;
• A contratação de mão de obra administrativa ou de vendas;
• O pagamento de aluguel, condomínio ou de contas corriqueiras, como
telefone, água; e
• As despesas ligadas às atividades de limpeza e manutenção.

Todas estas despesas ajudam a empresa a funcionar de maneira harmoniosa,


concorda? Fazendo com que as receitas sejam geradas com maior frequência
e efetividade.

Note ainda, que a despesa sempre será devedora.

Caixa Despesas

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 110


www.cliqueapostilas.com.br

1.000 1.000
E o tempo? Como é considerado nesta conta?

O resultado econômico nada mais é do que a comparação do total de receitas


com o total de despesas, sendo considerado um mesmo intervalo de tempo
para as duas.

Este intervalo de tempo pode ser um mês, um trimestre, um ano etc.

Receita x despesas
Caso as receitas superem as despesas durante este período de tempo, o
resultado do período será positivo, ou seja, pode-se dizer que foi gerado lucro
no período, aumentando o seu patrimônio.

Despesas x receita
Entretanto, se o total de receitas incorridas não for suficiente para superar o
total de despesas dentro de um mesmo período de tempo, temos um
resultado negativo, chamado de prejuízo, que tem o poder de diminuir o
patrimônio das entidades.

Algumas despesas não estão diretamente ligadas ao processo produtivo,


como:

• Vendas;
• Administrativas;
• Financeiras;
• Impostos e taxas;
• Pesquisa e desenvolvimento.

Já algumas delas estão diretamente ligadas ao processo produtivo. Podem


variar de acordo com o modelo de custeio, absorção, variável ou
intermediários e são diretamente ligadas aos produtos.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 111


www.cliqueapostilas.com.br

Podem ser consideradas despesas diretamente relacionadas ao processo


produtivo:

• Custos de matéria-prima e de mão de obra direta;


• Desperdício natural de matéria-prima e custo da ociosidade da mão de
obra;
• Custos indiretos de fabricação.

Normalmente uma despesa é reconhecida quando bens ou serviços são


consumidos para a obtenção de receitas.

As despesas devem ser reconhecidas no exercício em que a receita


correspondente é reconhecida (confrontação das despesas com as receitas).

As perdas: A definição de despesa inclui perdas (sinistros, venda de ativos


não correntes e perdas não realizadas) e evita o subjetivismo (ponto de vista
pessoal) da segregação (separação).

Geralmente são apresentadas em separado, pois facilita a compreensão e


decisão dos usuários.

Veja as características básicas da perda:



• Não estão associadas às receitas;
• Não estão associadas a outros exercícios;
• Decorrem de eventos imprevisíveis.

Observe também que o reconhecimento das perdas é semelhante ao das


despesas, pois não podem ser vinculadas a receitas.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 112


www.cliqueapostilas.com.br

Elas devem ser registradas no exercício em que se torna evidente que um


Ativo proporcionará à empresa menos do que se esperava na avaliação.

As perdas podem ser exemplificadas por itens resultantes de desastres,


inundações, fogo etc. Além da desincorporação de Ativos.

Você sabe o que é depreciação?


A depreciação é a perda do valor econômico dos bens do imobilizado
(veículos, imóveis, móveis e utensílios, computadores).

Esta perda ocorre devido ao desgaste pelo uso, obsolescência e ação da


natureza.

A depreciação basicamente ocorre porque a empresa pode utilizar como


despesa o valor gasto para comprar determinado bem, no caso de perda de
valor devido ao desgaste que sofre com o tempo.

O método mais comum utilizado é a depreciação linear, em que são aplicadas


taxas anuais estabelecidas anteriormente pelo tempo estimado de vida útil do
bem.

Conta Prazo de depreciação Taxas ao ano


Veículos 5 anos 20%
Móveis e utensílios 10 anos 10%
Instalações 10 anos 10%
Imóveis 25 anos 4%
Computadores 5 anos 20%

A depreciação também é um tipo de despesa ou custo (que possui o mesmo


raciocínio da despesa), e sua contrapartida será uma conta retificadora do
Ativo.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 113


www.cliqueapostilas.com.br

Conta retificadora é uma conta que irá diminuir o valor da conta principal.

Estas contas possuem natureza diferente da do grupo que integram. A conta


de depreciação acumulada, por exemplo, apesar de ser do ativo, tem o saldo
credor.

Regimes contábeis: de caixa e de competência


O processo de escrituração contábil deve seguir regras, ditames legais e,
corroborando com este fato, existem diversas normatizações acerca dos
regimes de escrituração.

A mais recente regulamentação é a Resolução do Conselho Federal de


Contabilidade n°1.282, do ano de 2010, que, em seu artigo 9°, estabelece o
uso do Princípio da Competência nos registros de transações.

No artigo 9º ficou claro que o princípio da competência pressupõe a


simultaneidade da confrontação de receitas e despesas correlatas. O que quer
dizer que com períodos semelhantes, devem ser tomadas todas as receitas e
despesas incorridas e, não necessariamente, recebidas e pagas.

Ela torna obrigatório o registro completo das operações independentemente


do recebimento das receitas ou do pagamento das despesas.

Não esqueça: As receitas e despesas deverão ser consideradas sempre no


momento de seu fato gerador, ou seja, independentemente de recebidas ou
pagas, elas devem compor o resultado.

Agora que você já sabe o que é depreciação, responda a questão:

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 114


www.cliqueapostilas.com.br

Tomando como exemplo a contabilização da depreciação de um veículo


comprado por R$50.000,00, com vida útil de 5 anos, o que gera uma
depreciação de 20% ao ano, responda:

1) Quanto de depreciação o veículo terá anualmente?


2) Qual seria o valor da depreciação que o veículo terá mensalmente?

Resposta:

1) 10.000. Valor do Veículo (R$50.000) dividido pela vida útil (5 anos).


2) 833,33. Valor da depreciação (R$10.000) dividido por 1 ano (12
meses).

Síntese da aula
Nesta aula, você:

• Identificou os conceitos relativos à despesa;


• Interpretou como receita e despesa afetam o resultado;
• Ilustrou como as contas de resultado impactam na empresa;
• Registrou o que é depreciação e como ela se insere no conceito de
despesa.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 115


www.cliqueapostilas.com.br

Avaliando aprendizado
Questão 1: As contas que se caracterizam pelo consumo de bens e pela
utilização de serviços durante o processo de obtenção da receita são
classificadas como:

a) Receitas
b) Ativo
c) Despesas
d) Passivo
e) Patrimônio Líquido

Resposta da questão 1: Letra C. Despesas.

Questão 2: Uma empresa pagou, em janeiro de 2010, o aluguel do galpão


destinado à área de produção, relativo ao mês de dezembro de 2009. O
lançamento correspondente ao pagamento do aluguel irá provocar:

a) Um aumento nos Custos e uma redução de igual valor no Ativo


b) Uma redução no Ativo e uma redução de igual valor no Passivo
c) Uma redução no Ativo e uma redução de igual valor no Patrimônio
Líquido
d) Um aumento nas Despesas e uma redução de igual valor no Ativo
e) Uma redução no Ativo e uma redução de igual valor na receita

Resposta da questão 2: Letra B. Uma redução no Ativo e uma


redução de igual valor no Passivo.

Questão 3: Os gastos decorrentes do consumo de bens e da utilização de


serviços nas áreas administrativas, comerciais e financeiras, que direta ou
indiretamente visam a obtenção de Receitas, denominam-se:

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 116


www.cliqueapostilas.com.br

a) Investimento
b) Resultados
c) Passivo
d) Despesa
e) Ativo

Resposta da questão 3: Letra D. Despesa.

Questão 4: Com relação a movimentação das contas podemos afirmar:

a) As origens dos recursos têm natureza devedora


b) As contas de resultados são zeradas ao final do exercício social
c) As aplicações dos recursos têm natureza credora
d) O patrimônio líquido é parte do grupo do passivo
e) Em qualquer contexto, a natureza do ativo é sempre devedora.

Resposta da questão 4: Letra B. As contas de resultados são zeradas


ao final do exercício social.

Questão 5: A _____________ expressa a perda de valor dos ativos


imobilizados no negócio (bens tangíveis) sujeitos a desgastes ou perda de
utilidade por uso, ação da natureza ou obsolescência (envelhecimento).

a) Depreciação
b) Consolidação
c) Escrituração
d) Aglutinação
e) Homologação

Resposta da questão 5: Letra A. Depreciação.


Questão 6: De posse dos fatos contábeis ocorridos no mês de MAIO,
determine o resultado do período utilizando o REGIME DE CAIXA. >>>>

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 117


www.cliqueapostilas.com.br

Fatos Administrativos: 03/05- Prestação de serviços no valor de R$ 10.000,00


sendo 70% à vista e o restante a prazo;>>>>>> 05/05- Pagamento de
propaganda do mês de abril no valor de R$ 2.000,00; >>>>>> 10/05-
Pagamento de aluguel atrasado do mês de Janeiro no valor de R$ 2.000,00.
>>>>>> 30/05- Provisionamento dos salários do mês de maio no valor de
R$ 4.000,00;>>>>>> PEDE-SE: Assinale a alternativa CORRETA que
demonstra o resultado do período pelo REGIME DE CAIXA.

a) Resultado Nulo
b) Lucro de R$ 2.000,00
c) Lucro de R$ 3.000,00
d) Prejuízo de R$ 3.000,00
e) Lucro de R$ 5.000,00

Resposta da questão 6: Letra C. Lucro de R$ 3.000,00.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 118


www.cliqueapostilas.com.br

Aula 8: Encerramento do resultado

Introdução
Você já compreende a diferença das contas patrimoniais e de resultado e
sabe que estas contas deverão ser confrontadas para se apurar o lucro ou
prejuízo. Então, podemos estudar os procedimentos necessários para que
finalmente seja apurado o resultado.

Nesta aula, você vai aprender a fazer o encerramento do resultado, ou seja,


como encerrar as contas de despesa e receita e, desta forma, apurar se a
empresa obteve lucro ou prejuízo — o que quer dizer que suas atividades
estão sendo lucrativas ou não.

Além disso, analisaremos a importância de uma sequência que é bastante


lógica, necessária e simples para que possamos ter a Demonstração do
Resultado do Exercício.

Objetivos

1) Avaliar o encerramento do resultado;


2) Identificar as contas de receita e despesa antes do encerramento do
resultado;
3) Listar as etapas do encerramento do resultado;
4) Exemplificar o resultado do exercício, verificando se houve lucro ou
prejuízo;
5) Reconhecer os primeiros conceitos relativos à Demonstração do
Resultado do Exercício.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 119


www.cliqueapostilas.com.br

Conteúdo

Encerramento do resultado do exercício


Você já viu o que são contas de resultado, mas será que você sabe qual é o
mecanismo de encerramento destas contas e como acontece a transferência
do resultado (lucro ou prejuízo) para o balanço patrimonial?

Não é na Demonstração do Balanço Patrimonial como você pode ter pensado.


Então, onde é?

É a Demonstração do Resultado do Exercício que congrega e apresenta os


saldos das contas de resultado. Mas como isso é possível?

Na verdade, é preciso que, em primeiro lugar, haja muita organização, depois


é necessário uma série de procedimentos, que veremos a seguir, para que se
chegue à apuração do resultado do exercício.

Para exemplificar, apresentaremos a apuração dos resultados de duas


formas:

• A primeira de uma prestadora de serviços, que é um processo bem


mais simplificado; e

• A segunda de uma indústria, que é um processo mais complexo.

Vamos lá!

Prestadora de Serviço
A apuração de resultado consiste em um processo relativamente simples em
que são confrontadas as despesas e as receitas e depois disso é obtido o
lucro ou prejuízo do exercício.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 120


www.cliqueapostilas.com.br

Entretanto, é necessário seguir um roteiro para que o encerramento do


resultado seja feito de forma correta.

Suponha, então, que a sua empresa prestadora de serviços tem a seguinte


situação:

Caixa Móveis e Utensílios


10.000 2.000

Fornecedores Capital
2.000 8.000

Impostos Despesa com aluguel


2.000 1.000

Receita de serviços
5.000

Após identificada a situação, qual seria o próximo passo?

É elaborar o balancete de verificação, para analisar e conferir se todos os


saldos estão corretos.

Neste caso, utilizaremos o balancete de duas colunas para facilitar o


raciocínio. Veja:

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 121


www.cliqueapostilas.com.br

Empresa Ltda
Balancete de verificação elaborado em 31/01/2012
Referente ao período de Janeiro de 2012

Contas Saldos
Devedor Credor
Caixa 10.000
Móveis e Utensílios 2.000
Fornecedores 2.000
Capital 8.000
Impostos 2.000
Despesas com aluguel 1.000
Receita de serviços 5.000
Totais 15.000 15.000

Saiba mais!
Podemos verificar que os saldos estão de acordo com o princípio das partidas
dobradas, ou seja, a soma dos débitos corresponde à soma dos créditos.

Porém, é preciso confirmar também se as contas estão lançadas de acordo


com a sua natureza.

Neste exemplo, constatamos que todas as contas foram corretamente


lançadas.

O outro passo é transferir os saldos das contas de resultado para uma conta
chamada de Apuração do Resultado do Exercício (ARE). Esta conta não é
utilizada para operações regulares da entidade, é usada somente para o
encerramento do resultado.

No caso da prestadora de serviço que estamos analisando existem somente


duas contas de resultado e estas contas deverão ser transferidas à ARE.

Para que seja feito o encerramento do resultado, o saldo das contas (neste
caso as despesas) deverá ser zerado.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 122


www.cliqueapostilas.com.br

No exemplo da prestadora de serviço, falamos sobre encerramento do


resultado.

Mas de que forma isto é feito?

Vamos relembrar o esquema de lançamento e encerramento das contas de


despesa e receita:

Despesas Receitas
Débito Crédito Débito Crédito
Aumenta ou cria • Na apuração do • Na apuração do Aumenta ou cria
uma conta. resultado do resultado do uma conta.
exercício, exercício,
encerra a conta; encerra a conta;

• Pode ser • Pode ser


utilizado para utilizado para
estornar estornar
(corrigir) valores. (corrigir) valores.
As despesas possuem saldo devedor As receitas possuem saldo credor

Isso quer dizer que o saldo das contas de despesa deverá ser transferido para
a conta de Apuração do Resultado do Exercício (ARE)?

Exatamente! Os valores são zerados nas contas de despesa, ou seja, são


creditados e são debitados na conta ARE.

Mas de que forma?

Veja nos passos abaixo:

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 123


www.cliqueapostilas.com.br

1) Primeiro Passo: Os lançamentos ficariam no Diário da seguinte forma:

Resultado do exercício a Impostos


Transferência da conta para apuração do resultado do exercício
................ 2.000

2) Segundo Passo: Resultado do exercício. a Despesa com aluguel.


Transferência da conta para apuração do resultado do exercício ........
1.000

Já nos razonetes o lançamento ficaria da seguinte forma:

Imposto
2.000 2.000 (1)

Despesas com aluguel


1.000 1.000 (2)

ARE
2.000(1)
1.000(2)

É importante notar que o valor de impostos, que estava a débito na conta, foi
zerado a crédito e transferido para a conta ARE como débito, ou seja, as
contas mantêm a sua natureza.

O mesmo ocorreu com a conta de Despesa com aluguel que era devedora.
Esta foi zerada com um crédito e transferida para a conta ARE a débito,
mantendo a sua natureza devedora.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 124


www.cliqueapostilas.com.br

3) Terceiro Passo: Agora no terceiro passo é preciso também transferir o


saldo da conta de receitas para a ARE.

Isso será demonstrado a seguir, na forma de diário:

Receita de exercícios: a Resultado do exercício


Transferência da conta para apuração do resultado do exercício ........
5.000

E na forma de razonetes:

Receita de serviços
2.000(1)
1.000(2)

ARE
2.000(1) 3.000 (3)
1.000(2)

Note que a conta da ARE que já possuía os dois lançamentos do


encerramento das despesas recebeu agora um crédito referente à
receita.

No caso da conta de receitas, esta foi debitada (encerramento) e


manteve a sua natureza na ARE, que é credora.
4) Quarto passo: Na quarta etapa deverá ser apurado no razonete o saldo
da conta da apuração do resultado do exercício.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 125


www.cliqueapostilas.com.br

Este procedimento será feito após a transferência de todos os saldos


de despesas e receitas e irá apresentar o lucro ou prejuízo do
exercício.

ARE
2.000(1) 3.000 (3)
1.000(2)

3.000 5.000
2.000 Saldo

Verifique que o saldo da conta em questão é credor, o que quer dizer que a
empresa teve lucro. Pois, como é possível notar, a empresa teve mais receitas
do que despesas.

Caso ocorresse a situação em que as despesas fossem maiores do que as


receitas, a ARE teria saldo devedor e a empresa teria prejuízo.

5) Quinto passo: No quinto passo, deverá ser transferido o saldo da conta


ARE para, neste caso, a conta Reservas, que figura no Balanço
Patrimonial.

Se houvesse prejuízo, deveria ser utilizada a conta Prejuízo.

Osni Moura Ribeiro (2010) ressalta que na vida real o resultado do


exercício, quando for apresentado na forma de lucro, tem várias
destinações:

• Uma parte vai para o governo, como imposto de renda e


contribuição social;

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 126


www.cliqueapostilas.com.br

• Outra vai para aqueles agentes que tenham direito à


participação na empresa, como empregados e administradores;
• Outra parte vai para a constituição de reservas;
• Outra poderá ser destinada ao aumento de capital;
• Também poderá haver destinação aos acionistas na forma de
dividendos;
• Além disso, no caso de prejuízos acumulados, os lucros poderão
ser utilizados na compensação desses valores.

O raciocínio para o zeramento da ARE é o mesmo das outras contas.

Neste caso, o ARE tem saldo devedor, certo?

Assim, para zerar seu saldo, faremos um crédito e debitaremos a conta de


Reservas (pois houve lucro).

Receita de exercícios

a Reservas

Transferência da conta ARE para Reservas (destinação dos lucros) ................


2.000

ARE
2.000(1) 5.000 (3)
1.000(2)

2.000
2.000 (4)

Reserva
2.000(4)

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 127


www.cliqueapostilas.com.br

6) Sexto passo: No sexto passo, deverá ser transferido o saldo da conta


ARE para, neste caso, a conta Reservas, que figura no Balanço
Patrimonial.

Ativo circulante Passivo circulante


Caixa 10.000 Fornecedores 2.000
Não circulante Patrimônio Líquido
Móveis e utensílios 2.000 Capital 8.000
Reservas 2.000
Total 12.000 Total 12.000

Indústria
Agora vamos analisar a apuração de resultado de uma indústria, ou seja, uma
empresa que possui estoque de mercadorias, tendo, por isso, maior
complexidade de lançamentos.

Para iniciarmos os trabalhos precisamos dos razonetes, certo?

Aí vão eles:

Caixa Mercadorias
10.000 2.000

Fornecedores Capital
7.000 8.000

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 128


www.cliqueapostilas.com.br

Impostos Despesa com aluguel


1.000 1.000

E como ficariam esses lançamentos no diário?

Ficariam da seguinte forma:

Pelo recebimento da receita: (1) Caixa. A Receita com vendas


Vendas de mercadorias à vista................. 5.000

Pela baixa do custo da mercadoria vendida: (2) CMV. A Estoque


Baixa de estoque referente ao CMV................. 2.000

Saiba mais: Note que, neste exemplo, surge a figura do Custo da Mercadoria
Vendida (CMV), que nada mais é do que um tipo de dedução do lucro, pois,
para termos receita (que também foi criada) com a venda de mercadoria,
temos que gastar, e esse gasto é o custo.

E como ficaria o balancete de verificação da indústria?

Ficaria da seguinte forma:

Empresa Ltda
Balancete de verificação elaborado em 31/01/2012
Referente ao período de Janeiro de 2012

Contas Saldos

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 129


www.cliqueapostilas.com.br

Devedor Credor
Caixa 15.000
Fornecedores 6.000
Capital 8.000
Impostos 1.000
Despesas com aluguel 1.000
CMV 2.000
Receita de vendas 5.000
Totais 19.000 19.000

O saldo das contas de despesa deverá ser transferido para a conta de


Apuração do Resultado do Exercício (ARE).

Os valores são zerados nas contas de despesa, ou seja, são creditados e são
debitados na conta ARE.

No diário, os lançamentos ficariam da seguinte forma:

1) Resultado do exercício. A impostos. Transferência da conta para


apuração do resultado do exercício ................ 1.000
2) Resultado do exercício. A despesa com aluguel. Transferência da conta
para apuração do resultado do exercício ................ 1.000
3) Resultado do exercício. A CMV. Transferência da conta para apuração
do resultado do exercício ................ 2.000

Impostos Despesas com aluguel


1.000 1.000
1.000 1.000 (1) 1.000 1.000 (2)

CMV ARE
2.000 1.000(1)
2.000 2.000 (3) 1.000 (2)

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 130


www.cliqueapostilas.com.br

2.000(3)

4) Agora é preciso também transferir o saldo da conta de receitas para a


ARE, o que será demonstrado a seguir, na forma de diário:

(4) Receita de exercícios


a Resultado do exercício
Transferência da conta para apuração do resultado do exercício
................ 5.000

E na forma de razonete:

Receita de serviços ARE


5.000 (4) 5.000 1.000 (1) 5.000 (4)
1.000 (2)
2.000 (3)
4.000 5.000
1.000 (5)

Após isso, é feita a transferência da ARE para, neste caso, Reservas, pois
houve Lucro.

5) Apuração do resultado do Exercício. A reservas. Transferência da conta


para reservas ..................................................... 1.000

Reservas
1.000 (5)

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 131


www.cliqueapostilas.com.br

6) Para finalizar, deverá ser elaborado o balanço patrimonial:

Ativo circulante Passivo circulante


Caixa 15.000 Fornecedores 6.000
Não circulante Patrimônio Líquido
Capital 8.000
Reservas 1.000
Total 15.000 Total 15.000

Desta forma, foi realizada a operação de apuração de resultados (de maneira


simplificada) em uma empresa que possui estoque e por isso tem maior
complexidade de lançamentos.

Síntese da aula
Nesta aula, você:

• Compreendeu o encerramento do resultado;


• Verificou as etapas e as contas que devem ser afetadas para o
encerramento do resultado;
• Identificou que os conceitos iniciais relativos à Demonstração do
Resultado do Exercício.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 132


www.cliqueapostilas.com.br

Avaliando aprendizado
Questão 1: Ao final de cada período, a entidade deverá apurar o resultado do
seu exercício. Analise os dados apresentados abaixo:
Despesas = 25.000 Receitas = 75.000 Custos = 35.000 É correto afirmar que
esta empresa incorreu em:

a) Prejuízo de 40.000
b) Gasto total de 25.000
c) Receita final de 50.000
d) Lucro líquido de 15.000
e) Prejuízo de 50.000

Resposta da questão 1: Letra D. Lucro líquido de 15.000.

Questão 2: A Empresa Beta Ltda, Apurou o saldo do seu balancete, através


do levantamento das contas abaixo: Banco $ 100,00,
Fornecedor $ 200,00, Cliente $ 300,00 Caixa $ 200,00, Capital Social $
2.000,00, Estoques $ 400,00, Imóveis $ 2.000,00 e Lucros Acumulados $
800,00. Assinale a alternativa correta:

a) 3.800,00
b) 2.900,00
c) $ 1.000,00
d) $ 3.000,00
e) 2.700,00

Resposta da questão 2: Letra D. $ 3.000,00.

Questão 3: O Objetivo da Contabilidade é fornecer informações sobre a


composição do patrimônio e suas variações.
No que diz respeito ao patrimônio das entidades, pode-se dizer que a
Contabilidade atua em três campos.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 133


www.cliqueapostilas.com.br

Quanto às informações do campo Econômico podemos dizer que:

a) Dizem respeito a apuração do custo das mercadorias vendidas


b) Dizem respeito à composição dos seus bens, direitos e obrigações.
c) Dizem respeito à movimentação das despesas e receitas, evidenciando
o lucro ou prejuízo apurados nas transações realizadas pela empresa.
d) Dizem respeito ao fluxo de entradas e saídas de dinheiro na empresa.
e) Dizem respeito ao patrimônio dos sócios e acionistas da empresa.

Resposta da questão 3: Letra C. Dizem respeito à movimentação das


despesas e receitas, evidenciando o lucro ou prejuízo apurados nas
transações realizadas pela empresa.

Questão 4: Uma empresa foi constituída com Capital Social de R$ 100.000,00,


em dinheiro. Comprou mercadorias para o seu estoque por R$ 100.000,00, a
prazo. Essas mercadorias foram vendidas por R$ 200.000,00, a vista.
Não foram considerados os impostos nestas transações. O mês de
competência é fevereiro. Dentro do mês ocorreram e foram pagas as
seguintes despesas: Aluguel R$ 3.000,00. Energia elétrica R$ 2.000,00.
Despesas com Telefonia R$ 2.000,00. Calcule o Resultado Líquido.

a) R$ 7.000,00
b) R$ 93.000,00
c) R$ 200.000,00
d) R$ 100.000,00
e) R$ 107.000,00

Resposta da questão 4: Letra B. R$ 93.000,00

Questão 5: A venda de uma Máquina de uso por $ 3.400, cujo valor contábil
era $ 3.650, resulta em:

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 134


www.cliqueapostilas.com.br

a) Redução do Ativo Imobilizado em $ 3.400;


b) Redução do Patrimônio Líquido em $ 3.650;
c) Aumento do Patrimônio Líquido de $ 250;
d) Redução do Patrimônio Líquido em $ 250;
e) Aumento do Patrimônio Líquido em $ 3.400;

Resposta da questão 5: Letra D. Redução do Patrimônio Líquido em


$ 250.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 135


www.cliqueapostilas.com.br

Aula 9: Demonstração do resultado do exercício.

Introdução
Já vimos como funciona o encerramento do exercício, agora é necessário
aprender como as contas estão dispostas nesta nova demonstração, que se
chama Demonstração do Resultado do Exercício.

Vamos analisar também a integração dessa demonstração com o Balanço


Patrimonial, já que ela apresenta as chamadas contas de Resultado que não
são dispostas no Balanço.

Objetivos

1) Reconhecer como as contas de resultado estão dispostas na DRE;


2) Definir as etapas de elaboração da DRE;
3) Aplicar os conceitos básicos de cálculo dos impostos nas diversas
etapas da DRE;
4) Estabelecer a parcela do lucro destinada às participações;
5) Relacionar as etapas da distribuição dos lucros aos principais
interessados.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 136


www.cliqueapostilas.com.br

Conteúdo

Você sabe o que é DRE?


A DRE ― Demonstração do Resultado do Exercício ― é uma demonstração
extremamente importante para a Contabilidade e para a tomada de decisão,
pois apresenta o fluxo de informações econômicas das entidades,
comprovando como ela obteve seu resultado.

Isso quer dizer que a DRE mostra o lucro ou prejuízo de uma empresa em um
determinado período, permitindo que saibamos se ela está ganhando ou
perdendo com suas atividades.

Saiba mais!
Trecho da Lei nº6.404/76 que fala sobre a Demonstração do
Resultado do Exercício.

Art. 187. A demonstração do resultado do exercício discriminará:

I - a receita bruta das vendas e serviços, as deduções das vendas, os


abatimentos e os impostos;

II - a receita líquida das vendas e serviços, o custo das mercadorias e


serviços vendidos e o lucro bruto;

III - as despesas com as vendas, as despesas financeiras, deduzidas das


receitas, as despesas gerais e administrativas, e outras despesas
operacionais;

IV – o lucro ou prejuízo operacional, as outras receitas e as outras despesas;


(Redação dada pela Lei nº 11.941, de 2009)

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 137


www.cliqueapostilas.com.br

V - o resultado do exercício antes do Imposto sobre a Renda e a provisão


para o imposto;

VI – as participações de debêntures, empregados, administradores e partes


beneficiárias, mesmo na forma de instrumentos financeiros, e de instituições
ou fundos de assistência ou previdência de empregados, que não se
caracterizem como despesa; (Redação dada pela Lei nº 11.941, de 2009)

VII - o lucro ou prejuízo líquido do exercício e o seu montante por ação do


capital social.

§ 1º Na determinação do resultado do exercício serão computados:

a) as receitas e os rendimentos ganhos no período, independentemente da


sua realização em moeda; e

b) os custos, despesas, encargos e perdas, pagos ou incorridos,


correspondentes a essas receitas e rendimentos.

A DRE pode causar alteração no patrimônio líquido? Sim. Basicamente a DRE


apresenta as alterações que o Patrimônio Líquido sofre pelas receitas e pelas
despesas, já que, como sabemos, as receitas aumentam o valor do
patrimônio e as despesas o diminuem.

Entretanto, o fluxo dessas contas não aparece no Balanço Patrimonial, pois


são contas de resultado.

Bens Obrigações
Direitos Patrimônio
Capital

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 138


www.cliqueapostilas.com.br

Resultado (positivo ou negativo) DRE

Apesar de ser elaborada anualmente para fins de divulgação, a DRE


normalmente é elaborada mensalmente pela administração e trimestralmente
para fins fiscais.

E o que deve constar nela?

De acordo com a legislação, em síntese, as empresas deverão discriminar


na DRE:
• A receita bruta com vendas e serviços, as deduções das vendas, os
abatimentos e os impostos (PIS, COFINS, ICMS, IPI);

• A receita líquida das vendas e serviços, o custo das mercadorias e


serviços vendidos e o lucro bruto;

• As despesas com as vendas, as despesas financeiras, deduzidas das


receitas, as despesas gerais e administrativas, e outras despesas
operacionais;

• Outras despesas que não sejam consideradas como operacionais


(doações concedidas, deduzidas das receitas não consideradas operacionais
ou lucro na venda de imobilizado);
• O resultado do exercício antes do Imposto sobre a Renda e a provisão
para o imposto;

• As participações de debêntures, empregados, administradores e partes


beneficiárias, e as contribuições para instituições ou fundos de assistência
ou previdência de empregados;

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 139


www.cliqueapostilas.com.br

• O lucro ou prejuízo líquido do exercício e o seu montante por ação do


capital social.
A seguir veja a estrutura básica da DRE com os principais subgrupos
demonstrados:

MODELO DA DRE

Receita Operacional Bruta (Vendas e Serviços)


(-) Deduções da Receita Bruta
(=) Receita Operacional Líquida
(-) Custos das Vendas
(=) Resultado Operacional Bruto

• Despesas Financeiras
(-) Despesas Administrativas
(-/+) Outras despesas/receitas

• Outras despesas
• Outras receitas

(=) Lucro ou Prejuízo Operacional


(=) Lucro Líquido Antes do Imposto de Renda e da Contribuição Social Sobre
o Lucro

• (-) Provisão para Imposto de Renda e Contribuição Social Sobre o


Lucro
• (=) Lucro Líquido Antes das Participações
• (-) Participações de Administradores, Empregados, Debêntures e
Partes Beneficiárias

(=) Resultado Líquido do Exercício

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 140


www.cliqueapostilas.com.br

O princípio da competência
Como vimos, a Demonstração do Resultado do Exercício (DRE) é um resumo
ordenado de receitas e despesas, evidenciando o resultado econômico da
empresa, em um período, normalmente, de 12 meses.

Essa demonstração tem como base o princípio da competência e está


delineada conforme outros dois princípios:

Princípio da realização da receita: As receitas devem ser reconhecidas no


exercício em que são realizadas, ou seja, deverão ser registradas,
independentemente do recebimento, de acordo com o seu fato gerador.

Princípio do confronto das despesas com as receitas: Partindo do Princípio da


Realização da Receita, este princípio trata sobre o confronto destas com as
despesas.

Isso deverá acontecer no período em que as despesas ocorrerem,


independentemente de seu pagamento, em virtude do raciocínio de que toda
a receita deverá ter uma receita ou custo em contrapartida.

E quanto à Apuração?

A DRE termina na apuração do lucro ou prejuízo.

No caso de resultado positivo e havendo distribuição de lucros, este valor vai


aparecer em outra demonstração, chamada Demonstração de Lucros e
Prejuízos Acumulados.

A DRE ao lado é considerada uma DRE completa. Ela é exigida por lei e
possui todos os grupos de forma detalhada e destaque para os impostos.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 141


www.cliqueapostilas.com.br

Entretanto, para pequenos comércios e empresas de pequeno porte poderá


ser usada uma DRE simplificada.

Demonstração do Resultado do Exercício


Receita operacional Bruta
(-) Deduções
(=) Receita operacional líquida
(-) Custos
(=) Lucro Bruto
(-) Despesas
(=) Lucro Operacional
(-) IRPJ/CSLL
(=) Lucro Líquido

Como chegaremos ao valor de cada Grupo da DRE?

A Receita Bruta, como sabemos, é o total que uma determinada entidade


vende em um período.

Nesse valor estão os impostos sobre vendas, as devoluções (vendas


canceladas) e os abatimentos (cancelamentos) que ocorrem no período.

Veja abaixo os impostos sobre vendas mais comuns:

Imposto Alíquota
IPI – Imposto sobre Produtos As receitas possuem saldo credor.
Industrializados
ICMS – Imposto sobre Circulação de Variando de 18% a 25% (alíquotas
Mercadorias e Serviços (ICMS) interna), além de alíquotas que
variam de 7% a 12% para
transações externas

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 142


www.cliqueapostilas.com.br

ISS – Imposto Sobre Serviços de Variando de 0% a 10%


qualquer natureza
PIS – Programa de Integração Social Incidindo sobre o faturamento –
0,65% ou 1,65%
COFINS – Contribuição para a Incidindo sobre o faturamento –
Seguridade Social 7,65% ou 3%

Exemplo: Veja a parte inicial da DRE de uma determinada empresa que


possui uma receita bruta de R$100.000,00 e um ICMS de 18%:

Demonstração do resultado do exercício


Receita Bruta 100.000
(-) Deduções
ICMS (18.000)
Receita Líquida 82.000

E as devoluções e abatimentos?

Não podemos esquecer de que também devem ser reconhecidas as possíveis


devoluções ― vendas canceladas por algum motivo (qualidade, preço,
avarias) —, que podem ser parciais ou totais.

Além das devoluções, devem ser considerados os abatimentos (também


conhecido como desconto incondicional), que são descontos já dados na nota
fiscal.

Exemplo: Suponha que a mesma empresa que apresentou a DRE anterior


teve 10% do valor das mercadorias devolvidas e 10% de desconto.

Veja como ficaria a DRE, neste caso:

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 143


www.cliqueapostilas.com.br

Demonstração do resultado do exercício


Receita Bruta 100.000
(-) Deduções
Devoluções (10.000)
Descontos (10.000)
Receita Líquida 80.000

A hora do lucro bruto


Agora o próximo passo é apurar o Lucro Bruto, que basicamente é a
diferença entre a venda de Mercadorias e o Custo para as vendas desta, ou
seja, o Custo da Mercadoria Vendida (CMV).

Nesta etapa de apuração do Lucro Bruto, só serão utilizados os gastos como


Custo da Mercadoria Vendida ou do Serviço Prestado.

O que sobrar servirá para o pagamento das despesas de vendas,


administrativas e financeiras, além da remuneração do governo (impostos) e
dos sócios (lucro líquido).

Demonstração do Resultado do Exercício


Receita Bruta
(-) Deduções
(=) Receita Líquida
(-) Custo das Mercadorias vendidas
(=) Lucro Bruto

Você sabe qual é a diferença entre custo e despesa?

Despesa: São aqueles gastos cometidos na obtenção das receitas e não são
associados à produção.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 144


www.cliqueapostilas.com.br

Custo: São aqueles gastos relativos à produção de bens e serviços e estão


diretamente ligados à atividade operacional da empresa.

Agora você deve estar se questionando: Como despesas podem estar


relacionadas à obtenção de Receita e não estarem associadas à produção?
Que despesas são essas? Por que elas existem? Como funcionam?

As despesas operacionais são utilizadas para a venda de produtos,


administração da empresa e financiamento das operações.

Portanto, envolve tudo que é utilizado para a manutenção da atividade da


empresa, mas não tem relação direta com a produção.

Veja como elas estão divididas:

Vendas: A venda abrange despesas diversas, como:

• Salário da área de vendas;


• Comissões sobre vendas;
• Publicidade e propaganda;
• Provisão para devedores duvidosos (que são parcelas destinadas às
perdas com vendas a prazo, que não serão recebidas);
• Marketing;
• Fretes e carretos;
• Materiais de embalagens, entre outros.

Administrativas: As despesas administrativas são aquelas geralmente gastas


no escritório, utilizadas para a manutenção do negócio:

• As despesas com salários e encargos do pessoal que trabalha na área


administrativa;

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 145


www.cliqueapostilas.com.br

• Aluguéis;
• Materiais de escritório;
• Seguro;
• Depreciação;
• Assinaturas de jornais, revistas e outros gastos.

Financeiras: As despesas financeiras estão diretamente relacionadas aos:

• Juros pagos ou incorridos;


• Comissões bancárias;
• Descontos, entre outros.

O importante é notar que nesta categoria as receitas devem ser compensadas


com as despesas, ou seja, o valor colocado nesta categoria deverá ser o valor
líquido do confronto dos dois grupos.

Se por um acaso o valor de Receitas Financeiras for maior do que a Despesa


Financeira, o valor será deduzido de outras Despesas Operacionais.

Veja o quadro que explica o funcionamento deste grupo de contas:

Despesa financeira maior do que receita Despesa financeira menor do que


financeira receita financeira
Despesas financeiras Despesas financeiras 80.000
Receitas financeiras Receitas financeiras (100.000)
Desp./Rec Financeiras Desp./Rec Financeiras (20.000)
Despesas operacionais Despesas operacionais
Vendas Vendas 100.000
Administrativas Administrativas 80.000
Financeiras Financeiras (20.000)
180.000

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 146


www.cliqueapostilas.com.br

Lucro operacional
Na próxima etapa deverá ser apurado o Lucro Operacional, ou seja, a
diferença entre o Lucro Bruto e as Atividades Operacionais da Empresa.

Demonstração do Resultado do Exercício


Receita Bruta
(-) Deduções
(=) Receita Líquida
(-) Custo das Mercadorias vendidas
(=) Lucro Bruto
(-) Despesas operacionais
(=) Lucro Operacional

E como fica a apuração do Lucro?

Apuração de Lucro antes do IRPJ e do CSLL: A próxima etapa na DRE é a


apuração do lucro antes do Imposto de Renda (IRPJ) e da Contribuição Social
Sobre o Lucro Líquido (CSLL).

Demonstração do Resultado do Exercício


(=) Lucro Operacional
(-) Outras despesas
(+) Outras receitas
(=) Lucro Antes do Imposto de Renda
(LAIR)

No grupo de outras receitas e despesas estão os valores que não fazem parte
da atividade operacional da empresa.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 147


www.cliqueapostilas.com.br

Podem entrar aqui prejuízos ou lucros na venda de imobilizado da empresa,


venda com lucro ou prejuízo de ações, entre outros.

Apuração de Lucro depois do IRPJ e do CSLL: E agora? Como calcular o lucro


depois do Imposto de Renda e da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido?

Veja:

Demonstração do resultado do exercício


(=) Lucro Antes do Imposto de Renda (LAIR)
(-) Imposto de Renda e Contribuição Social
sobre o Lucro Líquido
(=) Lucro depois do Imposto de Renda e
Contribuição Social
Demonstração do Resultado do Exercício

Você conhece as formas de tributação nas empresas?

No Brasil existem diferentes formas de tributação nas empresas, de acordo


com vários critérios previstos em lei.

Agora vamos ver quais são os tipos mais comuns de lucro e sua relação com
a tributação.

Lucro real: No Lucro Real, o cálculo do imposto será feito mediante a


aplicação da alíquota de 15% sobre o valor do lucro real (ajustado) calculado
em 31 de Dezembro. Adicionalmente, a parcela que exceder ao valor de
R$240.000,00 estará sujeita à incidência adicional de uma alíquota de
Imposto de Renda de 10%.

Saiba mais!

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 148


www.cliqueapostilas.com.br

É importante destacar que a base de tributação do Lucro Real não é apenas o


Lucro Apurado pela contabilidade e sim o Lucro Ajustado.

Este, segundo disposições em lei, possui algumas particularidades com


relação a adições e exclusões, ou seja, considera ou exclui alguns valores de
sua base de cálculo.

Lucro presumido: Calcula o valor do imposto de acordo com percentuais


fixados pela legislação sobre a receita total da entidade.

Simples nacional: Especial para microempresas e empresas de pequeno


porte.

E agora como apurar o Lucro Líquido?

Primeiramente, você deve saber que o Lucro Líquido é o que se tem à


disposição dos sócios ou acionistas.

Veja o esquema:

Demonstração do resultado do exercício


(=) Lucro depois do Imposto de Renda e
Contribuição Social
(-) Doações e contribuições
(-) Participações
(=) Lucro Líquido

Você sabe que são participações, doações e contribuições?

Neste ponto, as doações e contribuições são aquelas destinadas ao quadro de


funcionários, bem como para previdência ou cooperativa dos funcionários.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 149


www.cliqueapostilas.com.br

Já as participações são aquelas destinadas aos debenturistas, empregados e


administradores e partes beneficiárias.

As partes beneficiárias são títulos negociáveis e que não possuem valor


nominal. Esse tipo de crédito pode ser negociado pela empresa, que os emite
ou ainda os cede gratuitamente a clientes ou empregados.

As participações dos debenturistas são representadas por títulos de crédito


que são emitidos por Sociedades Anônimas. Elas funcionam como garantias
pelo Ativo da empresa e asseguram o resgate preferencial sobre os demais
títulos da empresa.

Demonstração de Lucros e Prejuízos Acumulados (DLPA)


Depois da elaboração da DRE é necessária a elaboração da Demonstração de
Lucros e Prejuízos Acumulados. Vamos a ela.

A Demonstração de Lucros e Prejuízos Acumulados (DLPA) evidencia as


alterações ocorridas no saldo da conta de lucros (do exercício) ou prejuízos
acumulados, no Patrimônio Líquido.

Com o advento da Lei nº 11.638/07 não pode mais permanecer, nos


balanços, saldo na conta de Lucros Acumulados.

Por isso, todo resultado (Lucro do Exercício) deverá ser destinado na forma
de reservas, podendo haver saldo somente na forma de Prejuízo Acumulado.

Pode-se dizer, assim, que a DLPA é um instrumento de ligação entre a


Demonstração do Resultado do Exercício e o Balanço Patrimonial.
MODELO DA DLPA:

Saldo em 31-12-X0 (ou Saldo Inicial em 1Q-1-X1)

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 150


www.cliqueapostilas.com.br

Ajustes de exercícios anteriores ----


Reversões de Reservas ----
Lucro Líquido do Exercício em (19X1) ----
Saldo Disponível
Proposta da Administração para destinação do Lucro

Reserva Legal (- - - -)
Reserva Estatutária (- - - -)
Reserva para Contingência (- - - -)
Reserva Orçamentária (para expansão) (- - - -)
Reserva de Lucros a Realizar (- - - -)
Dividendos (- - - -)
Saldo em 31-12-X1

Conforme o artigo 186, § 2º, da Lei nº 6.404/76, a companhia poderá, à sua


opção, substituir a demonstração de lucros ou prejuízos acumulados pela
demonstração das mutações do patrimônio líquido (DMPL).

E então, você já sabe elaborar um Demonstração do Resultado do Exercício?

De forma resumida, a elaboração de uma DRE possui os seguintes passos:

1) Fazer os lançamentos do período;


2) Apurar os saldos dos razonetes
3) Elaborar o balancete de verificação com todas as contas e seus
respectivos saldos;
4) Elaborar toda a estrutura da DRE com os respectivos espaços para os
subgrupos que serão inseridos;
5) Transcrever os saldos apresentados no Balancete de verificação para a
DRE
6) Fazer as devidas adições e subtrações de acordo com os sinais que são
apresentados em cada grupo ou subgrupo de contas.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 151


www.cliqueapostilas.com.br

Síntese da aula
Nesta aula, você:

• Compreendeu como as despesas, custos e receitas são apresentados


na Demonstração do Resultado do Exercício;
• Visualizou a estrutura da DRE;
• Entendeu as etapas da elaboração da DRE.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 152


www.cliqueapostilas.com.br

Avaliando aprendizado
Questão 1: A Empresa ABC Ltda apresentou os seguintes dados ao final do
ano X1: Custo das Mercadorias Vendidas R$ 65.000,00;
Devolução de Vendas R$ 16.000,00; Receita Bruta R$ 250.000,00; Impostos
sobre Vendas R$ 75.000,00; Despesas Administrativas R$ 25.000,00.
Com base nas informações acima, pode-se dizer a empresa obteve um lucro
bruto, em reais, igual a:

a) 73.000,00
b) 69.000,00
c) 85.000,00
d) 101.000,00
e) 94.000,00

Resposta da questão 1: Letra B. 69.000,00

Questão 2: Marque a alternativa que apresenta a apuração final do Lucro


Líquido.

a) Depois do Imposto de Renda e Contribuição Social, menos o Custo das


Mercadorias Vendidas
b) Depois do Imposto de Renda e Contribuição Social, menos todas
Despesas Operacionais
c) Depois do Imposto de Renda e Contribuição Social, menos as Doações,
Contribuições e Participações
d) Depois dos Impostos sobre as Vendas menos o Custo das Mercadorias
Vendidas
e) Depois das participações menos as Despesas Operacionais.

Resposta da questão 2: Letra C. Depois do Imposto de Renda e


Contribuição Social, menos as Doações, Contribuições e
Participações.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 153


www.cliqueapostilas.com.br

Questão 3: Diante dos saldos apurados nas contas relacionadas a seguir,


indique o Resultado Bruto do Exercício da empresa abaixo: Impostos sobre
Serviços R$ 12.000,00 ICMS sobre Vendas R$ 81.600,00 Despesas
Financeiras R$ 18.000,00 Despesas Administrativas R$ 60.000,00 Custo de
Serviços Prestados R$ 96.000,00 Custo de Mercadorias Vendidas R$
280.000,00 Venda de Mercadorias R$ 480.000,00 Dividendos Propostos R$
12.000,00 Receitas de Serviços Prestados R$ 240.000,00 Provisão para
Contribuição Social sobre Lucro R$ 15.500,00 Provisão para Imposto de
Renda R$ 25.800,00.

a) R$ 250.400,00.
b) R$ 25.000,00
c) R$ 720.000,00
d) R$ 626.400,00
e) R$ 344.000,00

Resposta da questão 3: Letra A. R$ 250.400,00.

Questão 4: Uma empresa comercializa um único produto denominado de


SIMPLEX. Sabendo que a movimentação ocorrida no estoque no período foi a
seguinte, qual seja: >>>> 1- Compra de 30 unidades ao valor de R$ 15,00
cada; >>>>>>>> 2- Compra de 50 unidades ao valor de R$ 13,00 cada;
>>>>>>>> 3 - Venda de 40 unidades ao preço unitário de R$ 30,00
cada.>>>>>> PEDE-SE: Determine o Custo da Mercadoria Vendida (CMV)
com base no INVENTÁRIO PERMANENTE de controle de estoque pelo critério:
UEPS e assinale a resposta correta.

a) R$ 1.200,00
b) R$ 600,00
c) R$ 550,00
d) R$ 520,00

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 154


www.cliqueapostilas.com.br

e) R$ 580,00

Resposta da questão 4: Letra D. R$ 520,00.

Questão 5: A DRE discriminará:

a) As atividades de financiamento.
b) Os aumentos e diminuições de caixa.
c) A receita líquida de vendas e serviços, o custo das mercadorias e
serviços vendidos e o lucro bruto.
d) Os aumentos e diminuições no patrimônio líquido.
e) As atividades de investimentos.

Resposta da questão 5: Letra C. A receita líquida de vendas e


serviços, o custo das mercadorias e serviços vendidos e o lucro
bruto.

Questão 6: A Demonstração do Resultado do Exercício (DRE) confronta as


receitas e os ganhos com as despesas e perdas de uma empresa.
Na estrutura da DRE, a diferença entre a receita líquida de vendas e o custo
das mercadorias ou serviços vendidos expressa o valor da(o):

a) Receita bruta das vendas


b) Lucro ou prejuízo líquido do exercício
c) Lucro ou prejuízo operacional
d) Lucro bruto
e) Faturamento bruto

Resposta da questão 6: Letra D. Lucro bruto.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 155


www.cliqueapostilas.com.br

Aula 10: Balanço patrimonial

Introdução
O Balanço Patrimonial é uma das últimas etapas do processo que começa
com os Lançamentos Contábeis, passa pelos Razonetes e pelo Balancete de
Verificação, e termina na Demonstração do Resultado do Exercício e no
Balanço Patrimonial.

Como verificaremos nesta aula, esta demonstração é obrigatória e


extremamente importante, pois demonstra o fluxo financeiro na empresa.
É no Balanço Patrimonial que é possível verificar os bens, direitos e
obrigações, bem como o fluxo financeiro que ocorre nas entidades.

Além disso, é uma demonstração extremamente importante para vários tipos


de análises que fornecem aos interessados — como acionistas, sócios e
proprietários — informações para a tomada de decisão.

Objetivos

1) Definir Balanço Patrimonial, sua estrutura e importância;


2) Listar os principais elementos do Balanço Patrimonial;
3) Identificar as características dos elementos patrimoniais.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 156


www.cliqueapostilas.com.br

Conteúdo

Você lembra o que é Balanço Patrimonial?


É uma demonstração contábil que tem por objetivo mostrar a situação
financeira e patrimonial de uma entidade numa determinada data.
Representando, portanto, uma posição estática, sintética e ordenada da
mesma.

Conforme vimos na aula 3, o Balanço apresenta a seguinte estrutura:

Ativo Passivo
Ativo circulante Passivo circulante
Ativo não circulante Passivo não circulante
Patrimônio líquido

No Ativo Circulante, os valores são rapidamente conversíveis em moeda ou já


são moeda efetivamente.

No Ativo Não Circulante estão os valores que ainda possuem prazo de resgate
maior, como as aplicações financeiras com prazo superior a 360 dias ou o
imobilizado da empresa.

No Passivo Circulante estão as dívidas que deverão ser pagas em até 360
dias.

No Passivo Não Circulante ficam as dívidas com prazo superior a 360 dias.

Já o Patrimônio Líquido é o grupo que apresenta os valores não exigíveis e


que pertencem aos sócios.

Saiba mais!
Vamos relembrar o que o Balanço apresenta?

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 157


www.cliqueapostilas.com.br

• Os Ativos (bens e direitos), que são considerados como aplicações dos


recursos;
• Os Passivos (exigibilidades e obrigações); e
• O Patrimônio Líquido, que é resultante da diferença entre o total do
Ativo e do Passivo.

Note que o Balanço apresenta a situação patrimonial da empresa de forma


equilibrada, apresentando bens, direitos e obrigações em um único relatório.

Agora vamos analisar um resumo ordenado dos principais grupos e contas do


Balanço Patrimonial:

Modelo de balanço patrimonial


Ativo Passivo
Circulante Circulante
Contas em constante giro, sendo que a São obrigações exigíveis que serão
conversão em dinheiro será no máximo no liquidados nos próximos 365 dias após o
mesmo exercício social. levantamento do balanço.
Não Circulante Não Circulante
Realizáveis em longo prazo. Exigível em longo prazo.
Bens e direitos que se transformam em
dinheiro após um ano do levantamento do São obrigações exigíveis que serão
balanço. liquidadas com prazo superior a um ano.
Investimentos
Valores de caráter permanente que geram Patrimônio Líquido
rendimento e que não são necessários à São recursos dos proprietários aplicados
manutenção da atividade da empresa. na empresa
Imobilizado
Itens corpóreos de natureza permanente
que serão utilizados para a manutenção da
atividade básica da empresa

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 158


www.cliqueapostilas.com.br

Ativo. Característica, sentido e definição


Cada um dos elementos que integram o Ativo tem a característica de oferecer
um benefício econômico futuro ou provável e que são obtidos ou controlados
por uma determinada entidade, em consequência de transações que
ocorreram no passado, certo?

Outro sentido possível para o Ativo, é que seus valores são controlados por
uma determinada entidade, e podem, de alguma forma, gerar fluxos de caixa,
ou seja, gerar dinheiro para a empresa.

Além disso, podemos defini-lo como a potencialidade de serviços em sua


essência, que irão gerar, de forma direta ou indireta, imediatamente ou no
futuro, fluxos de caixa.

Para que determinado bem seja considerado um Ativo é preciso considerar as


seguintes características simultâneas:

• Bens ou direitos;
• Propriedade (há exceções, que podem ser ilustradas pela figura do
leasing financeiro);
• Mensurável em dinheiro;
• Benefícios presentes ou futuros.

Conceitos do Ativo que devem ser destacados:

• Incorpora um benefício futuro provável, isoladamente ou em


combinação com outros Ativos (a conta de estoques é um exemplo,
pois, combinada com outras contas do Ativo, gera benefícios futuros
para a empresa ― como vendas a prazo, recebimentos, entre outros);
• Uma dada entidade pode conseguir o benefício e controlar o acesso de
outras entidades a esse benefício;

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 159


www.cliqueapostilas.com.br

• Já ter ocorrido a transação ou evento, originando o direito da entidade


ao benefício, ou seu controle;
• Consideração quanto a sua controlabilidade, ou seja, tem que ser
controlável pela entidade.

Neste ponto entra um conceito interessante relativo ao leasing, que


incorpora à empresa benefícios, riscos e controle, mesmo não sendo
de sua propriedade, que deverão ser contabilizados como Ativo.

Desta forma, o “leasing” financeiro (arrendamento mercantil), que era


tratado, até 2007, como aluguel, passa a ser contabilizado como Ativo
para fins contábeis. Porém, para fins fiscais continua sendo aluguel;

• Precisa relacionar algum direito a benefícios futuros. Por exemplo, a


proteção à cobertura do sinistro, como direito em contraprestação ao
prêmio de seguro pago pela empresa;
• O direito precisa ser exclusivo da entidade. Já que o direito de
transportar a mercadoria da entidade por uma via expressa, embora
benéfico, não é Ativo, pois é geral. Não sendo exclusivo da entidade.

Tipos de Ativos. Pode-se afirmar que o ativo possui quatro grupos principais:

Ativos tangíveis: Como vimos na aula 2, podem ser consideráveis tangíveis


os Ativos que de certa forma podem ser tocados, medidos, ou mensurados de
alguma forma.

Pode-se afirmar que estes integram o patrimônio físico das entidades, e


podem ser exemplificados por máquinas, instalações, terrenos, entre outros.

Neste grupo surgirá a seguinte estrutura:

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 160


www.cliqueapostilas.com.br

Veículos
(-) Depreciação acumulada de veículos

Máquinas e equipamentos
(-) Depreciação acumulada de máquinas e equipamentos

Esses valores são retificadores das contas do Permanente, ou seja, corrigem


o valor dos itens deste grupo, e isto é utilizado para evidenciar a perda do
valor econômico destes bens.

Ativos intangíveis: Vimos também na aula 2 que os ativos intangíveis (que


deverão possuir as mesmas características de reconhecimento dos tangíveis)
são aqueles oriundos da aquisição de direitos ou serviços.

Entram neste contexto os direitos autorais, marcas e patentes, fundo de


comércio, licenças, locações, entre outros que possibilitem benefícios futuros,
mas que não possuam as mesmas características corpóreas dos tangíveis.

Ativos monetários: São aqueles que podem ser expressos ou transformados


em moeda, e cujos valores nominais são definidos pelo título ou documento
que o suporta.

Nesta categoria também podem ser reconhecidos os valores como as


disponibilidades em forma de caixa, bancos, títulos a receber, depósitos entre
outros que possuam estas características.

Neste grupo será apresentada, em algumas empresas, a seguinte estrutura:

Clientes: (-) Provisão Estimada para Créditos de Liquidação Duvidosa.

Ativos não monetários: Os Ativos Não Monetários são representados


basicamente por bens e direitos de existência física.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 161


www.cliqueapostilas.com.br

Este conceito aplica-se aos bens imobilizados e suas depreciações, bem como
investimentos, estoques, adiantamentos a fornecedores, funcionários e
estoques.

Nas empresas industriais, por exemplo, o estoque é dividido em etapas, de


acordo com o processo produtivo:

• Estoque de produtos em processo — são os itens necessários à


fabricação de um determinado produto final, que se encontram nas
diversas fases da produção;

• Estoque de matéria-prima ― composto pelo estoque das principais


matérias que irão compor o produto;

• Estoque de produtos acabados — é aquele estoque composto por


produtos que já tiveram o seu processo finalizado. São materiais que
estão em depósito e que estão prontos para expedição ou entrega.

Reflita e responda

Uma característica essencial de uma exigibilidade é que esta é configurada


por uma obrigação, dever ou responsabilidade de agir ou cumprir.

Pensando em tudo que já foi estudado, a frase acima representa o:

a) Ativo
b) Passivo
Resposta: Passivo: Pode-se definir Passivo como um sacrifício provável, que
originará benefícios futuros e que são resultantes de obrigações presentes.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 162


www.cliqueapostilas.com.br

Por isso, a essência da exigibilidade está baseada em obrigações, deveres ou


responsabilidades.

O Passivo deverá incorporar os seguintes conceitos:

• A obrigação deve existir no primeiro momento, apesar de estar ligada


a uma transação ou evento do passado.

O passivo representa, em sua maioria de contas, o reflexo de


transações passadas. É dessa forma porque contas como fornecedores,
impostos, salários, contas diversas a pagar, entre outras, representam
transações ocorridas anteriormente.

• As provisões e deveres devem ser incluídos, baseados em


necessidades de realização de pagamentos futuros.

Seguindo o Princípio da Competência e a Convenção do


Conservadorismo, as provisões deverão ser feitas de acordo com o fato
gerador, e, desde que minimamente estimáveis, deverão ser
incorporadas ao passivo, refletindo, assim, a verdadeira situação de
endividamento da entidade.

• Não é necessário que o valor seja conhecido com exatidão para que
seja feita a provisão, o que configura a Exigibilidade Contingente.

São exemplos desses Passivos as ações judiciais, devido à Convenção


do Conservadorismo, que escolhe maior avaliação para o Passivo. Ou
seja, verificando a possibilidade da ação judicial efetivamente ocorrer,
esta já deve ser registrada, independente de um valor preciso ou,
ainda, data estipulada para pagamento.

Você sabia que existem vários tipos de Passivo?

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 163


www.cliqueapostilas.com.br

O passivo apresenta as obrigações em ordem decrescente de liquidez. Veja:

Passivos monetários: São obrigações em termos nominais, ou seja,


envolvem o pagamento de quantias pré-determinadas.

Passivos circulantes: Com relação aos Passivos Circulantes, normalmente têm


vencimento de curto prazo. Assim, podem ter o seu valor apresentado pelo
valor de face.

Passivo não circulantes: Já nos Passivos Não Circulantes, o valor tende a ser
representativo. Dessa forma, eles devem ser avaliados por seu valor
presente.

Passivos não monetários: São configurados como obrigações de


fornecimento de bens e serviços que possuem uma determinada quantidade e
qualidade.

Como exemplos temos os adiantamentos de clientes, que foram valores


recebidos anteriormente e que deverão ser honrados pela empresa na forma
de entrega de bem ou serviço.

Passivos onerosos: São aqueles que custam à empresa mensalmente juros


e encargos. Como, por exemplo, financiamentos e empréstimos.

Passivos não onerosos: São aqueles sobre os quais a empresa não paga
encargos, pois decorrem da atividade normal dela.

Exemplos: duplicatas a pagar, fornecedores, empréstimos, entre outros que


não possuem juros em sua composição.

Passivos exigíveis fixo: Não variam com o volume de Renda da empresa.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 164


www.cliqueapostilas.com.br

Os exemplos mais comuns são as contas de salários dos funcionários, que


recebem valores fixos todos os meses.

Os Passivos Exigíveis também podem ser:

Exigíveis de coligadas: Nesse modelo, as dívidas com coligadas são as


mantidas com as empresas do mesmo grupo.

Exigíveis de terceiros: São advindas de dívidas junto a empresas que não


possuem nenhuma ligação com a empresa, tendo, assim, maior risco.

Exigíveis de quirografários: Neste modelo, em caso de falência, as dívidas


serão liquidadas nessa ordem:

• Empregados e Encargos Sociais;


• Dívidas com garantias reais (hipotecas, penhor mercantil);
• Governo (impostos, outros).

Passivos variáveis: Guardam certa relação com o volume de vendas.

São exemplos os impostos que aumentam ou diminuem conforme a


quantidade vendida.

Vamos revisar? Lembrando do que foi estudado, coloque no espaço abaixo a


ideia principal do significado de Patrimônio Líquido:

Resposta: De forma simples, Patrimônio Líquido pode ser definido como a


diferença entre o valor do Ativo e do Passivo.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 165


www.cliqueapostilas.com.br

Porém, o detalhamento deste grupo pode ser aprofundado, pois contém,


entre outros recursos conferidos pelos acionistas, reservas que representam
distribuição de lucros, ajustes de capital, entre outros.

Também fazem parte do Patrimônio Líquido:

• Valores pagos por acionistas;


• Doações para investimentos recebidas de terceiros;
• Valores integralizados pelos sócios;
• Capital integralizado pelos sócios;
• Reservas de lucros;
• Reservas especiais de capital;
• (-) Prejuízos Acumulados;
• (-) Ações em tesouraria.

Para que serve uma reserva?


Sua criação pode ser exigida por disposição estatutária ou legal e serve para
proteger a entidade e seus credores dos efeitos de possíveis perdas.

Muitas vezes, a existência e o valor dessas reservas são considerados


relevantes para a tomada de decisões.

As reservas estão distribuídas da seguinte forma:

a) Reserva de Correção Monetária do Capital Realizado;


b) Reserva de Ágio na Emissão de Ações;
c) Reserva de Alienação de Partes Beneficiárias;
d) Reserva de Alienação de Bônus de Subscrição;
e) Reserva de Prêmio na Emissão de Debêntures; (excluída desde
01/01/2008, por força da Lei 11.638/2007);
f) Reserva de Doações e Subvenções para Investimento; (excluída desde
01/01/2008, por força da Lei 11.638/2007);

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 166


www.cliqueapostilas.com.br

g) Até 31/12/2007, a Reserva de Incentivo Fiscal. A partir de 01/01/2008,


a respectiva reserva passa a fazer parte do grupo de Reservas de
Lucros.

Síntese da aula
Nesta aula, você:

• Compreendeu como é elaborado o Balanço Patrimonial;


• Entendeu os grupos do Balanço Patrimonial;
• Visualizou as principais contas do Balanço Patrimonial.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 167


www.cliqueapostilas.com.br

Avaliando aprendizado
Questão 1: A depreciação de um ativo começa quando o item está em
condições de operar na forma pretendida pela administração, e cessa quando
o ativo é baixado ou transferido do imobilizado. São exemplos de ativos que
devem ser depreciados:

a) Máquinas e Equipamentos, Veículos e Estoques.


b) Duplicatas a Receber, Instalações e Imóveis.
c) Caixa, Móveis e Utensílios e Veículos.
d) Veículos, Imóveis e Máquinas e Equipamentos.
e) Fornecedores, Capital Social e Estoques.

Resposta da questão 1: Letra D. Veículos, Imóveis e Máquinas e


Equipamentos.

Questão 2: A demonstração dos fluxos de caixa é o relatório contábil que tem


por finalidade evidenciar as operações realizadas pela empresa as quais
provoquem alterações no saldo de caixa e equivalentes de caixa. Tal
demonstração tem sua elaboração determinada pela Lei das Sociedades por
Ações, sendo obrigatória para todas as sociedades anônimas de capital
aberto, mas só o sendo para as sociedades anônimas de capital fechado que,
na data do balanço, apresentarem valor igual ou superior a dois milhões de
reais de:

a) Patrimônio líquido
b) Capital realizado
c) Ativo imobilizado
d) Lucro operacional bruto
e) Capital subscrito

Resposta da questão 2: Letra A. Patrimônio líquido.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 168


www.cliqueapostilas.com.br

Questão 3:Seguindo o conceito de Balanço Patrimonial, classifique as


assertivas de acordo com a legenda apresentada, indicando a sequência que
se formará.

(AC) Ativo Circulante


(ANC) Ativo Não circulante
(PC) Passivo Circulante
(PNC) Passivo Não circulante
(PL) Patrimônio Líquido

( )Recursos dos proprietários aplicados na empresa.


( )Obrigações exigíveis a serem liquidadas até o término do exercício
seguinte.
( )Contas em constante giro, cuja conversão em dinheiro será no máximo no
exercício social subsequente.
( )Exigível em longo prazo.
( )Bens e direitos que se transformam em dinheiro após o término do
exercício seguinte.

a) PC - PNC - AC - PL - ANC.
b) PL - PNC - ANC - PNC - AC.
c) PL - PNC - ANC - PC - AC.
d) PNC - PC - ANC - PL - AC.
e) PL - PC - AC - PNC - ANC.

Resposta da questão 3: Letra E. PL - PC - AC - PNC – ANC.

Questão 4: O ativo circulante pode ser composto através das seguintes


contas:

a) Contas a Pagar, Caixa, Fornecedores e Estoques.


b) Estoques, Caixa, Aplicações Financeiras e Clientes.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 169


www.cliqueapostilas.com.br

c) Capital, Fornecedores, Reserva de Lucros e Empréstimos Bancários.


d) Impostos a Recolher, Veículos, Aplicações Financeiras e Contas a
Pagar.
e) Contas a Pagar, Fornecedores, Impostos a Pagar e Empréstimos
Bancários.

Resposta da questão 4: Letra B. Estoques, Caixa, Aplicações


Financeiras e Clientes.

Questão 5: No balanço de encerramento do exercício social, as contas serão


classificadas segundo os elementos do patrimônio que registrem e agrupadas
de modo a facilitar o conhecimento e a análise da situação financeira da
companhia. No ativo patrimonial, as contas serão dispostas em ordem
decrescente de grau de liquidez dos elementos nelas registrados, compondo
os seguintes grupos:

a) Ativo circulante; e ativo não circulante, composto por ativo realizável a


longo prazo, investimentos, imobilizado e diferido
b) Ativo circulante; ativo realizável a longo prazo; e ativo permanente,
dividido em investimentos, ativo imobilizado e ativo diferido.
c) Ativo circulante; e ativo não circulante, composto por ativo realizável a
longo prazo, investimentos, imobilizado e intangível.
d) Ativo circulante; ativo realizável a longo prazo; investimentos; ativo
imobilizado; e intangível.
e) Ativo circulante; ativo realizável a longo prazo, investimentos; ativo
imobilizado, e ativo diferido.

Resposta da questão 5: Letra C. Ativo circulante; e ativo não


circulante, composto por ativo realizável a longo prazo,
investimentos, imobilizado e intangível.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 170


www.cliqueapostilas.com.br

Questão 6: Para os efeitos contábeis, as ___________________, conforme o


próprio nome indica, são redutoras do Ativo ou Passivo a que estão
vinculadas.

a) Partidas dobradas
b) Contas retificadoras
c) Despesas
d) Contas de resultado
e) Contas de compensação

Resposta da questão 6: Letra B. Contas retificadoras.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 171