Você está na página 1de 3

A vírgula assinala a pausa mais pequena da pontuação.

Utiliza-se para separar


orações ou os elementos de uma oração.

O conhecimento da pontuação não só permite uma entoação mais correcta da leitura,


como também favorece a compreensão do texto escrito. Pelo contrário, uma pontuação
incorrecta pode modificar o sentido que se quer transmitir, tornando a mensagem
incompreensível.

Nunca se deve separar o sujeito e o predicado, quando surgem seguidos, ou o


predicado dos complementos directo e indirecto;

A vírgula utiliza-se para separar :

• os complementos circunstanciais, colocados antes ou entre os elementos


principais das orações:
- No dia seguinte, no Liceu, encontrei o meu melhor amigo.
- Na Avenida, à porta do cinema, esperámos por ela.

• o vocativo (Ó Zé, não faças isso!) ;

• O aposto (nome ou expressão equivalente que se junta a um nome para o


clarificar ou explicar: João, trabalhador estudante, esforça-se muito)

• as orações coordenadas (conclusivas e adversativas)


- Nunca lhe perguntei, mas foi sempre assim.
- A Ana estuda muito, logo tem bons resultados.

• uma enumeração de elementos que exercem a mesma função dentro da oração:


- Conhecia-lhe o sorriso, o olhar, a cor dos cabelos e o som dos seus
passos.

• palavras ou expressões explicativas, conclusivas ou esclarecedoras (ou seja; isto


é; por exemplo; de resto; a meu ver; sem dúvida; na verdade; com efeito)

• os advérbios sim e não, quando são independentes da frase:


- Amanhã esperas por mim, sim?

• elementos repetidos:
- De qualquer maneira acorda, acorda!

• a marcação do lugar, na datação de um escrito( Praia da Vitória, 16 de Maio de


2002.)

• as orações subordinadas:
- Se pensasse nisso, era capaz de o fazer.
- Quando tudo adormece, eu gosto de aparecer...
- Não se zanguem, porque não foi por mal.
- Ninguém imagina como eu me sinto só, embora esteja sempre ao lado
de outras pessoas.

1. Nas frases que se seguem faltam vírgulas. Tendo em conta as regras e os exemplos
anteriormente apresentados, pontua-as correctamente:

• Pai que é aquilo?


• Nunca nunca fizeste nada?
• Na lonjura dos campos para além da margem um homem gritou por ele.
• O rapaz daí em diante nunca mais voltou a fazê-lo.
• Ela disse que lhe perdoava mas nas suas palavras não havia sinceridade.
• Ele transformou-o num insecto ou melhor numa mosca.
• Vemo-nos logo à noite sim?
• Naquele dia ninguém viera ninguém aparecera!
• Minha mãe por exemplo gostava muito da D. Claudina.
• A Luísa cabeleireira afamada fechou para balanço.
• Diz-me minha filha quando é que ele vem?
• Quando a cabeça não tem juízo o corpo é que paga.
• Alegrem-se cidadãos os ordenados vão subir.
• A Filipa filha do Rogério e o João filho do António abandonaram o circo
• Aveiro 5 de Maio de 1998
• A areia é agradável porém a praia está cheia de lixo.
• Embora estivesse calor não foi à praia.
• Ela esforçou-se por conseguinte teve a recompensa.
• Gosto muito por exemplo de cantar e dançar.
• Em Portugal infelizmente há uma elevada taxa de acidentes.
• Fizemos esse trabalho há muitos anos quando estávamos em Moçambique.
• Por favor pai deixe-os ir ver o jogo de futebol.
• Ela ficou muito pálida e desmaiou portanto deve estar doente.
• Se visitássemos o museu seria muito positivo.
• Sentou-se pediu um sumo abriu o livro e começou a lê-lo.
• Ela teria tirado uma excelente nota se tivesse estudado mais.
• Vocês encontraram o meu livro?
• Ontem trabalhaste bem por isso mereces uma recompensa.
• O Mondego cão de raça é inteligente.
• António está com atenção sim?
• Se eu pudesse ia contigo ao Brasil.
• Depois de fazer estes exercícios todos nunca nunca mais me esqueço
de pôr vírgulas nos meus textos!

2. Virgula este texto:

A tia Serafina uma velhota da aldeia saiu de casa com um sobrescrito no bolso do
avental.
Ela não sabe ler porque no seu tempo de menina o pai não a deixou ir aprender na
escola. Precisava dela para cuidar dos seus irmãos mais novos guardar o gado e cortar
molhos de erva.
Como a tia Serafina não sabe ler leva as cartas dos filhos ao senhor Sebastião o
sacristão. É ele quem lhe lê as cartas e escreve as respostas.

BOM TRABALHO!!