UNIVERSIDADE SÃO JUDAS TADEU

HENRY FORD

“Trabalho Semestral entregue em disciplina curricular, como parte dos requisitos necessários para aprovação na mesma”

Anderson Fraga de Oliveira – RA 201104212 Danilo Lucas da Silva Gomes – RA 200900511 Ewerton J. Da Silva Nunes – RA 201113683 Kaique Cheles A. Alcazar – RA 20112946 Mauricio G. M. Garcia – RA 201102943 Paulo A. Cardoso Junior – RA 201107335 Rafael Maurício Silva – RA 201106970

Professor: Selmo Bernardo Torquetto

São Paulo

ii

MAIO de 2011

iii

AVALIAÇÃO

.....................................................................i ÍNDICE DE ASSUNTOS 1 HENRY FORD: A VISÃO INOVADORA DE UM HOMEM DO INÍCIO DO SÉCULO XX ....................................... QUE COMBINAVA RESISTÊNCIA À CORROSÃO DO ALUMÍNIO COM A FORÇA DO DURALUMÍNIO...................................... ASSIM COMO OUTRAS EMPRESAS AUTOMOTIVAS..................................................... APÓS A GUERRA.................16 HENRY FORD TEVE PARTICIPAÇÕES NA MECANIZAÇÃO DO CAMPO.................................. EM VIRTUDE DA SUA CONSTRUÇÃO METÁLICA ONDULADA.........13 4 COMPANHIA DE AVIÕES FORD (FORD AIRPLANE COMPANY)...... DIVERSAS VARIANTES FORAM TAMBÉM USADAS PELO EXÉRCITO DOS EUA........................16 A FORD. O AVIÃO UTILIZAVA UMA NOVA LIGA CHAMADA ALCLAD.......... ACOMODANDO CERCA DE 12 PASSAGEIROS DE MODO UM TANTO DESCONFORTÁVEL................2 1...... QUANDO A FORD AIRPLANE DIVISION ENCERROU DEVIDO ÀS POUCAS VENDAS DURANTE A GRANDE DEPRESSÃO............. O COPIARAM...................CHAMADO DE "GANSO DE LATA" ("TIN GOOSE")........................................................................................ O AVIÃO ERA SEMELHANTE AO F.... E ALGUNS DIZEM QUE OS ENGENHEIROS DA FORD SECRETAMENTE MEDIRAM O AVIÃO FOKKER E....................................................................................1 INTRODUÇÃO.............. E FOI O PRIMEIRO BEM SUCEDIDO AVIÃO DE PASSAGEIROS DOS EUA.............................................. O TRIMOTOR VOOU PELA PRIMEIRA VEZ EM 11 DE JUNHO DE 1926.......... NA FABRICAÇÃO DE MOTORES AERONÁUTICOS................ QUANDO HENRY FORD ADQUIRIU A COMPANHIA DE AVIAÇÃO STOUT METAL AIRPLANE COMPANY.......16 5 SUA VISÃO INOVADORA........2 QUEM FOI HENRY FORD ?............................................... E ANOS MAIS TARDE UM TRIMOTOR PARA AVIÕES...... EM SEGUIDA..........................24 ............................ CHEGANDO A CONSTRUIR UM MOTOR LIBERTY DURANTE O PERÍODO DA PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL........................................................................... ENTROU NO NEGÓCIO DA AVIAÇÃO DURANTE A PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL..................... APROXIMADAMENTE 200 TRIMOTORES FORAM CONSTRUÍDOS ANTES DE TER SIDO INTERROMPIDO EM 1933........................................21 7 FRASES DE HENRY FORD...................................................................2 1............5 3 MODELO T................17 6 PERFIL ATUAL DA “FORD COMPANY”...........................................................................................................3 2 SUA HISTÓRIA............................................................................. ELE RETORNOU À INDÚSTRIA AUTOMOBILÍSTICA ATÉ 1925.............................................................16 A MAIS BEM SUCEDIDA AERONAVE DE FORD FOI O FORD 4AT TRIMOTOR ....................................................................................VII-3M DA FOKKER.....................

....02 Figura 3: Henry Ford.................................................. em 1913............................................1888....................12 Figura 6: Linha de montagem de Ford.............................................................................................................................15 Figura 8: Henry Ford e o famoso modelo "T" (Ford Bigode)............04 Figura 5: Ford T......................................................................................................................................14 Figura 7: Ford 4-AT-F (EC-RRA)...................................ii INDICE DE FIGURAS Figura 1: Henry Ford...............................02 Figura 4: Henry Ford ...................... 01 Figura 2: Henry Ford ...................................................16 .........................................................................

..............................08 ......................................................iii ÍNDICE DE GRÁFICOS Gráfico 1: Crescimento na produção de carros na empresa Ford entre os anos de 1913 a 1926 .....................

Em qualquer empresa que se olhe uma produção em série de qualquer produto. Sr. pretende-se mostrar. . suas atitudes e pensamentos que revolucionaram o mundo em uma época em que a indústria ainda “engatinhava”. Henry Ford. Apresentaremos sua história. já no final do século XIX. Assim. suas ações e um pouco do que foi percebido da sua visão inovadora. Henry Ford. trazer um traçado da trajetória deste homem. Busca-se. seus feitos.iv SINOPSE Este trabalho tem como objetivo apresentar a vida de uma das mais importantes pessoas da História. sempre será lembrada que essa idéia surgiu da mente de uma pessoa: Sr. Ford buscou tirar suas idéias do papel e transformar em um modelo que serviu e serve até hoje de base para qualquer indústria que pensa em grande escala. aqui. portanto. responsável pela criação da produção seriada. e que os pensamentos de uma produção em larga escala eram provenientes de ”mentes insanas”. Vários artigos coletados mostram como o Sr. entre outras tantas e brilhantes invenções. o que foi percebido através desta pesquisa bibliográfica sobre Henry Ford.

we shall show here." Several items collected show as Mr. . at the end of the neteenth century.v ABSTRACT This paper aims to present the life of one of the most important people in history. bring a tracing of the trajectory of this man. what was perceived through this literature search on Henry Ford. Ford sought to take their ideas from paper and turn it into a model that has served and serves today as the basis for any industry that thinks on a grand scale. responsible for creating the serial production. their attitudes and thoughts that have revolutionized the world in a time when the industry still "crawling" and that the thoughts of a large-scale production came from "insane minds. their accomplishments. Henry Ford. his actions and a little of what was perceived their innovative vision. among many other brilliant inventions. therefore. Henry Ford. Present their history. Then. Mr. One aim. In any company you look a serial production of any product will always be remembered that this idea came from the mind of a person: Mr.

1 .

Henry Ford é hoje uma sigla. persistente e bem à frente de seu tempo. Henry Ford pertenceu à estirpe dos homens que transcendem a vida. Mais do que um nome. sobretudo por ter sido um homem inovador. cheio de significância e profundidade. Mas isso não quer dizer que as pessoas só passaram a inovar depois . é um parâmetro atual e ainda em discussão. a Ford Motor Company celebrou 100 anos de pioneirismo e evolução. Não somente por ter sido o pai do fordismo – sistema de produção em série que revolucionou a indústria do século XX – mas.2 1 HENRY FORD: A VISÃO INOVADORA DE UM HOMEM DO INÍCIO DO SÉCULO XX Figura 1: Henry Ford 1. uma espécie de ideograma ocidental. muito mais do que a representação de algo que possa ser visto ou tocado. A base desse sucesso foi construída pela iniciativa de um visionário: Henry Ford.1 Introdução Em junho de 2003. A inovação na área teórica é algo novo. um dos maiores nomes da indústria mundial.

Henry Ford. no início apenas curiosas e despretensiosas. Nosso amigo Ford acabou sendo criado. Henry Ford foi um importante engenheiro americano. O pai e a mãe de Henry estavam nos Estados Unidos porque.2 Quem foi Henry Ford ? Figura 2: Henry Ford Figura 3: Henry Ford. Não foi só depois que os teóricos e estudiosos passaram a dar nome ao pioneirismo e às boas idéias.3 que os livros e teorias sobre a inovação passaram a surgir. então. 1. Produziu seu primeiro automóvel em 1892. na cidade norte-americana de Springwells. foi um homem inovador e persistente. em 1847. Através de leituras sobre a vida desse homem. na cidade de Dearborn. fugiram de uma guerra civil que estava acontecendo no país deles. que o homem passou a ter sucesso com suas próprias idéias. pois foi-se percebendo que. 1888. Faleceu em sete de abril de1947. Desde criança ele sonhava em desenvolver algum tipo de . mais que uma escola de administração (fordismo). O garoto era filho de um casal de imigrantes irlandeses. passouse à realização de uma intensa e apaixonada pesquisa bibliográfica. Nasceu em 30 de julho de 1863. em uma fazenda na cidade de Michigan.

No ano de 1875. com doze anos. Ford foi um inventor prolífico e registrou 161 patentes nos EUA. primeiro na empresa James F. Em 1885. o contato com um locomóvel a vapor o levou a estudar os carros automotores. Em 1893. Ford entrou para a Companhia Westinghouse. tendo desmantelado e remontado as peças de relógios de amigos e vizinhos dezenas de vezes. Aos 16 anos ele deixou a família para ir morar em Detroit para trabalhar como aprendiz de operador de máquinas. Por volta do ano de 1890. Ford passou a ter bastante tempo e dinheiro para dedicarse às suas experiências pessoais com motores a gasolina. movido a gasolina..4 tecnologia que pudesse auxiliar no trabalho agrícola. Ford assumiu o lugar de engenheiro maquinista na cidade de Detroit na Edison Illuminating Company. Depois de vários testes. . trabalhando como mecânico das oficinas da Eagle Motor Works. Estes experimentos culminaram em 1896 com a conclusão de seu próprio veículo automotor denominado Quadriciclo. no conserto e na montagem de locomóveis a vapor. Henry Ford planejou formas de melhorar o Quadriciclo. Aos quinze. Flower & Bros. ele tinha a reputação de reparador de relógios. seu interesse se concentra nos motores a explosão. em Detroit. e mais tarde na Detroit Dry Dock Co. Aos 19. Ford construiu seu primeiro motor desse tipo. Dois anos depois. após sua promoção ao cargo de Engenheiro Chefe. ele retornou a Dearborn para trabalhar na fazenda da família e se tornar experiente na operação dos motores a vapor portáteis da Westinghouse. que ele dirigiu em teste em quatro de junho. Em 1882.

5 2 SUA HISTÓRIA Figura 4: Henry Ford Nascido em 30 de julho de 1863 na cidade de Springwells. da qual era engenheiro-chefe. mais leve e forte. Ford perdeu a mãe muito cedo e. Estado do Michigan. abandonando o emprego. Estava sendo fundada. trabalhando na fazenda de seu pai demonstra habilidades para a invenção. Na Primavera em 1896. em 1898 ele já havia criado três carros e. Era ele quem cuidava dos reparos nas máquinas da fazenda de seu pai. a Detroit Automobile Company. Segundo o que o próprio Ford conta. conseguindo alguns apoios e colaboradores. A sua intenção era outra: observar como as coisas funcionavam mecanicamente. começou a fabricar carros como negócio. de forma a construir outro automóvel. dois anos mais tarde. mas sem nenhum interesse pelo pagamento de seus trabalhos. então. chegando posteriormente a engenheiro-chefe de uma fábrica. Henry Ford iniciou a sua vida como simples mecânico. particularmente na mecânica. que mais tarde vendeu por 200 dólares. completou a sua primeira “carruagem sem cavalos”. por seus diretores estarem . fábrica esta que fechou.

que também logo dissolveu-se. Alexander Y. divergiram sobre qual. que renderam grande suporte financeiro às suas idéias.0 km/h). viu-se obrigado a travar uma batalha judicial com George Baldwin Selden. No ano de 1901 organizou outra companhia. Os primeiros lucros constituíam mais de 100% do investimento inicial.com 40 anos de idade. aliado a um empresário de carvão de Detroit. Ford acreditava que um modelo simples seria mais interessante para os negócios. alcançando vários recordes. nunca visto. mas por outro motivo: a produção de carros de corrida sem sucesso. dirigindo uma milha (1609 metros) em 39. Malcolmson. Em 1905. revolucionando a estratégia comercial da época. Nos anos seguintes. junto com 28000 dólares de Henry Ford. o que permitiu melhorar os modelos e aumentar a produção.Ford. que detinha a patente. de . Entretanto. (E. Era algo desconhecido.6 contrários a adotar a produção em massa como modelo padrão. estabelecendo um novo recorde de velocidade terrestre em 91. persistiu na idéia da construção de carros de corrida (esporte muito em “voga” da época) e criou o “999”.que investiram cerca de 150000 dólares. foram vendidos mais de 5000 veículos. Entre 1904 e 1905. e a um pequeno grupo de investidores. fundou a Ford Motor Company.3 milhas por hora (147. A 16 de Junho de 1903. O primeiro carro produzido pela nova companhia demorou um mês a ser vendido. inovador). apesar de concordarem com a produção de um único modelo. diga-se de passagem. Estas divergências levaram Ford a assumir a presidência em 1906. Malcolmsom e Ford. com o qual Barney Oldfield tornou-se campeão. mas a partir daí os pedidos e a produção aumentaram rapidamente. datada de 1879. a qual fabricou um modelo de carro a preços populares dentro de um plano de vendas e de assistência técnica de grande alcance. com a cooperação do projetista Harold Wills. Enquanto Malcolmsom defendia um modelo dispendioso. Ford fez uma exposição sobre o gelo do Lago Saint Clair. Em um carro recém-planejado.4 segundos.

Em 1914. a média até então era de $2. Não era um carro para os ricos se exibirem em passeios de fim de semana. Henry Ford foi um pioneiro do . as vendas anuais atingiram cem milhões de dólares. fundada em 1904. na época. construindo o Modelo T. Era feito para o homem comum usar todos os dias. Projetou primeiro o fiável Modelo N e melhorou-o. ele vendeu 15 milhões de automóveis. em 1909.40 por nove horas de trabalho e na maioria dos países da Europa.7 fabricação de uma locomotiva. quando. Neste período. a companhia fabricaria somente o chassi do Modelo T. foram instalados os métodos da produção em massa. que necessitasse um mínimo de cuidado e custos em sua manutenção. Ford esclarece que. fundada em 1906. Estabeleceu nessa época o salário mínimo de 5 dólares por dia e jornada diária de oito horas de trabalho. e em Manchester (Inglaterra). já circulava um milhão de Modelos T e. Nas quase duas décadas em que Ford produziu o Modelo T. contanto que seja preto” O motivo: A tinta preta secava mais rapidamente. já fabricava 800 carros por dia. sendo as principais as localizadas em Ontario (Canadá). repartiu com seus empregados uma parte do controle acionário da sua empresa. Lançado em 1908 com o preço de US$ 850. e imediatamente foi possível montar um carro a cada 93 minutos. A fábrica de Ford formulou planos para a fabricação em quantidades até então impensáveis. incluindo as linhas de montagem de movimento contínuo. a jornada diária variava entre dez e doze horas. Nos anos de 1906-1907 ele implantou na companhia a política de produzir um carro padronizado e relativamente barato. mas que abrangia as máquinas de estrada de um modo geral. o Modelo T foi um sucesso instantâneo. antes de 1925. e que “o cliente pode ter um carro pintado com a cor que desejar. Entre 1912-1914. filiais da companhia já se espalhavam. Em 1913. Em 1915.

O uso da integração vertical pela empresa também provou ser bem sucedido quando Ford construiu uma fábrica gigantesca.000 de carros por ano.000. onde entravam matérias primas e de onde saiam automóveis acabados.000 pessoas. trazendo seu capital humano e sua habilidade. aumentando a produtividade e reduzindo os custos de treinamento. O movimento foi extremamente rentável. Esta medida serviu como um incentivo até então desconhecido pelos funcionários e as horas improdutivas diminuíram sensivelmente.” Assim. (…) A meu ver não há nada mais detestável do que uma vida ociosa. e não o homem até o trabalho”. Nenhum de nós tem esse direito. já tinha 88 usinas e já empregava 150. Ford chamou isso de "salário de motivação" ("wage motive"). os melhores mecânicos de Detroit afluíram para a Ford. em 1925 um carro a cada 15 segundos emergia das linhas de montagem. no lugar da constante rotatividade de empregados. Em 1926. Eficiência significava contratar e manter os melhores trabalhadores. A teoria geral nas fábricas de Ford foi que tudo deveria estar em movimento: “o trabalho deve vir até o homem.8 "capitalismo do bem-estar social" concebido para melhorar a situação dos seus trabalhadores e especialmente para reduzir a grande rotação de empregados de muitos departamentos. Para Ford . A civilização não tem lugar para os ociosos. . que contratavam 300 homens por ano para preencher 100 vagas. fabricando então 2. “o primeiro princípio moral é o direito do homem ao seu trabalho.

Ford via no consumismo uma chave para a paz. o Fordson. pelo pagamento de um salário substancial para aqueles que trabalhavam com a produção e a distribuição.9 Gráfico 1: Crescimento na produção de carros na empresa Ford entre os anos de 1913 a 1926 Para Henry Ford. o ciclo de produção começava com o cliente: achava que a mercadoria deveria ser antes de tudo ajustada de forma a atender o maior número possível de consumidores em qualidade e preço. Desde sua infância Henry Ford tinha interesse em tratores para trabalhos na terra. “Por volta de 1920 ele vendia três quartos dos tratores fabricados no país. de 750 para 395 dólares”. E foi quando o Modelo T estava estabelecido que Ford entrou neste campo. e conseqüentemente o número de clientes tenderia a aumentar continuamente conforme o preço do artigo fosse caindo. e conseguiu reduzir o preço de seu produto. Ele não confiava em contadores. Ao mesmo tempo. tendo reunido uma das maiores fortunas do mundo sem ao menos possuir auditoria em sua companhia. não estou interessado nele. o poder de compra aumentaria. mas sim no que posso fazer pelo mundo com ele". o que o levou certa vez a dizer: "o dinheiro é a coisa mais inútil do mundo. Ford foi responsável por .

tanto em projeto como em métodos de fabricação. a supremacia destas empresas já estava claramente estabelecida. Economizar em todos os setores era regra predominante: todo o refugo era convertido. houve uma quebra na fabricação dos Modelos T.Com o desenvolvimento do negócio tornou-se claro que era um desperdício montar carros somente numa fábrica. pois os consumidores passaram a exigir não só economia. O novo modelo. os seus próprios caminhos de ferro e barcos a vapor. A grande central nos arredores de Detroit era a mais completa e equipada do mundo. e um trimotor para aviões logo depois. Em 1927.10 contribuições inquestionáveis na mecanização do campo. As filiais foram instaladas em diversas partes do mundo. visando ampliar o alcance dos produtos ligados ao campo e conquistar novos mercados. Em Highland Park começaram a ser fabricadas as partes que eram transportadas até as unidades responsáveis pela montagem final. em 1930. Aproximadamente 40000 peças de maquinaria tiveram que ser remodeladas e substituídas. mas também velocidade e estilo. Quando James Couzins deixou a companhia. Ford fez planos para evitar o lucro de intermediários. Mas a General Motors e a International Harverter ganharam terreno e. As estradas da época já podiam acomodar carros mais modernos. exigia uma completa reestruturação da produção em relação ao velho T. Ford tomou o controle absoluto.Praticamente toda a madeira que existia em modelos antigos foi abolida. . todas as sobras das fornalhas iam para a fábrica de cimento. carvão e fontes de madeira. Em 1935 organizou o National Farm Chemurgic Council. construindo o motor Liberty na Primeira Guerra Mundial. Foi também um dos pioneiros na fabricação de motores aeronáuticos. o A. mantendo as suas próprias minas de ferro.

o Lincoln. superou a Ford Motor Company. foi bem recebido. Walter P. a General Motors Company. que já possuía dois quintos do volume de negócios de automóveis. comprador da Dodge Automobile. outras companhias introduziram motores de seis cilindros. baseado no princípio de que os livros didáticos não deveriam estar isolados das experiências da vida. com equipamentos muitas vezes únicos. O novo modelo da Ford. o V-8. . O intenso empenho de Henry Ford para baixar os custos resultou em muitas inovações técnicas e de negócios.11 O custo total de conversão efetuada nas fábricas de Ford foi de cerca de duzentos milhões de dólares. Enquanto o engenho de Ford estava estagnado. aos quais devem ser adicionadas as perdas de fornecedores e distribuidores devido ao período em que a produção parou (aproximadamente 6 meses). mas o modelo de luxo. incluindo um sistema de franquias que instalou uma concessionária em cada cidade da América do Norte. Também promoveu numerosas experiências de interesse educacional. Ford elaborou projetos grandiosos e foi alvo tanto de ataques como de congratulações. mas providenciou para que sua família pudesse controlar a companhia permanentemente. teve resultados decepcionantes. transmissões mais eficientes e melhores linhas. e nas maiores cidades em seis continentes. o Modelo A foi altamente lucrativo. tornou-se um competidor destacado. Em Detroit. freios hidráulicos. mas a situação não se manteve. Durante algum tempo. atingindo um quinto da produção norte-americana. construiu o hospital Henry Ford. Chrysler. Ford deixou a maior parte de sua grande riqueza para a Fundação Ford. Em meados dos anos 20. Durante a sua vida.

Enriqueceu enriquecendo a humanidade. Ford teve outros méritos que simplesmente o de haver construído o primeiro carro popular em larga escala e ter feito fortuna principalmente por haver formulado um punhado de idéias e de teorias próprias a respeito da Administração. Como bem demonstram as palavras de Monteiro Lobato.. isto é. Utilizou um sistema de concentração vertical produzindo desde a matéria-prima inicial ao produto final acabado. nem explorando a miséria do operário. um moderno método que permite fabricar grandes quantidades de um determinado produto padronizado . além da concentração horizontal através de uma cadeia de distribuição comercial por meio de agências próprias. idealizou a linha de montagem.) descobriu a verdadeira significação da indústria e experimentalmente pô-la em termos de conciliar o velho e na parência irredutível antagonismo entre o capital e o trabalho”. de Henry Ford (1927): “Ford (. o que lhe permitiu a produção em série.. Desde então tornou-se uma figura lendária com a implantação da produção em massa. Além disso. Não enriqueceu por meio de especulações e valorizações à custa do trabalho alheio. E continua. enriquecendo e tornando feliz o operário. enriquecendo e facilitando a vida do consumidor”.12 Henry Ford morreu em 7 de abril de 1947. Por meio da racionalização da produção. . demonstrando a percepção inovadora que já se tinha na época: “E tão certos se demonstraram os seus princípios que em 20 anos se tornou ele o homem mais rico de todos os tempos sem que uma só criatura se ressentisse da sua vitória. em Dearborn. nem sugando o consumidor. demonstrando seu gênio inovador. Não venceu abatendo rivais. no prefácio do livro “Hoje e Amanhã”. Contudo. fez uma das maiores fortunas do mundo graças ao constante aperfeiçoamento de seus métodos. processos e produtos.

clubes locais de automóveis surgiram para ajudar novos motoristas e para explorar o campo. O motor e o câmbio eram totalmente fechados. custando 825. A rede de concessionários locais de Ford tornou o carro onipresente em praticamente todas as cidades da América do Norte. as franquias enriqueceram e fizeram a propaganda não apenas de Ford.00 dólares (o preço caía todo ano) que na década de 1920 a maioria dos motoristas norte-americanos aprenderam a dirigir o Modelo T. mas também do próprio conceito de automobilismo. O Ford Modelo T foi apresentado no dia 1 de outubro de 1908. Ford criou um sólido sistema de publicidade em Detroit para garantir que cada jornal transmitisse notícias e anúncios sobre o novo produto. o mais importante. As vendas subiram rapidamente - . o que deixou boas memórias para milhões de pessoas. que viram no veículo um dispositivo comercial para ajudar em seus negócios. sua manutenção era barata. O veículo era tão barato em 1908. e a suspensão usava duas molas semi-elípticas. Ford foi sempre ávido para vender aos fazendeiros. O carro era muito simples de se dirigir e. Os 4 cilindros eram fundidos em um bloco sólido.13 3 MODELO T Figura 5:Ford T. Ele tinha muitas inovações importantes. como o volante no lado esquerdo. o que foi logo copiado por todas as outras companhias. Como revendedores independentes.

incluindo o vermelho. Esse esquema era veementemente defendido por Henry Ford. Antes do desenvolvimento da linha de montagem. metade dos carros na América do Norte eram Modelos T. Existe uma frase famosa que Ford escreveu em sua autobiografia sobre a escolha da cor do veículo: "O cliente pode ter o carro da cor que quiser.000 unidades em 1914. a produção final total foi de 15. H. fontes contemporâneas indicam que o conceito e sua evolução vieram dos funcionários Clarence Avery. . Desta forma. Sorensen. ele conseguia montar os veículos sem ter que diferenciar o processo de pintura.034 unidades.000 unidades.14 vários anos tiveram 100% de lucros em relação ao ano anterior. As vendas ultrapassaram 250. Embora seja atribuído a Henry Ford o invento. Charles E. Por volta de 1916. e a produção continuou até 1927. A alta produção conseguida por Ford tem como característica marcante a escolha de uma única cor de veículo. contanto que seja preto". tendo o preço baixado para US$360.00 para os carros de passeio básicos. em 1913 Ford introduziu a montagem em esteiras em movimento nas suas instalações. e C.007. Esse foi um recorde que permaneceu por 45 anos. que exigia a cor preta por sua secagem mais rápida. Martin. Wills. as vendas atingiram 472. o Modelo T era disponível em outras cores. Peter E. Sempre na busca de maior eficiência e menores custos. o que permitiu um enorme aumento da produção. que era preta. Por volta de 1918.

Henry e Edsel compraram todas as ações restantes de outros investidores. Apesar dos estímulos de Edsel. .15 Figura 6 :Linha de montagem de Ford. o presidente Woodrow Wilson pediu pessoalmente a Ford para que se candidatasse ao Senado dos Estados Unidos da América. as vendas do Modelo T começaram a declinar devido à concorrência crescente. Em 1918. Em dezembro de 1918. Outros fabricantes de automóveis ofereciam planos de pagamentos pelos quais os clientes podiam comprar seus carros. Henry Ford transferiu a presidência da Ford Motor Company para seu filho Edsel Ford. em 1913. Henry. entretanto. retinha a autoridade de decisão final e algumas vezes revogou as decisões de seu filho. que comumente incluíam características mecânicas mais modernas e estilos não disponíveis no Modelo T. Ford concorreu como um candidato pacífico e um forte apoiador da proposta Liga das Nações. como um democrata. Por volta da metade da década de 1920. Henry recusava-se firmemente a incorporar novas características no Modelo T ou a criar um plano de crédito para os compradores. de Michigan. Embora a nação estivesse na guerra. dando deste modo à família exclusivo domínio sobre a companhia.

O Trimotor voou pela primeira vez em 11 de junho de 1926. em virtude da sua construção metálica ondulada. O avião era semelhante ao F. o copiaram. . assim como outras empresas automotivas. quando Henry Ford adquiriu a companhia de aviação Stout Metal Airplane Company. Após a guerra. na fabricação de motores aeronáuticos. e foi o primeiro bem sucedido avião de passageiros dos EUA. O avião utilizava uma nova liga chamada Alclad. Aproximadamente 200 Trimotores foram construídos antes de ter sido interrompido em 1933. Diversas variantes foram também usadas pelo Exército dos EUA.16 4 COMPANHIA DE AVIÕES FORD (FORD AIRPLANE COMPANY) Henry Ford teve participações na mecanização do campo. acomodando cerca de 12 passageiros de modo um tanto desconfortável. em seguida. chegando a construir um motor Liberty durante o período da primeira guerra mundial. ele retornou à indústria automobilística até 1925. quando a Ford Airplane Division encerrou devido às poucas vendas durante a Grande Depressão. A Ford.VII-3m da Fokker. e anos mais tarde um trimotor para aviões. e alguns dizem que os engenheiros da Ford secretamente mediram o avião Fokker e. que combinava resistência à corrosão do alumínio com a força do duralumínio. entrou no negócio da aviação durante a Primeira Guerra Mundial. Figura 7: Ford 4-AT-F (EC-RRA) A mais bem sucedida aeronave de Ford foi o Ford 4AT Trimotor .chamado de "Ganso de Lata" ("Tin Goose").

Princípio de produtividade: consiste em aumentar a capacidade de produção do homem no mesmo período (produtividade) por meio da . para perceber como Ford foi um homem realmente inovador para sua época. bem como do pagamento de salários. “O minério sai da mina no Sábado e é entregue sob a forma de um carro. à tarde”.17 5 SUA VISÃO INOVADORA Figura 8: Henry Ford e o famoso modelo "T" (Ford Bigode) Inicialmente. conseguiu fazer com que o trator ou o automóvel fossem pagos à sua empresa antes de vencido o prazo de pagamento da matéria-prima adquirida. a saber: Princípio de intensificação: consiste em diminuir o tempo de duração com o emprego imediato dos equipamentos e da matéria-prima e a rápida colocação do produto no mercado. na “terça . ao consumidor.feira. deve-se citar que ele adotou três princípios básicos. A velocidade de produção deve ser rápida. Por meio desse princípio. Princípio da economicidade: consiste em reduzir ao mínimo o volume do estoque da matéria prima em transformação.

Um almoxarife já havia sido designado para essa função. naquela época. Nem o próprio mecânico da Ford era o mesmo em 1908 que fora em 1903. havia agora “diversos montadores que trabalhavam lado a lado num carro. um mesmo período de tempo. 130): “Na fábrica e em todas as demais oficinas de Detroit. É certo que o tempo trouxe alguns refinamentos. conseqüentemente. Henry Ford inovou e isso transformou o pensamento industrial. Mas foi ele quem inventou a forma de produzir carros em massa. portanto. Os montadores da Ford eram ainda homens competentes. é descrita da seguinte forma por Keith Sward (apud Braverman. Foi ele o introdutor da produção em série. 1987. da mão-de-obra e das matérias primas e. tornando-o um bem acessível à maioria das pessoas no início do século XX. cada um . Seu trabalho era muito estacionário. dos produtos. o sistema de concessionários e uma inteligente política de preços.18 especialização e da linha de montagem. que Ford foi inovador em diversos planos. o qual vem evoluindo até hoje. o operário pode ganhar mais. Foi também um dos primeiros homens de empresa a utilizar incentivos não salariais para seus empregados. tão logo o carro em construção no seu local próprio assumia a dimensão total – do chassi puro ao produto acabado. e o empresário ter maior produção. Em 1908 já não era mais necessário ao montador deixar seu lugar de trabalho para dar um giro pela ferramentaria ou seção de peças. p. o serviço de montagem final havia sido parcelado aos poucos. Vê-se. que era obrigado a saber de tudo para executar seu trabalho. em massa. A organização do serviço de montagem. Em lugar do ‘pau para toda obra’ que antigamente ‘fazia de tudo’. Assim. o processo de montagem de um automóvel dependia ainda do mecânico versátil. contudo eles tinham que passar para o serviço seguinte a pé. E não é só isso. No curso desses anos. por meio da padronização do maquinário e equipamento. Costuma–se dizer que não foi Henry Ford que inventou o carro. Na área mercadológica implantou a assistência técnica.

a forma mais desenvolvida de incremento da produtividade do trabalho. que a elevação da produtividade do trabalho para Ford se dá pela via do parcelamento das tarefas. já que pode-se perceber que Ford reinventou a correlação manufatureira entre divisão do trabalho e produtividade. Assim sendo. portanto. deve fazer sempre uma só coisa com um só movimento”. 78) o resultado da produção em massa que implantou em sua fábrica é “a economia de pensamento e a redução ao mínimo do movimento do operário. Todavia. Entretanto. A concepção de Ford quanto seus operários é reforçada quando diz: “Por que toda vez que peço um par de braços vem um cérebro junto?”Essa célebre frase revela um pouco de uma época em que os empresários estavam preocupados apenas em contratar um tipo de trabalhador: o braçal.19 responsável por operações um tanto limitadas. para a época. concentração e detecção dos indivíduos e da rapidez com que eles podiam coordenar seus movimentos. mantendo o último como a base do processo de trabalho. É uma visão inovadora para a época. Vê-se. no fordismo o processo de produção havia sido completamente liberado de quaisquer limites impostos pela força física dos seres humanos individuais. pois hoje em dia focaliza-se com intensidade o Capital Intelectual mesmo dos operários da linha de produção. No entanto. Nada de operários que pensassem muito ou refletissem sobre o dia-a-dia na empresa. Sabe-se que esse pensamento já é ultrapassado. que. o fordismo desenvolveu ainda mais a mecanização do trabalho. faculdades de percepção. ele permanecia dependente das reações no tempo. p. radicalizou a separação entre . já superada pela maquinaria. separando o trabalho intelectual do trabalho manual. a inovação está na introdução da maquinaria. se sendo possível.” Para Ford (1922. incrementou a intensidade do trabalho. em que os carros eram produzidos de forma quase artesanal (manufatureira).

despertando o "medo de alguns. e que a indústria automobilística era a chave para a compreensão das relações econômicas e sociais nos Estados Unidos. a padronização. Ford começar a pregar sua doutrina da salvação". e o fascínio entre todos".20 trabalho manual e trabalho mental. Henry Ford encarnava a essência do americanismo de sucesso. a obsessão de outros. Para muitos alemães. Como explicou um alemão. A imagem da Ford pasmou os europeus. "os automóveis alteraram tão profundamente o modo de vida americano. que hoje dificilmente se pode imaginar alguém sem um carro. o ritmo. e a filosofia da produção demonstrada nos trabalhos de Ford como um serviço nacional — uma "coisa americana" que representava a cultura dos Estados Unidos. submeteu rigorosamente os trabalhadores à lei da acumulação e tornou o progresso científico contra eles como um poder a serviço da expansão uniforme do valor. Os alemães que discutiam o fordismo freqüentemente acreditavam que ele representava algo fundamentalmente norte americano. Eles viram o tamanho. É difícil lembrar como era a vida antes de o Sr. Tanto os apoiadores quanto os críticos insistiam que o Fordismo compendiava o desenvolvimento capitalista norte americano. em especial os alemães. .

Em 1999. recentemente contratado (ex-diretor na Boeing) veio ocupar o espaço que vinha sendo administrador pelo segundo. derivada de um gigantesco recall de pneus. (Presidente do Conselho de Administração / Diretor). incluindo o financiamento de veículos (seus próprios e de terceiros). como prefere ser chamado) assumiu o cargo de chairman no momento em que a companhia começava a enfrentar uma nova crise. com um contingente de cerca de 87.21 6 PERFIL ATUAL DA “FORD COMPANY” Como maior legado tangível de Henry Ford. Ele implantou um programa de reestruturação que deu resultados. a Ford Motor Company é uma empresa que atua na produção de automóveis e caminhões. Henry Ford – mais de um século após sua fundação. A Companhia e suas subsidiárias também participam em outros empreendimentos. inclusive no Brasil. a família Ford ainda está no comando da companhia. julgamos oportuno incluir no presente trabalho.700 empregados (dados de 12/12/2008). obrigandoo também a acumular o comando executivo. bisneto do fundador da Cia. William Clay Ford Jr. . A Ford a nível mundial se divide em sete segmentos: • Ford América do Norte. onde a Ford tem recuperado espaço no mercado nacional. em 1919. O primeiro. um panorama do que é a FORD nos dias de hoje.Constituída em Delaware. Seu conselho diretor é capitaneado por Alan Mulally (CEO / Presidente) e William Clay Ford Jr. Os negócios da Companhia são divididos em dois macro setores: Automotivo e Serviços Financeiros. (“Bill Ford”.

Land Rover e Aston Martin.22 • Ford América do Sul. Lincoln e Mercury. Ao segmento Mazda cabe a gestão de perdas/ganhos associados aos investimentos da Ford na Mazda propriamente dita. O segmento Ford Europa inclui a venda de veículos da marca Ford e dos serviços e peças na Europa. bem como alguns outros investimentos da montadora japonesa. Turquia e Rússia. América do Sul. • Ford Ásia Pacífico África. O segmento Ford América do Norte inclui a venda de diferentes modelos das marcas Ford. nas seguintes regiões:América do Norte. bem como peças e serviços para Estados Unidos. Canadá e México. • Mazda • Jaguar. Ásia Pacífico e África. . Europa. • Volvo. • Ford Europa. O segmento Volvo inclui a venda de veículos da marca Volvo. bem como de suas peças e serviços especializados. O segmento Ford Ásia Pacífico África é designada para a venda de veículos de marca Ford e de serviços conexos em partes da Ásia-Pacífico e África do Sul. O segmento Ford América do Sul inclui a venda de veículos de marca Ford e das peças e serviços relacionados à região da América do Sul.

a Toyota Motor Corporation. leasing e seguros para veículos. Ford Credit oferece financiamento. imobiliário. Esses materiais incluem metais não-ferrosos. Honda Motor Company e a Nissan Motor Company. A Companhia possui ou detém licenças para utilizar numerosas patentes. Ainda adquire uma variedade de matérias-primas provenientes de numerosos fornecedores ao redor do mundo para utilização na produção de seus veículos. Land Rover e Aston Martin atua na gestão centralizada para controle de comercialização. energia e resinas. e de financiamento e leasing de alguns veículos Volvo na Europa. Os concorrentes diretos da Ford nos Estados Unidos são: General Motors Corporation. . metais preciosos. a Chrysler LLC. sociedades holding. direitos autorais e marcas registradas em uma base global. Outros Serviços Financeiros é um segmento que inclui uma variedade de empresas. O setor dos serviços financeiros inclui os segmentos Ford Credit e Outros Serviços Financeiros. metais ferrosos.23 O segmento responsável pela marcas Jaguar. políticas de comercialização e de interação mercadológica para esse nicho de clientes.

aponte soluções"." "O capital que não melhora. foge à sua mais alta missão. "O melhor uso do capital não é fazer dinheiro. "Obstáculos são aqueles perigos que você vê quando tira os olhos de seu objetivo. mas sim o cliente. talvez. com mais inteligência e redobrada vontade". "Ninguém pode construir uma reputação baseado no que ainda vai fazer.24 7 FRASES DE HENRY FORD "O passado serve para mostrar as nossas falhas e nos dar indicações para o progresso do futuro”." . é o segredo do sucesso"." "Pensar é o trabalho mais pesado que existe. "Existem mais pessoas que desistem do que pessoas que fracassam". "A única história que vale alguma coisa é a história que fazemos no presente". seja essa a razão para tão poucas pessoas se dediquem a tal tarefa". mas sim fazer dinheiro para melhorar a vida". constantemente. as condições e remuneração do trabalho." "Não é o empregador que paga os salários. "Estar decidido. "O fracasso é a oportunidade de recomeçar. "Não aponte defeitos. "Um idealista é uma pessoa que ajuda os outros a prosperar". e. acima de qualquer coisa.

25 "Nossas derrotas são. às vezes mais frutíferas que nossos êxitos." .

AMBONI. 1954. Rui Otávio B. TGA: Por que Teoria da Administração?. Disponível em AUTO. Teodolino Rebouças de. Acesso em: 27.edu. FORD.htmlstaff. WIKIPEDIA. março de http://pt. 6ª Edição. Henry Ford. São Paulo: Editora Atlas. Ford e a Administração Científica. março de 2011. 2004.unifaj.wikipedia. SOUZA JR.htm. Disponível p?storyid=682. MAXIMINIANO.. Hoje e amanhã e Minha filosofia da indústria. Paulo Henrique da Silva.editorauto.pdf. São Paulo: Editora Brand. . Teoria Geral da Administração. Antonio Cesar Amaru. Disponível em: em: http://www.org/wiki/Henry_Ford.org/xkurt/projetos/portaldoadmin/modules/news/article. março de 2011 EDITORA 2011. de Andrade.26 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS ANDRADE. Acesso em: 27. Introdução à Administração. Acesso em 27 . Disponível em: http://www. Os princípios da prosperidade de Henry Ford: Minha vida e minha obra. março de 2011. OLIVEIRA. Acesso em 27. PORTAL DO AMINISTRADOR. Books Editora.br/NetManager/documentos/Ford%20e%20a %20administracao%20cient%C3%ADfica. Nério.br/128/ford100Anos.com.ph http://www. Cem anos da Ford. 2007. São Paulo: M. Henry.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful