Você está na página 1de 46

Equipamentos de Medição - DSAM

Cuidados
Ao utilizar equipamentos de medição são necessários alguns cuidados:

• Transporte: devem ser transportados nos carros em local onde não


haja risco de impacto.
• Conexão com a rede: ligar o equipamento antes de conectá-lo a um
ponto de rede para não gerar distorções ao sinal. Não conectar o
medidor em pontos onde os níveis sejam muito altos, pois isso pode
gerar ruído na faixa de retorno e queimar ou descalibrar o
equipamento. Se necessário, utilizar um atenuador FAN na entrada do
medidor e calcular a perda.
• Conexão com rede energizada: não conectá-lo diretamente a um
ponto onde haja AC para não queimar o equipamento. Caso seja
necessário, utilize filtro de AC.

1
Equipamentos de Medição - DSAM

O DSAM (Digital Service Activation Meter) é um instrumento de teste


que combina as funções de um analisador de sinais analógico e
digital.

2
Equipamentos de Medição - DSAM

Fonte

• DSAM 6000: A fonte de alimentação é composta por


apenas um módulo com fonte de energia e estabilizador
integrados, além de uma bateria de vida estendida.
• Existe um adaptador opcional para acendedor de
cigarros.
• Recomenda-se um período completo de carga (48h) antes
da utilização definitiva do instrumento.
• O DSAM só funciona com a bateria instalada no
mainframe e é capaz de ajustar automaticamente a
corrente e períodos de carga.

3
Equipamentos de Medição - DSAM

Telemetria

5MHz 42MHz 54MHz 1GHz

4
Equipamentos de Medição - DSAM

Funções de Configuração:
Shift 3 = Volume do auto-falante
Shift 4 = Compensação do Test Point
Shift 5 = Sistema de Help
Shift 6 = Informações do medidor
Shift 7 = Contraste da tela
Shift 8 = Pausa na medição
Shift 9 = Aplica o melhor ajuste de referência
Shift space = (reservado para aplicação futura)
Shift 0 = Muda a polaridade (+/-) de um número digitado
Shift clear = (reservado para aplicação futura)
Shift shift = Liga/desliga a luz de fundo
Funções de Configuração (no rodapé da tela LCD) [#1]
[#2] [#3] [#4]
Shift#1 = Nível de sinal
Shift#2 = Miniscan
Shift#3 = Analisador do espectro de Upstream
Shift#4 = Medições em DOCSIS

5
Equipamentos de Medição - DSAM

• Autotest: permite realizar testes programados para vídeo, cable modem ou


ambos.
• Measure: use esta opção para medir qualquer parâmetro analógico ou digital
da rede.
• Access: esta tecla dá acesso às funções de sincronismo entre o medidor e o
software (para baixar e carregar arquivos) e arquivos gravados na memória do
equipamento.
• Configure: esta tecla permite configurar todos os parâmetros do medidor,
como data, hora, limites, portas de acesso, plano de canais, canais de tilt,
scan etc.

6
Equipamentos de Medição - DSAM

• Combo Test: Sequência de testes de


canais de vídeo e cable modems.

• Canais de Vídeo: Sequência de testes para


medições de nível de sinal de uma série de
canais analógico e/ou digital.

• Cable Modem: Sequência de testes para


verificação da conectividade up e
downstream, simulação de ranging e
medida dos parâmetros de qualidade de
uma série de Canais DOCSIS.

7
Equipamentos de Medição - DSAM

Medida de Nível de Sinal

O modo “medida de nível” permite


visualizar e analisar o nível de sinal de
cada portadora (áudio, vídeo, QAM,
DOCSIS) em qualquer um dos canais
definidos no plano de canais.

Esta medição pode ser feita em canais embaralhados.


FILE: opção para abrir ou gravar resultados
VIEW: acesso rápido para várias outras funções
LIMITS: permite escolher as tabelas para o veredicto de Pass/ Fail
SETTINGS: seleciona entre sintonia por canal ou por frequência

8
Equipamentos de Medição - DSAM

HUM (Interferência de baixa frequência)


Permite medir a interferência/
intermodulação de baixas frequências
(energia AC) em canais de vídeo.
Tais níveis de interferência não devem
ultrapassar 3% (ou 32dB) da modulação
total de acordo com a FCC.
É importante ter o equipamento
configurado para 60Hz de frequência de
rede AC (padrão brasileiro).

Este ajuste se faz da seguinte forma:


1) Configure
2) Regional Preferences
3) Hum results units: (selecionar em % ou dB)
4) Hum Power Grid: (selecionar 60Hz)

9
Equipamentos de Medição - DSAM

O modo medida MiniScan permite


visualizar e analisar os níveis das
portadoras de até 12 canais
mostrando o resultado numa única
tela. Este resultado pode ser
visualizado graficamente ou em
tabela e pode ser gravado e analisado
posteriormente.
NOTA: Os canais usados no MiniScan
devem ser configurados e marcados
no plano de canais.

10
Equipamentos de Medição - DSAM

O modo full scan pode ser


utilizado para uma rápida
verificação de resposta em
frequência da rede.

A resposta que se espera obter é


uma figura plana onde todas as
frequências têm o mesmo
comportamento, mesmo que
haja TILT na rede.

11
Equipamentos de Medição - DSAM

Tilt de 12 portadoras

O modo de medição de Tilt, permite


visualizar e analisar até 12 canais e
mostrar os resultados numa única tela.

Os canais pilotos mais baixo e mais


alto devem ser ajustados para que o
traço do tilt seja plotado
corretamente.

Coloque o marcador sobre o canal mais


baixo e na opção “marker”, selecionar
LOW.
Coloque o marcador sobre o canal mais
alto e na opção “marker”, selecionar
HIGH.
12
Equipamentos de Medição - DSAM

Análise de Constelação

O modo de medida de constelação


mostra o diagrama da portadora
modulada em QAM (Modulação em
Amplitude e Quadratura) tipo 64,
128 e 256 QAM.

O canal medido deve estar definido


como tipo Digital ou DOCSIS, 64,
128 ou 256 QAM dentro de um plano
de canais válido.

13
Equipamentos de Medição - DSAM

Tipos mais comuns de problemas

Ruído Térmico: Ruído térmico Ruído de Fase: Problemas de Interferência Coerente:


causa pontos espalhados na ruído de fase causa pontos no Interferência coerente pode
tela, fora da região central e gráfico, em formato circular. ser um problema de CTB, CSO
próximos dos limites de Este fenômeno é melhor e espúrios – faz com que os
decisão, indicando BER visualizado sem o zoom. pontos no gráfico fiquem
significativo. A função de próximos do centro, mas
zoom permite avaliar melhor nunca o toque.
os pontos em relação à grade.

14
Equipamentos de Medição - DSAM

DQI (Índice de Qualidade Digital)

A função de índice de qualidade digital


é uma patente da JDSU que visa
corrigir os problemas de medição de
MER e BER em analisadores padrões de
constelação.
Os resultados são apresentados na
forma de gráfico (da direita para
esquerda) que apresenta
instantaneamente qualquer variação
ocorrida na portadora digital, com um
veredicto na forma de nota que vai de
zero a dez, sendo dez a melhor
possível, indicando que não há
qualquer defeito na rede.

15
Equipamentos de Medição - DSAM

Ingresso em portadora QAM

Esta função permite medir o ruído


dentro de uma portadora QAM de TV
Digital (QAM 64/ 256) em tempo
real, sem a necessidade de se
desligar a portadora principal.
O resultado apresentado na tela é
exatamente o ruído que está dentro
da portadora digital de 6MHz de
banda.
O aumento de ruído dentro de uma
portadora digital provoca uma
diminuição do índice de modulação
MER e, consequentemente, um
aumento da taxa de erro de bit BER.

16
Equipamentos de Medição - DSAM

Gerador CW e QAM
O gerador de portadoras CW e QAM
serve para gerar portadoras que podem
ser usadas como a antiga função
“diagnóstico” do SDA5000.

Pode-se escolher a frequência e o nível


de sinal a ser injetado, desde 4MHz até
1GHz, ou seja, cobrindo todo o espectro
do direto e do retorno.

Com o auxílio das teclas “para cima” e


“para baixo” é possível aumentar ou
diminuir o nível de sinal injetado,
respectivamente.

17
Equipamentos de Medição - DSAM

Gerador CW e QAM

O gerador de QAM16/64 pode ser


utilizado em conjunto com o PathTrak
que possua placas RPM3000 para
funções de Constelação e BER no canal
de retorno.

18
Equipamentos de Medição - DSAM

Loopback
A função de loopback permite gerar e
medir uma portadora no mesmo
instrumento através de dois cabos
conectados às entradas 1 e 2 do DSAM6000.
Para configurá-la, basta seguir os seguintes
passos:
1) Selecionar a frequência a ser gerada
diretamente pelo teclado numérico;
2) Selecionar o nível de sinal a ser injetado
IMPORTANTE: (de 0 a 58dBmV) através das teclas “para
Devido à larga faixa de operação do cima/ para baixo”;
equipamento (de 4MHz a 1GHz) recomenda-se
fazer a calibração interna sempre antes de
3) Habilitar o gerador (enable).
utilizá-lo. Para isso, basta pressionar A barra da esquerda mostrará quanto se está
Settings/Reference e conectar um pequeno cabo gerando de sinal pela porta 2 e a barra da
entre as entradas 1 e 2 do equipamento. Em
direita, quanto está sendo lido pela porta 1
seguida, pressione Reference. Aguarde até que o
equipamento termine a calibração interna. do medidor.

19
Equipamentos de Medição - DSAM

DSAM - Simulador de Cable Modem e PC do cliente

Passo 1: Testar se a rede HFC está OK.

Passo 2: Simular o PC do cliente.

20
Equipamentos de Medição - DSAM
Simulando o Cable Modem
O primeiro passo do processo de teste DOCSIS é
sintonizar e entender os atributos do canal DOCSIS.
Quando este passo estiver completo, a mensagem
será “downstream channel found”.
O segundo passo captura o system timing (SYNCs),
informação do canal de upstream (UCDs) e os time
slots (MAPs – como e quando). Quando finalizado,
mostrará “upstream channel data acquired”.
O terceiro passo estabelece o melhor nível de saída
de potência do transmissor (nível de TX) de acordo
com a especificação DOCSIS. Quando a atividade
termina, aparece “ranging complete”.
O quarto passo estabelece as atividades de registro
do cable modem de acordo com a especificação
DOCSIS, Ao término do processo veremos
“registration complete”.
Quando todo o processo acima termina, aparece na
tela “TEST COMPLETE” e os resultados do canal
testado.

21
Equipamentos de Medição - DSAM

Simulando o Cable Modem


1. Selecione o canal DOCSIS a ser testado.
2. Digite o endereço MAC no medidor ou utilize
outro já cadastrado ou utilize o próprio MAC do
medidor. (Estes MAC devem ser reconhecidos pelo
CMTS e portanto estar liberados no datacenter).
3. Pressione Start para iniciar o teste
Para alterar as configurações do teste DOCSIS:
4. Pressione CONFIGURE.
5. Use CONFIGURE/ MEASURE/ OTHER SETTINGS
para definir os ajustes.
6. Selecione a configuração preferida: Range only,
Ranging and Registration, ou Registration with CPE
Initialization.
7. Selecione os limites de teste.
8. Pressione LIMITS e escolha: Tap, Ground Block,
TV, Cable Modem ou Off.

22
Equipamentos de Medição - DSAM

Resultado do Sinal Digital


O resultado do teste mostra o
desempenho do nível de sinal no
upstream e downstream, taxa de erro
de modulação do downstream (MER ou
EVM), e a taxa estimada de erro de bit
(BER) antes e depois do FEC. O range
das medições e a classificação de
Pass/Fail serão conforme a
configuração do usuário.

MER Headroom
Os limites default do DSAM são ajustados pela recomendação mínima de MER para
TV/Modem.
Outros valores podem ser ajustados em Configure/Measure/Limit Sets.
Level Headroom
Level Headroom é a diferença entre a máxima saída possível (58 dBmV para QPSK, 55
dBmV para 16 QAM) e o nível transmitido pelo DSAM.
O level Headroom é testado e o resultado baseado no “Min CM Headroom” que é de 5 dB.

23
Equipamentos de Medição - DSAM

Resistência ao Ingresso

Esta função permite que o usuário


verifique se há problemas de conexão no
cabo, utilizando fontes de sinal
conhecidas (e quase sempre presentes em
todas as grandes cidades) que são as
emissoras de rádio FM.
O medidor é automaticamente
configurado para sintonizar de 88 a
108MHz e se forem encontradas
portadoras com nível significativo,
revelará que há problemas no cabo.

24
Equipamentos de Medição - DSAM

Espectro de Downstream

O analisador de espectro de
downstream permite a visualização
de toda a rede CATV entre 50 MHz e
1 GHz em spans de 50 MHz (default)
ou 10 MHz. O span de frequência é
determinado pela frequência
central. Para visualizar uma
determinada parte do espectro,
pressione SETTINGS, digite a
frequência Central.

25
Equipamentos de Medição - DSAM

Espectro de Upstream

O analisador de espectro de retorno


(upstream) permite analisar o ingresso
e distorção num canal específico de
upstream (return path). O range de
operação é de 4-45MHz, com
frequências de start e stop indicadas
na tela.
Use as setas para cima e para baixo
para ajustar ao nível de referência
entre -70 e +65 dBmV em passos de 1
dB.

26
Equipamentos de Medição - DSAM

Função FieldView
A ferramenta de análise Field View oferece
a visualização do espectro de upstream
remoto de um determinado nó escolhido
através de broadcasting. Para configurar o
PathTrak, selecione:
− Os nós a serem divulgados “broadcast
nodes”, ou todos os nodes;
− A frequência de telemetria;
− Nível da portadora de telemetria.
Para configurar o DSAM selecione:
Node List: nesta lista, aparecerão todos
os nodes selecionados e divulgados pelo
PathTrak;
Frequência de telemetria: deve ser a
mesma do PathTrak.

27
Equipamentos de Medição - DSAM
Princípios do Sweep
A finalidade de se fazer um sweep na rede é simplesmente a de
vermos a resposta em frequência.
O primeiro passo é adotar o node como uma referência e depois
comparar cada ativo de rede com esta referência.

Pode-se definir limites de desvios


que, geralmente, variam entre 2 e
4 dB de pico-vale.

28
Equipamentos de Medição - DSAM

A falta de equalização entre as portadoras (ondulações, falta de linearidade,


como visto na figura logo acima) provoca efeitos de distorções coerentes
chamados CTB e CSO (batimentos de terceira e segunda ordem respectivamente)
na entrada dos amplificadores podendo causar intermodulação (som e áudio
cruzados), clicks de áudio, chiado, chuvisco, saturação dos amplificadores, clip
dos lasers, internet lenta, voz robotizada, imagem digital quadriculada etc., tudo
resultando em, no mínimo, perda de qualidade.

29
Equipamentos de Medição - DSAM

Sweep Settings
Use esta função para configurar os ajustes de sweep.

Tilt Compensation: quando ligado, permite que o tilt seja


compensado na tela de resposta de sweep para compensar as
atenuações das altas frequências.
Tilt Amount: quantidade (em dB) de compensação do Tilt
Low Tilt Frequency: determina a frequência mais baixa da
rede (canal piloto), ou seja, onde a curva de sweep inicia.
High Tilt Frequency: determina a frequência mais alta da
rede (canal piloto), ou seja, onde a curva de sweep termina.
Sweep Limit: quando LIGADO, permite que se visualize os
limites entre pico e vale da resposta em frequência da rede.
Sweep Limit Value: ajuste o valor permitido de desvio (em
dB) entre pico e vale da resposta em frequência da rede.
Reverse Sweep Port permite selecionar entre:
– porta 1 (bidirecional)
– porta 2 (apenas para reverso)

30
Equipamentos de Medição - DSAM

Sweep Forward
Para se realizar o sweep do direto basta conectar o DSAM
à saída de test point do direto do amplificador e
sintonizar a frequência de telemetria utilizada pelo
SDA5500 de headend.
Procedimento:
1) Measure;
2) Sweep;
3) Forward Sweep;
4) Settings (selecione a frequência de telemetria do
SDA5500 de headend);
5) Faça a leitura da curva de resposta;
6) Através da opção FILE carregue uma referência de
sweep (preferencialmente do node) ou grave a
resposta atual como uma nova referência.
Sweep mode: deixe o SDA5500 e TODOS os SDA5000
de campo em STEALTH COMPATIBLE.

31
Equipamentos de Medição - DSAM
Sweep do Direto (Forward)

Os itens A e B são os Marcadores com seus


valores de Frequência e Nível.

Coloque o Marker A no primeiro canal e o


Marker B no último canal do espectro.

O Triângulo ou Delta mostra a diferença de


Frequência e Nível do Marcador A menos o
marcador B.

O MAX-MIN mostra a diferença entre o ponto


mais alto e o mais baixo entre os Marcadores
A e B. Esta é a relação pico-vale que deve
ser menor que 4dB para o Sweep do Direto.

O item TELEM mostra o nível de telemetria do


Direto que está chegando ao medidor.

32
Equipamentos de Medição - DSAM

Sweep de Retorno
Para ativos com test point bidirecional basta conectar o
DSAM à saída de test point do amplificador e sintonizar
a frequência de telemetria utilizada pelo SDA5500 de
headend.
Para ativos com test point separado (direto e reverso),
deve-se ajustar o DSAM para:
Porta 2- Reverse Only utilizando dois cabos: (porta 1 no
test point do direto e porta 2 no test point do reverso).
Procedimento:
7) Measure;
8) Sweep;
9) Reverse Sweep;
10) Settings (selecione a frequência de telemetria do
SDA5500 de headend);
11) Settings (ajuste o nível de sinal que será injetado
pelo DSAM- telemetria e sweep);
12) Faça a leitura da curva de resposta;
13) Através da opção FILE carregue uma referência de
sweep (preferencialmente do node) ou grave a
resposta atual como uma nova referência.

33
Equipamentos de Medição - DSAM
Sweep do Reverso
Os itens A e B são os Marcadores com seus
valores de Frequência e Nível.

Coloque o Marker A no início do espectro e o


Marker B no final.

O Triângulo ou Delta mostra a diferença de


Frequência e Nível do Marcador A menos o
Marcador B.

O MAX-MIN mostra a diferença entre o ponto


mais alto e o mais baixo entre os Marcadores
A e B. Esta é a relação pico-vale que deve
ser menor que 2dB para o Sweep do
Reverso.
O item TELEM mostra o nível de telemetria do
Reverso que está chegando ao SDA5500 no
Headend.

34
Equipamentos de Medição - DSAM

Alinhamento do Retorno

A função de alinhamento do reverso pode


ser utilizada como opção alternativa ao
sweep para alinhamento dos amplificadores
de retorno.
O procedimento é exatamente o mesmo: a
única diferença é que, neste caso, estamos
injetando as portadoras de retorno e
podemos ver, através dos marcadores A e B,
qual é a resposta absoluta destas portadoras
lidas no SDA5000 ou SDA5510.
Observe a figura ao lado:

35
Equipamentos de Medição - DSAM

Test Point Compensation


Esta ferramenta permite configurar os test points de direto e retorno.

Test point do direto: permite configurar a compensação da


atenuação do test point dos amplificadores e nodes para
que os valores mostrados na tela do instrumento sejam
reais e não números negativos (o que irá reprovar todos os
testes se a opção de LIMITS estiver ativada).
Test point do reverso: permite configurar o nível de sinal a
ser gerado pelo medidor nas opções de Alinhamento do
Reverso e Sweep do Reverso.
Os níveis de Telemetria e de Sweep devem ser iguais e
ambos devem ser digitados em suas respectivas caixas.

36
Equipamentos de Medição - DSAM

Plano de Canais

Para criar um novo plano de canais, digite a


sequência:
1) Configure.
2) Chan Plan.
3) Build new plan.

Em seguida, faça os passos de 1 a 4:


Passo 1: digite um nome para o novo plano de
canais.
Passo 2: selecione NCTA pois é o padrão de
frequências que utilizamos no Brasil.
Passo 3: digite a frequência de parada, ou seja, a
última frequência disponível na rede.
Passo 4: conecte o DSAM na rede e pressione START.

37
Equipamentos de Medição - DSAM

38
Equipamentos de Medição - DSAM

Edit- Edita as características de


canais individuais dentro do plano.

Nesta etapa, você precisará editar


PRINCIPALMENTE:
1) Canais embaralhados ou
codificados;
2) Canais digitais MPEG;
3) Canais DOCSIS.

39
Equipamentos de Medição - DSAM

Clonagem
Use CLONE para transferir ajustes de ou para o medidor.
Para enviar ajustes do seu DSAM para outro:
1. Conecte os medidores. A porta Ethernet está localizada
no topo do medidor. Use um cabo crossover Ethernet
para conectá-los.
2. Na tela CLONE – WHAT WOULD YOU LIKE TO DO? (Clonar
– O que você deseja fazer?) use as setas para marcar
send settings from this meter (enviar os ajustes deste
medidor para outro) e pressione Select.
3. Na tela SELECT WHICH SETTINGS TO SEND (selecione
quais ajustes enviar) use as setas para fazer sua escolha
(selecionando ou não) os grupos que deverão ser
clonados.
4. Para mover para a próxima tela, pressione OK.
5. Na tela READY TO CLONE (pronto para clonar) pressione
Done.
6. Na tela CLONE do outro medidor - WHAT WOULD YOU
LIKE TO DO? (Clonar – O que você deseja fazer?) use as
setas para marcar receive settings from another meter.
(receber ajustes do outro medidor).

40
Equipamentos de Medição - DSAM

Teste de Throughput

Mostra os resultados do throughput de


upstream e downstream.

A taxa de transferência do upstream é


determinada da seguinte forma:
1. O DSAM gera uma série de pacotes ao CMTS;
2. O DSAM monitora as respostas enviadas pelo
CMTS;
3. Calcula o número de pacotes enviados em
um segundo, vezes o tamanho dos pacotes (em
Bytes).
A taxa de transferência do downstream é determinada da seguinte forma:
Simplesmente se mede a velocidade de transferência que um arquivo pode ser baixado (em bytes/s) de um
servidor qualquer de web.

O medidor deve estar configurado para acessar um servidor cujo IP esteja dentro da mesma rede e
subrede daquele CM, pois isto representará a velocidade esperada de throughput apenas da rede da
operadora, sem considerar os atrasos decorrentes da nuvem internet.

41
Equipamentos de Medição - DSAM

Teste de Packet Loss

Mostra a perda de pacote de round-


trip, upstream, downstream e SNR
da upstream.

O teste de packet loss (perda de


pacotes) envia pings ao CMTS e
conta as respostas.

42
Equipamentos de Medição - DSAM

Test de Ping

O teste de ping verifica todo o


caminho de comunicação e
conectividade entre o DSAM e a
rede de cabo. Este teste permite
selecionar um endereço IP,
tamanho dos pacotes, e tempo
entre pings, incluindo tempo de
round trip time, time-to-live (TTL),
pacotes enviados e recebidos,
tempo médio de round trip e taxa
de perda/enviados.

43
Equipamentos de Medição - DSAM

Simulando o PC do Cliente via Ethernet


Esta opção permite configurar o acesso via porta
ethernet entre o DSAM6000 e o cable modem do
cliente.
Na grande maioria dos casos, você irá utilizar uma
conexão via DHCP, portanto faça o seguinte:
1) Pressione Configure;
2) Selecione Ethernet Network;
3) Em “Obtain IP adress from:” escolha: DHCP Server;
4) Selecione OK para finalizar.
Para fazer os testes e simulação do PC do cliente:
1) Conecte o CM do cliente e aguarde até ficar on line;
2) Conecte o cabo ethernet RJ45 no DSAM6000;
3) Pressione MEASURE;
4) SERVICE;
5) Ethernet;
6) Aguarde até que o DSAM obtenha um IP do CMTS;
7) Quando aparecer a tela BIND RESULTS, vá em VIEW
e selecione um dos testes possíveis (ping, throughput
ou perda de pacotes).

44
Equipamentos de Medição - DSAM

Pasta de Arquivos

Esta ferramenta permite gerenciar as pastas e


arquivos gravados durante os testes.

Use Work Folders para:


• Criar uma nova pasta para arquivos de
medição;
• Renomear ou examinar as propriedades de
uma pasta;
• Apagar uma pasta que não será mais usada;
ou
• Apagar todas as pastas que foram
sincronizadas com o software FDM-100 e
transferidas para ele.

45
Equipamentos de Medição - DSAM

Sincronização
• Sincronização através de conexão Ethernet:
Conecte um cabo Ethernet num ponto de rede e também ao
medidor. Quando a conexão for direta, entre PC e medidor,
utilize um cabo crossover.
Confirme a configuração da porta.
A conexão default para sincronização é “Ethernet”. Pressione
CONFIGURE e Configure Access; selecione PC CONNECTION ou
Ethernet connection.
Defina um endereço IP.
Em PC CONNECTION, use o teclado para entrar com o endereço
IP do computador designado à sincronização.

• Sincronização via RF:


Conecte um cabo coaxial entre a rede e o medidor.
Confirme a configuração da porta.
A configuração default é “Ethernet”.
Defina um endereço IP.
Em PC CONNECTION, use o teclado para entrar com o endereço
IP do computador designado à sincronização.

46