Você está na página 1de 4

LISTA DE EXERCÍCIOS - I – GRAMÁTICA - 9º A/B - 3º TRIMESTRE

Profa. Anna Teresa

1. Sublinhe os verbos, faça um círculo nas conjunções e informe o número de orações que a
frase contém.

Modelo: O balão subiu e desapareceu no céu.( duas orações)

a) Todos aguardavam ansiosos o brilho do cometa Halley, mas ele não se expôs facilmente.
b) A migração nordestina e o êxodo rural são dois grandes problemas brasileiros.
c) A solidão lhe trazia angústia e rancor.
d) Alguns convidados já se retiravam quando cheguei à festa.
e) Nós estudaremos a matéria se houver tempo.
f) Minha irmã é alta e magra.

2. Sobre as frases do exercício anterior, informe se a conjunção liga orações, ou termos de uma
mesma função sintática. Assim.
Na frase - a) A conjunção liga______________________________

3. Identifique e classifique as conjunções coordenativas dos períodos abaixo.

a) Ora xingava a mãe do juiz, ora reclamava dos jogadores.


b) O pai procurou o filho e humildemente pediu-lhe desculpas.
c) Não corra, que é perigoso.
d) O professor não só veio como vai dar prova.
e) Ele foi eleito, porém suas loucuras não tinham o apoio da população.
f) O vigário era muito festeiro; logo, qualquer pipoca estourada o atraía.
g) Os preços das verduras estão altos; diminuiremos, portanto, o seu consumo.
h) Esperei-a; ela, porém, não veio.
i) Aceitarás minha sugestão, ou darás outra?
j) Escudem, porque em breve farão uma prova.

4- Identifique o “pois “como conjunção coordenativa explicativa, ou conjunção coordenativa


conclusiva.

a) Deitei-me cedo, pois estava muito cansado.


b) O político não agiu com lealdade; perdeu, pois, na disputa pela reeleição.
c) O aluno não estudou o suficiente; ficou, pois, reprovado.
d) As mulheres entendem de economia, pois são elas as responsáveis pela organização do
orçamento familiar.

5- Identifique e classifique as conjunções subordinativas dos períodos abaixo.

a) O voo era impossível, já que não havia piloto disponível.


b) O rádio anunciava o terremoto, enquanto a cidade ainda não sentia nenhum tremor.
c) Nós venderemos o apartamento, caso você encontre outro melhor.
d) Embora soubéssemos o final, lemos a obra com atenção.
e) Preparamo-nos bastante para que a discussão, em classe, sobre o significado da reforma
agrária ficasse bem esclarecida.
f) Se a televisão não apresentasse tanto programas de calouros o seu nível seria melhor.
g) Quando ela acordou, os lençóis estavam molhados por causa da febre.
h) Tamanho era o medo, que a mulher teve de fazer queixa contra o marido.
i) Quanto mais a criança chorava, mais o pai ia perdendo a paciência.
j) O coração envelhece como os outros músculos.
k) Segundo noticiou o jornal, aquele ilustre homem não pagará pelo crime cometido.
l) Você gaguejou tanto que não explicou nada.
m) O filho é maior que o pai.
n) O único terno do rapaz rasgou, de modo que não pode ir ao baile.
o) Quanto mais se vive, mais se aprende.
p) A empregada foi atendida porque o deputado exigiu.

6- Observando a ideia expressa pela oração, classifique como em conjunção subordinativa.


causal, comparativa ou conformativa.

a) Como o aluno foi para a escola com fome, não obteve bom resultado na prova.
b) Como foi determinado no início, o tempo da prova está esgotado.
c) Como um cachorrinho novo, a criança só queria saber de brincadeira.
d) Como a maioria dos Alunos não havia entendido a matéria, o professor a explicou
novamente.
e) A audiência será realizada como a lei determina.

7- Observando a ideia expressa pela oração, classifique o que em conjunção subordinativa


consecutiva, comparativa, final.

a) Fiz-lhe sinal que começasse o discurso.


b) Dali ninguém saía, que não fosse percebido.
c) Era um pacote tão grande que não cabia no porta- malas.
d) Tratava-se de uma criança mais inteligente que estudiosa.
e) Falou tanto que acabou rouco.

8- Nas frases que seguem há conjunções coordenativas e subordinativas. Identifique-as e


classifique-as.

a) As conquistas científicas devem ser utilizadas em favor dos homens e do bem comum.
b) Quando cheguei à feira, encontrei o carregador ocupado.
c) Eu ficarei em casa, a menos que você não queira.
d) Enquanto eu jantava, ele fazia o café.
e) Disse que viria cedo, mas até agora ele não apareceu.
f) não se demore, pois preciso de você.
g) Teremos visita para ao jantar, não se demore, pois.
h) Chegou e disse que ia sair.
i) Como houvesse carência de informações, quase se desconheciam os riscos provocados pelas
usinas.

9. Na frase “E quando Larissa se agita, é para desobedecer ao pai ou à mãe.”, temos como
incorreta:

a) Período composto por subordinação, coordenado pela conjunção e ao anterior.


b) Oração subordinada adverbial temporal: ... “quando Larissa se agita”.
c) Oração subordinada adverbial final reduzida de infinitivo : para desobedecer ao pai ou à
mãe.
d) Oração principal : é.
e) O período é composto por coordenação.

10. Em relação a orações coordenadas é correto afirmar:


a) Sempre possui uma conjunção ligando uma a outra;
b) Nunca possui conjunções, apenas vírgula separando uma das outras;
c) Não possui sentido próprio, logo necessita de outra oração para ter sentido.
d) São orações independentes, tem sentido próprio.

11. Classifique a oração a seguir: “Pedro não trabalhava, nem estudava.”


a) É uma oração coordenada assindética;
b) É uma oração coordenada sindética alternativa;
c) É uma oração coordenada sindética aditiva;

12. Na oração “PEDRO NÃO JOGA E NEM ASSISTE”, temos a presença de uma oração
coordenada que pode ser classificada em:

a) Coordenada assindética;
b) Coordenada assindética aditiva;
c) Coordenada sindética alternativa;
d) Coordenada sindética aditiva.

13. Sobre as orações subordinadas é correto afirmar:

a) São classificadas em substantivas – adjetivas – adverbiais;


b) São orações que em suas estruturas sempre necessitará de vírgula para ligar uma oração a
outra;
c) São orações que nunca precisam de sujeito.
d) São orações que utilizamos separadamente do texto, para ensinar nossos alunos.

14. Em um período composto por subordinação, a oração que não possui sujeito na oração
principal, dentro das orações subordinadas substantivas, será classificada como:

a) Oração subordinada substantiva predicativa;


b) Oração subordinada substantiva apositiva;
c) Oração subordinada subjetiva;
d) Oração subordinada objetiva direta.

15. Observe os versos seguintes: Fica decretado que o homem não precisará nunca mais
duvidar do homem. Com relação à morfossintaxe desse período, a segunda oração, de acordo
com a norma culta da língua, é classificada como:

a) subordinada adjetiva restritiva.


b) subordinada substantiva completiva nominal.
c) subordinada adverbial causal.
d) subordinada substantiva objetiva direta.
e) subordinada substantiva subjetiva.

16. . Há exemplo de oração subordinada em:


a) Empreender significa acreditar na capacidade pessoal de iniciativa e de superação de
obstáculos.
b) A escola introduziu em seu currículo uma série de medidas para o alcance de seus propósitos.
c) Entre os bons momentos da coleção figura uma série de fotografias de Robert Doisneau que
registram o cotidiano das fábricas.
d) Não se importa com o dano, mas exige a ilicitude da conduta.
e) Ele é defensor de posições severas em relação às operadoras de planos e seguros de saúde e
sustenta sua utilização de maneira ampla em ambas as modalidades, individual e coletiva.

17. . “Voa, coração, que ele não deve demorar”, a oração destacada é corretamente
classificada como:

a) Coordenada concessiva.
b) Subordinada adverbial temporal.
c) Coordenada explicativa.
d) Subordinada substantiva objetiva direta.
e) Coordenada consecutiva.

18. No trecho abaixo, as orações introduzidas pelos termos grifados são classificadas, em
relação às imediatamente anteriores, como:

“Não há dúvida de que precisaremos curtir mais o dia a dia, mas nunca à custa de nossos
filhos...”
a) Oração subordinada substantiva objetiva indireta e coordenada sindética adversativa;
b) Oração subordinada adjetiva restritiva e coordenada sindética explicativa;
c) Oração subordinada adverbial conformativa e subordinada adverbial concessiva;
d) Oração subordinada substantiva completiva nominal e coordenada sindética adversativa;
e) Oração subordinada adjetiva restritiva e subordinada adverbial concessiva.