Você está na página 1de 16

1

Bloco “Reza para Chover” – Brunno Lima – 02/03/2019


2
Bloco “Reza para Chover” – Brunno Lima – 02/03/2019

Bloco “Reza pra Chover”


Aluno:
___________________________________________________________________________________

IMPORTANTE!
As questões deste PDF serão corrigidas nas transmissões do Ressacão do Carnaval (que acontece na
quarta-feira de cinzas, dia 06 de março). Serão duas transmissões em que serão feitas as correções das
questões. Para participar, basta clicar nos links dos eventos abaixo disponibilizados:

Ressacão de Carnaval, às 14:00


e
Ressacão de Carnaval, às 19:00

Lembre-se de clicar em ‘Definir Lembrete’ na transmissão para receber um alerta do Youtube


quando a correção estiver começando 😊
3
Bloco “Reza para Chover” – Brunno Lima – 02/03/2019

QUESTÕES DE MATEMÁTICA

1) (INSTITUTO AOCP) A negação de “Todos os alunos vão gabaritar a prova de matemática” é


(A) “Todos os alunos não vão gabaritar a prova de matemática”.
(B) “Nenhum aluno vai gabaritar a prova de matemática”.
(C) “Existe apenas um aluno que não vai gabaritar a prova de matemática”.
(D) “Existe apenas um aluno que vai gabaritar a prova de matemática”.
(E) “Existem alunos que não vão gabaritar a prova de matemática”.

2) (CESGRANRIO) A respeito de um pequeno grupo indígena, um repórter afirmou: “todos os indivíduos do


grupo têm pelo menos 18 anos de idade”. Logo depois, descobriu-se que a afirmação a respeito da idade
dos indivíduos desse grupo não era verdadeira. Isso significa que
(A) todos os indivíduos do grupo têm mais de 18 anos de idade.
(B) pelo menos um indivíduo do grupo tem menos de 17 anos de idade.
(C) todos os indivíduos do grupo têm menos de 18 anos de idade.
(D) pelo menos um indivíduo do grupo tem mais de 18 anos de idade.
(E) pelo menos um indivíduo do grupo tem menos de 18 anos de idade.

3) (FUNCAB) A correta negação da proposição “Todos os cargos deste concurso são de médicos peritos” é:

(A) Alguns cargos deste concurso são de médicos peritos.


(B) Nenhum dos cargos deste concurso não são de médicos peritos.
(C) Os cargos deste concurso são ou de peritos ou de médicos.
(D) Existem cargos deste concurso que não são de médicos peritos.
(E) Existem cargos deste concurso que são de médicos peritos.

4) (FGV) Não é verdadeira a afirmação: “Nenhum motorista é maluco”. Isto significa que
(A) há, pelo menos, um motorista maluco.
(B) alguns malucos são motoristas.
(C) todos os motoristas são malucos.
(D) todos os malucos são motoristas.
(E) todos os motoristas não são malucos.

5) (INSTITUTO AOCP) Admita verdadeira a proposição “Se fosse fácil, não teria graça”. Assim, “se tem graça,
(A) não foi fácil”.
(B) foi fácil”.
(C) não foi difícil”.
(D) será difícil”.
(E) não tem graça”.

6) (AOCP) Assinale a alternativa que apresenta a negação da proposição “Lucas gosta de torta ou José gosta
de refrigerante”.

(A) “Lucas gosta de torta ou José não gosta de torta”.


(B) “Lucas gosta de torta se José não gostar de refrigerante”.
(C) “Lucas não gosta de torta ou José não gosta de refrigerante”.
(D) “Lucas não gosta de torta se, e somente se, José não gosta de refrigerante”.
(E) “Lucas não gosta de torta e José não gosta de refrigerante”.
4
Bloco “Reza para Chover” – Brunno Lima – 02/03/2019

7) (AOCP) A negação da proposição “sapo é anfíbio e rato não é felino” é


(A) “sapo é anfíbio ou rato é felino.”
(B) “sapo não é anfíbio então rato é felino.”
(C) “sapo não é anfíbio e rato é felino.”
(D) “sapo não é anfíbio e rato não é felino.”
(E) “sapo não é anfíbio ou rato é felino.”

8) (AOCP) A negação da proposição “cobra é réptil e cavalos não são dóceis” é


(A) “cobra é réptil ou cavalos são dóceis.”
(B) “cobra não é réptil ou cavalos são dóceis.”
(C) “cobra é réptil e cavalos são dóceis.”
(D) “cobra não é réptil e cavalos são dóceis.”
(E) “cobra é réptil ou cavalos não são dóceis.”

9) (AOCP) Considere a proposição p: Joana é enfermeira e a proposição q: José é médico. Assinale a


alternativa que apresenta a negação da frase “Joana é enfermeira e José é médico”.
(A) “Joana não é enfermeira ou José não é médico”.
(B) “Joana não é enfermeira e José não é médico”.
(C) “Se Joana não é enfermeira, então José não é médico”.
(D) “Joana não é enfermeira, se e somente se, José não é médico”.
(E) “Joana não é enfermeira e José é médico”.

10) (FUNDATEC) A negação da sentença: Se o projeto de lei não foi analisado pela comissão então a votação
ocorrerá após o recesso legislativo é:
a) Se o projeto de lei não foi analisado pela comissão, então a votação não ocorrerá após o recesso legislativo.
b) Se o projeto de lei foi analisado pela comissão, então a votação não ocorrerá após o recesso legislativo.
c) O projeto de lei foi analisado pela comissão e a votação não ocorrerá após o recesso legislativo.
d) O projeto de lei não foi analisado pela comissão e a votação não ocorrerá após o recesso legislativo.
e) O projeto de lei foi analisado pela comissão e a votação ocorrerá após o recesso legislativo

11) (CESGRANRIO) Dado um número inteiro qualquer, então, ou ele é par, ou é ímpar. Diante dessa
premissa, considere a seguinte sentença: Se dois números inteiros são pares, então a soma desses números
é um número inteiro par. Essa sentença é logicamente equivalente à sentença

(A) Se dois números inteiros são ímpares, então, a soma desses números é um número inteiro ímpar.
(B) Se algum entre dois números é ímpar, então, a soma desses números é ímpar.
(C) Se a soma de dois números inteiros é ímpar, então, algum desses números é ímpar.
(D) Se a soma de dois números é ímpar, então, esses dois números são ímpares.
(E) Se a soma de dois números é par, então, esses dois números são pares.

12) (IBADE) A negação lógica da sentença “se estou de dieta, então fecho a boca” é:
(A) Se não estou de dieta, então não fecho a boca.
(B) Se estou de dieta, então não fecho a boca.
(C) Estou de dieta e não fecho a boca.
(D) Se fecho a boca, então estou de dieta.
(E) Estou de dieta ou não fecho a boca.
5
Bloco “Reza para Chover” – Brunno Lima – 02/03/2019

13) (VUNESP) Uma afirmação logicamente equivalente à afirmação: ‘Se planto no tempo certo, então a
colheita é melhor’, é:

(A) Ou planto no tempo certo ou a colheita é melhor.


(B) Não planto no tempo certo e a colheita é melhor.
(C) Se não planto no tempo certo, então a colheita não é melhor.
(D) A colheita é melhor ou não planto no tempo certo.
(E) Se a colheita é melhor, então planto no tempo certo.

14) (COPS-UEL) Se o sol se põe, então eu me sento no velho e arruinado cais do rio e sinto toda aquela terra
crua e rude. (Adaptado de: K. J. On the road – Pé na estrada. Tradução de Eduardo Bueno. Porto Alegre: L&PM, 2004.)
Considerando as ações da personagem implicadas pelo anoitecer, assinale a alternativa que apresenta,
corretamente, uma equivalência lógica com o descrito pelo texto.
(A) Se o sol não se põe, então não me sento no velho e arruinado cais do rio e não sinto toda aquela terra crua e rude.
(B) Se o sol não se põe, então me sento no velho e arruinado cais do rio, mas não sinto toda aquela terra crua e rude.
(C) Se não me sento no velho e arruinado cais do rio, então não sinto toda aquela terra crua e rude e o sol não se põe.
(D) Se não me sento no velho e arruinado cais do rio e se não sinto toda aquela terra crua e rude, então o sol não se põe.
(E) Se não me sento no velho e arruinado cais do rio ou se não sinto toda aquela terra crua e rude, então o sol não se põe.

15) (VUNESP) Os pontos N e O pertencem aos lados de um quadrado JKLM, determinando o paralelogramo
1
KNMO cuja área é igual a da área do quadrado, conforme a figura.
3

Se a medida do lado do quadrado é 6 cm, o perímetro do paralelogramo, em cm, é igual a

(A) 2 + 2√13
(B) 2 + 4√13
(C) 4 + √13
(D) 4 + 2√13
(E) 4 + 4√13
16) (VUNESP) Considere as regiões retangulares M e N, mostradas nas figuras, cujas dimensões estão
indicadas em metros.

Sabendo-se que as regiões M e N têm perímetros iguais, é correto afirmar que a área da região N é superior
à área da região M em:
(A) 15%
(B) 18%
(C) 20%
(D) 25%
(E) 28%
6
Bloco “Reza para Chover” – Brunno Lima – 02/03/2019

17) (VUNESP) Um canteiro para rosas, com a forma do triângulo retângulo ABC, tem área de 54 𝒎𝟐 . Sabe-se
que uma placa, com informações sobre as espécies cultivadas, está posicionada no ponto D, distante 3,5 m
do ponto B, e que outra placa, também com informações sobre as espécies cultivadas, está posicionada no
ponto E, distante 4,5 m do ponto C, conforme mostra a figura, com dimensões indicadas em metros.

A distância entre as duas placas, indicada por y na figura, é de


(A) 7,5 m.
(B) 7 m.
(C) 6,5 m.
(D) 6 m.
(E) 5,5 m.

18) (VUNESP) A medida do comprimento de um terreno retangular é o triplo da medida de sua largura,
conforme indica a figura, cujas medidas estão em metros.

Sabendo que a área desse terreno é 192 𝒎𝟐 , a medida de seu comprimento é

(A) 12 m.
(B) 15 m.
(C) 18 m.
(D) 21 m.
(E) 24 m.

19) (VUNESP) Uma peça maciça de madeira, no formato de um prisma reto, tem suas medidas, em
centímetros, indicadas na figura.

Sabendo que o volume dessa peça é 144 𝒄𝒎𝟑 , a medida de sua altura, indicada na figura por 2x, é

(A) 18 cm.
(B) 16 cm.
(C) 14 cm.
(D) 12 cm.
(E) 6 cm.
7
Bloco “Reza para Chover” – Brunno Lima – 02/03/2019

20) (INAZ DO PARÁ) Diz-se que duas preposições são equivalentes entre si quando elas possuem o mesmo
valor lógico. A sentença logicamente equivalente a: “Se Maria é médica, então Victor é professor” é:
(A) Se Victor não é professor então Maria não é médica
(B) Se Maria não é médica então Victor não é professor
(C) Se Victor é professor, Maria é médica
(D) Se Maria é médica ou Victor é professor
(E) Se Maria é médica ou Victor não é professor

21) (INAZ DO PARÁ) Em uma escola pública do Estado do Paraná, os alunos do terceiro ano estavam fazendo
uma prova de matemática, quando Pedro fez uma pergunta ao professor em relação aos valores de A e B
em umas das questões. Ana, que estava distante de Pedro, não ouviu a pergunta que ele fez, mas ouviu a
resposta do professor quando afirmou a Pedro: Se A ≠ 3, então B = 5. Sabendo que o professor sempre fala
a verdade, Ana pôde concluir certamente que:

(A) A ≠ 3 e B = 5
(B) Se A = 3, então B ≠ 5
(C) Se B = 5, então A ≠ 3
(D) A = 3 ou B = 5
(E) Se A ≠ 3, então B ≠ 5

22) (INAZ DO PARÁ) Qual é a alternativa que apresenta a equivalência da proposição:


“Se o pai fala inglês, então o filho fala francês”.
(A) “Se o pai não fala inglês, então o filho não fala francês”.
(B) “O pai não fala inglês e o filho fala francês”.
(C) “O pai não fala inglês ou o filho fala francês”.
(D) “O pai fala francês e o filho fala inglês”.
(E) “O pai não fala francês e o filho não fala inglês”.

23) (INAZ DO PARÁ) Considere a proposição:


“Maria é farmacêutica e Maria está trabalhando”
Sabendo que esta proposição é falsa, é correto afirmar que

(A) “Maria não é farmacêutica ou Maria não está trabalhando”.


(B) “Maria é farmacêutica e Maria não está trabalhando”.
(C) “Se Maria é farmacêutica, então Maria está trabalhando”.
(D) “Se Maria está trabalhando, então Maria é farmacêutica”.
(E) “Maria não é farmacêutica e Maria não está trabalhando”.

24) (INAZ DO PARÁ) Dizer que Cláudio ingressará no Banpará por concurso público para Técnico Bancário
ou André não mora em Belém é logicamente equivalente a dizer que:

(A) Se André não mora em Belém, então Cláudio ingressará no Banpará por concurso público para Técnico Bancário.
(B) Se André mora em Belém, então Cláudio não ingressará no Banpará por concurso público para Técnico Bancário.
(C) Se Cláudio ingressa no Banpará por concurso público para Técnico Bancário, então André não mora em Belém.
(D) Se Cláudio não ingressa no Banpará por concurso público para Técnico Bancário, então André não mora em Belém.
(E) Se Cláudio não ingressa no Banpará por concurso público para Técnico Bancário, então não é verdade que André não
mora em Belém.
8
Bloco “Reza para Chover” – Brunno Lima – 02/03/2019

25) (FUNCAB) Considere a afirmação:


Existem agentes administrativos da SUDECO que não são concursados.

Se essa afirmação é falsa, então é verdade que:


(A) Nenhum aluno gosta de matemática.
(B) Existem alunos que gostam de matemática.
(C) Existem alunos que não gostam de matemática.
(D) Pelo menos um aluno gosta de matemática.
(E) Apenas um aluno não gosta de matemática.

26) (FGV) Considere a sentença:


“Todo agente penitenciário é do sexo masculino”.
Um contra‐exemplo para essa sentença é:
(A) João, que é do sexo masculino e não é agente penitenciário.
(B) Maria, que é do sexo feminino e não é agente penitenciário.
(C) Miguel, que é do sexo masculino e é agente penitenciário.
(D) Amanda, que é do sexo feminino e é agente penitenciário.
(E) Débora, que não é do sexo masculino e não é agente penitenciário.

27) (FUNCAB) Se é verdade que “pelo menos um candidato gosta de estudar”, então sua negação será:
(A) pelo menos um candidato não gosta de estudar.
(B) nem todos os candidatos gostam de estudar.
(C) todos os candidatos não gostam de estudar.
(D) existe um candidato que gosta de estudar.
(E) todos os candidatos gostam de estudar.

28) (FCC) Ao ser questionado por seus alunos sobre a justiça da avaliação final de seu curso, um professor
fez a seguinte afirmação: “Não é verdade que todos os alunos que estudaram foram reprovados”.
Considerando verdadeira a afirmação do professor, pode-se concluir que, necessariamente,
(A) pelo menos um aluno que estudou não foi reprovado.
(B) todos os alunos que estudaram não foram reprovados.
(C) pelo menos um aluno que não estudou foi reprovado.
(D) todos os alunos que não estudaram foram reprovados.
(E) somente alunos que não estudaram foram reprovados.

29) (CESGRANRIO) Qual é a negação de “Todos os candidatos desse concurso têm mais de 18 anos”?
(A) Todos os candidatos desse concurso têm menos de 18 anos.
(B) Pelo menos um candidato desse concurso tem menos de 18 anos.
(C) Pelo menos um candidato desse concurso tem 18 anos ou menos.
(D) Nenhum candidato desse concurso tem menos de 18 anos.
(E) Nenhum candidato tem exatamente 18 anos.

30) (AOCP) Dentre as alternativas a seguir, são proposições lógicas, EXCETO


(A) Boa sorte com a sua prova!
(B) Uma criança sempre diz a verdade.
(C) 5x2=10
(D) À noite, todos os gatos são pardos.
(E) O número 18 é ímpar.
9
Bloco “Reza para Chover” – Brunno Lima – 02/03/2019

31) (AOCP) Considere que (p), (q) e (r) sejam proposições lógicas e que V e F são abreviações para os valores
lógicos verdadeiro e falso, respectivamente. Além disso, considere que os símbolos ˅, ˄, → e ¬
representam a disjunção, conjunção, condicional e negação lógicas, respectivamente. Assinale a
alternativa correta a respeito das proposições compostas.
(A) Se (p) é V e (q) é F, então (p ˅ q) é F.
(B) Se (p) é V, (q) é F e (r) é V, então ( (¬ p ˄ ¬ q) ˅ r ) é V.
(C) Se (p) é V e (q) é V, então (p → q) é F.
(D) (p ˅ ¬ p) é F sempre que (p) for F.
(E) Se (p → q) e (q → r), então (r → p).

32) (AOCP) Considere a afirmação condicional: “Se Mariana atende o telefone, então Paulo não está em casa
ou Paulo está ocupado”. Se essa afirmação condicional é falsa, então:
(A) “Mariana atende o telefone, Paulo está em casa e não está ocupado.”
(B) “Mariana não atende o telefone, Paulo está em casa e não está ocupado.”
(C) “Mariana atende o telefone e Paulo está em casa.”
(D) “Mariana atende o telefone, Paulo não está em casa e Paul o está ocupado.”
(E) “Mariana não atende o telefone e Paulo está em casa ou Paulo não está ocupado.”

33) (AOCP) A disjunção (inclusiva) entre duas proposições compostas tem valor falso se
(A) ambas as proposições lógicas tiverem valor verdadeiro.
(B) o valor lógico de pelo menos uma das proposições for falso.
(C) o valor lógico de exatamente uma das proposições for verdadeiro .
(D) ambas as proposições lógicas tiverem valor falso.
(E) o valor lógico de pelo menos uma das proposições for verdadeiro.

34) (IADES) A figura apresenta os pontos A, B e C sobre um segmento de reta, e os pontos D, E e F sobre
outro segmento de reta. Quantos triângulos existem com vértices em 3 desses 6 pontos?
(A) 20
(B) 118
(C) 9
(D) 120
(E) 18

35) (IADES) A senha de determinado computador é um número de quatro algarismos distintos formado por
elementos do conjunto {1, 2, 4, 5, 8, 9}. Nesse caso, o número de senhas diferentes possíveis é igual a
(A) 64 .
(B) 360.
(C) 46 .
(D) 15.
(E) 6.
10
Bloco “Reza para Chover” – Brunno Lima – 02/03/2019

36) (IADES) Para se formar uma equipe de trabalho, necessita-se de 3 fiscais, 4 auxiliares e 2 motoristas.
Em um grupo de 10 pessoas, metade se candidata ao cargo de fiscal e a outra metade, ao cargo de auxiliar.
Todos os 10 indivíduos estão habilitados para dirigir e podem assumir o cargo de motorista. Nessas
condições, qual o número de equipes diferentes que podem ser formadas?
(A) 57
(B) 35 45
(C) 2.250
(D) 150
(E) 950

37) (IADES) Para montar uma equipe, dispõe-se de 6 técnicos, 4 enfermeiros e 2 médicos. A equipe deve ter
1 médico, 2 enfermeiros e 3 técnicos. Quanto ao número de equipes diferentes que podem ser montadas,
assinale a alternativa correta.
(A) 1.440
(B) 40
(C) 48
(D) 120
(E) 240

38) (INSTITUTO AOCP) Se a proposição “João é mais velho que Paulo” é falsa, então podemos afirmar com
certeza que
(A) “João é mais novo que Paulo”.
(B) “João tem a mesma idade que Paulo”.
(C) “Paulo é mais velho que João”.
(D) “Paulo é mais novo que João”.
(E) “João não é mais velho que Paulo”.

39) (INSTITUTO AOCP) Se a proposição simples “P” é verdadeira e a proposição simples “Q” é falsa, podemos
dizer que as proposições compostas “P e Q”, “P ou Q” e “se P, então Q” são, respectivamente:

(A) Falsa, Falsa, Falsa.


(B) Falsa, Verdadeira, Falsa.
(C) Falsa, Verdadeira, Verdadeira.
(D) Falsa, Falsa, Verdadeira.
(E) Verdadeira, Falsa, Falsa.

40) (INSTITUTO AOCP) Ao estabelecermos uma proposição P composta por 9 proposições simples, todas
interligadas exclusivamente pelo conectivo lógico “e”, sabemos que P será verdadeira se e somente se
(A) nenhuma das proposições simples for verdadeira.
(B) todas as proposições simples forem verdadeiras.
(C) tivermos 5 proposições simples verdadeiras e 4 falsas.
(D) tivermos 5 proposições simples falsas e 4 verdadeiras.
(E) uma proposição simples for falsa.

41) (AOCP) No caso da proposição composta pela disjunção exclusiva das proposições simples P e Q (P V Q), temos que
(A) basta que P seja verdadeira para que P V Q também seja.
(B) basta que Q seja verdadeira para que P V Q também seja.
(C) P e Q devem ser verdadeiras (simultaneamente) para que P V Q também seja.
(D) uma das proposições deve ser verdadeira e a outra falsa para que P V Q seja verdadeira.
(E) P e Q devem ser falsas (simultaneamente) para que P V Q seja verdadeira.

42) (AOCP) Para que uma proposição composta “P ou Q ou R” seja falsa, devemos ter
11
Bloco “Reza para Chover” – Brunno Lima – 02/03/2019

(A) exatamente duas falsas.


(B) exatamente três falsas.
(C) apenas R falsa.
(D) apenas Q falsa.
(E) apenas P falsa.

43) (AOCP) Considerando a proposição composta (𝑝 ↔ 𝑟), é correto afirmar que

(A) a proposição composta é falsa apenas se p for falsa.


(B) a proposição composta é falsa apenas se r for falsa.
(C) para que a proposição composta seja verdadeira é necessário que p e r tenham valores lógicos iguais.
(D) para que a proposição composta seja verdadeira é necessário que p e r tenham valores lógicos diferentes.
(E) para que a proposição composta seja falsa é necessário que ambas, p e r sejam falsas.

44) (AOCP) Considerando a proposição composta (𝑝 ∨ 𝑟), é correto afirmar que

(A) a proposição composta é falsa se apenas p for falsa.


(B) a proposição composta é falsa se apenas r for falsa.
(C) para que a proposição composta seja verdadeira é necessário que ambas, p e r sejam verdadeiras.
(D) para que a proposição composta seja verdadeira é necessário que ambas, p e r sejam falsas.
(E) para que a proposição composta seja falsa é necessário que ambas, p e r sejam falsas.

45) (AOCP) Sabendo que as proposições p, q e r têm valores lógicos, respectivamente, V, V e F, assinale a
proposição composta a seguir que tenha F como valor lógico.
(A) (~𝑝 ∨ 𝑞) → ~𝑟
(B) (𝑝 ∨ 𝑟) → ~𝑟
(C) (𝑝 ∧ 𝑟) → 𝑞
(D) 𝑟 → 𝑝 ∧ 𝑟
(E) 𝑝 → 𝑞 ∧ 𝑟

46) (AOCP) Considere as proposições a seguir:


p: “Gosto de praticar esportes.”
q: “Não gosto de ficar em casa.”
A sentença “Não gosto de praticar esportes e gosto de ficar em casa” é verdadeira quando
(A) ~p é falsa e ~q é verdadeira.
(B) p é falsa e ~q é falsa.
(C) p é verdadeira e q é falsa.
(D) ~p é verdadeira e q é verdadeira.
(E) ~p é verdadeira e q é falsa.

47) (AOCP) Sabendo que a proposição “João está feliz e João passou no concurso” é falsa, é correto afirmar
que

(A) “João não está feliz ou João não passou no concurso”.


(B) “João está feliz”.
(C) “João passou no concurso”.
(D) “Se João está feliz, então João passa”.
(E) “Se João passa, então João está feliz”.
12
Bloco “Reza para Chover” – Brunno Lima – 02/03/2019

48) (AOCP) Sabendo que a implicação “Se a canoa não virar, eu chego lá” é falsa, então,
(A) “A canoa vira”.
(B) “Eu chego, independente da canoa”.
(C) “A canoa vira e eu chego”.
(D) “A canoa não virou e eu não cheguei”.
(E) “Se não virar a canoa, eu não chego”.

49) (AOCP) A proposição ~(𝑝 ∨ 𝑞) é equivalente a

(A) ~𝑝 ∨ ~𝑞
(B) ~𝑝 ∨ 𝑞
(C) ~𝑞 ∧ 𝑝
(D) 𝑞 ∧ 𝑝
(E) ~𝑝 ∧ ~𝑞

50) (AOCP) Sabendo que a proposição “Pedro gosta ou Pedro some” é falsa, então
(A) “Pedro gosta e Pedro some”.
(B) “Pedro gosta e Pedro não some”.
(C) “Pedro não gosta e Pedro some”.
(D) “Pedro não gosta e Pedro não some”.
(E) “Pedro some e Pedro gosta”.

51) (AOCP) A proposição 𝑝 → 𝑞 é equivalente a

(A) ~𝑝 → ~𝑞.
(B) ~𝑝 ∨ 𝑞.
(C) ~𝑞 ∧ 𝑝.
(D) 𝑞 ⟶ 𝑝.
(E) ~𝑝 → 𝑞.

52) (AOCP) A implicação “Se chover, pedras irão rolar” é falsa. Então
(A) não choveu.
(B) pedras rolam na chuva.
(C) não choveu e as pedras não rolaram.
(D) chove e as pedras não rolam.
(E) a chuva faz as pedras rolarem.

53) (AOCP) Considere as proposições: p = “Ana gosta de frutas” e q = “A lâmpada está acesa”. Assim, a
proposição ~(𝑝 ∨ 𝑞) é equivalente a

(A) Ana não gosta de frutas e a lâmpada está acesa.


(B) Ana gosta de frutas, mas a lâmpada não está acesa.
(C) Ana gosta de frutas e a lâmpada não está acesa.
(D) Ana não gosta de frutas ou a lâmpada está acesa.
(E) Ana não gosta de frutas e a lâmpada não está acesa.
54) (AOCP) A negação da proposição: “Se o aluno não aprende, a culpa é do professor” é equivalente a
(A) O aluno não aprende e a culpa é do professor.
(B) O aluno aprende e a culpa não é do professor.
(C) O aluno aprende e a culpa é do professor.
(D) O aluno não aprende e a culpa não é do professor.
(E) Se o aluno não aprende, a culpa não é do professor.
13
Bloco “Reza para Chover” – Brunno Lima – 02/03/2019

55) (FGV) Em uma urna há duas bolas pretas e duas bolas brancas. Ana retira, aleatoriamente e sem
reposição, duas bolas da urna, e Beatriz retira as duas bolas que sobraram.
A probabilidade de Beatriz retirar duas bolas da mesma cor é:
1
(A) ;
2
1
(B) ;
3
1
(C) ;
4
1
(D) ;
5
1
(E) .
6

56) (FGV) Em uma urna há quatro bolas brancas e duas bolas pretas. Retiram-se, sucessivamente e sem
reposição, duas bolas da urna. A probabilidade de as duas bolas retiradas serem da mesma cor é:
7
(A) ;
15
8
(B) ;
15
2
(C) ;
3
1
(D) ;
3
1
(E) .
2

57) (FGV) Um ciclo completo de um determinado semáforo é de um minuto e meio. A cada ciclo o semáforo
fica vermelho 30 segundos, em seguida fica laranja 10 segundos e, por fim, fica verde 50 segundos.
Escolhido um instante de tempo ao acaso, a probabilidade de que neste instante de tempo o semáforo NÃO
esteja fechado, isto é, NÃO esteja vermelho, é:
1
(A) ;
9
2
(B) ;
9
1
(C) ;
3
4
(D) ;
9
2
(E) .
3

58) (FGV) O quadro a seguir mostra a distribuição das idades dos funcionários de certa repartição pública:

Escolhendo ao acaso um desses funcionários, a probabilidade de que ele tenha mais de 40 anos é:
(A) 30%;
(B) 35%;
(C) 40%;
(D) 45%;
(E) 55%.
14
Bloco “Reza para Chover” – Brunno Lima – 02/03/2019

59) (FGV) Uma urna contém apenas bolas brancas e bolas pretas. São vinte bolas ao todo e a probabilidade
1
de uma bola retirada aleatoriamente da urna ser branca é .
5
Duas bolas são retiradas da urna sucessivamente e sem reposição.
A probabilidade de as duas bolas retiradas serem pretas é:
16
(A) ;
25
16
(B) ;
19
12
(C) ;
19
4
(D) ;
5
3
(E) .
5

60) (AOCP) Em uma empresa de informática, trabalham 3 funcionários: José, Antônio e João. Eles foram
incumbidos de realizar juntos, em equipe, um back-up no computador central desta empresa. Considere as
seguintes afirmações:

I. Antônio fez o back-up.


II. José e João fizeram o back-up.
III. Se João não fez o back-up, então Antônio também não o fez.

Sabendo que as afirmações I e III são verdadeiras e que a afirmação II é falsa, é correto afirmar que
(A) José não fez o back-up.
(B) Somente José fez o back-up.
(C) José e João não fizeram o back-up.
(D) Somente Antônio fez o back-up.
(E) José e Antônio fizeram o back-up.

61) (AOCP) Considere as três afirmações a seguir:


I. Se João não vai à escola, então Maria vai ao supermercado.
II. Se Maria vai ao supermercado, então Clara não fica em casa.
III. Se Clara não fica em casa, então Pedro vai trabalhar.

Sabendo que Pedro não vai trabalhar, então é correto afirmar que
(A) Clara não fica em casa.
(B) Maria vai ao supermercado.
(C) João vai à escola.
(D) João não vai à escola.
(E) Clara vai ao supermercado.

62) (INSTITUTO AOCP) Se o método é inovador, eu compro. Se eu compro, cobro por resultados. Se cobro
por resultados, sinto-me melhor. Ora, não me sinto melhor, então
(A) o método não é inovador.
(B) os resultados são certos.
(C) eu cobro por resultados.
(D) eu me sinto melhor.
(E) eu compro.
15
Bloco “Reza para Chover” – Brunno Lima – 02/03/2019

63) (AOCP) Se Pedro confessar o crime, será preso. Se Pedro for preso, será julgado. Se Pedro for julgado,
será condenado. Se Pedro for condenado, perderá a confiança de todos. Se Pedro perder a confiança de
todos, terá que se desculpar. Ora, Pedro não se desculpou, então
(A) Pedro foi condenado.
(B) Pedro foi julgado.
(C) Pedro não confessou o crime.
(D) Pedro confessou o crime.
(E) Pedro foi preso.

64) (AOCP) Considere o seguinte arranjo entre amigos:

Se Lucia almoça no restaurante, José almoça em casa.


Se José almoça em casa, Carla almoça no restaurante.
Se Carla almoça no restaurante, João almoça em casa.

Dessa maneira, se João almoçou no restaurante, podemos afirmar que


(A) José almoçou em casa.
(B) Carla almoçou no restaurante.
(C) Lucia e Carla almoçaram no restaurante.
(D) Lucia não almoçou no restaurante e Carla almoçou no restaurante.
(E) Lucia não almoçou no restaurante e José não almoçou em casa.
16
Bloco “Reza para Chover” – Brunno Lima – 02/03/2019

Não é assinante?
Confira nossos planos, tenha acesso a milhares de cursos e participe
gratuitamente dos projetos exclusivos para alunos assinantes. Trilhas,
Monitorias, Simulados, e muito mais... Clique no banner!

https://www.estrategiaconcursos.com.br/assinaturas/