UNIDADE 1

CONHECENDO O MUNDO DOS SURDOS
OBJETIVOS ESPECÍFICOS DA APRENDIZAGEM:
Ao fnalizar esta unidade você deverá ser capaz de:
•Conhecer a Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS), inserida
em um contexto de língua.
•Conhecer e identfcar o alfabeto manual e o sinal pessoal.
•Exercitar em forma de um diálogo em LIBRAS o que foi
aprendido.
12 :: LIBRAS ::
Parte 1 - O QUE É A LIBRAS?
Em nossa primeira aula o ideal é começar por uma definição... Nesse caso,
é importante que você saiba que a LIBRAS é a sigla da Língua Brasileira de Sinais,
língua oficial da comunidade surda brasileira, reconhecida pela lei 10.436, de 24 de
abril de 2002 e regulamentada pelo decreto 5.626, de 22 de dezembro de 2005. A
LIBRAS tem origem na LSF (Língua de Sinais Francesa) e foi sendo modificada ao
longo do tempo, através da influência da cultura nacional.
As Línguas de Sinais são as línguas naturais das comunidades surdas e
possuem o status de língua, porque possuem estrutura gramatical própria, identificada
nos níveis linguísticos: fonológico, morfológico, sintático e semântico. O que para
as línguas orais-auditivas é denominado “palavra” ou “item lexical”, é reconhecido
como “sinais” nas línguas de sinais. Eles são formados a partir da combinação do
movimento das mãos com um determinado formato, em um determinado lugar,
podendo este lugar ser uma parte do corpo ou um espaço em frente ao corpo. Estas
articulações das mãos, que podem ser comparadas aos fonemas e às vezes aos
morfemas, são chamadas “parâmetros”.
Unidade 1– O que é LIBRAS? :: 13
As línguas de sinais diferenciam-se das
línguas orais por sua modalidade gestual-visual,
empregando como canal ou meio de comunicação
um determinado movimento gestual, percebido
pela visão. A língua oral-auditiva, por sua vez,
emprega como canal ou meio de comunicação
sons articulados, percebidos pelos ouvidos.
Conforme FELIPE (2001), pesquisas
sobre as línguas de sinais vêm mostrando que
estas línguas são comparáveis, em complexidade
e expressividade, a quaisquer línguas orais. Estas línguas expressam ideias sutis,
complexas e abstratas. Assim, os seus usuários podem discutir filosofia, literatura ou
política, além de esportes, trabalho, moda, podendo empregá-la também com uma
função estética, para fazer poesias, contar histórias, criar peças de teatro e humor.
As línguas de sinais não são universais, existem várias línguas de sinais no
mundo, tal como ocorre como as línguas orais. Essas línguas são diferentes umas das
outras, e diferem das línguas orais de seus países. Por exemplo: Brasil e Portugal têm
a mesma língua – a Língua Portuguesa –, enquanto as Línguas de Sinais destes países
são diferentes. O mesmo acontece com os EUA e a Inglaterra. Também há casos em
que dois países usam a mesma Língua de Sinais, como no caso, por exemplo, dos
EUA e do Canadá, ambos usam a ASL (American Sign Language). Nas línguas de
sinais também identificamos o fenômeno do regionalismo, assim como ocorre nas
línguas orais.
Os usuários surdos das línguas de sinais comunicam-se com facilidade
com os usuários surdos de outros países, fato que não se aplica aos usuários das
línguas orais. Isso acontece porque as línguas de sinais são icônicas. Dito de outro
modo, elas são icônicas porque que se assemelham aos objetos e também devido
à capacidade de seus usuários utilizarem gestos e pantomimas na comunicação,
empregando expressões faciais e corporais.
14 :: LIBRAS ::
Ainda conforme FELIPE
(2001), uma semelhança entre as
línguas é a de que os usuários de
qualquer uma delas podem expressar
seus pensamentos diferentemente.
Desse modo, uma pessoa que fala
uma determinada língua utiliza essa
língua de acordo com o contexto, ou
seja, o modo com que falamos com
um amigo não é igual ao que usamos
para falar com uma pessoa estranha.
Assim, quando aprendemos uma
língua, estamos aprendendo também a
utilizá-la a partir de um contexto. Outra
semelhança também é a de que todas
as línguas possuem diferenças quanto
ao seu uso, alterações que podem
surgir em relação à região, ao grupo social, à faixa etária e ao gênero. O ensino
oficial de uma língua sempre trabalha com a norma culta, a norma padrão, utilizada
na forma escrita e falada, e sempre toma alguma região e um grupo social como
padrão.
ATIVIDADE
Faça um pequeno texto resumindo o que você entendeu sobre o que é LIBRAS?
Unidade 1– O que é LIBRAS? :: 15
Parte 2 - APRENDENDO O ALFABETO MANUAL
O Alfabeto Manual é usado para soletrar nomes próprios e marca de produtos,
também pode ser utilizado em lugar de algum sinal que não se conhece.
SINAL PESSOAL
Assim como cada pessoa é batizada com um nome, na Língua de Sinais cada
pessoa é batizada com um sinal.
Esse sinal pode ser uma característica pessoal, por exemplo: uma marca de
nascença, uma pinta, um bigode, o tipo de cabelo, uma profissão acrescida de uma
característica pessoal, um número, que a pessoa passou a ter em sua caderneta
escolar, ou ainda a primeira letra do nome da pessoa.
Essa identidade estabelecida através de um sinal pode variar muito,
dependendo sempre da escolha da comunidade em que se vive.
Fonte: http://aprendolibras.blogspot.com/2009/03/qual-diferenca-entre-alfabeto-manual-e.html
16 :: LIBRAS ::
Observe os exemplos:
APRESENTAÇÃO
DIÁLOGO: (Acompanhe no DVD ou na plataforma)

Betty Luciana Luciane
A – OLÁ, TUDO-BEM?
Olá, tudo bem?
B – TUDO-BEM.
Tudo bem.
A – ME@ NOME B-E-T-T-Y
Meu nome é Betty.
ME@ SINAL...
Meu sinal é...
VOCÊ NOME?
Qual é o seu nome?
B – ME@ NOME L-U-C-I-A-N-A
Meu nome é Luciana.
ME@ SINAL ....
Meu sinal é.....
A – BOM CONHECER VOCÊ!
Que bom te conhecer
B – IGUALMENTE!
Igualmente.
Unidade 1– O que é LIBRAS? :: 17
As frases em letras maiúsculas e em negrito se referem à formação
das frases em LIBRAS e, em minúsculas, à Língua Portuguesa.
Observe com atenção!
APRENDENDO ALGUNS SINAIS
(Acompanhe no DVD ou na plataforma)
• UFF
• EAD
APRESENTAÇÃO DAS PROFESSORAS
(Acompanhe no DVD ou na plataforma)
NÓS-2 PROFESSORAS DE-QUE?
Nós duas somos professoras de quê?
DISCIPLINA LIBRAS.
Somos professoras da disciplina LIBRAS.
18 :: LIBRAS ::
ATIVIDADE
(Acompanhe no DVD ou na plataforma)
Responda as perguntas, filme as suas respostas e envie pela plataforma.
• VOCÊ NOME? (Qual o seu nome?)
• SINAL? (Sugira um sinal.)
Unidade 1– O que é LIBRAS? :: 19
Nesta Aula você conheceu:
• Um pouco sobre a história da LIBRAS, seu significado e a lei que a
reconhece.
• O Alfabeto Manual que é usado para soletrar nomes próprios, marca de
produtos etc.
• O sinal pessoal com o qual, na Língua de Sinais, cada pessoa é “batizada”
com um e este pode ser uma característica pessoal.
• A prática em LIBRAS, exercitando esse conhecimento inicial.
RESUMINDO

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful