Você está na página 1de 2

O que é dissertação argumentativa?

A dissertação argumentativa é um tipo de texto muito presente nas redações


de concursos e vestibulares. Um dos motivos é porque além da capacidade de
avaliar a linguagem e a forma como o candidato organiza suas ideias, é possível
saber se ele possui senso crítico e habilidade de argumentação.
O gênero dissertativo tem como objetivo expor acontecimentos e debater o tema.
Na sua redação, você pode simplesmente abordar um assunto e apresentar para
o leitor ou você pode ir além, defendendo um ponto de vista e tentando
convencê-lo de seu posicionamento.
Como dito acima, existe mais de uma opção de dissertação – vamos te contar
com mais detalhes logo em frente. Ela é formada por alguns parágrafos, sendo
que no vestibular costuma aparecer com o mínimo de 7 linhas e máximo de
30.
Estrutura do texto dissertativo argumentativo
Uma redação dissertativa argumentativa deve ser dividida em três partes:
Introdução
Parte do texto em que você vai apresentar o tema a ser discutido.
Desenvolvimento
Parte da redação em que será preciso trazer elementos que enriqueçam a
discussão, como argumentos, exemplos concretos, dados estatísticos.
Conclusão
Parte do texto em que você fará o desfecho – pode ser a partir de um resumo de
ideias discutidas ou com a apresentação de medidas a serem adotadas em
relação ao tema.

Tipos de dissertação
Existem dois tipos de dissertação:
 Dissertação expositiva – aborda o tema proposto e apresenta o texto para o
leitor com o objetivo de que ele reflita e encontre sua conclusão;
 Dissertação argumentativa – nela, você apresenta sua opinião sobre o tema e
defende um ponto de vista a partir de argumentos com exemplos concretos.
Neste segundo caso, você vai tentar convencer o leitor de que a sua conclusão
faz muito sentido. Quem estiver lendo o texto não precisa necessariamente
concordar com o que você disse, mas tem que sair da leitura com sensação de
que tudo está muito bem fundamentado.
Podemos dizer, então, que a dissertação argumentativa tem como objetivo
conduzir o leitor a um ponto de vista. Como você pode imaginar, a maioria dos
processos seletivos do Brasil – inclusive o Enem, que reúne cerca de 6 milhões
de candidatos – pede para os estudantes escreverem uma redação
dissertativa argumentativa.
Vamos nos aprofundar mais sobre esse tipo textual.
Como a redação é cobrada no vestibular?
Nem todos os vestibulares apresentam o mesmo tipo textual, mas existem
alguns gêneros que aparecem com mais frequência nos processos seletivos,
como a dissertação argumentativa e a carta argumentativa.
Pode acontecer também de vestibulares pedirem para você completar uma
tarefa, sem ficar muito preso ao gênero específico. Quer ver um exemplo? Em
2017, a Unicamp pediu para escrever um texto de apresentação de uma
campanha de arrecadação de fundos que seria publicado em um site.
Como fazer uma dissertação expositiva?
Apesar de não aparecer com frequência nos processos seletivos, é sempre bom
se preparar para escrever os mais diversos tipos de texto no vestibular.
Para escrever uma redação dissertativa expositiva, você vai trazer diversos
aspectos do assunto central para o seu leitor. É importante lembrar que o objetivo
desse texto é informar e expor aquele conteúdo – sem se preocupar em
convencer ou argumentar sobre o tema.
Passo 1: Indique na introdução qual é o tema central do texto.
Passo 2: Levante questões, detalhe e informe diversos pontos durante o
desenvolvimento. Quanto mais informações pertinentes você trouxer, maior é a
chance do leitor construir o conhecimento.
Passo 3: Retome alguns aspectos e monte sua conclusão.

Como fazer uma dissertação argumentativa?


Para escrever uma redação dissertativa argumentativa, você vai apresentar o
tema e logo trazer seu ponto de vista sobre ele.
Passo 1: informe ao leitor qual é o tema da sua redação. Faça isso da forma
mais clara possível em sua introdução.
Passo 2: logo depois, defina qual é seu posicionamento e coloque-o ainda no
primeiro parágrafo – essas informações devem estar presente no início do texto.
Passo 3: durante os parágrafos de desenvolvimento, você vai defender o seu
posicionamento diante desse tema, apresentando as razões para pensar dessa
maneira. Percebeu que não é só jogar todos os argumentos? Você precisa
amarrar e explicar tudo para que o leitor concorde com você e fique convencido.
Passo 4: após apresentar os argumentos, é hora de usar exemplos concretos
para evidenciar as questões levantadas. Recorra a dados estatísticos e casos
veiculados pela mídia para exemplificar.
Passo 5: você tem duas opções para fazer a conclusão:
 Você pode apresentar uma solução ao problema;
 Você pode reforçar o ponto de vista apresentado na introdução (sua tese), dando
força mais uma vez para seu posicionamento.
Quer mais uma dica? Procure utilizar apenas um parágrafo para a conclusão.
O que não fazer em uma redação dissertativa argumentativa?
Existem alguns detalhes que não são muito aconselhados na dissertação
argumentativa. Procure não estabelecer diálogo com o leitor e escreva sua
redação em 3ª pessoa.
Apesar de ser um texto opinativo, não coloque o pronome “eu” na dissertação.
Sabe aquelas frases “Eu acho que”, “Eu acredito que”, entre muitas outras?
Procure evitar.
Existe uma diferença muito grande entre artigo opinativo (quando o foco é a
sua opinião) e dissertações argumentativas (que o foco é a construção da linha
de raciocínio e defesa daquele ponto de vista).
Como começar um texto dissertativo argumentativo?