Você está na página 1de 19

INFORMÁTICA BÁSICA

ETAPA 4
CENTRO UNIVERSITÁRIO
LEONARDO DA VINCI
Rodovia BR 470, Km 71, nº 1.040, Bairro Benedito
89130-000 - INDAIAL/SC
www.uniasselvi.com.br

Curso sobre Informática Básica


Centro Universitário Leonardo da Vinci

Coordenação
Profª. Ms. Greisse Moser Badalotti

Autora
Profª. Ms. Greisse Moser Badalotti

Reitor da UNIASSELVI
Prof. Hermínio Kloch

Pró-Reitoria de Ensino de Graduação a Distância


Prof.ª Francieli Stano Torres

Pró-Reitor Operacional de Ensino de Graduação a Distância


Prof. Hermínio Kloch

Diagramação e Capa
Letícia Vitorino Jorge

Revisão
Fabiana Lange Brandes
José Roberto Rodrigues
SOFTWARE DE APRESENTAÇÃO

APRESENTAÇÃO

Toda forma de apresentação nada mais é do que mostrar resumidamente aquilo


que deve ser apreciado por uma ou mais pessoas. Como exemplo, a apresentação de
uma maquete, de um projeto, de um software, de uma aula, de um simpósio, enfim,
tornar verdadeiro o fato de que existe algo sendo mostrado para que alguém aprecie.

Os softwares de apresentação reúnem características semelhantes que permitem


trabalhar com slides isoladamente, podendo configurar da maneira que melhor for
necessário, possibilitando diversas formas de apresentação.

Prezado(a) acadêmico(a), vamos iniciar mais uma etapa do nosso estudo. Nesta
etapa estudaremos as funções básicas dos editores de apresentação, que são poderosas
ferramentas e permitem a criação, a edição e a manipulação de diversos tipos de slides,
através do uso de tabelas, imagens, clip-art, sons, entre outros objetos vinculados.
2 INFORMÁTICA BÁSICA
1 INICIANDO O EDITOR DE APRESENTAÇÃO

Alguns editores de apresentação abrem um quadro de diálogos assim que são


executados. Eles “sabem” que você quer trabalhar em uma apresentação, mas não sabem
ainda qual a apresentação.

Então, para auxiliar na elaboração da apresentação, o editor utiliza um recurso


que guia o usuário já nos primeiros passos. Esse recurso também é conhecido por
assistente ou wizard, sendo que algumas vezes também é representado por uma figura
ou desenho animado, e em geral pode ser ativado ou desativado.

Editores de apresentação como KeyNote, Impress e PowerPoint contam com


recursos similares.

1.1 CRIANDO APRESENTAÇÕES

Além de utilizar a opção de criar os slides, através da ferramenta autoconteúdo,


você poderá criar uma apresentação de outras formas. Os editores de apresentação
permitem que você abra uma nova apresentação totalmente em branco, deixando você
à vontade para criar do zero sua apresentação.

Alguns editores possibilitam o uso de modelos incorporados na biblioteca


de modelos do próprio software, com o objetivo de facilitar a criação dos slides de
apresentação.

1.2 INICIANDO UMA APRESENTAÇÃO EM BRANCO

Como visto anteriormente, você pode iniciar uma apresentação em branco


e acrescentar somente os itens desejados, obtendo o máximo controle sobre as suas
apresentações.

Em alguns editores, quando você incluir um novo slide, será apresentada uma
janela, conforme a figura a seguir, para que você selecione o layout desejado.

Copyright © UNIASSELVI 2016. Todos os direitos reservados.


INFORMÁTICA BÁSICA 3

FIGURA 1 – NOVO SLIDE

FONTE: A autora

1.3 MODELO DE APRESENTAÇÃO

Você pode criar uma nova apresentação a qualquer momento. Quando estiver
iniciando o editor ou quando já estiver trabalhando em uma apresentação.

Para iniciar uma nova apresentação, você precisará executar alguns passos, sendo
que em alguns editores esses passos serão somente pela barra de menus. A figura a
seguir ilustra esta ação e a lista de modelos oferecidos.

Copyright © UNIASSELVI 2016. Todos os direitos reservados.


4 INFORMÁTICA BÁSICA
FIGURA 2 – MODELOS

FONTE: A autora

Cuidado para não fazer confusão! Nova apresentação é um novo arquivo


utilizando o CTRL + O em alguns editores. Novo slide é criado: um novo slide dentro
do mesmo arquivo (CTRL + M). Geralmente o que mais utilizamos é inserir novos slides
dentro de uma apresentação.

2 SLIDES

Um slide é uma forma de mostrar as diversas etapas da apresentação. Podemos


operar com os slides como se estivéssemos trabalhando com páginas separadas, dentro
da apresentação.

2.1 MODO DE EXIBIÇÃO

É comum os editores de apresentação oferecerem diferentes modos de exibição


para ajudá-lo enquanto você cria uma apresentação. Os dois modos de exibição que
geralmente estão disponíveis para uso são o modo normal e o modo de classificação de
slides. Para alternar facilmente entre os modos de exibição, procure por botões iguais
ou similares aos mostrados na figura a seguir. No caso do PowerPoint encontra-se no
lado direito inferior da tela.

FIGURA 3 – MODOS DE EXIBIÇÃO

FONTE: A autora

Passando com o mouse sobre cada ícone você visualiza o nome do mesmo.

Copyright © UNIASSELVI 2016. Todos os direitos reservados.


INFORMÁTICA BÁSICA 5

• Modo Normal: o modo de apresentação normal contém três painéis: o painel de


estrutura de tópicos, o painel de slide e o painel de anotações. Esses painéis permitem
que você trabalhe em todos os aspectos da apresentação em um único local. Você
pode ajustar o tamanho dos diferentes painéis, arrastando suas bordas.
• Modo de Classificação de Slides: nesse modo você vê todos os slides da apresentação
na tela ao mesmo tempo, exibidos em miniaturas. Isso facilita a adição, exclusão e
movimentação de slides. Você poderá selecioná-los para executar determinadas tarefas.
• Modo de Apresentação de Slides: utilizado para verificar como está ficando a
apresentação em qualquer momento da edição. Esse modo é utilizado para a
apresentação final dos slides, e pode ser chamado também através da tecla F5.

2.2 INSERIR TEXTO NO SLIDE

Após criar uma apresentação, você precisa inserir as informações que deseja
apresentar. No modo de exibição Normal, você pode inserir.

Você sabia que alguns editores de apresentação permitem inserir objetos dentro
dos slides? Podemos inserir imagens, clipes, textos feitos em editores de texto e planilha
confeccionadas em planilhas eletrônicas. O mais importante é que, ao executarmos a
apresentação, podemos utilizar estes objetos como ferramentas normais de editoração.

A figura a seguir apresenta a janela de edição de slides de um editor de


apresentação.

FIGURA 4 – JANELA DO POWERPOINT

FONTE: A autora

Copyright © UNIASSELVI 2016. Todos os direitos reservados.


6 INFORMÁTICA BÁSICA
2.3 LISTAS COM NUMERAÇÃO E MARCADORES

Quando você inicia um texto para apresentação, o PowerPoint já inicia com uma
lista com marcadores na qual você também pode alterar para números no caminho
Página Inicial – Marcadores.

FIGURA 5 – EXEMPLO DE MARCADORES

FONTE: A autora

2.4 REORDENAR SLIDES

A ordem dos slides nos editores de apresentação pode ser facilmente alterada. Por
exemplo, você pode decidir que o segundo slide deva ser o primeiro na sua apresentação.

Para efetuar as alterações desta ordem, clique no slide correspondente que aparece
no painel de estrutura do lado esquerdo da tela principal, e, em seguida, mova arrastando
o segundo slide antes do primeiro.

2.5 SLIDE MESTRE

Alguns editores de apresentação possuem um tipo especial de slide, chamado


slide mestre. Esse slide controla certas características de texto, como o tipo, o tamanho e
a cor da fonte (texto mestre), a cor de plano de fundo e determinados efeitos especiais,
como o sombreamento e o estilo de marcador.

O slide mestre contém espaços reservados de texto e espaços reservados para


rodapés, como a data, a hora e o número do slide. Toda alteração padrão, que você
deseja ver em todos os slides, pode ser feita no slide mestre.

Para editar o slide mestre, você deve procurar na barra de menus pela opção de
exibição - slide mestre. Veja na figura a seguir um exemplo da apresentação da janela
slide mestre.

Copyright © UNIASSELVI 2016. Todos os direitos reservados.


INFORMÁTICA BÁSICA 7

FIGURA 6 – SLIDE MESTRE

FONTE: A autora

2.6 ESQUEMA DE CORES

Os esquemas de cores são conjuntos de cores coordenadas, que podem ser


usados na apresentação. Você também pode usá-los em gráficos e tabelas e para colorir
figuras adicionadas aos slides. Cada modelo de estrutura é fornecido com um conjunto
de esquemas de cores.

Depois que você aplica um esquema de cores, as cores ficam disponíveis para
todos os objetos da apresentação. Se você quer aplicar para apenas um slide, precisará
especificar ao editor que deseja aplicar somente naquele slide, ou então aplicar em todos.

Você encontra esta combinação de cores na aba chamada Design.

2.7 EFEITOS DE ANIMAÇÃO

Você quer dar mais vida à sua apresentação? Então utilize os efeitos de animação
que a maioria dos editores de apresentação oferece.

Para inserir os efeitos nos objetos selecionados, procure pela ferramenta de


animações ou por opções sobre animação na barra de menus do seu editor. Conforme
apresentado no exemplo da figura a seguir:

Copyright © UNIASSELVI 2016. Todos os direitos reservados.


8 INFORMÁTICA BÁSICA
FIGURA 7 – ANIMAÇÃO NO POWERPOINT

FONTE: A autora

Alguns editores possibilitam realizar a personalização da animação, dando mais


vida aos elementos dos slides. Esta opção oferece vários tipos de configurações para as
animações desejadas aos objetos. Em geral são oferecidas três possibilidades: entrada,
ênfase e saída.

Ao editar os efeitos em sua apresentação, tome cuidado para não utilizar efeitos
(sonoros ou gráficos) que podem distrair a audiência, em vez de fazê-la prender a
atenção nos pontos relevantes.

2.8 TRANSIÇÃO DE SLIDES

A transição de slides irá permitir que você faça a mudança automática dos slides
ou determine intervalos durante uma apresentação. Para que você possa adicionar a
transição de slides em uma apresentação, procure pela personalização da animação que
as configurações serão mostradas conforme a figura a seguir.

FIGURA 8 – PERSONALIZANDO A ANIMAÇÃO

FONTE: A autora

Para adicionar filmes, sons ou música em um slide, exiba o slide ao qual você

Copyright © UNIASSELVI 2016. Todos os direitos reservados.


INFORMÁTICA BÁSICA 9

deseja adicionar e em seguida escolha a opção correspondente Inserir Vídeo ou áudio na


barra de menus. Você pode selecionar a partir de uma galeria ou do arquivo desejado,
ou ainda gravar uma narração de sua apresentação. Sempre que um som ou filme for
inserido, um ícone será exibido no slide.

FIGURA 9 – SOM E VÍDEO

FONTE: A autora

2.9 APRESENTAÇÕES AUTOEXECUTÁVEIS

As apresentações autoexecutáveis são uma ótima maneira de passar informações


sem que seja preciso a instalação do editor de apresentação. Às vezes você precisa
configurar uma apresentação para ser executada de forma não assistida, em um estande
ou quiosque. Você pode configurar para que a maioria dos controles não fique disponível,
para que os usuários não possam fazer alterações na apresentação.

Uma apresentação autoexecutável é reiniciada ao ser concluída e também, quando


fica ociosa por mais de cinco minutos em um slide, avançando manualmente.

FIGURA 10 – CONFIGURAÇÃO APRESENTAÇÃO AUTOEXECUTÁVEL

FONTE: A autora

3 APRESENTANDO SLIDES

Como vimos anteriormente, podemos iniciar uma apresentação clicando no botão


Apresentação de slides ou pressionando a tecla F5 do teclado.

Para controlarmos o avanço e o retrocesso dos slides em uma apresentação


podemos utilizar a seguintes teclas:

Copyright © UNIASSELVI 2016. Todos os direitos reservados.


10 INFORMÁTICA BÁSICA
• Home: Primeiro slide;
• End: Último slide;
• PageUp: anterior;
• Esc: Finaliza a apresentação.

Você também pode utilizar os seguintes recursos para avançar os slides:

• Barra de espaço;
• Enter;
• PageDown;
• Seta para frente e seta para baixo;
• Botão esquerdo do mouse.

4 NA PRÁTICA

Agora vamos juntos desenvolver uma apresentação na ferramenta PowerPoint.


Primeiramente vamos alimentar os slides com informações para após fazermos as
formatações. Inicie o PowerPoint. No modo normal vamos adicionar um título à nossa
apresentação apenas digitando e inserir uma imagem representando a logo da empresa.
Para inserir uma imagem você deve clicar em Inserir – Imagem e localizar a imagem
desejada. Vejamos como ficaria nossa primeira tela:

FIGURA 11 – PRIMEIRA TELA DA APRESENTAÇÃO

FONTE: A autora

Vamos trabalhar em nossa segunda tela. Na segunda tela vamos definir o nome de
um pacote para nossa agência e locais que estaremos ofertando na promoção, conforme
exemplo de tela a seguir:

Copyright © UNIASSELVI 2016. Todos os direitos reservados.


INFORMÁTICA BÁSICA 11

FIGURA 12 – SEGUNDA TELA

.
.
.

FONTE: A autora

Do terceiro ao quinto slide, vamos descrever os principais pontos turísticos dos


destinos nos nossos pacotes, conforme telas a seguir:

FIGURA 13 – TERCEIRA TELA

FONTE: A autora

Copyright © UNIASSELVI 2016. Todos os direitos reservados.


12 INFORMÁTICA BÁSICA
FIGURA 14 – QUARTA TELA

FONTE: A autora

FIGURA 15 – QUINTA TELA

FONTE: A autora

No sexto slide vamos colocar os hotéis disponíveis e os serviços oferecidos,


conforme exemplo da tela a seguir:

Copyright © UNIASSELVI 2016. Todos os direitos reservados.


INFORMÁTICA BÁSICA 13

FIGURA 16 – SEXTA TELA

FONTE: A autora

No sétimo slide vamos destacar as formas de pagamento conforme exemplo a


seguir:

FIGURA 17 – SÉTIMA TELA

FONTE: A autora

Copyright © UNIASSELVI 2016. Todos os direitos reservados.


14 INFORMÁTICA BÁSICA
No último slide trabalharemos a forma de contato:

FIGURA 18 – OITAVA TELA

FONTE: A autora

Nossos slides já estão montados, agora vamos configurá-los para uma melhor
apresentação. Vamos iniciar colocando um plano de fundo, para isso você deve ir em
Design – Estilos de Plano de fundo, conforme figura a seguir:

FIGURA 19 – INSERINDO PLANO DE FUNDO

FONTE: A autora

Observe que no design você também encontra planos prontos nos quais já se pode
configurar também o tipo, tamanho e cor da fonte. Lembre-se: essa configuração será
adotada para todos os slides. Se você preferir, esses itens podem ser feitos separadamente,
a formatação de fonte ocorre da mesma forma que você aprendeu na etapa dos editores
de texto.

Depois que você escolher o plano de fundo que mais lhe agrada, vamos adicionar
uma transição em nossa apresentação. A transição nada mais é do que um efeito para
inicialização de cada slide. Para essa formatação você deve ir em Transições e escolher a
que mais lhe agrada, lembrando que este efeito é definido slide por slide. Se você deseja

Copyright © UNIASSELVI 2016. Todos os direitos reservados.


INFORMÁTICA BÁSICA 15

que todos os slides possuam a mesma transição, deve clicar aplicar a todos. Vejamos o
local de configuração:

FIGURA 20 – TRANSIÇÃO

FONTE: A autora

Agora que efetuamos a transição, vamos configurar as animações. Para colocar


animações o texto deve estar selecionado e você deve ir no caminho Animações e escolher
o que mais lhe agrada. Nesta ferramenta você também escolhe se quer que a animação
apareça apenas ao clicar ou se você quer que vá automaticamente.

FIGURA 21 – ANIMAÇÃO

FONTE: A autora

Para melhorar ainda mais sua apresentação, você conta com a ferramenta de
desenho, na qual você pode inserir formas, estilos de forma e estilos de WordArt.

FIGURA 22 – FERRAMENTA DESENHO

FONTE: A autora

E para sua segurança, antes de utilizar sua apresentação em público, você pode
testá-la através da ferramenta Apresentação de slides.

Copyright © UNIASSELVI 2016. Todos os direitos reservados.


16 INFORMÁTICA BÁSICA
FIGURA 23 – APRESENTAÇÃO DE SLIDES

FONTE: A autora

Uma dica muito importante: slides são formas de apresentação, portanto não
devemos enchê-los de textos longos, pois transformam-se em uma apresentação
cansativa e maçante.

Bons estudos!

Indicação do vídeo
https://www.youtube.com/watch?v=nLTuQI2KJA0

Copyright © UNIASSELVI 2016. Todos os direitos reservados.


Centro Universitário Leonardo da Vinci
Rodovia BR 470, km 71, n° 1.040, Bairro Benedito
Caixa postal n° 191 - CEP: 89.130-000 - lndaial-SC
Home-page: www.uniasselvi.com.br