Você está na página 1de 1

Guia de Profissões

Música

A
música é mais do que uma profissão. O teoria musical e performance prática ou ainda
mercado de trabalho é bastante exigen- teoria musical na etnomusicologia, além do
te e conseguir um lugar ao sol é o que estudo da recepção e história da música, ge-
se pode chamar, realmente, de desafio. Em ralmente, chamado de musicologia.
compensação, as áreas de atuação são mui- A definição de música é muito contestada de-
tas. Além de poder ser um profissional liberal vido às suas fortes conotações e de seu uso
e autônomo, o músico poderá trabalhar em rá- além do assunto em si.
dios, televisão, teatro, cinema e agências de A música como som – Uma definição comum
publicidade. Se optar por uma carreira erudi- de música é rotulá-la como, simplesmente,
ta, terá opções de reger orquestras e corais sons organizados ou os mesmos mais sofisti-
na composição instrumental ou vocal. Tam- cados. Esse conceito está presente na seguin-
bém poderá lecionar em escolas de música te afirmação: “a brilhante organização de sons
ou em instituições de ensino superior. As e silêncio”. Essa definição é notadamente cor-
áreas que mais têm crescido, nos últimos rente em meados do século XIX em diante,
tempos, são: produção de jingles, trilha sono- quando se começou a analisar a relação entre
ra e linguagem musical computadorizada. som e percepção. Ou seja, a combinação per-
Para exercer a profissão de músico, é neces- feita de ritmo, harmonia e melodia.
sário obter o registro junto à Ordem dos Músi- A música como experiência subjetiva – Outra
cos do Brasil, entidade que regulariza e fisca- definição comumente usada para música a
liza a profissão de músico em todo o País. A tem como capaz de dar prazer ou de ser me- Ilustração: Ludwig Von Beethoven
profissão foi regulamentada pelo decreto lodiosa. Essa visão é usada para argumentar
3857, de 22/12/1966. que alguns tipos de organizações sonoras dos intervalos musicais no modalismo de
Por conta de uma variedade de definições não são música, enquanto outros a são. Monteverdi até os estudos dos timbres com
descritas a seguir, o estudo da música é igual- Desde que a abrangência para o que é aceito Debussy.
mente caracterizado pela diversidade. Esses como música varia de cultura para cultura e O curso na UEA – O Curso de Música na
estudos podem ser do som, da vibração e/ou de tempos em tempos, outras versões elabo- Universidade do Estado do Amazonas (UEA)
da acústica, o estudo cognitivo da música, de radas dessa definição admitem algum tipo de foi criado visando atender a uma demanda
evolução musical de caráter cultural ou social. crescente por formação profissional na área,
Essa definição foi predominante no século observada pelo interesse de pessoas que
XVIII, quando, por exemplo, Mozart preconi- buscam os cursos particulares e públicos de

Índice zou que a “música jamais deve esquecer-se,


jamais deve deixar de ser música”.
A música como previsão – Não tão comum é
formação musical. O número de orquestras,
corais, bandas, madrigais, assim como o inte-
resse pela música erudita, denotada pela
a definição cognitiva do que seria música. Pa- ocorrência dos espetáculos e concertos públi-
ra essa concepção, a música não é meramen- cos, tem crescido bastante em Manaus, cons-
MATEMÁTICA te som ou a percepção desse som, mas ma- tituindo a importância do investimento nesse
Revisão de Álgebra II neiras pelas quais percepção, ação e memó-
segmento de qualificação profissional.
ria são organizadas. Essa definição é influente
................................................... Pág. 03 Foi criado, também, para atender à alta de-
nas ciências cognitivas, que procuram locali-
manda de músicos qualificados no mercado
zar as regiões do cérebro responsáveis por re-
(aula 109) do Norte do Brasil, sendo a UEA a única insti-
lembrar e analisar os diferentes aspectos da
experiência musical. A definição inclui em si a tuição a oferecer o curso na Amazônia Oci-
FÍSICA dança. dental. A UEA tem perspectiva de estímulo ao
Campo eletrostático ou campo elétrico A música como construção social – Teorias potencial criativo e inovador do homem ama-
pós-modernas concebem que a música, as- zônico, criando alternativas de formação pro-
................................................... Pág. 05 sim como a arte, é definida primeiramente por fissional que possam contemplar outros as-
(aula 110) seu contexto social. De acordo com essa vi- pectos do potencial humano. Por esse motivo,
são, a música é o que as pessoas chamam de o curso de Música busca atender a uma consi-
PORTUGUÊS música, seja um período de silêncio, seja al- derável parcela da população que anseia por
gum tipo de som, seja sua performance. O tra- oportunidades que viabilizem uma qualifica-
Concordância Nominal II balho de John Cage, 4’33”, é baseado nessa ção profissional de acordo com suas tendên-
concepção de música cias, aptidões e interesses diversos.
................................................... Pág. 07 A música como fonte histórica – A música pas- O curso é oferecido nas modalidades de ba-
(aula 111) sa a ter um caráter de fonte histórica, quando charelado e licenciatura, ambas com habilita-
os compositores transmitem, através das le- ção em canto, regência e instrumento. Na mo-
HISTÓRIA tras, seus elogios ou indignações sobre deter- dalidade licenciatura, a formação visa atender
minados fatos históricos. à demanda crescente por profissionais de
A República no Amazonas ........ Pág. 09 A música como manifestação Estética – Trata- educação musical e artística nas escolas da
(aula 112) se de uma concepção amplamente difundida,
rede pública e privada como forma de dar
na qual a música é entendida como uma com-
cumprimento à Lei de de Diretrizes e Bases da
BIOLOGIA plexa organização dos fenômenos acústicos
Educação.
com o objetivo de alcançar um fim estético.
Cadeias alimentares ................. Pág. 11 O curso de Música oferece, também, habilita-
Esse conceito tem como base a observação
dos vários períodos históricos da música, em ção em música popular (disponível apenas na
(aula 113) habilitação em bacharelado), pioneiro na rea-
que, em cada um deles, os músicos se apro-
priavam de determinados “materiais”, para, lidade cultural do Brasil, e tem como objetivo
MATEMÁTICA assim, manipular e chegar a uma obra artísti- formar profissionais em sintonia com a realida-
Números complexos ................ Pág. 13 ca de acordo com suas idéias estéticas. de do mercado. Para finalizar o curso, o aluno
Exemplos dessa concepção encontraremos apresenta um Trabalho de Conclusão de Cur-
(aula 114) desde o Faux-bourdon da música Medieval so e um recital de formatura, no caso de ba-
até as estruturas microcontrapontisticas de Li- charelado. Para os formandos na modalidade
Referências bibliográficas ...... Pág. 15 geti, passando pela elaboração expressiva licenciatura, há, ainda, a exigência de estágio.