Você está na página 1de 35

Transaction: HP0201497802390

Transaction: HP0201497802390

OIÊ!

O TOP 100 Futsal é um guia online, descritivo, teórico porém testado na prática que traz
100 atividades de futsal para serem aplicadas em alunos de qualquer idade, em escola ou
em escolinhas.

O objetivo deste guia é facilitar a vida do professor de educação física a dinamizar suas
aulas usando o futsal como ferramenta de ensino.

Eu sou Daniela Fernandes, professora de Educação Física formada em 1999 e que, desde,
então, trabalha com educação física escolar e treinamento em esportes.

Neste guia, você encontrará atividades para os vários fundamentos do Futsal, como: passe,
condução, domínio de bola, chute a gol. Além disso, há exercícios para treinamento de
goleiros, brincadeiras que podem servir para ensino do futsal e exercícios combinados para
ajudar na compreensão do jogo. O guia começa com atividades completas e passa para as
mais simples.

Faça bom uso do guia!

Abs

Dani

​ ttp://top100.queroconteudo.com
OBS.: Temos guias de outros esportes. Acesse h
Transaction: HP0201497802390

Atividade 1 - Base 4

Objetivo: Desenvolver o espírito de equipe, agilidade e velocidade


Material: quadra, bolas
Duração: 45 minutos
Faixa Etária: 30 alunos de 11/12 anos
Parte Prática: Após a prática do alongamento geral e de uma atividade para aquecimento
(pega-pega), dividimos a turma em dois grupos iguais.

Uma equipe será de arremessadores (espalhados na parte interna da quadra de futsal) e


outra de rebatedores (posicionados fora da quadra).

Os arremessadores devem lançar uma bola (de preferência um pouco mais murcha do que
o normal, para que não quique muito), mas esta deve tocar o solo antes da área de 6
metros do futsal, sendo que esta bola deve entrar no gol onde cada um dos rebatedores
deve entrar por vez.

Caso o arremessador consiga fazer com que a bola entre no gol por duas vezes, o
rebatedor será eliminado. O rebatedor fará ponto se conseguir chutar a bola sem que ela
seja apanhada no ar por um arremessador e percorrer as quatro bases espalhadas em
forma de losango, semelhante ao beisebol, sem que seja queimado (atingido por uma bola
arremessada) por um arremessador.

O rebatedor poderá ficar parado em uma das bases e continuar seu trajeto após um outro
componente de sua equipe chutar a bola também. Após todos rebatedores passarem pelo
gol, as equipes trocam de posições.

Vence a equipe que marcar o maior número de pontos na posição de rebatedores...

Observação: O jogo pode ser adaptado em função da modalidade trabalhada. Por exemplo:
arremessos com a bola de handebol e rebatidas com as mãos .

Atividade 2 - Aquecimentos e técnicas

objetivo: aquecimento voltado para o futsal e um aprimoramento de técnicas


duração: 30 min
material: bambolês ,cones e bolas
faixa etária: jovens

parte prática:
*a aula se inicia com um alongamento normal só que feito com bolas para maior interação
do aluno com a modalidade.

*logo em seguida começamos um trabalho de movimentação, com corrida com condução


de bola em volta da quadra,
Transaction: HP0201497802390

*com a ajuda dos cones prosseguimos a corrida só que agora com os alunos fazendo uma
movimentação entre os cones que estão numa distância de meio metro um do outro.

*partindo para uma segunda parte usaremos agora os bambolês que serão colocados um
ao lado do outro e os alunos correram pelo corredor de bambolês trocando as pernas e
cabeceando a bola jogada pelo professor no final do corredor.

*o próximo exercício consiste no treinamento de chutes a gol com a bola em movimento, os


alunos ficam em uma fila de uma metade para traz da quadra , sendo que o primeiro fique
no meio da quadra com a bola e o professor na outra quadra perto da linha lateral. o aluno
toca a bola para o professor e corre para chutar a mesma que será tocada pelo professor na
frente.

*deve fazer parte da aula o treinamento de passes que é feito com os alunos colocados lado
a lado nos dois lados da quadra e comecem a trocar passes tanto com o pé d. como com o
e. .

observação: bom, esta é uma aula bem básica com movimentos e práticas do futsal mas
que terão mais ênfase com iniciantes. não sou da área mas espero ter contribuído . .

Atividade 3 - Técnica Individual - Toque de Bola

Objetivo: Que o aluno seja capaz e compreender o que é o TOQUE DE BOLA e como é
executado, bem como, os vários tipos de chutes.
Duração: -
Material: bolas
Faixa Etária: Meninos e meninas de 07 à 12 anos
Parte Prática:
Introdução: aquecimento dos MMSS e MMII e alongamentos em geral. Deslocamentos
variados em toda a extensão do campo.
Explicação Oral do que será ministrado na aula
(TOQUE DE BOLA).

TÉCNICA DO CHUTE
1) Corrida para a bola: de frente ou obliquamente;
2) Colocação da perna de apoio ao lado da bola;
3) Formação da alavanca com a perna de ataque (quanto maior a alavanca, maior a
possibilidade de potência);
4) O movimento dos braços serve para o equilíbrio do corpo;
5) Efetuar vários exercícios de toque de bola e chutes;
6) O aluno saltitando com uma perna, deve rolar a bola sob a sola do pé, para a frente e
para trás;
7) Efetuar "bolinha" ou "embaixada", após uma batida com o dorso do pé, o aluno deve
deixar a bola bater uma vez no chão;
Transaction: HP0201497802390

8) Equilibrar a bola na coxa;


9) Equilibrar a bola com a testa.

Recreação dirigida: Alunos em círculo efetuar o jogo do "bobinho".


FINAL DA AULA: Alongamentos e relaxamentos.

Atividade 4 - Posicionamento em quadra

Objetivo: reunir meninos e meninas em uma mesma atividade, visando o melhor


posicionamento e entendimento do jogo por parte das meninas
Duração: 50 min
Material: bola de futsal
Faixa Etária: de 10 anos em diante .
Parte Prática:
A aula deverá ser iniciada com um jogo pega-pega para aquecimento e entrosamento da
turma.
Poderá ser utilizado o pique corrente, onde o pegador vai dando a mão para os que forem
pêgos, em nenhum momento poderá soltar as mãos.
Após esse contato inicial, o professor deverá explicar a seus alunos que irá fazer uma
atividade onde irão participar meninos e meninas. No caso, os meninos serão de extrema
utilidade pois já têm noção do jogo de futsal.
Serão formadas duplas de casal, serão 4 duplas de cada lado, correspondendo a uma
equipe. No gol utilizaremos também um casal que deverá estar de mãos dadas assim como
os jogadores de linha.
O jogo se desenvolve como o jogo real de futsal, as mesmas regras, sendo que somente as
meninas poderão fazer gols e no caso de soltar as mãos também será considerado falta.
Dependendo do número de alunos da turma, formam-se várias equipes, marca-se o tempo
de jogo ou quantidade de gols.

Observação: É uma aula muito divertida, pois apesar dos meninos terem noção do jogo, o
simples fato de estarem com as mãos presas e tendo que "puxar" sua companheira
atrapalha bastante e os fazem dar boas risadas.

Atividade 5 - Losango

Objetivo: Aquecer o atleta aprimorando seu passe e ao mesmo tempo trabalhar


deslocamento!
Duração: 12- 15 minutos
Material:Trata-se de uma atividade de fácil execução! O professor só irá utilizar uma ou
duas bolas e quatro cones
Faixa Etária: : A partir de 12 anos
Parte Prática:
*aula:
1- forma-se um losango com os quatro cones, com uma distância aproximada de 5 metros
de um para outro;
Transaction: HP0201497802390

2- divide-se o grupo de alunos em quatro, onde cada grupo fica atrás de um cone;
3- o primeiro aluno de cada grupo fica à frente de seu cone;
4- o professor escolhe um grupo qualquer e entrega uma bola para o primeiro aluno;
5- ao sinal do professor, o aluno que está com a bola passa a mesma para o grupo vizinho
e corre para para trás do mesmo grupo o qual tocou a bola;
6- o aluno que recebeu a bola faz o mesmo procedimento e assim por diante!
obs: vale lembrar que essa atividade é executada com velocidade e precisão!

VARIAÇÕES DO EXERCÍCIO!
1- ao invés de correr para trás do grupo o qual o aluno tocou a bola, o professor pode
ordenar que ele corra para o grupo oposto ao que ele toca a bola;
2- para dificultar o exercício, o professor pode acrescentar uma segunda bola, desde que os
alunos que estão com as mesmas, executam o passe ao mesmo tempo para que as bolas
não cheguem a ficar no mesmo grupo ao mesmo tempo.

Atividade 6 - De Primeira

Objetivo: Proporcionar ao aluno os diversos tipos de ritmo atraves de movimentos de


expressao corporal.
Duração: Ao critério do professor de forma a atingir o objetivo
Material: Bola de Futsal (01)
Faixa Etária: 12 em diante

Parte Prática:
Desenvolvimento: Serão formadas duas equipes, joga-se futsal sem goleiro, onde só vale
gol dentro da área e o atleta que irá concluir a gol deverá dar só um toque na bola.

Comentários: Gosto muito desse jogo por possibilitar a rápida finalização a gol e a busca
por espaço para poder chutar.

Atividade 7 - Condução de bola

Objetivo: exercícios para a iniciação de condução de bola;


Duração: 30 min;
Material: quadra de futsal, 10 cones e várias bolas ;
Faixa Etária: entre 11 anos;
Parte Prática:
PARTE INICIAL:
1) Alongamento das principais partes do corpo envolvidas e não envolvidas (pernas, coxas,
tornozelos, tronco, braços, pescoço etc).
2) aquecimento: péga-péga normal em uma metade do campo de futebol. Tempo de 8
minutos.
PARTE PRINCIPAL:
Exercícios:
Transaction: HP0201497802390

1) Cada aluno irá conduzir uma bola livremente pelo campo.


2) Formar 4 grupos de alunos dispostos ao longo das linhas laterais do campo (dois grupos
de cada lado), um de frente para o outro. Conduzir a bola com a parte interna o pé até ao
grupo oposto entregando a bola para o primeiro da fila, que fará o mesmo exercício.
3) Conservando a mesma formação, conduzir a bola com a parte externa do pé e contornar
o cone que estará no meio da distância entre os grupos.
4) Alunos dispostos ao longo de uma das linhas laterais do campo, cada um conduzirá uma
bola. O professor estará posicionado mais adiante dos alunos e ao levantar o braço os
alunos deverão parar imediatamente de conduzir a bola e permanecer onde estão até que o
professor abaixe novamente o braço permitindo que os alunos retornem à condução da
bola. Tempo de 12 minutos.
PARTE FINAL:
Recreação/brincadeira:
Péga-péga conduzindo a bola. Cada aluno conduzirá pelo campo uma bola com a parte
externa ou interna do pé. Os alunos que não tiverem uma bola serão os pegadores. Para
deixar de ser pegador, este deverá tomar posse da bola de alguém que passará a ser o
pegador. Tempo de 10 minutos.

Atividade 8 - Trocando de Time

Objetivo: marcação, situação de inferioridade numérica, passe


Duração:
Material: quadra poliesportiva e uma bola
Faixa Etária: acima de 11 anos
Aproveitamento: handebol ou basquete

Dois alunos (um de frente para o outro) fazem passes em deslocamento (um desloca de
frente e o outro de costas) saindo de uma quadra em direção a outra. Após os passes e
após o aluno que está se deslocando de costas passar para outra quadra, o aluno que está
se deslocando de frente domina a bola e faz um toque rápido para outro aluno que já estava
esperando na outra quadra. Neste momento temos a situação de inferioridade numérica
(2x1), o aluno que estava se deslocando de costas, após passar para outra quadra, se torna
jogador de defesa, enquanto os outros dois alunos devem definir a jogada rapidamente. É
importante destacar a utilização dos passes para os alunos que estão em superioridade
numérica, para trabalhar o fundamento. COMENTÁRIOS:É um exercício de situação real de
jogo trabalhando a marcação e deixando de lado individualismo no momento do
contra-ataque.

Atividade 9 - Futsal entre garrafas

Objetivo: Aperfeiçoamento de passes


Duração: 30 minutos .
Material: garrafas, bolas
Faixa Etária: 10 a 14
Transaction: HP0201497802390

Desenvolvimento:
1- Os alunos serão dispostos em dois times de jogadores, com número igual de
participantes, que serão colocados em colunas, um atrás do outro, fazendo frente a uma
linha de marcação.
2- O professor coloca umas oito a dez garrafas em pé espalhadas e cruzadas a distância de
uns sete metros, em frente de cada coluna de jogadores.
3- A um sinal dado, o primeiro jogador de cada coluna leva a bola com os pés (parte interna,
externa, dorso) entre as garrafas sem derrubá-las; se por acaso derrubar alguma garrafa,
deverá recolocá-la de pé e continuar com a bola até atravessar todas as garrafas.
4- Quem atravessar volta com a bola na mão até o jogador seguinte, a quem deverá
continuar o jogo;
5- Ganha o time que completar primeiro o jogo.

Atividade 10 - Volta da marcação

Objetivo: Desenvolver a volta da marcação


Duração: 50 min
Material: cones, bolas, quadra
Faixa etária: 12 e acima
Aquecimento: demarcar dois gols de dois metros de largura, com os cones, na linha de
fundo, um em cada lateral, nas duas meias-quadras. Divide-se em duas equipes, que terão
que fazer gols, sendo que só será permitido um toque na bola. Ao longo da atividade,
pode-se colocar mais bolas em jogo.
Atividade 1: Utilizando a meia quadra, dois defensores e dois atacantes. Os dois atacantes
saem da meia quadra em direção ao gol. Os defensores tentarão roubar a bola. Caso isso
aconteça, os atacantes deverão retornar até a meia quadra antes que os defensores
alcancem a mesma com a bola. Posteriormente, aumenta-se para 3 contra 3, 4 x 4.
Atividade 2: No jogo, 5 x 5, a bola só pode ser roubada na meia quadra defensiva. Para
isso, quando a equipe perder a bola no campo de ataque, é necessário que todos voltem
com rapidez ao seu campo defensivo. Caso alguém não volte e seu companheiro recupere
a bola, cobra uma falta no local onde a bola foi roubada.
Volta a calma: corrida leve de 3'
Discussão sobre a as atividades com os alunos.

Atividade 11 - Iniciação do futsal

OBJETIVO: passes com os dois pés.


MATERIAIS: quadra de futsal, bolas de futsal, cones
DURAÇÃO: 30 min
FAIXA ETÁRIA: 9 a 10 anos
AULA OU CONTRIBUIÇÃO: Reuna a turma ao centro da quadra e explique a atividade, que
será a seguinte:
Transaction: HP0201497802390

dois a dois, vão chutando a bola até o outro lado da quadra, sem você mencionar o correto,
depois você explica do jeito certo que se deve passar a bola, para dificultar acrescenta os
cones ao meio da quadra, e um lado carrega a bola com o pé esquerdo a outra com o
direito, depois revese. Faça um circulo e ponha um aluno ao centro fazendo com que os
colegas passem a bola sem deixar ele pegar, depois acrescente outro aluno, e outro, mas
também acrescente as bolas conforme o número de alunos. Um aluno com a bola vai tentar
pegar os colegas chutando a bola mas não poderá sair de cima das linhas da quadra
contornando-as, aumente o número de pegadores.
COMENTÁRIOS: é uma atividade legal diversificada e os alunos aprendem através da
ludicidade sem se estressarem e o professor também.

Atividade 12 - Fundamentos do Futsal

APROVEITAMENTO: Poderá ser aproveitada em uma aula de educação física


OBJETIVO: aprender todos os fundamentos desta modalidade
MATERIAIS: quadra; bola; coletes; sinalizadores e apito
DURAÇÃO: 50 minutos
FAIXA ETÁRIA: 7 à 10 anos
AULA OU CONTRIBUIÇÃO:
Aquecimento: duração de 5 minutos. com alongamentos dos membros inferiores e
superiores. ativação da musculatura e aumento da temperatura corporal através de corridas
leve e moderada
Parte prática: dividir o grupo em duplas. cada dupla com uma bola.
1ª parte- trocar passe entre si, um de frente pro outro com a bola no chão e sendo tocada
com a parte interna do pé.
2ª parte- um atleta fica com a bola nas mãos que joga a mesma na altura do joelho para o
companheiro que devolve a bola com a parte interna do pé, alternadamente.Depois,as
ordens se invertem.
3ª parte- um atleta fica com a bola nas mãos que joga a mesma na altura do peito do
companheiro que domina e devolve com a parte interne do pé sem deixar a bola cair no
chão, alternadamente. Depois,as ordens se invertem.4ª parte- um atleta fica com a bola nas
mãos que joga a mesma na altura da cabeça que devolve nas mãos do
companheiro.Depois,as ordens se invertem.
OBS- cada atleta repete 10 vezes o exercício, consecutivamente.
Duração de 40 minutos.
Volta à calma: duração de 5 minutos. deitados e respirando normalmente.

Atividade 13 - Embaixadas

Um círculo grande. Um aluno de cada vez tentará realizar o maior número possível de
embaixadas. Quem conseguir realizar mais embaixadas será o vencedor.

Atividade 14 - Caçador
Transaction: HP0201497802390

Um aluno da turma será escolhido para ser o caçador. Os demais alunos ficarão dispersos
na quadra. Ao sinal do professor, o caçador irá conduzir a bola com os pés, a fim de realizar
a caçada com um chute, tentando acertar um colega. O aluno que for caçado passa a ser
caçador.

Atividade 15 - Estoura balão

Os alunos ficarão espalhados dentro de um espaço delimitado pelo professor.Cada aluno


terá um balão amarrado no seu calcanhar. Ao sinal dado pelo professor,os alunos terão que
estourar os balões dos outros colegas sem deixar que estourem o seu. Os balões só
poderão ser estourados com os pés. O aluno que tiver o seu balão estourado não poderá
mais estourar os balões e sairá do jogo. Ao fugir, o aluno não poderá erguer os pés para
que os outros não estourem o seu balão e nem poderá sair do espaço delimitado. O
vencedor será o aluno que ficar por último com o seu balão.

Atividade 16 - Stop com Passe

Formação: A turma ficará dispersa em uma área definida, com uma bola de posse de um
aluno.

Desenvolvimento: Um aluno lançará a bola ao alto, enquanto os demais fogem, ao agarrar a


bola, ele gritará: "STOP !!". Todos deverão parar e ficar imóveis, o aluno colocará a bola no
solo e fará um passe de maneira que acerte um dos alunos que estavam fugindo. Quem for
pego, reinicia o jogo e em caso de erro, o mesmo recomeçará.

Atividade 17 - Futsal Sentado

Material: bola, espaço amplo, onde seja possível sentar.( por ex: cancha)

Os jogadores divididos em dois times, com o mesmo número de integrantes, sentados no


chão, a uma distância de dois metros uns dos outros.
Marcar um retângulo no chão, indicando os limites da "cancha". A bola será colocada no
centro e poderá ser impulsionada com qualquer parte do corpo, exceto mãos e braços.
Ninguém poderá levantar-se. As mãos (ou pelo menos uma delas) devem estar sempre
apoiadas no piso. Quando a bola transpor a linha de fundo do campo de jogo, é marcado
um gol. No futebol sentado não existe goleiro. A superfície do retângulo será variada, de
acordo com a quantidade de jogadores e tendo em conta que estes se coloquem a uma
distância tal que não se toquem entre si.
Ganha o time que fizer mais gols.

Objetivos: equilíbrio, adequação espaço-temporal (estimativa do chute ao alvo), controle


tônico, coordenação motora.
Transaction: HP0201497802390

Atividade 18 - Dominio simples de bola

Na quadra de esporte, pátio ou um espaço que possa desenvolver a prática do futsal. Dividir
os alunos em duplas e dois a dois, devem controlar a bola, sem deixar cair no solo,
utilizando os pés, o peito, a cabeça e as coxas.

Contar em voz alta o número de toques e a dupla que alcançar a maior contagem é a
vencedora. Quem deixar a bola cair no solo fica esperando a próxima rodada.

Atividade 19 - Reino dos sacis

Num canto do terreno, marca-se o "palácio", onde fica um jogador, o "saci-rei". Os demais
"sacis" dispersam-se à vontade pelo campo. Ao sinal de início, os sacis dirigem-se, pulando
num pé só, ao palácio real, para provocar o rei. De repente, este anuncia: "_O rei está
zangado!", saindo a persegui-los,também aos pulos. Ele mesmo conduz ao palácio o
primeiro que pega e o nomeia seu"ajudante". A brincadeira recomeça, tal como antes,
saindo agora os dois, após novo aviso, em perseguição aos demais e assim por diante. O
último apanhado será o novo rei, na repetição do jogo. Ninguém pode apoiar os dois pés no
chão, sob pena de ser aprisionado, exceto nos seguintes casos: a) quando o jogador estiver
dentro do palácio;b) quando o jogador estiver cansado, devendo, porém, ficar parado num
mesmo lugar,ocasião em que poderá ser apanhado. O jogador aprisionado ficará dentro do
palácio,até outro ser preso, só então podendo voltar ao lugar onde estava antes

Atividade 20 - Jogo dos Cinco Passes

Formação: Alunos divididos em duas equipes. O campo de jogo será toda a quadra de
futsal.
Desenvolvimento: O início de jogo será feito pela professora com um arremesso ao alto. A
equipe que tomar a posse de bola terá que realizar cinco passes consecutivos. Se a outra
equipe conseguir tocar na bola, a contagem terá que recomeçar. Os alunos da equipe farão
a contagem dos passes em voz alta, facilitando o controle da professora. Cada cinco
passes realizados pelas equipes valerá um ponto. A equipe vencedora será aquela que
atingir o número de pontos desejados pela professora.

Atividade 21 - Boliche

Dispor os alunos em filas, conforme a quantidade de bolas, de forma que o frente de cada
uma haverão garrafas agrupadas, que deverão ser derrubadas através dos diferentes
passes existentes no futsal.

Atividade 22 - Passolê
Transaction: HP0201497802390

Este educativo tem por finalidade desenvolver o fundamento passe


quanto às diferentes formas de execução. Formar duas filas, uma de frente para a outra
com o número igual de componentes, os quais deverão executar o passe
para o 1° da outra fila e se deslocará para o final da mesma, sendo que entre as
filas haverá um bambolê no meio, onde a bola deverá percorrer antes de chegar a
outra fila, ou seja o passe tem que ser preciso para passar por entre o bambolê.
corre para a outra fila

Atividade 23 - Passes diversos

Trabalhamos em dupla, os alunos ficaram distante um do outro 10 metros. O aluno1 dará o


passe com a parte medial do pé, o aluno 2 recebe a bola com a sola do pé, o mesmo dará
dois passos para trás e em seguida executa o passe para o aluno 1 e assim
sucessivamente. Sempre alternando o exercício em perna direita e esquerda.

Atividade 24 - Exercício de passe e deslocamento

Grupos de três alunos. Os alunos ocupam os 4 sinalizadores, ficando um livre. A ação de


passe desenrola-se sempre no mesmo sentido e os alunos devem ocupar rapidamente o
sinalizador/espaço vazio.
Trabalhar com os dois pés e para os dois lados.

Atividade 25 - Fila de passe

Será feita duas colunas no fundo da quadra, quando o professor apitar, sairá um aluno de
cada coluna em deslocamento frontal dando passes com a parte medial do pé. Esses
passes serão em movimento até o outro lado da quadra de futsal, os mesmos voltaram
fazendo o exercício com a perna que ainda não fizeram o passe. Terá cones no decorrer do
percurso para aumentar o grau de dificuldade.

Atividade 26 - Aumentando a dificuldade

Começaremos a dificultar, para uma melhor aprendizagem dos alunos. Será executado os
passes longos rasteiros e meia altura. Os alunos ficaram em dois grupos sendo que cada
grupo ficará nas extremidades da quadra de futsal. Com o apito do professor um aluno do
grupo 1 dará o passe longo rasteiro para o aluno do grupo 2, os alunos vão fazendo o passe
e iriam para o final da fila, para fazer o exercício com o outro lado da perna. Em seguida
iremos executar o passe de meia altura, colocaremos cones no meio da quadra como
obstáculos para a execução dessa atividade.
Transaction: HP0201497802390

Atividade 27 - Jogo dos 10 passes

Dividir a turma em duas equipes, dispostas livremente pelo espaço da quadra. Jogo dos 10
passes. As equipes terão que realizar 10 passes com a mão sem que a outra equipe roube
a bola. A cada 10 passes corretos a equipe ganhará 1 ponto.

Objetivo: Posicionamento, orientação espaço-temporal, marcação e desmarcação.

Dica: se a turma for nova ou não tiver habilidade para passe o futsal, intercale passe com a
mão e passe com o pé.

Atividade 28 - Passe de voleio

Dois a dois,de frente para o outro, dispostos próximos às linhas laterais da quadra. Trocar
passes de voleio.

Objetivo: Passe de voleio.

Característica: Atividade individual ou em duplas.

Justificativa: Esta atividade visa estabilizar a técnica deste passe.

Atividade 29 - Passe suspenso

O aluno 1 jogará a bola com as mãos a meia altura para o aluno 2, esse devolverá com o
passe com a parte medial do pé alternando em direita e esquerda, com uma sequência de 1
minuto do exercício para cada aluno. Em seguida faremos o mesmo exercício só que o
passe agora é com a parte frontal do pé.
Os alunos que se destacaram em cada atividade, serviram como um mediador, auxiliando
os colegas com maior dificuldade em realizar as atividades.

Atividade 30 - Mata – Mata

Alunos posicionados em uma ou duas colunas virados para o gol do futsal, com uma bola.
O primeiro aluno de cada coluna deve passar a bola para ir numa determinada posição
(pode se fazer uma trave com duas garrafas PET). Se não conseguir deve torcer para que o
próximo colega que vai arremessar erre também, pois se acertar eliminará o anterior da
brincadeira.
Os alunos que acertarem, estarão salvos, por mais que o próximo que passar acerte
também, continuam na brincadeira.
A brincadeira termina quando sobrar só um aluno.
Transaction: HP0201497802390

Atividade 31 - Tiro ao alvo

Dois grupos com número igual de alunos. Espalhar 3 traves na quadra em direções e
distâncias diferentes. Marca a linha de início da atividade, que deverá ser feita com o passe.
O professor deve determinar (ou não) o tipo de passe a ser utilizado.
Atrás ficarão os alunos em coluna, na direção das traves montadas.
Desenvolvimento: Ao sinal, o primeiro da fila fará o passe para tentar fazer o gol nas traves,
seja na trave mais perto, seja na trave mais longe.
Pontuação:
Gol mais longe: 3 pontos;
Gol intermediário: 2 pontos;
Gol mais perto: 1 ponto;
A atividade termina quando chegar num placar ou no tempo estipulado.

Atividade 32 - Pacman

Todos os alunos com bola, dois alunos serão os fantasmas (Pegadores/Amarelo), dois
serão os vitaminas (Heróis/Brancos) e os outros são as bolinhas (Fugitivos/Azul). Todos
conduzindo a bola sobre as linhas da quadra, quando as bolinhas forem pegos pelos
fantasmas devem sentar segurando a bola no chão da quadra e os demais não podem
ultrapassar eles, só voltam a brincadeira quando os vitaminas tocarem neles.

Atividade 33 - Pique pega

Em meio campo, cada aluno com uma bola. Dois alunos são responsáveis por apanhar os
colegas, não podendo nenhum destes perder o controlo da bola, quem for apanhado passa
a apanhar.

Atividade 34 - Controle e passe

O aluno deve conduzir a bola e ao ouvir o apito parar imediatamente; Ao ouvir o apito
novamente, continuar conduzindo a bola; Ao ouvir o apito pela terceira vez, passar a bola a
um colega; (Variação: o aluno deverá executar os movimentos com ambos os pés);

Atividade 35 - Controle e passe II

Em duplas, de mãos dadas, um dos alunos deverá conduzir a bola e ao ouvirem o apito
parar imediatamente; Ao ouvirem o apito novamente, o outro aluno passará a conduzir a
bola; (Variação: os alunos deverão executar os movimentos com ambos os pés);

Atividade 36 - Fila
Transaction: HP0201497802390

Iniciaria as atividades dispondo as crianças em quatro fileiras para trabalhar o fundamento:


condução, onde as primeiras crianças de cada fila terá uma bola, e cada uma conduzirá a
bola até um cone e circulá-lo e retornar, entregando a bola para a próxima criança da fila e
assim voltando ao final da fila, até que todos tenham realizado o movimento.

Essa atividade pode ter variações diversas, tendo outros elementos do esporte na variação,
como chute a gol, dribles (usando cones) e etc.

Atividade 37 - Posse de bola

Jogadores formam grupos de dois e procuram a manutenção da posse


de bola. O número de bolas é inferior ( cerca de metade ) ao número de duplas. Essa
atividade é importante para, além de treinar condução da bola na quadra inteira, dar noção
ofensiva e defensiva para as crianças/adolescentes. O estímulo pode ser a troca da posse
de bola ou chegar de uma trave a outra (dependendo da quantidade de aluno)

Atividade 38 - Bobinho geral

Vamos organizar os anos espalhados pela quadra, cada aluno com uma bola. Podemos
colocar dois, três "bobinhos" espalhados. Esses alunos são responsáveis por tentar pegar
as bolas dos colegas, não podendo nenhum destes perder o controle da bola. Quem perder
o controle da bola, passa a ser o bobinho.

Atividade 39 - Bobinho ao contrário

Em metade do campo. 2 alunos com bola (pode ser dominando-a com o pé), que tentam
apanhar os colegas sem bola. Se quem estiver com a bola conseguir queimar o colega que
está sem a bola, o colega fica como queimado.

A partir daí podemos fazer a atividade com variações como congelar quem foi atingido pelo
passe, trocar o pegador, colocá-lo como mais um pegador...

Atividade 40 - Condução total

Colocaremos uma fila de frente para a outra, orientamos as crianças a conduzir a bola até o
meio da quadra e passar para o colega da frente, realizando esse movimento 4 (quatro)
vezes, retornando de costa para o início da fila, assim até que todos tenham realizado o
movimento.

Atividade 41 - Coringa no círculo


Transaction: HP0201497802390

Um aluno dentro do círculo central, 2 sem bola que tentam apanhar os restantes, que estão
conduzindo a cola nos pés. Quem tem bola foge, ao sentirem-se ameaçados por um colega
que está a pegar, podem tocar a bola para o jogador livre dentro do círculo trocando
imediatamente com este, usando o passe no Futsal. Esse deve ir pra dentro do círculo
imediatamente e não pode ser pego.

Atividade 42 - Condução nos cones

Alunos em fileiras podem ser organizados em filas em frente a cones. O aluno deve
conduzir a bola passando entre os cones e passando para o colega da fila da frente,
realizando esse movimento 4 (quatro) vezes retornando de costa para o início da fila, assim
até que todos tenham realizado o movimento.

Atividade 43 - Agrupado

Duas filas de frente para o gol, uma irá conduzir, passando entre os cones e passando para
o outro colega da outra fila onde realizará o chute, assim até que todos tenham realizado, e
depois trocando, o que conduzia passa a chutar, e o que chutava passa a conduzir. É uma
atividade agrupada de condução de bola, passe e chute a gol.

Atividade 44 - Agrupado II

Duas filas na linha de fundo da quadra. Realizar passes na diagonal, com deslocamento à
frente, com um dos dois finalizando à meta.
Objetivo: Passe e domínio.
Característica: Atividade em duplas, material um para cada dois, respeito ao ritmo de cada
colega.
Justificativa: Esta atividade pode ser utilizada ainda em turmas de iniciantes, para promover
o deslocamento, ou o princípio deste, visando a precisão do passe e a recepção.

Atividade 45 - Chute a gol

Duas filas na linha de fundo, uma em cada lado da quadra. Conduzir a bola livre até o meio
da quadra e depois conduzi-la zigue-zagueando entre os cones, finalizando à meta.

Atividade 46 - Ataque e defesa

A turma dividida em duas equipes. Uma ataca e a outra defende. Porém o ataque só poderá
ocorrer com a bola passando entre os cones dispostos em diagonal em toda a quadra. Após
5 minutos de jogo, acontece a inversão quem atacava, defende.
Transaction: HP0201497802390

Objetivo: posicionamento, ampliar espaços, fintar.


Característica: Atividade em grupo, socialização do material – uma bola para toda turma.
Justificativa: Este jogo está relacionado com o posicionamento para receber o passe do
outro, a habilidade de jogar além dos espaços delimitados, ver a bola e os cones e os
colegas.

Atividade 47 - Roubar a Bola

Dividir a turma em dois grupos, mantendo duplas correspondentes e numeradas de 1 até o


número que for necessário. Cada grupo fica junto a uma linha lateral da quadra. Nas linhas
de fundo são colocadas duas goleiras, sendo uma para cada equipe. O professor coloca a
bola no meio de quadra e chama um número dentro daqueles previstos nos grupos. Os
alunos que têm esse número devem tentar apanhar a bola e fazer o gol na goleira do
adversário. O jogo transcorre até a bola sair ou um dos alunos fazer o gol.

Atividade 48 - Futsal sem Goleiro

Formação: Alunos divididos em duas equipes, posicionadas uma em cada lado da quadra
de futsal, com uma bola.
Desenvolvimento: Os alunos iniciarão uma partida de futsal sem goleiro de forma recreativa,
devendo seguir uma regra imposta ao jogo, de só valer fazer gol de dentro da área,
trabalhando assim situações de gol próximo à meta.
Recursos: Bolas e giz.

Atividade 49 - Toca e chuta

Treinamento de chutes a gol com a bola em movimento, os alunos ficam em uma fila de
uma metade pra trás da quadra,sendo que o primeiro fique no meio da quadra com a bola e
o professor na outra quadra na linha lateral. O aluno toca a bola para o professor e corre
para chutar a mesma que será tocada pelo professor na frente.

Atividade 50 - Estafeta do passe

Iremos dispor os alunos em duplas, separadas em duas (2) colunas no final quadra. As
duplas deverão percorrer a quadra (sentido longitudinal) trocando passes entre cones e
voltar. Ao finalizar, deverão entregar a bola à dupla seguinte. Vencerá a coluna de
participantes que primeiro finalizar a atividade.

Atividade 51 - Chute de ataque


Transaction: HP0201497802390

Em duas colunas no meio da quadra, as bolas são arremessadas rasteiras do centro em


direção aos tiros de canto de uma metade da quadra. Os alunos têm que correr pela lateral
e chutar a bola no goleiro após esta ultrapassar por entre dois cones dispostos a 8 metros
de distância. Após chutar de um lado, o aluno passa para o final da fila do outro lado para
executar o chute com o outro pé.

Atividade 52 - Chute de defesa

Formar uma só fileira de alunos no meio da quadra junto a lateral de frente para seu campo
defensivo. O professor se posiciona no círculo central com várias bolas de futsal, e a 8
metros do centro em direção ao canto defensivo é colocado dois cones distantes 2 metros
um do outro de forma que o professor jogue a bola rasteira entre os cones em direção ao
canto oposto da lateral onde estão os alunos. Ao jogar a bola, o aluno deve correr em
direção a esse canto e após a bola ultrapassar os cones é que deve chutar visando a
goleira ofensiva, isto é, a goleira da outra metade da quadra. Variação – trocar de lado.

Atividade 53 - Boliche com os pés

Professor, separe diversos cones pequenos e coloque-os na linha que divide a quadra no
meio.
O objetivo deste jogo é que os alunos derrube os cones chutando a bola de futsal neles.
Divida a turma em 4 times. Irão jogar 2 times por vez. Cada time terá uma área pré
determinada limitando de onde podem chutar a bola. Um time começará com todas as bolas
e terá sua vez de chutar. As bolas passarão para o outro lado da quadra,
consequentemente para o outro time, assim determinando a vez do outro time de chutar.
Ganha o time que derrubar mais cones. Fica a critério do professor quantas vezes cada
time poderá chutar.

Atividade 54 - Chutebol

Adaptada do beisebol, é jogado em um quadrado com uma base em cada canto, duas
equipes se revezam na posição de chutar e arremessar.
Uma equipe arremessa a bola tentando acertar uma lata e a outra tenta chutar a bola o
mais longe possível. É importante incentivar a força no chute e pode ter variações,
dependendo do desenvolvimento da turma. Pode-se colocar um alvo, por exemplo, para
esse chute.

Atividade 55 - Chute ao alvo

Serão formadas duas colunas, uma ao lado da outra, a uma distância de cinco metros. Na
frente de cada coluna, na distância desejada pelo professor, serão colocados dois cones
formando uma trave (o tamanho desta trave poderá variar,dependendo do grau de
Transaction: HP0201497802390

dificuldade desejado pelo professor). Cada aluno dará um chute com o intuito de a bola
passar entre os cones. Os chutes serão alternados por cada equipe. Será vencedora a
equipe que acertar mais vezes.

Atividade 56 - Chute ao alvo II

Duas colunas lado a lado, de frente para o gol. O professor colocará objetos pendurados no
gol. Cada objeto terá uma pontuação que será obtida a cada acerto.Será vencedora a
equipe que alcançar maior pontuação.

Atividade 57 - Correndo e chutando

Organizar os alunos em equipes que possam utilizar as bolas. Coloque-os nos fundos da
quadra, ao sinal devem correr e pegar as bolas que estarão dispostas na linha central da
quadra. E voltam dominando e bola e quando chegar na entrada da área, chutarão a gol. A
equipe que fizer mais gol ganha o jogo.

Atividade 58 - Chute ao gol

O professor divide a turma em dois grupos, com número igual de componentes.O goleiro
será o mesmo para as duas equipes. A bola poderá ser lançada pelo professor ou pelo
goleiro. Os alunos chutarão a bola antes de uma linha estabelecida pelo professor. A equipe
que fizer mais gols será a vencedora. Pode-se fazer esse exercício para treino de
cabeçada.

Atividade 59 - Chute ao mato

Cada equipe poderá manter-se somente em seu campo de jogo. Cada jogador terá uma
bola, que deverá ser chutada em direção ao campo adversário após o início do jogo. Depois
disso, cada equipe se esforçará para manter seu campo o mais livre possível de bolas,
fazendo devoluções rápidas (chutes de todas as posições). No final de cada tempo, serão
contadas as bolas que se encontram em cada lado. Vencerá a equipe que tiver o menor
número de bolas.

Atividade 60 - Chute certeiro

Um aluno da turma será escolhido para ser o caçador. Os demais alunos ficarão dispersos
na quadra. Ao sinal do professor, o caçador irá conduzir a bola com os pés, a fim de realizar
a caçada com um chute, tentando acertar um colega. O aluno que for caçado passa a ser
caçador. Essa atividade pode ter variações diversas, como chute numa região estipulada
com bambolê, garrafas pet...
Transaction: HP0201497802390

Atividade 61 - Chute ao golzinho

Este exercício tem por finalidade aperfeiçoar o fundamento chute. Dispor os alunos em filas
de frente para mini-traves (ou de garra pet) de madeira ou garrafas pets, o 1° de cada fila
terá de tentar fazer o gol através do chute
rasteiro.

Atividade 62 - Conduz e chuta

Este educativo permite realizar o fundamento chute de forma dinâmica. Dispostos em filas,
o 1° de cada uma deverão deslocar-se com a bola nos pés até um ponto determinado e
realizar o chute ao gol.
Variação: Esse determinado ponto pode ter um colega distribuindo passes diversos, pode
ser um cone para ser driblado. Esse chute pode ser com perna trocada, de bico.

Atividade 63 - Alvos numerados

Objetivo: Acertar o alvo; Transportar a bola ao objetivo; Jogo coletivo; Superar o adversário.
Materiais necessários: 1 bola, 8 cones e coletes para dividir as equipes.
Descrição: Serão formadas duas equipes de cinco jogadores cada, 4 jogadores de linha e
um goleiro. O jogo será composto por dois gols, com goleiros, mais 4 pequenas balizas
distribuídas pela quadra. Estes gols e balizas serão numerados de 1 a 6. No início acontece
um jogo normal, utilizando os 2 gols oficiais. A partir de determinado momento, o professor
indica um número e as duas equipes buscam marcar gol na baliza a que este número se
refere.

Atividade 64 - Drible na Escada

Este educativo permite trabalhar o fundamento drible


principalmente com a parte interna do pé, pelo fato de permitir maior controle com a bola.
Dispor os alunos em filas, de modo que à frente de cada um deverá haver vários cabos de
vassoura formando uma espécie de escada, onde o condutor deverá passar por estes sem
tocá-lo, o faz e vai para o final da fila.

Atividade 65 - Foge dupla

Serão formadas duas equipes, por exemplo, uma equipe azul e outra preta, em um espaço
delimitado. Formaremos todos os alunos com posse de bola sendo da equipe AZUL. Eles
tentarão formar duplas com os alunos da equipe PRETA que terão de driblar os alunos de
AZUL para que isso não aconteça. O objetivo desta atividade pode ser domínio de bola (se
Transaction: HP0201497802390

o professor optar pela posse de bola com os pés) e também movimentação de drible e fugir
da marcação.

Atividade 66 - Protegendo a bola

Os aluno divididos em duas equipes, neste jogo serão demarcadas duas áreas onde serão
colocadas várias bolas a uma distancia de 10 metros uma da outra. Os alunos se
posicionaram atrás das áreas onde estarão as bolas. A mecânica do jogo consiste em o
aluno proteger, ou seja, não permitir que o adversário retire a bola da sua área e leve para
dele. Vence o jogo a equipe que conseguir manter mais bolas na sua área.

Atividade 67 - Drible entre as garrafas

Sempre antes de iniciar um novo fundamento os alunos sempre tem a necessidade de ter o
contato com a bola. Todavia nesta inicialmente os alunos irão adequar-se ao movimento
para posteriormente poderem ter maior facilidade com a bola. Sem bola, o primeiro de cada
fila irá deslocar-se andando ou trotando até garrafas agrupadas tento de passar por elas em
S. Depois fazer o mesmo só que conduzindo bola tentado não tocar nem derrubar as
garrafas.

Atividade 68- Arco e bola

As turmas estão dispostas em colunas, cada coluna ao lado da outra. Em frente à linha de
corrida de cada coluna, estão quatro cones e um arco. Na linha de partida, o primeiro
corredor de cada coluna está de posse de bola. Ao sinal dadopelo professor, os primeiros
de cada coluna de posse de bola irão contornar os cones, deixarão a bola dentro do arco e
retornaram sem a bola , passando por entre os cones. Após baterão na mão do próximo
companheiro para que ele realize a mesma tarefa, só que desta vez ao inverso. A turma
que realizar primeiro a tarefa será a vencedora.

Atividade 69 - Foge menino

Forma-se um círculo. Dentro do círculo ficarão três alunos com bola. Ao sinal dado pelo
professor, esses alunos tentarão sair do círculo, realizando um drible. Os alunos do círculo
terão impedir que os alunos com posse de bola saiam. É preciso prestar atenção na
dinâmica da atividade para que o espaço usado dê para a prática do drible.

Atividade 70 - Parou!

A turma ficará espalhada pela quadra. A atividade começará quando um aluno chutará a
bola ao alto, enquanto os demais fogem. Ao agarrar a bola, ele gritará: "PAROU!!". Todos
Transaction: HP0201497802390

deverão parar e ficar imóveis. O aluno colocará a bola no solo e driblará os colegas. Se
perder o controle da bola e nao conseguir driblar, quem for carimbado, reinicia o Jogo
lançando a bola para o alto novamente. Em caso de acerto, passa para um colega. Caso
acerte três dribles, reinicia o jogo.

Atividade 71 - Deslocamento lateral

O deslocamento lateral é muito importante para os goleiros. E pode ser trabalhado de várias
formas, aumentando-se a dificuldade com a introdução de objetos na atividade como cones,
cordas para saltos e etc. Nesta atividade, o goleiro fica de frente de uma das balizas e faz
uma deslocação lateral tocando a mão na outra baliza. Neste momento o treinador atira
uma bola do lado oposto para que o goleiro, após o toque, salte para defender a bola.

Atividade 72 - Vários exercícios para goleiros

Goleiro debaixo das traves e o treinador com uma bola de frente para ele, numa distância
aproximadamente de 5 (cinco) metros. O goleiro executa a pegada nas bolas jogadas pelo
treinador das seguintes formas:
Na altura da cabeça;
Acima da cabeça;
Na altura da barriga;
Na altura das pernas;
Rasteira;
Picada;
Nos lados (entrar na frente da bola);
O goleiro também desloca-se lateralmente, alternando os lados.

Atividade 73 - Saindo de gol

Quatro chutadores, cada um com uma bola, ficam ao redor da área de meta.
Goleiro defende o gol. Goleiro fecha o ângulo e pratica a defesa das seguintes maneiras:
O goleiro parte do centro do gol e avança na direção de cada chutador para defender o
chute de cada um deles;
Os chutes agora serão desferidos fora de ordem. O chutador dá um sinal de alerta para o
goleiro

Atividade 74 - Aprendendo a lançar

Dois goleiros, um em cada gol, com uma bola. Executar lançamento das seguintes
maneiras:
Por cima, fazendo com que a bola toque no solo por volta de um metro antes da linha
central da quadra
Transaction: HP0201497802390

Fazer o lançamento, fazendo que passe entre 2 (dois) cones

Atividade 75 - Todos são goleiros

Objetivo – Sistema 0.5; marcação de goleiro linha; contra ataque; marcação de retorno;
tomada de decisão do goleiro; concentração; antecipação; cobertura; flutuação; atenção;
velocidade no setor defensivo; concentração; armação de jogadas com goleiro linha e
tomada de decisão.

Descrição – Jogo de futsal, mas qualquer jogador pode ser goleiro isto é, podem segurar a
bola com a mão dentro da sua área de meta. Mas também todos têm 4 segundos para jogar
na quadra de defesa.

Variação: quando um dos jogadores receberem a bola na quadra de defesa, só pode passar
a bola para seu companheiro, na quadra de ataque.

Atividade 76 - Jogo dos 4 goleiros

Objetivo – Sistema 0.5; marcação de goleiro linha; contra ataque; marcação de retorno;
tomada de decisão do goleiro; finalização; concentração; antecipação; cobertura; atenção;
velocidade no setor ofensivo; concentração; armação de jogadas com goleiro linha e
tomada de decisão.

Descrição – Jogo de futsal, mas com duas traves extras, estas situadas no meio da quadra,
uma de costa para outra. Os pivôs jogam na meia quadra de ataque, os fixos na maia
quadra de defesa e os alas podem correr por toda a quadra. Cada equipe tem dois goleiros.
Vale gol na trave do fundo e na goleira do meio, no lado onde à equipe esta atacando. Os
goleiros podem finalizar apenas na trave do fundo.

Atividade 77 - Bate palma

Em pé, segurando a bola com os braços estendidos para a frente na linha dos ombros.
Soltar a bola, bater palmas em cima e apanhar a bola antes que ela chegue à altura da sua
cintura. Essa atividade parece simples mas é muito importante para treinar a velocidade de
reação do goleiro. Pode ser dificultada mudando-se a altura da pegada da bola.

Atividade 78 - “Pular” na escada portátil

Estique a escada no chão e faça movimentos semelhantes ao da amarelinha, pulando, com


os pés juntos, dentro do retângulo, e depois, colocando um dos pés para fora e para os dois
lados, com os joelhos flexionados. Mantenha a coluna ereta. Ao final, faça o mesmo,
voltando. Na volta, o treinador joga a bola pra defesa
Transaction: HP0201497802390

Atividade 79 - Defesa no alto

Disponha os cones no chão em formato de meia lua e tenha em mente uma sequência de
cores. Posicionado ao centro, salte levemente, com os joelhos flexionados, seguindo a
ordem de cores estabelecida, e toque na parte de cima de cada cone. Realize os saltos a
cada cinco segundos e mantenha a coluna ereta. No salto, a bola é lançada para defesa
alta.

Atividade 80 - Reposição de bola

Espalhar vários pinos pelo campo. O goleiro deverá lançar a bola e acertar os pinos, com
trabalho de reposição curta e reposição longa em passe de ombro.
Colocar arcos no campo ofensivo. O goleiro fará a reposição em balão,com o objetivo de
acertar com a bola dentro do arco.
Goleiro realiza a reposição por cima de um colchão colocado em pé sobre o meio do campo

Atividade 81 - Ataque e defesa

Serão formadas duas equipes. O jogo se desenvolverá na meia quadra. Uma equipe só
ataca e a outra só defende. Quando os que estão marcando roubarem a bola dos
atacantes, deverão jogá-la para fora. O professor marca um tempo e inverte as funções das
equipes. Objetivos: desenvolve noções táticas; estimula a melhora de possíveis problemas
na marcação ou no ataque.

Atividade 82 - Jogo dos 2 setores

Objetivo: Transportar a bola ao objetivo; Jogo coletivo; Superar o adversário; Oferecer-se e


orientar-se.
Materiais necessários: 1 bola e coletes para dividir as equipes.
Descrição: divide-se a quadra em 2 setores, onde duas equipes de 6 jogadores se
enfrentam. Em cada setor acontecerá um jogo de 3x3. O objetivo do jogo é fazer a bola
passar para o outro setor. Cada vez que a bola é passada entre os setores a equipe marca
1 ponto. Porém, para poder passar a bola para o outro setor a equipe deverá ter trocado no
mínimo 3 passes dentro do setor.

Atividade 83 - Cabeçobol
Transaction: HP0201497802390

Os alunos serão divididos em trios. Na frente da área, protegendo o goleiro, ficará o


marcador. Ao sinal, o trio troca passes com as mãos em direção ao gol de maneira que o
marcador não os intercepte. Para concluir a gol só vale
de cabeça.

Atividade 84 - Futsal em dupla

Esta atividade se dará através de um jogo de futsal habitual com as mesmas regras do jogo,
sendo que nesta os membros de cada equipe estarão em duplas de mãos dadas, só
podendo jogar quando junto com o colega.
Ficará a critério do professor incluir goleiro ou não.

Atividade 85 - Passe e movimentação

Formação: Os jogadores formam quatro colunas dando o formato de um quadrado.


Realizar os seguintes exercícios:
1) Efetuar passe rasteiro e deslocar-se para o final da coluna a qual fez passe (de
primeira).
2) Idem, porém, aumentar o espaço entre colunas, ocupando 2/3 do campo. Recepcionar e
passar (dois toques)

Atividade 86 - Passe em três colunas

Formação: Jogadores três colunas em forma de triângulo.


Realizar os seguintes exercícios:
1) Efetuar passe rasteiro e deslocar-se para o final da coluna a qual fez passe.
2) Efetuar passe rasteiro para uma das colunas e deslocar-se para o final da coluna
contrária, sendo que os jogadores devem girar para um lado e para o outro.

Atividade 87- Combinado drible e passe

Quatro colunas de jogadores junto das duas balizas, 3 cones colocados junto as alas e
outro na zona dos 10 metros.
Realizar o seguinte exercício: Ao apito, sai os dois primeiros jogadores de cada coluna que
conduzem a bola contornando o 1º cone e depois fazem toque na bola por entre os outros 2
cones indo apanhar a frente, continuam a conduzir a bola até contornar o cone dos 10
metros, entregando a bola ao colega da coluna, este inicia o circuito em sentido contrário.
É útil formar duas equipes e criar espírito de competição.

Atividade 88 - Combinado condução e chute


Transaction: HP0201497802390

Formação: Duas colunas formadas junto aos postes de uma baliza e 4 cones distribuídos no
campo.
Realizar o seguinte exercício: Ao apito, saem os dois primeiros jogadores de cada coluna
conduzindo a bola para contornar o cone e de seguida fazer passe para a ala contrária e o
colega chutar para o gol.
Devem estar dois goleiros no gol (um em um dos postes e outro pronto a entrar) que se vão
substituindo a cada chute.

Atividade 89 - Movimentação a dois toques em quadra reduzida.

Jogadores: 3x3
Espaço: 28x20
Descrição: Situações de 3x3+1 Goleiro por equipe, na que a premissa principal é jogar
sempre a dois toques.
Variantes:
a.- Não se pode jogar em elevação.
b.- Jogador entre bola e ala contrária sempre curta.

Atividade 90 - Mobilidade em quadra completa

Jogadores: 5x5
Espaço: 40x20
Descrição: Situações de 5x5 nas que já utilizamos toda a quadra, com o qual o exercício
introduz, ao igual que no jogo, as dimensões e jogadores que se utilizam no mesmo.
Variantes:
a.- Só gol dentro da área com a perna já utilizamos toda a quadra não dominante
b.- Limitar o número de toques
c.- Não devolver ao passador.
d.- Não se pode jogar em elevação

Atividade 91 - Movimentação com dois jogadores

Jogadores: 7x7
Espaço: 40x20
Descrição: Ao ter um maior número de jogadores, e por tanto maior felicidade de passe,
aqui a premissa principal será jogar sempre a 1 toque.
Variantes:
a.- 2 toques se a bola vem de um contrário ou do goleiro.
b.- Não valem passes em elevação

Atividade 92 - Chute de ataque


Transaction: HP0201497802390

Em duas colunas no meio da quadra, as bolas são arremessadas bolas rasteiras do centro
em direção aos tiros de canto de uma metade da quadra. Os alunos têm que correr pela
lateral e chutar a bola no goleiro após esta ultrapassar por entre dois cones dispostos a 8
metros de distância. Após chutar de um lado, o aluno passa para o final da fila do outro lado
para executar o chute com o outro pé.

Atividade 93 - Futenis

Serão formadas duas equipes. A quadra terá suas dimensões reduzidas. No lugar dos gols
serão adaptadas dois cones. A bolinha será de tênis, pois exige um maior controle de bola.
No restante, as regras podem ser as mesmas do futsal.

Atividade 94 - Chute de defesa

Formar uma só fileira de alunos no meio da quadra junto a lateral de frente para seu campo
defensivo. O professor se posiciona no círculo central com várias bolas de futsal, e a 8
metros do centro em direção ao canto defensivo é colocado dois cones distantes 2 metros
um do outro de forma que o professor jogue a bola rasteira entre os cones em direção ao
canto oposto da lateral onde estão os alunos. Ao jogar a bola, o aluno deve correr em
direção a esse canto e após a bola ultrapassar os cones é que deve chutar visando a
goleira ofensiva, isto é, a goleira da outra metade da quadra.
Variação – trocar de lado.

Atividade 95 - Ataque x Defesa

Serão formadas duas equipes. O jogo se desenvolverá na meia quadra. Uma equipe só
ataca e a outra só defende. Quando os que estão marcando roubarem a bola dos
atacantes, deverão jogá-la para fora. O professor marca um tempo e inverte as funções das
equipes.
Objetivos: desenvolve noções táticas; estimula a melhora de possíveis problemas na
marcação ou no ataque.

Atividade 96 - Recreação - Defesa

Objetivo: sociabilização e agilidade para fugir de marcação.


Duração: x
Material: material: coletes de pano, espaço físico: quadra
Faixa Etária: todas
Aproveitamento: Em Jogos coletivos que envolva defesa
Parte Prática: Os participante são divididos em dois grupos iguais, um grupo pega os
coletes o outro grupo fica sem coletes de pano. Todos se dispersam na quadra, os
participantes dos coletes os colocam pendurados como se fossem rabos, e os que estão
Transaction: HP0201497802390

sem os coletes tentam pegar os coletes, os participantes que tiverem seus coletes pegos
passam a tentar pegar os coletes de quem ainda não os perdeu. Acaba quando todos
estiverem sem coletes pendurados e ganha quem terminar com mais coletes.

Atividade 97 - Chute de penalti

Formar uma fila à frente da cada marca do pênalti, sendo que o 1° de cada uma deverá
executar o chute e ir para o final da fila, conforme o desenvolver do jogo variar as formas de
execução, aumentar a distância ou ainda colocar um goleiro.

Atividade 98 - Corrida Maluca

Objetivo: integração dos alunos


Duração: 15 minutos
Material: quadra, 02 bolas de meia, 02 cones
Faixa Etária: 4 a 6 anos
Aproveitamento: Educação Física Escolar Parte
Prática:Os alunos em dois grupos. O 1° de cada grupo deverá estar com uma bola de meia
equilibrada na cabeça e terá que fazer um percurso até um cone, apostando corrida e sem
deixar a bola cair. Se cair, o aluno deverá parar e recolocá-la, voltando para o final da fila,
vence o último da fila.Comentários: nessa brincadeira eu pedi que os alunos escolhessem o
próprio grupo,

Atividade 99 - Gol humano

Serão formadas duas equipes com número igual de componentes. Cada equipe se
posicionará de um lado da quadra. Será feito um sorteio para ver qual a equipe que iniciará
o jogo. Ao sinal dado pelo professor, a equipe sorteada irá tentar entrar no gol do
adversário, o qual tentará pegar todos os componentes do time oposto que entrarem em
seu campo de jogo. Cada aluno que conseguir entrar no gol adversário será considerado
um gol. Depois de terminado o tempo estabelecido pelo professor, a outra equipe realizará
o mesmo. É importante salientar que a equipe que estiver marcando não pode entrar na sua
própria área e meta. Será vencedora a equipe que marcar mais gols com a bola humana.

Atividade 100 - Circuito técnico

Os circuitos técnicos podem ser usados em turmas com o maior desenvolvimento de


fundamentos. Vou dar um exemplo:
Local: Campo de futsal.
1ª estação - condução de bola entre os pinos sempre com o pé do lado de fora;
2ª estação – Condução de bola com a sola do pé;
3ª estação – passe dirigido tendo por objetivo a bola passar entre os pinos;
Transaction: HP0201497802390

4ª estação – remate à baliza, um com o pé direito outro com o pé esquerdo.

6 atividades de
aquecimento / volta
a calma
Transaction: HP0201497802390

Corrida Simples

Formação: Alunos, separados em dois ou três grupos dispostos em círculo, cada aluno com
um número.
Desenvolvimento: O aluno número um, ao sinal, correrá entre os companheiros fazendo um
ziguezague, contornando-os até chegar novamente em seu lugar. Ao retornar, tocará o
ombro do colega número dois e sentará. O aluno número dois procede da mesma forma, e
assim sucessivamente até todos os alunos estarem sentados.
Vence o grupo que sentar todos os seus integrantes antes das outras.

Corrida de Obstáculos

Formação: Alunos divididos em dois grupos, posicionados em duas colunas. As colunas


ficarão atrás de uma linha demarcada, a sua frente à professora construirá um percurso
feito de arcos, cordas, cones e bolas.
Desenvolvimento: Ao sinal dado pela professora, o primeiro aluno de cada coluna sairá
correndo tocando os pés dentro dos arcos espalhados. Em seguida, saltará sobre a corsa,
continuará correndo fazendo ziguezague entre os cones, saltará sobre a corda novamente,
pegará a bola e retornará fazendo o mesmo percurso com a bola na mão.
Quando chegar, entregará ao companheiro que deverá repetir o percurso, só que levando a
bola e deixando-a para que o próximo venha buscá-la.
Caso um aluno não cumpra alguma etapa, deverá retornar e fazer a seqüência correta.
Será considerado vencedor o grupo que completar a prova primeiro.

Distribui e Recolhe

Formação: Dois grupos, com número igual de alunos, posicionados em coluna atrás de uma
linha demarcada.
Na frente das colunas, serão colocados quatro arcos, distantes uns dos outros e uma caixa
com bolas para cada grupo, ao lado da linha de saída.
Desenvolvimento: O primeiro aluno deverá carregá-las uma a uma, em quatro corridas,
colocando-as uma em cada arco disposto à frente. O segundo aluno, deverá apanhá-las,
uma a uma, em quatro corridas.
Será vencedor o grupo que terminar em primeiro.

Lançar, Buscar e Correr

Formação: Montar dois grupos com número igual de alunos. Os grupos estarão em coluna,
atrás de uma linha demarcada, de frente para um alvo, que poderá ser um arco ou pneu.
Desenvolvimento: Ao sinal dado pela professora, o primeiro aluno de cada coluna deverá
arremessar a bola em direção ao arco ou pneu, buscá-la e, correndo, trazê-la ao segundo
da coluna e assim sucessivamente. Será dado um tempo para o grupo realizar a atividade.
No sinal, serão somados quantos arremessos e acertos cada grupo realizou.
Transaction: HP0201497802390

Corrida de Revezamento

Formação: Dois grupos com o mesmo número de componentes, posicionados em coluna, o


ultimo aluno de cada coluna receberá um bastão.
Desenvolvimento: Ao sinal combinado, os alunos que estão de posse da bola, deverão
correr pelo lado esquerdo, contornando a coluna e voltando ao seu lugar. Entregará o
bastão ao colega da frente que repetirá a corrida. Os demais procederão da mesma forma
até o bastão retornar ao primeiro aluno da coluna.
Vencerá a equipe que terminar primeiro.

Arremesso no Latão

Formação: Riscar um círculo no chão e colocar no centro um latão de lixo vazio. Os alunos
serão divididos em equipes e ficarão em fila ao redor do círculo. É proibido pisar no risco do
círculo.
Desenvolvimento: Cada aluno terá posse de duas bolas de tamanhos diferentes
(preferencialmente uma grande e uma pequena) e farão arremessos em direção ao latão,
iniciando ao sinal combinado, um de cada vez, cada bola terá uma pontuação diferente.
Conta-se três pontos se o aluno acertar a bola grande e dois pontos se acertar a bola
pequena.
Se o aluno acertar as duas bolas terá direito a mais dois arremessos, se acertar uma terá
direito a mais um arremesso, e com a respectiva bola que acertou, se não acertar nenhuma,
não terá direito a mais nenhum arremesso.
Quando todos terminarem de fazer suas tentativas, conta-se os pontos obtidos por cada
aluno de uma mesma equipe, e compara-se com os pontos da outra equipe, declarando
assim uma vencedora.
Transaction: HP0201497802390

APOSTILA de
FUNDAMENTOS no
FUTSAL
Transaction: HP0201497802390

O futsal é um esporte apaixonante. Ele exige habilidade, pois o espaço curto da quadra,
somado ao peso maior da bola (em comparação com a bola de campo) e a rapidez com que
se é praticado, fazem dele uma das práticas esportivas onde os competidores devem
possuir domínio de força e noção de bola. Para que as jogadas e os objetivos sejam
alcançados, é necessário que haja controle dos fundamentos do futsal.

Fundamentos são as práticas básicas que devem ser aprendidas para se executar o futebol
de salão. Os fundamentos básicos são: chute, passe, condução, domínio, drible e finta.
Existem mais fundamentos que esses mas que pedem, como pré-requisito, o conhecimento
dos fundamentos já citados como antecipação, marcação, proteção de bola e
posicionamento. Vamos conhecer algumas características deles.

Passe
Um dos mais importantes e mais executados em uma partida de futsal. Consiste
basicamente em passar a bola para outro jogador. Para realizá-lo é necessário ter visão de
jogo para acompanhar os companheiros e precisão para acertar na direção e na força
necessária para que seu passe não seja interceptado. O passe pelo chão é o mais utilizado
pela rapidez exigida: pelo chão a bola “corre” mais rápido e por isso tem menor
possibilidade de ser roubada pelo adversário. Existe também o passe pelo alto que, apesar
de demorar mais para alcançar seu destino, tem menos possibilidade de ser interceptado.
Existem diversas variações de passe como o “passe de letra”, passe de peito, de cabeça,
de calcanhar e todos que a criatividade permita inventar.

Classificações do Passe
● Quanto a sua trajetória ele pode ser: rasteiro, meia altura ou parabólico;
● Em relação a distância: curto (de até 4 de um jogador até outro), médio (de 4 à 10
metros) ou longo (acima de 10 metros);
● Quanto à sua execução pode ser: interno, externo (trivela), solado (com a parte de
baixo do pé), de bico e de calcanhar. Em relação ao espaço do jogo: paralelo, lateral
e diagonal;

Domínio
Esse, consiste em conseguir interromper a trajetória da bola de forma que ela fique sob seu
controle. É um requisito muito exigido, já que os passes são rápidos e, por isso, mais
difíceis de serem dominados. A não ser o braço, todas as outras partes do corpo podem ser
usadas para o domínio da bola. Como a maioria dos passes são feitos pelo chão, o domínio
com os pés é bastante trabalhado. Existe o que se chama de “controle da bola”, que é a
capacidade de manter a bola no ar. É uma prática interessante para melhorar o domínio, já
que ela exige a noção do peso da bola e da força necessária para levantá-la, logo, uma
facilidade maior de domínio de bola.

Classificações do Domínio
● Rasteira​: Domínio realizado com as partes externas, internas e solado dos pés;
● Meia-altura​: Com a parte interna e externa dos pés e coxas;
Transaction: HP0201497802390

● Parabólica​: Domínio realizado com o dorso dos pés, com o peito, a cabeça e a
coxa;

Condução
Esse fundamento consiste em correr pela quadra tendo a bola sob domínio. Pode ser
executado em linha reta (retilíneo) ou mudando de direção (zigue-zague). Com os pés, pode
ser feito com a parte interna ou externa do pé, sendo que com a parte da frete (bico da
chuteira) tem-se pouco controle da bola e por isso é pouco utilizado. Nesse fundamento, é
importante deixar a bola o mais perto possível do condutor, para que seja mais difícil para o
adversário conseguir tomar a bola. Além disso, quando a bola está perto dos pés, conforme
se avança pela quadra e os marcadores chegam, a mudança de direção coma bola pode
ser feita mais rapidamente para a execução do drible.

Drible e Finta
São dois fundamentos semelhantes que consistem em passar por um marcador para ter no
final da jogada, a bola em sua posse. A diferença entre os dois é que o drible é feito com a
posse de bola no início do lance, já a finta é feita sem a posse da bola e chamada também
de drible de corpo. Exigem, dependo do lance, velocidade, técnica, criatividade, força e
ginga.
- Os dribles podem receber o nome de: elástico, chapéu, caneta são alguns dos dribles
executados numa partida, lembrando que a cada um pode ter nomes diferentes em cada
região.
- A finta pode ser chamada de balanço, gato, vai e vem, pique falso e desmarcação.
- O drible é um dos fundamentos mais valorizados pelos jogadores da parte ofensiva para
alcançar fundamento do chute.

Chute
É o ato de bater na bola com os pés com determinado objetivo. Esse destino pode ser a
retirada da bola de jogo, acertar outro jogador e, claro, fazer o gol. Esse mesmo objetivo
pode ser executado com a cabeça (cabeçada) ou com outras partes do corpo (o peito, por
exemplo). O ​chute defensivo (aquele que buscar afastar o perigo do ataque adversário) é
feito de forma mais instintiva, portanto não exige muita técnica. Já o ​chute ofensivo (busca
fazer o gol) requer percepção do posicionamento do goleiro adversário, noção de força,
precisão e habilidade.
Pode ser, assim como o passe, feito com a parte interna no pé, com a externa (trivela), com
o peito do pé, calcanhar e bico. Geralmente o chute é feito próximo a trave para dificultar a
defesa do goleiro, mas outras técnicas, como chutar no “contra-pé” do goleiro, por cobertura
ou colocado, também são importantes para uma boa finalização.

Tipos de Chutes
1. Chute Simples: Esse chute é batido com a parte interna ou dorso do pé. Com ele
há mais probabilidade de conseguir que esse fundamento seja bem executado;
2. Chute de bate-pronto: É aquele realizado imediatamente no momento em que a
bola toca o chão;
3. Chute de voleio;
4. Chute com a bola no ar​;
5. Chute de Bico​: Costuma ser o chute mais fácil e realizado com a ponta do pé. Ele
não costuma ser muito preciso pelo pouco espaço de contato;
6. Chute por Cobertura: Com o pé por baixo da bola é possível fazer com que ela
ganhe altura.

Cabeceio
É um fundamento defensivo e ofensivo que pode ser realizado entre os jogadores para três
finalidades: defender a equipe, passar a bola e marcar um gol. Ou seja, o treinamento deve
prever essas situações. A trajetória pode ser em direção ao chão da quadra, para o alto ou
em linha reta. O cabeceio é feito parado ou em movimento.

Antecipação
Fundamento que acontece quando o jogador ultrapassa o adversário de forma ofensiva e
defensiva. Ele é realizado para roubar a bola, começar um ataque, um passe, desarmar o
adversário, reposicionar a bola, etc.
Proteção de Bola: A proteção significa manter a bola em sua posse enquanto é marcado
pelo adversário.

Habilidades do Goleiro
Para o goleiros, além do requisitos já citados, é necessário algumas habilidades especiais.
● Reflexo (rápida reação diante um chute), posicionamento, saída do gol, dentre
outros;
● As defesas são executadas com qualquer parte do corpo, mas principalmente com
as mãos e com os pés;
● As mãos são mais exigidas em chutes de meia altura e mais altos;
● Os pés para chutes rasteiros e fortes;
● Existe também o “encaixe” onde se segura a bola com as mãos sem largar;
● Já a defesa chamada “espalmada” é a intervenção a chutes mais no canto do gol e
difíceis de serem seguradas, então usa-se as mãos para desviar a bola da direção
do gol.
A escolha de qual será feita depende da velocidade e da força do chute, porém a mais
segura é o encaixe, já que não dá oportunidade do adversário recuperar a posse de bola.
Existem ainda outros fundamentos que são aprendidos por meio da prática do esporte,
como as técnicas de marcação, antecipação, roubadas de bola, posicionamento, proteção
de bola, etc.