P. 1
A Revolução Liberal Americana

A Revolução Liberal Americana

|Views: 2.290|Likes:
Publicado porjoaoc4945

More info:

Published by: joaoc4945 on Mar 12, 2010
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PPT, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

01/09/2013

pdf

text

original

A Revolução Liberal Americana

André Mata Daniel Almeida João Magalhães Tiago Valério

A Revolução Liberal Americana
• • • • • A Revolução Liberal Americana A Derrota em Boston A Proclamação da Independência A Derrota em Nova Iorque As Conquistas de Carolina do Norte e Sul
• • • • • • A Conquista de Nova Jersey A Batalha de Saratoga A Conquista da Filadélfia O Cerco de Yorktown e a derrota dos Ingleses Quem foi George Washington A Constituição Americana

A Revolução Liberal Americana
Durante os séculos XVII e XVIII foram constituídas ao longo da costa da América do Norte treze colónias inglesas, e todas essas colónias tinham entre si igualdades perante o reino Inglês, ou seja, a maior parte da população falava a língua inglesa e praticava a religião protestante.

A Revolução Liberal Americana
Apesar disso o comércio e a agricultura deram origem a uma burguesia próspera e empreendedora que estava contra o sistema exclusivo de tipo mercantilista o que permitia só e, única e exclusivamente o comércio entre as colónias e a metrópole. Mas, no entanto, o pior foi quando foram introduzidas novas taxas sobre alguns produtos como o chá, o açúcar e o papel selado o que deu origem à revolta dos colonos.

A Revolução Liberal Americana
As treze colónias inglesas eram: Massachusetts, New Hampshire, Nova Iorque, Rhode Island, Pensilvânia, Connecticut, New Jersey, Delawere, Maryland, Virgínia, Carolina do Norte, Georgia e Carolina do Sul. O Canadá também era um território inglês.

A Revolução Liberal Americana
Os colonos tinham força de vontade, mas também interesses diferentes e falta de organização. Das colónias do Sul, só a Virgínia agia com decisão. Os canadianos permaneceram fiéis à Inglaterra. Os voluntários do exército abandonavam a guerra para cuidar das suas tarefas. Os oficiais, geralmente estrangeiros, não estavam envolvidos no conflito.

A Revolução Liberal Americana
• A derrota em Boston
Cerca de mais 4.500 soldados britânicos chegaram por via marítima, e em 17 de Junho de 1775, forças britânicas, sob o general William Howe tomou a Península de Charlestown, na Batalha de Bunker Hill. Os norte-americanos perderam. O cerco não foi quebrado, e Gage foi logo substituído por Howe como o comandante-chefe.

A Revolução Liberal Americana
• A proclamação da Independência dos EUA
Reunidos em congresso, na cidade de Filadélfia em 1775, os representantes das treze colónias decidiram criar um exército para resistir à dominação inglesa, o seu chefe era George Washington, um dos maiores defensores da Independência. No ano seguinte, em Filadélfia um novo congresso decidiu proclamar a Independência. Declarada a Independência, iniciou-se uma guerra aberta com Inglaterra, que queria dominar por completo as suas treze colónias.

A Revolução Liberal Americana
• A derrota em Nova Iorque
Após ter retirado o seu exército de Boston, o general Howe ficou focado na conquista de Nova Iorque. Para defender a cidade, o general George Washington dividiu seus 20.000 soldados entre Long Island e Manhattan. A 15 de Setembro de 1776, Howe colocou cerca de 12.000 homens no sul de Manhattan e rapidamente tomou o controlo de Nova Iorque. Howe mudou-se para cercar o exército de Washington e, em Outubro, os norte-americanos perdem novamente outra batalha.

A Revolução Liberal Americana
• As Conquistas de Carolina do Norte e Sul
Em Fevereiro de 1776, o general Clinton tomou 2.000 homens e uma esquadra para invadir a Carolina do Norte, que foram derrotados na batalha de Moore's Creek Bridge. Em Junho, ele tentou tomar Charleston na Carolina do Sul, o principal porto no sul do país.

A Revolução Liberal Americana
• A Conquista de Nova Jersey
General Lord Cornwallis continuava a perseguir o exército de Washington através de Nova Jersey, até que os americanos se retiraram do rio Delaware em Pensilvânia no início de Dezembro. Washington decidiu tomar a ofensiva, furtivamente cruzando o Delaware, na noite de Natal e capturando cerca de 1.000 inimigos na Batalha de Trenton em 1776. O exército de Cornwallis marchou para retomar Trenton, mas foram derrubados pelo exército de Washington, que atacaram com sucesso a retaguarda britânica em Princeton, em Janeiro de 1777.

A Revolução Liberal Americana
• A Batalha de Saratoga
A primeira das campanhas de 1777 foi uma expedição de Quebec liderado pelo general John Burgoyne. O objectivo era aproveitar o Lago Champlain e o corredor do rio Hudson, isolando definitivamente o território de Nova Inglaterra do restante das colónias americanas. Soldados americanos juntaram-se ao exército do general Horatio Gates. Depois de ser espancado na segunda batalha de Saratoga, o general chefe Burgoyne entregou-se em Outubro de 1777. A batalha de Saratoga foi o ponto de viragem da guerra. O mais importante é que a vitória dos Americanos encorajou a França a fazer uma aliança aberta com os americanos.

A Revolução Liberal Americana
• A conquista da Filadélfia
Tendo assegurado Nova York em 1776, o general Howe ficou concentrado na conquista da Filadélfia, a sede do governo revolucionário, em 1777. Moveu-se lentamente, e 15.000 soldados desembarcaram, no extremo norte da baía de Chesapeake. Washington posicionou seus 11.000 homens entre Howe e Filadélfia na Batalha de Brandywine em Setembro de 1777. Após a retirada de Clinton George Washington impôs uma vitória estratégica na batalha de Monmouth em 28 de Junho de 1778, a última grande batalha no norte.

A Revolução Liberal Americana
• O cerco de Yorktown e a derrota dos Ingleses
A entrada francesa na guerra tinha mudado a estratégia britânica, e Clinton abandonou Filadélfia para reforçar a Nova Iorque, agora vulneráveis ao poder naval francês. Washington, mudou rapidamente as tropas americanas e francesas de Nova Iorque, e uma força combinada francoamericanos de 17.000 homens iniciaram o cerco de Yorktown no início de Outubro. Por vários dias, os franceses e os americanos bombardearam as defesas britânicas. A posição Cornwallis rapidamente tornou-se insustentável, e ele entregou todo o seu exército de 7.000 homens em 19 de Outubro de 1781.

A Revolução Liberal Americana
• A constituição Americana
Em 1787 as colónias aprovaram uma constituição. A constituição institui os EUA sob a forma de uma republica federal. A organização do poder central obedeceu ao principio da divisão de poderes. O novo regime era uma republica democrática em que o presidente e o congresso eram eleitos pelos cidadãos. Para a Europa e para o mundo existia dois aspectos revolucionários: pela primeira vez, uma colónia tornava-se independente e surgia uma republica democrática.

A Revolução Liberal Americana
• Quem foi George Washington
George Washington foi um dos mais importantes defensores da independência. Em 1775 foi nomeado comandante-chefe do exército Americano. Conseguiu vitórias importantes para a América como as batalhas de Saratoga e Yorktown contra as tropas inglesas. Em 1789 foi eleito o primeiro presidente dos EUA e voltou a ser eleito novamente em 1792. É considerado um dos “pais da pátria” e o seu nome foi atribuído à capital do país.

A Revolução Liberal Americana
Trabalho realizado por: • André Mata – nº4 • Daniel Almeida – nº5 • João Magalhães – nº10 • Tiago Valério – nº24 Disciplina: • História Professora: • Natércia Setúbal, 26 de Fevereiro de 2010

A Revolução Liberal Americana
• Bibliografia e Webliografia
• • Maria Emília Diniz, Adérito Tavares, Arlindo M. Caldeira (2009), 8º ano – História Oito Parte 2 – Lisboa: Lisboa Editores http://pt.wikipedia.org/

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->