Você está na página 1de 4

Exercícios de polinômios

Professor Narciso Busatto

LISTA DE EXERCÍCIOS

Questões AFA
1. (AFA – 2002) Uma das raízes da equação  4  − 12 −  + = 0 ( ∈ ℜ) é a solução

da equação   = 1 no intervalo [0, ]. Então, pode-se afirmar que o produto das raízes

da equação  vale
1 1 2 3
a − b − c − d −
3 2 5 4

2. (AFA – 2002) Se o polinômio ! =  " − 2# $  "%$ + # " é divisível por  + #, sendo
& < , , & ∈ ℕ∗ e # ≠ 0 , então, ocorrerá necessariamente
a) par e & ímpar.
b) ímpar e & par.
c) ímpar e & ímpar.
d) par e & par

3. (AFA – 2002) Sendo


0
6
+ = , - /  0%1 21
+
123
a soma das raízes de + é um número do intervalo.
a) ] − 13,0[ b) ]11,15[ c) ]60,70[ d) ] − 3,3[

4. (AFA – 2003) Analise as proposições abaixo, classificando-as em V (verdadeiro) ou F (falso):


( ) Se + = 2  − + − 1 + 4 e  = 5  + 2 + 5 são polinômios idênticos, então
+ + 5 = 5.
( ) Dividindo-se 6 =   +  +  + 1 por 7, obtém-se o quociente 8 = 1 +  e
resto 9 = 8. Pode-se afirmar que 7 é tal que 70 = 0.
( ) Se :,  e ℎ são polinômios de grau , & e 5 ( , &, 5 são naturais e > & > 5), então o
grau de : +  ∙ ℎ é dado por + 5.
A seqüência correta é
a) F – V – V b) V – V – F c) V – F – V d) V – V – V

5. (AFA – 2003) Marque a alternativa correta.


a) Se a unidade real é a raiz de multiplicidade > da equação ! = 0, então ! é divisível
por  − 1" , com 0 ≤ ≤ > e inteiro.
b) A equação de coeficientes reais @3 + @  + @  + @   + @A  A = 0, pode ter duas raízes
NÃO reais conjugadas se @3 = @ = @ = 0, @ > 0 e @A < 0.
c) Se ! = 0 tem 1, 2 e 3 como raízes, e se ! é um polinômio não nulo de grau , então
> 3.
d) Considerando B a unidade imaginária, se a equação  + # + C = 0, {#, C} ⊂ ℂ , admite
H + IB (H ∈ ℜ e I ∈ ℜ∗) como raiz, necessariamente admitirá também a raiz H − IB

6. (AFA – 2004) Sendo ! =  + 3  + 5 J + 7 K + 9 M + ⋯ + 999 MMM, o resto da


divisão de ! por  − 1 é

1
Exercícios de polinômios
Professor Narciso Busatto

a) 249.500 b) 250.000 c) 250.500 d) 251.000

7. (AFA – 2005) Escolha a opção INCORRETA


a) Se H e I são números reais positivos e a equação H  − H + I − I = 0 admite duas
raízes simétricas, então todas as suas raízes são reais.
b) O polinômio ! =  J − 12 A + √3 − 1 tem pelo menos uma raiz real.
c) Toda equação polinomial de grau & admite, no máximo, & raízes reais.
d) Toda equação polinomial de grau & admite, no máximo, & raízes complexas.

8. (AFA - 2007) Classifique em (V) verdadeiro ou (F) falso cada item a seguir.
( ) O número H de raízes complexas de 7 = 0 sendo 7 =  $P + @ $ + # onde @ e
# são números reais e & é o número natural, é H = 2& + 1.
( ) Se 6 =  $ + 4 + 2, onde & ∈ ℕ⁄& > 1, então 6 = 0 não admite raízes racionais.
( ) Se o polinômio R de grau 3 admite H, I e S, então, o polinômio T = [R]
admitirá o mesmo conjunto solução.
( ) Se ! =  $P + 4 $ + >, onde & ∈ ℕ e > ∈ ℜ, então ! = 0 terá pelo menos uma
raiz real.
Tem-se a seqüência correta em
a) V – V – V – V b) F – V – V – F c) V – V – F – V d) V – F – F – V

9. (AFA - 2008) Considere  ≅ 3,14 e B = √−1 e marque a alternativa correta.


a) Se V =   − @ + # − C, onde @, # e C são números reais positivos, admite duas

raízes simétricas, então, WX @ + WX = CXWX # .
Y
b) O polinômio ! ao ser dividido por  − 1 deixa resto 6 e ao ser dividido por  + 3
deixa resto -2. Se ! dividido por T =  + 2 − 3 deixa resto 9, então
90 = 2!−3.
c) Se os números complexos 2, 2B e B − 5 são raízes do polinômio 6 de coeficientes reais e
termo independente nulo, então, o grau de 6 é, necessariamente, um número par maior
do que 4.
d) Se no polinômio 7 =  A + @  + # + C + 16 os coeficientes @, # e C são números
reais, então as possíveis raízes racionais de 7 estão entre os divisores de 16,
necessariamente.

3
 √
10. (AFA - 2008) Sabendo-se que 3 = −B,  = 3 e  = Z + B [

são raízes de
! =  − 3 +  − 4 + 3 − @ + 3, onde B é a unidade imaginária e @ é número
0 J A 

real, marque a alternativa FALSA.


a) O número @ também é raiz de !.
b) A soma das raízes reais de ! é um número par.
c) O produto das raízes imaginárias de ! é diferente de @.
d) ! é divisível por  +  + 1.

11. (AFA - 2009) O polinômio !  =   − 2& −  + & , onde { , &} ⊂ ℜ é unitário e
não é divisível por !  = . Sabe-se que !  = 0 admite duas raízes simétricas. Sobre as
raízes de !  = 0 é INCORRETO afirmar que
a) O número & é uma das raízes

2
Exercícios de polinômios
Professor Narciso Busatto

b) Nenhuma delas é número imaginário.


c) Todas são números inteiros
d) Uma delas é um número par.

Outros Vestibulares
12. (ITA - 2009) O polinômio de grau 4
@ + 2# + C A + @ + # + C  − @ − # + 2@ − # + C + 2@ + C
com @, #, C ∈ ℝ, é uma função par. Então, a soma dos módulos de suas raízes é igual a
a) 3 + √3 b) 2 + 3√3 c) 2 + √2 d) 1 + 2√2 e) 2 + 2√2

13. (ITA - 2009) Considere as funções : =  A + 2  − 2 − 1 e  =  − 2 + 1.


A multiplicidade das raízes não reais da função composta : ∘  é igual a
a) 1 b) 2 c) 3 d) 4 e) 5

14. (ITA - 2009) Suponha que os coeficientes reais @ e # da equação


 A + @  + # + @ + 1 = 0
São tais que a equação admite solução não real ^ com |^| ≠ 1. Das seguintes afirmações:
I. A equação admite quatro raízes distintas, sendo todas não reais.
II. As raízes podem ser duplas.
III. Das quatro raízes, duas podem ser reais.
é (são) verdadeira(s)
a) apenas I. b) apenas II. C) apenas III. d) apenas II e III e) nenhuma.

15. (ITA - 2009) Se as soluções da equação algébrica 2  − @ + # + 54 = 0, com


coeficientes @, # ∈ ℝ, # ≠ 0, formam, numa determinada ordem, uma progressão geométrica,
`
então a é igual a
 1
a) −3 c) − 3 d) 1 e) 3

b)

16. (ITA - 2010) Sabe-se que o polinômio + =  J − @  + @ − 1, @ ∈ ℝ, admite a raiz – B.


Considere as seguintes afirmações sobre as raízes de +:
I. Quatro das raízes são imaginárias puras.
II. Uma das raízes tem multiplicidade dois.
III. Apenas uma das raízes é real.
Dessas, é (são) verdadeira(s) apenas
a) I. b) II. C) III. d) II e III. e) II e III.

17. (ITA - 2010) Um polinômio real


J

+ = , @$  $
$23
Com @J = 4, tem três raízes reais distintas @, # e C, que satisfazem o sistema
@ + 2# + 5C = 0
c @ + 4# + 2C = 6 d
2@ + 2# + 2C = 5
Sabendo que a maior das raízes é simples e as demais têm multiplicidade dois, pode-se afirmar
que +1 é igual a
a) −4 b) −2 c) 2 d) 4 e) 6

3
Exercícios de polinômios
Professor Narciso Busatto

GABARITO
1. D
2. D
3. A
4. D
5. A
6. B
7. A
8. A
9. A
10. C
11. A
12. E
13. C
14. A
15. C
16. B
17. C