Você está na página 1de 8

Escola Secundária Artística António Arroio

Ano lectivo 2009-2010

Português

10º ano – turma D

Prof.ª Eli

1
Pelo Sonho é que vamos,
comovidos e mudos.
Chegamos? Não chegamos?
Haja ou não haja frutos,
pelo sonho é que vamos.

Basta a fé no que temos,


Basta a esperança naquilo
que talvez não teremos.
Basta que a alma demos,
com a mesma alegria,
ao que desconhecemos
e ao que é do dia-a-dia.

Chegamos? Não chegamos?

- Partimos. Vamos. Somos.

Sebastião da Gama, in Pelo Sonho é que Vamos

Sebastião da Gama:

«Não sou, junto de vós, mais do que um camarada um bocadinho mais velho. Sei
coisas que vocês não sabem, do mesmo modo que vocês sabem coisas que eu não sei
ou já me esqueci. Estou aqui para ensinar umas e aprender outras. Ensinar, não: falar
delas. Aqui e no pátio e na rua e no vapor e no comboio e no jardim e onde quer que
nos encontremos.»

Museu Sebastião da Gama - http://www.azeitao.net/Sebastiao/museu.htm

2
In Plural, 10º ano, Lisboa Editora

1. Ler o texto.
2. Sublinhar as palavras e/ou expressões desconhecidas.
3. Registar no caderno os significados.
4. A informação mais importante em cada parágrafo é:

1.º

2.º

3.º

4.º

1. Reler o texto e indicar os:


1.1. nomes
1.2. verbos
1.3. adjectivos
2. Escrever o antónimo de:
2.1. nasceu
2.2. última
2.3. enviou
2.4. curtas
3
3. Transformar as duas frases seguintes numa única frase, complexa,
estabelecendo entre elas uma relação de oposição.

O serviço nasceu no dia 3 de Dezembro de 1992.

Ninguém se apercebeu da sua importância futura.

4. “Na época, ninguém percebeu imediatamente a utilidade deste serviço”


4.1. Reescrever a frase, iniciando-a por «hoje» e fazendo todas as alterações
necessárias.

III

Enviar um SMS a um amigo, marcando um encontro para hoje depois das


aulas. (Máximo 20 palavras).
Num texto bem estruturado, com cerca de quinze linhas, apresentar uma
reflexão sobre a importância do telemóvel.

SINÓNIMOS – palavras que têm idêntico significado e forma diferente.

bonito – lindo
pensar – reflectir

ANTÓNIMOS – palavras que têm significado contrário.

bonito – feio
alegre – triste

CONJUNÇÕES ADVERSATIVAS – marcam uma ideia de contraste


ou de oposição:

mas
porém
todavia
contudo

4
CARTA DE ALEXANDRE O’NEILL A NOÉMIA DELGADO

In Antologias, 10º ano

5
LEITURA - VOCABULÁRIO

Em silêncio, ler a carta de Alexandre O’Neill a Noémia Delgado.


Reler o texto, sublinhar as palavras e expressões desconhecidas.
Registar no caderno o novo vocabulário.

ESTRUTURA DO TEXTO

Identificar o destinatário.
Ver quem é o emissor.
Detectar a fórmula inicial.
Referir a fórmula final.

DESCRIÇÃO

Fazer o levantamento dos elementos descritivos, indicando os


adjectivos;
verbos.

II

1. Mandei, ontem, um postal. Também te fiz um telefonema às 10.30h de


Espanha.
Reescrever a frase, começando-a por «amanhã».
2. Indicar o antónimo de:
2.1. mandei
2.2. reunido
3. Preencher o espaço com a preposição adequada:
3.1. Hoje ___________ noite escrevo-te um postal.
3.2. As raparigas passeiam ___________ grupo ___________ 3-4
___________ jardins ___________ cidade.

III

Escrever um postal ilustrado, imaginando, a resposta de “Bichinho”.

6
A DESCRIÇÃO

- DESCREVER é representar através de palavras:

 pessoas
 animais
 objectos
 paisagens
 ambientes

- Para uma boa descrição:

1. observar atentamente;
2. escolher o mais significativo
3. organizar os dados recolhidos.

- Na elaboração de um texto descritivo, dar atenção aos seguintes princípios:

1. partir do geral (visão de conjunto) para o particular (atenção ao


pormenor).
2. utilizar os recursos adequados:
 vocabulário relativo a sensações (visuais, auditivas, gustativas, tácteis,
etc.).
 enumeração de elementos.
 adjectivos e advérbios
 verbos (principalmente no presente e no pretérito imperfeito do
indicativo).
 figuras de estilo (em especial a metáfora, a comparação e a
personificação).

7
O Poeta Alexandre O’Neill - (1924 – 1986)

Amigo

Mal nos conhecemos


Inaugurámos a palavra «amigo».

«Amigo» é um sorriso
De boca em boca,
Um olhar bem limpo,
Uma casa, mesmo modesta, que se oferece,
Um coração pronto a pulsar
Na nossa mão!

«Amigo» (recordam-se, vocês aí,


Escrupulosos detritos?)
«Amigo» é o contrário de inimigo!
«Amigo» é o erro corrigido,

Não o erro perseguido, explorado,


É a verdade partilhada, praticada.

«Amigo» é a solidão derrotada!

«Amigo» é uma grande tarefa,


Um trabalho sem fim,
Um espaço útil, um tempo fértil,
«Amigo» vai ser, é já uma grande festa!

Alexandre O’Neill, in No Reino da Dinamarca

Aqui - http://cvc.instituto-camoes.pt/poemasemana/06/03.html

Interesses relacionados