Você está na página 1de 10

12/07/1941

Coluna J - PAX . .

Sendo hoje ‘O ENFORCADO’ ou arcano 12 ou o “terceiro Templo da


4ª raça ( x )” , divido, como sempre, a carta em duas partes: a 1ª que diz respeito aos meus
próprios sofrimentos e a 2ª a mais preciosa revelação esotérica, que a STB já recebeu.

No que diz respeito à primeira, não tendo ido ontem à tarde à Matriz, os
principais membros da Diretoria, não se pode marcar uma hora certa para a sessão de hoje.
Dentre eles o Levi, que para se tratar dos assuntos constantes na missiva ou a
responsabilidade a que estão sujeitos, todos sem exceção alguma na Linha S, de acordo
com suas próprias skandas, e, ao mesmo tempo, a questão da minha doença ( sem falar em
Miséria ), que tem pôr origem, não a Obra propriamente dita, que é eterno fardo nascido
em plena 3ª raça, quando aparece a Hierarquia Oculta, ainda cosmicamente falando, na
4ª pois que, a direção do mundo ficaria até hoje sob a regência dos 7 Reis de Edom, cuja
queda obrigou, o que se chama de égide ou Coroa Maior ou Mor, a se manifestar no
começo da 5ª e, desde então, em formas esparsas totais, chegar ao fenômeno hoje
conhecido como da “Série de 8 encarnações”, que é PIVOT, justamente, da revelação
de hoje, iniciada ontem.

“É, pois, a STB que tem o dever de me defender, como eu a defendi


até hoje, defendendo o mundo desde milênios sem conta. A STB, sim, mesmo que,
através ao tal profano que deveria aparecer para me salvar” ... Pelo que se vê, OBRA é
LEI, e esta se acha contida ou expressa, do mesmo modo, em sete linhas da referida
Hierarquia Oculta ou Pramantha, e mais uma oitava ou Apta. A STB é pois, o Templo,
foi construída a linha 7ª que pôr finalizar o Pramantha, ligada se acha ao Apta, como
outrora, na Atlântida, a 8ª cidade. Mesmo fato cósmico ou de todo um sistema cujo se
liga em todas as cadeias, etc... a que funcionem sempre, na razão numérica ou potencial do
fenômeno, o já trabalhado ou evoluído, para o que não foi. E este, sempre, com a
expressão tríplice da manifestação da Unidade que lhe fica pôr trás, ou seja, o que se
conhece como planos rúpicos e arrúpicos, pouco importa a linguagem ou a maneira de
dizer.

Mas deixemos a resposta de tudo isso para depois, e falemos antes da 1ª


parte desta carta, ou seja, o que diz respeito aos meus sofrimentos físicos e morais, ou
doença e pobreza ( ou miséria ), que não sendo naturalmente corrigidos no grupo dos
arcanos ou skandas, 16-17-18, maiores responsabilidades recaem sobre a mesma STB.
Pôr isso que, o G.O.M. exige a cada um a responsabilidade esmagadora de seu karma
ou más skandas que ainda possuem, afim de que todos se equilibrem para darem
entrada no mundo de Duat com a já conhecida ciência 56 ou arcanos menores.

A carta confidencial que dirigi ao Ozorio e ao Com. Astrogildo, falava nos


exames que faltam, etc... E eles tem que ser feitos, sem falar em outras coisas mais que
dizem respeito aos Gêmeos. Helena está emagrecendo a olhos vistos e ninguém se
preocupa com isso. O Irineu precisa saber das últimas revelações, do mesmo modo que,
os não freqüentadores da STB, sob pena de jamais haver equilíbrio.

Já foi dito, cada ciclo aumenta as exigências, como aos próprios Jivas, seu
número de espirírulas para o desenvolver da consciência, etc...

1
Dito a primeira parte, de quem, em verdade ... de há muito se acha
enforcado pelo pé’, e não pelo pescoço, afim de poder falar, guiar, salvar, etc., aos demais
arrastando a todas as hierarquias existentes na Terra, e de onde sairá aquela que deve ficar
posteriormente, sob a regência do Deva-Mundi, já então, com outra expressão, à frente de
seus SETE filhos, embora que ... de mim saídos anteriormente... como Ele, também, em
Síntese ou Maitri.

Volvendo a STB aos seus primitivos tempos, como DHÂRANÂ - tal como
eu afirmava, tudo ia se manifestar novamente, porém, o psíquico muito mais desenvolvido,
( pelo poder do mental ) - nos defrontamos com um velho livro de Revelações, onde
existem vários chakras, inclusive o cardíaco, que é, de fato, o pivô de tudo isso, como
CÂMARA DE KUNDALINI.

Sim, as sete pétalas do pêndulo desse maravilhoso relógio, que regula o


fenômeno da própria evolução dos seres, pôr isso mesmo, cada raça com seu estado de
consciência, aumento de espirílulas, etc. E cada homem com o direito de realizar essa
revolução ou evolução, com maior presteza, pôr isso mesmo, tornando-se Adepto. Como
prova, duas pétalas embrionárias do mesmo chakra, na sua parte superior, se
manifestarem ou formarem o número 14.

No pêndulo ou parte inferior figuram os “sete + 1 siddhi, ou poderes do


Yogui”. Dele se entra em contato com o Mestre... O próprio boshisattwa tem a sua
direita a deusa Lakshmi. Com estes se dá a evolução, ou melhor, se esmaga o Karma
formado pelas tendências ou SKANDAS. Reportem-se aos nomes que possuem as
referidas pétalas, em número de OITO. Pois bem, cada uma dessas pétalas ( formando
uma Flor de Lis ) eqüivale a um grupo de 3, mas, a última ou 8ª valendo pôr 1. Do
mesmo modo que, se o quiserem, as seis valendo pôr 3 ou 18, e as duas últimas pôr dois
cada uma, perfazendo 22. Mas, em verdade o fenômeno está contido na primeira fórmula,
isto é, 3 x 7 = 21 e mais a 8ª a qual se poderia denominar de SHUPUNIKA com a qual
se esmaga SHU-KAMA , como o vórtice Kama-manásico, procedente da 3ª raça, pois,
como se sabe, foi novamente desperto na 4ª , o que não deveria acontecer, desde que os 7
Reis de Edom, como se viu, quem deveria dirigir o mundo, sob a égide dos 3, na razão dos
mistérios de 4 manifestos e 3 pôr manifestar, para a direção geral, abrangendo a parcial ou
manifestativa na razão do fenômeno da 4ª cadeia, ronda, etc... como a própria raça
Atlante, era a 4ª . Pôr isso que, Saturno ( a manifestação inferior para Júpiter a Superior,
sob a égide de Mercúrio ), ligado ou equilibrado com Lua, ou IO, segundo as revelações de
ontem, a começar pelo itinerário da queda cósmica, até chegar ao das mônadas em
evolução na Terra. Os próprios sistemas, em descida de Norte para Sul, também seguem o
mesmo itinerário. Haja visto, o nosso em sul de Minas, e sempre... sob a égide do
CRUZEIRO DO SUL, etc.

As escrituras orientais são as primeiras a nada saberem a respeito.


Entretanto, como afirmasse ontem, Djval Kul era o primeiro a dizer que “as skandas
eram em número de 5, mas, havia mais duas, etc.”. Não disse ele tudo, como não poderia
dizer... Sim, tais escrituras apontam cinco skandas, sem falar em danos, mas dizem que
das mesmas resultam ( ou das misérias dessas skandas, a borra, a resina, etc, que fica na
retorta, depois do fenômeno que se processa quimicamente na retorta evolucional das
mônadas ) DOZE ( 12 como hoje ... ) NIDHANAS. Não é bem isso: o pêndulo marca as

2
skandas, em forma de grupos de 3 ou, como foi dito acima, é a parte superior, que para o
mundo é inferior ou arcanos menores, quando a inferior se torna superior ou arcanos
maiores, ( as 22 estrelas que se apagaram etc.), apresenta 12 pétalas ou NIDHANAS ( o
fenômeno dos siddhis, dos poderes que regulam, como se disse, também ... o fenômeno da
evolução, o equilíbrio perfeito entre os 3 corpos de que o homem é formado (Terra, Lua
e Sol) e os 3 mundos, etc., que, com as duas secretas, que só são vistas com a formação do
Adepto, se fazem 14. Cada uma delas formam um grupo de 4, ou mais 1 que o do
pêndulo, pôr isso mesmo, dando o precioso número 56 dos arcanos menores, cujos depois
de vencidos, é que as mesmas duas pétalas se tornam visíveis, na razão de Vayu e
Tejas, etc... ou verde e encarnado, como são as 2 estrelas dos chifres de TAURUS,
de onde procedem os chamados “Senhores de Vênus” , e quantos mistérios a mesma
constelação encobre... De onde o Touro, que trás a ansata segura à pata, dominar, o
Dragão infernal. Ou se o quiserem o próprio Mercúrio dominando o referido Dragão, que
não deixa de ser a expressão também, de outro astro ou planeta, conservado no seio da
Terra ... novo mistério ou revelação. Fale Plutão ao lado de Prosérpina, como sombra
de Júpiter

SÍNTESE DA REVELAÇÃO DE HOJE:

O pêndulo do cardíaco possuindo sete + 1 pétala é igual a 1 grupo de 3


skandas, cada uma, ao todo 21, sendo que a oitava ou final ( a vitória dos oito poderes do
Yogui, siddhis, passos, etc..., ou evoluir, caminhar, etc.) a síntese de todas, como 1, igual a
22. O mesmo que em baixo, no meio e em cima ou nos céus.

A parte superior do chakra, “relógio que regula a vida” , pois que fui eu
mesmo como primeiro... quem chamou assim, dando ao inferior o nome de pêndulo,
composto de 12 pétalas visíveis, ou nidhanas causadas pelas referidas skandas do
inferior, e mais duas invisíveis, mas existentes, pois são as que finalizam o número 56, ou
torna o homem equilibrado com o superior ou divino. O reflexo do mistério celeste, na
Terra, que concorre para esta inversão, pois que o maior não poderia ficar em baixo e o
menor em cima.

3
Não importando o nome de cada skanda, ou melhor, de cada uma das 3 do
grupo de tal ou qual pétala do chacra inferior, ou 22 arcanos maiores, podendo mesmo lhe
dar os que figuram como siddhis, etc. no referido livro de outrora, o fato é que, são elas
que regulam ou fazem equilibrar as 14 pétalas, nos seus grupos de 4, na formação do
número 56. Assim, o que interessa saber são as nidhanas ou as causas más para as
origens ou boas causas formadas pelo pêndulo, ou arcanos maiores, em verdade as
skandas. Nesse caso, como não figuram na velha revelação, da-la-emos aqui:

• 1º GRUPO  do relógio de 14 horas, ou doze mais duas, na razão dos próprios signos
zodiacais, e que regulando a vida, sob a égide dos 22. Ocasionam os Avataras e as
modificações da vida, através das 4 rotações das estrelas fixas ( a Revelação é
enormíssima, e não pode ser dada de vez, nem tão pouco agora. Dou, sim, o que
exige o equilíbrio da Linha Serapis, para que eu mesmo, e a Obra, etc... não estejam
sofrendo, e cada um de per si, pelo mau Karma passado ).

Cegueira, preguiça, indolência, ( pouco importa o termo sânscrito ou em outra


língua qualquer, quando a própria Lei exige que o português seja a da Obra, ou a síntese
de todas as outras ). Nesse caso, tais nidhanas para a verdadeira skanda superior, tem o
nome de disciplina dos sentidos, o que seria, pôr exemplo, em sânscrito, Indri-a-
nigraha. Repito para melhor compreensão:

A primeira pétala do relógio ou parte superior, mostrador, ponteiros, etc. para o


pêndulo inferior, como se fora a própria ampulheta nas mãos de Saturno, ou Crônos...
ou primeiro grupo quaternário, como todos os outros o são. ( Coisa parecida com o
retardamento da 1ª raça ).

• 2º GRUPO  Todas as tentações inferiores ou terrenas, inclusive aberrações


SEXUAIS ? DE QUERER - unir-se a animais, a plantas, vendo neles e nelas
motivos de gosos inferiores. Sim, como na degenerescência lemuriana, aquele
cruzamento incestuoso de degenerados com certos animais parecidos com a nossa
lontra de hoje.

Pelo que se vê, tal nidhana, ou skanda inferior, manifestou-se na 3ª raça, quando em
decadência, como reminiscência da 2ª raça, que, como a primeira se manifesta com
vestígios vegeto-animais. E isso não pode ser admitido, pôr força da Lei, desde a 3ª
raça, quanto mais em plena 5ª raça ária, muito menos no seu 8º ramo racial na
presença do Manú que a dirige, ao mesmo tempo cúspide do G.O.M., Bhauma-mara,
seria seu nome sânscrito, isto é, “todas as tentações da terra ou Bhauma ligado a
Mara”. De onde KUMA-MARA, para salvar a situação, através da redenção do sexo.
Este como paixão, transformada em AMOR UNIVERSAL, unificação de vistas ou a
exigência da Fraternidade entre todas as criaturas, sem outros interesses, muito menos
de ordem sexual, etc...).

• 3º GRUPO  um pouco mais elevado do que o anterior, no entanto, chama-se também


atração para as abjeções, os vícios, sejam quais forem, inclusive, o da bebida. Em
sânscrito poderia chamar-se SHU-KAMA. Pelo que se vê, uma contradição entre
KAMA e SHU, com raiz de várias palavras sagradas, inclusive SHUKRA.

4
O que prevalece na última pétala ou 8ª do pêndulo, para dizer que o homem venceu
todas as suas más skandas ou nidhanas. Nesse grupo figuram os que lesam a outros,
incluindo os ladrões.

• 4º GRUPO  vacilações até para as coisas superiores. Pôr isso mesmo, tendência a
traiçoar seus próprios sentimentos superiores. Poderia chamar-se em sânscrito,
LAYA-MUTH, ou eclipse da Lua, Mutho ou Isis, Lua, etc. de onde o Moon
inglês, etc... de que já falei em outra carta. ( o chacra do Umbigo, Mani ou Muni -
pura, etc. ). - Orgulho e vaidade.

• 5º GRUPO  atordoamento ou tendências para a loucura pôr falta de evolução.


Em sânscrito poderia chamar-se: Bhuta-mara. Não esquecer que o mesmo Krishna já
dizia: “aquele que vai aos bhutas pôr eles será devorado”, etc... que outros
interpretem diferente, pôr isso mesmo, erroneamente. Nesse caso, estão os
espíritas, feiticeiros, etc...

• 6º GRUPO  os que adoram os falsos ídolos, o que não deixa de ser um pouco
diferente dos primeiros. De onde o termo sânscrito: Pitri-Maya.

Pitri ou Pitris, para deuses, pais, etc. mas envolvidos de ilusão.

Os católicos estão envolvidos pôr esta nidhana contrária à nenhuma adoração, mas
com a certeza da divindade em seu próprio seio, como no seio do mundo também está,
isto é todos os deuses em auxílio dos homens. E não falsos ídolos ( os das religiões ).

• 7º GRUPO  ( multiplique-se sempre pôr 4 e saber-se-á em que número de pétalas se


encontra, isto é, 28, como arcano menor. Sim, 14 pétalas visíveis, mas 56 em
poderes ocultos, etc. ).

O 7º grupo de 4 pétalas, pertencem os ingratos, os que vêem as coisas de modo


diferente, ou julgando os demais ... pôr si mesmo. Exemplo: Aqueles que se negam
a ajudar a outros, julgando que seu pedido não é a expressão da verdade.

O religioso que pede esmola, para levantar um templo, para um asilo, etc., e quem se
nega, sem possuir certeza do caráter do pedinte (infelizmente as religiões correntes,
como as dos “adoradores de falsos ídolos” ou 6º grupo ), está nas condições das 4
nidhanas do grupo em questão, o 7º. Em sânscrito, seria: Bhu-putra “ou filhos
propriamente da Terra”.

5
• 8º GRUPO  os que gozam, sentem prazer, felicidade em perverter a outros,
inclusive crianças, mesmo sem proventos sexuais ou de outra espécie, tirarem
com os olhos . Exemplo: velhos ou que não mais podendo manter uniões sexuais,
se comprazem em ver os mais jovens realizando o ato, chegando ao ponto de
perverter menores, etc... E também o mau uso de outras partes do corpo, que
não as naturais para semelhante união.

Todos os indivíduos anômalos ou pervertidos, fazem parte desse grupo.


Contrariamente, vemos em tal grupo, a exaltação do número 32, como os “Portais da
Sabedoria” . O primeiro Buda da série integral do Ocidente, desde que, o último do
Oriente, foi o 31. De onde meu sofrimento em se me arrancar o 32º dente, o
ciso de lateralidade esquerda ou lunar. Sempre o sacrifício, o martírio para salvar a
humanidade. ( E esta, incursa está em um grupo tão doloroso, como é o 8º ).

Do mesmo modo, essa preciosíssima série de 8 encarnações, os próprios siddhis, as


“skandas-mater” ou 22 arcanos maiores, apontados nas 8 pétalas do pêndulo, etc. Tudo
isso, diz bem, da queda dos próprios deuses na raça equilibrante.

As 7 + 1 pétalas do pêndulo dão 22, 14 x 4 dando 56, o mesmo é dizer que, o


dobro de 7 ou 14 do chakra ou mostrador do relógio, na sua parte superior que, na
verdade, é a inferior... ( na razão celeste ) daria a cada pétala desse mesmo pêndulo, não
3, mas 8 como dobro de 4, que x 7 formariam o 56, pois que a última pétala ou 8º,
como o próprio APTA, é a síntese da própria evolução, manifestação dos deuses, etc...
Do mesmo modo que, se o pêndulo valesse cada pétala pôr 4 teria o valor dos 28
asterismos lunares... E o dobro deles ... o famoso 56 ou “Itinerário de IO” , que deve
ser percorrido pêlos LUNARES ou JIVAS.

Pôr isso que, os Barishads se encontram no Pólo Norte, e os Agniswatas no Sul, como
se dizia outrora, o mais precioso símbolo ... para tão grande mistério. Em sânscrito:
Rasoliasa-Kama (perversões corporais), para o 8º grupo.

• 9º GRUPO  matadores ou assassinos. Os que não sabem conter os ímpetos da


cólera. Em sânscrito : Shiva-Panchicrita, “os que não seguem as regras do Amor e
da Irmandade na Terra”. Imoladores, sacrificadores do próximo, sem fito religioso
( o que indica os shivaítas terem ainda a seu favor, o de matarem o pobre cordeiro,
etc. pôr fanatismo, ignorância, etc., e não pôr maldade. Outrora, o sacrifício sendo
humano, também estava dentro dos mesmos princípios.

• 10º GRUPO  os não sopitando os ímpetos de seu EU-INFERIOR, levam a cair e


levantar, sem nunca tomarem uma decisão definitiva, em não mais errarem.

6
Em sânscrito: Dharma-madan, ou contrariadores da Lei, como possuídos de
elementais ou de skandas malfazejas. Sim, nidhanas de classe duvidosa, ou
relacionada com a 5ª das skandas budistas conhecida com o nome: Samakhasa-skanda,
as decadências ou ações, ímpetos passionais, provenientes do pensamento ou da
imaginação. Na STB existem alguns tipos esse grupo. Sim pôr falta de estabilidade,
equilíbrio ou plena confiança em si próprio e nos que procuram salvá-lo, isto é, aquele
que age deste modo.

• 11º GRUPO  os que se negam á procriação, pôr simples prazer, ou melhor, para não
assumirem responsabilidades dessa natureza, comprazendo-se, apenas com o ato
passional. A prostituição em geral. Tal espécie de skandas concorre, para o karma
de não ter filhos, na vida onde os deseja, ou o de terem maus partos, filhos
aleijados, etc, etc... Ou então, grandes desgostos ocasionados pêlos filhos, a
começar pôr “apanharem de suas mãos”. O cadastro policial está cheio desses
casos. F. matou o pai ou a mãe a machadadas, etc... Em Sânscrito: Matri-Naraka os
que vivem no inferno do sexo, ou da falsa maternidade ( pode-se mesmo dizer,
paternidade, se ambos, pai e mãe, ou esposo, acontecer semelhante tendência ).

• 12º GRUPO  os que odeiam as artes e todos os recursos com que os Gênios
procuram deleitar e iniciar os homens. Nesse caso, nas skandas do pêndulo, o
grupo que exige a mística, os anseios da verdade, etc... a sua contrária ou
“redentora”. Em sânscrito: Jada-siddhi, isto é, o de coração e mental frios ou
alheios ás artes, as formas sutis mais elevadas da evolução, da iniciação, etc.

• 13º GRUPO  Os que se deleitam com a má leitura, do mesmo modo que, os que a
mesma se dedicam, como escritores ( vide como na Glória são classificados, na
razão dos Lipikas ou senhores do Karma, etc. ). Em sânscrito: Klesha-Karin, causa
dos sofrimentos, de onde fazem parte: Avidya ou ignorância ( para mim, em todas as
nidhanas Avidya sempre figurando, contrariamente as escrituras vedantinas );
Asmita ( egoísmo ), Raga ( desejo ); Dvesha ( ódio ); Abhinivesha ou Tanha ( apego
a vida ). Sim porque tudo isso, e muito mais ainda ocorre do ato de quem se deleita
em escrever, dizer ou ler os maus livros, tudo quanto provoca internamente desejos
corruptos, de onde se derivam os demais crimes.

Um homem ou uma mulher que acaba de ler, ou mesmo, em plena leitura de uma
história imoral, com figuras obcenas, etc., ( contrariamenteá arte, música, etc., do grupo
anterior também pervertido ), busca imediatamente a união sexual, comprando-se, além
do mais, em imitar, em experimentar o que acaba de ver, ouvir ou ler ( o teatro, o
cinema, pôr sua vez, envolvida no grupo 13º ). Pôr isso a condenação do Kâma-Sûtra,
pôr ter pervertido o Manava-dharma-sastra, ou regras do Manu, onde entram sempre as
questões da fecundação, da própria evolução da Mônada, que não poderia manifestar-
se sem o corpo físico, etc. Pôr isso que o 15 redime o sexo... ( Sim o arcano
desse número ou Kuma-Mara...).

7
• 14º GRUPO  Finalmente, o 14º ou último grupo de 4 pétalas, na razão de ultimo
arcano menor ou 56. Aquele a quem falta a coragem de vencer, isto é, a skanda que eu
tanto reclamo: a da covardia. Sim, porque a skanda vitoriosa para este grupo, chama-
se: Ratha-Dharma “O Carro da Lei”, em sânscrito; de outro modo, MERCABAH,
pois que integraliza o Taro, na razão dos 22 Arcanos Maiores e 56 menores. Pôr isso
mesmo, “expressão de todas as forças universais” em ação, em prol da Evolução; a Lei,
enfim, no seu mais excelso sentido.

Dentro, pois, desses 14 grupos de skandas, como nidhanas resultantes dos 8 ou 22


arcanos, etc. como verificarei o grau de cada um, e conseqüente formação de grupos afins,
apontando o que lhes falta e o que lhes sobra...

Ninguém tem o direito de ficar triste na Obra, em se lhe apresentar seus defeitos,
mesmo que, com tendências assassinas, de ladrões, seja o que for, pois isto não implica
em que seja desta vida, e sim, que ainda permaneça de outra ou outras, pôr isso mesmo
corrigir o muito ou pouco que resta de sua velha bagagem... Razão de prejudicar a si
mesmo, a outros, a MIM, a Obra em geral.

Dando a presente revelação no dia de hoje ( 12 de Julho de 1941, em pleno


domínio da Lua... ) fiz o maior esforço destes últimos tempos, eu que necessito de saúde e
de uma vida completamente diferente da que levo. Pôr isso mesmo exigindo providências
acertadas a meu respeito, e de todos em geral, na razão de cada um com a sua
responsabilidade, como se disse na carta de ontem.

Depois de amanhã, 2ª feira ( Lua ) Tomada da Bastilha...

E chega. Procurei corrigir alguma coisa, ao chegar à Matriz, pois muito


tenho ainda a escrever antes de deixar o lar ao meio dia. São 10 horas ainda da manhã... já
passo para as mãos, mesmo que não estejais perto de mim, uma das mais preciosas
Revelações da Obra, e de há muito apontado em um chacra-relógio, onde não falta seu
pêndulo. Conhecido nas escrituras orientais, mas nunca que soubessem estar ele ligado à
questão de karma, e de tendências ou skandas, etc. por não saberem raciocinar muito
menos, o pleno conhecimento da MERCABAH. Com os 22 arcanos, se joga a vida de
todas as criaturas, porque elas se apresentam diante do ORÁCULO ou PYTHOCRESTA,
sem o saber, como um réu voluntário, mesmo que pedindo socorro para os seus
sofrimentos: sim, querendo saber do seu destino, da sua sorte ou karma, que é a mesma
coisa. Assim sendo apresenta-se em um coração de 12 pétalas visíveis, e 2 ocultas,
cada uma delas valendo pôr 4 ... como sua própria hierarquia ou de JIVA... cuja,
formando um bom ou mau aura, que também influi no fenômeno ( direi o possível no meu
próximo livro ), deve ser julgado pôr força de Lei... E se o fizesse com as 14 pétalas
visíveis, o mesmo jogo dos 22 arcanos, ou Voz Divina, Oráculo, etc., o reconhecendo,
diria:

8
“A Paz do Senhor esteja convosco, Irmão, porque sois dos nossos”,
isto é dos Adeptos da boa Lei pôr isso mesmo, JULGADORES, como
vitoriosos do Karma.

Consequentemente, que mais concorreram para a salvação do mundo,


através do Deva-Mundi, mas em verdade, o Jagan-Natha, o “Senhor do Mundo”, cujo
epíteto se dá ao próprio Vishnú...

CARTA COMPLEMENTAR:

Meu exame de todos será feito, não apontando os defeitos, mas a que grupo
pertence cada um. Grupo ou grupos, sim, porque skandas representam um aglomerado de
coisas ou atos bons ou maus. De preferência, skandas como origem de divisão de atos,
pensamentos, etc., e nidhanas, suas conseqüências boas ou mas. Exemplo: F. pertence aos
grupos 1º, 4º e 7º pelas razões seguintes: possui skandas de indolência e falta de ânimo
para trabalhar pôr si e pela Obra. Vacila em relação as coisas superiores, sua própria
evolução, etc., e um tanto ingrato: e acredita no que lhes dizem certos irmãos, sempre
receando que lhe estejam enganando, isto é, julgam os demais pôr suas próprias skandas,
mesmo que natas ou de vidas anteriores. Não são propriamente dito, capazes de roubar a
outros, mas como foram ladrões em outras vidas, nesta com tais skandas adormecidas, mas
não esquecidas... julgam ladrões, querendo enganá-los, etc., a seus próprios irmãos.
Diante de indivíduos nestas condições, não é possível o Um pôr todos, todos pôr Um, isto
é, o equilíbrio perfeito entre todos, o que tanto vale pela Obra... Tudo mais em relação ao
número 56, para a vitória no mundo de Duat. Sim, um imortal no mundo mortos, para ser,
de fato, IMORTAL ou Deus, no mundo dos deuses ou Agarta.

Para só o que faltava dizer, para ninguém julgar que vou apontar seus defeitos. No
qual, que examinando os grupos de nidhanas, etc., compara com a sua própria vida. Direi
apenas, que não podem ocupar tais ou quais funções na STB, como já fiz com diversos,
justamente, porque não dão certo, ou prejudicam as questões financeiras da mesma STB.
Tudo sai negativo... Digamos, pertencem a vários grupos, especialmente, ao apontado 7º ,
que duvidam dos outros, que já expoliram a muita gente em... vidas passadas, etc. etc...

a) JHS

Observações: Como fiz ver, tal Revelação é enormíssima. Só ela obrigaria a escrever
uma Obra. Basta dizer que aplicada ao Jogo do Taro, no que diz mesmo respeito aos
arcanos menores cada pétala do mostrador do relógio ou parte superior do chacra
cardíaco, formando um grupo de 4 ( 4 x 14 = 56 ) eqüivale a 4 naipes, ou melhor, todas
as pétalas respondem a 4 perguntas na razão da interpretação dos 4 naipes. Por exemplo:
Pétala 1: Copas, Oiros, Espadas e Paus. Segunda a mesma coisa, etc... na razão de skandas
relacionadas com sentimentos de AMOR ( e seus derivados ); de questões financeiras ou
felicidade ( e seus derivados ), e comércio lícito e ilícito, etc. (13 x 4 = 52 e mais 4. Os 4

9
Bobos - como interpretações comprovantes, etc). Mistério dos 4 naipes entre skandas e
nidhanas.

Um indivíduo que é indigno ou tem o karma de tal grupo que influi em

questões passionais ( ), em riqueza ou dinheiro, um espoliador

dos outros, etc ( ), chegando mesmo ao crime ( assassínio,

roubo, etc. ) ou seja, espada ( ou 2 de espadas, etc. ) e mais questões,

sejam quais forem mercantis, etc. ou paus ou , como quiserem

interpretar, não corresponde a um grupo com pétalas, cada qual com sua definição do
naipe, mas as 4 formando o mesmo caráter do indivíduo, Karma, etc... em 4 mundos,
maneiras de ver as coisas, quer passionalmente ou amorosamente, quer usurariamente ou
visando bens terrenos, sob ainda o ponto de vista comercial, etc., quer do crime
propriamente dito ?

Pôr tudo isto e muito mais ainda, o alfabeto Jina, além do mais é um jogo
interpretativo de toda a evolução humana, ou maneira de reconhecer, manifestar, etc.,
sentimentos humanos ( ou dos Jivas ). Que o diz o 4º Akdorge, etc., vivendo no referido
lugar.

Um exemplo:

OURO PAUS COPAS ESPADA (simbolicamente falando)

Pôr isso que os elementais ou espíritos da natureza e até certos animais


compreendem a referida linguagem. Não se preocupem com as sílabas de cada pétala do
chacra superior ( o mostrador ) que é o exotérico das escrituras originais.

10

Interesses relacionados