Você está na página 1de 4

LISTA DE EXERCÍCIOS

1. No manômetro diferencial da figura,o fluido A é


água, B é óleo e o fluido manométrico é o mercúrio.
Sendo h1 = 25 cm, h2 = 100 cm, h3 = 80 cm e h4 =
10 cm, qual é a diferença de pressão pa – pb?
Dados: γ H20 = 10.000 N/m3, γ Hg = 136.000 N/m3 e γ óleo = 8.000 N/m3
(R: pa – pb =132,1 kPa)

2. Para um fluido com massa específica ρ = 1kg/m3, calcular o seu peso específico.
(R: γ =9,81 Kg/m2 s2)

3. Sabendo que o valor de H não poderá ultrapassar 20 cm. Determine a largura L de um


vertedor retangular com duas concentrações laterais.
Q = 60 l/s
L

20 cm

4. Qual o diâmetro do sifão a ser utilizado para transferir uma vazão de 3 l/s para um outro
curso d’água? Qual a carga h com a qual ele trabalhará?
5. Uma mangueira é conectada em um tanque com capacidade de 10000 litros. O tempo
gasto para encher totalmente o tanque é de 500 minutos. Calcule a vazão máxima da
mangueira. (R: 20 l/min)
6. Calcular a vazão de um fluido que escoa por uma tubulação com uma velocidade média de
1,4 m/min., sabendo-se que a área da seção da tubulação é igual a 42cm2. (R: 5,88 l/m)
7. Calcular o volume de um reservatório, sabendo-se que a vazão de escoamento de um
líquido é igual a 5 l/s. Para encher o reservatório totalmente são necessárias 2 horas. (R: 36
m3)
8. Um tambor de 214 litros é enchido com óleo de densidade 0,8, sabendo-se que para isso é
necessário 15 mino Calcule:
a) A vazão em peso da tubulação utilizada para encher o tambor. (R: 11,41 kg/min)
b) O peso de cada tambor cheio, sendo que somente o tambor pesa 10Kg (R: 181,2 kg)
c) Quantos tambores um caminhão pode carregar, sabendo-se que o peso máximo que ele
suporta é 15 toneladas. (R: 82 caminhões)

9. Na parede de um reservatório há um orifício de 75 mm de diâmetro. De quanto aumentará a


vazão se adaptarmos um bocal cilíndrico externo ao orifício? Considere que a carga
hidráulica sobre o orifício permanece constante e igual a 3m. Os valores do coeficiente de
descarga Cd para o orifício e para o bocal são, respectivamente, 0,61 e 0,82.
R = A vazão aumentará 7 l/s

10. Para medir a vazão de um canal, temos a possibilidade de instalar um vertedor Cipolletti ou
um vertedor triangular. Considerando que a vazão necessária é de 100 l/s, qual seria a
diferença na leitura H medida nos dois vertedores?
Dados: Comprimento da soleira do vertedor Cipolletti = 0,6 m.
R = A altura da água no ponto de medição seria 15 cm maior no vertedor triangular

11. Um flutuador do tipo “duplo” foi lançado em um canal retilíneo e uniforme, trapezoidal,
escavado em terra, com 1,2 m de profundidade, com seção transversal = 1,0 m2 e
totalmente cheio de água, onde percorreu 50 m em 100 segundos. Pede-se:
A) . Se este flutuador foi adaptado para medir a velocidade média do escoamento no canal, a
que profundidade estava o corpo submerso deste flutuador?
R = O corpo submerso estava a 6/10 de profundidade, que é onde acontece a velocidade
média do escoamento.
B) Qual a vazão escoada no canal?
R = 0,5 m3/s

12. Deseja-se saber a vazão escoada em um canal trapezoidal escavado em terra. Para tanto,
utilizou-se o método do flutuador, deixando-se uma distância de 20 m entre os pontos de
medição. Uma garrafa contendo água até a metade foi lançada no curso d’água para atuar
como flutuador de superfície. Foram feitas três medições, sendo elas de 40, 41 e 39
segundos, respectivamente. Sabe-se também que a seção do canal é homogênea em todo
percurso e que sua base superior tem 2,10 m de largura, sua base inferior a 1,60 m e a
altura de água no canal é de 1,20 m. Determine a vazão em litros/h, considerando que a
velocidade média do escoamento corresponde a 80% da velocidade na superfície.
R = 0,888 m3/s

13. Dimensione a largura de soleira (L) que deverá ter um vertedor retangular sem contrações
laterais instalado para atuar como extravasor de uma barragem, de modo que, nas
enchentes (Q = 3m3/s), a altura de água não ultrapasse 0,6 m.
R = A largura da soleira deverá ser de aproximadamente 3,5m.

14. Que profundidade de óleo (d = 0,750), produzirá uma pressão de 2,8 kgf/cm2? Converta
essa profundidade em metros de coluna d’água, metros de coluna de mercúrio (d = 13,6) e
metros de coluna de tetracloreto de carbono (d = 1,6). RESPOSTA (37,33 mco, 28 mca,
2,08 mcHg e 17,50 mc CCl4)

15. Durante um teste de aferição de um vertedor retangular de parede delgada, sem contrações
laterais (queda livre), a carga foi mantida constante e igual a 30 cm. Sabendo-se que o
comprimento da soleira do vertedor é de 2,40 m e que o volume de água coletado em 38
segundos foi de 28,3 m3, determine o coeficiente de vazão do vertedor. RESPOSTA (Cq =
0,64)

16. Deseja-se construir um vertedor triangular de paredes delgadas com ângulo de abertura  =
900, para a medição da vazão de água em um laboratório. Sabendo-se que a vazão máxima
a ser medida é de 14 l/s, determinar a altura máxima do vertedor, medida acima do seu
vértice. RESPOSTA (H = 0,158 m)

17. Um vertedor trapezoidal apresenta comprimento da soleira de 1,6 m e carga hidráulica de


0,25 m. Calcular a vazão que passa por este vertedor. RESPOSTA (Q = 0,372 m3/s)

18. De posse do orifício retangular indicado abaixo, calcular a vazão quando o Cq é de 0,62
para um orifício de contração completa. RESPOSTA (Q = 35 l/s)

2m
5 cm

20 cm
19. Um orifício retangular com 1,62 m de base e 0,70 m de altura, está na parede vertical de
um tanque, cujo nível d’água é mantido constante a 2,8 m acima da aresta superior do
retângulo. Para contração completa, calcular a vazão, sendo que Cq = 0,62. RESPOSTA
(5,3 m3/s)

20. Na parede vertical de um reservatório, um orifício retangular de contração completa tem


1,20 m de base e 0,60 m de altura. O nível d’água está a 0,60 m acima da borda superior
do orifício. Achar a vazão para Cq = 0,62. RESPOSTA (Q = 1,867 m3/s)

21. Um orifício de 10,1 cm de diâmetro descarrega 45,3 l/s de água sob uma carga de 3,6 m. O
diâmetro do jato na veia contraída foi determinado por um calibre como sendo 8,81 cm.
Calcular Cv, Cc e Cq. RESPOSTA (Cc = 0,761 , Cq = 0,673 e Cv = 0,884)

22. Um orifício de 7,6 cm de diâmetro, Cq = 0,82, está instalado no fundo de um tanque vertical
de 1,22 m de diâmetro. Qual é o tempo necessário para que a superfície líquida passe da
altura de 2,44 m para a altura de 1,83 m. RESPOSTA (t = 29,8 s)

23. Um tubo de Pitot com coeficiente de 0,98 é


usado para medir a velocidade da água no
centro de um tubo. A pressão de
estagnação é de 0,58 kgf/cm2 e a pressão 0 1
estática é de 0,5 kgf/cm2. Calcular a
velocidade da água. Resp (V = 3,88 m/s)

2 = 820 kgf/m3

24. Um óleo de peso específico 1 = 980 kgf/cm3 é 1 2


0,7 m
transportado verticalmente de B para C. Calcular a
diferença de pressão entre os dois pontos,
1,2 m
conforme a figura ao lado. C
Resposta ( Pb – Pc = 1680 kgf/m2)
1 = 980 kgf/m3
1,6 m
B

25. Pelo tubo 1, de diâmetro D1 = 600


mm, escoa água à vazão Q1 = 240 l/s R
e com pressão de 5 mca. Uma parte
do líquido escoa pelo tubo 2, de 4,5 m
diâmetro D2 = 50 mm, à altura de 4,5 Tubo 2
mca, para alimentar um reservatório
R, cujo volume é de 0,29 m3.
Determinar o tempo necessário para Tubo 1
encher o reservatório R,
considerando escoamento ideal.
Resposta (t =45,5 s)
26. Com um tubo de Pitot mede-se a 0,1 m
velocidade da água no centro de um
conduto com 25 cm de diâmetro,
supõe-se que a velocidade da água
no conduto corresponde a 2/3 da
velocidade no seu centro. Calcular a
vazão, conforme a figura.
Resposta (Q = 0,0458 m3/s)

27. Determinar o diâmetro (d) de um DIAFRAGMA para permitir medidas de vazão em um


conjunto de tubos com 500 mm de diâmetro, sendo que a vazão máxima a ser medida é de
0,55 m3/s. A deflexão manométrica máxima esperada é de 0,310 mcHg. O peso específico
da água é de 1000 kgf/m3 e do mercúrio (que é o líquido manométrico) é de 13.600 kgf/m3.
(R: d = 0,60 m)

28. Determinar o diâmetro (d) de um VENTURI para permitir medidas de vazão em um conjunto
de tubos com 100 mm de diâmetro, sendo que a vazão máxima a ser medida é de 18 L/s. A
deflexão manométrica máxima esperada é de 0,20 mcHg. O peso específico da água é de
1000 kgf/m3 e do mercúrio (que é o líquido manométrico) é de 13.600 kgf/m3.
(R: d = 0,056 m)

29. Determinar o diâmetro (d) de um BOCAL para permitir medidas de vazão em um conjunto
de tubos com 150 mm de diâmetro, sendo que a vazão máxima a ser medida é de 20 L/s. A
deflexão manométrica máxima esperada é de 0,150 mcHg. O peso específico da água é de
1000 kgf/m3 e do mercúrio (que é o líquido manométrico) é de 13.600 kgf/m3.
(R: 0,065 m)