Você está na página 1de 1

EXPOSIÇÃO

ORDENS EM PORTUGAL:
ARTE EM AGUARELAS PELA MÃO DO PINTOR MONGOL
ROUSLAM BOTIEV

O Palácio de Cadaval, em parceria com a Comissão Organizadora do


Congresso Internacional Ordens e Congregações Religiosas em Portugal e o
Centro de Literaturas e Culturas Lusófonas e Europeias da Faculdade de Letras da
Universidade de Lisboa, promove uma exposição de pintura em aguarela pelo
pintor mongol Rouslam Botiev. Trata-se de um conjunto de 20 quadros que
retratam os principais monumentos ligados às ordens religiosas em Portugal
(Jerónimos, Batalha, Alcobaça, entre outros), complementados por motivos
emblemáticos do imaginário artístico das ordens, tais como figuras grandes do
monaquismo, e a recriação de obras alusivas ao imaginário dos primórdios da
experiência monástica, como é o exemplo das famosas Tentações de Santo Antão.
Estes quadros únicos foram originalmente pintados para figurarem numa
obra monumental, dirigida por José Eduardo Franco, que está a ser preparada para
publicação, pela Editora Gradiva, com o Prefácio do Senhor Presidente da
República. Intitula-se Mosteiros e Conventos, Ordens e Congregações: 1000 Anos
de Empreendedorismo Religioso, Cultural e Artístico em Portugal, e será
anunciada no Congresso Internacional Ordens e Congregações Religiosas em
Portugal: Memória, Presença e Diásporas, a ter lugar na Fundação Calouste
Gulbenkian, nos dias 2, 3, 4 e 5 de Novembro de 2010.

ROUSLAM BOTIEV, oirat mongol, nascido em 5 de Maio de 1963, natural da


República Kalmyk (Mongólia), de nacionalidade russa. Licenciado em Letras, pela
Faculdade de Filologia Kalmyk (1985), estudou escultura e pintura com o grand
master Stepan Botiev (1985-1990). Fez estágios de escultura e pintura nas
Universidades de Rostov e de S. Petersburgo. Ensinou estas duas artes na
Mongólia, onde efectuou diversas obras até 2002.

Exposições em Portugal:

2002 – Cascais. Tema: Os Guerreiros Jangar e o Budismo. Aguarela.


2004 – Lisboa. Tema: O Grafismo Oriental. Tinta-da-china.
2005 – Lisboa. Tema: Portugal: O Meu Olhar Asiático. Aguarela.
2006 – Monte Estoril. Tema: Portugal e Trás-os-Montes. Aguarela.
2007 – Caneças. Tema: A Mulher no Mundo. Aguarela.
2008 – Lisboa. Tema: A Arte dos Povos Nómadas da Mongólia. Aguarela.
2010 – Lisboa. Tema: O Homem, o Cosmos e Mitos. Tinta-da-china. Apresentação feita
pelo Professor Doutor Vítor Serrão, na Biblioteca da Faculdade de Letras da
Universidade Clássica de Lisboa.
2010 – Lisboa. Colectiva, no Largo do Carmo. Tema: Mongólia. Tinta-da-china.

A venda de cada aguarela reverte em favor da Organização do Congresso, como


forma de apoio.