Você está na página 1de 1

Matemática

Professor CLÍCIO Freire

Aula 69

Revisão de Álgebra I
Função ou aplicação
2 Marcamos os pontos (0, –1) e (1/3,0) no plano
01. Dada as duas funções f(x) = x e g(x) =
2x – 1, calcule f(g(x)) e g(g(x)). cartesiano e ligamos os dois com uma reta.
01. (ESAL-MG) Se f (x)=x2 + 1 então f (f(x) ) é
Solução: Função do 2.° grau igual a:
a) f(g(x)) = (2x – 1) 2
f(g(x)) = (2x) 2 + 2 . 2x . (–1) + (-1) 2 01. Determine o ponto de máximo da função a) x4 + 2x2 + 2 d) x + 1
f(g(x)) = 4x 2 – 4x + 1 g(x) = -x2 – 6x + 11 b) x4 + 2 e) 1
b)g(g(x)) = 2(2x – 1) – 1 c) x4 + 1
g(g(x)) = 4x – 2 – 1 Solução:
g(g(x)) = 4x – 3 Como a < 0, a função g possui um ponto de má- 02. (INATEL–MG) Sendo f(x) = x2+2x e g(x) =
02. Sendo f e g duas funções, tais que: f(x) ximo. 3x + 4 a função fog é:
= ax + b e g(x) = cx + d . Podemos afirmar
que a igualdade gof(x) = fog(x) ocorrerá se, ∆ = 62 – 4 . (–1) . (–11) → ∆ = –8 a) 9x2+ 20x+24 d) x2+ 20x + 24

g(x)máx = – –––– → g(x)máx = –2
e somente se, : b) x2+30x+24 e) n.d.a.
a) b(1 – c) = d(1 – a) b) a(1 – b) = d(1 4a c) 9x2+ 30x + 24
– c)
c) ab = cd d) ad = bc O valor de x para o qual g(x) é máximo é:
03. (FISS–MG) Se f(x) = 2x –1 então f(f(x)) é
x = ––– → x = 3
e) a = bc b
Solução: a igual a:
Teremos: 2 a) 4x – 3 b) 4x – 2 c) 4x2+ 1
fog(x) = f[g(x)] = f(cx + d) = a(cx + d) + 02. A soma das raízes da equação é: ––––– +
x–1 d) 4x2–1 2
e) 4x – 4x + 1
b
fog(x) = acx + ad + b 1
–––––– = 2 é 04. Considere os conjuntos A={1, 2, 3, 4}, B =
gof(x) = g[f(x)] = g(ax + b) = c(ax + b) + x–2
d a) 2 b) 3/2 c) 9/2 {1, 2, 3, 4, 5, 6, 9, 16} e as relações a seguir
gof(x) = cax + cb + d definidas:
R1 = {(x, y) ∈ A x B; y = x + 1}
d) 2/3 e) 2
Como o problema exige que gof = fog, fica:
R2 = {(x, y) ∈ A x B; y = 2x}
acx + ad + b = cax + cb + d O m.m.c é (x–1).(x–2), logo 2.(x–2) + (x–1) =

R3 = {(x, y) ∈ A x B; y = x2}
2.(x–1).(x–2)
Simplificando, vem: ad + b = cb + d
2x–4 + x–1 = 2x2 – 6x +4 ⇒ 2x2 – 9x +9 = 0
R4 = {(x, y) ∈ A x B; y > x}
ad – d = cb – b \ d(a – 1) = b(c – 1), que é

R5 = {(x, y) ∈ A x B; y = 7}
equivalente a ad(a – 1) = b(c – 1), o que nos A soma das raízes é dada por –b/a=–(–9)/2=9/2
leva a concluir que a alternativa correta é a
letra A. Portanto a alternativa correta é a letra C.
03. Para que valores de m a função y = x2 –m.x Destas relações, quais delas representam
03. Sendo f e g duas funções, tais que
fog(x) = 2x + 1 e g(x) = 2 – x, então f(x) é: +1 tangencia o eixo das abscissas? funções de A em B?
a) 2 – 2x b) 3 – 3x c) 2x – 5 d) 5 – 2x a) m =2 b) m = – 2 c) m = 0 a) Apenas R1, R2 e R3
e) uma função par.
d) m = – 2 ou m = 2 e) n.d.a. b) Apenas R1, R3 e R5
Solução:
Então, nesse caso, D = 0; c) Apenas R1
Sendo fog(x) = 2x + 1, temos: f[g(x)] = 2x
+ 1 (-m)2 – 4.1.1 = 0 ⇒ m2 = 4 ⇒ m = ± 2 d) Apenas R1 e R3
Substituindo g(x) pelo seu valor, fica: f(2 – x) Função exponencial e) Apenas R3
= 2x + 1
Fazendo uma mudança de variável, 01. Resolver a equação 23x–1 = 322x. 05. Dados os conjuntos A = {–1; 0; 1; 2} e B =
podemos escrever 2 – x = u, sendo u a nova {0; 1; 2; 3; 4}, qual, entre as relações seguin-
variável. Portanto x = 2 – u. Solução:
Substituindo, fica: f(u) =2(2 – u)+1\f(u)= 5 – 23x–1 = 322x ⇒ 23x–1 = (25)2x ⇒ 23x–1 = 210x. tes, representa uma função de A em B?
2u Daí 3x–1=10, de onde x=–1/7. a) {(–1; 0), (0; 1), (1; 2), (1; 3), (2;–4)}
Portanto f(x) = 5 – 2x, o que nos leva à
alternativa D. 02. Resolva a equação 32x–6.3x–27=0. b) {(–1; 1), (0; 1), (1; 0), (1; 2)}(X)
Função do 1ºgrau Solução: c) {(0; –1), (1; 0), (2; 1), (4;2)}
01. Construir o gráfico de f: lR → lR definida Vamos resolver esta equação através de uma
d) {(–1; 1), (0; 0), (1; 1), (2; 4)}
por e) {(–1; 1), (0; 2), (0; 3), (1; 4), (2; 4)}
f(x) = –2x +3 transformação:
Solução: 32x–6.3x–27=0 ⇒ (3x)2–6.3x–27=0 06. Se f(x–1) = x2, então o valor de f(2) é:
(1) A reta corta o eixo Oy no ponto de x 2
Fazendo 3 =y, obtemos: y – 6y – 27=0 ; aplican- a) 1 b) 4 c) 6
ordenada 3. do Bhaskara, encontramos ⇒ y’=–3 e y’’=9 d) 9 e) n.d.a.
(2) Cálculo da raiz de f(x)
f(x) = 0 Para achar o x, devemos voltar os valores para a
–2 +3 = 0 → x = 5/2 equação auxiliar 3x=y:
07. Seja f uma função, tal que f(x2 + 3) = x2 + 1
A reta corta o eixo Ox no ponto de abscissa para todo x real. Então f(x) é igual a:
5/2 (1) y’=–3 ⇒ 3x’ = –3 ⇒ não existe x’, pois a po-
a) x – 2 b) 10 – 3x c) –3x2 + 16x – 20
tência de base positiva é positiva
(2) y’’=9 ⇒ 3x’’ = 9 ⇒ 3x’’ = 32 ⇒ x’’=2
d) x2 – 6x + 10 e) x2 + 6x – 16

Portanto a solução é x=2 08. (FEI–SP) O domínio da função


03. Calcule o conjunto verdade da equação é:
a) 1 < x ≤ 3 ou x ≥ 4
b) 1 < x < 3 ou x < 4
c) –1 < x ≤ 3 ou x ≥ 4
d) x < 1 ou x ≥ 4
e) –1 ≤ x ≤ 3 ou x > 4
Logo o conjunto verdade é dado por V = {3} 09. (CEFET–PR) O domínio da função
02. Construir o gráfico da função y = 3x –
1. 05. Determine o conjunto solução da equação
Solução: 32x + 52x – 15x =0. é:
Como o gráfico é uma reta, basta obter dois Solução: a) –1 ≤ x ≤ 2 ou x ≥ 1/2
de seus pontos e ligá-los com o auxílio de
uma régua: Vamos dividir ambos os membros por 15x b) –1 ≤ x ≤ 2 e x ≠ 1/2
a) Para x = 0, temos y = 3 · 0 – 1 = –1; 32x 52x c) x ≥ 1/2 e x ≠ –1 e x ≠ 2
– 1 = 0 ⇒ (–––)x + (–––)x – 1 = 0
3 5
x ≠ –1 e x ≠ 2
portanto um ponto é (0, –1). –––– + ––––
b)Para y = 0, temos 0 = 3x – 1; e outro 15x 15x 5 3 d)
ponto é . Faça (5/3)x = y e) x < –1 ou 1/2 ≤ x < 2