P. 1
Caderno V10

Caderno V10

2.5

|Views: 8.485|Likes:
Publicado por321321456

More info:

Published by: 321321456 on Nov 18, 2009
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

01/20/2016

pdf

text

original

101 Marisa Oliveira, Susana Araújo

Objectivos

Determinar razões trigonométricas de um dado ângulo agudo (por construção,

utilizando tabelas, usando calculadora).

Determinar um ângulo agudo conhecida uma das suas razões trigonométricas

(por construção, utilizando tabelas, usando calculadora).

Determinar uma razão trigonométrica de um ângulo agudo, conhecida outra.
Procurar estratégias adequadas para determinar distâncias a locais

inacessíveis, alturas de edifícios, etc.

Competências

o A compreensão do conceito de forma de uma figura geométrica e o

reconhecimento das relações entre elementos de figuras semelhantes.

o A aptidão para resolver problemas geométricos através de construção,

nomeadamente envolvendo igualdade e semelhança de triângulos, assim

como para justificar os processo utilizados.

o A tendência para procurar invariantes em figuras geométricas e para utilizar

modelos geométricos na resolução de problemas reais.

o A aptidão para visualizar e descrever propriedades e relações geométricas,

através da análise e comparação de figuras, para fazer conjecturas e justificar

os seus raciocínios.

102 Marisa Oliveira, Susana Araújo

5.1 Razões Trigonométricas de um ângulo agudo

As razões trigonométricas mais conhecidas são o seno, o coseno e a tangente. Assim,
em qualquer triângulo rectângulo com ângulo θ, como o do exemplo, as raízes
trigonométricas são:

____

___

cateto oposto

hipotenusa

BC

sen

AB

θ = =

____

___

cateto adjacente

hipotenusa

AC

cos

AB

θ = =

____

___

cateto oposto

cateto adjacente

BC

tg

AC

θ = =

5.2 Fórmula fundamental da trigonometria

No triângulo da figura, e de acordo com o teorema

de Pitágoras,

2

2

2

b c a

+ =

Dividindo ambos o membros por 2

a, vem

2

2

2

2

2

2

2

2

1

b c a b c

a a

a a a

+ = ⇔

+ =


.

Mas,

c

sen

a

α = e cos b
a

α =.

Então ( ) ( )

2

2

cos

1

sen

α α

+

=

Ou 2

2

cos

1

sen α α

+

= Fórmula Fundamental da Trigonometria

b

c

a

A

B

C

α

β

Cateto adjacente

Cateto oposto

hipotenusa

A

B

C

θ

103 Marisa Oliveira, Susana Araújo

5.3 Fórmulas secundárias:

Partindo da fórmula fundamental:

2

2

cos

1

sen α α

+

=

Dividindo ambos os membros por2

sen α e 2

cos α,obtemos respectivamente as

seguintes equações :

2

2

2

2

1

1

1

1

1

cos

tg

tg sen

α

α α

α

+ =

+ =

3.4 Valores especiais

Considere-se o seguinte triângulo escaleno.

Observando a figura vem:

1

3

30º

60º

2

2

3

1

30º

60º

2

2

1

3

30º

60º

3

3

3

sen

sen

cos

cos

tg

tg

=

=

=

=

= =

=

60º

30º

3
3

1

2

104 Marisa Oliveira, Susana Araújo

• Considere-se o seguinte triângulo isósceles, tendo os catetos uma unidade de
comprimento:

2

45ºcos45º

2

45º1

sen

tg

=

=

=

Em resumo, tem-se:

θ

30º

45º

60º

sen θ

1

2

2

2

3

2

cos θ

3

2

2

2

1

2

tg θ

3

3

1

3

Exemplo:

Seja

3

5

senα = . Então,

2

2

2

2

2

2

2

cos

1

cos

1

3

9

cos

1

1

5

25

16

16

cos

cos

25

25

3

cos

5

sen

sen

α α

α α

α

α

α

α

+

= ⇔

= − ⇔

= − = − ⇔


= ⇒

= ± ⇒

=

45º

1

2

1

105 Marisa Oliveira, Susana Araújo

Exercícios Propostos:

1.

Uma cegonha tem o seu ninho num
poste de alta tensão, com 20 metros de altura,
no qual foi colocada uma placa especial de
modo a que a cegonha não corra qualquer
perigo. Do seu ninho, a cegonha vê um
alimento no chão e voa em direcção a ele
numa inclinação de 35º.

Qual foi a extensão do voo da cegonha?

2. O Tiago mede 1,80 m. Qual é o ângulo de
elevação da lua, quando numa noite de lua
cheia, a uma certa hora, a sombra do Tiago
mede 3 metros?

3.

Utilizou-se um teodolito como
auxiliar para medir a altura do Padrão dos
Descobrimentos, em Belém. Tenha em
atenção a figura e considere que α = 2º , β

= 39º e ___

PT = 60m.
Qual é a altura do Padrão dos
Descobrimentos?

106 Marisa Oliveira, Susana Araújo

4.

O Rui quer mudar uma lâmpada.
Usou um escadote como se representa na
figura ao lado. Tendo em atenção as
medições que ele efectuou, as quais são
indicadas na figura, determine a que altura
se encontra a lâmpada do topo do
escadote.

5.

O Rui quer colocar a bengala do
avô numa caixa com a forma de um
paralelepípedo, como se mostra na figura
e com as dimensões assinaladas. Será
que a bengala do avô do Rui cabe na
caixa?

6. Calcule

sen β sendo:

a)

1

cos =

5

β

b)

= 2,5

tg β

7. Mostre que :

a)

2

cos

1

1

x

sen x

sen x

− =

+

b) (

) (

)

2

2

cos

cos

2

sen

sen

α α α α

+

+ −

=

c)

2

1

cos

cos

sen x

x

x

=

d)

2

2

2

cos

2cos

1

sen

β β β

=

107 Marisa Oliveira, Susana Araújo

Soluções:

25

º

1. 24m; 2.

59; 3.51m; 4 70cm ou 0,7 m ; 5 A bengala do Rui cabe na caixa ; 6a)sen

; b)sen

0,93

5

α

β

β

=

=

=

108 Marisa Oliveira, Susana Araújo

Capítulo 6

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->