Você está na página 1de 1

Gabarito do Gabarito do

número anterior Simuladão


Aprovar n.º 14

DESAFIO MATEMÁTICO (p. 3)


01. D; 01. E;
02. C; 02. A;
03. C; 03. D;
04. D; 04. B;
05. E; 05. E;
06. A;
07. C; 06. B;
08. A; 07. C; As Pombas
08. B; Raimundo Correia
DESAFIO MATEMÁTICO (p. 4)
09. E;
01. C;
10. D; Vai-se a primeira pomba despertada ...
02. C;
03. B; Vai-se outra mais ... mais outra ... enfim
11. D;
04. C; [dezenas
12. E;
05. B;
13. F, F, V, V e V; De pombas vão-se dos pombais, apenas
06. A;
14. D; Raia sanguínea e fresca a madrugada ...
DESAFIO FÍSICO (p. 5) 15. C;
01. E;
02. A; 16. B; E à tarde, quando a rígida nortada
03. C; 17. C; Sopra, aos pombais de novo elas, serenas,
04. C; 18. E;
Ruflando as asas, sacudindo as penas,
05. C; 19. E;
06. A; 20. D; Voltam todas em bando e em revoada...
07. E;
21. E; Também dos corações onde abotoam,
APLICAÇÕES (p. 7 e 8) 22. C;
01. A; 23. A; Os sonhos, um por um, céleres voam,
02. E; 24. D; Como voam as pombas dos pombais;
03. E; 25. A;
04. A; 26. C;
05. C; 27. pabs=2,0 105 Pa; No azul da adolescência as asas soltam,
06. E; 28. D; Fogem... Mas aos pombais as pombas
ARAPUCA (p. 7) 29. B; [voltam,
01. E; 30. 5cm;
E eles aos corações não voltam mais...
DESAFIO GRAMATICAL (p. 8) 31. B; 1. ENJAMBEMENT – Processo poético de pôr no
01. B; 32. C;
02. C; 33. B; verso seguinte uma ou mais palavras que
03. C; 34. D; completam o sentido do verso anterior. O termo
04. A; 35. A; francês pode ser substituído por cavalgamento
05. E; 36. C;
37. E; ou encadeamento. Note que o processo em
CAIU NO VESTIBULAR (p. 8) 38. B; questão ocorre entre os versos 2/3 e 5/6
01. E; 39. D;
40. B; 2. VERSOS DECASSÍLABOS – Todos os versos
DESAFIO HISTÓRICO (p. 9)
01. B; do soneto têm dez sílabas métricas. Vamos
02. A; 41. B; verificar o 13.o verso:
03. A; 42. E;
04. A; 43. A; Fo/gem/... Mas/ aos/ pom/bais/ as/
44. E; 1 2 3 4 5 6 7
DESAFIO HISTÓRICO (p. 10) 45. B;
01. B; pom/bas/ vol/tam
02. E; 46. C; 8 9 10
03. A; 47. A;
48. B; 3. RIMAS MASCULINAS – São masculinas as
DESAFIO BIOLÓGICO (p. 11) 49. A; rimas que ocorrem entre palavras oxítonas. Em
01. A; 50. A;
02. D; todo o soneto, há apenas uma rima masculina:
03. D; 51. D; pombais/mais.
04. B; 52. B;
53. D; 4. RIMAS RICAS – Ocorrem entre palavras de
DESAFIO BIOLÓGICO (p. 12)
01. B; 54. E; classes diferentes. Encontramo-las nos
02. D; 55. C; seguintes pares de versos: 1/4 (despertada:
03. A; 56. A;
adjetivo; madrugada: substantivo), 2/3
04. B; 57. E;
58. D; (dezenas: numeral; apenas: advérbio), 6/7
05. A;
59. D; (serenas: adjetivo; penas: substantivo) e 11/14
EXERCÍCIOS (p. 12) 60. B; (pombais: substantivo; mais: advérbio).
01. E;
02. B; 61. D; 5. SÍMILE – É figura que consiste em comparar,
62. A;
DESAFIO MATEMÁTICO (p. 13) de maneira comum, coisas semelhantes. Note
63. C;
01. D; 02. 15; 03. 12; 04. A; 05. C; 06. D; a comparação que o poeta faz entre o
64. C;
07. A; 08. B;
65. B; fenômeno que ocorre com as pombas (saem
DESAFIO MATEMÁTICO (p. 14) 66. B; dos pombais, mas voltam) e o que ocorre no
01. C; 02. D; 03. B; 04. D; 05. C; 06. E; 67. D;
07. N=4; 08. Soma dos elementos da diago- 68. B; coração dos seres humanos (os sonhos saem
nal principal = 12 e determinante =72; 69. B; e não voltam mais).
09. Zero; 10. 12; 70. D;

15