Você está na página 1de 8

1) Mencione as características dos cordados e diga quais são

os grandes subgrupos caracterizando-os:


- Os cordados (Chordata, do latim chorda, corda) constituem um filo dentro do
reino Animalia que inclui os vertebrados, os anfioxos e os tunicados /
urochordata;
- Estes animais são caracterizados pela presença de uma notocorda (um
cordão tubiforme rijo que acompanha o dorso do corpo), um tubo nervoso
dorsal, fendas branquiais (em muitos casos essas aparecem apenas na fase
inicial de seu desenvolvimento) e uma cauda pós-anal, em pelo menos uma
fase de sua vida;
- O grupo abrange animais adaptados para a vida na água, na terra e no ar;
- São todos segmentados de alguma forma, e o lado direito é sempre similar
ao esquerdo (simetria bilateral);
- Tubo digestivo completo; São triblásticos; Celomados; Deuterostômios.
Como explicado acima, o filo Chordata é dividido em três subfilos:
Urochordata, Cephalocordata e Vertebrata.
• Os Urocordados são um grupo que inclui as ascídias, animais marinhos uns
de vida livre e outros, após um curto período larvar de vida livre, vivem fixos em
rochas ou algas; desenvolvimento indireto; possuem sangue verde; reprodução
de maneira assexuada por brotamento; ou sexuada-hemafroditas; corpo
revestido por túnica protetora;
• Os Cefalocordados são compostos de cordados marinhos (os anfioxos),
pequenos e que vivem enterrados na areia com o corpo em forma de lança;
Possuem de 5 a 10 cm de comprimento tendo seu corpo translúcido, alongado;
Semelhante a um peixe sem nadadeiras pares; Mantêm notocorda bem
desenvolvida na vida adulta, porém as vértebras são ausentes; Dióicos;
fecundação externa; desenvolvimento indireto;
• Os Vertebrados incluem os animais vertebrados que possuem espinha
dorsal de vértebras. Presença de uma caixa craniana que protege o encéfalo; os
sexos são separados; fertilização é externa; desenvolvimento pode ser direto ou
indireto; notocorda originará a coluna vertebral constituída por aneis ósseos;
Vivem individualmente ou em grupo; circulação fechada (hemoglobina).

2) Conceitue os seguintes termos:


A) Protocordados; B) Vertebrados; C) Craniado; D)
Gnatostomato; E) Ágnatha.
A) Os protocordados constituem uma subdivisão dos cordados. O termo
Protocordado refere-se a um grupo por excluir os vertebrados de animais
invertebrados que reúnem representantes do Filo Chordata. Única estrutura
esquelética de sustentação é a notocorda, que pode ou não persistir em certas
espécies adultas. São deuterostômios, possuem fendas faríngeas e são marinhos.
Os protocordados se dividem em, basicamente, dois grupos:

• Cefalocordados, grupo mais evoluído que apresenta as características


básicas de todos os cordados durante toda a vida. Exemplo: anfioxo;
• Urocordados ou tunicados, animais monóicos cujo sistema nervoso, no
estágio larval, é composto por fibras nervosas dorsais e um cordão nervoso,
que na maioria dos casos fica na cauda do animal. Exemplo: ascídias.
B) Os Vertebrados (do latim vertebratus, com vértebras) constituem um subfilo
de animais cordados, compreendendo os ágnatos, peixes, anfíbios, répteis, aves
e mamíferos. Caracterizam-se pela presença de coluna vertebral segmentada e
de crânio que lhes protege o cérebro.

C) Os Craniatas são um clado (grupo de organismos originados de um único


ancestral comum) que inclui as mixinas (grupo de peixes marinhos de águas
frias) e os vertebrados, ou seja, todos os animais com crânio, quer este seja de
tecido ósseo ou de cartilagem. Pertencem a este grupo todos os peixes,
batráquios, répteis, aves e mamíferos.

D) Os Gnatostomados (do grego gnathos mandíbula + stomatos boca)


constituem uma superclasse de animais, onde são reunidos os peixes e os
tetrápodes (vertebrados terrestres, possuidores de quatro membros) que
possuem maxila.

E) Os Agnathas (do grego a, sem + gnathos maxila) conhecidos também por


ciclostomados (Cyclostomata) são uma superclasse de peixes sem mandíbula do
subfilo vertebrados (embora não possuam vértebras completamente formadas
nem maxilas, apresentando boca circular sugadora) que incluem animais como
as mixinas, as lampréias, os ostracodermes e as feiticeiras. O corpo destes
animais é cilíndrico e alongado, dotado de esqueleto cartilaginoso e sem
escamas. Possuem encéfalo simples.

3) Explique como é o corpo de um Urocordado sobre o ponto


de vista anatômico e funcional.

Os Urocordados também são conhecidos como Tunicatas possuem o corpo


dos adultos na forma de um barril com duas aberturas, chamadas sifões,
geralmente do mesmo lado, uma para a entrada da água e dos alimentos e outro
para a saída da água e das excreções, o que é realizado por contrações da
camada muscular superficial. A seguir ao sifão de entrada encontram-se as
brânquias, colocadas em forma de rede que, não só têm a função da respiração,
mas também a de filtrar as partículas nutritivas; a seguir, encontra-se o tubo
digestivo, que é encurvado e termina no outro sifão.

Sua epiderme se encontra revestida por uma característica túnica


translúcida, que se assemelha a gelatina (donde vem um dos nomes destes
animais) é segregada pela derme e, nas formas sésseis, pode ser um verdadeiro
exosqueleto composto de celulose e colagénio, por vezes com espículas
calcárias, agregado num tecido conectivo. Os larváceos segregam uma "casa"
que é usada como filtro e depois consumida.
O coração dos urocordados é simplesmente um vaso sanguíneo que se liga,
em ambas extremidades a outros vasos abertos. A circulação é aberta. O coração
tem peristaltismo reversivel , isto é, bombeia sangue nos dois sentidos, irrigando
assim os dois lados do animal. São animais ectotermicos, isto é, a temperatura
de seu corpo varia de acordo com a temperatura da água.

4) Tomando como exemplo o Anfioxo dê as características


gerais dos cefalocordados.
O subfilo Cefalocordado contém um pequeno grupo de animais com o corpo
fusiforme aonde os adultos chegam a medir 5 a 10 cm, sendo habitantes de
costas tropicais e temperadas (60m); sem cabeça distinta; musculatura
segmentada; ânus perto da base caudal. A entrada de água é constante, com
grande superfície para trocas gasosas; manto vascularizado onde é realizada
troca gasosa cutânea (epitelial), a epiderme faz trocas gasosas por ser um
tegumento unicelular.
O Anfioxo, nada e enterra-se por ondulação do corpo. Os adultos
apresentam características básicas dos Cordados (notocorda anterior ao tubo
nervoso dorsal oco, cauda pós-anal muscular, grande faringe que ocupa mais da
metade do corpo toda perfurada com finalidade para trocas gasosas e retenção
dos alimentos). Possuem órgãos como pequenos tentáculos que impedem a
entrada de partículas grandes e também mantém o fluxo de água sobre a faringe
com seus movimentos; apresentam cirros pré-bucais (dentes filtradores de
partículas menores), velo pré-bucal (tentáculos anteriores a farínge), todas as
peças bucais ao redor da boca. A boca corresponde ao sifão inalante e o átrio ao
sifão exalante.
Captura de alimento e digestão - na estrutura faríngea encontram-se
fendas diagonais (por volta de 150 a 200 fendas) onde as partículas são retidas;
para isso ocorrer, a musculatura se contrai e relaxa mantendo o fluxo de água,
salientando o auxílio das peças bucais. As partículas são retidas por células
ciliadas e muco passando pela goteira que com o batimento de seus cílios levam
as partículas para o estômago. OBS: Toda água que entra, passa pelas fendas a
sai pelo atrióporo.
Circulação - é fechada com apenas um alargamento de vasos por onde o
fluxo sanguíneo drena lentamente, por ser um animal sedentário. Não apresenta
um coração, mas sim um seio venoso. O sangue é simplificado em nível de
amebócitos e células que faz o transporte de nutrientes.
Excreção - não possuem órgãos especializados, pode-se dar pelas
membranas; as células flamas que são pequenas coletoras de produtos
nitrogenados, localizadas próximas ao tubo digestivo, levam os excretas em
direção a cavidade atrial, liberando-os junto com a água via atrióporo.
Sistema nervoso e sensorial - tubo nervoso dorsal sobre a notocorda
sem cefalização, composto por neurônios sensores que recebem a informação do
ambiente e neurônios motores que reagem levando a resposta ao estímulo;
apresentam neurônios gigantes para respostas rápidas e células fotoreceptoras
encontradas ao longo do tubo nervoso, série de tentáculos ciliados impregnados
de quimioreceptores além de células tácteis em toda epiderme.
Reprodução - são dióicos de reprodução sexuada; as gônadas são pares e
os gametas são liberados dentro do átrio e daí via atrióporo onde a fecundação
ocorre externamente, não sofrem metamorfose como nas Ascídias.

5) Construa uma tabela que mostre as principais diferenças


entre os Osteíctes e os Condrictes:
Osteíctes Condrictes
Esqueleto ósseo; Esqueleto cartilaginoso; Não há
formação de tecido ósseo, a
cartilagem pode sofrer apenas
calcificação (retenção dos
caracteres de jovem no adulto);
Melhor estruturado;
Escamas dérmicas; Escamas de origem epidérmica;
Escamas finas e flexíveis; a Não são escamas, mas minúsculas
maioria tem aspecto circular; placas dérmicas implantadas
fortemente na pele. Podem ser
chamadas de placóides. Suas
pontas ficam dirigidas no sentido
cabeça/nadadeira e conferem a
sensação de uma lixa se passamos
a mão no sentido oposto;
Complexidade das suas Mandíbulas móveis;
mandíbulas
Vivem no alto mar, nos fundos
rochosos, arenosos e lodosos, nas
fissuras dos recifes, nas baias e Todos são marinhos;
estuários salinos, nos rios e lagos
de água doce ou alcalina, na água
das cavernas e nas águas termais;
Fendas branquias dispostas numa Respiram por branquias que
única abertura (opérculo); abrem-se em fendas laterais na
As brânquias são bem protegidas região anterior do corpo. Possuem
por opérculos; 5 ou 7 fendas branquiais
dependendo do gênero e da
espécie, mas não apresentam
opérculo. As brânquias são
descobertas;
OBS: Nas raias, as brânquias se
localizam na porção ventral do
corpo;
Tem um limite de temperatura de Toleram grandes variações de
sobrevivência que varia entre os temperatura, sendo que algumas
-9,5 ºC e os 21 ºC; espécies podem sobreviver em
fontes termais de 42° C enquanto
outras podem viver em ambientes
com temperaturas próximas a do
congelamento;
São animais dióicos, com São dióicos, com fecundação
fecundação externa e interna, desenvolvimento direto
desenvolvimento indireto; podendo ser ovíparos ou
ovovivíparos, porém existem
espécies vivíparas, formando uma
rudimentar placenta derivada do
saco vitelínico do embrião, ligada
ao útero da fêmea;
Na respiração existem espécies Na respiração, a água (contendo
que respiram por brânquias e oxigênio dissolvido) entra pela
espécies que respiram por boca, passa pela faringe e banha
pulmões. Durante a respiração o de cinco a sete pares de brânquias
opérculo se fecha, então a água (onde o O2 é absorvido) e sai
entra na boca que é passada da pelas fendas branquiais;
boca para as brânquias e nelas
ocorrem as trocas gasosas;
Sistema digestório termina com Sistema digestório termina com
um ânus; uma cloaca; dentro do intestino,
funciona uma prega espiral, que
executa os movimentos digestivos
e a abertura branquial;
São classificados em dois São classificados em dois
grupos: Actinopterygii e grupos: Holocephali e Quimeras;
Sarcopterygii;
Órgão diferenciado: a bexiga A bexiga natatória está ausente;
natatória, auxiliando na flutuação. Escamas diferenciadas: as raias
Devido a bexiga natatória, as e cações apresentam escamas
nadadeiras se tornam também placóides. Elas servem para
mais livres para terem outras reduzir a turbulência causada pelo
funções que não auxiliar na atrito com a água, e por
movimentação vertical; conseqüência, a velocidade do
nado aumenta;
Apresentam a boca na porção Apresentam a boca na posição
anterior da cabeça, as nadadeiras ventral com muitos dentes, a
flexíveis; Válvula espiral ausente; nadadeira caudal heterocerca e no
tubo digestivo a válvula espiral;
A principal excreta á a amônia, A principal excreta nitrogenada é
com o rim auxiliando neste a uréia;
sentido;
Nadadeiras não possuem raios e As nadadeiras são raiadas e
são carnosas; As nadadeiras laterais permitindo que eles
laterais não possuem grande mudem de posição com "leveza" e
mobilidade, funcionam como agilidade, elas nadam para trás,
"asas" que fazem o peixe flutuar para os lados, etc.;
quando a cauda fornece impulso;
São os: Salmão, Carpa, Moreia, São os: Arraia, Tubarão-martelo,
Cavalo Marinho, Peixe-Borboleta; Peixe-Serra;
A circulação é fechada. O coração A circulação é fechada; coração é
possui 2 câmaras. O sangue é formado por duas câmaras: 1 átrio
pálido e escasso, possuindo e 1 ventrículo, sendo todo o
hemácias ovais anucleadas. sangue venoso;

6) Comente as características dos anfíbios quanto ao modo


geral da reprodução e de desenvolvimento e explique porque,
além da dependência da água para reprodução, os anfíbios
estão restritos a ambientes úmidos
Reprodução - De modo geral, este processo ocorrerá em água doce, e
uma vez fecundada, os ovos permaneceram em ambiente aquático até o
nascimento dos girinos. Ocorre sexuadamente por fecundação externa, na qual a
fêmea libera óvulos (ainda não fecundados) envoltos em uma massa gelatinosa e
o macho então lança seus gametas sobre eles para que ocorra a fecundação. Os
ovos formados ficarão em ambiente aquático lêntico (lagos, lagoas e represas)
até o nascimento do girino, que captura seu alimento no meio ambiente. O
desenvolvimento direto ocorre, por exemplo, no gênero Eleutherodactylus.
Como estão protegidos pela água, os ovos de anfíbios não possuem anexos
embrionários adaptativos como o alantóide, sendo essa uma das características
que difere a classe dos outros vertebrados terrestres.
Desenvolvimento - Um anfíbio inicia a vida na água, como um peixe, e
depois passa a viver na terra (por isso, dizemos que eles têm vida dupla). Após
sua metamorfose, eles deixam de depender exclusivamente do ambiente
aquático para sobreviver e passam a viver em habitat terrestre; contudo, este
novo ambiente deverá ser úmido para garantir a sobrevivência desta espécie.
Apesar de possuírem pulmões, seus alvéolos são insuficientes para suprir
toda a troca de gases necessária para sua sobrevivência. Por esta razão, eles
absorvem oxigênio pela pele, e este processo é bem mais eficiente quanto eles a
mantêm umedecida, por isso, eles precisam viver em ambientes úmidos.
 Girino: vida aquática:

 Girino com poucos dias de vida começando a se transformar para ficar igual
aos adultos. Repare que as perninhas já cresceram:

 Rãzinha que acaba de deixar a vida na água e está iniciando a fase de vida na
terra. A cauda é absorvida e serve como reserva de nutrientes para os primeiros
dias de vida na terra, até que adquira a habilidade de caçar.

7) Dê as diferenças entre os sistemas: circulatório;


respiratório; digestório e excretor entre os anfíbios, répteis,
aves, mamíferos e peixes.
PEIXES RÉPTEIS ANFÍBIO AVES MAMÍFER
S OS
É do tipo O coração Circulação Circulação É formado
fechado e a apresenta fechada, completa pelo coração e
circulação é dois átrios dupla contribui vasos
simples. Isto e dois (passm 2x para a sanguíneos
(artéria, veias
Circulaçã é, para dar ventrículos pelo homeotermi
e capilares). O
o uma volta indiretame coração) e a por coração possui
completa nte incomplet permitir que
pelo corpo, separados; a (o o sangue quatro
o sangue só é do tipo sangue chega aos cavidades. O
passa uma fechada, arterial e tecidos seja sangue
vez pelo dupla e venoso se arterial, sem carregado de
oxigênio
coração; incompleta; mistura); mistura, rico
(arterial)
em oxigênio; circula pela
metade
esquerda do
coração,
enquanto o
sangue rico
em gás
carbônico
(venoso)
circula pela
metade
direita. Assim,
não ocorre a
mistura de
ambos;
Digestão Tubo Em sua Sistema O alimento Os alimentos
digestivo maioria são digestivo entra pela são
completo. animais completo; boca, porém mastigados e
Ocorre carnívoros; um par de não insalivados
processos algumas narinas possuem na boca,
mecânicos, espécies em dentes então depois são
químicos e são comunicaç existe a engolidos e
microbianos herbívoras ão com a moela que levados até o
no alimento e outras cavidade tritura e estômago.
ingerido pela
são bucal, esmaga o Ao passar
boca,
onívoras. fechadas alimento por várias
promovendo
Possuem por (digestão transformaçõ
sua quebra
em
sistema válvulas mecânica). es, seguem
componente digestório que Depois para do estômago
s que são completo. impedem armazenar o para o
absorvidos O intestino a entrada alimento intestino
pelo grosso de água. A temporariam delgado,
organismo. termina na boca ente, as onde os
Não cloaca; geralment aves nutrientes
possuem e possuem um passam para
glândulas apresenta papo; o sangue,
salivares, dentes através das
mas têm finos e paredes
glândulas de língua deste órgão;
muco  protrátil
GLÂNDULA cuja base
S ANEXAS; frontal é
fixa;
Respiraç Eles Respiração Absorvem Respiração Respiração
ão respiram pulmonar, oxigênio pulmonar pulmonar. É
fazendo a porém pela pele, com sacos formado
água passar apresenta apesar de aéreos que pelos
pela boca e, m dobras terem são ligados pulmões e
em seguida, internas pulmões, aos pelas vias
até as que (respiraçã pulmões, em respiratórias
guelras aumentam o conjuntos de (fossas
(brânquias), a sua pulmonar) ossos nasais,
onde o capacidade só que é pneumáticos faringe,
oxigênio é respiratória insuficient , o que laringe,
retirado da ; e para facilita o traquéia e
água; suprir toda vôo; brônquios).
a troca de Os
gases movimentos
para de entrada
sobreviver do ar e saída
em. Por são
isso controlados
mantêm a por um
pele músculo que
umedecid separa o
a tórax do
(respiraçã abdômen: o
o diafragma;
cutânea);
Excreção Principal A excreção Quando no Não Os rins
produto é feita por estado possuem atuam
nitrogenado dois rins larval o bexiga juntamente
da excreção achatados produto urinária, com a pele,
é a uréia e de sua excreção pulmões e
(portanto tubulares, excreção pastosa, rica sistema
ureotélicos). localizados éa em ácido digestivo
Já nas dorsalment amônia, úrico, é para realizar
formas e na parte porém no eliminada a
jovens dos posterior estado junto com as osmorregula
peixes do corpo; adulto fezes; ção: a
ósseos é a excretam reabsorção
amônia; uréia; de água é
tão grande
que se
produz urina
hipertónica
em relação
ao plasma.