Você está na página 1de 18

FISIOLOGIA DO EXERCCIO

VOLUMES E CAPACIDADES PULMONARES Prof. Dr. Manoel Costa Prof. Esp. Saulo Fernandes

Conceito
Contextualizam o desempenho do sistema respiratrio, principalmente em repouso, refletindo condies anormais da mecnica da ventilao pulmonar. Expressos em mililitros.

Msculos respiratrios
Inspirao: Diafragma Intercostais externos Escalenos Externocleidomastideos

Expirao Intercostais internos Abdominais

Volume corrente (VC)


Volume de ar inspirado, ou expirado, em cada ciclo respiratrio normal (cerca de 500 ml).

Volume de reserva inspiratrio e expiratrio (VRI e VRE)


(VRI) (VRE) Volume mximo que pode ser expirado foradamente aps ciclo normal.

Volume de ar extra inspirado alm dos nveis normais (VC).

Volume residual (VR)


Volume de ar que continua pulmes aps expirao mxima. nos

Formas de determinao

Hlio e Oxignio

Capacidade inspiratria (CI)


Mxima capacidade de inspirao partindo do nvel basal de expirao. CI = VC + VRI

Capacidade Funcional Residual (CFR)


Quantidade de ar que permanece nos pulmes aps expirao normal. CFR = VRE + VR

Capacidade vital (CV)


Capacidade de expirao mxima, aps ter enchido completamente os pulmes. CV = VRI + VRE + VC

Capacidade pulmonar total (CPT)


Maior volume que os pulmes podem alcanar aps mxima inspirao. CPT = CV + VR

Ventilao-minuto (Ve Lmin.)


Quantidade de ar entre (inspirao ou expirao). incurses

Ve = VC x Freqmin

VC = 500ml VR = 1200ml CI = VC + VRI CFR = VRE + VR CV = VRI + VRE + VC CPT = CV + VR Ve = VC x Freqmin

Resposta ao exerccio

Relao com VO2 e VCO2