Você está na página 1de 3

1.

Um corpo metálico quando exposto ao ar e à umidade pode sofrer um processo de corrosão (oxidação),
o que pode deixá-lo impróprio para a função a que se destinava. Uma das formas de se minimizar esse
processo é a “proteção catódica”: prende-se um “metal de sacrifício” no corpo que se deseja proteger
do processo de oxidação.

a) Suponha que você deseja fazer a proteção catódica de uma tubulação em ferro metálico. Qual das
substâncias da tabela a seguir você usaria? Justifique.
Magnésio, pois possui menor potencial de redução o que indica maior facilidade de oxidar que o ferro.

b) Uma outra forma de evitar a corrosão é a galvanização: deposita-se sobre o corpo metálico uma
camada de um outro metal que o proteja da oxidação. Das substâncias da tabela anterior, qual você
usaria para galvanizar uma tubulação de ferro metálico? Justifique.
Níquel, cobre e prata, pois possuem maiores potenciais de redução que o ferro, protegendo-o portanto, da
oxidação.

2. Dê um exemplo prático de corrosão por aeração diferencial em meio aquoso e em solos.


Um exemplo de corrosão por aeração diferencial tipo linha d’água, ocorre nas estruturas, estacas,
etc. mergulhadas parcialmente na água do mar.
Por exemplo de corrosão no solo é quando um tubo passa através de dois solos diferentes que possuem
diferentes permeabilidades ao oxigênio, uma corrente galvânica flui da superfície mais pobremente aerada
(anódica) para a mais aerada (catódica).

3. Para a seguinte situação indique a causa mais provável da corrosão e recomende uma solução:
SISTEMA: tubulação de aço para condução de água industrial, revestida com primer e tinta betuminosa
e fita plástica protegidas com anodos de zinco.
CONDIÇÕES OPERACIONAIS: tubulação instalada em fabrica que emprega processos eletrolíticos
para obtenção de metais; resistividade do solo (50-180); ph do solo 5-9.
OCORRENCIA: corrosão localizada com perfuração da tubulação com aproximadamente três anos
após início de operação.

Causa: Corrosão eletrolítica ou corrosão por corrente de fuga, proveniente de fuga de corrente contínua usada
no processo eletrolítico.
Solução: Proteção catódica por corrente impressa ou forçada e revestimento.
4. Explique sucintamente os fenômenos ilustrados na figura a baixo:

O zinco, por ter potencial de oxidação maior que o do ferro, tornar-se-á o ânodo da pilha, e o ferro, o cátodo.
Portanto, enquanto todo o zinco não sofrer oxidação, a estrutura de ferro estará protegida.

5. Estruturas de ferro em ambientes marinhos podem estar expostas a várias situações submersas em
zona de respingo, em regiões de variação de maré, enterradas na lama ou lodo etc. entre as régios acima,
quais as duas situações mais críticas em relação à corrosão? Justifique.
Na zona de respingo, a corroção é mais acentuada. Nessa região diversos fatores acelerados podem agir
simultaneamente: frequente umedecimeto da superficei metálica, maxima difusão de oxigenio atraves de finas
peliculas de umidade e ação mecanica das ondas.
Estruturas marinhas, como estacas de píeres, sofrem corrosão mais acentuada na faixa de variação de marés
e de respingos. Pode-se justificar tal fato admitindo-se que além, por exemplo, da acção mecânica da água
do mar associada com ondas, haja a formação de pilhas de aeração diferencial, cujas áreas anódicas vão-se
deslocando conforme a maré vai subindo ou descendo.

6. Em uma fábrica foi feita uma tubulação de ferro contendo juntas (ligação entre tubos de ferro)
feitas de cobre. Nessa tubulação passa uma solução aquosa. Esta empresa está sofrendo de problemas
de corrosão na tubulação. Imagine que você foi chamado para resolver o problema. Faça então um
relatório para o dono da empresa explicando porque está ocorrendo corrosão, quais as partes da
tubulação mais afetadas e uma solução para o problema.
Sistema Tubulação de água • Material Tubos: ferro - carbono Juntas: cobre • Observações Intenso
processo corrosivo na região próxima às juntas • Causa Corrosão galvânica, provocada pelo contato de
dois metais diferentes (cobre e ferro), que causa a corrosão do metal de maior potencial de oxidação: ferro
(ânodo) • Solução Limpeza das áreas com corrosão, substituição do material corroído. Substituição das
juntas de cobre, por material anódico ao aço-carbono, como alumínio ou zinco.

7.a) Como ocorre a corrosão por impingimento? Qual a sua importância?


A corrosão por impingimento, frequentemente, se manifesta sob a forma de pites sucessivos ou alinhados.
Com o prosseguimento do ataque, os pites vão aumentando e se aproximando cada vez mais, formando
extensas áreas atacadas.

7.b) Explique o termo “Empolamento pelo hidrogênio” e em que condições ele pode ocorrer (Dê um
exemplo prático).
Empolamento pelo hidrogênio entrada do hidrogênio atômico nos metais e rápida difusão. Em regiões com
descontinuidades, como inclusões e vazios, converte-se em H2, exercendo pressão e originando a formação
de bolhas.
8. As duas figuras a baixo mostram estruturas metálicas de fixação mecânica (1 e 2). Considere que dois
tipos de estruturas não há perda de resistência mecânica em função de modificações nos detalhes da
construção. Do ponto de vista da prevenção à corrosão qual a forma mais indicada para a construção
em cada caso? Qual o tipo principal de corrosão que está sendo evitado em ambos os casos? Esse tipo
de corrosão é considerado crítico? Porque?

 Para a estrutura 1, o segundo caso seria o mais indicado para a estrutura 2 o terceiro caso seria mais
aconselhável, pois evitaria a corrosão localizada entre encaixes das peças não ocorrendo uma corrosão por
aeração diferencial. As cantoneiras devem ser projetadas para permitir o livre fluxo de ar, de forma a acelerar
o processo de secagem

9.a) A maioria dos materiais metálicos em contato com a agua tendem a sofrer corrosão. Explique o por
que isso ocorre.
Os materiais metálicos em contato com a água tendem a sofrer corrosão, que vai depender das várias
substâncias que possam contaminá-la. Nesse processo de corrosão devem ser considerados, também, o pH, a
velocidade de escoamento e a temperatura da água. Entre os agentes corrosivos naturais, a água do mar é
um dos mais enérgicos, pois contém concentrações relativamente elevadas de sais e funciona como eletrólito
forte, ocasionando um processo rápido de corrosão.

9.b) relacione as cinco características de um solo que mais contribuem para o aumento da taxa de
corrosão
Propriedades locais, tais como: resistividade, umidade, acidez ou alcalinidade, permeabilidade, presença de
sais solúveis e microorganismos, ditam a agressividade específica. O estudo das características físico-
químicas e eletroquímicas de solos é de grande importância e pode dar informações relevantes sobre a
agressividade do solo.