UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO

INSTITUTO DE ENERGIA E AMBIENTE
SVSISFO-04 - SERVIÇO TÉCNICO DE SISTEMAS FOTOVOLTAICOS
Av. Prof. Luciano Gualberto, 1289 • Cidade Universitária • Butantã
CEP 05508-010 • São Paulo • SP • BRASIL • www.iee.usp.br
CNPJ: 63.025.530/0042-82 • Inscrição Estadual: isento

Folha
RELATÓRIO DE ENSAIO Nº 75613

1 de 8

A. Laboratório Responsável: SVSISFO-04 - SERVIÇO TÉCNICO DE SISTEMAS FOTOVOLTAICOS
B. Ordem de Serviço nº: 2013637
C. Descrição do Corpo de Prova: Nº: 3-Módulo Fotovoltaico Marca: Jinko Solar Modelo: JKMS250P-60
60 células policristalino
D. Cliente: Sendi Industrial Ltda
Endereço: Rua Aparecida, n° 09-28 Vila Rodrigues,
Cep: 17020-210
Cidade/Estado: Bauru SP
E. Interessado: Sendi Industrial Ltda
Endereço: Rua Aparecida, n° 09-28 Vila Rodrigues,
Cep: 17020-210
Cidade/Estado: Bauru SP
F. Objetivo: Serviço nº: 3/1 - Pré-condicionamento Serviço nº: 3/2 - Inspeção Visual Serviço nº: 3/3 Determinação da Potência Máxima Serviço nº: 3/4 - Isolamento Elétrico
G. Norma e/ou Procedimento: Portaria INMETRO 004/2011
H. Observações:
• O Corpo de Prova foi recebido em: 13/06/2013
• Ensaio realizado no período de: 02/07/2013 a 29/07/2013
• Relatório de Ensaio em arquivo eletrônico:
- é cópia integral e fiel do original impresso e assinado que estará à disposição no IEE/USP.
• Forma de apresentação:
X

Arquivo Eletrônico de igual teor ao original impresso;

X

Impresso em 2 via(s).

• A reprodução deste documento não pode ser parcial e depende da aprovação por escrito do laboratório;
• O conteúdo e as conclusões aqui apresentadas são da exclusiva responsabilidade do(s) autor(es) e não refletem, necessariamente, as opiniões
da Universidade de São Paulo.
• Os resultados apresentados neste documento referem-se exclusivamente ao corpo de prova submetido ao(s) ensaio(s) nas condições
especificadas, não sendo extensivos a quaisquer lotes;
• O IEE-USP manterá o original deste documento arquivado por um período de cinco anos, no mínimo.
IEE-MD-007 - rev 01 - ABR/2013

Antes de imprimir, pense em sua responsabilidade e compromisso com o meio ambiente

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO
INSTITUTO DE DE ENERGIA E AMBIENTE
SVSISFO-04 - SERVIÇO TÉCNICO DE SISTEMAS FOTOVOLTAICOS

Folha
RELATÓRIO DE ENSAIO Nº 75613

Item

5

2 de 8

Prescrição
Pré-condicionamento

Conf.

Observação

Antes de começar os testes todos os módulos, inclusive o de
controle, devem ser expostos em circuito aberto a um nível de
2
irradiação entre 5 kWh/m2 e 5,5 kWh/m .

C

---

Legenda
C

Conforme

N/C

Não Conforme

N/A

Não Aplicável

IEE-MD-007 - rev 01 - ABR/2013

C --- C C ----- Células se tocando entre si ou tocando a moldura.1 3 de 8 Prescrição Inspeção Visual Conf.UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO INSTITUTO DE DE ENERGIA E AMBIENTE SVSISFO-04 . C --- Legenda C Conforme N/C Não Conforme N/A Não Aplicável IEE-MD-007 . não em linha reta ou desalinhadas. Células quebradas. C --- Superfícies de plástico mal produzidas. etc. bolha ou delaminação. C C ----- Bolhas ou delaminações formando um caminho contínuo entre uma célula e a borda do módulo. Quaisquer outras condições que podem afetar o desempenho. que podem piorar ou afetar negativamente o desempenho do módulo nos testes subsequentes. inspecione cada módulo sob uma iluminação não inferior a 1000 lux verificando as seguintes condições: C --- Superfícies externas rachadas. Falha nos materiais adesivos. Observação Para detectar Eventuais defeitos visuais no módulo fotovoltaico. C C C ------- Tomar nota e/ou fotografar a natureza e a posição de qualquer trinca. Interconexões com defeito ou articulações.rev 01 . Terminações defeituosas ou partes elétricas expostas.ABR/2013 .SERVIÇO TÉCNICO DE SISTEMAS FOTOVOLTAICOS Folha RELATÓRIO DE ENSAIO Nº 75613 Item 10.

Tabela I Fabricante Marca Modelo Área (m²) Potência (W) Corrente Impp (A) Produção (kWh/mês) Eficiência (%) Peso (kg) Classificação Sindustrial Jinko Solar JKMS250P-60 1.4 1.23 31. conforme apresentado na tabela I.62 250 8.ABR/2013 .62 31.rev 01 .SERVIÇO TÉCNICO DE SISTEMAS FOTOVOLTAICOS Folha RELATÓRIO DE ENSAIO Nº 75613 4 de 8 Este informe apresenta a determinação da máxima potência com o resultado do ensaio realizado no módulo fotovoltaico: JKMS250P-60 O ensaio foi efetuado conforme as indicações e orientações do Regulamento Específico para Uso da Etiqueta Nacional de Conservação de Energia – Sistemas e Equipamentos para Energia Fotovoltaica.25 15. O módulo ensaiado possui potência nominal e eficiência.25 250 IEE-MD-007 .4 18 A Etiqueta Sindustrial Jinko Solar JKMS250P-60 15. Desempenho nas Condições Padrão de Teste. nas condições padrão de teste.UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO INSTITUTO DE DE ENERGIA E AMBIENTE SVSISFO-04 .

txt Arquivo Versão do Programa OptoFlash 2.0 °C Temperatura Módulo T 22.0.0 °C Intensidade G 1008 W/m² Intensidade Referência GREF 1000 W/m² Tensão Circuito Aberto UO 37.ABR/2013 Conforme .12032 V/°C Temp-coeff I α 0.79 Data segunda-feira.24Br Temp-coeff V β -0.UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO INSTITUTO DE DE ENERGIA E AMBIENTE SVSISFO-04 .94 V Tensão PMP UPMP 31.96 A Potência PPMP 248.00060 %/°C Temperatura Referência TREF 25.16\Optosolar\Settings\Sindustrial JKMS250P-60 60 cells poli.SERVIÇO TÉCNICO DE SISTEMAS FOTOVOLTAICOS Folha RELATÓRIO DE ENSAIO Nº 75613 5 de 8 Curva I x V 10 Corrente A 8 6 4 2 0 0 5 10 Operador 15 20 25 Tensão V 30 35 40 Givaldo E:\Data2.72 W Fator de Forma FF 0.30 A Corrente PMP IPMP 7.rev 01 .0. 15 de julho de 2013 Módulo Sindustrial JKMS250P-60 60 cells poli Modelo Sindustrial JKMS250P-60 60 cells poli N° Serial 360504130307106806290003 Tolerância Potência - 1 Tolerância Potência + 1 Ok IEE-MD-007 .24 V Corrente curto-circuito IK 8.

ABR/2013 .3.62 m 2 Valor: 32.Clausula 10.item C.SERVIÇO TÉCNICO DE SISTEMAS FOTOVOLTAICOS Folha RELATÓRIO DE ENSAIO Nº 75613 Item 10. Givaldo dos Reis Tec. Observação C --- N/A --- C --- Máxima Tensão do Sistema: 1000 V 2 Para módulos com uma área inferior a 0.87 GΩ.1 m a resistência isolação não deve ser inferior a 400 MΩ. de Sistemas Fotovoltaicos IEE – USP SVSISFO – 04 Serv.5 Área m2 Área m 2 2 Para módulos com área superior a 0.UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO INSTITUTO DE DE ENERGIA E AMBIENTE SVSISFO-04 .m 2 Conforme Não Conforme Não Aplicável São Paulo.m Legenda C N/C N/A 1034 V/2 minutos Resistência: 31.2 G Ω Área: 1. Conf.3. André Ricardo Mocelin SVSISFO – 04 Serv. Tec. Tec.72 GΩ. Tadeu Osano de Oliveira SVSISFO – 04 Serv. 3075 V/ 1 minuto Resistência: 20. de Sistemas Fotovoltaicos IEE – USP Esp. Tec. 01 de agosto de 2013 Tec. V/1 minuto Resistência: Ω V/2 minutos Resistência: Ω 10.1 m . de Sistemas Fotovoltaicos IEE – USP IEE-MD-007 .rev 01 .4 G Ω Área: 1. o produto entre a resistência de isolamento medida e a área do módulo não 2 deve ser inferior a 40 MΩ x m .3 6 de 8 Prescrição RESISTÊNCIA DE ISOLAMENTO Não deve haver ruptura dielétrica ou rastreamento de superfície conforme IEC61215 .62 m 2 2 Valor: 50.4 .

rev 01 .UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO INSTITUTO DE DE ENERGIA E AMBIENTE SVSISFO-04 .ABR/2013 7 de 8 .SERVIÇO TÉCNICO DE SISTEMAS FOTOVOLTAICOS Folha RELATÓRIO DE ENSAIO Nº 75613 IEE-MD-007 .

SERVIÇO TÉCNICO DE SISTEMAS FOTOVOLTAICOS Folha RELATÓRIO DE ENSAIO Nº 75613 IEE-MD-007 .UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO INSTITUTO DE DE ENERGIA E AMBIENTE SVSISFO-04 .rev 01 .ABR/2013 8 de 8 .

Isolamento Elétrico G. Descrição do Corpo de Prova: Nº: 4-Módulo Fotovoltaico Marca: Jinko Solar Modelo JKMS300P-72 72 células policristalino D. • O conteúdo e as conclusões aqui apresentadas são da exclusiva responsabilidade do(s) autor(es) e não refletem. Interessado: Sendi Industrial Ltda Endereço: Rua Aparecida. Cliente: Sendi Industrial Ltda Endereço: Rua Aparecida. não sendo extensivos a quaisquer lotes.usp. Laboratório Responsável: SVSISFO-04 .rev 01 . Prof. no mínimo.025. pense em sua responsabilidade e compromisso com o meio ambiente .UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO INSTITUTO DE ENERGIA E AMBIENTE SVSISFO-04 .Inspeção Visual Serviço nº: 4/3 Determinação da Potência Máxima Serviço nº: 4/4 . n° 09-28 Vila Rodrigues. Objetivo: Serviço nº: 4/1 . Luciano Gualberto. Ordem de Serviço nº: 2013637 C. • A reprodução deste documento não pode ser parcial e depende da aprovação por escrito do laboratório. • Os resultados apresentados neste documento referem-se exclusivamente ao corpo de prova submetido ao(s) ensaio(s) nas condições especificadas. n° 09-28 Vila Rodrigues. Norma e/ou Procedimento: Portaria INMETRO 004/2011 H.br CNPJ: 63. 1289 • Cidade Universitária • Butantã CEP 05508-010 • São Paulo • SP • BRASIL • www. Cep: 17020-210 Cidade/Estado: Bauru SP E.Pré-condicionamento Serviço nº: 4/2 . necessariamente.SERVIÇO TÉCNICO DE SISTEMAS FOTOVOLTAICOS B. • Forma de apresentação: X Arquivo Eletrônico de igual teor ao original impresso. X Impresso em 2 via(s). • O IEE-USP manterá o original deste documento arquivado por um período de cinco anos.SERVIÇO TÉCNICO DE SISTEMAS FOTOVOLTAICOS Av. Cep: 17020-210 Cidade/Estado: Bauru SP F.iee.530/0042-82 • Inscrição Estadual: isento Folha RELATÓRIO DE ENSAIO Nº 75614 1 de 8 A. as opiniões da Universidade de São Paulo. Observações: • O Corpo de Prova foi recebido em: 13/06/2013 • Ensaio realizado no período de: 02/07/2013 a 30/07/2013 • Relatório de Ensaio em arquivo eletrônico: .ABR/2013 Antes de imprimir. IEE-MD-007 .é cópia integral e fiel do original impresso e assinado que estará à disposição no IEE/USP.

C --- Legenda C Conforme N/C Não Conforme N/A Não Aplicável IEE-MD-007 . Observação Antes de começar os testes todos os módulos.SERVIÇO TÉCNICO DE SISTEMAS FOTOVOLTAICOS Folha RELATÓRIO DE ENSAIO Nº 75614 Item 5 2 de 8 Prescrição Pré-condicionamento Conf.ABR/2013 .UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO INSTITUTO DE DE ENERGIA E AMBIENTE SVSISFO-04 . inclusive o de controle.rev 01 .5 kWh/m . devem ser expostos em circuito aberto a um nível de 2 irradiação entre 5 kWh/m2 e 5.

ABR/2013 . Terminações defeituosas ou partes elétricas expostas. C --- Superfícies de plástico mal produzidas. C C C ------- Tomar nota e/ou fotografar a natureza e a posição de qualquer trinca. etc.SERVIÇO TÉCNICO DE SISTEMAS FOTOVOLTAICOS Folha RELATÓRIO DE ENSAIO Nº 75614 Item 10. C --- Legenda C Conforme N/C Não Conforme N/A Não Aplicável IEE-MD-007 . que podem piorar ou afetar negativamente o desempenho do módulo nos testes subsequentes. Falha nos materiais adesivos. Interconexões com defeito ou articulações.UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO INSTITUTO DE DE ENERGIA E AMBIENTE SVSISFO-04 . inspecione cada módulo sob uma iluminação não inferior a 1000 lux verificando as seguintes condições: C --- Superfícies externas rachadas. C C ----- Bolhas ou delaminações formando um caminho contínuo entre uma célula e a borda do módulo. Observação Para detectar Eventuais defeitos visuais no módulo fotovoltaico. não em linha reta ou desalinhadas. bolha ou delaminação.1 3 de 8 Prescrição Inspeção Visual Conf. Células quebradas. C --- C C ----- Células se tocando entre si ou tocando a moldura.rev 01 . Quaisquer outras condições que podem afetar o desempenho.

nas condições padrão de teste. Tabela I Fabricante Marca Modelo Área (m²) Potência (W) Corrente Impp (A) Produção (kWh/mês) Eficiência (%) Peso (kg) Classificação Sindustrial Jinko Solar JKMS300P-72 1. Desempenho nas Condições Padrão de Teste. O módulo ensaiado possui potência nominal e eficiência.07 37.5 1.ABR/2013 .50 15.93 37.5 26 A Etiqueta Sindustrial Jinko Solar JKMS300P-72 15.SERVIÇO TÉCNICO DE SISTEMAS FOTOVOLTAICOS Folha RELATÓRIO DE ENSAIO Nº 75614 4 de 8 Este informe apresenta a determinação da máxima potência com o resultado do ensaio realizado no módulo fotovoltaico: JKMS300P-72 O ensaio foi efetuado conforme as indicações e orientações do Regulamento Específico para Uso da Etiqueta Nacional de Conservação de Energia – Sistemas e Equipamentos para Energia Fotovoltaica.93 300 8. conforme apresentado na tabela I.UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO INSTITUTO DE DE ENERGIA E AMBIENTE SVSISFO-04 .rev 01 .50 300 IEE-MD-007 .

ABR/2013 Conforme .0.79 Data segunda-feira.txt Arquivo Versão do Programa OptoFlash 2.19 W Fator de Forma FF 0. 15 de julho de 2013 Módulo Sindustrial JKMS300P-72 72 cells poli Modelo Sindustrial JKMS300P-72 72 cells poli N° Serial 360304130307106806310001 Tolerância Potência - 1 Tolerância Potência + 1 Ok IEE-MD-007 .UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO INSTITUTO DE DE ENERGIA E AMBIENTE SVSISFO-04 .0.SERVIÇO TÉCNICO DE SISTEMAS FOTOVOLTAICOS Folha RELATÓRIO DE ENSAIO Nº 75614 5 de 8 Curva I x V 10 Corrente A 8 6 4 2 0 0 5 10 15 Operador 20 25 Tensão V 30 35 40 45 50 Givaldo E:\Data2.0 °C Temperatura Módulo T 22.rev 01 .87 A Potência PPMP 296.24Br Temp-coeff V β -0.54 V Tensão PMP UPMP 37.64 V Corrente curto-circuito IK 8.16\Optosolar\Settings\Sindustrial JKMS300P-72 72 cells poli.8 °C Intensidade G 1019 W/m² Intensidade Referência GREF 1000 W/m² Tensão Circuito Aberto UO 45.21 A Corrente PMP IPMP 7.00060 %/°C Temperatura Referência TREF 25.14528 V/°C Temp-coeff I α 0.

m 2 Conforme Não Conforme Não Aplicável São Paulo. V/1 minuto Resistência: Ω V/2 minutos Resistência: Ω 10. Tadeu Osano de Oliveira SVSISFO – 04 Serv.3. de Sistemas Fotovoltaicos IEE – USP IEE-MD-007 . 3075 V/ 1 minuto Resistência: 1. de Sistemas Fotovoltaicos IEE – USP SVSISFO – 04 Serv.SERVIÇO TÉCNICO DE SISTEMAS FOTOVOLTAICOS Folha RELATÓRIO DE ENSAIO Nº 75614 Item 10. de Sistemas Fotovoltaicos IEE – USP Esp. Tec. Tec.93 m 2 Valor: 2. o produto entre a resistência de isolamento medida e a área do módulo não 2 deve ser inferior a 40 MΩ x m .99 GΩ.61 G Ω Área: 1.55 G Ω Área: 1.m Legenda C N/C N/A 1034 V/2 minutos Resistência: 2.1 m . Tec.04 GΩ. Givaldo dos Reis Tec.rev 01 . André Ricardo Mocelin SVSISFO – 04 Serv.Clausula 10. Observação C --- N/A --- C --- Máxima Tensão do Sistema: 1000 V 2 Para módulos com uma área inferior a 0.4 .3. 01 de agosto de 2013 Tec.93 m 2 2 Valor: 5.item C. Conf.5 Área m2 Área m 2 2 Para módulos com área superior a 0.1 m a resistência isolação não deve ser inferior a 400 MΩ.UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO INSTITUTO DE DE ENERGIA E AMBIENTE SVSISFO-04 .ABR/2013 .3 6 de 8 Prescrição RESISTÊNCIA DE ISOLAMENTO Não deve haver ruptura dielétrica ou rastreamento de superfície conforme IEC61215 .

SERVIÇO TÉCNICO DE SISTEMAS FOTOVOLTAICOS Folha RELATÓRIO DE ENSAIO Nº 75614 IEE-MD-007 .UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO INSTITUTO DE DE ENERGIA E AMBIENTE SVSISFO-04 .rev 01 .ABR/2013 7 de 8 .

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO INSTITUTO DE DE ENERGIA E AMBIENTE SVSISFO-04 .ABR/2013 8 de 8 .SERVIÇO TÉCNICO DE SISTEMAS FOTOVOLTAICOS Folha RELATÓRIO DE ENSAIO Nº 75614 IEE-MD-007 .rev 01 .

no mínimo. • O IEE-USP manterá o original deste documento arquivado por um período de cinco anos.UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO INSTITUTO DE ENERGIA E AMBIENTE SVSISFO-04 .usp.SERVIÇO TÉCNICO DE SISTEMAS FOTOVOLTAICOS Av. pense em sua responsabilidade e compromisso com o meio ambiente .é cópia integral e fiel do original impresso e assinado que estará à disposição no IEE/USP. Cliente: Sendi Industrial Ltda Endereço: Rua Aparecida.rev 01 . Norma e/ou Procedimento: Portaria INMETRO 004/2011 H. Laboratório Responsável: SVSISFO-04 .br CNPJ: 63. • O conteúdo e as conclusões aqui apresentadas são da exclusiva responsabilidade do(s) autor(es) e não refletem. Interessado: Sendi Industrial Ltda Endereço: Rua Aparecida.ABR/2013 Antes de imprimir. Observações: • O Corpo de Prova foi recebido em: 13/06/2013 • Ensaio realizado no período de: 02/07/2013 a 30/07/2013 • Relatório de Ensaio em arquivo eletrônico: . Descrição do Corpo de Prova: Nº: 5-Módulo Fotovoltaico Marca: Jinko Solar Modelo: JKMS250M-60 60 células monocristalino D.025. não sendo extensivos a quaisquer lotes. as opiniões da Universidade de São Paulo. • Forma de apresentação: X Arquivo Eletrônico de igual teor ao original impresso. Cep: 17020-210 Cidade/Estado: Bauru SP E. n° 09-28 Vila Rodrigues. 1289 • Cidade Universitária • Butantã CEP 05508-010 • São Paulo • SP • BRASIL • www.iee. Objetivo: Serviço nº: 5/1 . Cep: 17020-210 Cidade/Estado: Bauru SP F. necessariamente.SERVIÇO TÉCNICO DE SISTEMAS FOTOVOLTAICOS B. Prof.Inspeção Visual Serviço nº: 5/3 Determinação da Potência Máxima Serviço nº: 5/4 .Isolamento Elétrico G. Luciano Gualberto. • Os resultados apresentados neste documento referem-se exclusivamente ao corpo de prova submetido ao(s) ensaio(s) nas condições especificadas. n° 09-28 Vila Rodrigues. X Impresso em 2 via(s). IEE-MD-007 .530/0042-82 • Inscrição Estadual: isento Folha RELATÓRIO DE ENSAIO Nº 75615 1 de 8 A. Ordem de Serviço nº: 2013637 C.Pré-condicionamento Serviço nº: 5/2 . • A reprodução deste documento não pode ser parcial e depende da aprovação por escrito do laboratório.

5 kWh/m .UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO INSTITUTO DE DE ENERGIA E AMBIENTE SVSISFO-04 . inclusive o de controle. C --- Legenda C Conforme N/C Não Conforme N/A Não Aplicável IEE-MD-007 . Observação Antes de começar os testes todos os módulos.ABR/2013 . devem ser expostos em circuito aberto a um nível de 2 irradiação entre 5 kWh/m2 e 5.rev 01 .SERVIÇO TÉCNICO DE SISTEMAS FOTOVOLTAICOS Folha RELATÓRIO DE ENSAIO Nº 75615 Item 5 2 de 8 Prescrição Pré-condicionamento Conf.

C --- C C ----- Células se tocando entre si ou tocando a moldura. etc.ABR/2013 . C --- Legenda C Conforme N/C Não Conforme N/A Não Aplicável IEE-MD-007 .UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO INSTITUTO DE DE ENERGIA E AMBIENTE SVSISFO-04 . Falha nos materiais adesivos. Terminações defeituosas ou partes elétricas expostas. Quaisquer outras condições que podem afetar o desempenho. inspecione cada módulo sob uma iluminação não inferior a 1000 lux verificando as seguintes condições: C --- Superfícies externas rachadas. Interconexões com defeito ou articulações. C C C ------- Tomar nota e/ou fotografar a natureza e a posição de qualquer trinca. C C ----- Bolhas ou delaminações formando um caminho contínuo entre uma célula e a borda do módulo.1 3 de 8 Prescrição Inspeção Visual Conf. Células quebradas. que podem piorar ou afetar negativamente o desempenho do módulo nos testes subsequentes. não em linha reta ou desalinhadas.SERVIÇO TÉCNICO DE SISTEMAS FOTOVOLTAICOS Folha RELATÓRIO DE ENSAIO Nº 75615 Item 10. C --- Superfícies de plástico mal produzidas. Observação Para detectar Eventuais defeitos visuais no módulo fotovoltaico. bolha ou delaminação.rev 01 .

conforme apresentado na tabela I.62 250 8. nas condições padrão de teste. Desempenho nas Condições Padrão de Teste.25 15.62 31.rev 01 .25 250 IEE-MD-007 .17 31. Tabela I Fabricante Marca Modelo Área (m²) Potência (W) Corrente Impp (A) Produção (kWh/mês) Eficiência (%) Peso (kg) Classificação Sindustrial Jinko Solar JKMS250M-60 1.UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO INSTITUTO DE DE ENERGIA E AMBIENTE SVSISFO-04 .4 1.ABR/2013 .SERVIÇO TÉCNICO DE SISTEMAS FOTOVOLTAICOS Folha RELATÓRIO DE ENSAIO Nº 75615 4 de 8 Este informe apresenta a determinação da máxima potência com o resultado do ensaio realizado no módulo fotovoltaico: JKMS250M-60 O ensaio foi efetuado conforme as indicações e orientações do Regulamento Específico para Uso da Etiqueta Nacional de Conservação de Energia – Sistemas e Equipamentos para Energia Fotovoltaica. O módulo ensaiado possui potência nominal e eficiência.4 18 A Etiqueta Sindustrial Jinko Solar JKMS250M-60 15.

81 V Corrente curto-circuito IK 8.ABR/2013 Conforme .94 W Fator de Forma FF 0. 15 de julho de 2013 Módulo Sindustrial JKMS250M-60 60 cells mono Modelo Sindustrial JKMS250M-60 60 cells mono N° Serial 350504130307106806300002 Tolerância Potência - 1 Tolerância Potência + 1 Ok IEE-MD-007 .00050 %/°C Temperatura Referência TREF 25.78 Data segunda-feira.UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO INSTITUTO DE DE ENERGIA E AMBIENTE SVSISFO-04 .2 °C Intensidade G 983 W/m² Intensidade Referência GREF 1000 W/m² Tensão Circuito Aberto UO 37.rev 01 .82 A Potência PPMP 240.0.53 V Tensão PMP UPMP 30.txt Arquivo Versão do Programa OptoFlash 2.26 A Corrente PMP IPMP 7.0.24Br Temp-coeff V β -0.16\Optosolar\Settings\Sindustrial JKMS250M-60 60 cells mono.0 °C Temperatura Módulo T 22.SERVIÇO TÉCNICO DE SISTEMAS FOTOVOLTAICOS Folha RELATÓRIO DE ENSAIO Nº 75615 5 de 8 Curva I x V 10 Corrente A 8 6 4 2 0 0 5 10 Operador 15 20 25 Tensão V 30 35 40 Givaldo E:\Data2.11280 V/°C Temp-coeff I α 0.

1 m a resistência isolação não deve ser inferior a 400 MΩ. 3075 V/ 1 minuto Resistência: 9.rev 01 .5 Área m2 Área m 2 2 Para módulos com área superior a 0. Tec. 01 de agosto de 2013 Tec.SERVIÇO TÉCNICO DE SISTEMAS FOTOVOLTAICOS Folha RELATÓRIO DE ENSAIO Nº 75615 Item 10.m Legenda C N/C N/A 1034 V/2 minutos Resistência: 16.3. Tec.3.17 GΩ.62 m 2 Valor: 16.22 GΩ. Givaldo dos Reis Tec. V/1 minuto Resistência: Ω V/2 minutos Resistência: Ω 10. o produto entre a resistência de isolamento medida e a área do módulo não 2 deve ser inferior a 40 MΩ x m .3 6 de 8 Prescrição RESISTÊNCIA DE ISOLAMENTO Não deve haver ruptura dielétrica ou rastreamento de superfície conforme IEC61215 . de Sistemas Fotovoltaicos IEE – USP Esp.item C.4 . André Ricardo Mocelin SVSISFO – 04 Serv.ABR/2013 . Conf.UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO INSTITUTO DE DE ENERGIA E AMBIENTE SVSISFO-04 .62 m 2 2 Valor: 27. de Sistemas Fotovoltaicos IEE – USP SVSISFO – 04 Serv. Observação C --- N/A --- C --- Máxima Tensão do Sistema: 1000 V 2 Para módulos com uma área inferior a 0. Tadeu Osano de Oliveira SVSISFO – 04 Serv. Tec.8 G Ω Área: 1.m 2 Conforme Não Conforme Não Aplicável São Paulo. de Sistemas Fotovoltaicos IEE – USP IEE-MD-007 .98 G Ω Área: 1.1 m .Clausula 10.

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO INSTITUTO DE DE ENERGIA E AMBIENTE SVSISFO-04 .SERVIÇO TÉCNICO DE SISTEMAS FOTOVOLTAICOS Folha RELATÓRIO DE ENSAIO Nº 75615 IEE-MD-007 .ABR/2013 7 de 8 .rev 01 .

rev 01 .UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO INSTITUTO DE DE ENERGIA E AMBIENTE SVSISFO-04 .SERVIÇO TÉCNICO DE SISTEMAS FOTOVOLTAICOS Folha RELATÓRIO DE ENSAIO Nº 75615 IEE-MD-007 .ABR/2013 8 de 8 .

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful