ANÁLISE DO FILME ECLIPSE DE UMA PAIXÃO.

Colégio e Curso Evolução Aluna: Maria Luisa Rosa Lira Professor: Rodrigo Paes Série: 2 ano B

Com esse filme, o autor mostra a quebra do estilo parnasiano, para a ascensão do simbolismo. No contexto dessa quebra, quebra-se também o materialismo, a valorização da estrutura, o racionalismo, e a linguagem culta, o movimento simbólico ganhou espaço por se tratar de uma literatura sensorial, baseada na percepção de mundo pelo artista. Este ponto é extremamente percebido ao filme “Eclipse de uma paixão”, onde os poetas Verlaine e Rimbaud têm que experimentar tudo antes de escrever sobre determinado tema. Seus textos, assim como os demais que se adequam ao simbolismo, são caracterizados pelo alto uso de metáforas, antíteses, retorno de elementos românticos. Existe um paralelismo em relação à escola romântica, pois há o retorno da valorização da emoção, do sensorial, em detrimento a ideais empíricos, deterministas e materialistas. Há uma busca por sensações guiadas, apenas, pelo instinto, essa característica faz com que as personagens Verlaine e Rimbaud tenham atitudes não condizentes às normas vigentes na sociedade da segunda metade do século 19, sendo entendidos como “loucos”.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful