Você está na página 1de 12

Mini-Curso Básico de Viola Caipira

Guia de introdução para o estudo do Viola Caipira

Capítulo 2: Notação Musical e sistema de Cifragem

Para usarmos este método, deveremos aprender um pouco sobre o sistema


de cifragem. A notação musical é posterior à linguagem, e surgiu pela
necessidade de preservar e de transmitir as manifestações musicais sem as
imprecisões e os inconvenientes da transmissão oral. Os gregos, já antes de
Pitágoras ( portantoanteriormente ao século V A.C. ), tinham desenvolvido
um sistema de notação baseado nas letras do alfabeto. Os romanos,
herdeiros da cultura e, portanto, da música grega, reduziram a notação
( que compeendia 15 letras ) a apenas 7. Como a escala grega começava
pela nota que hoje chamamos de La, ficou assim essa redução:

Esta denominação se conservou intacta através dos séculos até nossos dias
e até hoje ainda é usada preferencialmente, nos países de língua inglesa e
na Alemanha. O sistema de cifragem para designar acordes de
acompanhamento usado em todo o mundo emprega essa notação. Junto
destas letras também são usados alguns sinal denominados acidentes:

# (sustenido) - aumenta a nota em 1 semitom

b ( bemol ) - diminui a nota em 1 semitom

x ( dobrado sustenido) aumenta a nota em 1 tom

bb ( dobrado bemol ) diminui a nota em 1 tom

Para explicarmos a palavra TOM e SEMITOM, vamos pegar por base as


teclas de um piano:
A notação musical ocidental ( que é diferente da oriental ) possui 12
semitons. Isso pode ser percebido quando você vai de uma tecla branca
para uma tecla preta que vem em seguida. Por exemplo: DO e DO#, DO# e
RE, MI e FA. Para termos um semitom, apenas andamos uma tecla para
frente ou para trás. Já para termos 1 TOM, precisamos de 2 semitons, ou
seja, andarmos 2 teclas para frente. Por exemplo: DO e RE, MI e FA#, SOL e
LA. Para achar estas distâncias no braço da viola, basta imaginar que para
cada tecla, você tem 1 casa:

Capítulo 3: Afinações da Viola Caipira

Agora que já temos noção de leitura de cifras, podemos falar sobre algumas
afinações utilizadas na viola.

A viola caipira é um instrumento que diferente do violão, utiliza diversas


afinações: cebolão, rio abaixo,rio acima, natural, entre outras. Para o nosso
método, iremos usar a afinação CEBOLÃO EM MI MAIOR.

Para uma perfeita afinação em sua viola, sugerimos a aquisição de um


afinador eletrônico ou diapasão.

Uma boa afinação é necessário para se tocar em grupo. Imagine se cada um


em um grupo afinar seu instrumento de "qualquer jeito".. Para isso
emprega-se o La (440 Hz )que é o Lá do diapasão.
Sabendo a afinação da viola, seremos capazes então de saber o nome da
nota em cada casa do instrumento.

Por exemplo:

Uma boa sugestão de estudo é desenhar o braço do instrumento e fazer


como o exemplo acima, corda por corda, assim ficará mais fácil visualizar as
notas quando for necessário.

Vamos então entrar em nosso primeiro ritmo que é o CURURU:

• CURURU

O cururu é um rítimo bastante usado na música caipira. Nasceu quando o


Jesuíta para ensinar catequese aos índios faziam uma festa chamada de
"Festa da Santa Cruz". O Índio, por não conseguir falar a palavra cruz, dizia
"curuz" e com o tempo o ritmo ganhou o nome de cururu. Há vários tipos de
cururu, como o piracicabano, por exemplo que é um desafio feito entre os
violeiros assim como as emboladas. No nosso caso, cururu é um ritmo
básico da viola que veremos a seguir. Exemplos de músicas com este ritmo:

A VACA JÁ FOI PRO BREJO ( de Tião Carreiro e Pardinho )

CANOEIRO ( de Zé Carreiro e Carreirinho )

SAUDADES DE ARARAQUARA ( de Zé Carreiro e Carreirinho )

PEITO SADIO ( de Zé Carreiro e Carreirinho )

MENINO DA PORTEIRA ( de Luizinho e Limeira )

PESCADOR E CATIREIRO ( de Cacique e Pagé )

O rítmo está expresso pelo seguinte desenho:


P significa polegar, e a seta indica descer o polegar

I significa indicador, e a seta indica subir com o indicador

R sifnifica rasqueado, e a seta indica descer com rasqueado. O rasqueado é


feito com a parte da frente da mão, descendo com a ponta das unhas sobre
a corda. Visa um som mais forte do instrumento.

Escute as músicas indicadas acima e procure treinar o ritmo para que o


mesmo tenha o andamento certo. A seguir vem algumas músicas cifradas
para você tocar com este ritmo. Segue também um glossário de acordes
para você poder tocá-las:
O MENINO DA PORTEIRA
( De Teddy Vieira e Luizinho )
TOM : A
INTROD : A E7 A E7
RITMO: CURURU

A E7

TODA VEZ QUE VIAJAVA PELA ESTRADA DE OURO FINO

DE LONGE EU AVISTAVA A FIGURA DE UM MENINO

E7

QUE CORRIA ABRIR A PORTEIRA / DEPOIS VINHA ME PEDINDO


D E7 A

TOQUE O BERRANTE SEU MOÇO QUE É PRÁ EU FICAR OUVINDO

D E7

QUANDO A BOIADA PASSAVA E APOEIRA IA BAIXANDO

EU JOGAVA UMA MOEDA E ELE SAIA PULANDO

E7

OBRIGADO BOIADEIRO QUE DEUS VÁ LHE ACOMPANHANDO

D E7 A

PRÁ AQUELE SERTÃO AFORA MEU BERRANTE IA TOCANDO.

E7

NO CAMINHO DESTA VIDA MUITO ESPINHO EU ENCONTREI

MAS NENHUM CALOU MAIS FUNDO DO QUE ISSO QUE EU PASSEI

E7

NA MINHA VIAGEM DE VOLTA QUALQUER COISA EU CISMEI

D E7 A

VENDO A PORTEIRA FECHADA / O MENINO EU NÃO AVISTEI

D E7

APEEI DO MEU CAVALO NUM RANCHINHO À BEIRA CHÃO

VI UMA MULHER CHORANDO QUIS SABER QUAL A RAZÃO

E7

BOIADEIRO VEIO TARDE VEJA A CRUZ NO ESTRADÃO

D E7 A

QUEM MATOU O MEU FILHINHO FOI UM BOI SEM CORAÇÃO

E7

LÁ PRÁS BANDAS DE OURO FINO LEVANDO GADO SELVAGEM


A

QUANDO EU PASSO NA PORTEIRA ATÉ VEJO A SUA IMAGEM

E7

O SEU RANGIDO TÃO TRISTE MAS PARECE UMA MENSAGEM

D E7 A

DAQUELE ROSTO TRIGUEIRO DESEJANDO-ME BOA VIAGEM

D E7

A CRUZINHA DO ESTRADÃO DO MEU PENSAMENTO NÃO SAI

EU JÁ FIZ UM JURAMENTO QUE NÃO ESQUEÇO JAMAIS

E7

NEM QUE O MEU GADO ESTOURE, QUE EU PRECISE IR ATRÁS

D E7 A

NESTE PEDAÇO DE CHÃO , BERRANTE EU NÃO TOCO MAIS.

ENCONTRO DAS BANDEIRAS

TOM : E ( Mi Maior )

INTROD.: ( B C# D# E em solo ) 2X

RITMO : CURURU ( REIZADO )

E B7 E E7

AI, QUE BANDEIRA É ESSA, AI, AI

A B7

NA PORTA DA SUA MORADA

AONDE MORA O CALIX BENTO

A B7 E E7
E A HOSTIA CONSAGRADA

A B7 E B7 E ( B7 E B7 E )

E A HOSTIA CONSAGRADA, EH, EH, EH

E B7 E E7

QUE ENCONTRO TÃO BONITO, AI, AI

A B7

QUE FIZEMO AQUI AGORA

OS TRES REIS DO ORIENTE

A B7 E

SÃO JOSÉ, NOSSA SENHORA

A B7 E B7 E ( B7 E B7 E )

SÃO JOSÉ, NOSSA SENHORA, EH,EH,EH

E B7 E E7

AS BANDEIRA VAI-SE EMBORA AI, AI

A B7

AS FITA VÃO AVOANDO

SE DESPEDE DO FESTEIRO

A B7 E

PRÁ VOLTAR NO OUTRO ANO

A B7 E B7 E

PRÁ VOLTAR NO OUTRO ANO EH, EH, EH

REIZADO

( De. Teddy Vieira)

TOM : E ( Mi Maior )

INTROD.: ( B C# D# E – em solo ) 2X
RITMO : CURURU ( REIZADO )

E A

O GALO CANTOU NO ORIENTE, AI, AI, AI, AI,

B7 E

SURGIU A ESTRELA GUIA, AI, AI

HÁ NOS CÉUS DA HUMANIDADE, AI, AI, AI, AI

B7 E B7

DEUS MENINO, DEUS DAS FILHA, AI, AI, AI, AI

EM UMA ESTREBARIA, AI, AI

E A

VINTE E CINCO DE DEZEMBRO, AI, AI, AI, AI

B7 E

NÃO SE DORME NO COLCHÃO, AI, AI

DEUS MENINO TEVE A CAMA, AI, AI, AI, AI

B7 E B7

DE FOIA SECA DO CHÃO, AI, AI, AI, AI

PRÁ NOSSA SALVAÇÃO, AI, AI

E A

SENHORA DONA DA CASA, AI, AI, AI, AI

B7 E

ÓIA A CHUVA NO TELHADO, AI, AI

VENHA VER O DEUS MENINO AI, AI, AI, AI


B7 E B7

COMO ESTÁ TODO MOLHADO AI, AI, AI, AI

OS TRES REIS AO SEU LADO AI, AI

E A

DEUS LHE PAGUE A BELA OFERTA AI, AI, AI, AI

B7 E

QUE VOS DEU COM ALEGRIA, AI, AI

O DIVINO SANTO FEZ AI, AI, AI, AI

B7 E B7

SÃO JOSÉ, SANTA MARIA, AI, AI, AI, AI

HÁ DE SER VOSSA GUIA, AI, AI

PEITO SADIO

TOM : E ( Mi Maior )

INTROD.: ( E E7 A B7 E ) B7 E

RITMO : CURURU / CORTA JACA

E7 A B7 E

FOI ÀS QUATRO HORAS DA MANHÃ MEU CACHORRO DE GUARDA LATIU

B7 E

LEVANTEI PARA VER O QUE ERA, E VESTI MEU CASACO DE FRIO

E7 A B7 E

ENTÃO VI QUE CHEGOU UM MENSAGEIRO AMUNTADO NUM BURRO


TURDILHO

B7 E

APIOU E ME DISSE BOM DIA O BOLSO DA BARDANA ELE ABRIU

E7 A E B7 E ( Introd. )
UMA CARTA O RAPAZ ME ENTREGOU E DE NOVO AMUNTOU E NA ESTRADA
SUMIU

E7 A B7 E

DEI A CARTA PRO MEU IRMÃO LER, ELE LEU ME OLHANDO SORRIU

B7 E

É CONVITE PRÁ NÓIS IR NA FESTA, VAI HAVER UM GRANDE DESAFIO

E7 A B7 E

O MEU PAI JÁ CORREU NO VIZINHO, FOI CHAMAR O VOVÔ EO TITIO

B7 E

NÓIS CHEGUEMO A PULAR DE CONTENTE, LÁ EM CASA NINGUÉM MAIS


DORMIU

E7 A E B7 E ( Introd. )

PRÁ QUEBRA AQUELES CAMPEONATO, NEM COM SINDICATO NINGUÉM


CONSEGUIU.

E7 A B7 E

VIOLEIRO QUE MANDOU CONVITE MORA LÁ NO OUTRO LADO DO RIO

B7 E

ELE PENSA QUE NÓIS NÃO VAI LÁ, MAIS NÓIS SEMO CABOCLO DE BRIO

E7 A B7 E

A PETECA AQUI DO NOSSO LADO POR ENQUANTO NO CHÃO NÃO CAIU

B7 E

QUANDO NÓIS CHEGUEMO NO CATIRA OS MAIS FRACO NA HORA SUMIU

A E B7 E ( Introd. )

SÓ CANTEMO MODA DE CAMPEÃO, E OS TAR QUE ERA BÃO NEM SEQUER


REAGIU.

E7 A B7 E

PERGUNTARAM AO DONO DA FESTA, ONDE FOI QUE O SENHOR CONSEGUIU

B7 E

ESSE TAR VIOLERO FAMOSO, QUE AS MODA DE NÓIS ENGOLIU

E7 A B7 E
O FESTEIRO FICOU PENSATIVO, E MORDEU NO CIGARRO E CUSPIU

B7 E

VOCEIS SÃO DOIS CABOCLO BATUTA, QUEM FALOU PODES CRÊ NÃO MENTIU

A E B7 E ( Introd. )

TEVE ALGUÉM QUE CANTÁ EXPERIMENTOU MAIS O PEITO FALHOU E A VOZ


NÃO SAIU

E7 A B7 E

AS VIOLA NÓIS FAZ DE ENCOMENDA NOSSO PEITO É TRATADO E SADIO

B7 E

JÁ CANTEMO TRES NOITE SEGUIDA E AS MODA NOIS NÃO REPETIU

E7 A B7 E

QUEM REPETE É RELÓGIO DE IGREJA E O TRISTE CANTAR DO TIZIU

B7 E

E AGORA COM ESTA VITÓRIA, AINDA MAIS NOSSA FAMA SUBIU

E7 A E B7 E

E VOCÊIS NÃO DEVE DISCUTIR SE VIEMOS AQUI, FOI VOCÊIS QUEM PEDIU.