P. 1
Psicologia da Música: O que é isso?

Psicologia da Música: O que é isso?

|Views: 5.200|Likes:

More info:

Published by: Jacinto Augusto de Almeida on Nov 11, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

06/30/2013

pdf

text

original

Psicologia da Música: O que é isso?

por Jacinto Augusto de Almeida

Psicologia da música pode ser considerada tanto como um ramo da psicologia como um ramo da musicologia. Tem como objetivo explicar e entender o comportamento musical e a experiência musical. Psicologia da música moderna é principalmente empírica: o conhecimento psicológico da música tende a avançar principalmente com base em interpretações de dados sobre o comportamento musical e a experiência musical, que são coletados pela observação sistemática e da interação com participantes humanos. Os seres humanos gastam enormes quantidades de tempo, esforço e dinheiro em atividades musicais. Por quê? O campo moderno e internacional de psicologia da música está gradualmente a explorar uma infinidade de questões que envolvem esta questão central. Psicologia da música pode ser considerada como a investigação científica sobre a cultura e a natureza humanas. Os resultados desta pesquisa têm, e continuarão a ter, implicações diretas para questões de interesse geral: os valores humanos, a identidade humana, a natureza humana e a qualidade de vida. Questões em psicologia da música são muitas vezes difíceis de responder. Portanto, é necessário submeter a literatura de pesquisa para os procedimentos de um controle de qualidade cuidadoso. Estes geralmente tomam a forma de revisão por pares anônimos de especialistas, que é uma característica padrão de todos as sociedades, conferências e revistas de psicologia da música. Psicólogos da música investigam todos os aspectos do comportamento musical através da aplicação de métodos e conhecimentos de acordo com os princípios da Psicologia Geral.

Tópicos de estudo incluem, por exemplo: . Avaliação da capacidade musical . Percepção da música: melodia, fraseado, harmonia, tonalidade, ritmo, etc. . Psicologia social da música - O papel da música na formação da identidade pessoal e cultural (religiosos, festivos, esportivos, políticos ...) . Ouvir música todos os dias (durante a condução, comer, fazer compras, leitura, etc...) . Comportamentos musicais, tais como dança e responder emocionalmente à música . Educação musical - As habilidades específicas e os processos envolvidos na formação musical, aprender um instrumento musical ou a cantar, leitura de música, incluindo o movimento dos olhos na leitura de música . Psicologia da composição musical . Psicologia da performance musical - Os processos psicológicos envolvidos na performance musical, incluindo: . improvisação; . os aspectos interpessoais / sociais do desempenho do grupo; . aspectos do desenvolvimento da música, comportamentos e habilidades musicais ao longo da vida; . o cotidiano e os desafios de músicos profissionais, independentemente de realizar a partir de notas ou improvisar, executar sozinhos ou em grupos, ou compor ou arranjar a música no papel ou com o auxílio de computadores.

Áreas relevantes de Psicologia da Música: . Biopsicologia (incluindo Neuropsicologia) . Percepção (incluindo sensação e psicoacústica) . Cognição (incluindo a linguagem, pensamento, consciência, aprendizagem e memória) . Motivação e Emoção . Desenvolvimento infantil e Expectativa de vida . Saúde (incluindo estresse, coping, psicoterapia e distúrbios psicológicos) . Personalidade e Diferenças individuais . Habilidades intelectuais e motoras (incluindo o talento, criatividade e inteligência), e . Psicologia social e Cognição coletiva

Alguns Livros de Psicologia da Música:

. Sloboda, JA (1985) A Mente Musical: A Psicologia Cognitiva da Música. Londres: Oxford University Press. . Peretz, Isabelle & Ztorre, Robert (2003) The Cognitive Neuroscience of Music.London: Oxford University Press. . Sloboda, JA (1987) Processos Generativos em Música: a Psicologia da Improvisação, Desempenho e Composição. Londres: Oxford University Press. . Deutsch, Diana (1997) The Psychology of Music. EUA: Série Academic Press. . Sloboda, JA, e Deliège, I. (1996) Musical Beginnings: Origens e Desenvolvimento de Competência Musical. Londres: Oxford University Press. . Levitin, Daniel (2006) This Is Your Brain on Music. EUA: Livros Plume. . Sloboda, JA, e Deliège, I. (1997) Percepção e Cognição da Música. Mahwah NJ, Lawrence Erlbaum Associates. . Thompson, William F. (2007) Pensamento, Música e Sentimento: a Compreensão da Psicologia da Música. Londres: Oxford University Press. . Sloboda, JA e Juslin, P. (Eds.) (2001). Música e Emoção: Teoria e Pesquisa. Oxford: Oxford University Press. . Hallam, Susan, Cross, Ian & Thaut, Michael Oxford Handbook of Music Psychology. Oxford University Press. . Sloboda, J. A, (2004) Explorando a Mente Musical. Oxford: Oxford University Press. . Seashore, Carl E. (1967) Psicologia da Música. EUA: Courier Dover Productions. . Sloboda, JA, Lehmann, AC, Woody, RH. (2007) Psicologia para Músicos: Compreender e Adquirir as Habilidades Musicais. Oxford University Press, New York. . Revesz, Géza (2001) Introdução a Psicologia da Música. EUA: Productions Dove Courier. . Sacks, Oliver (2006) O Poder da Música. Cérebro, Vol.129, No. 10. . McPpherson, Gary (2002) A Ciência Psicológica da Performance Musical. EUA. Oxford University Press.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->