Você está na página 1de 46

USO DO OZÔNIO EM

ESTÉTICA
OZÔNIO EM ESTÉTICA
FORMAS DE APLICAÇÃO:
 Diretamente sobre a pele umedecida com água ou
soro fisiológico envolvida em bolsa plástica
 Vapor ozonizado
 Água ou soro fisiológico ozonizado
 Óleos ou cremes ozonizados
 Aplicação intramuscular, subcutânea, intradérmica,
via retal, e por autohemoterapia
 Banhos de ozônio em banheiras apropriadas
OZONIOTERAPIA EM ADIPOSIDADE
LOCALIZADA (CELULITES)
• Celulite: Acumulação de gordura em células
específicas adipócitos

• A forma adipócita das células armazena e


decompõe fundamentalmente triglicérides,
formados por uma molécula de glicerol unida a
três cadeias de ácidos graxos insaturados

• Os adipócitos armazenam os triglicerídios


CAUSAS FREQUENTES CELULITE
• Deficiência na capacidade de dilatação dos adipócitos;
• Degeneração do tecido adiposo, caracterizada pela
redução da microcirculação;
• Êxtase sanguíneo pela destruição dos capilares;
• Edema;

Em segunda fase, celulites edematosa que induz a uma


resposta do tecido adiposo, que implica na formação de
tecido conjuntivo esclerótico e micro nódulos.
AÇÃO DO OZÔNIO

• Ativa o metabolismo das gorduras


• Propriedades antiinflamatórias,
bactericidas e analgésicas
• Aumento das glicólises
• Diminuição de ácido úrico
• Ativação da microcirculação
AÇÃO DO OZÔNIO
• Reaciona com ácidos graxos insaturados,
transformando em hidrófilos;
• Alteração da balança oxidativa, a favor dos fatores
peroxidantes que atacariam os ácidos graxos
insaturados dos lipídios, danificando a estrutura das
membranas adipocitárias;
• Melhora a oxigenação dos tecidos e ativa a
microcirculação, graças a ação do O3 sobre a
hemoglobina e sobre os eritrócitos permitindo a
eliminação de fragmentos das cadeias dos adipócitos.
FORMA DE APLICAÇÃO
Dr. Hernandez Gimeno - Espanha

• Via subcutânea, mais profunda possível


para evitar a eliminação exagerada de
adiposidade;
• Injeta-se em vários pontos de tecido
subcutâneo alternados;
• De 15 a 20 sessões
• De 200 a 250 ml de ozônio por aplicação
TÉCNICAS ASSOCIADAS

• Drenagem linfática
• Microcorrente
• Geoterapia
• Ultrasom
• Etc...
PATOGENÊSE
• Fator genético
• Hábitos alimentares qualitativo/quantitativo
• Tubo digestivo e intestinal (stipsi)
• Postura
• Fatores externos ( fumo,
• Stress
ESTÁGIOS EVOLUTIVOS
• Congestivo: êxtase venosa e linfatica, edema,
Hipoxigenação
• Exudativo-infiltrativo: dissociação do tec. conjuntivo
fibroesclerótico
• Fibrotico: incapsulamento de adipócitos degenerativo
com formação de micronódulos, ocasionando esclerose do
tec.conj.
• Fibroso : formação de macronodulos, lipoesclerose difusa
MATERIAIS E MÉTODOS
Dr. Simonetti - Itália

Ressonância Magnética

• Antes do Tratamento

• Repetir na oitava sessão

• 15° sessão (fine terapia)


INÍCIO TRATAMENTO
DEPOIS 8 SESSÕES
FIM TRATAMENTO
15 SESSÕES
RESULTADOS (Dr Simonetti)
35pacientes

SINTOMAS NULO Discreto Bom Ótimo


Pesantezza 0 2 (5,7%) 10 (28,5%) 13 (37,1%)
Arti Inf.

25
(71,3%)
Estremità 1 (2,8%) 3 (8,5%) 7 (20%) 4 (11,4%)
Fredde
15 (42.7%)
RESULTADOS (cm)
Dr.Simonetti

Antes Depois Redução média

Gluteo 96,4 91,9 4,5

Terço sup. costa 86,0 82,4 3,6

Terço inf. costa 40,5 37,3 2,3

Polpaccio 36,0 34,1 1,9

Caviglia 23,5 22,2 0,9


APLICAÇÃO EM MICROVARIZES

• Aplicação subcutânea
• 5 cc em cada local
• Lateral aos microvasos (não aplicar
diretamente nos microvasos)
• Aplicação em direção linfática
MICROCIRCULAÇÃO
• Alteração formação precapilar
• Aumento da permeabilidade vascular
• Edema intersticial com compressão linfática

Muller G, 1972; Conrad MC, 1972; Curri Sp, 1977; Bloom W,


1981; Ribufo A, 1983; Andreozzi, 1989
RESULTADOS
• Primeira sessão: sensação de leveza ,redução
de dores

• Terceira sessão: melhora da elasticidade e


distenção cutânea

• Quarta e Quinta sessão: redução de medidas


OUTRAS APLICAÇÕES NA ESTÉTICA

• Limpeza de pele (óleo ozonizado): Estimula a


circulação sanguínea e desinfeta a pele

• Envelhecimento e ação do tempo: Estimula o


metabolismo, auxiliando o organismo na
eliminação das toxinas e no combate à formação
de radicais livres que acelera o envelhecimento

• Capilar: Seborréia e caspa


OUTRAS APLICAÇÕES NA ESTÉTICA
• Podologia: Frieiras, odores e micoses

• Dermatologia: Micoses, alergias, acne, lesões


cutâneas, cicatrizes, psoríase, etc...

• Hidro-ozonioterapia: Melhora geral do estado


da pele, oxigena e tonifica aumentando a absorção
dos princípios ativos dos cosméticos.
OZÔNIO EM ESTÉTICA
Protocolo Dr. Philippi
  REJUVENESCIMENTO
Ozônio via retal ou absorção dérmica em
vapor ozonizado ou banhos ozonizados:
– Liberação de hormônios do crescimento
– Aumento das defesas antioxidantes

Provoca na pele um rejuvenescimento


bastante acentuado, comparável ao
tratamento com hormônio do crescimento
injetado
OZÔNIO EM ESTÉTICA
Protocolo Dr. Philippi
Técnica:
 Ozônio por via retal ou banhos
ozonizados, em numero de 20 aplicações
em um mês, com manutenção bisemanal
ou semanal (dependendo do resultado
observado) por 2 ou 3 meses, e depois
manutenção semanal ou quinzenal, ad
infinitum

Em todos os casos, deve-se usar seja


creme ozonizado ou óleo ozonizado,
dependendo da pele de cada paciente
OZÔNIO EM ESTÉTICA
REJUVENESCIMENTO FACIAL, EM MÃOS E COLO
a) Lavação dessas áreas com soro fisiológico, e a seguir suaves massagens,
por cerca de 10 a 15 minutos.
b) Aplicação intradermico ou subcutâneo de injeções de ozônio subcutâneo
na região parietal da cabeça, em torno de 10 a 20 cc de ozônio a 10
gamas, e espalhar pela face. Em casos que se deseja ação mais
específica, como próximo ao canto externo dos olhos, ou nos olhos, ou
em regiões mais pigmentadas, injeta-se entre 1 a 3 cc, fazendo-se
fricções por alguns segundos a minutos. Este procedimento atenua
rugas, cicatrizes e manchas solares e senis.
c) Aplicação de óleo ou creme ozonizado, e deixa-se a paciente repousar
por alguns minutos, com os olhos fechados para relaxar

 Aplicações semanais, bisemanais ou trisemanais, evitando-se ultrapassar em


certos casos, a capacidade antioxidante de cada paciente.
OZÔNIO EM ESTÉTICA
OZÔNIO EM ESTÉTICA
OZÔNIO EM ESTÉTICA
OZÔNIO EM ESTÉTICA
Protocolo Dr. Philippi
ATENUAÇÃO DE CICATRIZES E QUELÓIDES

• Injeta-se semanal ou bisemanalmente,


subcutâneo ou intradérmico (intracicatriz)
5 a 50 cc ou mas de ozônio a 5 ou 10
gamas, seguido de massagem para
difusionar o gás. Geralmente 20
aplicações e pode-se fazer depois cada 15
ou 30 dias, ate um resultado adequado,
máximo de 30 aplicações
OZÔNIO EM ESTÉTICA
Protocolo Dr. Philippi
LIPODISTROFIA LOCALIZADA E CELULITE.
• Tanto em casos de lipodistrofia
localizada ou celulite, se injeta ozônio a
5 gamas, subcutâneo ou
intragordurosa, em injeções lentas,
num máximo de 250 cc ou ainda algo
como 3 mg/kg de peso da paciente.
Sempre fazer massagens difusoras após
a injeção, e segue-se óleo ozonizado ou
creme.
OZÔNIO EM ESTÉTICA
Dra. Kosheleva
Academia
Médica de
Moscou
ULTRASOM DA PELE E
HIPODERME NA FACE

Antes

Depois
ULTRASOM DA PELE E
HIPODERME NA COXA

Antes

Depois
VIDEOMONITORAMENTO DA
SUPERFÍCIE CUTÂNEA
VIDEOMONITORAMENTO DA
SUPERFÍCIE CUTÂNEA

Imagem
Imagem 3D
3D da
da superfície
superfície cutânea
cutânea

Antes
Antes Depois
Depois
• Milenacastelanio3@hotmail.com

• “Bem é tudo aquilo que satisfaz direta


ou indiretamente as necessidades
humanas” (Radamés Barone)
Hidro Ozonioterapia
• Apóia os eritrócitos no dsempenho da sua função
biológica
• Melhora respiração celular :recuperação fluxo
sanguíneo , aumenta taxa de glicólise nos eritrócitos ,
aumenta ativação de enzimas que participam na
limpeza de radicais livres.
• Eliminação toxinas capilares e celulares
• Hidratação
• Dilatação dos poros
• Nutrição Celular
• Ativação da circulação sanguínea e linfática
• Produz Água Inócua
• Descongestionante
• Relaxante
• Bactericida
• Fungicida