Você está na página 1de 9
LINGUA PORTUGUESA InstrugSo: As questées 01 a 10 estéo relacionadas ao texto abaixo. 01. Darwin passou quatro meses no Brasil, em 02, 1832, durante a sua célebre viagem a bordo do 03. Beagle. Voltou impressionado com 0 que viu: 04. “Delicia & um termo insuficiente para exprimir as 05. emogies sentidas por um naturalista a 56s com 06. a natureza em uma floresta brasileira’, 07. escreveu. O Brasil, porém, aparece de forma 08. menos idllica em seus escrites: “Espero nunca 09. mais voltar a um pais escravagista. O estado da 10. enorme populacgo escrava deve preocupar 11, todos os que chegam ao Brasil. Os senhores de 12. escraves querem ver o negro como outra 13. espécie, mas temos todos a mesma origem.” 14. Em vez do gorjeio do sabi, o que Danwin 15. guardou nos ouvidos foi um som terrivel que 0 16. acompanhau por toda a vida: “Até hoje, se eu 17. cusp um grito, lembro-me, com dolorosa e clara mem@ria, de quando passei numa casa em 1. Perambuco e ouvi urros terriveis. Logo entendi |. que era algum pobre escravo que estava sendo 21. torturado.” . Segundo o biélogo Adrian Desmond, “a . viagem do Beagle, para Darwin, fol menos |. importante pelos espécimes coletados do que pela experiéncia de testemunhar os horrores da escravidSo no Bras, De certa forma, ele 7 escolheu focar na descendéncia comum do . homem justamente para mostrar que todas as ). ragas eram iguais e, desse modo, enfim, objetar 1. Aqueles que insistiam em dizer que os negros |. pertenciam a uma espécie diferente e inferior . dos brancos”. Desmond acaba de lancar um . estudo que mostra a paixo abolicionista do 1. Clentista, revelada por seus didrios e cartas . passoais. “A extensio de seu interesse no combate & céncia de cunho racsta é . Surpreendente, e pudemos detectar um impeto otal por trés de seu trabalho sobre a evolugo humana — uma crenga na ‘imandade racial’ que . tinha origem em seu édio ao escravismo e que 41. 0 levou a pensar numa descendéncia comum.” ‘Adaptado de: HAAG, C. 0 elo perdido troy Pesquisa FAPESP,n. 159, p. 80-85, maio 01. Assinale a afirmag3o que esta de acordo com, o texto. (A) Na opinigo de um especialista, Darwin no julgava importantes para seus objetivos os espécimes que coletava em ‘suas viagens. (B) Darwin ficou to impressionado com 0 que testemunhou da violéncia contra os escravos no Brasil que decidiu que nunca ‘mais viajaria para terras desconhecidas, (©) Para Adrian Desmond, Darwin escolheu focar nas origens da espécie humana, entre outras raz6es, porque acreditava que, assim, poderia demonstrar a irmandade entre racas. (0) De acordo com Desmond, a repercusséo mais significativa do fato de Darwin ter presenciado a tortura de um escravo no Brasil fol ter quardado na meméria o som terrivel que ouviu. (E) © bidlogo Adrian Desmond conseguiu_ mesrar 8 preocupegso abolicionista de win apés estudo detalhado dos. recs morais que moviam seu trabalho sobre a evolucSo humana. 02. Considere as seguintes propostas de reorganizago dos paragrafos do texto, 1 - Unir 0 segundo pardgrafo ao primeiro. 2 - Unir 0 terceiro paragrafo ao segundo. 3 - Segmentar © terceiro pardgrafo, criando um novo a partir de Desmond acaba dew (|, 32), Quais propostas séo corretas, entendendo-se que pardgrafo se conceitua como uma unidade de sentido? (A) Apenas 1. (B) Apenas 2. (C) Apenas 3. (D) Apenas 1 e 3. (E) Apenas 23. TeReS~evaaoF 03. Assinale a alternativa em que as trés palavras so acentuadas graficamente pela mesma azo, (A) eélebre(|. 02) — terrivel(|. 15) - bidlogo (|. 22) (8) Delicia(\, 04) — sabid(|. 14) ~~ dirios (|. 34) (©) s6s(\, 05) ~ 6(1. 36) - tras (|. 38) (0) porém(|.07) - pais(|, 09) ~ Até(\. 16) (©) terriveis(|. 19) ' espécimes (|. 24) — experiéncia (|. 25) (04, Assinale com V (verdadeiro) ou F (falso) as afirmagées abaixo sobre elementos de formacdo de palavras do texto. () As palavras insuficiente (|. 04) e insistiam (|. 30) apresentam mesmo prefixo em sua formagio. (.) A comparacdo da palavra exprimir (|. 04) com imprimir e da palavra descendéncia (|. 27) com ascendéncia permite que se postule um radical comum para cada um dos pares. () As palavras ‘allica (|. 08) e dolorasa (|. 17) apresentam sufixos que formam adjetives a partir de substantivos. () Oemprego de diferentes sufixos para o mesmo radical em escravidgo (|. 26) e escravismo (|. 40) serve, no texto, para expressar, respectivamente, a ideia de “situacdo resultante de uma ago” e de "movimento socioideolégico”. A sequéncia correta de preenchimento dos parénteses, de cima para baixo, & (A) F-V-Vv-v. (BR) V-F-V-F (V-V-F-F (O)F-V-F-v. (©) F-F-Vv-V, 05. No texto, as plavras Jdilica (|. 08), | 06. Assinale a alternativa em que se estabelece testemunhar (|. 25) e revelada (I. 34) uma relago de referéncia correta entre o significam, respectivamente, primeiro e 0 segundo segmentos extraidos do texto. (A) ‘romantica’, ‘dar um testemunho de’ e “confirmada’. (A) seus (|. 08) ~ um naturalista (05) (8) ‘idealizada’, ‘dar um testemunho de’ e (8) 0(\. 15) — unr som terrivel(|. 15) ‘atestada’. (©) desse modo (|, 29) ~ todas as racas (©) ‘idealizada’, ‘observar' e ‘manifestada’. eram iguais(\. 28-29) (D) ‘interessante’, ‘observar’ e ‘atestada’, (0) seus (. 34) - Desmond(|, 32) (E) ‘interessante’, ‘defrontar-se com’ (6) seu (|. 35) - do cientista (|, 33-34) “manifestada’. 7 ERG Samo 07. Considere as seguintes afirmagées. 1 ~A substituiggo de wm som (|. 15) por sons exigiria que trés outras palavras do periodo também passassem para o plural. I-A substituicSo de dqueles que (|. 30) por a quem exigiria o uso d em vez de insistiam (|. 30). IIE A substituiggo de origem (|. 40) por raizes exigiria 0 uso de tinham em vez de tinha (|. 40). Quais esto corretas? (A) Apenas I. (B) Apenas IT. (©) Apenas TI. (0) Apenas Te II. (E) Apenas II e III. 09, Considere as seguintes propostas de alteragao no texto. 1 ~Substituir de quando (|, 18) por da ocasiao que. 2 - Substituir objetar (|, 29) por argumentar contra, sem efetuar alteragies adicionais na frase, 3 - Substituir_ sew ddfo (|, 40) por sua indignac&o e, _ consequentemente, ‘substituir 20 (1. 40) por perante 0, Quais alteragdes_manteriam o sentido e a correcéo do texto? (A) Apenas 1. (B) Apenas 2. (©) Apenas 3. () Apenas 1 e 2. (E) Apenas 1 3. . Considere as seguintes propostas de alterago da ordem de expressdes adverbiais e adjetivais no texto, independentemente do | ‘uso de maitiscuias/mindsculas, 1 = Deslocar Até hoje, (|. 16) para depois de Jembro-me, (\. 17). 2 - Deslocar menos (I. 23) para depois de importante (|, 24). 3 - Deslocar pessoais (|. 35) para depois de jérios (|. 34). Quais alteragdes manteriam o sentido do texto? (A) Apenas 1. (B) Apenas 3. (©) Apenas 1¢ 2. (D) Apenas 2 e 3. (©) 1,23, 10. Considere as trs propostas de reescrita para 0 trecho do texto que segue. De certa forma, ele escolheu focar na descendéncia comum do homem Justamente para mostrar que todas 2s ‘ragas eram iguais \, 26-29), 1 -Pode-se dizer que ele decidiu por a descendéncia comum do homem em foco precisamente porque tinha em mente mostrar que as racas eram todas iguais. I-Certamente, ele escolheu focar na descendéncia comum do homem em parte objetivando mostrar que as racas ‘eram todas iguais. TIT-Ele decidiu pér de certa forma a descendéncia comum do homem em foco, a fim de mostrar exatamente que todas as rags eram iguais. Quais propostas conservam o sentido original do trecho? (A) Apenas I. (8) Apenas IL (©) Apenas 111. (D) Apenas I e Tl. (E) Apenas Le Il. Denes ove Instrugao: As questées 11 a 17 esto relacionadas ac texto abaixo. 01. Eu troteava, nesse tempo. De uma feita 02. que viajava de escoteiro, com a guaiaca 03. empanzinada de ongas de ouro, vim varar 04. aqui neste mesmo passo, bot me ficar mais 05. perto da estancia onde devia pousar. Parece 06. que foi ontem! Era fevereiro; eu vinha 07. abombado « = tea 08. Ole, ali, & sombra daquela 08. rebolera de mato. que Vendo, 10, desencilhei; e estendido nos 11, cabeca no lombitho, com o 12. olhas, fiz uma sesteada morrude, pK 4. 15, fice Ge oes Pe . res dava-Ihe oe ‘acompanhar-me, 3. Hip hol aor ‘porteira, nem por nada i fete carat nfo a no ser comigo. °S, Durante a troteada reparei que voltae rele . Cusco parava na estrada e latia, logo recomecava... Pois nem the conto! Quando botei o pé em terra na conch eh dae as ‘vows rds = dono_da casa, aguentel_um ti coracao... ndo senti o peso da gualacal 7 Tinka perdido as trezentas oncas de ouro, E logo essou ‘me pelos olhos jar, depois uns coriscos... depois bio ficou endento.. De melo assombredo me e antes morresse que isso! 2 estrada, 205 lati. E ohaver eso do aN do cavalo, como querendo 8. espe yr ieier Nisto 0 cusco brasino deu so 14. Assinale a alternativa que melhor sintetiza 0 ‘texto como um todo. (A) Histéria de um peo que, em suas viagens, costumava evar consigo o cachorrinho brasino de seus filhos. (8) Episéio em que um peo, depois de muito trotear, resolveu tirar uma sesteada e, quando acordou, teve uma grande surpresa. (C) Histéria de um cachorrinho brasino, muito espertn, que gostave muito de seu cone, um peo de estncia, (D) Eee em que um pedo, em viagem na € acompanhado por um cachorrinho patna dinhelro que carregava. IHS Serena io Wee quando descobriu que havia perdido 0 dinheiro que carregava. 12. Hé, no texto, indicagBes de que a Nistéia esté sendo contada pelo narrador em uma conversa com outra pessoa em um lugar onde a histbria também se passou. Assinale a alternativa que contenha um trecho que indique isso. (A) Eu troteava, nesse tempo (|. 01) (8) Othe, ali, 4 sombra daquela mesma reboleira de mato que esté nos vendo (|, 08-09) (©) Depois, trés léguas(|. (0) AA! Esqueci de dizer-the que andava comigo um cachorrinho brasino(\. 19-20) isl Seen tease fo) vereda andei como 16-17) ERG BveTO TP