Você está na página 1de 15

Logaritmo

Considerando a e b dois números reais e positivos, sempre com a diferente de 0 , define-se


logaritmo de b (logaritmando) na base a, qual número deve-se incluir no expoente
de a afim de termos b como resultado.

Assim: ax = b , então temos que 

Com as condições de  .

I)  , sendo que 3 é o logaritmo, 2 é a base e 8 é o logaritmando.


pois temos que 23 = 8.

II)  , sendo que –3 é o logaritmo, 3 é a base e 1/27 é o logaritmando.


pois temos que 3-3 = 1/27 .

→ Antilogarítimo é definido como sendo: 


Exemplo:

I) 

Propriedades zero ( que são conseqüência direta da definição)

1º Propriedade (propriedade do produto).

2º Propriedade (propriedade do quociente).

3º Propriedade (propriedade da potência).

1
Conseqüência da 3º propriedade :

4º Propriedade (propriedade da mudança de base).

→ Colog, definição:

EQUAÇÕES LOGARÍTMICAS

Existem quatro tipos básicos de equações logarítmicas. Iremos resolver um exemplo


de cada tipo.

Tipo 1. Equação que envolve a igualdade entre dois logaritmos de mesma


base.

A solução é dada fazendo x = y > 0

Exemplo: Resolva a equação 

Solução: temos que


2x + 4 = 3x + 1
2x – 3x = 1 – 4 
– x = – 3 
x = 3 
Portanto, S = { 3 }

Tipo 2. Equação que envolve a igualdade entre um logaritmo e um número.

A solução é dada por x = a .


c

Exemplo: Encontre a solução da equação 

Solução: Pela definição de logaritmo temos:

2
5x + 2 = 33

5x + 2 = 27
5x = 27 – 2 
5x = 25
x=5

Portanto S = {5}.
 
Tipo 3. Equação que é necessário fazer uma mudança de incógnita.
Exemplo: Resolva a equação

Solução: Vamos fazer a seguinte mudança de incógnita

 
Substituindo na equação inicial, ficaremos com:

Tipo 4. Equações que utilizam as propriedades do logaritmo ou de mudança de base.

Exemplo: Resolva a equação

Solução: usando as propriedades do logaritmo, podemos reescrever a equação acima


da seguinte forma:

3
Note que para isso utilizamos as seguintes propriedades:

Vamos retornar à equação:

Como ficamos com uma igualdade entre dois logaritmos, segue que:
(2x +3)(x + 2) = x 2

ou
2x  + 4x + 3x + 6 = x
2 2

2x  – x  + 7x + 6 = 0
2 2

x  + 7x + 6 = 0
2

x = -1 ou x = - 6

Lembre-se que para o logaritmo existir o logaritmando e a base devem ser positivos.
Com os valores encontrados para x, o logaritmando ficará negativo. Sendo assim, a
equação não tem solução ou S = ø.

Exercícios Sobre Equação Logarítmica

Questão 1
Descubra o valor de x para que a igualdade abaixo seja válida.
log2 (3x + 10) – log2 x = log2 5

Resposta Questão 1
Vamos verificar as condições de existência dos logaritmos:
3x + 10 > 0     x>0
3x > – 10
x > – 10
3
Sabendo que a subtração de logaritmos de mesma base pode ser expressa como um
quociente, reescreveremos a equação da seguinte forma:
log2 (3x + 10) – log2 x = log2 5

Podemos desconsiderar os logaritmos e igualar os logaritmandos:


3x + 10 = 5
x   
5x = 3x + 10
4
5x – 3x = 10
2x = 10
x = 10
     2
x=5
Portanto, o único valor de x para que a igualdade log2 (3x + 10) – log2 x = log2 5 seja
válida é5.

Questão 2
Resolva a equação logarítmica logx + 3 (5x – 1) = 1.

Resposta Questão 2
Vamos verificar as condições de existência do logaritmo:
x+3>0 5x > 1
x>–3 x > 1/5
5x – 1 > 0
Resolveremos a equação logarítmica pela propriedade básica do logaritmo:
logx + 3 (5x – 1) = 1
(5x – 1)1 = x + 3
5x – 1 = x + 3
5x – x = 3 + 1
4x = 4
x = 4
   4
x=1
A única solução possível para logx + 3 (5x – 1) = 1 é x = 1.

Questão 3
(Fuvest) O número real x que satisfaz a equação log2 (12 - 2x) = 2x é:
a) log2 5
b) log2 √3
c) 2
d) log2 √5
e) log2 3

Resposta Questão 3
Podemos aplicar a propriedade básica dos logaritmos:
log2 (12 – 2x) = 2x
22x = 12 – 2x
(2x)2 = 12 – 2x
x
Com 2  = y, teremos a seguinte equação:
y² = 12 – y
y² + y – 12 = 0
Chegamos a uma equação do 2° grau. Para resolvê-la, utilizaremos a fórmula de Bhaskara:

Δ = b² – 4.a.c
Δ = 1² – 4.1.(– 12)
5
Δ = 1 + 48
Δ = 49
y = – b ± √Δ
     2.a
y = – 1 ± √49
      2.1
y = – 1 ± 7
   2
y1 = – 1 + 7 = 6 = 3
       2       2
y2 = – 1 – 7 = – 8 = – 4
 2    2
Vamos agora resolver a equação 2x = y:
2x = y1 2x = y2
2x = 3 2x = – 4
log2 3 = x log2 (– 4) = x
Note que a solução log2 (– 4) = x não é válida porque o logaritmando não pode ser menor
do que zero. Portanto, a única solução possível é log2 3 = x. Sendo assim, a alternativa
correta é a letra e.

Questão 4

(UEL) A solução real da equação   é:


a) 1/9
b) – 1/5
c) – 1
d) – 5
e) – 9
Resposta Questão 4
Verificando as condições de existência do logaritmo, temos:
2x > 0 x+1>0
x>0 x>–1
Podemos reescrever o logaritmo como um quociente de logaritmos:

O logaritmo negativo de um número, por sua vez, pode ser expresso como o logaritmo
positivo do inverso desse número:

Podemos agora descartar os logaritmos e manter a igualdade entre os logaritmandos:


1 = 2x
   5   x + 1
10x = x + 1
10x – x = 1
9x = 1
x = 1
   9
Portanto, a alternativa correta é a letra a.
6
Exemplos Resolvidos 

1) log4(x+3) = 1 
x + 3 = 41
x = 4 – 3 
x = 1 

2) log 1/5 (log1/2x) = – 1 
log1/2x = (1/5) –1 
log1/2x = 5 
x = (1/2)5 
x = 1/32 

3) log4(x – 3) = log4(– x + 7) 


x – 3 = – x + 7 
x + x = 7 + 3 
2x = 10 
x = 10/2 
x = 5 

4) log0,2(3x – 2) = – 1 
3x – 2 = 0,2–1 
3x – 2 = (2/10)–1 
3x – 2 = (10/2)1 
3x – 2 = 51 
3x = 5 + 2 
3x = 7
x = 7/3 

Equações Logarítmicas: aprenda como resolver


São equações que apresentam logaritmos com a incógnita figurando no logaritmo, no logaritmando ou na
base.

 Para resolvermos as equações logarítmicas devemos recorrer as propriedades dos logaritmos:

logbx = logby, onde x = y 

logbx = a, onde x = ba 

7
Exercícios resolvidos

1) log2x + log2 (x – 2) = log228

Restrição:

x>0

x–2>0
x>2

log2x + log2 (x – 2) = log228


log2 x * (x – 2) = log228
x * (x – 2) = 8
x² – 2x – 8 = 0

Aplicando o Teorema de Bháskara

∆ = 36

x’ = 4
x’’ = – 2

De acordo com as restrições, devemos considerar somente x = 4, tornando a solução verdadeira. 

2) log4(x – 3) = log4(– x + 7) 

restrição:

x-3>0

x=>3

-x+7>0

- x > - 7 * ( - 1)

x>7

x – 3 = – x + 7 
x + x = 7 + 3 
2x = 10 
x = 10/2 
x = 5 

8
3) 
Neste caso temos a seguinte condição de existência:

Voltando à equação temos:

Aplicando a mesma propriedade que aplicamos nos casos anteriores e desenvolvendo os cálculos temos:

Como 25 satisfaz a condição de existência, então S = {25} é o conjunto solução da equação.


Se quisermos recorrer a outras propriedades dos logaritmos também podemos resolver este exercício
assim:

Lembre-se que   e que log5 625 = 4, pois 54 = 625. 

4) Encontre a solução da equação

Solução: Pela definição de logaritmo temos:

5x + 2 = 33
5x + 2 = 27
5x = 27 – 2
5x = 25
x=5

Portanto S = {5}.

5) Resolva a seguinte equação:

Solução:
Novamente um problema que parece ser extraordinário, mas que um pouco de planejamento se torna
banal:

O segredo deve estar em "remover" o exponencial em logaritmo na base 3. Pela fórmula (I) talvez alguma
coisa possa ser feita. Se o primeiro membro inteiro fosse um logaritmo, o exponencial poderia "sair". Ora
deve-se então transformar o primeiro membro em um logaritmo e de preferência na base 3 e para fazer
isso o segundo membro deve ser transformado em um log:

9
Segundo a fórmula de multiplicação:

Como   e e usando-se (I) nos 2 outros elementos:

Veja que já se ilumina o fim do túnel, substituindo por y o  :

Cujas soluções são   e   substituindo por  :

6) Resolver a equação logarítmica log2x + log2 (x – 2) = log228 

Restrição: 

x > 0 

x – 2 > 0 
x > 2 

log2x + log2 (x – 2) = log228 


log2 x * (x – 2) = log228 
x * (x – 2) = 8 
x² – 2x – 8 = 0 

Aplicando Bháskara 

∆ = 36 
10
x’ = 4 
x’’ = – 2 

De acordo com as restrições, devemos considerar somente x = 4, tornando a solução verdadeira. 

7) Resolva a equação logarítmica log x + 2 (2x² + x) = 1 

Restrição: 

x + 2 > 0 
x > – 2 

x + 2 ≠ 1 
x ≠ 1 – 2 
x ≠ – 1 

2x² + x > 0 
x*(2x + 1) > 0 
x > 0 
2x + 1 > 0 
2x > – 1 
x > –1/2 

Resolução: 
log x + 2 (2x² + x) = 1 
2x² + x = (x + 2)¹ 
2x² + x = x + 2 
2x² + x – x – 2 = 0 
2x² – 2 = 0 
2x² = 2 
x² = 2/2 
x² = 1 
√x² = √1 
x’ = – 1 
x’’ = 1 

De acordo com as restrições entre os resultados x’ = 1 e x’’ = –1, temos que considerar somente x = 1, de
forma a tornar o conjunto solução verdadeiro. 

 Questão 1

Resolva a equação logarítmica abaixo, determinando o valor de x:

log10 (4x – 2) = log10 2 – log10 (2x – 1)

Resposta Questão 1

Verificando as condições de existência dos logaritmos, temos:

11
4x – 2 > 0
4x > 2
x > 2
   4
x > 1
       2
2x – 1 > 0
2x > 1
x > 1
       2

A subtração de logaritmos de mesma base pode ser expressa como um quociente. Sendo assim, vamos
reescrever a equação:

log10 (4x – 2) = log10 2 – log10 (2x – 1)

Como temos uma igualdade de logaritmos de mesma base, podemos desconsiderar os logaritmos e igualar os
logaritmandos:

4x – 2 = 2
             2x – 1
(4x – 2)(2x – 1) = 2
8x² – 8x + 2 = 2
8x² – 8x = 0
8(x² – x) = 0
x² – x = 0
x1 = 0
x2 = 1

Podemos desconsiderar o x1 = 0, pois a condição de existência dos logaritmos dessa expressão mostra-nos
que x > ½. Portanto, o único valor de x para o qual a igualdade log10 (4x – 2) = log10 2 – log10 (2x – 1) é válida
é x = 1.

 Questão 2

Resolva a equação logarítmica log2x + 1 (10x – 3) = 1.

Resposta Questão 2

Vamos verificar as condições de existência do logaritmo:

2x + 1 > 0
2x > – 1
x > – 1/2
10x – 3 > 0
12
10x > 3
x > 3/10

Aplicando a propriedade básica do logaritmo, temos:

log2x + 1 (10x – 3) = 1
(2x + 1)1 = 10x – 3
2x + 1 = 10x – 3

2x – 10x = – 3 – 1
– 8x = – 4 (– 1)
8x = 4
x = 4
      8

x = 1
      2

Portanto, a única solução possível para log2x + 1 (10x – 3) = 1 é x = ½.

 Questão 3

(Vunesp) O valor de x na equação  é:

a) 

b) 

c) 

d) 

e) √3

Resposta Questão 3

Para resolver a equação logarítmica em questão, aplicaremos o princípio básico dos logaritmos:

13
Sabendo que 3√3 = √3³, temos:

x = √3

Portanto, a solução da equação logarítmica   é x = √3. A alternativa correta é a letra e.

 Questão 4

(FURG-RS) Sendo x a solução da equação   , o valor de x3 é:

a) ½

b) 1

c) 2

d) 4

e) 8

Resposta Questão 4

A fração ½ pode ser escrita como 2 – 1:

Como as bases estão iguais, podemos estabelecer uma igualdade entre os expoentes:

log3 log2 x = – 1

Resolvendo o primeiro logaritmo, cuja base é 3, temos:

log3 (log2 x) = – 1
3 – 1 = log2 x

14
log2 x = 1
             3

Aplicando novamente o logaritmo, podemos determinar o valor de x:

Conforme foi pedido no enunciado, vamos calcular o valor de x³:

Portanto, a alternativa correta é a letra c.

15