P. 1
Física - UFC - Aula 10 Exercícios

Física - UFC - Aula 10 Exercícios

5.0

|Views: 5.050|Likes:

More info:

Published by: Física Caderno de Resoluções on Jul 20, 2008
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

07/07/2013

pdf

text

original

Exercícios - Capítulo 10

:

Página 1 de 4

Exercícios - Capítulo 10:
1. Uma bola de massa m e velocidade v incide ortogonalmente sobre uma parede e volta sem que ocorra variação no módulo da sua velocidade. Seja ∆ t o intervalo de tempo da colisão. Determine a força média exercida pela parede sobre a bola. 2. A força média exercida pelo pé de um jogador de futebol quando ele chuta uma bola é igual a 100 N no intervalo de tempo durante o qual o pé permanece em contato com a bola é igual a 0,005 s. Calcule a variação do momento linear. R: 0,5 Kg . m/s 3. Uma bola de pingue-pongue cai verticalmente sobre o solo com velocidade de 10 m/s. Ela se reflete e retorna com uma velocidade inicial de 8 m/s. Suponha que a força média exercida pela bola sobre o solo seja igual a 180 N e que o tempo em que ela fica em conato com o solo seja igual a 10-3 s. Calcule a massa da bola. 4. Uma bola de bilhar de massa igual a 200 g colide contra o anteparo lateral de uma mesa de bilhar. O módulo da velocidade da bola vale 2 m/s e o ângulo com a normal ao anteparo vale 60º; o tempo de contato da bola com o anteparo é igual a 0,008 s. Determine o módulo da força média exercida pelo anteparo sobre a bola de bilhar supondo que o choque seja perfeitamente elástico. R: 50 N 5. Um taco atinge uma bola de bilhar exercendo sobre ela uma força de 30 N, num intervalo de tempo de 0,010 s. Suponha que a massa da bola seja igual a 250 g. Calcule a velocidade da bola de bilhar após o impacto, supondo que a bola estava inicialmente em repouso. R: 1,2 m/s 6. A força sobre um objeto de 8 Kg aumenta linearmente com o tempo. A força é nula no instante inicial e igual a 100 N quando t = 10 s. Determine: (a) a expressão do impulso em função do tempo, (b) a força média neste intervalo de tempo, (c) o impulso total, (d) a variação do momento, (e) a velocidade do objeto para t = 10 s. R: (a) J = 5t2 (b) 50 N (c) 500 N . s (d) 500 N . s (e) 62,5 m/s 7. Um jogador de golfe lança uma bola comunicando-lhe uma velocidade inicial de 7,0 x 103 cm/s numa direção que forma um ângulo de 30º com a horizontal. Supondo que a massa da bola seja igual a 30 g e que o taco esteve em contato com a bola durante um intervalo de tempo de 0,015 s, determine: (a) o impulso comunicado à bola, (b) o impulso comunicado ao taco, (c) a força média exercida pela bola sobre o taco, (d) o trabalho realizado sobre a bola. 8. A água proveniente de uma mangueira é lançada contra uma parede. Se a velocidade da água for igual a 5,0 m/s e se a vazão volumétrica da água que sai da mangueira for igual a 400 cm3/s, calcule: (a) o impulso transmitido para a parede durante um segundo, (b) a força média exercida sobre a parede. Considere a densidade da água igual 103 Kg/m3. R: (a) 2,0 N . s (b) 2,0 N 9. Um bloco de massa m = 10 Kg está em repouso sobre uma superfície horizontal sem atrito. Sobre o bloco atua uma força horizontal cujo módulo é dado em função do tempo pela expressão: F = bt2 = ct onde b = 4 N/s2 e c = N/s, t é dado em s e F em N. Obtenha: (a) a expressão do impulso em função do tempo, (b) o impulso total nos 4 segundos iniciais, (c) a variação do momento linear nos 4 segundos iniciais, (d) a velocidade do bloco no instante t = 4s.

http://www.fisica.ufc.br/solange/fg_aula10.htm

18/7/2008

Exercícios - Capítulo 10:

Página 2 de 4

10. Um pêndulo balístico é constituído por uma caixa de areia suspensa por um fio. Um projétil de massa m1 = 30 g penetra na caixa e fica nela encravado. O centro de massa da caixa se eleva até uma altura h = 30 cm. A massa da caixa vale m2 = 3,0 Kg. (a) Deduza uma expressão para a velocidade do projétil em função destes dados. (b) Calcule o valor numérico da velocidade do projétil quando ele atinge a caixa. (b) v = 245 m/s R: (a) v = (m1 + m2) (2gh)1/2 / m1 11. (a) Mostre que em uma colisão elástica unidimensional a velocidade do centro de massa de duas partículas, m1, cuja velocidade inicial é v1i e m2, com velocidade inicial v2i é vcm = (m1 / m1 + m2) v1i + (m2 / m1 + m2) v2i (b) Use as expressões obtidas para v1f e v2f, as velocidades das partículas após a colisão, para obter o mesmo resultado para vcm após a colisão. 12. Um corpo de massa igual a 5,0 Kg colide elasticamente com outro que se encontra inicialmente em repouso e continua sua trajetória no mesmo sentido, porém o módulo da velocidade se reduz a um quinto do módulo inicial. Calcule a massa do corpo atingido. 13. Uma bala de massa igual a 30 g é disparada horizontalmente num bloco de madeira de massa igual a 30 Kg em repouso sobre uma superfície horizontal. O coeficiente de atrito cinético entre o bloco e a superfície vale 0,20. A bala penetra no bloco e fica retida em seu interior. O centro de massa do bloco se desloca de 1,1 m. Calcule a velocidade da bala. 14. Dois pêndulos, cada um de comprimento l estão, inicialmente, posicionados como mostra a figura abaixo. O primeiro pêndulo é solto e atinge o segundo. Suponha que a colisão seja completamente inelástica e despreze a massa dos fios e quaisquer efeitos resultantes do atrito. Até que altura o centro de massa sobe após a colisão?

15. Duas partículas, uma tendo o dobro da massa da outra, com uma mola comprimida entre elas são mantidas juntas. A energia armazenada na mola é 60 J. Que energia cinética tem cada partícula após elas terem sido soltas? 16. Um vagão de carga com massa igual a 40 toneladas se desloca a 2,5 m/s e colide com outro que viaja no mesmo sentido com velocidade igual a 1,5 m/s; a massa do segundo vagão é igual a 25 toneladas. (a) Ache as velocidades dos dois vagões após a colisão e a perda de energia cinética

http://www.fisica.ufc.br/solange/fg_aula10.htm

18/7/2008

Exercícios - Capítulo 10:

Página 3 de 4

durante a colisão, supondo que os dois vagões passa a se mover juntos. (b) Se a colisão fosse elástica, os dois vagões não se uniriam e continuariam a se locomover separados; qual seria neste caso a velocidade de cada vagão? 17. Um elétron colide elasticamente com um átomo de hidrogênio inicialmente em repouso. Os deslocamentos inicial e final se fazem ao longo do mesmo curso. Que fração da energia cinética inicial do elétron é transferida ao átomo de hidrogênio? A massa do átomo de hidrogênio é 1840 vezes a massa do elétron. R: 0,22 % 18. Uma caixa é colocada sobre uma balança de molas que é ajustada para que a leitura seja zero quando a caixa estiver vazia. Um punhado de seixos é, então, despejado na caixa de uma altura h à razão de µ (seixos por segundo). Cada seixo tem uma massa m. Se os choques entre os eixos e a caixa são inteiramente inelásticos, ache a leitura da balança t segundos após o instante em que os seixos começaram a encher a caixa. Determine uma resposta numérica quando µ = 100 s-1, h = 7,5 m, mg = 0,05 N e t = 10 s. R: 5,5 Kg 19. A massa m1 colide frontalmente com a massa m2, inicialmente em repouso, em uma colisão inteiramente inelástica. (a) Qual é a energia cinética do sistema antes da colisão? (b) Qual é a energia cinética do sistema após a colisão? (c) Que fração da energia cinética original foi convertida em calor? (d) Seja vcm a velocidade inicial do centro da massa do sistema. Observe a colisão de um referencial que se move com o centro de massa, tal que v1i´ = v1i – vcm, v2i´ = - vcm. Repita os itens (a), (b) e (c) para um observador situado neste referencial. A energia mecânica transformada em calor é a mesma para os dois referenciais? Explique. 20. Um bloco de massa m1 = 3,0 Kg desliza ao longo de uma mesa sem atrito com velocidade v1 = 15 m/s. Na frente dele, e movendo-se na mesma direção e sentido, existe um bloco de massa m2 = 6,0 Kg que se move com velocidade de 5 m/s. A mola indicada na figura abaixo possui massa desprezível e uma constante elástica k = 1500 N/m. A massa reduzida Mr de um sistema de duas partículas é definida pela expressão: Mr = m1m2 / (m1 + m2) (a) Obtenha uma expressão para a energia cinética de um sistema de duas massas em relação ao referencial do centro de massa em função da massa reduzida Mr e em função velocidade relativa vr. (b) Quando os dois blocos colidem qual deve ser a energia potencial do sistema constituído pelas duas massas que comprimem a mola? (c) Ache o valor numérico da deformação máxima da mola depois do impacto. 21. Dois veículos, A e B, estão se deslocando, respectivamente, para oeste e para sul, em direção ao cruzamento destas direções, onde eles devem colidir e engavetar. A massa do veículo A vale 700 Kg e a massa do veículo B vale 900 Kg. O veículo A se desloca com velocidade de 80 Km/h e o veículo B se locomove com velocidade de 60 Km/h. Ache o vetor velocidade (módulo, direção e sentido) de cada veículo após a colisão. 22. Duas bolas A e B, tendo massas diferentes e desconhecidas, colidem. A está inicialmente em repouso, quando B tem uma velocidade v. Após a colisão, B passa a ter uma velocidade v/2 e se desloca em ângulo reto com a direção de seu movimento original. (a) Ache a direção em que a bola A se desloca após a colisão. (b) Pode-se determinar a velocidade de A a partir do enunciado? Explique.

http://www.fisica.ufc.br/solange/fg_aula10.htm

18/7/2008

Exercícios - Capítulo 10:

Página 4 de 4

23. Uma partícula α colide com um núcleo de oxigênio, inicialmente em repouso. A partícula α é desviada de um ângulo de 64º, em relação À direção inicial do movimento, e o núcleo de oxigênio recua em uma direção que faz um ângulo de 51º com a direção inicial mencionada, para o outro lado. Qual a relação das velocidades das duas partículas? A massa do núcleo de oxigênio é quatro vezes maior do que a massa da partícula α. 24. Um certo núcleo, em repouso, desintegra-se em três partículas. Duas delas têm massas e velocidades como mostradas na figura abaixo. (A) Qual é o momento linear da terceira partícula, sabendo-se que ela tem uma massa de 12 x 10-27 Kg? (b) Quanta energia foi empregada no processo de desintegração?

25. Suponha que um dêuteron esteja inicialmente em repouso num reservatório de água pesada (a água pesada é constituída por dois átomos de dêuteron e um átomo de oxigênio). Um nêutron colide com um dêuteron, perdendo 2/3 da sua energia cinética inicial. Determine o ângulo formado entre a velocidade do dêuteron e a velocidade do nêutron depois da colisão. 26. Uma esfera de raio r1 incide em uma esfera de raio r2. Qual é a seção de choque para uma colisão de contato? 27. O Q da reação, em que um núcleo de U236, em repouso, dividi-se e apenas dois fragmentos de massas 132 uma e 98 uma, é 192 MeV. (a) Que quantidade de energia foi perdida por radiação? (b) Qual é a velocidade de cada fragmento? (c) Qual é a energia cinética de cada fragmento?

http://www.fisica.ufc.br/solange/fg_aula10.htm

18/7/2008

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->