P. 1
Apostila Física - Aula 05 - Gases Perfeitos Exercícios

Apostila Física - Aula 05 - Gases Perfeitos Exercícios

5.0

|Views: 8.888|Likes:

More info:

Published by: Física Concurso Vestibular on Jun 16, 2008
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

08/18/2013

pdf

text

original

Aula 5 – Gases perfeitos

1) a) b) c) d) e) (UFU-MG) As grandezas que definem completamente o estado de um gás são: Somente pressão e volume. Apenas o volume e a temperatura. Massa e volume. Temperatura, pressão e volume. Massa, pressão, volume e temperatura.

2) (UFU-MG) Um recipiente rígido de volume 4,1 litros é dotado de uma válvula de segurança, cuja abertura ocorre quando a pressão interna atinge 40 atm. Se o recipiente contém 5 mols de um gás perfeito, a máxima temperatura no seu interior é: a) 400ºC b) 277ºC c) 473ºC d) 527ºC e) 127ºC atm.l Dado: R= 0,082 mol.K 3) (UNISA-SP) Um volume de 8,2 litros é ocupado por 64g de gás oxigênio à temperatura de 27ºC. Qual é a pressão no interior do recipiente? Considere o oxigênio um gás perfeito. (1 mol de O2 = 32g) atm.l ) (R = 0,082 mol.K a) 2,0 atm b) 3,0 atm c) 4,0 atm d) 6,0 atm e) 8,0 atm 4) (Unicamp) Um cilindro de 2,0 litros é dividido em duas partes por uma parede móvel fina, conforme o esquema abaixo. O lado esquerdo do cilindro contém 1,0 mol de um gás ideal. O outro lado contém 2,0 mols, do mesmo gás. O conjunto está atm.l à temperatura de 300 K. Adote R= 0,08 mol.K a) Qual será o volume do lado esquerdo quando a parede móvel estiver equilibrada? b) Qual é a pressão nos dois lados, na situação de equilíbrio?

1 mol

2 mols

5) (Mackenzie) Uma massa de certo gás ideal, inicialmente nas CNTP, está contida num recipiente provido com uma válvula de segurança. Devido ao aquecimento ambiental, para se manter constante a pressão e o volume no interior do recipiente, foi necessário abrir a válvula de segurança e permitir que 9% dessa massa gasosa escapasse. A temperatura do gás, nesse instante, é de: a) 3033ºC b) 2760ºC c) 300ºC d) 100ºC e) 27ºC 6) (Fuvest) Uma certa massa de gás ideal sofre uma compressão isotérmica muito lenta, passando de um estado A para u estado B. As figuras representam diagramas TP e TV, sento T a temperatura absoluta, V o volume e a pressão do gás.

Nesses diagramas, a transformação descrita acima só pode corresponder às curvas: a) I e IV b) II e V c) III e IV d) I e VI e) III e VI 7) (Fuvest) Um gás contido em cilindro, à pressão atmosférica, ocupa um volume Vo, à temperatura ambiente To (em kelvin). O cilindro contém um pistão, de massa desprezível, que pode mover-se sem atrito e que pode até, em seu limite máximo, duplicar o volume inicial do gás. Esse gás é aquecido, fazendo com que a temperatura do gás atinja quatro vezes To. Na situação final, a pressão do gás no cilindro deverá ser:

a) Metade da pressão atmosférica b) Igual à pressão atmosférica c) Duas vezes a pressão atmosférica

d) Três vezes a pressão atmosférica e) Quatro vezes a pressão atmosférica

8) (Fuvest) Um cilindro com comprimento de 1,5m, cuja base inferior é constituída por um bom condutor de calor, permanece semi-imerso em um grande tanque industrial, ao nível do mar, podendo ser utilizado como termômetro. Para isso, dentro do cilindro, há um pistão, de massa desprezível e isolante térmico, que pode mover-se sem atrito. Inicialmente, com o ar e o líquido do tanque à temperatura ambiente de 27ºC, o cilindro está aberto e o pistão encontra-se na posição indicada na figura 1. O cilindro é, então fechado e, a seguir, o líquido do tanque é aquecido, fazendo com que o pistão atinja uma nova posição, indicada na figura 2.

Supondo que a temperatura da câmara superior A permaneça sempre igual a 27ºC, determine: a) A pressão final P1, em Pa, na câmara superior A. b) A temperatura final T1 do líquido no tanque, em ºC ou em K. 9) (Fuvest) Um cilindro contém uma certa massa Mo de um gás a To = 7ºC (280K) e pressão Po. Ele possui uma válvula de segurança que impede a pressão interna de alcançar valores superiores a Po. Se essa pressão ultrapassar Po, parte do gás é liberada para o ambiente. Ao ser aquecido até T = 77ºC (350K), a válvula do cilindro libera parte do gás, mantendo a pressão interna no valor Po. No final do aquecimento, a massa de gás que permanece no cilindro é, aproximadamente, de: a) 1,0Mo b) 0,8Mo c) 0,7Mo d) 0,5Mo e) 0,1Mo 10) (Fuvest) O gasômetro G, utilizado para o armazenamento de ar, é um recipiente cilíndrico, metálico, com paredes laterais de pequena espessura. G é fechado na sua parte superior, aberto na inferior que permanece imersa em água e pode se mover na direção vertical. G contém ar, inicialmente à temperatura de 300K e o nível da água no seu interior se encontra 2,0m abaixo do nível externo da água. Nessas condições, a tampa de G está 9,0m acima do nível externo da água, como mostra a figura ao lado. Aquecendo-se o gás, o sistema se estabiliza numa nova altura de equilíbrio, com a tampa superior a uma altura H, em relação ao nível externo da água, e com a temperatura do gás a 360K.

Supondo que o ar se comporte como um gás ideal, a nova altura H será, aproximadamente, igual a a) 8,8m b) 9,0m c) 10,8m d) 11,2m e) 13,2m

Gabarito: 1) e 2) e 3) d 4)

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->